SlideShare uma empresa Scribd logo
Concordância Nominal Profª Lidiane Rodrigues
Concordância Nominal Regra Geral O   artigo,  o  pronome ,  o  numeral  e o   adjetivo   devem concordar em gênero e número com o substantivo ao qual se referem. Ex.: Os  nossos  dois  brinquedos   preferidos  estão quebrados. artigo (masc.pl.) pronome (masc.pl.) numeral (masc.pl.) substantivo  ( masc.pl .) adjetivo ( masc.pl .) Observe que o artigo  os , o pronome  nossos , o numeral  dois  e o adjetivo  preferidos  referem-se ao substantivo (masculino/plural)  brinquedos . Por isso é que eles estão todos no masculino plural.
Casos especiais de Concordância Nominal I. Adjetivo referente a vários substantivos: 1. Quando o adjetivo vier depois de dois ou mais substantivos do  mesmo gênero , há duas possibilidades de concordância:    O adjetivo assume o gênero do substantivo e  vai para o plural , ou  concorda  em gênero e número  com o mais próximo . Ex.: O governador recebeu ministro e secretário  espanhol. concordou apenas com o mais próximo Ex.: O governador recebeu ministro e secretário  espanhóis . masculino/plural
2.  Quando o adjetivo vier posposto a dois ou mais substantivos de  gêneros diferentes , também há duas possibilidades de concordância:    O adjetivo vai para o masculino plural ou concorda em gênero e número com o substantivo mais próximo.  Ex.: Ele apresentou argumento e razão  justos. masculino/plural Ex.: Ele apresentou argumento e razão  justa . concordou com o substantivo mais próximo Ex.: Ele apresentou razão e argumento  justo . concordou com o substantivo  mais próximo.
3. Quando o adjetivo vier  anteposto  a dois ou mais substantivos, concordará com o mais próximo, se funcionar como adjunto adnominal; entretanto se funcionar como predicativo, haverá duas possibilidades: poderá ir para o plural ou concordar com o mais próximo. Ex.: Nunca vi  tamanho  desrespeito e ingratidão. adjetivo substantivo substantivo adjunto adnominal Ex.: Permaneceu  fechada  a porta e o portão. predicativo do sujeito (concorda com o mais próximo) Ex.: Permaneceram  fechados  a porta e o portão. predicativo do sujeito (masculino plural)
II.   Dois ou mais adjetivos referentes a um substantivo determinado por artigo:  Admitem duas possibilidades: a) O substantivo fica no singular e põe-se o artigo também antes do segundo adjetivo. Ex.: Meu professor ensina  a  língua inglesa e  a  francesa. b) O substantivo fica no plural e omite-se o artigo antes do segundo adjetivo: Ex.: Meu professor ensina  as  línguas inglesa e francesa.
Casos particulares de Concordância Nominal 1. As palavras  menos ,  alerta  e  pseudo  são advérbios e ficam invariáveis. Ex.: Os soldados estavam  alerta . Há  menos  pessoas do que prevíamos. 2. As expressões  é proibido ,  é necessário ,  é bom ,  é preciso  quando se referem a palavras desacompanhadas de determinantes, tomadas, portanto, em sua generalidade, ficam  invariáveis . Ex.:  É proibido  entrada. Cerveja  é bom . Coragem  é necessário . Porém, se a palavra estiver acompanhada de determinante, com ela devem concordar. Ex.:  É proibida   a  entrada. A  cerveja  é boa . A  coragem  é necessária .
3. As palavras  bastante ,  meio ,  pouco ,  muito ,  caro ,  barato   a) Quando têm valor de  adjetivo , concordam com o substantivo. Ex.: Serviu-nos  meia  porção de arroz. Conversamos  bastantes  vezes a esse respeito. Os automóveis estão  caros . As frutas estão  baratas . Já é meio-dia e  meia . b) Quando têm valor de  advérbio  ficam invariáveis. Ex.: Maria está  meio  aborrecida. Os alunos são  bastante  estudiosos. Esses automóveis custam  caro . As laranjas custam  barato . Estamos  muito  cansadas.
4. Os adjetivos  anexo ,  obrigado ,  incluso ,  mesmo ,  próprio ,  só ,  leso ,  quite  concordam com o substantivo a que se referem. Ex.: Seguem  anexos  os documentos da partilha de bens. A carta segue  anexa . Os documentos estão  inclusos . Ela  mesma  redigiu a carta. Eles estão  sós . Estou  quite  com você. Muito  obrigada  – disse ela. Observação: Os advérbios  só  (equivalente a somente),  menos  e  alerta  e as expressões  em anexo  e  a sós  são invariáveis. Ex.: Elas  só  esperam uma nova oportunidade. Leia a carta e veja as fotografias  em anexo . As meninas ficaram  a sós  no quarto.
Dicas : 1. Quando a palavra  só  equivaler a  sozinho  ela será  adjetivo  e, portanto, concordará com o substantivo. 2. Quando a palavra  só  equivaler a  somente  ela será  advérbio  e ficará invariável. 3. Quando a palavra  bastante  equivaler a  muitos/ muitas  ela será  adjetivo  e, portanto, concordará com o substantivo. 4.  A palavra  meio  equivalente a  metade  é  adjetivo  e concorda com o substantivo. 5. A palavra  meio  equivalendo a  um pouco  é advérbio e não varia.
Referências bibliográficas FERREIRA, Mauro.  Aprender e praticar gramática : teoria, sínteses das unidades, atividades práticas, exercícios de vestibulares: 2º Grau .  São Paulo: FTD, 1992. p. 343-352. SARMENTO, Leila L.  Gramática em texto .  1. ed. São Paulo: Moderna, 2000. p.470-475.  CEREJA, William Roberto & MAGALHÃES, Tereza C.  Gramática Reflexiva .  São Paulo: Atual, 1999. p. 334-336. MAIA, João D.  Português: Série Novo Ensino Médio .  São Paulo: Editora Ática, 2003. CIPRO NETO, Pasquale & INFANTE, Ulisses.  Gramática da Língua Portuguesa .  São Paulo: Scipione, 1997.  GIACOMOZZI, Gilio & VALÉRIO, Gildete & FENGA, Cláudia R.  Estudos de Gramática .  São Paulo: FTD, 1999.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Concordncia nominal
Concordncia nominalConcordncia nominal
Concordncia nominal
RedeConcurso
 
