SlideShare uma empresa Scribd logo
CITOLOGIA
Professor: André
Disciplina: Biologia /
Ciências
CITOLOGIA
• A área da Biologia que estuda a célula, no
que diz respeito à sua estrutura e
funcionamento.
Kytos (célula) + Logos (estudo)
As células são as unidades funcionais e estruturais
básicas dos seres vivos!
A história da Citologia
• Hans e Zaccharias Janssen- No ano de 1590
inventaram um pequeno aparelho de duas
lentes que chamaram de microscópio.
• Robert Hooke (1635-1703)- Em 1665
observou os espaços vazios de uma cortiça, os
quais chamou de célula (pequena cela)
A história da Citologia
• Theodor Schwann (1839) – observa a
existência de células nos animais e nos
vegetais.
Todos os seres vivos são constituídos por células!
TEORIA CELULAR
TEORIA CELULAR
TODO SER VIVO É CONSTITUÍDO POR CÉLULA
TODO METABOLISMO OCORRE EM NÍVEL CELULAR
TODO SER VIVO ORIGINA-SE DE CÉLULAS PRÉ-EXISTENTES
(BIOGÊNESE)
TODA CÉLULA POSSUI MATERIAL GENÉTICO (DNA/RNA)
Citologia
• Os seres vivos formados por células podem ser
divididos em:
– Unicelulares: Seres vivos formados por uma única
célula. Ex: bactérias, algas e protozoários.
Citologia
• Seres pluricelulares: seres vivos formados por
muitas células. Ex: animais e vegetais.
Formas das células
Esféricas
Fusiformes (alongadas)
Discóides
Estreladas
Quanto à estabilidade e ciclo de vida, as
células podem se classificar em:
• Células lábeis: células dotadas de ciclo vital curto. Continuamente
produzidas pelo organismo, permitem o crescimento e a renovação
constante dos tecidos onde ocorrem. Exemplos: glóbulos brancos
(leucócitos), glóbulos vermelhos (hemácias ou eritrócitos) e células
epiteliais (revestimento).
Células estáveis: células dotadas de ciclo vital médio ou longo, podendo
durar meses ou anos. Produzidas durante o período de crescimento do
organismo ou na regeneração de tecidos . Dentre as células estáveis,
podemos citar: osteócitos (ósseas adultas), hepatócitos (células do fígado),
células pancreáticas, musculares lisa etc.
• Células permanentes: células de ciclo vital muito longo,
coincidindo, geralmente, com o tempo de vida do
indivíduo. São produzidas apenas durante o período
embrionário. Na eventual morte dessas células, não há
reposição. Essas células simplesmente aumentam de
volume, acompanhando o crescimento do indivíduo.
Como permanentes, podemos citar as células nervosas
(neurônios) e as células musculares estriadas.
Quanto ao nível de complexidade , as
células classificam-se em:
• 1) Procariontes ou Procarióticas : Não possuem núcleo, nem
organelas, sendo bastante simples. E o material genético (DNA)
está organizado no citoplasma. São as bactérias
• 2) Eucariontes ou Eucarióticas: Possuem núcleo, no qual o
material genético está organizado, além de várias organelas
com funções específicas. Exemplos: células de plantas e
animais
• Microscópio óptico ( aumento de até 1600 vezes)
Como nosso corpo está organizado
Microscópio eletrônico :
amplia até 100 milhões de vezes), sendo possível visualizar todas as estruturas
celulares, além de vírus, bactérias e macromoléculas
• Microscopia eletrônica de transmissão contendo um
núcleo de uma célula acinosa pancreática do morcego
marrom (Myotis lucifugus)
• Fotomicrografia ao microscópio eletrônico de
transmissão (TEM) de uma célula do pâncreas. O corte
ultrafi no foi tratado com ósmio e hidróxido de chumbo
• Microscópio eletrônico de varredura (MEV)
• Neutrófilo (glóbulo branco) e hemácias vistos sob 3 tipos de
microscópio diferentes: microscópio óptico, microscópio eletrônico de
transmissão e microscópio eletrônico de varredura
Microscopia eletrônica de
transmissão e varredura
do novo coronavírus
(2019-nCov/SARS-Cov-2)
Estruturas das células
• Basicamente uma célula é formada por três partes
básicas:
– Membrana: “capa” que envolve a célula;
– Citoplasma: região que fica entre a membrana e o núcleo;
– Núcleo: estrutura que controla as atividades celulares.
A Membrana Plasmática
• É uma “capa” dupla que envolve e protege todo
o interior da célula.
• Permeabilidade Seletiva: capacidade de
selecionar as substâncias que entram e saem
