SlideShare uma empresa Scribd logo
COLETA SELETIVA
Coleta seletiva ou recolha selectiva é o
termo utilizado para o recolhimento dos
materiais que são possíveis de
serem reciclados, previamente separados na
fonte geradora. Dentre estes materiais
recicláveis podemos citar os diversos tipos de
papéis, plásticos, metais e vidros. A
separação na fonte evita a contaminação dos
materiais reaproveitáveis, aumentando o
valor agregado destes e diminuindo os custos
de reciclagem.
Coletores para a coleta seletiva de resíduos recicláveis e não-recicláveis.
SEPARANDO O LIXO
O lixo deteriorável (biodegradável),
composto pelos restos de carne,
vegetais, frutas, etc, é separado do
lixo restante, podendo ter como
destino os aterros sanitários ou
entrarem numsistema de
valorização de residuos.
Lixos para coleta seletiva.
CORES PADRONIZADAS DOS RECIPIENTES DE RESÍDUOS
Azul - Papel/ Papelão
Amarelo - Metal
Verde - Vidro
Vermelho - Plástico
Marrom - Orgânico
Cinza - Lixo contaminado que não será
encaminhado à reciclagem
Preto - Madeira
Branco - Lixo hospitalar/ saúde
Laranja - Resíduos perigosos
Roxo - Resíduos radioativos
PRINCIPAIS FORMAS DE COLETA SELETIVA
 Porta a Porta – Veículos coletores percorrem as
residências em dias e horários específicos que não
coincidam com a coleta normal de lixo. Os
moradores colocam os recicláveis nas calçadas,
acondicionados em contêineres distintos;
 PEV (Postos de Entrega Voluntária) - Utiliza
contêineres ou pequenos depósitos, colocados em
pontos físicos no município, onde o cidadão,
espontaneamente, deposita os recicláveis;
 Postos de Troca – Troca do material a ser
reciclado por algum bem.
 PICs - Outra modalidade de coleta é a PICs,
Programa Interno de Coleta Seletiva, que é
realizado em instituições públicas e privadas, em
parceria com associações de catadores.
O símbolo
internacional da
reciclagem.
RESULTADOS AMBIENTAIS
Os maiores beneficiados por esse sistema são
o meio ambiente e a saúde da população. A
reciclagem de papéis, vidros, plásticos e
metais - que representam em torno de 40%
do lixo doméstico - reduz a utilização dos
aterros sanitários, prolongando sua vida útil.
Se o programa de reciclagem contar,
também, com uma usina de compostagem,
os benefícios são ainda maiores.
RESULTADOS ECONÔMICOS
A coleta seletiva e reciclagem do lixo
doméstico apresenta, normalmente, um custo
mais elevado do que os métodos
convencionais. Iniciativas comunitárias ou
empresariais, entretanto, podem reduzir a
zero os custos da prefeitura e mesmo produzir
benefícios para as entidades ou empresas. De
qualquer forma, é importante notar que o
objetivo da coleta seletiva não é gerar
recursos, mas reduzir o volume de lixo,
gerando ganhos ambientais.
RESULTADOS POLÍTICOS
Além de contribuir positivamente para a
imagem do governo e da cidade, a coleta
seletiva exige um exercício de cidadania,
no qual os cidadãos assumem um papel
ativo em relação à administração da
cidade. Além das possibilidades de
aproximação entre o poder público e a
população, a coleta seletiva pode
estimular a organização da sociedade
civil.
Preserve o meio ambiente...

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

coleta seletiva e reciclagem
coleta seletiva e reciclagemcoleta seletiva e reciclagem
coleta seletiva e reciclagem
TÂnio Alencar
 
Coleta Seletiva
Coleta SeletivaColeta Seletiva
Coleta Seletiva
DeaaSouza
 
Coleta Seletiva de Resíduos Sólidos
Coleta Seletiva de Resíduos SólidosColeta Seletiva de Resíduos Sólidos
Coleta Seletiva de Resíduos Sólidos
Master Ambiental
 
