SlideShare uma empresa Scribd logo
Basquetebol
Índice:
 História
 1º jogo de basquetebol
 História do basquetebol em Portugal
 Características
 Objetivo do jogo
 Medidas
História
 O basquetebol é um desporto colectivo inventado
em 1891 pelo professor de Educação
Física canadense James Naismith,
na Associação Cristã de
Moços de Springfield, Massachusetts, Estados
Unidos. É jogado por duas equipes de 5
jogadores, que têm por objetivo passar a bola por
dentro de um cesto colocado nas extremidades
da quadra, seja num ginásio ou ao ar livre.
 O basquetebol é um desporto olímpico desde
os Jogos Olímpicos de Verão de 1936 em Berlim.
1º jogo de
basquetebol
 O primeiro jogo de Basquetebol foi disputado
em 20 de Janeiro de 1892, com nove jogadores
em cada equipe e utilizando-se uma bola
de futebol, sendo visto apenas por funcionários
da ACM (Associação Cristã de Moços). Cerca de
duzentas pessoas viram o jogo, que terminou
com o placar de 1 a 0, sendo a cesta feita de
uma distância de 7,6 metros. Equipes de cinco
pessoas passaram a ser o padrão por volta de
1897-1898.
História do basquetebol em
Portugal
 A introdução do basquetebol em Portugal deu-se em 1913,
pelo professor de Educação Física suíço Rodolfo Horney,
que exerceu a sua actividade em Lisboa durante 12 anos.
 A primeira prova inter-regional realizou-se em 1922, entre
Lisboa, Porto e Coimbra, sendo esta última a vencedora.
Cinco anos mais tarde, a 17 de Agosto de 1927 foi
fundada a Federação Portuguesa de Basquetebol(FPB),
na cidade do Porto. Já o primeiro Campeonato Português
de Basquetebol foi disputado em 1932/1933, saindo
vencedor o Sport Clube Conimbricense.
Características
 Cesto é o nome comum que se dá ao encestar e
então marcam-se pontos, dependendo do local e
das circunstâncias da cesta: se for cesta dentro
do garrafão obtém-se dois pontos, se for fora da
linha dos 6,25 metros obtém-se 3 pontos, se for
lance livre após uma falta o cesto equivale a 1
ponto.
 Os jogadores penduram-se no aro com a bola
para fazer espectáculo. No entanto, contatos
físicos mais fortes são punidos como falta. Se o
jogador fizer cinco faltas terá que ser substituído
e não poderá voltar ao jogo. A partir da quarta
falta coletiva de uma equipe, a equipe adversária
 Para jogos regulamentados pela FIBA, o tempo de
jogo oficial é de 40 minutos, divididos em quatro
períodos iguais de 10 minutos cada. Entre o 2º e 3º
períodos, há intervalo de 15 minutos, e invertem-se
as quadras de ataque e defesa das equipes; logo,
cada equipe defende em dois períodos cada cesta.
Ao contrário dos outros desportos coletivos, não há
sorteio para definir-se de quem é a posse de bola
no começo do jogo: a bola é lançada ao ar por um
árbitro, e um jogador de cada equipe posiciona-se
para saltar e tentar passar a bola a um
companheiro.
 Não é permitido sair dos limites da quadra, e nos
jogos oficiais também não é permitido que o jogador
leve a bola para a quadra de ataque e retorne para
a quadra de defesa. Além disso há também uma
limitação de tempo (24 segundos) para executar
uma jogada, e a proibição de que o atleta salte e
 As faltas são cobradas da lateral de quadra,
assim como as demais violações; no entanto,
caso uma equipa cometa mais de 4 faltas num
período, as faltas do adversário passam a ser
cobrados na forma de lance livre: o jogador se
posiciona numa linha a 4,60 metros da cesta e
lança sem a marcação dos rivais. O lance livre
também é cobrado quando um jogador sofre falta
no momento em que está tentando encestar -
independentemente do número total de faltas da
equipa adversário.
Objetivo do jogo
 O objetivo do jogo é introduzir a bola no cesto da equipe
adversária (marcando pontos) e, simultaneamente, evitar
que esta seja introduzida no próprio cesto, respeitando as
regras do jogo. A equipe que obtiver mais pontos no fim do
jogo vence.
 A competição é dirigida por:
Três árbitros – têm como função assegurarem o
cumprimento das regras do jogo.
Um marcador e o seu auxiliar – têm como funções o
preenchimento do boletim de jogo, onde registram os pontos
marcados, as faltas pessoais e técnicas, etc.
O cronometrista – verifica o tempo de jogo e os descontos
de tempo
Um operador de vinte e quatro segundos – controla os 24
segundos que cada equipe dispõe para a execução de uma
Medidas
Basquetebol

