SlideShare uma empresa Scribd logo

Inteligência+emocional

O documento lista 10 ações para desenvolver a inteligência emocional, incluindo aprimorar o autoconhecimento, praticar o autocontrole, e criar laços interpessoais. Desenvolver a inteligência emocional é importante para lidar melhor com emoções e ter mais sucesso profissional.

1 de 7
Baixar para ler offline
10 AÇÕES FAVORÁVEIS PARA
O DESENVOLVIMENTO DA
INTELIGÊNCIA EMOCIONAL
www.cpdec.com.br
Whitepapers | CPDEC
2
Asemoçõesdizemmuitosobrequemsomos.Algunsdenós,maiscontidos,outros,maisexplosivos.No
entanto, todos emocionais. Ao longo da história, as emoções têm sido essenciais para a sobrevivência
humana e para a orientação do comportamento moral. Portanto, ainda que fosse possível, elas não po-
demenemdevemseranuladas.
Todavia,paravivermosemsociedade,precisamosmuitasvezessercapazesderefletirsobreasnossas
própriasemoções.Noambienteprofissionaldivergências,crises,conflitosouinstabilidadessãofrequen-
tes,portanto,essagestãointernaéaindamaisimprescindívelevalorizada.Aquelesquesabemcontrolar
asemoçõestendema:
•Encontrarsoluçõesparaosproblemas;
•Sofrermenosdiantedetensões;
•Nãoagirimpulsivamente;
•Pensarno‘coletivo’etrabalharemequipe;
•Sermaisprodutivos;
•Relacionar-sebemcomoscolegas;
•Tomarmelhoresdecisões.
Na prática, no entanto, nem sempre é simples. Isso porque o “lado emocional” do cérebro é ativado
antesdo“ladoracional”.Primeirosentimos;depois,pensamos.Emseguida,háumaespéciede“negocia-
ção”entreasduasáreas,quedisputampermanentementeocontroledocomportamento.
Nestewhitepaper,vocêencontrarádicasparadesenvolverainteligênciaemocional.Consulte-osem-
prequenecessário.
[10 AÇÕES FAVORÁVEIS PARA O DESENVOLVIMENTO DA INTELIGÊNCIA EMOCIONAL]
3
#1. Refine o autoconhecimento
10 AÇÕES FAVORÁVEIS PARA
O DESENVOLVIMENTO DA
INTELIGÊNCIA EMOCIONAL
Conheçacomovocêrealmenteé.
Tome consciência das suas quali-
dades e defeitos, dos seus pontos
fortes e daqueles que podem ser
aprimorados. Reflita, por exem-
plo, a respeito do que o irrita, an-
gustia, entristece, empolga, en-
vaideceecomovocêreagefrente
a cada um desses sentimentos. Se
tiver dúvidas ou dificuldades nes-
sa tarefa, peça dicas a familiares e
pessoas mais próximas.
A inteligência emocional deve ser exercitada e aprimorada constantemente por meio
de algumas ações que só dependem de você mesmo. Veja algumas sugestões:
OjornalistaepsicólogoDanielGoleman,publicouem1995obest-seller “Inteligência
Emocional”.Paraele,oconceitosetraduznacapacidadedeidentificar,perceber eno-
mearosprópriossentimentosenecessidades,deadequá-losàsdiferentessituações
interpessoaisedeconectá-losaosobjetivospessoaisdelongoprazo.
Whitepapers | CPDEC
4
#2. Pratique o autocontrole
Em momentos conturbados, respire fundo e pense por alguns segundos antes de fa-
lar qualquer coisa – é o tempo que o cérebro precisa para ativar seu “lado racional”.
Pratique esse exercício constantemente. Com autoconhecimento mais apurado, você
saberá identificar os momentos que exigem cuidado adicional (ou alguns minutos a
mais de respiração!)
#3. Crie laços interpessoais
Não há como ser emocionalmente inteligente assumindo uma posição de distancia-
mento daqueles que o cercam. É preciso criar laços e investir no relacionamento in-
terpessoal. Para isso, amplie seu networking, converse, ouça, peça opiniões, incentive
o diálogo e o feedback.
#4. Aguce a sua atenção
Para se aproximar das pessoas e compreender contextos, é preciso estar atento, ob-
servar e ouvir. Profissionais distraídos tendem a limitar seu campo de visão e, com isso,
assumem posições mais individualistas. Perceber as pessoas ao redor é uma atitude
que favorece a inteligência emocional.
#5. Desenvolva a empatia
Depois de aguçar sua atenção, desenvolva a
empatia. Pessoas empáticas têm a capacida-
de psicológica de imaginar-se em outras po-
sições e olhar o fato sob diferentes óticas.
Pergunte- se sempre: “Como eu reagiria se
estivesse nessa posição?” Assim, você exer-
cita a flexibilidade, a tolerância e conquista a
confiança dos outros.
[10 AÇÕES FAVORÁVEIS PARA O DESENVOLVIMENTO DA INTELIGÊNCIA EMOCIONAL]
5
#6. Assuma a responsabilidade por suas ações
Você é responsável por suas ações, mas comporta-se como tal? Diante de erros e fa-
lhas, não deixe de pedir desculpas aos envolvidos, reconhecer decisões ruins e refletir
sobre elas. Além de se sentir mais “leve”, atitudes assim são percebidas e valorizadas
nas empresas.
#7. Exercite a tolerância
Seja tolerante com os outros. Você pode exercitar essa habilidade no dia a dia, em si-
tuações comuns, como fila de banco, reunião de condomínio e discussões em família.
Profissionalmente, ainda que certas atitudes de outros o incomodem, é preciso tole-
rá-las e “virar a página” o quanto antes.
#8. Seja otimista
Procure pensar positivamente e estimule esse comportamento nos outros. Tenha em
mente que crises são temporárias e que as situações difíceis são as que mais contri-
buem para o crescimento. Enxergue os desafios como uma oportunidade para adqui-
rir experiência e procure passar por eles de forma menos estressante.
Pratique o otimismo em sua
comunicação e prefira pala-
vras que tenham conotação
positiva. Ao invés de dizer,
por exemplo: “esse projeto é
ruim”, diga “vamos melhorar
o projeto”; evite dizer “essa
tarefa é complexa demais
para mim”. Prefira: “vou me
dedicar e conseguirei reali-
zar a tarefa”. Assim, você se
habitua a apostar na própria
capacidade.
DICA
SUCESSO
Whitepapers | CPDEC
6
#9. Escreva (ou converse) sobre os sentimentos
Alguns especialistas sugerem essa técnica como forma de desenvolver a reflexão, or-
ganizar os pensamentos e, assim, tomar melhores decisões. É mais uma forma de “co-
locar as ideias em ordem” antes de agir. Você pode registrar seus sentimentos em um
caderno, por exemplo, ou falar sobre eles com pessoas em quem confia.
#10. Encontre um hobby
Use regularmente alguns minutos do seu dia para praticar uma atividade que lhe dê
prazer. Pode ser cozinhar, praticar exercício físico, ler, ouvir música, meditar, cuidar do
jardim etc. Esses momentos são essenciais para descarregar tensões e calibrar a inte-
ligência emocional.
ANOTE
Quem almeja “algo a mais” na carreira, visando o crescimento
profissional contínuo, deve ter consciência da importância de
saber lidar com as emoções em prol de uma atmosfera mais
harmoniosa e produtiva.
FIQUEATENTO
Sua inteligência emocional será
exigida em:
•	 Reuniões
•	 Processos seletivos
•	 Negociações
•	 Sessões de Feedback
•	 Exposições em público

