SlideShare uma empresa Scribd logo
Crateús/CE
CONCORDÂNCIA NOMINALCONCORDÂNCIA NOMINAL
Disciplina: Português
Educador: Edson Alves
Concordância Nominal
Regra Geral
O artigo, o pronome, o numeral e o adjetivo devem concordar em gênero e
número com o substantivo ao qual se referem.
Ex.: Os nossos dois brinquedos preferidos estão quebrados.
artigo
(masc.pl.)
pronome
(masc.pl.)
numeral
(masc.pl.)
substantivo
(masc.pl.) adjetivo
(masc.pl.)
Observe que o artigo os, o pronome nossos, o numeral dois e o adjetivo
preferidos referem-se ao substantivo (masculino/plural) brinquedos. Por isso é
que eles estão todos no masculino plural.
Profª.: Fátima Liporage
Casos especiais de Concordância
Nominal
I. Adjetivo referente a vários substantivos:
1. Quando o adjetivo vier depois de dois ou mais substantivos do mesmo
gênero, há duas possibilidades de concordância:
 O adjetivo assume o gênero do substantivo e vai para o plural, ou concorda
em gênero e número com o mais próximo.
Ex.: O governador recebeu ministro e secretário espanhol.
concordou apenas com o
mais próximo
Ex.: O governador recebeu ministro e secretário espanhóis.
masculino/plural
Profª.: Fátima Liporage
2. Quando o adjetivo vier posposto a dois ou mais substantivos de gêneros
diferentes, também há duas possibilidades de concordância:
 O adjetivo vai para o masculino plural ou concorda em gênero e número com o
substantivo mais próximo.
Ex.: Ele apresentou argumento e razão justos.
masculino/plural
Ex.: Ele apresentou argumento e razão justa.
concordou com o substantivo
mais próximo
Ex.: Ele apresentou razão e argumento justo.
concordou com o substantivo
mais próximo.
Profª.: Fátima Liporage
3. Quando o adjetivo vier anteposto a dois ou mais substantivos, concordará
com o mais próximo, se funcionar como adjunto adnominal; entretanto se
funcionar como predicativo, haverá duas possibilidades: poderá ir para o plural
ou concordar com o mais próximo.
Ex.: Nunca vi tamanho desrespeito e ingratidão.
adjetivo substantivo substantivo
adjunto adnominal
Ex.: Permaneceu fechada a porta e o portão.
predicativo do sujeito (concorda com o mais próximo)
Ex.: Permaneceram fechados a porta e o portão.
predicativo do sujeito (masculino plural)
Profª.: Fátima Liporage
II. Dois ou mais adjetivos referentes a um substantivo determinado por artigo:
Admitem duas possibilidades:
a) O substantivo fica no singular e põe-se o artigo também antes do segundo
adjetivo.
Ex.: Meu professor ensina a língua inglesa e a francesa.
b) O substantivo fica no plural e omite-se o artigo antes do segundo adjetivo:
Ex.: Meu professor ensina as línguas inglesa e francesa.
Profª.: Fátima Liporage
Casos particulares de Concordância Nominal
1. As palavras menos, alerta e pseudo são advérbios e ficam invariáveis.
Ex.: Os soldados estavam alerta.
Há menos pessoas do que prevíamos.
2. As expressões é proibido, é necessário, é bom, é preciso quando se referem
a palavras desacompanhadas de determinantes, tomadas, portanto, em sua
generalidade, ficam invariáveis.
Ex.: É proibido entrada.
Cerveja é bom.
Coragem é necessário.
Porém, se a palavra estiver acompanhada de determinante, com ela devem
concordar.
Ex.: É proibida a entrada.
A cerveja é boa.
A coragem é necessária.
Profª.: Fátima Liporage
3. As palavras bastante, meio, pouco, muito, caro, barato
a) Quando têm valor de adjetivo, concordam com o substantivo.
Ex.: Serviu-nos meia porção de arroz.
Conversamos bastantes vezes a esse respeito.
Os automóveis estão caros.
As frutas estão baratas.
Já é meio-dia e meia.
b) Quando têm valor de advérbio ficam invariáveis.
Ex.: Maria está meio aborrecida.
Os alunos são bastante estudiosos.
Esses automóveis custam caro.
As laranjas custam barato.
Estamos muito cansadas.
Profª.: Fátima Liporage
4. Os adjetivos anexo, obrigado, incluso, mesmo, próprio, só, leso, quite
concordam com o substantivo a que se referem.
Ex.: Seguem anexos os documentos da partilha de bens.
A carta segue anexa.
Os documentos estão inclusos.
Ela mesma redigiu a carta.
Eles estão sós.
Estou quite com você.
Muito obrigada – disse ela.
Observação:
Os advérbios só (equivalente a somente), menos e alerta e as expressões em
anexo e a sós são invariáveis.
Ex.: Elas só esperam uma nova oportunidade.
Leia a carta e veja as fotografias em anexo.
As meninas ficaram a sós no quarto.
Profª.: Fátima Liporage
Dicas:
1. Quando a palavra só equivaler a sozinho ela será adjetivo e, portanto,
concordará com o substantivo.
2. Quando a palavra só equivaler a somente ela será advérbio e ficará invariável.
3. Quando a palavra bastante equivaler a muitos/ muitas ela será adjetivo e,
portanto, concordará com o substantivo.
4. A palavra meio equivalente a metade é adjetivo e concorda com o substantivo.
5. A palavra meio equivalendo a um pouco é advérbio e não varia.
Profª.: Fátima Liporage