RECICLAGEM
RECICLAGEMRECICLAGEM
RECICLAGEM
Suelly De Sousa
 
Projeto reciclar
Projeto reciclarProjeto reciclar
Projeto reciclar
xellli
 
CLASSIFICAÇÃO DOS RESÍDUOS SÓLIDOS
CLASSIFICAÇÃO DOS RESÍDUOS SÓLIDOSCLASSIFICAÇÃO DOS RESÍDUOS SÓLIDOS
CLASSIFICAÇÃO DOS RESÍDUOS SÓLIDOS
Mayke Jhonatha
 
Política dos 3 R
Política dos 3 RPolítica dos 3 R
Política dos 3 R
Cristiana Gomes
 
Educação ambiental
Educação ambientalEducação ambiental
Educação ambiental
lucasvinicius98
 
Reduzir Reutilizar Reciclar
Reduzir Reutilizar ReciclarReduzir Reutilizar Reciclar
Reduzir Reutilizar Reciclar
lidia76
 
O lixo reciclável e a coleta seletiva
O lixo reciclável e a coleta seletivaO lixo reciclável e a coleta seletiva
O lixo reciclável e a coleta seletiva
macrina121
 
Lixo, um problema que tem solução
Lixo, um problema que tem soluçãoLixo, um problema que tem solução
Lixo, um problema que tem solução
katemayre
 
Dicas para preservação do meio ambiente
Dicas para preservação do meio ambienteDicas para preservação do meio ambiente
Dicas para preservação do meio ambiente
Sistema de Bibliotecas da PUC-Rio
 
Educação Ambiental e Mudanças de Hábitos
Educação Ambiental e Mudanças de HábitosEducação Ambiental e Mudanças de Hábitos
Educação Ambiental e Mudanças de Hábitos
carlosbidu
 
Apresentação sobre reciclagem
Apresentação sobre reciclagemApresentação sobre reciclagem
Apresentação sobre reciclagem
Camila Moisés
 
Separação resíduos e reciclagem
Separação resíduos e reciclagemSeparação resíduos e reciclagem
Separação resíduos e reciclagem
Zb Campanha
 
A coleta seletiva
A coleta seletivaA coleta seletiva
A coleta seletiva
Estado do RS
 
Reciclar
ReciclarReciclar
Reciclagem
ReciclagemReciclagem
Reciclagem
Carlos Priante
 
Reciclagem
ReciclagemReciclagem
Reciclagem
sdau13012012
 
Slide coleta seletiva
Slide coleta seletivaSlide coleta seletiva

Mais procurados (20)

coleta seletiva e reciclagem
coleta seletiva e reciclagemcoleta seletiva e reciclagem
coleta seletiva e reciclagem
 
Coleta Seletiva
Coleta SeletivaColeta Seletiva
Coleta Seletiva
 
Coleta Seletiva de Resíduos Sólidos
Coleta Seletiva de Resíduos SólidosColeta Seletiva de Resíduos Sólidos
Coleta Seletiva de Resíduos Sólidos
 
RECICLAGEM
RECICLAGEMRECICLAGEM
RECICLAGEM
 
Projeto reciclar
Projeto reciclarProjeto reciclar
Projeto reciclar
 
CLASSIFICAÇÃO DOS RESÍDUOS SÓLIDOS
CLASSIFICAÇÃO DOS RESÍDUOS SÓLIDOSCLASSIFICAÇÃO DOS RESÍDUOS SÓLIDOS
CLASSIFICAÇÃO DOS RESÍDUOS SÓLIDOS
 
Política dos 3 R
Política dos 3 RPolítica dos 3 R
Política dos 3 R
 
Educação ambiental
Educação ambientalEducação ambiental
Educação ambiental
 
Reduzir Reutilizar Reciclar
Reduzir Reutilizar ReciclarReduzir Reutilizar Reciclar
Reduzir Reutilizar Reciclar
 
O lixo reciclável e a coleta seletiva
O lixo reciclável e a coleta seletivaO lixo reciclável e a coleta seletiva
O lixo reciclável e a coleta seletiva
 
Lixo, um problema que tem solução
Lixo, um problema que tem soluçãoLixo, um problema que tem solução
Lixo, um problema que tem solução
 
Dicas para preservação do meio ambiente
Dicas para preservação do meio ambienteDicas para preservação do meio ambiente
Dicas para preservação do meio ambiente
 
