SlideShare uma empresa Scribd logo
PROF: Lucia Paz




È uma ilustração humorística que envolve a
caricatura de um ou mais personagens, feita
com o objetivo de satirizar algum
acontecimento da atualidade.
As charges são formadas por linguagem verbal (as
palavras/o texto escrito) e linguagem não-verbal
(gestos, cores, desenhos, etc.)
Charge e Cartum
Charge e Cartum




As charges foram criadas no princípio do século
XIX (dezenove), por pessoas opostas aos governos,
ou seja, por críticos políticos que queriam se
expressar de forma jamais apresentada, inusitada.
Foram reprimidos por governos, porém estes textos
foram bastante aceitos pela população, fato que
acarretou sua existência até os tempos atuais.
As charges costumam ser publicadas em jornais,
revistas, livros, etc. Nos jornais e revistas as charges
podem ser encontradas na sessão de cultura ou de
opinião.


O termo charge tem origem no francês "charger"
que significa "carga". A primeira charge
publicada no Brasil foi no ano de 1837 e tinha
como título "A campanha e o Cujo". Foi criada
por Manuel José de Araújo Porto-Alegre, que
dentre as funções exercidas na política e ensino,
era também pintor e caricaturista.


As charges são muito utilizadas para fazer
críticas de natureza política. São normalmente
publicadas em jornais ou revistas e conseguem
atingir um vasto público. Para interpretar o
significado de uma charge, é necessário estar a
par dos acontecimentos políticos nacionais e
internacionais.
EXEMPLO;
A charge discute
a honestidade
social a partir de
uma cena irônica:
a lamentação de
um indivíduo
que, por só poder
lidar com gente
honesta,
encontra-se num
deserto.
Charge e Cartum


O cartum é uma anedota gráfica. Seu objetivo é
provocar o riso do espectador; e sendo uma das
manifestações da caricatura, ele chega ao riso
através da crítica mordaz, satírica, irônica e
principalmente humorística do comportamento
do ser humano, das suas fraquezas, dos seus
hábitos e costumes


O termo é de origem britânica, e foi pela primeira
vez utilizado neste contexto na década de 1840,
quando a revista Punch publicou uma série de
charges que parodiavam estudos para as pessoas
do Palácio de Westminster, adaptados para
satirizar acontecimentos da política
contemporânea. O significado original da palavra
cartoon é mesmo "estudo", ou "esboço", e é muito
utilizada nas artes plásticas.
Este tipo de desenho é ainda considerado uma
forma de comédia e mantém o seu espaço na
imprensa escrita atual.


Aqui no Brasil, o cartum tornou-se muito
popular. Um elemento que contribuiu muito
para isso foi a revista Pererê, de Ziraldo, que
abordava problemas políticos e sociais de
nosso país. Mas ele não foi o único, não. Antes
e depois de Ziraldo muitos desenhistas criaram
cartuns para comentar situações e nos fazer rir.
Charge e Cartum
Charge e Cartum


Um cartoon, cartune ou cartum é um desenho
humorístico acompanhado ou não de legenda,
de caráter extremamente crítico retratando de
uma forma bastante sintetizada algo que
envolve o dia-a-dia de uma sociedade.


Charge é um estilo deilustração que tem por
finalidade satirizar, por meio de uma
caricatura, algum acontecimento atual com
uma ou mais personagens envolvidas.
 Ailton Severino
 Álvaro Fernando

 Carolina Silva
 Èverton Gomes

 Sabrina Andrade
 Vanessa Soares

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Variedades linguísticas
Variedades linguísticasVariedades linguísticas
Variedades linguísticas
Cláudia Heloísa
 
AULA 01 - TEXTO DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO - ESTRUTURA
AULA 01 - TEXTO DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO - ESTRUTURAAULA 01 - TEXTO DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO - ESTRUTURA
AULA 01 - TEXTO DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO - ESTRUTURA
Marcelo Cordeiro Souza
 
Tipologia textual
Tipologia textualTipologia textual
Tipologia textual
Ana Claudia André
 