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Slides aula verbos
Slides   aula verbosSlides   aula verbos
Slides aula verbos
Bruno Souza de Oliveira
 
Apresentação Adverbios
Apresentação AdverbiosApresentação Adverbios
Apresentação Adverbios
Leisiane Jesus
 
Orações Subordinadas Substantivas
Orações Subordinadas SubstantivasOrações Subordinadas Substantivas
Orações Subordinadas Substantivas
Blog Estudo
 
Tempos verbais
Tempos verbaisTempos verbais
Tempos verbais
Mônica Abreu
 
Conjunções
ConjunçõesConjunções
Conjunções
guest6e3949
 
Pronomes
PronomesPronomes
Pronomes
Rita Tramonte
 
Transitividade verbal
Transitividade verbalTransitividade verbal
Transitividade verbal
PaolaLins
 
Período composto por coordenação
Período composto por coordenaçãoPeríodo composto por coordenação
Período composto por coordenação
Carolina Loçasso Pereira
 
Orações reduzidas
Orações reduzidasOrações reduzidas
Orações reduzidas
sandra
 
Concordância Nominal
Concordância NominalConcordância Nominal
Concordância Nominal
Angela Santos
 
Flexão do Substantivo
Flexão do SubstantivoFlexão do Substantivo
Flexão do Substantivo
lucivane cangussú
 
Crase
CraseCrase
Prova elementos-da-comunicacao-2011
Prova elementos-da-comunicacao-2011Prova elementos-da-comunicacao-2011
Prova elementos-da-comunicacao-2011
Vera Oliveira
 
Adjetivos
AdjetivosAdjetivos
Adjetivos
7 de Setembro
 
Tipos de sujeito
Tipos de sujeitoTipos de sujeito
Tipos de sujeito
IedaSantana
 
Adjetivo 6 ano
Adjetivo 6 anoAdjetivo 6 ano
Adjetivo 6 ano
Fábio Guimarães
 
Sujeito, Núcleo do Sujeito, Predicado e Predicativo.
Sujeito, Núcleo do Sujeito, Predicado e Predicativo.Sujeito, Núcleo do Sujeito, Predicado e Predicativo.
Sujeito, Núcleo do Sujeito, Predicado e Predicativo.
Ana Paula Brisolar
 
Sinônimos, antônimos, parônimos, homônimos
Sinônimos, antônimos, parônimos, homônimosSinônimos, antônimos, parônimos, homônimos
Sinônimos, antônimos, parônimos, homônimos
Helia Coelho Mello
 
SUBSTANTIVOS
SUBSTANTIVOSSUBSTANTIVOS
SUBSTANTIVOS
Aldo Socram
 
Formação das palavras
Formação das palavrasFormação das palavras
Formação das palavras
colveromachado
 

Mais procurados (20)

Slides aula verbos
Slides   aula verbosSlides   aula verbos
Slides aula verbos
 
Apresentação Adverbios
Apresentação AdverbiosApresentação Adverbios
Apresentação Adverbios
 
Orações Subordinadas Substantivas
Orações Subordinadas SubstantivasOrações Subordinadas Substantivas
Orações Subordinadas Substantivas
 
Tempos verbais
Tempos verbaisTempos verbais
Tempos verbais
 
Conjunções
ConjunçõesConjunções
Conjunções
 
Pronomes
PronomesPronomes
Pronomes
 
Transitividade verbal
Transitividade verbalTransitividade verbal
Transitividade verbal
 