da célula.
Citoplasma
• Fica entre a membrana e o núcleo;
• É preenchido pelo hialoplasma;
• É onde encontram-se dispersos os organóides
(organelas citoplasmáticas) que garantem o bom
funcionamento da célula;
R.E
rugoso
Membrana
celular
I. Ribossomos
Ocorrência: células procariotas (única organela) e eucariotas (animais e vegetais)
Estrutura:
O ribossomo é constituído de RNAr
(RNA ribossômico) associados à
proteínas.
Função: Participa da síntese de
proteínas (Tradução).
Obs.: Os ribossomos podem ser encontrados no
citoplasma associados ao Retículo Endoplasmático
Rugoso realizando síntese de proteínas para
exportação.
Ribossomo
II) Mitocôndria:
Responsável pela respiração celular e produção de energia.Bastante abudante
em células que utilizam bastante energia tem muitas mitocôndrias, por exemplo,
as células musculares.
Teoria
Endossimbiótica:
Propõe que a
mitocôndria surgiu a
partir de uma
associação
mutualística entre
bactérias aeróbias
ancestrais e células
eucariotas
anaerobias
primitivas.
▪ possuem Ribossomos, DNA e RNA próprios.
▪ Novas mitocôndrias surgem exclusivamente por
autoduplicação de mitocôndrias preexistentes.
▪ Possuem sempre origem materna.
III) Retículo Endoplasmático
▪ Ocorrência: células eucariotas (animais e vegetais)
▪ Sistema de bolsas e tubos membranosos, que delimitam uma
cavidade (cisterna);
▪ Existem dois tipos:
a) Retículo Endoplasmático Liso (REL): Sintese de lipídeos e
desintoxicação celular
b) Retículo Endoplasmático Rugoso (RER): Possui ribossomos
aderidos. Realiza síntese de proteínas
Retículo
Endoplasmático
Liso
Retículo Endoplasmático
Rugoso
Ribossomos
IV) Complexo de Golgi ou Complexo Golgiense
O Complexo de Golgi recebe vesículas
contendo proteínas produzidas no RER
para serem modificadas, empacotadas
em vesículas e utilizadas na própria
célula ou exportadas. Serve para
empacotar, transportar, processar,
armazenar e endereçar substâncias
para as demais partes da célula ou
para fora .
Vesículas
Membranas
Cisternas
Complexo
de
Golgi
V) Lisossomos:
São bolsas membranosas produzidas pelo Complexo Golgiense, contendo enzimas
digestivas, sendo portanto responsáveis pela digestão da célula.
VI) Peroxissomo
▪ São organelas esféricas minúsculas produzidas pelo complexo de Golgi.
▪ Possui enzimas que degradam ácidos graxos, aminoácidos, água
oxigenada, etc.
▪ Responsável pela desintoxicação da célula
2 H2O2 + Enzima Catalase → 2 H2O + O2
VII) Centríolos:
Participam do processo de formação de cílios e flagelos e da
divisão celular (multiplicação das células).Predominantemente
presente nas células animais
Cada célula possui 1 par de centríolos,
dispostos perpendicularmente.
VIII) Núcleo
O Núcleo atua na reprodução celular. Também é portador das
características hereditárias e coordena as atividades celulares.
• Carioteca: membrana dupla e porosa que
envolve o Núcleo, permitindo a
comunicação com o Citoplasma;
• Nucleoplasma: massa fluída limitada pela
Carioteca que ocupa o interior do núcleo;
• Cromatina: material constituído por DNA
(material genético). Responsável pelas
CARACTERÍSTICAS HEREDITÁRIAS.
• Nucléolo: estrutura que produz proteínas.
• É constituída pela
celulose.
• Reduz a perda de
água e promove a
rigidez das
células.
Estruturas da célula vegetal
1 – Parede celular
2)Cloroplastos
❑ Assim como as mitocôndrias, os cloroplastos
apresentam ribossomos, RNA e DNA próprios.
❑ Possuem capacidade de autoduplicação.
❑ Estroma: Ocorre a fase enzimática da fotossíntese
❑ Tilacóide: Ocorre a fase fotoquímica da fotossíntese.
São responsáveis pela fotossíntese.
É nestas estruturas que encontramos a CLOROFILA (pigmento verde).
São encontrados apenas nas células vegetais.
3) Vacúolos
▪ Tipos de vacúolos
a) Vacúolo de armazenamento (Células
Vegetais)
Função: Armazenamento de substâncias
e regulação osmótica da célula.
b) Vacúolo digestivo (lisossomo secundário)
o Digestão dos nutrientes presentes na
vesícula (Fagossomo ou Pinossomo).
Presente em protozoários e em
células animais
c) Vacúolo contrátil ou pulsátil
o Presente em algas e protozoários
dulcícolas (água doce)

