SlideShare uma empresa Scribd logo
Universidade Estadual de Goiás
Câmpus São Luís de Montes Belos
Acadêmicas: Priscila Hilária de Souza;
Sara Souza Nunes Silvestre
Letras Português/Inglês e suas respectivas Literaturas – 4º ano
___________________________________
Colégio Estadual Presidente Costa e Silva
Outubro/2016
CORREÇÃO (páginas 176 e 177)
1) a) Expor a problemática de uma situação
proporcionando soluções mais rápidas.
b) RESPOSTA PESSOAL/ Conheço pessoas que já
utilizaram algum desses meios (redes sócias, aplicativos
- QVT), algumas obtiveram respostas outras não.
2) a) A reclamação é feita por E.S.
b) Devido a empresa ter recusado a solicitação da
administração da carta de crédito de consórcio imobiliário.
c) Ele tinha como intuito alertar as outras pessoas sobre o
que pode acontecer ao comprar imóvel na planta e procurar
alguns tipos de corretores e construtoras.
3) RESPOSTA PESSOAL./Procurar ter seu problema
solucionado com maior rapidez, afinal quanto mais
tempo a reclamação ficar exposta pior será para a
empresa que ele reclamou; Por ser mais acessível.
4) RESPOSTA PESSOAL./Talvez o site não exigia tal
informação.
5)O autor utilizou a variedade formal.
6) a) Um bom “reclamão” segundo o texto é aquele
que reclama apenas se for algo extremo, tem total
seriedade, tira as dúvidas sobre reclamações antes
de reclamar, usa palavras de um nível formal.
b) RESPOSTA PESSOAL./ Por não fazer uma
reclamação adequada provavelmente o “mau
reclamão” não terá seu problema solucionado.
CARTA DO LEITOR
CARACTERÍSTICAS
 O leitor é quem escreve expressando opiniões
(favoráveis ou não);
Circula em jornais, revistas, como feedback da
opinião dos leitores sobre o que está sendo veiculado
nos tais;
É produzido com a finalidade de discutir uma matéria
– acrescentar, retirar, dar opinião;
Pode usar tanto a 1ª pessoa do singular (EU) quanto
a 1ª do plural (NÓS);
O que é preciso para escrever?
a) Especifique o assunto e seja breve;
b) Trace previamente o objetivo da carta (opinar,
sugerir, debater, reflexão...);
c) Escreva um texto curto, preciso, objetivo
em linguagem clara;
d) Nunca use palavras de baixo calão, ofensas,
ataques pessoais, pois sua carta não será
publicada;
e) Redija com muito cuidado e revise antes de
enviar sua carta.
ATIVIDADE
REFERÊNCIAS
Animais abandonados, disponível em <
http://educrealmirian.blogspot.com.br/2015/08/carta-de-
opiniao-voce-ja-observou-que.html > acesso em 28 de
setembro de 2016
Cadê o governador, disponível em <
http://pedrobigler.blogspot.com.br/2011/06/carta-ao-leitor.html
> acesso em 28 de setembro de 2016
Marcha para Jesus interrompe trecho da Avenida Boa Viagem
< http://www.diariodepernambuco.com.br/app/noticia/vida-
urbana/2016/09/24/interna_vidaurbana,666566/marcha-para-
jesus-interrompe-trecho-da-avenida-boa-viagem-nesta-
tarde.shtml > acesso em 28 de setembro de 2016
Mariana tem jornal literário, disponível em <
http://www.jornalaldrava.com.br/pag_cartas_2007.htm > acesso
em 28 de setembro de 2016
Parada da diversidade toma conta, disponível em <
http://www.diariodepernambuco.com.br/app/noticia/vida-
urbana/2016/09/18/interna_vidaurbana,665480/parada-da-
diversidade-toma-conta-da-orla-de-boa-viagem.shtml > acesso
em 28 de setembro de 2016
Resposta a Revista Saúde, disponível em <
http://slideplayer.com.br/slide/5603570/ > acesso em 28 de
setembro de 2016
Vampiro carioca, disponível em <
http://vicioelegante.blogspot.com.br/ > acesso em 28 de
setembro de 2016
BOA NOITE!