Gêneros textuais
Gêneros textuaisGêneros textuais
Gêneros textuais
leticiararek
 
Adjetivos
AdjetivosAdjetivos
Adjetivos
7 de Setembro
 
Sinais de pontuação
Sinais de pontuaçãoSinais de pontuação
Sinais de pontuação
Jose Manuel Alho
 
Modalizadores
ModalizadoresModalizadores
Modalizadores
Fernanda Câmara
 
Apresentação Adverbios
Apresentação AdverbiosApresentação Adverbios
Apresentação Adverbios
Leisiane Jesus
 
O que é Literatura?
O que é Literatura?O que é Literatura?
O que é Literatura?
Faell Vasconcelos
 
Cordel
CordelCordel
Pré modernismo-slides
Pré modernismo-slidesPré modernismo-slides
Pré modernismo-slides
Zenia Ferreira
 
Slide introdução à literatura
Slide introdução à literaturaSlide introdução à literatura
Slide introdução à literatura
fabrinnem
 
Gêneros literários
Gêneros literáriosGêneros literários
Gêneros literários
Carolina Loçasso Pereira
 
Conto
ContoConto
Aula 04 variacao linguistica
Aula 04   variacao linguisticaAula 04   variacao linguistica
Aula 04 variacao linguistica
Marcia Simone
 
Conjunções
ConjunçõesConjunções
Conjunções
Alice Silva
 
Aula Figuras de Linguagem
Aula    Figuras de Linguagem Aula    Figuras de Linguagem
Aula Figuras de Linguagem
paula nery
 
Pronomes
PronomesPronomes
Pronomes
Rita Tramonte
 
Gêneros Textuais
Gêneros TextuaisGêneros Textuais
Gêneros Textuais
Edna Brito
 
Conotacao e denotacao
Conotacao e denotacaoConotacao e denotacao
Conotacao e denotacao
bubble13
 

Mais procurados (20)

Variedades linguísticas
Variedades linguísticasVariedades linguísticas
Variedades linguísticas
 
AULA 01 - TEXTO DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO - ESTRUTURA
AULA 01 - TEXTO DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO - ESTRUTURAAULA 01 - TEXTO DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO - ESTRUTURA
AULA 01 - TEXTO DISSERTATIVO-ARGUMENTATIVO - ESTRUTURA
 
Tipologia textual
Tipologia textualTipologia textual
Tipologia textual
 
Gêneros textuais
Gêneros textuaisGêneros textuais
Gêneros textuais
 
Adjetivos
AdjetivosAdjetivos
Adjetivos
 
Sinais de pontuação
Sinais de pontuaçãoSinais de pontuação
Sinais de pontuação
 
Modalizadores
ModalizadoresModalizadores
Modalizadores
 
Apresentação Adverbios
Apresentação AdverbiosApresentação Adverbios
Apresentação Adverbios
 
O que é Literatura?
O que é Literatura?O que é Literatura?
O que é Literatura?
 
Cordel
CordelCordel
Cordel
 
Pré modernismo-slides
Pré modernismo-slidesPré modernismo-slides
Pré modernismo-slides
 
Slide introdução à literatura
Slide introdução à literaturaSlide introdução à literatura
Slide introdução à literatura
 
Gêneros literários
Gêneros literáriosGêneros literários
Gêneros literários
 
Conto
ContoConto
Conto
 
Aula 04 variacao linguistica
Aula 04   variacao linguisticaAula 04   variacao linguistica
Aula 04 variacao linguistica
 
Conjunções
ConjunçõesConjunções
Conjunções
 
Aula Figuras de Linguagem
Aula    Figuras de Linguagem Aula    Figuras de Linguagem
Aula Figuras de Linguagem
 
Pronomes
PronomesPronomes
Pronomes
 
Gêneros Textuais
Gêneros TextuaisGêneros Textuais
Gêneros Textuais
 
Conotacao e denotacao
Conotacao e denotacaoConotacao e denotacao
Conotacao e denotacao
 

Destaque

Charge, Cartum, Caricatura
Charge, Cartum, CaricaturaCharge, Cartum, Caricatura
Charge, Cartum, Caricatura
projetoassis
 
Charges e cartuns
Charges e cartunsCharges e cartuns
Charges e cartuns
Janaina Moraes Vieira
 