Período composto por coordenação
Período composto por coordenaçãoPeríodo composto por coordenação
Período composto por coordenação
 
Orações reduzidas
Orações reduzidasOrações reduzidas
Orações reduzidas
 
Concordância Nominal
Concordância NominalConcordância Nominal
Concordância Nominal
 
Flexão do Substantivo
Flexão do SubstantivoFlexão do Substantivo
Flexão do Substantivo
 
Crase
CraseCrase
Crase
 
Prova elementos-da-comunicacao-2011
Prova elementos-da-comunicacao-2011Prova elementos-da-comunicacao-2011
Prova elementos-da-comunicacao-2011
 
Adjetivos
AdjetivosAdjetivos
Adjetivos
 
Tipos de sujeito
Tipos de sujeitoTipos de sujeito
Tipos de sujeito
 
Adjetivo 6 ano
Adjetivo 6 anoAdjetivo 6 ano
Adjetivo 6 ano
 
Sujeito, Núcleo do Sujeito, Predicado e Predicativo.
Sujeito, Núcleo do Sujeito, Predicado e Predicativo.Sujeito, Núcleo do Sujeito, Predicado e Predicativo.
Sujeito, Núcleo do Sujeito, Predicado e Predicativo.
 
Sinônimos, antônimos, parônimos, homônimos
Sinônimos, antônimos, parônimos, homônimosSinônimos, antônimos, parônimos, homônimos
Sinônimos, antônimos, parônimos, homônimos
 
SUBSTANTIVOS
SUBSTANTIVOSSUBSTANTIVOS
SUBSTANTIVOS
 
Formação das palavras
Formação das palavrasFormação das palavras
Formação das palavras
 

Destaque

Predicado ppt
Predicado pptPredicado ppt
Morfologia
MorfologiaMorfologia
Morfologia
Edson Alves
 
Aula01 textodissertativo-argumentativo-estrutura-130529182019-phpapp02
Aula01 textodissertativo-argumentativo-estrutura-130529182019-phpapp02Aula01 textodissertativo-argumentativo-estrutura-130529182019-phpapp02
Aula01 textodissertativo-argumentativo-estrutura-130529182019-phpapp02
Edson Alves
 
COESÃO TEXTUAL
COESÃO TEXTUALCOESÃO TEXTUAL
COESÃO TEXTUAL
Edson Alves
 
Coesão e conexão
Coesão e conexãoCoesão e conexão
Coesão e conexão
Miquéias Vitorino
 
Dissertação
DissertaçãoDissertação
Dissertação
Edson Alves
 
Cefet/Coltec Aula 6 Conjunções/Conectivos - Provas cefet
Cefet/Coltec Aula 6   Conjunções/Conectivos - Provas cefetCefet/Coltec Aula 6   Conjunções/Conectivos - Provas cefet
Cefet/Coltec Aula 6 Conjunções/Conectivos - Provas cefet
ProfFernandaBraga
 
Concordância
ConcordânciaConcordância
Concordância
Edson Alves
 
Predicado
PredicadoPredicado
Predicado
Diego Prezia
 
Regência
RegênciaRegência
Regência
Edson Alves
 
Artigo de opinião
Artigo de opiniãoArtigo de opinião
Artigo de opinião
Edson Alves
 
Adjetivos pátrios
Adjetivos pátriosAdjetivos pátrios
Adjetivos pátrios
Edson Alves
 
Mecanismos de coesão textual
Mecanismos de coesão textualMecanismos de coesão textual
Mecanismos de coesão textual
Hélio Consolaro
 
Cohesion textual
Cohesion textualCohesion textual
Cohesion textual
Karina Ancatrio
 
Estruturaeformaodaspalavras 110320151038-phpapp02
Estruturaeformaodaspalavras 110320151038-phpapp02Estruturaeformaodaspalavras 110320151038-phpapp02
Estruturaeformaodaspalavras 110320151038-phpapp02
Edson Alves
 
Cronicas 1208643843442340-8
Cronicas 1208643843442340-8Cronicas 1208643843442340-8
Cronicas 1208643843442340-8
Edson Alves
 
O adverbio 1323196780
O adverbio 1323196780O adverbio 1323196780
O adverbio 1323196780
ameliapadrao
 
Uso da vírgula
Uso da vírgulaUso da vírgula
Uso da vírgula
Edson Alves
 
Artigo de opnião
Artigo de opniãoArtigo de opnião
Artigo de opnião
Edson Alves
 
Complemento nominal
Complemento nominalComplemento nominal
Complemento nominal
Edson Alves
 