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Competências avaliadas na redação do ENEM
Competências avaliadas na redação do ENEMCompetências avaliadas na redação do ENEM
Competências avaliadas na redação do ENEM
ma.no.el.ne.ves
 
AULA 03 - Introdução - Diversas formas de iniciar uma redação - PRONTO
AULA 03 - Introdução - Diversas formas de iniciar uma redação  - PRONTOAULA 03 - Introdução - Diversas formas de iniciar uma redação  - PRONTO
AULA 03 - Introdução - Diversas formas de iniciar uma redação - PRONTO
Marcelo Cordeiro Souza
 
Gêneros e tipos textuais
Gêneros e tipos textuaisGêneros e tipos textuais
Gêneros e tipos textuais
marlospg
 
AULA 01 - TEXTO DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO - ESTRUTURA
AULA 01 - TEXTO DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO - ESTRUTURAAULA 01 - TEXTO DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO - ESTRUTURA
AULA 01 - TEXTO DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO - ESTRUTURA
Marcelo Cordeiro Souza
 
Passos para a redação do enem
Passos para a redação do enemPassos para a redação do enem
Passos para a redação do enem
Luciene Gomes
 
GêNero Textual Carta
GêNero Textual CartaGêNero Textual Carta
GêNero Textual Carta
guest4f8ac9b
 
Redacao enem
Redacao enemRedacao enem
Redacao enem
Jerry Adriano
 
Crônica
CrônicaCrônica
Crônica
Valeria Nunes
 
Coerência e coesão textual
Coerência e coesão textualCoerência e coesão textual
Coerência e coesão textual
ISJ
 
Artigo de opinião slides
Artigo de opinião slidesArtigo de opinião slides
Artigo de opinião slides
Isis Barros
 
Texto dissertativo argumentativo
Texto dissertativo argumentativoTexto dissertativo argumentativo
Texto dissertativo argumentativo
Cicero Luciano
 
Coesão e operadores argumentativos
Coesão e operadores argumentativosCoesão e operadores argumentativos
Coesão e operadores argumentativos
Cynthia Funchal
 
redação - dissertativa argumentativa
redação - dissertativa argumentativa redação - dissertativa argumentativa
redação - dissertativa argumentativa
Luciene Gomes
 
Diferenças entre texto dissertativo argumentativo e artigo de opinião
Diferenças entre texto dissertativo argumentativo e artigo de opiniãoDiferenças entre texto dissertativo argumentativo e artigo de opinião
Diferenças entre texto dissertativo argumentativo e artigo de opinião
Elaine Maia
 
Guia de aprendizagem de Português 1° ano do Ensino Médio do Tempo Integral
Guia de aprendizagem de Português 1° ano do Ensino Médio do Tempo Integral Guia de aprendizagem de Português 1° ano do Ensino Médio do Tempo Integral
Guia de aprendizagem de Português 1° ano do Ensino Médio do Tempo Integral
Val Valença
 
Passos para uma boa redação
Passos para uma boa redaçãoPassos para uma boa redação
Passos para uma boa redação
Luciene Gomes
 
DISSERTAÇÃO ARGUMENTATIVA
DISSERTAÇÃO ARGUMENTATIVADISSERTAÇÃO ARGUMENTATIVA
DISSERTAÇÃO ARGUMENTATIVA
Christiane Queiroz
 
Aposto e vocativo
Aposto e vocativoAposto e vocativo
Aposto e vocativo
Cynthia Funchal
 
Produção Textual - Manifesto
Produção Textual  - ManifestoProdução Textual  - Manifesto
Produção Textual - Manifesto
Elaine Teixeira
 
Debate regrado
Debate regradoDebate regrado

Mais procurados (20)

Competências avaliadas na redação do ENEM
Competências avaliadas na redação do ENEMCompetências avaliadas na redação do ENEM
Competências avaliadas na redação do ENEM
 
AULA 03 - Introdução - Diversas formas de iniciar uma redação - PRONTO
AULA 03 - Introdução - Diversas formas de iniciar uma redação  - PRONTOAULA 03 - Introdução - Diversas formas de iniciar uma redação  - PRONTO
AULA 03 - Introdução - Diversas formas de iniciar uma redação - PRONTO
 