Educação Ambiental e Mudanças de Hábitos
Educação Ambiental e Mudanças de HábitosEducação Ambiental e Mudanças de Hábitos
Educação Ambiental e Mudanças de Hábitos
 
Apresentação sobre reciclagem
Apresentação sobre reciclagemApresentação sobre reciclagem
Apresentação sobre reciclagem
 
Separação resíduos e reciclagem
Separação resíduos e reciclagemSeparação resíduos e reciclagem
Separação resíduos e reciclagem
 
A coleta seletiva
A coleta seletivaA coleta seletiva
A coleta seletiva
 
Reciclar
ReciclarReciclar
Reciclar
 
Reciclagem
ReciclagemReciclagem
Reciclagem
 
Reciclagem
ReciclagemReciclagem
Reciclagem
 
Slide coleta seletiva
Slide coleta seletivaSlide coleta seletiva
Slide coleta seletiva
 

Destaque

Treinamento coleta seletiva (muito bom)
Treinamento coleta seletiva (muito bom)Treinamento coleta seletiva (muito bom)
Treinamento coleta seletiva (muito bom)
Ane Costa
 
Coleta seletiva
Coleta seletivaColeta seletiva
Coleta seletiva
Enderson Santos
 
Projeto coleta seletiva
Projeto coleta seletivaProjeto coleta seletiva
Projeto coleta seletiva
brainsis
 
Coleta seletiva 2012
Coleta seletiva 2012Coleta seletiva 2012
Coleta seletiva 2012
cmila.olivera1993
 
Projeto Coleta Seletiva Solidária (CSS)
Projeto Coleta Seletiva Solidária (CSS)Projeto Coleta Seletiva Solidária (CSS)
Projeto Coleta Seletiva Solidária (CSS)
Pablo
 
Educação ambiental codern_coleta seletiva solidária_2010
Educação ambiental codern_coleta seletiva solidária_2010Educação ambiental codern_coleta seletiva solidária_2010
Educação ambiental codern_coleta seletiva solidária_2010
Lucila K. Felix L. de Brito
 
9 prevenção na coleta de lixo - coletor de lixo
9   prevenção na coleta de lixo - coletor de lixo9   prevenção na coleta de lixo - coletor de lixo
9 prevenção na coleta de lixo - coletor de lixo
Automotivoliberato
 
Slides - Reciclagem
Slides - ReciclagemSlides - Reciclagem
Slides - Reciclagem
Samira Machado
 
Coleta seletiva
Coleta seletivaColeta seletiva
Coleta seletiva
moises_22
 
Treinamento Coleta Seletiva
Treinamento Coleta SeletivaTreinamento Coleta Seletiva
Treinamento Coleta Seletiva
Instituto IDEIAS
 
Manual coleta seletiva
Manual coleta seletivaManual coleta seletiva
Manual coleta seletiva
anealves
 
Coleta seletiva
Coleta seletivaColeta seletiva
Coleta seletiva
girigau
 
Palestra de coleta seletiva m & b
Palestra de coleta seletiva m & bPalestra de coleta seletiva m & b
Palestra de coleta seletiva m & b
anealves
 
Coleta seletiva no brasil
Coleta seletiva no brasilColeta seletiva no brasil
Coleta seletiva no brasil
Brunomelgaco
 
Sustentabilidade ambiental
Sustentabilidade ambientalSustentabilidade ambiental
Sustentabilidade ambiental
-
 
Educação: Conscientização da coleta seletiva.
Educação: Conscientização da coleta seletiva.Educação: Conscientização da coleta seletiva.
Educação: Conscientização da coleta seletiva.
ayanne9945
 
Reinaldo Martins Principais Desafios Dsa Industria Da Rciclagem No Br
Reinaldo Martins   Principais Desafios Dsa Industria Da Rciclagem No BrReinaldo Martins   Principais Desafios Dsa Industria Da Rciclagem No Br
Reinaldo Martins Principais Desafios Dsa Industria Da Rciclagem No Br
Fórum de Desenvolvimento do Rio
 
110815072428 01 moral
110815072428 01 moral110815072428 01 moral
110815072428 01 moral
cidadaoalerta
 
111115103834 7b meio_ambiente_henry
111115103834 7b meio_ambiente_henry111115103834 7b meio_ambiente_henry
111115103834 7b meio_ambiente_henry
cidadaoalerta
 