Concordância Nominal
Concordância NominalConcordância Nominal
Concordância Nominal
Andriane Cursino
 
Apresentação francinete
Apresentação francineteApresentação francinete
Apresentação francinete
Francinete Matias de Abreu
 
Concordancia Nominal
Concordancia NominalConcordancia Nominal
Concordancia Nominal
Mara Virginia
 
Concordância nominal – principais regras
Concordância nominal – principais regrasConcordância nominal – principais regras
Concordância nominal – principais regras
Pedro Henrique
 
Concordância Nominal
Concordância NominalConcordância Nominal
Concordância Nominal
Angela Santos
 
Sintaxe de concordância: Concordância verbal
Sintaxe de concordância: Concordância verbalSintaxe de concordância: Concordância verbal
Sintaxe de concordância: Concordância verbal
Josi Santos
 
www.aulaparticularonline.net.br - Português - Concordância Nominal
www.aulaparticularonline.net.br - Português -  Concordância Nominalwww.aulaparticularonline.net.br - Português -  Concordância Nominal
www.aulaparticularonline.net.br - Português - Concordância Nominal
Lucia Silveira
 
www.AulaParticularApoio.Com.Br - Português - Concordância Nominal
www.AulaParticularApoio.Com.Br - Português -  Concordância Nominalwww.AulaParticularApoio.Com.Br - Português -  Concordância Nominal
www.AulaParticularApoio.Com.Br - Português - Concordância Nominal
ApoioAulaParticular
 
Concordância
ConcordânciaConcordância
Concordância
Edson Alves
 
Concordância nominal i
Concordância nominal iConcordância nominal i
Concordância nominal i
Nádia França
 
www.ensinofundamental.net.br - Português - Concordância Nominal
www.ensinofundamental.net.br - Português -  Concordância Nominalwww.ensinofundamental.net.br - Português -  Concordância Nominal
www.ensinofundamental.net.br - Português - Concordância Nominal
EnsinoFundamental
 
Apostila concordancia
Apostila concordanciaApostila concordancia
Apostila concordancia
sandra
 
Concordância verbal i
Concordância verbal iConcordância verbal i
Concordância verbal i
Nádia França
 
Concordância verbal ii
Concordância verbal iiConcordância verbal ii
Concordância verbal ii
Nádia França
 
Concordância verbal e nominal certo
Concordância verbal e nominal certoConcordância verbal e nominal certo
Concordância verbal e nominal certo
Ana Paula Dos Santos
 
Concordância
ConcordânciaConcordância
Concordância
guest2efcd1
 
Aula concordância verbal e nominal
Aula concordância verbal e nominalAula concordância verbal e nominal
Aula concordância verbal e nominal
Aline Alves
 

Mais procurados (18)

Concordncia nominal
Concordncia nominalConcordncia nominal
Concordncia nominal
 
Concordância Nominal
Concordância NominalConcordância Nominal
Concordância Nominal
 
Apresentação francinete
Apresentação francineteApresentação francinete
Apresentação francinete
 
Concordancia Nominal
Concordancia NominalConcordancia Nominal
Concordancia Nominal
 