Caricatura x Charge x Cartum x História em Quadrinho
Caricatura x Charge x Cartum x História em Quadrinho Caricatura x Charge x Cartum x História em Quadrinho
Caricatura x Charge x Cartum x História em Quadrinho
Valeria Nunes
 
GÊNERO TEXTUAL: CHARGE
GÊNERO TEXTUAL: CHARGEGÊNERO TEXTUAL: CHARGE
GÊNERO TEXTUAL: CHARGE
Jomari
 
Charge
ChargeCharge
Interpretações variadas charges atuais
Interpretações variadas charges atuaisInterpretações variadas charges atuais
Interpretações variadas charges atuais
Atividades Diversas Cláudia
 
Plano de aula lurdimara-slide
Plano de aula  lurdimara-slidePlano de aula  lurdimara-slide
Plano de aula lurdimara-slide
ludimara
 
Gêneros textuais – notícia, hq, cartum
Gêneros textuais – notícia, hq, cartumGêneros textuais – notícia, hq, cartum
Gêneros textuais – notícia, hq, cartum
Maria das Dores Justo
 
Cartum e linguagem
Cartum e linguagemCartum e linguagem
Cartum e linguagem
liandroroger
 
Interpretaçao cartum portugues
Interpretaçao cartum portuguesInterpretaçao cartum portugues
Interpretaçao cartum portugues
Atividades Diversas Cláudia
 
Gênero Textual: histórias em quadrinhos
Gênero Textual: histórias em quadrinhosGênero Textual: histórias em quadrinhos
Gênero Textual: histórias em quadrinhos
Alice Nogueira
 
Cartum, criatividade e inovação final celo
Cartum, criatividade e inovação final celoCartum, criatividade e inovação final celo
Cartum, criatividade e inovação final celo
Marcelo Da Silva Franco
 
Mangá
MangáMangá
Mangá
Dih de Lima
 
Diferenças entre cartum charge e tira
Diferenças entre cartum charge e tiraDiferenças entre cartum charge e tira
Diferenças entre cartum charge e tira
Doutora em Linguística Aplicada pela PUC-SP
 
6º ano E. F. II - Linguagem verbal e não verbal
6º ano E. F. II - Linguagem verbal e não verbal6º ano E. F. II - Linguagem verbal e não verbal
6º ano E. F. II - Linguagem verbal e não verbal
Angélica Manenti
 
Tirinhas aula 1- características gerais
Tirinhas  aula 1- características geraisTirinhas  aula 1- características gerais
Tirinhas aula 1- características gerais
Pibid Letras UEA
 
Atividades charges agua
Atividades charges aguaAtividades charges agua
Atividades charges agua
Atividades Diversas Cláudia
 
Oficina de histórias em quadrinhos
Oficina de histórias em quadrinhosOficina de histórias em quadrinhos
Oficina de histórias em quadrinhos
Aldean
 
Artigos de Divulgação Científica "A Espiral Dourada"
Artigos de Divulgação Científica "A Espiral Dourada"Artigos de Divulgação Científica "A Espiral Dourada"
Artigos de Divulgação Científica "A Espiral Dourada"
Ana Borges
 

Destaque (20)

Charge, Cartum, Caricatura
Charge, Cartum, CaricaturaCharge, Cartum, Caricatura
Charge, Cartum, Caricatura
 
Charges e cartuns
Charges e cartunsCharges e cartuns
Charges e cartuns
 
Caricatura x Charge x Cartum x História em Quadrinho
Caricatura x Charge x Cartum x História em Quadrinho Caricatura x Charge x Cartum x História em Quadrinho
Caricatura x Charge x Cartum x História em Quadrinho
 
GÊNERO TEXTUAL: CHARGE
GÊNERO TEXTUAL: CHARGEGÊNERO TEXTUAL: CHARGE
GÊNERO TEXTUAL: CHARGE
 
Charge
ChargeCharge
Charge
 
Interpretações variadas charges atuais
Interpretações variadas charges atuaisInterpretações variadas charges atuais
Interpretações variadas charges atuais
 
Plano de aula lurdimara-slide
Plano de aula  lurdimara-slidePlano de aula  lurdimara-slide
Plano de aula lurdimara-slide
 