3.Reciclagemde Embalagens
3.Reciclagemde Embalagens3.Reciclagemde Embalagens
3.Reciclagemde Embalagens
elianinha
 

Destaque (20)

Treinamento coleta seletiva (muito bom)
Treinamento coleta seletiva (muito bom)Treinamento coleta seletiva (muito bom)
Treinamento coleta seletiva (muito bom)
 
Coleta seletiva
Coleta seletivaColeta seletiva
Coleta seletiva
 
Projeto coleta seletiva
Projeto coleta seletivaProjeto coleta seletiva
Projeto coleta seletiva
 
Coleta seletiva 2012
Coleta seletiva 2012Coleta seletiva 2012
Coleta seletiva 2012
 
Projeto Coleta Seletiva Solidária (CSS)
Projeto Coleta Seletiva Solidária (CSS)Projeto Coleta Seletiva Solidária (CSS)
Projeto Coleta Seletiva Solidária (CSS)
 
Educação ambiental codern_coleta seletiva solidária_2010
Educação ambiental codern_coleta seletiva solidária_2010Educação ambiental codern_coleta seletiva solidária_2010
Educação ambiental codern_coleta seletiva solidária_2010
 
9 prevenção na coleta de lixo - coletor de lixo
9   prevenção na coleta de lixo - coletor de lixo9   prevenção na coleta de lixo - coletor de lixo
9 prevenção na coleta de lixo - coletor de lixo
 
Slides - Reciclagem
Slides - ReciclagemSlides - Reciclagem
Slides - Reciclagem
 
Coleta seletiva
Coleta seletivaColeta seletiva
Coleta seletiva
 
Treinamento Coleta Seletiva
Treinamento Coleta SeletivaTreinamento Coleta Seletiva
Treinamento Coleta Seletiva
 
Manual coleta seletiva
Manual coleta seletivaManual coleta seletiva
Manual coleta seletiva
 
Coleta seletiva
Coleta seletivaColeta seletiva
Coleta seletiva
 
Palestra de coleta seletiva m & b
Palestra de coleta seletiva m & bPalestra de coleta seletiva m & b
Palestra de coleta seletiva m & b
 
Coleta seletiva no brasil
Coleta seletiva no brasilColeta seletiva no brasil
Coleta seletiva no brasil
 
Sustentabilidade ambiental
Sustentabilidade ambientalSustentabilidade ambiental
Sustentabilidade ambiental
 
Educação: Conscientização da coleta seletiva.
Educação: Conscientização da coleta seletiva.Educação: Conscientização da coleta seletiva.
Educação: Conscientização da coleta seletiva.
 
Reinaldo Martins Principais Desafios Dsa Industria Da Rciclagem No Br
Reinaldo Martins   Principais Desafios Dsa Industria Da Rciclagem No BrReinaldo Martins   Principais Desafios Dsa Industria Da Rciclagem No Br
Reinaldo Martins Principais Desafios Dsa Industria Da Rciclagem No Br
 
110815072428 01 moral
110815072428 01 moral110815072428 01 moral
110815072428 01 moral
 
111115103834 7b meio_ambiente_henry
111115103834 7b meio_ambiente_henry111115103834 7b meio_ambiente_henry
111115103834 7b meio_ambiente_henry
 
3.Reciclagemde Embalagens
3.Reciclagemde Embalagens3.Reciclagemde Embalagens
3.Reciclagemde Embalagens
 

Semelhante a Coleta seletiva

coleta-seletiva-para-cipa.pptx
coleta-seletiva-para-cipa.pptxcoleta-seletiva-para-cipa.pptx
coleta-seletiva-para-cipa.pptx
SueliPereira47
 
Coleta seletiva 1
Coleta seletiva 1Coleta seletiva 1
Coleta seletiva 1
Ivon Pereira
 
Coletaseletiva
ColetaseletivaColetaseletiva
Coletaseletiva
8-anaclaudia
 
DDSCOLETASELETIVA.pptx
DDSCOLETASELETIVA.pptxDDSCOLETASELETIVA.pptx
DDSCOLETASELETIVA.pptx
CarlosFigueiredo89171
 