Gêneros e tipos textuais
Gêneros e tipos textuaisGêneros e tipos textuais
Gêneros e tipos textuais
 
AULA 01 - TEXTO DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO - ESTRUTURA
AULA 01 - TEXTO DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO - ESTRUTURAAULA 01 - TEXTO DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO - ESTRUTURA
AULA 01 - TEXTO DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO - ESTRUTURA
 
Passos para a redação do enem
Passos para a redação do enemPassos para a redação do enem
Passos para a redação do enem
 
GêNero Textual Carta
GêNero Textual CartaGêNero Textual Carta
GêNero Textual Carta
 
Redacao enem
Redacao enemRedacao enem
Redacao enem
 
Crônica
CrônicaCrônica
Crônica
 
Coerência e coesão textual
Coerência e coesão textualCoerência e coesão textual
Coerência e coesão textual
 
Artigo de opinião slides
Artigo de opinião slidesArtigo de opinião slides
Artigo de opinião slides
 
Texto dissertativo argumentativo
Texto dissertativo argumentativoTexto dissertativo argumentativo
Texto dissertativo argumentativo
 
Coesão e operadores argumentativos
Coesão e operadores argumentativosCoesão e operadores argumentativos
Coesão e operadores argumentativos
 
redação - dissertativa argumentativa
redação - dissertativa argumentativa redação - dissertativa argumentativa
redação - dissertativa argumentativa
 
Diferenças entre texto dissertativo argumentativo e artigo de opinião
Diferenças entre texto dissertativo argumentativo e artigo de opiniãoDiferenças entre texto dissertativo argumentativo e artigo de opinião
Diferenças entre texto dissertativo argumentativo e artigo de opinião
 
Guia de aprendizagem de Português 1° ano do Ensino Médio do Tempo Integral
Guia de aprendizagem de Português 1° ano do Ensino Médio do Tempo Integral Guia de aprendizagem de Português 1° ano do Ensino Médio do Tempo Integral
Guia de aprendizagem de Português 1° ano do Ensino Médio do Tempo Integral
 
Passos para uma boa redação
Passos para uma boa redaçãoPassos para uma boa redação
Passos para uma boa redação
 
DISSERTAÇÃO ARGUMENTATIVA
DISSERTAÇÃO ARGUMENTATIVADISSERTAÇÃO ARGUMENTATIVA
DISSERTAÇÃO ARGUMENTATIVA
 
Aposto e vocativo
Aposto e vocativoAposto e vocativo
Aposto e vocativo
 
Produção Textual - Manifesto
Produção Textual  - ManifestoProdução Textual  - Manifesto
Produção Textual - Manifesto
 
Debate regrado
Debate regradoDebate regrado
Debate regrado
 

Semelhante a Carta de leitor

REDAÇÃO - PAS - UEM - 3º ANO
REDAÇÃO - PAS - UEM - 3º ANOREDAÇÃO - PAS - UEM - 3º ANO
REDAÇÃO - PAS - UEM - 3º ANO
VIVIAN TROMBINI
 
A carta argumentativa 9 ano (1)
A carta argumentativa 9 ano (1)A carta argumentativa 9 ano (1)
A carta argumentativa 9 ano (1)
colegiojao
 
Generos textuais
Generos textuaisGeneros textuais
Generos textuais
Juliano Ortiz
 
Redação
RedaçãoRedação
Redação
Rita Jussara
 
EF2_8ano_V4_PF(2).PDF
EF2_8ano_V4_PF(2).PDFEF2_8ano_V4_PF(2).PDF
EF2_8ano_V4_PF(2).PDF
ssuser3646a1
 
CEBRAC - Intensivo de Redação
CEBRAC - Intensivo de Redação CEBRAC - Intensivo de Redação
CEBRAC - Intensivo de Redação
Luciana Martins
 
CEBRAC Luziânia
CEBRAC LuziâniaCEBRAC Luziânia
CEBRAC Luziânia
Luciana Martins
 

Semelhante a Carta de leitor (7)

REDAÇÃO - PAS - UEM - 3º ANO
REDAÇÃO - PAS - UEM - 3º ANOREDAÇÃO - PAS - UEM - 3º ANO
REDAÇÃO - PAS - UEM - 3º ANO
 
A carta argumentativa 9 ano (1)
A carta argumentativa 9 ano (1)A carta argumentativa 9 ano (1)
A carta argumentativa 9 ano (1)
 