Recomendados

Inteligência emocional na gestão de resultados
Inteligência emocional na gestão de resultadosInteligência emocional na gestão de resultados
Inteligência emocional na gestão de resultadostasso-t7
 
5 competencias emocionais_fundamentais_para_obter_equilibrio_-_ramon_enoc
5 competencias emocionais_fundamentais_para_obter_equilibrio_-_ramon_enoc5 competencias emocionais_fundamentais_para_obter_equilibrio_-_ramon_enoc
5 competencias emocionais_fundamentais_para_obter_equilibrio_-_ramon_enocMarcus Vinícius
 
Motivação e inteligência emocional
Motivação e inteligência emocionalMotivação e inteligência emocional
Motivação e inteligência emocionalCintia Meneghini
 
Inteligência emocional - A Importância nos Relacionamentos
Inteligência emocional - A Importância nos RelacionamentosInteligência emocional - A Importância nos Relacionamentos
Inteligência emocional - A Importância nos RelacionamentosAlessandro Albuquerque
 
Liderança e a Inteligência Emocional
Liderança e a Inteligência EmocionalLiderança e a Inteligência Emocional
Liderança e a Inteligência EmocionalRafael Taguchi
 
Inteligência emocional em tempos de pandemia
Inteligência emocional em tempos de pandemiaInteligência emocional em tempos de pandemia
Inteligência emocional em tempos de pandemiaRogério Aparecido Lopes
 
Inteligência Emocional na Liderança
Inteligência Emocional na LiderançaInteligência Emocional na Liderança
Inteligência Emocional na LiderançaIsmael
 

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Introdução à abordagem do Atendimento Emocional
Introdução à abordagem do Atendimento EmocionalIntrodução à abordagem do Atendimento Emocional
Introdução à abordagem do Atendimento EmocionalAndré Victória da Silva
 
Treinamento Modelos mentais e inteligência emocional grupo ii
Treinamento Modelos mentais e inteligência emocional   grupo iiTreinamento Modelos mentais e inteligência emocional   grupo ii
Treinamento Modelos mentais e inteligência emocional grupo iiMilton Henrique do Couto Neto
 