Destaque (20)

Predicado ppt
Predicado pptPredicado ppt
Predicado ppt
 
Morfologia
MorfologiaMorfologia
Morfologia
 
Aula01 textodissertativo-argumentativo-estrutura-130529182019-phpapp02
Aula01 textodissertativo-argumentativo-estrutura-130529182019-phpapp02Aula01 textodissertativo-argumentativo-estrutura-130529182019-phpapp02
Aula01 textodissertativo-argumentativo-estrutura-130529182019-phpapp02
 
COESÃO TEXTUAL
COESÃO TEXTUALCOESÃO TEXTUAL
COESÃO TEXTUAL
 
Coesão e conexão
Coesão e conexãoCoesão e conexão
Coesão e conexão
 
Dissertação
DissertaçãoDissertação
Dissertação
 
Cefet/Coltec Aula 6 Conjunções/Conectivos - Provas cefet
Cefet/Coltec Aula 6   Conjunções/Conectivos - Provas cefetCefet/Coltec Aula 6   Conjunções/Conectivos - Provas cefet
Cefet/Coltec Aula 6 Conjunções/Conectivos - Provas cefet
 
Concordância
ConcordânciaConcordância
Concordância
 
Predicado
PredicadoPredicado
Predicado
 
Regência
RegênciaRegência
Regência
 
Artigo de opinião
Artigo de opiniãoArtigo de opinião
Artigo de opinião
 
Adjetivos pátrios
Adjetivos pátriosAdjetivos pátrios
Adjetivos pátrios
 
Mecanismos de coesão textual
Mecanismos de coesão textualMecanismos de coesão textual
Mecanismos de coesão textual
 
Cohesion textual
Cohesion textualCohesion textual
Cohesion textual
 
Estruturaeformaodaspalavras 110320151038-phpapp02
Estruturaeformaodaspalavras 110320151038-phpapp02Estruturaeformaodaspalavras 110320151038-phpapp02
Estruturaeformaodaspalavras 110320151038-phpapp02
 
Cronicas 1208643843442340-8
Cronicas 1208643843442340-8Cronicas 1208643843442340-8
Cronicas 1208643843442340-8
 
O adverbio 1323196780
O adverbio 1323196780O adverbio 1323196780
O adverbio 1323196780
 
Uso da vírgula
Uso da vírgulaUso da vírgula
Uso da vírgula
 
Artigo de opnião
Artigo de opniãoArtigo de opnião
Artigo de opnião
 
Complemento nominal
Complemento nominalComplemento nominal
Complemento nominal
 

Semelhante a Concordância nominal

Estudo sobre o aspecto gramatical intitulado CONCORDÂNCIA NOMINAL.ppt
Estudo sobre o aspecto gramatical intitulado CONCORDÂNCIA NOMINAL.pptEstudo sobre o aspecto gramatical intitulado CONCORDÂNCIA NOMINAL.ppt
Estudo sobre o aspecto gramatical intitulado CONCORDÂNCIA NOMINAL.ppt
Rosy Almeida
 
Slides sobre as regras de CONCORDÂNCIA NOMINAL.pptx
Slides sobre as regras de CONCORDÂNCIA NOMINAL.pptxSlides sobre as regras de CONCORDÂNCIA NOMINAL.pptx
Slides sobre as regras de CONCORDÂNCIA NOMINAL.pptx
Rosy Almeida
 
CONCORDÂNCIA NOMINAL
CONCORDÂNCIA NOMINALCONCORDÂNCIA NOMINAL
CONCORDÂNCIA NOMINAL
guestcc4296e
 
Concordância Nominal
Concordância NominalConcordância Nominal
Concordância Nominal
Lidiane Rodrigues
 
Concordância nominal_9º ano
Concordância nominal_9º anoConcordância nominal_9º ano
Concordância nominal_9º ano
Lidiane Rodrigues
 
72079 20050917090909
72079 2005091709090972079 20050917090909
72079 20050917090909
Ethernella
 
Concordância Nominal
Concordância NominalConcordância Nominal
Concordância Nominal
Blog Estudo
 
Concordncia nominal
Concordncia nominalConcordncia nominal
Concordncia nominal
RedeConcurso
 
Apresentação francinete
Apresentação francineteApresentação francinete
Apresentação francinete
Francinete Matias de Abreu
 