Generos textuais
Generos textuaisGeneros textuais
Generos textuais
 
Redação
RedaçãoRedação
Redação
 
EF2_8ano_V4_PF(2).PDF
EF2_8ano_V4_PF(2).PDFEF2_8ano_V4_PF(2).PDF
EF2_8ano_V4_PF(2).PDF
 
CEBRAC - Intensivo de Redação
CEBRAC - Intensivo de Redação CEBRAC - Intensivo de Redação
CEBRAC - Intensivo de Redação
 
CEBRAC Luziânia
CEBRAC LuziâniaCEBRAC Luziânia
CEBRAC Luziânia
 

Mais de Priscila Hilária

Atividade de língua portuguesa
Atividade de língua portuguesaAtividade de língua portuguesa
Atividade de língua portuguesa
Priscila Hilária
 
Língua Inglesa-9º ano
Língua Inglesa-9º anoLíngua Inglesa-9º ano
Língua Inglesa-9º ano
Priscila Hilária
 
Língua Inglesa-8º ano
Língua Inglesa-8º anoLíngua Inglesa-8º ano
Língua Inglesa-8º ano
Priscila Hilária
 
7º ano - Língua Inglesa
7º ano - Língua Inglesa7º ano - Língua Inglesa
7º ano - Língua Inglesa
Priscila Hilária
 
6º ano-Língua Portuguesa
6º ano-Língua Portuguesa6º ano-Língua Portuguesa
6º ano-Língua Portuguesa
Priscila Hilária
 
6º ano inglês
6º ano   inglês6º ano   inglês
6º ano inglês
Priscila Hilária
 
Substantivos - Malandramente
Substantivos - MalandramenteSubstantivos - Malandramente
Substantivos - Malandramente
Priscila Hilária
 
Narrador em Mrs. Dalloway
Narrador em Mrs. DallowayNarrador em Mrs. Dalloway
Narrador em Mrs. Dalloway
Priscila Hilária
 
Prova de inglês do ITA - 2008
Prova de inglês do ITA - 2008Prova de inglês do ITA - 2008
Prova de inglês do ITA - 2008
Priscila Hilária
 
Frankenstein, trabalho escrito
Frankenstein, trabalho escritoFrankenstein, trabalho escrito
Frankenstein, trabalho escrito
Priscila Hilária
 
Uma noite em cinco atos- enredo
Uma noite em cinco atos- enredoUma noite em cinco atos- enredo
Uma noite em cinco atos- enredo
Priscila Hilária
 
O QUE É APRENDER E ENSINAR LITERATURA HOJE?
O QUE É APRENDER E ENSINAR LITERATURA HOJE?O QUE É APRENDER E ENSINAR LITERATURA HOJE?
O QUE É APRENDER E ENSINAR LITERATURA HOJE?
Priscila Hilária
 
Meio ambiente
Meio ambienteMeio ambiente
Meio ambiente
Priscila Hilária
 
Da ordem do relato e do argumentar
Da ordem do relato e do argumentarDa ordem do relato e do argumentar
Da ordem do relato e do argumentar
Priscila Hilária
 
Coerência
CoerênciaCoerência
Coerência
Priscila Hilária
 
Texto argumentativo
Texto argumentativoTexto argumentativo
Texto argumentativo
Priscila Hilária
 
WALT WHITMAN: Biografia, características literárias e poemas
WALT WHITMAN: Biografia, características literárias e poemasWALT WHITMAN: Biografia, características literárias e poemas
WALT WHITMAN: Biografia, características literárias e poemas
Priscila Hilária
 
Realismo e Naturalismo
Realismo e NaturalismoRealismo e Naturalismo
Realismo e Naturalismo
Priscila Hilária
 
3ª fase modernista + o conto Famigerado de João Guimarães Rosa
3ª fase modernista + o conto Famigerado de João Guimarães Rosa3ª fase modernista + o conto Famigerado de João Guimarães Rosa
3ª fase modernista + o conto Famigerado de João Guimarães Rosa
Priscila Hilária
 