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a Citologia, celulas e organelas citoplasmaticas

Biologia Celular
Biologia Celular Biologia Celular
Biologia Celular
Marco Antonio
 
Biologia Celular 8 ano
Biologia Celular 8 anoBiologia Celular 8 ano
Biologia Celular 8 ano
denizecardoso
 
Aula Introdução a Citologia.pdf
Aula Introdução a Citologia.pdfAula Introdução a Citologia.pdf
Aula Introdução a Citologia.pdf
ROSANAREZENDEDEOLIVE
 
A celula e suas organelas
A celula e suas organelasA celula e suas organelas
A celula e suas organelas
Rosana Cunha Bueno
 
Células
CélulasCélulas
Células
ricassia5022
 
A descoberta da celula 2015
A descoberta da celula 2015A descoberta da celula 2015
A descoberta da celula 2015
Ana Maria
 
Aula biologia celular
Aula   biologia celularAula   biologia celular
Aula biologia celular
santhdalcin
 
Aula citologia eja
Aula citologia ejaAula citologia eja
Aula citologia eja
FranciscaAto
 
Citologia
CitologiaCitologia
saude aliment...................18701.ppt
saude aliment...................18701.pptsaude aliment...................18701.ppt
saude aliment...................18701.ppt
andreferreira289855
 
teoria celular
teoria celularteoria celular
teoria celular
AlexAnjos11
 
Introdução a biologia e citologia objetivo
Introdução a biologia e citologia objetivoIntrodução a biologia e citologia objetivo
Introdução a biologia e citologia objetivo
Marcos Albuquerque
 
Células e Tecidos
Células e TecidosCélulas e Tecidos
Células e Tecidos
lidianerezende8
 
A descoberta da célula 1ºa
A descoberta da célula 1ºaA descoberta da célula 1ºa
A descoberta da célula 1ºa
naymarques
 
Apresentação sobre as células eucarioticas e procarioticasde 10 ano
Apresentação sobre as células eucarioticas e procarioticasde 10 anoApresentação sobre as células eucarioticas e procarioticasde 10 ano
Apresentação sobre as células eucarioticas e procarioticasde 10 ano
vicentefrutuoso3996
 
Introdução de citologia
Introdução de citologiaIntrodução de citologia
Introdução de citologia
Fernanda Lima Pinto
 