Concordância nominal – principais regras
Concordância nominal – principais regrasConcordância nominal – principais regras
Concordância nominal – principais regras
 
Concordância Nominal
Concordância NominalConcordância Nominal
Concordância Nominal
 
Sintaxe de concordância: Concordância verbal
Sintaxe de concordância: Concordância verbalSintaxe de concordância: Concordância verbal
Sintaxe de concordância: Concordância verbal
 
www.aulaparticularonline.net.br - Português - Concordância Nominal
www.aulaparticularonline.net.br - Português -  Concordância Nominalwww.aulaparticularonline.net.br - Português -  Concordância Nominal
www.aulaparticularonline.net.br - Português - Concordância Nominal
 
www.AulaParticularApoio.Com.Br - Português - Concordância Nominal
www.AulaParticularApoio.Com.Br - Português -  Concordância Nominalwww.AulaParticularApoio.Com.Br - Português -  Concordância Nominal
www.AulaParticularApoio.Com.Br - Português - Concordância Nominal
 
Concordância
ConcordânciaConcordância
Concordância
 
Concordância nominal i
Concordância nominal iConcordância nominal i
Concordância nominal i
 
www.ensinofundamental.net.br - Português - Concordância Nominal
www.ensinofundamental.net.br - Português -  Concordância Nominalwww.ensinofundamental.net.br - Português -  Concordância Nominal
www.ensinofundamental.net.br - Português - Concordância Nominal
 
Apostila concordancia
Apostila concordanciaApostila concordancia
Apostila concordancia
 
Concordância verbal i
Concordância verbal iConcordância verbal i
Concordância verbal i
 
Concordância verbal ii
Concordância verbal iiConcordância verbal ii
Concordância verbal ii
 
Concordância verbal e nominal certo
Concordância verbal e nominal certoConcordância verbal e nominal certo
Concordância verbal e nominal certo
 
Concordância
ConcordânciaConcordância
Concordância
 
Aula concordância verbal e nominal
Aula concordância verbal e nominalAula concordância verbal e nominal
Aula concordância verbal e nominal
 

Destaque

Exercícios concordância nominal
Exercícios concordância nominalExercícios concordância nominal
Exercícios concordância nominal
maria edineuma marreira
 
Paródia de Regências verbal e nominal ( Rap das Regências )
Paródia de  Regências verbal e nominal ( Rap das Regências ) Paródia de  Regências verbal e nominal ( Rap das Regências )
Paródia de Regências verbal e nominal ( Rap das Regências )
Wesla Campos
 
Jorge, um brasileiro
Jorge, um brasileiroJorge, um brasileiro
Jorge, um brasileiro
Lidiane Rodrigues
 
Questionário da vulnerabilidade ao stresse (23 qvs)
Questionário da vulnerabilidade ao stresse (23 qvs)Questionário da vulnerabilidade ao stresse (23 qvs)
Questionário da vulnerabilidade ao stresse (23 qvs)
Sara Duarte
 
O Livro das Criaturas de Harry Potter
O Livro das Criaturas de Harry PotterO Livro das Criaturas de Harry Potter
O Livro das Criaturas de Harry Potter
Nanda Soares
 
Nossa lingua Portuguesa
Nossa lingua PortuguesaNossa lingua Portuguesa
Nossa lingua Portuguesa
Andre de Castro Zorzo
 
Grafia palavras
Grafia palavrasGrafia palavras
Criaturas das trevas: como combatê-las
Criaturas das trevas: como combatê-lasCriaturas das trevas: como combatê-las
Criaturas das trevas: como combatê-las
HogwartsSchoolHouseCup
 
Gabarito int texto
Gabarito int textoGabarito int texto
Gabarito int texto
maria edineuma marreira
 
5 16 interpretação de texto
5 16 interpretação de texto5 16 interpretação de texto
5 16 interpretação de texto
maria edineuma marreira
 
O Livro Monstruoso dos Monstros - Hogwarst RPG
O Livro Monstruoso dos Monstros - Hogwarst RPGO Livro Monstruoso dos Monstros - Hogwarst RPG
O Livro Monstruoso dos Monstros - Hogwarst RPG
Pedro Henrique
 
ANÁLISE DAS ESTRATÉGIAS DE MARKETING UTILIZADAS NO LANÇAMENTO DO FILME HARRY...
ANÁLISE DAS ESTRATÉGIAS DE MARKETING UTILIZADAS NO  LANÇAMENTO DO FILME HARRY...ANÁLISE DAS ESTRATÉGIAS DE MARKETING UTILIZADAS NO  LANÇAMENTO DO FILME HARRY...
ANÁLISE DAS ESTRATÉGIAS DE MARKETING UTILIZADAS NO LANÇAMENTO DO FILME HARRY...
Diego Moreau
 