Inteligencia emocional
Inteligencia emocionalInteligencia emocional
Inteligencia emocionalemagrecer
 
Que faz de um bom lider, excelente
Que faz de um bom lider, excelenteQue faz de um bom lider, excelente
Que faz de um bom lider, excelentesilasdias
 
Escola de Pais • Inteligência Emocional
Escola de Pais • Inteligência EmocionalEscola de Pais • Inteligência Emocional
Escola de Pais • Inteligência EmocionalColégio PGD
 
A ApresentaçãO QI X QE
A ApresentaçãO QI X QEA ApresentaçãO QI X QE
A ApresentaçãO QI X QEJoseSimas
 
Solucoes essenciais-desafios-gerenciais
Solucoes essenciais-desafios-gerenciaisSolucoes essenciais-desafios-gerenciais
Solucoes essenciais-desafios-gerenciaisNazareno P. Silva
 
Apostila relacionamento interpessoal
Apostila relacionamento interpessoalApostila relacionamento interpessoal
Apostila relacionamento interpessoalTableau Colégio
 
Inteligência Emocional e os 7 hábitos
Inteligência Emocional e os 7 hábitosInteligência Emocional e os 7 hábitos
Inteligência Emocional e os 7 hábitosLuis Branco, PMP
 
Liderança Emocional
Liderança EmocionalLiderança Emocional
Liderança EmocionalSilviany Melo
 
Comunicação e inteligência emocional para equipes vencedoras
Comunicação e inteligência emocional para equipes vencedorasComunicação e inteligência emocional para equipes vencedoras
Comunicação e inteligência emocional para equipes vencedorasINSTITUTO MVC
 
Boletim coaching junho 2015
Boletim coaching   junho 2015Boletim coaching   junho 2015
Boletim coaching junho 2015Myrthes Lutke
 

Mais procurados (17)

Introdução à abordagem do Atendimento Emocional
Introdução à abordagem do Atendimento EmocionalIntrodução à abordagem do Atendimento Emocional
Introdução à abordagem do Atendimento Emocional
 
Desenvolva sua inteligência emocional
Desenvolva sua inteligência emocionalDesenvolva sua inteligência emocional
Desenvolva sua inteligência emocional
 
Treinamento Modelos mentais e inteligência emocional grupo ii
Treinamento Modelos mentais e inteligência emocional   grupo iiTreinamento Modelos mentais e inteligência emocional   grupo ii
Treinamento Modelos mentais e inteligência emocional grupo ii
 
Inteligencia emocional
Inteligencia emocionalInteligencia emocional
Inteligencia emocional
 
PNL - Crenças
PNL - CrençasPNL - Crenças
PNL - Crenças
 
Os 7 hábitos
Os 7 hábitosOs 7 hábitos
Os 7 hábitos
 
Que faz de um bom lider, excelente
Que faz de um bom lider, excelenteQue faz de um bom lider, excelente
Que faz de um bom lider, excelente
 
Escola de Pais • Inteligência Emocional
Escola de Pais • Inteligência EmocionalEscola de Pais • Inteligência Emocional
Escola de Pais • Inteligência Emocional
 
A ApresentaçãO QI X QE
A ApresentaçãO QI X QEA ApresentaçãO QI X QE
A ApresentaçãO QI X QE
 
Inteligência emocional corrigida
Inteligência emocional corrigidaInteligência emocional corrigida
Inteligência emocional corrigida
 
Competências Fundamentais
Competências FundamentaisCompetências Fundamentais
Competências Fundamentais
 
Solucoes essenciais-desafios-gerenciais
Solucoes essenciais-desafios-gerenciaisSolucoes essenciais-desafios-gerenciais
Solucoes essenciais-desafios-gerenciais
 
Apostila relacionamento interpessoal
Apostila relacionamento interpessoalApostila relacionamento interpessoal
Apostila relacionamento interpessoal
 
Inteligência Emocional e os 7 hábitos
Inteligência Emocional e os 7 hábitosInteligência Emocional e os 7 hábitos
Inteligência Emocional e os 7 hábitos
 
Liderança Emocional
Liderança EmocionalLiderança Emocional
Liderança Emocional
 
Comunicação e inteligência emocional para equipes vencedoras
Comunicação e inteligência emocional para equipes vencedorasComunicação e inteligência emocional para equipes vencedoras
Comunicação e inteligência emocional para equipes vencedoras
 
Boletim coaching junho 2015
Boletim coaching   junho 2015Boletim coaching   junho 2015
Boletim coaching junho 2015
 

Destaque

Aprendizaje autónomo y significativo
Aprendizaje autónomo y significativoAprendizaje autónomo y significativo
Aprendizaje autónomo y significativoClaudiaHerrejon
 