Frankenstein
FrankensteinFrankenstein
Frankenstein
Priscila Hilária
 

Mais de Priscila Hilária (20)

Atividade de língua portuguesa
Atividade de língua portuguesaAtividade de língua portuguesa
Atividade de língua portuguesa
 
Língua Inglesa-9º ano
Língua Inglesa-9º anoLíngua Inglesa-9º ano
Língua Inglesa-9º ano
 
Língua Inglesa-8º ano
Língua Inglesa-8º anoLíngua Inglesa-8º ano
Língua Inglesa-8º ano
 
7º ano - Língua Inglesa
7º ano - Língua Inglesa7º ano - Língua Inglesa
7º ano - Língua Inglesa
 
6º ano-Língua Portuguesa
6º ano-Língua Portuguesa6º ano-Língua Portuguesa
6º ano-Língua Portuguesa
 
6º ano inglês
6º ano   inglês6º ano   inglês
6º ano inglês
 
Substantivos - Malandramente
Substantivos - MalandramenteSubstantivos - Malandramente
Substantivos - Malandramente
 
Narrador em Mrs. Dalloway
Narrador em Mrs. DallowayNarrador em Mrs. Dalloway
Narrador em Mrs. Dalloway
 
Prova de inglês do ITA - 2008
Prova de inglês do ITA - 2008Prova de inglês do ITA - 2008
Prova de inglês do ITA - 2008
 
Frankenstein, trabalho escrito
Frankenstein, trabalho escritoFrankenstein, trabalho escrito
Frankenstein, trabalho escrito
 
Uma noite em cinco atos- enredo
Uma noite em cinco atos- enredoUma noite em cinco atos- enredo
Uma noite em cinco atos- enredo
 
O QUE É APRENDER E ENSINAR LITERATURA HOJE?
O QUE É APRENDER E ENSINAR LITERATURA HOJE?O QUE É APRENDER E ENSINAR LITERATURA HOJE?
O QUE É APRENDER E ENSINAR LITERATURA HOJE?
 
Meio ambiente
Meio ambienteMeio ambiente
Meio ambiente
 
Da ordem do relato e do argumentar
Da ordem do relato e do argumentarDa ordem do relato e do argumentar
Da ordem do relato e do argumentar
 
Coerência
CoerênciaCoerência
Coerência
 
Texto argumentativo
Texto argumentativoTexto argumentativo
Texto argumentativo
 
WALT WHITMAN: Biografia, características literárias e poemas
WALT WHITMAN: Biografia, características literárias e poemasWALT WHITMAN: Biografia, características literárias e poemas
WALT WHITMAN: Biografia, características literárias e poemas
 
Realismo e Naturalismo
Realismo e NaturalismoRealismo e Naturalismo
Realismo e Naturalismo
 
3ª fase modernista + o conto Famigerado de João Guimarães Rosa
3ª fase modernista + o conto Famigerado de João Guimarães Rosa3ª fase modernista + o conto Famigerado de João Guimarães Rosa
3ª fase modernista + o conto Famigerado de João Guimarães Rosa
 
Frankenstein
FrankensteinFrankenstein
Frankenstein
 

Último

livro ciclo da agua educação infantil.pdf
livro ciclo da agua educação infantil.pdflivro ciclo da agua educação infantil.pdf
livro ciclo da agua educação infantil.pdf
cmeioctaciliabetesch
 
Caderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdf
Caderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdfCaderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdf
Caderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdf
enpfilosofiaufu
 
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdfO que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
Pastor Robson Colaço
 
UFCD_5420_Integração de sistemas de informação - conceitos_índice.pdf
UFCD_5420_Integração de sistemas de informação - conceitos_índice.pdfUFCD_5420_Integração de sistemas de informação - conceitos_índice.pdf
UFCD_5420_Integração de sistemas de informação - conceitos_índice.pdf
Manuais Formação
 
Egito antigo resumo - aula de história.pdf
Egito antigo resumo - aula de história.pdfEgito antigo resumo - aula de história.pdf
Egito antigo resumo - aula de história.pdf
sthefanydesr
 
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
MessiasMarianoG
 
APOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdf
APOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdfAPOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdf
APOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdf
RenanSilva991968
 
Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdfEspecialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
DanielCastro80471
 