Apostila de portugues 2012 08_09_05_54_47_365
Apostila de portugues 2012 08_09_05_54_47_365Apostila de portugues 2012 08_09_05_54_47_365
Apostila de portugues 2012 08_09_05_54_47_365
Maria Ribeiro
 
Diccionario palabras claves en operaciones portuarias
Diccionario   palabras   claves   en  operaciones portuariasDiccionario   palabras   claves   en  operaciones portuarias
Diccionario palabras claves en operaciones portuarias
Julio Jose
 
Jardim frances
Jardim francesJardim frances
Jardim frances
LUCIMARA GARCIA
 
Lista de exercícios 1A
Lista de exercícios 1ALista de exercícios 1A
Lista de exercícios 1A
Professora Analynne Almeida
 
Sons de S, Z,C,Ç, SS
Sons de S, Z,C,Ç, SS  Sons de S, Z,C,Ç, SS
Sons de S, Z,C,Ç, SS
Thie Silva
 
Avanço em defesa contra as artes das trevas
Avanço em defesa contra as artes das trevasAvanço em defesa contra as artes das trevas
Avanço em defesa contra as artes das trevas
HogwartsSchoolHouseCup
 
Exercicio de espanhol
Exercicio de espanholExercicio de espanhol
Exercicio de espanhol
Severina Maria Vieira
 
¿Cómo te llamas?
¿Cómo te llamas?¿Cómo te llamas?
¿Cómo te llamas?
Irene Calvo
 

Destaque (20)

Exercícios concordância nominal
Exercícios concordância nominalExercícios concordância nominal
Exercícios concordância nominal
 
Paródia de Regências verbal e nominal ( Rap das Regências )
Paródia de  Regências verbal e nominal ( Rap das Regências ) Paródia de  Regências verbal e nominal ( Rap das Regências )
Paródia de Regências verbal e nominal ( Rap das Regências )
 
Jorge, um brasileiro
Jorge, um brasileiroJorge, um brasileiro
Jorge, um brasileiro
 
Questionário da vulnerabilidade ao stresse (23 qvs)
Questionário da vulnerabilidade ao stresse (23 qvs)Questionário da vulnerabilidade ao stresse (23 qvs)
Questionário da vulnerabilidade ao stresse (23 qvs)
 
O Livro das Criaturas de Harry Potter
O Livro das Criaturas de Harry PotterO Livro das Criaturas de Harry Potter
O Livro das Criaturas de Harry Potter
 
Nossa lingua Portuguesa
Nossa lingua PortuguesaNossa lingua Portuguesa
Nossa lingua Portuguesa
 
Grafia palavras
Grafia palavrasGrafia palavras
Grafia palavras
 
Criaturas das trevas: como combatê-las
Criaturas das trevas: como combatê-lasCriaturas das trevas: como combatê-las
Criaturas das trevas: como combatê-las
 
Gabarito int texto
Gabarito int textoGabarito int texto
Gabarito int texto
 
5 16 interpretação de texto
5 16 interpretação de texto5 16 interpretação de texto
5 16 interpretação de texto
 
O Livro Monstruoso dos Monstros - Hogwarst RPG
O Livro Monstruoso dos Monstros - Hogwarst RPGO Livro Monstruoso dos Monstros - Hogwarst RPG
O Livro Monstruoso dos Monstros - Hogwarst RPG
 
ANÁLISE DAS ESTRATÉGIAS DE MARKETING UTILIZADAS NO LANÇAMENTO DO FILME HARRY...
ANÁLISE DAS ESTRATÉGIAS DE MARKETING UTILIZADAS NO  LANÇAMENTO DO FILME HARRY...ANÁLISE DAS ESTRATÉGIAS DE MARKETING UTILIZADAS NO  LANÇAMENTO DO FILME HARRY...
ANÁLISE DAS ESTRATÉGIAS DE MARKETING UTILIZADAS NO LANÇAMENTO DO FILME HARRY...
 
Apostila de portugues 2012 08_09_05_54_47_365
Apostila de portugues 2012 08_09_05_54_47_365Apostila de portugues 2012 08_09_05_54_47_365
Apostila de portugues 2012 08_09_05_54_47_365
 
Diccionario palabras claves en operaciones portuarias
Diccionario   palabras   claves   en  operaciones portuariasDiccionario   palabras   claves   en  operaciones portuarias
Diccionario palabras claves en operaciones portuarias
 
Jardim frances
Jardim francesJardim frances
Jardim frances
 
Lista de exercícios 1A
Lista de exercícios 1ALista de exercícios 1A
Lista de exercícios 1A
 
Sons de S, Z,C,Ç, SS
Sons de S, Z,C,Ç, SS  Sons de S, Z,C,Ç, SS
Sons de S, Z,C,Ç, SS
 
Avanço em defesa contra as artes das trevas
Avanço em defesa contra as artes das trevasAvanço em defesa contra as artes das trevas
Avanço em defesa contra as artes das trevas
 
Exercicio de espanhol
Exercicio de espanholExercicio de espanhol
Exercicio de espanhol
 
¿Cómo te llamas?
¿Cómo te llamas?¿Cómo te llamas?
¿Cómo te llamas?
 