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

O Basquete
O BasqueteO Basquete
O Basquete
Aandréa Rodrigues
 
Futsal
FutsalFutsal
Futsal
Sutier
 
Voleibol, regras e fundamentos
Voleibol, regras e fundamentosVoleibol, regras e fundamentos
Voleibol, regras e fundamentos
Prof. Saulo Bezerra
 
Futebol
FutebolFutebol
Andebol - Nível Introdução
Andebol - Nível IntroduçãoAndebol - Nível Introdução
Andebol - Nível Introdução
Maria João Vasconcelos
 
Futsal
Futsal Futsal
Futsal
dalilahack
 
Basquete: História, Regras e Fundamentos
Basquete: História, Regras e FundamentosBasquete: História, Regras e Fundamentos
Basquete: História, Regras e Fundamentos
Prof. Saulo Bezerra
 
Trabalho de volei
Trabalho de voleiTrabalho de volei
Trabalho de volei
Harrison Sodre Melônio
 
Regras do Basquete
Regras do BasqueteRegras do Basquete
Regras do Basquete
tv2aetabua
 
EDUCAÇÃO FÍSICA- TUDO SOBRE O BASQUETE
EDUCAÇÃO FÍSICA- TUDO SOBRE O BASQUETEEDUCAÇÃO FÍSICA- TUDO SOBRE O BASQUETE
EDUCAÇÃO FÍSICA- TUDO SOBRE O BASQUETE
Jaicinha
 
Basquetebol
BasquetebolBasquetebol
Basquetebol
AMLDRP
 
Regras basquetebol
Regras basquetebolRegras basquetebol
Regras basquetebol
Danilo Ruivo de oliveira
 
Voleibol
VoleibolVoleibol
Voleibol
Bernardo Matos
 
Basquetebol - Resumo
Basquetebol - ResumoBasquetebol - Resumo
Basquetebol - Resumo
Filipe Silva
 
Voleibol
VoleibolVoleibol
Voleibol
Hugo Ferreira
 
Andebol regras
Andebol regras Andebol regras
Andebol regras
Maria Sequeira
 
Andebol
AndebolAndebol
Andebol
ana pinho
 
futebol
futebolfutebol
futebol
gueste9396c
 
Futebol
FutebolFutebol
Futebol
Rita Pereira
 
A Historia do Voleibol
A Historia do Voleibol A Historia do Voleibol
A Historia do Voleibol
Patricia Ferreira
 

Mais procurados (20)

O Basquete
O BasqueteO Basquete
O Basquete
 
Futsal
FutsalFutsal
Futsal
 
Voleibol, regras e fundamentos
Voleibol, regras e fundamentosVoleibol, regras e fundamentos
Voleibol, regras e fundamentos
 
Futebol
FutebolFutebol
Futebol
 
Andebol - Nível Introdução
Andebol - Nível IntroduçãoAndebol - Nível Introdução
Andebol - Nível Introdução
 
Futsal
Futsal Futsal
Futsal
 
Basquete: História, Regras e Fundamentos
Basquete: História, Regras e FundamentosBasquete: História, Regras e Fundamentos
Basquete: História, Regras e Fundamentos
 
Trabalho de volei
Trabalho de voleiTrabalho de volei
Trabalho de volei
 
Regras do Basquete
Regras do BasqueteRegras do Basquete
Regras do Basquete
 
EDUCAÇÃO FÍSICA- TUDO SOBRE O BASQUETE
EDUCAÇÃO FÍSICA- TUDO SOBRE O BASQUETEEDUCAÇÃO FÍSICA- TUDO SOBRE O BASQUETE
EDUCAÇÃO FÍSICA- TUDO SOBRE O BASQUETE
 