Cefet/Coltec Aula 17 Concordância Nominal
Cefet/Coltec Aula 17 Concordância NominalCefet/Coltec Aula 17 Concordância Nominal
Cefet/Coltec Aula 17 Concordância Nominal
ProfFernandaBraga
 
Cefet/Coltec Intensivo Aula 16 Concordância nominal
Cefet/Coltec Intensivo Aula 16   Concordância nominalCefet/Coltec Intensivo Aula 16   Concordância nominal
Cefet/Coltec Intensivo Aula 16 Concordância nominal
ProfFernandaBraga
 
Concordância nominal i
Concordância nominal iConcordância nominal i
Concordância nominal i
Nádia França
 
Concordância nominal
Concordância nominalConcordância nominal
Concordância nominal
Elaine Andreatta
 
Concordância Nominal
Concordância NominalConcordância Nominal
Concordância Nominal
Angela Santos
 
Concordância nominal
Concordância nominalConcordância nominal
Concordância nominal
Juline Rodrigues da Conceição
 
Aula_12___Concord_ncia_nominal.pptx
Aula_12___Concord_ncia_nominal.pptxAula_12___Concord_ncia_nominal.pptx
Aula_12___Concord_ncia_nominal.pptx
EdianedaSilvaMadeiro
 
Estudo de regras de Concordancia nominal e verbal
Estudo de regras de Concordancia nominal e verbalEstudo de regras de Concordancia nominal e verbal
Estudo de regras de Concordancia nominal e verbal
COLEGIO ESTADUAL HERCULANO FARIA
 
Concordancia nominal Prof: Karine Lima
Concordancia nominal Prof: Karine LimaConcordancia nominal Prof: Karine Lima
Concordancia nominal Prof: Karine Lima
Karine Lima
 
concordancia nominal.pptx
concordancia nominal.pptxconcordancia nominal.pptx
concordancia nominal.pptx
Karine Lima
 
Concordância nominal
Concordância nominalConcordância nominal
Concordância nominal
Elaine Teixeira
 

Semelhante a Concordância nominal (20)

Estudo sobre o aspecto gramatical intitulado CONCORDÂNCIA NOMINAL.ppt
Estudo sobre o aspecto gramatical intitulado CONCORDÂNCIA NOMINAL.pptEstudo sobre o aspecto gramatical intitulado CONCORDÂNCIA NOMINAL.ppt
Estudo sobre o aspecto gramatical intitulado CONCORDÂNCIA NOMINAL.ppt
 
Slides sobre as regras de CONCORDÂNCIA NOMINAL.pptx
Slides sobre as regras de CONCORDÂNCIA NOMINAL.pptxSlides sobre as regras de CONCORDÂNCIA NOMINAL.pptx
Slides sobre as regras de CONCORDÂNCIA NOMINAL.pptx
 
CONCORDÂNCIA NOMINAL
CONCORDÂNCIA NOMINALCONCORDÂNCIA NOMINAL
CONCORDÂNCIA NOMINAL
 
Concordância Nominal
Concordância NominalConcordância Nominal
Concordância Nominal
 
Concordância nominal_9º ano
Concordância nominal_9º anoConcordância nominal_9º ano
Concordância nominal_9º ano
 
72079 20050917090909
72079 2005091709090972079 20050917090909
72079 20050917090909
 
Concordância Nominal
Concordância NominalConcordância Nominal
Concordância Nominal
 
Concordncia nominal
Concordncia nominalConcordncia nominal
Concordncia nominal
 
Apresentação francinete
Apresentação francineteApresentação francinete
Apresentação francinete
 
Cefet/Coltec Aula 17 Concordância Nominal
Cefet/Coltec Aula 17 Concordância NominalCefet/Coltec Aula 17 Concordância Nominal
Cefet/Coltec Aula 17 Concordância Nominal
 
Cefet/Coltec Intensivo Aula 16 Concordância nominal
Cefet/Coltec Intensivo Aula 16   Concordância nominalCefet/Coltec Intensivo Aula 16   Concordância nominal
Cefet/Coltec Intensivo Aula 16 Concordância nominal
 
Concordância nominal i
Concordância nominal iConcordância nominal i
Concordância nominal i
 
Concordância nominal
Concordância nominalConcordância nominal
Concordância nominal
 
Concordância Nominal
Concordância NominalConcordância Nominal
Concordância Nominal
 
Concordância nominal
Concordância nominalConcordância nominal
Concordância nominal
 
Aula_12___Concord_ncia_nominal.pptx
Aula_12___Concord_ncia_nominal.pptxAula_12___Concord_ncia_nominal.pptx
Aula_12___Concord_ncia_nominal.pptx
 