Kostoulias- Presentation Online Educa Berlin- 4 December 2014
Kostoulias- Presentation Online Educa Berlin- 4 December 2014Kostoulias- Presentation Online Educa Berlin- 4 December 2014
Kostoulias- Presentation Online Educa Berlin- 4 December 2014Gina Kostoulias
 
PMC-Catalog-hr
PMC-Catalog-hrPMC-Catalog-hr
PMC-Catalog-hrAXSES INC
 
Médicos Sin Fronteras (MSF) - Informe de Misión 2015
Médicos Sin Fronteras (MSF) - Informe de Misión 2015Médicos Sin Fronteras (MSF) - Informe de Misión 2015
Médicos Sin Fronteras (MSF) - Informe de Misión 2015Fernando Reyes
 
nela quigleys Letter to Zane
nela quigleys Letter to Zanenela quigleys Letter to Zane
nela quigleys Letter to ZaneZane Sheikh
 
01 Desenvolvimento em Redes de Computadores - Comandos Básicos
01   Desenvolvimento em Redes de Computadores - Comandos Básicos01   Desenvolvimento em Redes de Computadores - Comandos Básicos
01 Desenvolvimento em Redes de Computadores - Comandos BásicosMauro Duarte
 
supervalu refrence lett zane
supervalu refrence lett zanesupervalu refrence lett zane
supervalu refrence lett zaneZane Sheikh
 
Les mots de picasso
Les mots de picassoLes mots de picasso
Les mots de picassoRay Mond
 
[Módulo 2] Tema: Interdisciplinaridade
[Módulo 2] Tema: Interdisciplinaridade[Módulo 2] Tema: Interdisciplinaridade
[Módulo 2] Tema: Interdisciplinaridadetecnodocencia_ufc
 
CTTC Presentation Final 2002
CTTC Presentation Final 2002CTTC Presentation Final 2002
CTTC Presentation Final 2002Chris Grollnek
 

Destaque (13)

Aprendizaje autónomo y significativo
Aprendizaje autónomo y significativoAprendizaje autónomo y significativo
Aprendizaje autónomo y significativo
 
riverview ex up
riverview ex upriverview ex up
riverview ex up
 
Kostoulias- Presentation Online Educa Berlin- 4 December 2014
Kostoulias- Presentation Online Educa Berlin- 4 December 2014Kostoulias- Presentation Online Educa Berlin- 4 December 2014
Kostoulias- Presentation Online Educa Berlin- 4 December 2014
 
didáctica
didácticadidáctica
didáctica
 
PMC-Catalog-hr
PMC-Catalog-hrPMC-Catalog-hr
PMC-Catalog-hr
 
Médicos Sin Fronteras (MSF) - Informe de Misión 2015
Médicos Sin Fronteras (MSF) - Informe de Misión 2015Médicos Sin Fronteras (MSF) - Informe de Misión 2015
Médicos Sin Fronteras (MSF) - Informe de Misión 2015
 
nela quigleys Letter to Zane
nela quigleys Letter to Zanenela quigleys Letter to Zane
nela quigleys Letter to Zane
 
ThesisPresentation
ThesisPresentationThesisPresentation
ThesisPresentation
 
01 Desenvolvimento em Redes de Computadores - Comandos Básicos
01   Desenvolvimento em Redes de Computadores - Comandos Básicos01   Desenvolvimento em Redes de Computadores - Comandos Básicos
01 Desenvolvimento em Redes de Computadores - Comandos Básicos
 
supervalu refrence lett zane
supervalu refrence lett zanesupervalu refrence lett zane
supervalu refrence lett zane
 
Les mots de picasso
Les mots de picassoLes mots de picasso
Les mots de picasso
 
[Módulo 2] Tema: Interdisciplinaridade
[Módulo 2] Tema: Interdisciplinaridade[Módulo 2] Tema: Interdisciplinaridade
[Módulo 2] Tema: Interdisciplinaridade
 
CTTC Presentation Final 2002
CTTC Presentation Final 2002CTTC Presentation Final 2002
CTTC Presentation Final 2002
 

Semelhante a Inteligência+emocional

Inteligencia_Emocional_na_Lideranca
Inteligencia_Emocional_na_LiderancaInteligencia_Emocional_na_Lideranca
Inteligencia_Emocional_na_LiderancaCarlaMCAlmeida
 
cartilha-5-inteligencia-emocional-no-trabalho.docx
cartilha-5-inteligencia-emocional-no-trabalho.docxcartilha-5-inteligencia-emocional-no-trabalho.docx
cartilha-5-inteligencia-emocional-no-trabalho.docxAuriceliaRosa
 
Dicas para melhorar o relacionamento interpessoal
Dicas para melhorar o relacionamento interpessoalDicas para melhorar o relacionamento interpessoal
Dicas para melhorar o relacionamento interpessoalKarol Oliveira
 
cartilhasaudementalnaescola.pdf
cartilhasaudementalnaescola.pdfcartilhasaudementalnaescola.pdf
cartilhasaudementalnaescola.pdfMarceloInacio18
 