A célula
A célulaA célula
A célula
naiaranobre
 
biologia celular.pptx
biologia celular.pptxbiologia celular.pptx
biologia celular.pptx
ssuser51d27c1
 
Citologia
CitologiaCitologia
Citologia
Mariinazorzi
 
Citologia
Citologia Citologia
Citologia
Mariinazorzi
 

Semelhante a Citologia, celulas e organelas citoplasmaticas (20)

Biologia Celular
Biologia Celular Biologia Celular
Biologia Celular
 
Biologia Celular 8 ano
Biologia Celular 8 anoBiologia Celular 8 ano
Biologia Celular 8 ano
 
Aula Introdução a Citologia.pdf
Aula Introdução a Citologia.pdfAula Introdução a Citologia.pdf
Aula Introdução a Citologia.pdf
 
A celula e suas organelas
A celula e suas organelasA celula e suas organelas
A celula e suas organelas
 
Células
CélulasCélulas
Células
 
A descoberta da celula 2015
A descoberta da celula 2015A descoberta da celula 2015
A descoberta da celula 2015
 
Aula biologia celular
Aula   biologia celularAula   biologia celular
Aula biologia celular
 
Aula citologia eja
Aula citologia ejaAula citologia eja
Aula citologia eja
 
Citologia
CitologiaCitologia
Citologia
 
saude aliment...................18701.ppt
saude aliment...................18701.pptsaude aliment...................18701.ppt
saude aliment...................18701.ppt
 
teoria celular
teoria celularteoria celular
teoria celular
 
Introdução a biologia e citologia objetivo
Introdução a biologia e citologia objetivoIntrodução a biologia e citologia objetivo
Introdução a biologia e citologia objetivo
 
Células e Tecidos
Células e TecidosCélulas e Tecidos
Células e Tecidos
 
A descoberta da célula 1ºa
A descoberta da célula 1ºaA descoberta da célula 1ºa
A descoberta da célula 1ºa
 
Apresentação sobre as células eucarioticas e procarioticasde 10 ano
Apresentação sobre as células eucarioticas e procarioticasde 10 anoApresentação sobre as células eucarioticas e procarioticasde 10 ano
Apresentação sobre as células eucarioticas e procarioticasde 10 ano
 
Introdução de citologia
Introdução de citologiaIntrodução de citologia
Introdução de citologia
 
A célula
A célulaA célula
A célula
 
biologia celular.pptx
biologia celular.pptxbiologia celular.pptx
biologia celular.pptx
 