Estudo de regras de Concordancia nominal e verbal
Estudo de regras de Concordancia nominal e verbalEstudo de regras de Concordancia nominal e verbal
Estudo de regras de Concordancia nominal e verbal
 
Concordancia nominal Prof: Karine Lima
Concordancia nominal Prof: Karine LimaConcordancia nominal Prof: Karine Lima
Concordancia nominal Prof: Karine Lima
 
concordancia nominal.pptx
concordancia nominal.pptxconcordancia nominal.pptx
concordancia nominal.pptx
 
Concordância nominal
Concordância nominalConcordância nominal
Concordância nominal
 

Mais de Edson Alves

Gênero editorial
Gênero editorialGênero editorial
Gênero editorial
Edson Alves
 
Crase
CraseCrase
Concordância
ConcordânciaConcordância
Concordância
Edson Alves
 
Ortografia c ç s ss x
Ortografia c ç s ss xOrtografia c ç s ss x
Ortografia c ç s ss x
Edson Alves
 
Orientações de redação
Orientações de redaçãoOrientações de redação
Orientações de redação
Edson Alves
 
Aposto e vocativo
Aposto e vocativoAposto e vocativo
Aposto e vocativo
Edson Alves
 
Figuras de sintaxe
Figuras de sintaxeFiguras de sintaxe
Figuras de sintaxe
Edson Alves
 
Vozes verbais
Vozes verbaisVozes verbais
Vozes verbais
Edson Alves
 
Orações coordenadas
Orações coordenadasOrações coordenadas
Orações coordenadas
Edson Alves
 
Av de português maio - prova 2- 8º
Av de português   maio - prova 2- 8ºAv de português   maio - prova 2- 8º
Av de português maio - prova 2- 8º
Edson Alves
 
Av de português maio - prova 1 - 8º
Av de português   maio - prova 1 - 8ºAv de português   maio - prova 1 - 8º
Av de português maio - prova 1 - 8º
Edson Alves
 
Av de português maio 9º ano
Av  de português maio  9º anoAv  de português maio  9º ano
Av de português maio 9º ano
Edson Alves
 
Orações subordinadas adverbiais
Orações subordinadas adverbiaisOrações subordinadas adverbiais
Orações subordinadas adverbiais
Edson Alves
 
Gênero autobiografia
Gênero autobiografiaGênero autobiografia
Gênero autobiografia
Edson Alves
 
Orações subordinadas adverbiais
Orações subordinadas adverbiaisOrações subordinadas adverbiais
Orações subordinadas adverbiais
Edson Alves
 
Predicados e predicativos
Predicados e predicativosPredicados e predicativos
Predicados e predicativos
Edson Alves
 
Uso dos porquês.
Uso dos porquês.Uso dos porquês.
Uso dos porquês.
Edson Alves
 
Predicados e predicativos
Predicados e predicativosPredicados e predicativos
Predicados e predicativos
Edson Alves
 
Orientações de redação
Orientações de redaçãoOrientações de redação
Orientações de redação
Edson Alves
 

Mais de Edson Alves (19)

Gênero editorial
Gênero editorialGênero editorial
Gênero editorial
 
Crase
CraseCrase
Crase
 
Concordância
ConcordânciaConcordância
Concordância
 
Ortografia c ç s ss x
Ortografia c ç s ss xOrtografia c ç s ss x
Ortografia c ç s ss x
 
Orientações de redação
Orientações de redaçãoOrientações de redação
Orientações de redação
 
Aposto e vocativo
Aposto e vocativoAposto e vocativo
Aposto e vocativo
 
Figuras de sintaxe
Figuras de sintaxeFiguras de sintaxe
Figuras de sintaxe
 
Vozes verbais
Vozes verbaisVozes verbais
Vozes verbais
 
Orações coordenadas
Orações coordenadasOrações coordenadas
Orações coordenadas
 
Av de português maio - prova 2- 8º
Av de português   maio - prova 2- 8ºAv de português   maio - prova 2- 8º
Av de português maio - prova 2- 8º
 
Av de português maio - prova 1 - 8º
Av de português   maio - prova 1 - 8ºAv de português   maio - prova 1 - 8º
Av de português maio - prova 1 - 8º
 
Av de português maio 9º ano
Av  de português maio  9º anoAv  de português maio  9º ano
Av de português maio 9º ano
 
Orações subordinadas adverbiais
Orações subordinadas adverbiaisOrações subordinadas adverbiais
Orações subordinadas adverbiais
 
Gênero autobiografia
Gênero autobiografiaGênero autobiografia
Gênero autobiografia
 
Orações subordinadas adverbiais
Orações subordinadas adverbiaisOrações subordinadas adverbiais
Orações subordinadas adverbiais
 
Predicados e predicativos
Predicados e predicativosPredicados e predicativos
Predicados e predicativos
 
Uso dos porquês.
Uso dos porquês.Uso dos porquês.
Uso dos porquês.
 