Semelhante a Concordância nominal_9º ano

Cefet/Coltec Aula 17 Concordância Nominal
Cefet/Coltec Aula 17 Concordância NominalCefet/Coltec Aula 17 Concordância Nominal
Cefet/Coltec Aula 17 Concordância Nominal
ProfFernandaBraga
 
Estudo sobre o aspecto gramatical intitulado CONCORDÂNCIA NOMINAL.ppt
Estudo sobre o aspecto gramatical intitulado CONCORDÂNCIA NOMINAL.pptEstudo sobre o aspecto gramatical intitulado CONCORDÂNCIA NOMINAL.ppt
Estudo sobre o aspecto gramatical intitulado CONCORDÂNCIA NOMINAL.ppt
Rosy Almeida
 
Slides sobre as regras de CONCORDÂNCIA NOMINAL.pptx
Slides sobre as regras de CONCORDÂNCIA NOMINAL.pptxSlides sobre as regras de CONCORDÂNCIA NOMINAL.pptx
Slides sobre as regras de CONCORDÂNCIA NOMINAL.pptx
Rosy Almeida
 
Concordancia nominal Prof: Karine Lima
Concordancia nominal Prof: Karine LimaConcordancia nominal Prof: Karine Lima
Concordancia nominal Prof: Karine Lima
Karine Lima
 
concordancia nominal.pptx
concordancia nominal.pptxconcordancia nominal.pptx
concordancia nominal.pptx
Karine Lima
 
Estudo de regras de Concordancia nominal e verbal
Estudo de regras de Concordancia nominal e verbalEstudo de regras de Concordancia nominal e verbal
Estudo de regras de Concordancia nominal e verbal
COLEGIO ESTADUAL HERCULANO FARIA
 
Aula_12___Concord_ncia_nominal.pptx
Aula_12___Concord_ncia_nominal.pptxAula_12___Concord_ncia_nominal.pptx
Aula_12___Concord_ncia_nominal.pptx
EdianedaSilvaMadeiro
 
Aula 1 Concordância
Aula 1 ConcordânciaAula 1 Concordância
Aula 1 Concordância
2º ano CSR
 
Concordância
ConcordânciaConcordância
Concordância
Edson Alves
 
Concordância Verbal e Nominal
Concordância Verbal e NominalConcordância Verbal e Nominal
Concordância Verbal e Nominal
Daniele Silva
 
Gramática e Ortografia
Gramática e OrtografiaGramática e Ortografia
Gramática e Ortografia
Adriana Ramirez Meira
 
Concrdância verbal
Concrdância verbalConcrdância verbal
Concrdância verbal
Jomari
 
Concrdância Verbal
Concrdância VerbalConcrdância Verbal
Concrdância Verbal
Jomari
 
Concordância nominal
Concordância nominalConcordância nominal
Concordância nominal
Lidiane Oliveira Bianchin
 
Portugues concordância nominal
Portugues concordância nominalPortugues concordância nominal
Portugues concordância nominal
Wellington Moreira
 
Português 1
Português 1Português 1
Português 1
Sandra Paula
 
Concordância nominal
Concordância nominalConcordância nominal
Concordância nominal
BriefCase
 
1 concordância verbal
1   concordância verbal1   concordância verbal
1 concordância verbal
Aretusa Scheibler
 
Concordancia verbal 2015
Concordancia verbal 2015Concordancia verbal 2015
Concordancia verbal 2015
Flávio Ferreira
 
Thayssa
ThayssaThayssa

Semelhante a Concordância nominal_9º ano (20)

Cefet/Coltec Aula 17 Concordância Nominal
Cefet/Coltec Aula 17 Concordância NominalCefet/Coltec Aula 17 Concordância Nominal
Cefet/Coltec Aula 17 Concordância Nominal
 
Estudo sobre o aspecto gramatical intitulado CONCORDÂNCIA NOMINAL.ppt
Estudo sobre o aspecto gramatical intitulado CONCORDÂNCIA NOMINAL.pptEstudo sobre o aspecto gramatical intitulado CONCORDÂNCIA NOMINAL.ppt
Estudo sobre o aspecto gramatical intitulado CONCORDÂNCIA NOMINAL.ppt
 
Slides sobre as regras de CONCORDÂNCIA NOMINAL.pptx
Slides sobre as regras de CONCORDÂNCIA NOMINAL.pptxSlides sobre as regras de CONCORDÂNCIA NOMINAL.pptx
Slides sobre as regras de CONCORDÂNCIA NOMINAL.pptx
 