Saúde Mental na Escola - Cartilha orienta professor@s e alun@s
Saúde Mental na Escola - Cartilha orienta professor@s e alun@sSaúde Mental na Escola - Cartilha orienta professor@s e alun@s
Saúde Mental na Escola - Cartilha orienta professor@s e alun@sProf. Marcus Renato de Carvalho
 
Cartilha saudementalna escola
Cartilha saudementalna escolaCartilha saudementalna escola
Cartilha saudementalna escolaPatrícia Müller
 
Trein etiqueta empresarial_fev_2013_2
Trein etiqueta empresarial_fev_2013_2Trein etiqueta empresarial_fev_2013_2
Trein etiqueta empresarial_fev_2013_2Josilane Marques
 
2020 07 -_arley_perfis_comportamentais
2020 07 -_arley_perfis_comportamentais2020 07 -_arley_perfis_comportamentais
2020 07 -_arley_perfis_comportamentaisThayane Victoriano
 
Qualidades pessoais do instrutor
  Qualidades pessoais do instrutor  Qualidades pessoais do instrutor
Qualidades pessoais do instrutorNilton Goulart
 
Relações Humanas no Trabalho - Sônia.pdf
Relações Humanas no Trabalho - Sônia.pdfRelações Humanas no Trabalho - Sônia.pdf
Relações Humanas no Trabalho - Sônia.pdfKevinFontelles2
 
Mbm qualidade no-atendimento
Mbm qualidade no-atendimentoMbm qualidade no-atendimento
Mbm qualidade no-atendimentoajspires79
 
PPT - 200822MULHER AGUIA2.0.pptx
PPT - 200822MULHER AGUIA2.0.pptxPPT - 200822MULHER AGUIA2.0.pptx
PPT - 200822MULHER AGUIA2.0.pptxMatildePaulo1
 

Semelhante a Inteligência+emocional (20)

Inteligencia_Emocional_na_Lideranca
Inteligencia_Emocional_na_LiderancaInteligencia_Emocional_na_Lideranca
Inteligencia_Emocional_na_Lideranca
 
cartilha-5-inteligencia-emocional-no-trabalho.docx
cartilha-5-inteligencia-emocional-no-trabalho.docxcartilha-5-inteligencia-emocional-no-trabalho.docx
cartilha-5-inteligencia-emocional-no-trabalho.docx
 
Dicas para melhorar o relacionamento interpessoal
Dicas para melhorar o relacionamento interpessoalDicas para melhorar o relacionamento interpessoal
Dicas para melhorar o relacionamento interpessoal
 
cartilhasaudementalnaescola.pdf
cartilhasaudementalnaescola.pdfcartilhasaudementalnaescola.pdf
cartilhasaudementalnaescola.pdf
 
Saúde Mental na Escola - Cartilha orienta professor@s e alun@s
Saúde Mental na Escola - Cartilha orienta professor@s e alun@sSaúde Mental na Escola - Cartilha orienta professor@s e alun@s
Saúde Mental na Escola - Cartilha orienta professor@s e alun@s
 
Resiliência2
Resiliência2Resiliência2
Resiliência2
 
Documento de ma (4)
Documento de ma (4)Documento de ma (4)
Documento de ma (4)
 
Cartilha saudementalna escola
Cartilha saudementalna escolaCartilha saudementalna escola
Cartilha saudementalna escola
 
Trein etiqueta empresarial_fev_2013_2
Trein etiqueta empresarial_fev_2013_2Trein etiqueta empresarial_fev_2013_2
Trein etiqueta empresarial_fev_2013_2
 
Habilidades Socioemocionais.pdf
Habilidades Socioemocionais.pdfHabilidades Socioemocionais.pdf
Habilidades Socioemocionais.pdf
 
2020 07 -_arley_perfis_comportamentais
2020 07 -_arley_perfis_comportamentais2020 07 -_arley_perfis_comportamentais
2020 07 -_arley_perfis_comportamentais
 
Relacionamento interpessoal
Relacionamento interpessoalRelacionamento interpessoal
Relacionamento interpessoal
 
Qualidades pessoais do instrutor
  Qualidades pessoais do instrutor  Qualidades pessoais do instrutor
Qualidades pessoais do instrutor
 
Transformar e progredir
Transformar e progredirTransformar e progredir
Transformar e progredir
 
Transformar e progredir
Transformar e progredirTransformar e progredir
Transformar e progredir
 
slide sescoop
slide sescoop slide sescoop
slide sescoop
 
Relações Humanas no Trabalho - Sônia.pdf
Relações Humanas no Trabalho - Sônia.pdfRelações Humanas no Trabalho - Sônia.pdf
Relações Humanas no Trabalho - Sônia.pdf
 