Predicados e predicativos
Predicados e predicativosPredicados e predicativos
Predicados e predicativos
 
Orientações de redação
Orientações de redaçãoOrientações de redação
Orientações de redação
 

Último

Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
principeandregalli
 
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
Manuais Formação
 
A GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIAL
A GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIALA GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIAL
A GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIAL
ArapiracaNoticiasFat
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Centro Jacques Delors
 
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdfIntrodução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
valdeci17
 
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdfOs Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Falcão Brasil
 
Plano_Aula_01_Introdução_com_Circuito_Piscar_LED
Plano_Aula_01_Introdução_com_Circuito_Piscar_LEDPlano_Aula_01_Introdução_com_Circuito_Piscar_LED
Plano_Aula_01_Introdução_com_Circuito_Piscar_LED
luggio9854
 
O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdfO Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
Falcão Brasil
 
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Desafio matemático -  multiplicação e divisão.Desafio matemático -  multiplicação e divisão.
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Mary Alvarenga
 
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
Falcão Brasil
 
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Luzia Gabriele
 
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da TerraUma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Luiz C. da Silva
 
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdfOrganograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Falcão Brasil
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
17 Coisas que seus alunos deveriam saber sobre TRI para melhorar sua nota no ...
17 Coisas que seus alunos deveriam saber sobre TRI para melhorar sua nota no ...17 Coisas que seus alunos deveriam saber sobre TRI para melhorar sua nota no ...
17 Coisas que seus alunos deveriam saber sobre TRI para melhorar sua nota no ...
Estuda.com
 
Escola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdf
Escola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdfEscola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdf
Escola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdf
Falcão Brasil
 
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdfA Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
Falcão Brasil
 
Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
Mary Alvarenga
 
Endereços — Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia - ...
Endereços — Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia - ...Endereços — Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia - ...
Endereços — Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia - ...
Falcão Brasil
 
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Bibliotecas Escolares AEIDH
 

Último (20)

Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
 
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
 
A GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIAL
A GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIALA GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIAL
A GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIAL
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
 
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdfIntrodução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
 
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdfOs Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
 
Plano_Aula_01_Introdução_com_Circuito_Piscar_LED
Plano_Aula_01_Introdução_com_Circuito_Piscar_LEDPlano_Aula_01_Introdução_com_Circuito_Piscar_LED
Plano_Aula_01_Introdução_com_Circuito_Piscar_LED
 
O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdfO Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
 
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Desafio matemático -  multiplicação e divisão.Desafio matemático -  multiplicação e divisão.
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
 
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
 
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
 
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da TerraUma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
 
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdfOrganograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
 
17 Coisas que seus alunos deveriam saber sobre TRI para melhorar sua nota no ...
17 Coisas que seus alunos deveriam saber sobre TRI para melhorar sua nota no ...17 Coisas que seus alunos deveriam saber sobre TRI para melhorar sua nota no ...
17 Coisas que seus alunos deveriam saber sobre TRI para melhorar sua nota no ...
 
Escola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdf
Escola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdfEscola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdf
Escola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdf
 
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdfA Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
 
Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
 
Endereços — Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia - ...
Endereços — Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia - ...Endereços — Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia - ...
Endereços — Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia - ...
 