Citologia
CitologiaCitologia
Citologia
 
Citologia
Citologia Citologia
Citologia
 

Citologia, celulas e organelas citoplasmaticas

  • 2. CITOLOGIA • A área da Biologia que estuda a célula, no que diz respeito à sua estrutura e funcionamento. Kytos (célula) + Logos (estudo) As células são as unidades funcionais e estruturais básicas dos seres vivos!
  • 3. A história da Citologia • Hans e Zaccharias Janssen- No ano de 1590 inventaram um pequeno aparelho de duas lentes que chamaram de microscópio. • Robert Hooke (1635-1703)- Em 1665 observou os espaços vazios de uma cortiça, os quais chamou de célula (pequena cela)
  • 4. A história da Citologia • Theodor Schwann (1839) – observa a existência de células nos animais e nos vegetais. Todos os seres vivos são constituídos por células! TEORIA CELULAR
  • 5. TEORIA CELULAR TODO SER VIVO É CONSTITUÍDO POR CÉLULA TODO METABOLISMO OCORRE EM NÍVEL CELULAR TODO SER VIVO ORIGINA-SE DE CÉLULAS PRÉ-EXISTENTES (BIOGÊNESE) TODA CÉLULA POSSUI MATERIAL GENÉTICO (DNA/RNA)
  • 6. Citologia • Os seres vivos formados por células podem ser divididos em: – Unicelulares: Seres vivos formados por uma única célula. Ex: bactérias, algas e protozoários.
  • 7. Citologia • Seres pluricelulares: seres vivos formados por muitas células. Ex: animais e vegetais.
  • 8. Formas das células Esféricas Fusiformes (alongadas) Discóides Estreladas
  • 9. Quanto à estabilidade e ciclo de vida, as células podem se classificar em: • Células lábeis: células dotadas de ciclo vital curto. Continuamente produzidas pelo organismo, permitem o crescimento e a renovação constante dos tecidos onde ocorrem. Exemplos: glóbulos brancos (leucócitos), glóbulos vermelhos (hemácias ou eritrócitos) e células epiteliais (revestimento). Células estáveis: células dotadas de ciclo vital médio ou longo, podendo durar meses ou anos. Produzidas durante o período de crescimento do organismo ou na regeneração de tecidos . Dentre as células estáveis, podemos citar: osteócitos (ósseas adultas), hepatócitos (células do fígado), células pancreáticas, musculares lisa etc.
  • 10. • Células permanentes: células de ciclo vital muito longo, coincidindo, geralmente, com o tempo de vida do indivíduo. São produzidas apenas durante o período embrionário. Na eventual morte dessas células, não há reposição. Essas células simplesmente aumentam de volume, acompanhando o crescimento do indivíduo. Como permanentes, podemos citar as células nervosas (neurônios) e as células musculares estriadas.
  • 11. Quanto ao nível de complexidade , as células classificam-se em: • 1) Procariontes ou Procarióticas : Não possuem núcleo, nem organelas, sendo bastante simples. E o material genético (DNA) está organizado no citoplasma. São as bactérias • 2) Eucariontes ou Eucarióticas: Possuem núcleo, no qual o material genético está organizado, além de várias organelas com funções específicas. Exemplos: células de plantas e animais
  • 12. • Microscópio óptico ( aumento de até 1600 vezes)
  • 13. Como nosso corpo está organizado
  • 14.
  • 15. Microscópio eletrônico : amplia até 100 milhões de vezes), sendo possível visualizar todas as estruturas celulares, além de vírus, bactérias e macromoléculas
  • 16. • Microscopia eletrônica de transmissão contendo um núcleo de uma célula acinosa pancreática do morcego marrom (Myotis lucifugus)
  • 17. • Fotomicrografia ao microscópio eletrônico de transmissão (TEM) de uma célula do pâncreas. O corte ultrafi no foi tratado com ósmio e hidróxido de chumbo
  • 18. • Microscópio eletrônico de varredura (MEV)
  • 19. • Neutrófilo (glóbulo branco) e hemácias vistos sob 3 tipos de microscópio diferentes: microscópio óptico, microscópio eletrônico de transmissão e microscópio eletrônico de varredura Microscopia eletrônica de transmissão e varredura do novo coronavírus (2019-nCov/SARS-Cov-2)
  • 20. Estruturas das células • Basicamente uma célula é formada por três partes básicas: – Membrana: “capa” que envolve a célula; – Citoplasma: região que fica entre a membrana e o núcleo; – Núcleo: estrutura que controla as atividades celulares.
  • 21. A Membrana Plasmática • É uma “capa” dupla que envolve e protege todo o interior da célula. • Permeabilidade Seletiva: capacidade de selecionar as substâncias que entram e saem da célula.