Cartum
CartumCartum
Cartum
 
Gêneros textuais – notícia, hq, cartum
Gêneros textuais – notícia, hq, cartumGêneros textuais – notícia, hq, cartum
Gêneros textuais – notícia, hq, cartum
 
Cartum e linguagem
Cartum e linguagemCartum e linguagem
Cartum e linguagem
 
Interpretaçao cartum portugues
Interpretaçao cartum portuguesInterpretaçao cartum portugues
Interpretaçao cartum portugues
 
Gênero Textual: histórias em quadrinhos
Gênero Textual: histórias em quadrinhosGênero Textual: histórias em quadrinhos
Gênero Textual: histórias em quadrinhos
 
Cartum, criatividade e inovação final celo
Cartum, criatividade e inovação final celoCartum, criatividade e inovação final celo
Cartum, criatividade e inovação final celo
 
Mangá
MangáMangá
Mangá
 
Diferenças entre cartum charge e tira
Diferenças entre cartum charge e tiraDiferenças entre cartum charge e tira
Diferenças entre cartum charge e tira
 
6º ano E. F. II - Linguagem verbal e não verbal
6º ano E. F. II - Linguagem verbal e não verbal6º ano E. F. II - Linguagem verbal e não verbal
6º ano E. F. II - Linguagem verbal e não verbal
 
Tirinhas aula 1- características gerais
Tirinhas  aula 1- características geraisTirinhas  aula 1- características gerais
Tirinhas aula 1- características gerais
 
Atividades charges agua
Atividades charges aguaAtividades charges agua
Atividades charges agua
 
Oficina de histórias em quadrinhos
Oficina de histórias em quadrinhosOficina de histórias em quadrinhos
Oficina de histórias em quadrinhos
 
Artigos de Divulgação Científica "A Espiral Dourada"
Artigos de Divulgação Científica "A Espiral Dourada"Artigos de Divulgação Científica "A Espiral Dourada"
Artigos de Divulgação Científica "A Espiral Dourada"
 

Semelhante a Charge e Cartum

Gênero Charge e Cartum.pptx
Gênero Charge e Cartum.pptxGênero Charge e Cartum.pptx
Gênero Charge e Cartum.pptx
Caroline Assis
 
[C6] hq no brasil (paula)
[C6] hq no brasil (paula)[C6] hq no brasil (paula)
[C6] hq no brasil (paula)
agaoque
 
Histórico das produções clássicas
Histórico das produções clássicasHistórico das produções clássicas
Histórico das produções clássicas
gepoteriko
 
HQs
HQsHQs
Artigo.humor e ensino j. carlos e a caricatura no ensino de história
Artigo.humor e ensino j. carlos e a caricatura no ensino de históriaArtigo.humor e ensino j. carlos e a caricatura no ensino de história
Artigo.humor e ensino j. carlos e a caricatura no ensino de história
+ Aloisio Magalhães
 
HISTÓRIAS EM QUADRINHO - 7 ANO A E B - 18-04.pdf
HISTÓRIAS EM QUADRINHO - 7 ANO A E B - 18-04.pdfHISTÓRIAS EM QUADRINHO - 7 ANO A E B - 18-04.pdf
HISTÓRIAS EM QUADRINHO - 7 ANO A E B - 18-04.pdf
Caitano José
 
B.desenhada 1
B.desenhada 1B.desenhada 1
B.desenhada 1
Sameiro Rocha
 
Alguns riscos da caricatura no teatro de revista
Alguns riscos da caricatura no teatro de revistaAlguns riscos da caricatura no teatro de revista
Alguns riscos da caricatura no teatro de revista
+ Aloisio Magalhães
 
Charge
ChargeCharge
Charge
Pekenina98
 
Charges
ChargesCharges
Charges
deborahjuio
 
Slides charges e quadrinhos - Prof Elke.pptx
Slides charges e quadrinhos - Prof Elke.pptxSlides charges e quadrinhos - Prof Elke.pptx
Slides charges e quadrinhos - Prof Elke.pptx
ElkeTicianeVieiraSak
 