Treinamento_IE.pptx
Treinamento_IE.pptxTreinamento_IE.pptx
Treinamento_IE.pptx
 
Mbm qualidade no-atendimento
Mbm qualidade no-atendimentoMbm qualidade no-atendimento
Mbm qualidade no-atendimento
 
PPT - 200822MULHER AGUIA2.0.pptx
PPT - 200822MULHER AGUIA2.0.pptxPPT - 200822MULHER AGUIA2.0.pptx
PPT - 200822MULHER AGUIA2.0.pptx
 

Mais de Clovis Gonçalves (8)

Introdução
IntroduçãoIntrodução
Introdução
 
Relatório A3
Relatório A3Relatório A3
Relatório A3
 
Sistema puxado beta
Sistema puxado betaSistema puxado beta
Sistema puxado beta
 
Conceitos básicos do pcp 2
Conceitos básicos do pcp 2Conceitos básicos do pcp 2
Conceitos básicos do pcp 2
 
5 s apostila p2c
5 s apostila p2c5 s apostila p2c
5 s apostila p2c
 
Just
JustJust
Just
 
Oee
OeeOee
Oee
 
Tese
TeseTese
Tese
 

Último

Quando submetemos um indivíduo a um programa de exercícios resistidos, a depe...
Quando submetemos um indivíduo a um programa de exercícios resistidos, a depe...Quando submetemos um indivíduo a um programa de exercícios resistidos, a depe...
Quando submetemos um indivíduo a um programa de exercícios resistidos, a depe...dl assessoria9
 
MAPA - GESTÃO INTEGRADA DA QUALIDADE ( QSSMA) - 51/2024
MAPA - GESTÃO INTEGRADA DA QUALIDADE ( QSSMA) - 51/2024MAPA - GESTÃO INTEGRADA DA QUALIDADE ( QSSMA) - 51/2024
MAPA - GESTÃO INTEGRADA DA QUALIDADE ( QSSMA) - 51/2024Assessoria DL s2
 
Seu aluno de personal trainer chegou até você e solicitou que prescrevesse um...
Seu aluno de personal trainer chegou até você e solicitou que prescrevesse um...Seu aluno de personal trainer chegou até você e solicitou que prescrevesse um...
Seu aluno de personal trainer chegou até você e solicitou que prescrevesse um...DassessoriaAa
 
ATIVIDADE 01 - SAÚDE - QUÍMICA ANALÍTICA E INSTRUMENTAL - 512024.pdf
ATIVIDADE 01 - SAÚDE - QUÍMICA ANALÍTICA E INSTRUMENTAL - 512024.pdfATIVIDADE 01 - SAÚDE - QUÍMICA ANALÍTICA E INSTRUMENTAL - 512024.pdf
ATIVIDADE 01 - SAÚDE - QUÍMICA ANALÍTICA E INSTRUMENTAL - 512024.pdfassedlsam
 
Quando planejamos uma aula, estamos pensando em todo o processo que envolve e...
Quando planejamos uma aula, estamos pensando em todo o processo que envolve e...Quando planejamos uma aula, estamos pensando em todo o processo que envolve e...
Quando planejamos uma aula, estamos pensando em todo o processo que envolve e...dl assessoria9
 
Suponha que uma fazenda agrícola esteja considerando a expansão de sua produç...
Suponha que uma fazenda agrícola esteja considerando a expansão de sua produç...Suponha que uma fazenda agrícola esteja considerando a expansão de sua produç...
Suponha que uma fazenda agrícola esteja considerando a expansão de sua produç...AssessoriaAcadmicaDl
 
Os pilares da Política Nacional de Medicamentos (PNM) são a garantia de acess...
Os pilares da Política Nacional de Medicamentos (PNM) são a garantia de acess...Os pilares da Política Nacional de Medicamentos (PNM) são a garantia de acess...
Os pilares da Política Nacional de Medicamentos (PNM) são a garantia de acess...DL assessoria 29
 
Será que nos falta humanidade? Estamos à volta com uma crise de identidade hu...
Será que nos falta humanidade? Estamos à volta com uma crise de identidade hu...Será que nos falta humanidade? Estamos à volta com uma crise de identidade hu...
Será que nos falta humanidade? Estamos à volta com uma crise de identidade hu...mariaclarinhaa2723
 

Último (8)

Quando submetemos um indivíduo a um programa de exercícios resistidos, a depe...
Quando submetemos um indivíduo a um programa de exercícios resistidos, a depe...Quando submetemos um indivíduo a um programa de exercícios resistidos, a depe...
Quando submetemos um indivíduo a um programa de exercícios resistidos, a depe...
 