  • 22. Citoplasma • Fica entre a membrana e o núcleo; • É preenchido pelo hialoplasma; • É onde encontram-se dispersos os organóides (organelas citoplasmáticas) que garantem o bom funcionamento da célula;
  • 24. I. Ribossomos Ocorrência: células procariotas (única organela) e eucariotas (animais e vegetais) Estrutura: O ribossomo é constituído de RNAr (RNA ribossômico) associados à proteínas. Função: Participa da síntese de proteínas (Tradução). Obs.: Os ribossomos podem ser encontrados no citoplasma associados ao Retículo Endoplasmático Rugoso realizando síntese de proteínas para exportação. Ribossomo
  • 25. II) Mitocôndria: Responsável pela respiração celular e produção de energia.Bastante abudante em células que utilizam bastante energia tem muitas mitocôndrias, por exemplo, as células musculares. Teoria Endossimbiótica: Propõe que a mitocôndria surgiu a partir de uma associação mutualística entre bactérias aeróbias ancestrais e células eucariotas anaerobias primitivas. ▪ possuem Ribossomos, DNA e RNA próprios. ▪ Novas mitocôndrias surgem exclusivamente por autoduplicação de mitocôndrias preexistentes. ▪ Possuem sempre origem materna.
  • 26. III) Retículo Endoplasmático ▪ Ocorrência: células eucariotas (animais e vegetais) ▪ Sistema de bolsas e tubos membranosos, que delimitam uma cavidade (cisterna); ▪ Existem dois tipos: a) Retículo Endoplasmático Liso (REL): Sintese de lipídeos e desintoxicação celular b) Retículo Endoplasmático Rugoso (RER): Possui ribossomos aderidos. Realiza síntese de proteínas Retículo Endoplasmático Liso Retículo Endoplasmático Rugoso Ribossomos
  • 27. IV) Complexo de Golgi ou Complexo Golgiense O Complexo de Golgi recebe vesículas contendo proteínas produzidas no RER para serem modificadas, empacotadas em vesículas e utilizadas na própria célula ou exportadas. Serve para empacotar, transportar, processar, armazenar e endereçar substâncias para as demais partes da célula ou para fora . Vesículas Membranas Cisternas Complexo de Golgi
  • 28. V) Lisossomos: São bolsas membranosas produzidas pelo Complexo Golgiense, contendo enzimas digestivas, sendo portanto responsáveis pela digestão da célula.
  • 29. VI) Peroxissomo ▪ São organelas esféricas minúsculas produzidas pelo complexo de Golgi. ▪ Possui enzimas que degradam ácidos graxos, aminoácidos, água oxigenada, etc. ▪ Responsável pela desintoxicação da célula 2 H2O2 + Enzima Catalase → 2 H2O + O2
  • 30. VII) Centríolos: Participam do processo de formação de cílios e flagelos e da divisão celular (multiplicação das células).Predominantemente presente nas células animais Cada célula possui 1 par de centríolos, dispostos perpendicularmente.
  • 31. VIII) Núcleo O Núcleo atua na reprodução celular. Também é portador das características hereditárias e coordena as atividades celulares.
  • 32. • Carioteca: membrana dupla e porosa que envolve o Núcleo, permitindo a comunicação com o Citoplasma; • Nucleoplasma: massa fluída limitada pela Carioteca que ocupa o interior do núcleo; • Cromatina: material constituído por DNA (material genético). Responsável pelas CARACTERÍSTICAS HEREDITÁRIAS. • Nucléolo: estrutura que produz proteínas.
  • 33. • É constituída pela celulose. • Reduz a perda de água e promove a rigidez das células. Estruturas da célula vegetal 1 – Parede celular
  • 34. 2)Cloroplastos ❑ Assim como as mitocôndrias, os cloroplastos apresentam ribossomos, RNA e DNA próprios. ❑ Possuem capacidade de autoduplicação. ❑ Estroma: Ocorre a fase enzimática da fotossíntese ❑ Tilacóide: Ocorre a fase fotoquímica da fotossíntese. São responsáveis pela fotossíntese. É nestas estruturas que encontramos a CLOROFILA (pigmento verde). São encontrados apenas nas células vegetais.
  • 35. 3) Vacúolos ▪ Tipos de vacúolos a) Vacúolo de armazenamento (Células Vegetais) Função: Armazenamento de substâncias e regulação osmótica da célula. b) Vacúolo digestivo (lisossomo secundário) o Digestão dos nutrientes presentes na vesícula (Fagossomo ou Pinossomo). Presente em protozoários e em células animais c) Vacúolo contrátil ou pulsátil o Presente em algas e protozoários dulcícolas (água doce)