Concordancia nominal Prof: Karine Lima
Concordancia nominal Prof: Karine LimaConcordancia nominal Prof: Karine Lima
Concordancia nominal Prof: Karine Lima
 
concordancia nominal.pptx
concordancia nominal.pptxconcordancia nominal.pptx
concordancia nominal.pptx
 
Estudo de regras de Concordancia nominal e verbal
Estudo de regras de Concordancia nominal e verbalEstudo de regras de Concordancia nominal e verbal
Estudo de regras de Concordancia nominal e verbal
 
Aula_12___Concord_ncia_nominal.pptx
Aula_12___Concord_ncia_nominal.pptxAula_12___Concord_ncia_nominal.pptx
Aula_12___Concord_ncia_nominal.pptx
 
Aula 1 Concordância
Aula 1 ConcordânciaAula 1 Concordância
Aula 1 Concordância
 
Concordância
ConcordânciaConcordância
Concordância
 
Concordância Verbal e Nominal
Concordância Verbal e NominalConcordância Verbal e Nominal
Concordância Verbal e Nominal
 
Gramática e Ortografia
Gramática e OrtografiaGramática e Ortografia
Gramática e Ortografia
 
Concrdância verbal
Concrdância verbalConcrdância verbal
Concrdância verbal
 
Concrdância Verbal
Concrdância VerbalConcrdância Verbal
Concrdância Verbal
 
Concordância nominal
Concordância nominalConcordância nominal
Concordância nominal
 
Portugues concordância nominal
Portugues concordância nominalPortugues concordância nominal
Portugues concordância nominal
 
Português 1
Português 1Português 1
Português 1
 
Concordância nominal
Concordância nominalConcordância nominal
Concordância nominal
 
1 concordância verbal
1   concordância verbal1   concordância verbal
1 concordância verbal
 
Concordancia verbal 2015
Concordancia verbal 2015Concordancia verbal 2015
Concordancia verbal 2015
 
Thayssa
ThayssaThayssa
Thayssa
 

Mais de Lidiane Rodrigues

Romantismo Brasil_ Poesia_2º ano
Romantismo Brasil_ Poesia_2º anoRomantismo Brasil_ Poesia_2º ano
Romantismo Brasil_ Poesia_2º ano
Lidiane Rodrigues
 
Romantismo
RomantismoRomantismo
Romantismo
Lidiane Rodrigues
 
Trovadorismo classicismo
Trovadorismo classicismoTrovadorismo classicismo
Trovadorismo classicismo
Lidiane Rodrigues
 
Funções da linguagem 301
Funções da linguagem 301Funções da linguagem 301
Funções da linguagem 301
Lidiane Rodrigues
 
Orientações paródia 8ºano
Orientações paródia 8ºanoOrientações paródia 8ºano
Orientações paródia 8ºano
Lidiane Rodrigues
 
Orientações bula de leitura 9ºano
Orientações bula de leitura 9ºanoOrientações bula de leitura 9ºano
Orientações bula de leitura 9ºano
Lidiane Rodrigues
 
Música crase
Música craseMúsica crase
Música crase
Lidiane Rodrigues
 
Música crase
Música craseMúsica crase
Música crase
Lidiane Rodrigues
 
Concordância Verbal; Regência Verbal e Nominal; Crase
Concordância Verbal; Regência Verbal e Nominal; CraseConcordância Verbal; Regência Verbal e Nominal; Crase
Concordância Verbal; Regência Verbal e Nominal; Crase
Lidiane Rodrigues
 
Colocação pronominal
Colocação pronominalColocação pronominal
Colocação pronominal
Lidiane Rodrigues
 
Figuras de Linguagem
Figuras de LinguagemFiguras de Linguagem
Figuras de Linguagem
Lidiane Rodrigues
 
Concordância Nominal
Concordância NominalConcordância Nominal
Concordância Nominal
Lidiane Rodrigues
 
Conjunções coordenativas e subordinativas
Conjunções coordenativas e subordinativasConjunções coordenativas e subordinativas
Conjunções coordenativas e subordinativas
Lidiane Rodrigues
 
Período Simples
Período Simples Período Simples
Período Simples
Lidiane Rodrigues
 
Análise sintática
Análise sintáticaAnálise sintática
Análise sintática
Lidiane Rodrigues
 

Mais de Lidiane Rodrigues (15)

Romantismo Brasil_ Poesia_2º ano
Romantismo Brasil_ Poesia_2º anoRomantismo Brasil_ Poesia_2º ano
Romantismo Brasil_ Poesia_2º ano
 
Romantismo
RomantismoRomantismo
Romantismo
 
Trovadorismo classicismo
Trovadorismo classicismoTrovadorismo classicismo
Trovadorismo classicismo
 