Dadaísmo e Surrealismo - 3ª A - 2011
Dadaísmo e Surrealismo - 3ª A - 2011Dadaísmo e Surrealismo - 3ª A - 2011
Dadaísmo e Surrealismo - 3ª A - 2011
Maria Inês de Souza Vitorino Justino
 
Comunicação visual Artes 8ª serie
Comunicação visual Artes  8ª serieComunicação visual Artes  8ª serie
Comunicação visual Artes 8ª serie
Daniele Duque
 
A ORIGEM DAS HQ.pptx
A  ORIGEM DAS HQ.pptxA  ORIGEM DAS HQ.pptx
A ORIGEM DAS HQ.pptx
MarileusedeSouza1
 
Histórias em Quadrinhos (HQs).pptx
Histórias em Quadrinhos (HQs).pptxHistórias em Quadrinhos (HQs).pptx
Histórias em Quadrinhos (HQs).pptx
AndrezaFlorencio1
 
Desenhos de J Carlos
Desenhos de J CarlosDesenhos de J Carlos
Desenhos de J Carlos
+ Aloisio Magalhães
 
Manuel Teixeira Gomes descrito por Maria João Raminhos Duarte
Manuel Teixeira Gomes descrito por Maria João Raminhos DuarteManuel Teixeira Gomes descrito por Maria João Raminhos Duarte
Manuel Teixeira Gomes descrito por Maria João Raminhos Duarte
Loulet
 
Negros nas hqs parte 01
Negros nas hqs parte 01Negros nas hqs parte 01
Negros nas hqs parte 01
IFMT - Pontes e Lacerda
 
j carlos
j carlosj carlos
Parnasianismo
ParnasianismoParnasianismo
Parnasianismo
Andriane Cursino
 

Semelhante a Charge e Cartum (20)

Gênero Charge e Cartum.pptx
Gênero Charge e Cartum.pptxGênero Charge e Cartum.pptx
Gênero Charge e Cartum.pptx
 
[C6] hq no brasil (paula)
[C6] hq no brasil (paula)[C6] hq no brasil (paula)
[C6] hq no brasil (paula)
 
Histórico das produções clássicas
Histórico das produções clássicasHistórico das produções clássicas
Histórico das produções clássicas
 
HQs
HQsHQs
HQs
 
Artigo.humor e ensino j. carlos e a caricatura no ensino de história
Artigo.humor e ensino j. carlos e a caricatura no ensino de históriaArtigo.humor e ensino j. carlos e a caricatura no ensino de história
Artigo.humor e ensino j. carlos e a caricatura no ensino de história
 
HISTÓRIAS EM QUADRINHO - 7 ANO A E B - 18-04.pdf
HISTÓRIAS EM QUADRINHO - 7 ANO A E B - 18-04.pdfHISTÓRIAS EM QUADRINHO - 7 ANO A E B - 18-04.pdf
HISTÓRIAS EM QUADRINHO - 7 ANO A E B - 18-04.pdf
 
B.desenhada 1
B.desenhada 1B.desenhada 1
B.desenhada 1
 
Alguns riscos da caricatura no teatro de revista
Alguns riscos da caricatura no teatro de revistaAlguns riscos da caricatura no teatro de revista
Alguns riscos da caricatura no teatro de revista
 
Charge
ChargeCharge
Charge
 
Charges
ChargesCharges
Charges
 
Slides charges e quadrinhos - Prof Elke.pptx
Slides charges e quadrinhos - Prof Elke.pptxSlides charges e quadrinhos - Prof Elke.pptx
Slides charges e quadrinhos - Prof Elke.pptx
 
Dadaísmo e Surrealismo - 3ª A - 2011
Dadaísmo e Surrealismo - 3ª A - 2011Dadaísmo e Surrealismo - 3ª A - 2011
Dadaísmo e Surrealismo - 3ª A - 2011
 
Comunicação visual Artes 8ª serie
Comunicação visual Artes  8ª serieComunicação visual Artes  8ª serie
Comunicação visual Artes 8ª serie
 
A ORIGEM DAS HQ.pptx
A  ORIGEM DAS HQ.pptxA  ORIGEM DAS HQ.pptx
A ORIGEM DAS HQ.pptx
 