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptxRedação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
DECIOMAURINARAMOS
 
educação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmente
educação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmenteeducação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmente
educação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmente
DeuzinhaAzevedo
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
TomasSousa7
 
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdfPowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
1000a
 
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Mary Alvarenga
 
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do AssaréFamílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
profesfrancleite
 
iNTRODUÇÃO À Plantas terrestres e Plantas aquáticas. (1).pdf
iNTRODUÇÃO À Plantas terrestres e Plantas aquáticas. (1).pdfiNTRODUÇÃO À Plantas terrestres e Plantas aquáticas. (1).pdf
iNTRODUÇÃO À Plantas terrestres e Plantas aquáticas. (1).pdf
andressacastro36
 
Sinais de pontuação
Sinais de pontuaçãoSinais de pontuação
Sinais de pontuação
Mary Alvarenga
 
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptxSlides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantilVogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
mamaeieby
 
the_story_garden_5_SB_with_activities.pdf
the_story_garden_5_SB_with_activities.pdfthe_story_garden_5_SB_with_activities.pdf
the_story_garden_5_SB_with_activities.pdf
CarinaSoto12
 
BULLYING NÃO É AMOR.pdf LIVRO PARA TRABALHAR COM ALUNOS ATRAVÉS DE PROJETOS...
BULLYING NÃO É AMOR.pdf LIVRO PARA TRABALHAR COM ALUNOS ATRAVÉS DE PROJETOS...BULLYING NÃO É AMOR.pdf LIVRO PARA TRABALHAR COM ALUNOS ATRAVÉS DE PROJETOS...
BULLYING NÃO É AMOR.pdf LIVRO PARA TRABALHAR COM ALUNOS ATRAVÉS DE PROJETOS...
Escola Municipal Jesus Cristo
 

Último (20)

livro ciclo da agua educação infantil.pdf
livro ciclo da agua educação infantil.pdflivro ciclo da agua educação infantil.pdf
livro ciclo da agua educação infantil.pdf
 
Caderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdf
Caderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdfCaderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdf
Caderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdf
 
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdfO que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
 
UFCD_5420_Integração de sistemas de informação - conceitos_índice.pdf
UFCD_5420_Integração de sistemas de informação - conceitos_índice.pdfUFCD_5420_Integração de sistemas de informação - conceitos_índice.pdf
UFCD_5420_Integração de sistemas de informação - conceitos_índice.pdf
 
Egito antigo resumo - aula de história.pdf
Egito antigo resumo - aula de história.pdfEgito antigo resumo - aula de história.pdf
Egito antigo resumo - aula de história.pdf
 
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
 
APOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdf
APOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdfAPOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdf
APOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdf
 
Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdfEspecialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
 
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptxRedação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
 
educação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmente
educação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmenteeducação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmente
educação inclusiva na atualidade como ela se estabelece atualmente
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
 
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdfPowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
 
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
 
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do AssaréFamílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
 
iNTRODUÇÃO À Plantas terrestres e Plantas aquáticas. (1).pdf
iNTRODUÇÃO À Plantas terrestres e Plantas aquáticas. (1).pdfiNTRODUÇÃO À Plantas terrestres e Plantas aquáticas. (1).pdf
iNTRODUÇÃO À Plantas terrestres e Plantas aquáticas. (1).pdf
 
Sinais de pontuação
Sinais de pontuaçãoSinais de pontuação
Sinais de pontuação
 
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptxSlides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
 
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantilVogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
 
the_story_garden_5_SB_with_activities.pdf
the_story_garden_5_SB_with_activities.pdfthe_story_garden_5_SB_with_activities.pdf
the_story_garden_5_SB_with_activities.pdf
 
BULLYING NÃO É AMOR.pdf LIVRO PARA TRABALHAR COM ALUNOS ATRAVÉS DE PROJETOS...
BULLYING NÃO É AMOR.pdf LIVRO PARA TRABALHAR COM ALUNOS ATRAVÉS DE PROJETOS...BULLYING NÃO É AMOR.pdf LIVRO PARA TRABALHAR COM ALUNOS ATRAVÉS DE PROJETOS...
BULLYING NÃO É AMOR.pdf LIVRO PARA TRABALHAR COM ALUNOS ATRAVÉS DE PROJETOS...
 