DDSCOLETASELETIVA.pptx
DDSCOLETASELETIVA.pptxDDSCOLETASELETIVA.pptx
DDSCOLETASELETIVA.pptx
Carlos Demétrius Rolim Figueiredo
 
Coleta seletiva
Coleta seletivaColeta seletiva
Coleta seletiva
ProfessorRogerioSant
 
ResíDuos SóLidos Urbanos Rsu Sm
ResíDuos SóLidos Urbanos  Rsu SmResíDuos SóLidos Urbanos  Rsu Sm
ResíDuos SóLidos Urbanos Rsu Sm
guest3c1e728
 
G6 trabalho de física - reciclagem
G6   trabalho de física - reciclagemG6   trabalho de física - reciclagem
G6 trabalho de física - reciclagem
cristbarb
 
Resíduos sólidos.pdf
Resíduos sólidos.pdfResíduos sólidos.pdf
Resíduos sólidos.pdf
rickriordan
 
G6 reciclagem
G6   reciclagemG6   reciclagem
G6 reciclagem
cristbarb
 
A coleta seletiva em debate
A coleta seletiva em debateA coleta seletiva em debate
A coleta seletiva em debate
Claudinei Oliveira
 
Projeto valores sustentabilidade
Projeto valores sustentabilidadeProjeto valores sustentabilidade
Projeto valores sustentabilidade
Delziene Jesus
 
Reciclagem
ReciclagemReciclagem
Reciclagem
adrizinhawionczak
 
Fabiana
FabianaFabiana
Equipe Sol
Equipe SolEquipe Sol
Equipe Sol
CEPMBB
 
Reciclagem
ReciclagemReciclagem
Reciclagem
ceama
 
Brochure PT
Brochure PTBrochure PT
Brochure PT
Georgeta Manafu
 
Trabalho de Grupo sobre a Reciclagem
Trabalho de Grupo sobre a ReciclagemTrabalho de Grupo sobre a Reciclagem
Trabalho de Grupo sobre a Reciclagem
celiamagalhaes
 
Boas-Praticas-single-baixa.pdf
Boas-Praticas-single-baixa.pdfBoas-Praticas-single-baixa.pdf
Boas-Praticas-single-baixa.pdf
Iara Novelli
 
Documento
DocumentoDocumento
Documento
Luana Nunes
 

Semelhante a Coleta seletiva (20)

coleta-seletiva-para-cipa.pptx
coleta-seletiva-para-cipa.pptxcoleta-seletiva-para-cipa.pptx
coleta-seletiva-para-cipa.pptx
 
Coleta seletiva 1
Coleta seletiva 1Coleta seletiva 1
Coleta seletiva 1
 
Coletaseletiva
ColetaseletivaColetaseletiva
Coletaseletiva
 
DDSCOLETASELETIVA.pptx
DDSCOLETASELETIVA.pptxDDSCOLETASELETIVA.pptx
DDSCOLETASELETIVA.pptx
 
DDSCOLETASELETIVA.pptx
DDSCOLETASELETIVA.pptxDDSCOLETASELETIVA.pptx
DDSCOLETASELETIVA.pptx
 
Coleta seletiva
Coleta seletivaColeta seletiva
Coleta seletiva
 
ResíDuos SóLidos Urbanos Rsu Sm
ResíDuos SóLidos Urbanos  Rsu SmResíDuos SóLidos Urbanos  Rsu Sm
ResíDuos SóLidos Urbanos Rsu Sm
 
G6 trabalho de física - reciclagem
G6   trabalho de física - reciclagemG6   trabalho de física - reciclagem
G6 trabalho de física - reciclagem
 
Resíduos sólidos.pdf
Resíduos sólidos.pdfResíduos sólidos.pdf
Resíduos sólidos.pdf
 
G6 reciclagem
G6   reciclagemG6   reciclagem
G6 reciclagem
 
A coleta seletiva em debate
A coleta seletiva em debateA coleta seletiva em debate
A coleta seletiva em debate
 
Projeto valores sustentabilidade
Projeto valores sustentabilidadeProjeto valores sustentabilidade
Projeto valores sustentabilidade
 