Histórias em Quadrinhos (HQs).pptx
Histórias em Quadrinhos (HQs).pptxHistórias em Quadrinhos (HQs).pptx
Histórias em Quadrinhos (HQs).pptx
 
Desenhos de J Carlos
Desenhos de J CarlosDesenhos de J Carlos
Desenhos de J Carlos
 
Manuel Teixeira Gomes descrito por Maria João Raminhos Duarte
Manuel Teixeira Gomes descrito por Maria João Raminhos DuarteManuel Teixeira Gomes descrito por Maria João Raminhos Duarte
Manuel Teixeira Gomes descrito por Maria João Raminhos Duarte
 
Negros nas hqs parte 01
Negros nas hqs parte 01Negros nas hqs parte 01
Negros nas hqs parte 01
 
j carlos
j carlosj carlos
j carlos
 
Parnasianismo
ParnasianismoParnasianismo
Parnasianismo
 

Charge e Cartum

  • 2.   È uma ilustração humorística que envolve a caricatura de um ou mais personagens, feita com o objetivo de satirizar algum acontecimento da atualidade. As charges são formadas por linguagem verbal (as palavras/o texto escrito) e linguagem não-verbal (gestos, cores, desenhos, etc.)
  • 5.   As charges foram criadas no princípio do século XIX (dezenove), por pessoas opostas aos governos, ou seja, por críticos políticos que queriam se expressar de forma jamais apresentada, inusitada. Foram reprimidos por governos, porém estes textos foram bastante aceitos pela população, fato que acarretou sua existência até os tempos atuais. As charges costumam ser publicadas em jornais, revistas, livros, etc. Nos jornais e revistas as charges podem ser encontradas na sessão de cultura ou de opinião.
  • 6.  O termo charge tem origem no francês "charger" que significa "carga". A primeira charge publicada no Brasil foi no ano de 1837 e tinha como título "A campanha e o Cujo". Foi criada por Manuel José de Araújo Porto-Alegre, que dentre as funções exercidas na política e ensino, era também pintor e caricaturista.
  • 7.  As charges são muito utilizadas para fazer críticas de natureza política. São normalmente publicadas em jornais ou revistas e conseguem atingir um vasto público. Para interpretar o significado de uma charge, é necessário estar a par dos acontecimentos políticos nacionais e internacionais.
  • 8. EXEMPLO; A charge discute a honestidade social a partir de uma cena irônica: a lamentação de um indivíduo que, por só poder lidar com gente honesta, encontra-se num deserto.
  • 10.  O cartum é uma anedota gráfica. Seu objetivo é provocar o riso do espectador; e sendo uma das manifestações da caricatura, ele chega ao riso através da crítica mordaz, satírica, irônica e principalmente humorística do comportamento do ser humano, das suas fraquezas, dos seus hábitos e costumes
  • 11.  O termo é de origem britânica, e foi pela primeira vez utilizado neste contexto na década de 1840, quando a revista Punch publicou uma série de charges que parodiavam estudos para as pessoas do Palácio de Westminster, adaptados para satirizar acontecimentos da política contemporânea. O significado original da palavra cartoon é mesmo "estudo", ou "esboço", e é muito utilizada nas artes plásticas. Este tipo de desenho é ainda considerado uma forma de comédia e mantém o seu espaço na imprensa escrita atual.
  • 12.  Aqui no Brasil, o cartum tornou-se muito popular. Um elemento que contribuiu muito para isso foi a revista Pererê, de Ziraldo, que abordava problemas políticos e sociais de nosso país. Mas ele não foi o único, não. Antes e depois de Ziraldo muitos desenhistas criaram cartuns para comentar situações e nos fazer rir.
  • 15.  Um cartoon, cartune ou cartum é um desenho humorístico acompanhado ou não de legenda, de caráter extremamente crítico retratando de uma forma bastante sintetizada algo que envolve o dia-a-dia de uma sociedade.
  • 16.  Charge é um estilo deilustração que tem por finalidade satirizar, por meio de uma caricatura, algum acontecimento atual com uma ou mais personagens envolvidas.
  • 17.  Ailton Severino  Álvaro Fernando  Carolina Silva  Èverton Gomes  Sabrina Andrade  Vanessa Soares