Funções da linguagem 301
Funções da linguagem 301Funções da linguagem 301
Funções da linguagem 301
 
Orientações paródia 8ºano
Orientações paródia 8ºanoOrientações paródia 8ºano
Orientações paródia 8ºano
 
Orientações bula de leitura 9ºano
Orientações bula de leitura 9ºanoOrientações bula de leitura 9ºano
Orientações bula de leitura 9ºano
 
Música crase
Música craseMúsica crase
Música crase
 
Música crase
Música craseMúsica crase
Música crase
 
Concordância Verbal; Regência Verbal e Nominal; Crase
Concordância Verbal; Regência Verbal e Nominal; CraseConcordância Verbal; Regência Verbal e Nominal; Crase
Concordância Verbal; Regência Verbal e Nominal; Crase
 
Colocação pronominal
Colocação pronominalColocação pronominal
Colocação pronominal
 
Figuras de Linguagem
Figuras de LinguagemFiguras de Linguagem
Figuras de Linguagem
 
Concordância Nominal
Concordância NominalConcordância Nominal
Concordância Nominal
 
Conjunções coordenativas e subordinativas
Conjunções coordenativas e subordinativasConjunções coordenativas e subordinativas
Conjunções coordenativas e subordinativas
 
Período Simples
Período Simples Período Simples
Período Simples
 
Análise sintática
Análise sintáticaAnálise sintática
Análise sintática
 

Último

A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
Espanhol Online
 
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONALEMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
JocelynNavarroBonta
 
Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
Mary Alvarenga
 
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Falcão Brasil
 
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Falcão Brasil
 
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
Falcão Brasil
 
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdfGeotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Falcão Brasil
 
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosasFotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
MariaJooSilva58
 
apresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacionalapresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacional
shirleisousa9166
 
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdfHistória das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
LeideLauraCenturionL
 
Matemática para Concursos - Teoria dos Conjuntos
Matemática para Concursos - Teoria dos ConjuntosMatemática para Concursos - Teoria dos Conjuntos
Matemática para Concursos - Teoria dos Conjuntos
Instituto Walter Alencar
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Centro Jacques Delors
 
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores LocaisTemática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Colaborar Educacional
 
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Desafio matemático -  multiplicação e divisão.Desafio matemático -  multiplicação e divisão.
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Mary Alvarenga
 
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
Sandra Pratas
 
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdfIntrodução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
valdeci17
 
quadro de rotina semanal da coord.docx.pdf
quadro de rotina semanal da coord.docx.pdfquadro de rotina semanal da coord.docx.pdf
quadro de rotina semanal da coord.docx.pdf
marcos oliveira
 
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdfOs Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Falcão Brasil
 
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptxAPA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
orquestrasinfonicaam
 

Último (20)

A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
 
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONALEMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
 
Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
 
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
 
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
 
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
 
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdfGeotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
 
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosasFotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
 
apresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacionalapresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacional
 
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdfHistória das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
 
Matemática para Concursos - Teoria dos Conjuntos
Matemática para Concursos - Teoria dos ConjuntosMatemática para Concursos - Teoria dos Conjuntos
Matemática para Concursos - Teoria dos Conjuntos
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
 
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores LocaisTemática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
 
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Desafio matemático -  multiplicação e divisão.Desafio matemático -  multiplicação e divisão.
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
 
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
 
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdfIntrodução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
 
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
 
quadro de rotina semanal da coord.docx.pdf
quadro de rotina semanal da coord.docx.pdfquadro de rotina semanal da coord.docx.pdf
quadro de rotina semanal da coord.docx.pdf
 
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdfOs Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
 
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptxAPA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
 