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
 

Concordância nominal

  • 2. Concordância Nominal Regra Geral O artigo, o pronome, o numeral e o adjetivo devem concordar em gênero e número com o substantivo ao qual se referem. Ex.: Os nossos dois brinquedos preferidos estão quebrados. artigo (masc.pl.) pronome (masc.pl.) numeral (masc.pl.) substantivo (masc.pl.) adjetivo (masc.pl.) Observe que o artigo os, o pronome nossos, o numeral dois e o adjetivo preferidos referem-se ao substantivo (masculino/plural) brinquedos. Por isso é que eles estão todos no masculino plural. Profª.: Fátima Liporage
  • 3. Casos especiais de Concordância Nominal I. Adjetivo referente a vários substantivos: 1. Quando o adjetivo vier depois de dois ou mais substantivos do mesmo gênero, há duas possibilidades de concordância:  O adjetivo assume o gênero do substantivo e vai para o plural, ou concorda em gênero e número com o mais próximo. Ex.: O governador recebeu ministro e secretário espanhol. concordou apenas com o mais próximo Ex.: O governador recebeu ministro e secretário espanhóis. masculino/plural Profª.: Fátima Liporage
  • 4. 2. Quando o adjetivo vier posposto a dois ou mais substantivos de gêneros diferentes, também há duas possibilidades de concordância:  O adjetivo vai para o masculino plural ou concorda em gênero e número com o substantivo mais próximo. Ex.: Ele apresentou argumento e razão justos. masculino/plural Ex.: Ele apresentou argumento e razão justa. concordou com o substantivo mais próximo Ex.: Ele apresentou razão e argumento justo. concordou com o substantivo mais próximo. Profª.: Fátima Liporage
  • 5. 3. Quando o adjetivo vier anteposto a dois ou mais substantivos, concordará com o mais próximo, se funcionar como adjunto adnominal; entretanto se funcionar como predicativo, haverá duas possibilidades: poderá ir para o plural ou concordar com o mais próximo. Ex.: Nunca vi tamanho desrespeito e ingratidão. adjetivo substantivo substantivo adjunto adnominal Ex.: Permaneceu fechada a porta e o portão. predicativo do sujeito (concorda com o mais próximo) Ex.: Permaneceram fechados a porta e o portão. predicativo do sujeito (masculino plural) Profª.: Fátima Liporage
  • 6. II. Dois ou mais adjetivos referentes a um substantivo determinado por artigo: Admitem duas possibilidades: a) O substantivo fica no singular e põe-se o artigo também antes do segundo adjetivo. Ex.: Meu professor ensina a língua inglesa e a francesa. b) O substantivo fica no plural e omite-se o artigo antes do segundo adjetivo: Ex.: Meu professor ensina as línguas inglesa e francesa. Profª.: Fátima Liporage
  • 7. Casos particulares de Concordância Nominal 1. As palavras menos, alerta e pseudo são advérbios e ficam invariáveis. Ex.: Os soldados estavam alerta. Há menos pessoas do que prevíamos. 2. As expressões é proibido, é necessário, é bom, é preciso quando se referem a palavras desacompanhadas de determinantes, tomadas, portanto, em sua generalidade, ficam invariáveis. Ex.: É proibido entrada. Cerveja é bom. Coragem é necessário. Porém, se a palavra estiver acompanhada de determinante, com ela devem concordar. Ex.: É proibida a entrada. A cerveja é boa. A coragem é necessária. Profª.: Fátima Liporage
  • 8. 3. As palavras bastante, meio, pouco, muito, caro, barato a) Quando têm valor de adjetivo, concordam com o substantivo. Ex.: Serviu-nos meia porção de arroz. Conversamos bastantes vezes a esse respeito. Os automóveis estão caros. As frutas estão baratas. Já é meio-dia e meia. b) Quando têm valor de advérbio ficam invariáveis. Ex.: Maria está meio aborrecida. Os alunos são bastante estudiosos. Esses automóveis custam caro. As laranjas custam barato. Estamos muito cansadas. Profª.: Fátima Liporage
  • 9. 4. Os adjetivos anexo, obrigado, incluso, mesmo, próprio, só, leso, quite concordam com o substantivo a que se referem. Ex.: Seguem anexos os documentos da partilha de bens. A carta segue anexa. Os documentos estão inclusos. Ela mesma redigiu a carta. Eles estão sós. Estou quite com você. Muito obrigada – disse ela. Observação: Os advérbios só (equivalente a somente), menos e alerta e as expressões em anexo e a sós são invariáveis. Ex.: Elas só esperam uma nova oportunidade. Leia a carta e veja as fotografias em anexo. As meninas ficaram a sós no quarto. Profª.: Fátima Liporage
  • 10. Dicas: 1. Quando a palavra só equivaler a sozinho ela será adjetivo e, portanto, concordará com o substantivo. 2. Quando a palavra só equivaler a somente ela será advérbio e ficará invariável. 3. Quando a palavra bastante equivaler a muitos/ muitas ela será adjetivo e, portanto, concordará com o substantivo. 4. A palavra meio equivalente a metade é adjetivo e concorda com o substantivo. 5. A palavra meio equivalendo a um pouco é advérbio e não varia. Profª.: Fátima Liporage