Reciclagem
ReciclagemReciclagem
Reciclagem
 
Fabiana
FabianaFabiana
Fabiana
 
Equipe Sol
Equipe SolEquipe Sol
Equipe Sol
 
Reciclagem
ReciclagemReciclagem
Reciclagem
 
Brochure PT
Brochure PTBrochure PT
Brochure PT
 
Trabalho de Grupo sobre a Reciclagem
Trabalho de Grupo sobre a ReciclagemTrabalho de Grupo sobre a Reciclagem
Trabalho de Grupo sobre a Reciclagem
 
Boas-Praticas-single-baixa.pdf
Boas-Praticas-single-baixa.pdfBoas-Praticas-single-baixa.pdf
Boas-Praticas-single-baixa.pdf
 
Documento
DocumentoDocumento
Documento
 

Mais de DeaaSouza

Guerra do contestado
Guerra do contestadoGuerra do contestado
Guerra do contestado
DeaaSouza
 
Bactérias
BactériasBactérias
Bactérias
DeaaSouza
 
Tecido muscular
Tecido muscularTecido muscular
Tecido muscular
DeaaSouza
 
Zika vírus e Síndrome de Guillain-Barré
Zika vírus e Síndrome de Guillain-BarréZika vírus e Síndrome de Guillain-Barré
Zika vírus e Síndrome de Guillain-Barré
DeaaSouza
 
Ecossistemas e globalização
Ecossistemas e globalizaçãoEcossistemas e globalização
Ecossistemas e globalização
DeaaSouza
 
Renascimento
RenascimentoRenascimento
Renascimento
DeaaSouza
 
Arquitetura Renascentista
Arquitetura RenascentistaArquitetura Renascentista
Arquitetura Renascentista
DeaaSouza
 
Guerra de canudos
Guerra de canudosGuerra de canudos
Guerra de canudos
DeaaSouza
 
A evaporação
A evaporaçãoA evaporação
A evaporação
DeaaSouza
 
Hip hop
Hip hopHip hop
Hip hop
DeaaSouza
 
Hip hop
Hip hopHip hop
Hip hop
DeaaSouza
 
Ginástica aeróbica
Ginástica aeróbicaGinástica aeróbica
Ginástica aeróbica
DeaaSouza
 
Monteiro lobato
Monteiro lobatoMonteiro lobato
Monteiro lobato
DeaaSouza
 
Georg wilhelm friedrich hegel
Georg wilhelm friedrich hegelGeorg wilhelm friedrich hegel
Georg wilhelm friedrich hegel
DeaaSouza
 
Dermeval saviani
Dermeval savianiDermeval saviani
Dermeval saviani
DeaaSouza
 
Amor
AmorAmor
Amor
DeaaSouza
 
Guerra de canudos
Guerra de canudosGuerra de canudos
Guerra de canudos
DeaaSouza
 
Cabo verde
Cabo verdeCabo verde
Cabo verde
DeaaSouza
 
São tomé e príncipe
São tomé e príncipeSão tomé e príncipe
São tomé e príncipe
DeaaSouza
 
Ulysses guimarães
Ulysses guimarãesUlysses guimarães
Ulysses guimarães
DeaaSouza
 

Mais de DeaaSouza (20)

Guerra do contestado
Guerra do contestadoGuerra do contestado
Guerra do contestado
 
Bactérias
BactériasBactérias
Bactérias
 
Tecido muscular
Tecido muscularTecido muscular
Tecido muscular
 
Zika vírus e Síndrome de Guillain-Barré
Zika vírus e Síndrome de Guillain-BarréZika vírus e Síndrome de Guillain-Barré
Zika vírus e Síndrome de Guillain-Barré
 
Ecossistemas e globalização
Ecossistemas e globalizaçãoEcossistemas e globalização
Ecossistemas e globalização
 
Renascimento
RenascimentoRenascimento
Renascimento
 
Arquitetura Renascentista
Arquitetura RenascentistaArquitetura Renascentista
Arquitetura Renascentista
 