MAPA - GESTÃO INTEGRADA DA QUALIDADE ( QSSMA) - 51/2024
MAPA - GESTÃO INTEGRADA DA QUALIDADE ( QSSMA) - 51/2024MAPA - GESTÃO INTEGRADA DA QUALIDADE ( QSSMA) - 51/2024
MAPA - GESTÃO INTEGRADA DA QUALIDADE ( QSSMA) - 51/2024
 
Seu aluno de personal trainer chegou até você e solicitou que prescrevesse um...
Seu aluno de personal trainer chegou até você e solicitou que prescrevesse um...Seu aluno de personal trainer chegou até você e solicitou que prescrevesse um...
Seu aluno de personal trainer chegou até você e solicitou que prescrevesse um...
 
ATIVIDADE 01 - SAÚDE - QUÍMICA ANALÍTICA E INSTRUMENTAL - 512024.pdf
ATIVIDADE 01 - SAÚDE - QUÍMICA ANALÍTICA E INSTRUMENTAL - 512024.pdfATIVIDADE 01 - SAÚDE - QUÍMICA ANALÍTICA E INSTRUMENTAL - 512024.pdf
ATIVIDADE 01 - SAÚDE - QUÍMICA ANALÍTICA E INSTRUMENTAL - 512024.pdf
 
Quando planejamos uma aula, estamos pensando em todo o processo que envolve e...
Quando planejamos uma aula, estamos pensando em todo o processo que envolve e...Quando planejamos uma aula, estamos pensando em todo o processo que envolve e...
Quando planejamos uma aula, estamos pensando em todo o processo que envolve e...
 
Suponha que uma fazenda agrícola esteja considerando a expansão de sua produç...
Suponha que uma fazenda agrícola esteja considerando a expansão de sua produç...Suponha que uma fazenda agrícola esteja considerando a expansão de sua produç...
Suponha que uma fazenda agrícola esteja considerando a expansão de sua produç...
 
Os pilares da Política Nacional de Medicamentos (PNM) são a garantia de acess...
Os pilares da Política Nacional de Medicamentos (PNM) são a garantia de acess...Os pilares da Política Nacional de Medicamentos (PNM) são a garantia de acess...
Os pilares da Política Nacional de Medicamentos (PNM) são a garantia de acess...
 
Será que nos falta humanidade? Estamos à volta com uma crise de identidade hu...
Será que nos falta humanidade? Estamos à volta com uma crise de identidade hu...Será que nos falta humanidade? Estamos à volta com uma crise de identidade hu...
Será que nos falta humanidade? Estamos à volta com uma crise de identidade hu...
 