Concordância nominal_9º ano

  • 1. Concordância Nominal Profª Lidiane Rodrigues
  • 2. Concordância Nominal Regra Geral O artigo, o pronome , o numeral e o adjetivo devem concordar em gênero e número com o substantivo ao qual se referem. Ex.: Os nossos dois brinquedos preferidos estão quebrados. artigo (masc.pl.) pronome (masc.pl.) numeral (masc.pl.) substantivo ( masc.pl .) adjetivo ( masc.pl .) Observe que o artigo os , o pronome nossos , o numeral dois e o adjetivo preferidos referem-se ao substantivo (masculino/plural) brinquedos . Por isso é que eles estão todos no masculino plural.
  • 3. Casos especiais de Concordância Nominal I. Adjetivo referente a vários substantivos: 1. Quando o adjetivo vier depois de dois ou mais substantivos do mesmo gênero , há duas possibilidades de concordância:  O adjetivo assume o gênero do substantivo e vai para o plural , ou concorda em gênero e número com o mais próximo . Ex.: O governador recebeu ministro e secretário espanhol. concordou apenas com o mais próximo Ex.: O governador recebeu ministro e secretário espanhóis . masculino/plural
  • 4. 2. Quando o adjetivo vier posposto a dois ou mais substantivos de gêneros diferentes , também há duas possibilidades de concordância:  O adjetivo vai para o masculino plural ou concorda em gênero e número com o substantivo mais próximo. Ex.: Ele apresentou argumento e razão justos. masculino/plural Ex.: Ele apresentou argumento e razão justa . concordou com o substantivo mais próximo Ex.: Ele apresentou razão e argumento justo . concordou com o substantivo mais próximo.
  • 5. 3. Quando o adjetivo vier anteposto a dois ou mais substantivos, concordará com o mais próximo, se funcionar como adjunto adnominal; entretanto se funcionar como predicativo, haverá duas possibilidades: poderá ir para o plural ou concordar com o mais próximo. Ex.: Nunca vi tamanho desrespeito e ingratidão. adjetivo substantivo substantivo adjunto adnominal Ex.: Permaneceu fechada a porta e o portão. predicativo do sujeito (concorda com o mais próximo) Ex.: Permaneceram fechados a porta e o portão. predicativo do sujeito (masculino plural)
  • 6. II. Dois ou mais adjetivos referentes a um substantivo determinado por artigo:  Admitem duas possibilidades: a) O substantivo fica no singular e põe-se o artigo também antes do segundo adjetivo. Ex.: Meu professor ensina a língua inglesa e a francesa. b) O substantivo fica no plural e omite-se o artigo antes do segundo adjetivo: Ex.: Meu professor ensina as línguas inglesa e francesa.
  • 7. Casos particulares de Concordância Nominal 1. As palavras menos , alerta e pseudo são advérbios e ficam invariáveis. Ex.: Os soldados estavam alerta . Há menos pessoas do que prevíamos. 2. As expressões é proibido , é necessário , é bom , é preciso quando se referem a palavras desacompanhadas de determinantes, tomadas, portanto, em sua generalidade, ficam invariáveis . Ex.: É proibido entrada. Cerveja é bom . Coragem é necessário . Porém, se a palavra estiver acompanhada de determinante, com ela devem concordar. Ex.: É proibida a entrada. A cerveja é boa . A coragem é necessária .
  • 8. 3. As palavras bastante , meio , pouco , muito , caro , barato a) Quando têm valor de adjetivo , concordam com o substantivo. Ex.: Serviu-nos meia porção de arroz. Conversamos bastantes vezes a esse respeito. Os automóveis estão caros . As frutas estão baratas . Já é meio-dia e meia . b) Quando têm valor de advérbio ficam invariáveis. Ex.: Maria está meio aborrecida. Os alunos são bastante estudiosos. Esses automóveis custam caro . As laranjas custam barato . Estamos muito cansadas.
  • 9. 4. Os adjetivos anexo , obrigado , incluso , mesmo , próprio , só , leso , quite concordam com o substantivo a que se referem. Ex.: Seguem anexos os documentos da partilha de bens. A carta segue anexa . Os documentos estão inclusos . Ela mesma redigiu a carta. Eles estão sós . Estou quite com você. Muito obrigada – disse ela. Observação: Os advérbios só (equivalente a somente), menos e alerta e as expressões em anexo e a sós são invariáveis. Ex.: Elas só esperam uma nova oportunidade. Leia a carta e veja as fotografias em anexo . As meninas ficaram a sós no quarto.
  • 10. Dicas : 1. Quando a palavra só equivaler a sozinho ela será adjetivo e, portanto, concordará com o substantivo. 2. Quando a palavra só equivaler a somente ela será advérbio e ficará invariável. 3. Quando a palavra bastante equivaler a muitos/ muitas ela será adjetivo e, portanto, concordará com o substantivo. 4. A palavra meio equivalente a metade é adjetivo e concorda com o substantivo. 5. A palavra meio equivalendo a um pouco é advérbio e não varia.
  • 11. Referências bibliográficas FERREIRA, Mauro. Aprender e praticar gramática : teoria, sínteses das unidades, atividades práticas, exercícios de vestibulares: 2º Grau . São Paulo: FTD, 1992. p. 343-352. SARMENTO, Leila L. Gramática em texto . 1. ed. São Paulo: Moderna, 2000. p.470-475. CEREJA, William Roberto & MAGALHÃES, Tereza C. Gramática Reflexiva . São Paulo: Atual, 1999. p. 334-336. MAIA, João D. Português: Série Novo Ensino Médio . São Paulo: Editora Ática, 2003. CIPRO NETO, Pasquale & INFANTE, Ulisses. Gramática da Língua Portuguesa . São Paulo: Scipione, 1997. GIACOMOZZI, Gilio & VALÉRIO, Gildete & FENGA, Cláudia R. Estudos de Gramática . São Paulo: FTD, 1999.