Guerra de canudos
Guerra de canudosGuerra de canudos
Guerra de canudos
 
A evaporação
A evaporaçãoA evaporação
A evaporação
 
Hip hop
Hip hopHip hop
Hip hop
 
Hip hop
Hip hopHip hop
Hip hop
 
Ginástica aeróbica
Ginástica aeróbicaGinástica aeróbica
Ginástica aeróbica
 
Monteiro lobato
Monteiro lobatoMonteiro lobato
Monteiro lobato
 
Georg wilhelm friedrich hegel
Georg wilhelm friedrich hegelGeorg wilhelm friedrich hegel
Georg wilhelm friedrich hegel
 
Dermeval saviani
Dermeval savianiDermeval saviani
Dermeval saviani
 
Amor
AmorAmor
Amor
 
Guerra de canudos
Guerra de canudosGuerra de canudos
Guerra de canudos
 
Cabo verde
Cabo verdeCabo verde
Cabo verde
 
São tomé e príncipe
São tomé e príncipeSão tomé e príncipe
São tomé e príncipe
 
Ulysses guimarães
Ulysses guimarãesUlysses guimarães
Ulysses guimarães
 

Coleta seletiva

  • 1.
  • 2. COLETA SELETIVA Coleta seletiva ou recolha selectiva é o termo utilizado para o recolhimento dos materiais que são possíveis de serem reciclados, previamente separados na fonte geradora. Dentre estes materiais recicláveis podemos citar os diversos tipos de papéis, plásticos, metais e vidros. A separação na fonte evita a contaminação dos materiais reaproveitáveis, aumentando o valor agregado destes e diminuindo os custos de reciclagem.
  • 3. Coletores para a coleta seletiva de resíduos recicláveis e não-recicláveis.
  • 4. SEPARANDO O LIXO O lixo deteriorável (biodegradável), composto pelos restos de carne, vegetais, frutas, etc, é separado do lixo restante, podendo ter como destino os aterros sanitários ou entrarem numsistema de valorização de residuos.
  • 5. Lixos para coleta seletiva.
  • 6. CORES PADRONIZADAS DOS RECIPIENTES DE RESÍDUOS Azul - Papel/ Papelão Amarelo - Metal Verde - Vidro Vermelho - Plástico Marrom - Orgânico Cinza - Lixo contaminado que não será encaminhado à reciclagem Preto - Madeira Branco - Lixo hospitalar/ saúde Laranja - Resíduos perigosos Roxo - Resíduos radioativos
  • 7. PRINCIPAIS FORMAS DE COLETA SELETIVA  Porta a Porta – Veículos coletores percorrem as residências em dias e horários específicos que não coincidam com a coleta normal de lixo. Os moradores colocam os recicláveis nas calçadas, acondicionados em contêineres distintos;  PEV (Postos de Entrega Voluntária) - Utiliza contêineres ou pequenos depósitos, colocados em pontos físicos no município, onde o cidadão, espontaneamente, deposita os recicláveis;  Postos de Troca – Troca do material a ser reciclado por algum bem.  PICs - Outra modalidade de coleta é a PICs, Programa Interno de Coleta Seletiva, que é realizado em instituições públicas e privadas, em parceria com associações de catadores.
  • 9. RESULTADOS AMBIENTAIS Os maiores beneficiados por esse sistema são o meio ambiente e a saúde da população. A reciclagem de papéis, vidros, plásticos e metais - que representam em torno de 40% do lixo doméstico - reduz a utilização dos aterros sanitários, prolongando sua vida útil. Se o programa de reciclagem contar, também, com uma usina de compostagem, os benefícios são ainda maiores.
  • 10. RESULTADOS ECONÔMICOS A coleta seletiva e reciclagem do lixo doméstico apresenta, normalmente, um custo mais elevado do que os métodos convencionais. Iniciativas comunitárias ou empresariais, entretanto, podem reduzir a zero os custos da prefeitura e mesmo produzir benefícios para as entidades ou empresas. De qualquer forma, é importante notar que o objetivo da coleta seletiva não é gerar recursos, mas reduzir o volume de lixo, gerando ganhos ambientais.
  • 11. RESULTADOS POLÍTICOS Além de contribuir positivamente para a imagem do governo e da cidade, a coleta seletiva exige um exercício de cidadania, no qual os cidadãos assumem um papel ativo em relação à administração da cidade. Além das possibilidades de aproximação entre o poder público e a população, a coleta seletiva pode estimular a organização da sociedade civil.
  • 12. Preserve o meio ambiente...