Inteligência+emocional

  • 1. 10 AÇÕES FAVORÁVEIS PARA O DESENVOLVIMENTO DA INTELIGÊNCIA EMOCIONAL www.cpdec.com.br
  • 2. Whitepapers | CPDEC 2 Asemoçõesdizemmuitosobrequemsomos.Algunsdenós,maiscontidos,outros,maisexplosivos.No entanto, todos emocionais. Ao longo da história, as emoções têm sido essenciais para a sobrevivência humana e para a orientação do comportamento moral. Portanto, ainda que fosse possível, elas não po- demenemdevemseranuladas. Todavia,paravivermosemsociedade,precisamosmuitasvezessercapazesderefletirsobreasnossas própriasemoções.Noambienteprofissionaldivergências,crises,conflitosouinstabilidadessãofrequen- tes,portanto,essagestãointernaéaindamaisimprescindívelevalorizada.Aquelesquesabemcontrolar asemoçõestendema: •Encontrarsoluçõesparaosproblemas; •Sofrermenosdiantedetensões; •Nãoagirimpulsivamente; •Pensarno‘coletivo’etrabalharemequipe; •Sermaisprodutivos; •Relacionar-sebemcomoscolegas; •Tomarmelhoresdecisões. Na prática, no entanto, nem sempre é simples. Isso porque o “lado emocional” do cérebro é ativado antesdo“ladoracional”.Primeirosentimos;depois,pensamos.Emseguida,háumaespéciede“negocia- ção”entreasduasáreas,quedisputampermanentementeocontroledocomportamento. Nestewhitepaper,vocêencontrarádicasparadesenvolverainteligênciaemocional.Consulte-osem- prequenecessário.
  • 3. [10 AÇÕES FAVORÁVEIS PARA O DESENVOLVIMENTO DA INTELIGÊNCIA EMOCIONAL] 3 #1. Refine o autoconhecimento 10 AÇÕES FAVORÁVEIS PARA O DESENVOLVIMENTO DA INTELIGÊNCIA EMOCIONAL Conheçacomovocêrealmenteé. Tome consciência das suas quali- dades e defeitos, dos seus pontos fortes e daqueles que podem ser aprimorados. Reflita, por exem- plo, a respeito do que o irrita, an- gustia, entristece, empolga, en- vaideceecomovocêreagefrente a cada um desses sentimentos. Se tiver dúvidas ou dificuldades nes- sa tarefa, peça dicas a familiares e pessoas mais próximas. A inteligência emocional deve ser exercitada e aprimorada constantemente por meio de algumas ações que só dependem de você mesmo. Veja algumas sugestões: OjornalistaepsicólogoDanielGoleman,publicouem1995obest-seller “Inteligência Emocional”.Paraele,oconceitosetraduznacapacidadedeidentificar,perceber eno- mearosprópriossentimentosenecessidades,deadequá-losàsdiferentessituações interpessoaisedeconectá-losaosobjetivospessoaisdelongoprazo.
  • 4. Whitepapers | CPDEC 4 #2. Pratique o autocontrole Em momentos conturbados, respire fundo e pense por alguns segundos antes de fa- lar qualquer coisa – é o tempo que o cérebro precisa para ativar seu “lado racional”. Pratique esse exercício constantemente. Com autoconhecimento mais apurado, você saberá identificar os momentos que exigem cuidado adicional (ou alguns minutos a mais de respiração!) #3. Crie laços interpessoais Não há como ser emocionalmente inteligente assumindo uma posição de distancia- mento daqueles que o cercam. É preciso criar laços e investir no relacionamento in- terpessoal. Para isso, amplie seu networking, converse, ouça, peça opiniões, incentive o diálogo e o feedback. #4. Aguce a sua atenção Para se aproximar das pessoas e compreender contextos, é preciso estar atento, ob- servar e ouvir. Profissionais distraídos tendem a limitar seu campo de visão e, com isso, assumem posições mais individualistas. Perceber as pessoas ao redor é uma atitude que favorece a inteligência emocional. #5. Desenvolva a empatia Depois de aguçar sua atenção, desenvolva a empatia. Pessoas empáticas têm a capacida- de psicológica de imaginar-se em outras po- sições e olhar o fato sob diferentes óticas. Pergunte- se sempre: “Como eu reagiria se estivesse nessa posição?” Assim, você exer- cita a flexibilidade, a tolerância e conquista a confiança dos outros.
  • 5. [10 AÇÕES FAVORÁVEIS PARA O DESENVOLVIMENTO DA INTELIGÊNCIA EMOCIONAL] 5 #6. Assuma a responsabilidade por suas ações Você é responsável por suas ações, mas comporta-se como tal? Diante de erros e fa- lhas, não deixe de pedir desculpas aos envolvidos, reconhecer decisões ruins e refletir sobre elas. Além de se sentir mais “leve”, atitudes assim são percebidas e valorizadas nas empresas. #7. Exercite a tolerância Seja tolerante com os outros. Você pode exercitar essa habilidade no dia a dia, em si- tuações comuns, como fila de banco, reunião de condomínio e discussões em família. Profissionalmente, ainda que certas atitudes de outros o incomodem, é preciso tole- rá-las e “virar a página” o quanto antes. #8. Seja otimista Procure pensar positivamente e estimule esse comportamento nos outros. Tenha em mente que crises são temporárias e que as situações difíceis são as que mais contri- buem para o crescimento. Enxergue os desafios como uma oportunidade para adqui- rir experiência e procure passar por eles de forma menos estressante. Pratique o otimismo em sua comunicação e prefira pala- vras que tenham conotação positiva. Ao invés de dizer, por exemplo: “esse projeto é ruim”, diga “vamos melhorar o projeto”; evite dizer “essa tarefa é complexa demais para mim”. Prefira: “vou me dedicar e conseguirei reali- zar a tarefa”. Assim, você se habitua a apostar na própria capacidade. DICA SUCESSO
  • 6. Whitepapers | CPDEC 6 #9. Escreva (ou converse) sobre os sentimentos Alguns especialistas sugerem essa técnica como forma de desenvolver a reflexão, or- ganizar os pensamentos e, assim, tomar melhores decisões. É mais uma forma de “co- locar as ideias em ordem” antes de agir. Você pode registrar seus sentimentos em um caderno, por exemplo, ou falar sobre eles com pessoas em quem confia. #10. Encontre um hobby Use regularmente alguns minutos do seu dia para praticar uma atividade que lhe dê prazer. Pode ser cozinhar, praticar exercício físico, ler, ouvir música, meditar, cuidar do jardim etc. Esses momentos são essenciais para descarregar tensões e calibrar a inte- ligência emocional. ANOTE Quem almeja “algo a mais” na carreira, visando o crescimento profissional contínuo, deve ter consciência da importância de saber lidar com as emoções em prol de uma atmosfera mais harmoniosa e produtiva. FIQUEATENTO Sua inteligência emocional será exigida em: • Reuniões • Processos seletivos • Negociações • Sessões de Feedback • Exposições em público
  • 7. Este whitepaper foi desenvolvido pela equipe de Comunicação do CPDEC. Consulte-nos sobre programas e treinamen- tos personalizados que podem ser ministra- dos em sua empresa. (19) 3289.8338 www.comportamentosocial.com.br www.cpdec.com.br cpdec@cpdec.com.br