Carta de leitor

  • 1. Universidade Estadual de Goiás Câmpus São Luís de Montes Belos Acadêmicas: Priscila Hilária de Souza; Sara Souza Nunes Silvestre Letras Português/Inglês e suas respectivas Literaturas – 4º ano ___________________________________ Colégio Estadual Presidente Costa e Silva Outubro/2016
  • 2. CORREÇÃO (páginas 176 e 177) 1) a) Expor a problemática de uma situação proporcionando soluções mais rápidas. b) RESPOSTA PESSOAL/ Conheço pessoas que já utilizaram algum desses meios (redes sócias, aplicativos - QVT), algumas obtiveram respostas outras não. 2) a) A reclamação é feita por E.S.
  • 3. b) Devido a empresa ter recusado a solicitação da administração da carta de crédito de consórcio imobiliário. c) Ele tinha como intuito alertar as outras pessoas sobre o que pode acontecer ao comprar imóvel na planta e procurar alguns tipos de corretores e construtoras.
  • 4. 3) RESPOSTA PESSOAL./Procurar ter seu problema solucionado com maior rapidez, afinal quanto mais tempo a reclamação ficar exposta pior será para a empresa que ele reclamou; Por ser mais acessível. 4) RESPOSTA PESSOAL./Talvez o site não exigia tal informação. 5)O autor utilizou a variedade formal.
  • 5. 6) a) Um bom “reclamão” segundo o texto é aquele que reclama apenas se for algo extremo, tem total seriedade, tira as dúvidas sobre reclamações antes de reclamar, usa palavras de um nível formal. b) RESPOSTA PESSOAL./ Por não fazer uma reclamação adequada provavelmente o “mau reclamão” não terá seu problema solucionado.
  • 7. CARACTERÍSTICAS  O leitor é quem escreve expressando opiniões (favoráveis ou não); Circula em jornais, revistas, como feedback da opinião dos leitores sobre o que está sendo veiculado nos tais; É produzido com a finalidade de discutir uma matéria – acrescentar, retirar, dar opinião; Pode usar tanto a 1ª pessoa do singular (EU) quanto a 1ª do plural (NÓS);
  • 8. O que é preciso para escrever? a) Especifique o assunto e seja breve; b) Trace previamente o objetivo da carta (opinar, sugerir, debater, reflexão...); c) Escreva um texto curto, preciso, objetivo em linguagem clara;
  • 9. d) Nunca use palavras de baixo calão, ofensas, ataques pessoais, pois sua carta não será publicada; e) Redija com muito cuidado e revise antes de enviar sua carta.
  • 10.
  • 11.
  • 12.
  • 13.
  • 14.
  • 15.
  • 17.
  • 18. REFERÊNCIAS Animais abandonados, disponível em < http://educrealmirian.blogspot.com.br/2015/08/carta-de- opiniao-voce-ja-observou-que.html > acesso em 28 de setembro de 2016 Cadê o governador, disponível em < http://pedrobigler.blogspot.com.br/2011/06/carta-ao-leitor.html > acesso em 28 de setembro de 2016 Marcha para Jesus interrompe trecho da Avenida Boa Viagem < http://www.diariodepernambuco.com.br/app/noticia/vida- urbana/2016/09/24/interna_vidaurbana,666566/marcha-para- jesus-interrompe-trecho-da-avenida-boa-viagem-nesta- tarde.shtml > acesso em 28 de setembro de 2016
  • 19. Mariana tem jornal literário, disponível em < http://www.jornalaldrava.com.br/pag_cartas_2007.htm > acesso em 28 de setembro de 2016 Parada da diversidade toma conta, disponível em < http://www.diariodepernambuco.com.br/app/noticia/vida- urbana/2016/09/18/interna_vidaurbana,665480/parada-da- diversidade-toma-conta-da-orla-de-boa-viagem.shtml > acesso em 28 de setembro de 2016 Resposta a Revista Saúde, disponível em < http://slideplayer.com.br/slide/5603570/ > acesso em 28 de setembro de 2016
  • 20. Vampiro carioca, disponível em < http://vicioelegante.blogspot.com.br/ > acesso em 28 de setembro de 2016