Basquetebol
BasquetebolBasquetebol
Basquetebol
 
Regras basquetebol
Regras basquetebolRegras basquetebol
Regras basquetebol
 
Voleibol
VoleibolVoleibol
Voleibol
 
Basquetebol - Resumo
Basquetebol - ResumoBasquetebol - Resumo
Basquetebol - Resumo
 
Voleibol
VoleibolVoleibol
Voleibol
 
Andebol regras
Andebol regras Andebol regras
Andebol regras
 
Andebol
AndebolAndebol
Andebol
 
futebol
futebolfutebol
futebol
 
Futebol
FutebolFutebol
Futebol
 
A Historia do Voleibol
A Historia do Voleibol A Historia do Voleibol
A Historia do Voleibol
 

Destaque

Basquetebol
BasquetebolBasquetebol
Basquetebol; histórico e evolução da modalidade.
Basquetebol; histórico e evolução da modalidade.Basquetebol; histórico e evolução da modalidade.
Basquetebol; histórico e evolução da modalidade.
JOSE ARIMATEA MAPURUNGA NETO
 
Trabalho módulo 2 basquetebol - sara campos
Trabalho módulo 2   basquetebol - sara camposTrabalho módulo 2   basquetebol - sara campos
Trabalho módulo 2 basquetebol - sara campos
Vera Filipa Silva
 
Histórico e evolução do voleibol
Histórico e evolução do voleibolHistórico e evolução do voleibol
Histórico e evolução do voleibol
Messias Q. França Jr.
 
História do basquete
História do basqueteHistória do basquete
História do basquete
Dyéssica Cristina
 
Basquetebol
BasquetebolBasquetebol
Basquetebol
Helder Ribeiro
 
Powerpoint
PowerpointPowerpoint
Powerpoint
cappp
 
Manual de Segurança Infantil
Manual de Segurança InfantilManual de Segurança Infantil
Manual de Segurança Infantil
Leoesnabe Mendes
 
Basquetebol
BasquetebolBasquetebol
Basquetebol
mato87
 
Obra Realizada: Impermeabilização de Pisos - Salão de Festas
Obra Realizada: Impermeabilização de Pisos - Salão de FestasObra Realizada: Impermeabilização de Pisos - Salão de Festas
Obra Realizada: Impermeabilização de Pisos - Salão de Festas
Viapiso
 
Apresentacao1
Apresentacao1Apresentacao1
Apresentacao1
elmachon
 
Basquetebol
BasquetebolBasquetebol
Basquetebol
josenirabjs
 
Basquetebol
BasquetebolBasquetebol
Basquetebol
Inês Azevedo
 
Pintura Epóxi - Quadras Esportivas
Pintura Epóxi - Quadras EsportivasPintura Epóxi - Quadras Esportivas
Pintura Epóxi - Quadras Esportivas
Viapiso
 
Basquete 2
Basquete 2Basquete 2
Basquete 2
29setembro
 
Basquete 1
Basquete 1Basquete 1
Basquete 1
Nilceia Sc
 
Basquete
BasqueteBasquete
Passado, Presente, Futuro Do Futsal Em Portugal
Passado, Presente, Futuro Do Futsal Em PortugalPassado, Presente, Futuro Do Futsal Em Portugal
Passado, Presente, Futuro Do Futsal Em Portugal
Pollock12
 
Basquetebol
BasquetebolBasquetebol
Basquetebol
guest2932aa
 
Basquetebol blog
Basquetebol blogBasquetebol blog
Basquetebol blog
Inácio Júnior
 

Destaque (20)

Basquetebol
BasquetebolBasquetebol
Basquetebol
 
Basquetebol; histórico e evolução da modalidade.
Basquetebol; histórico e evolução da modalidade.Basquetebol; histórico e evolução da modalidade.
Basquetebol; histórico e evolução da modalidade.
 
Trabalho módulo 2 basquetebol - sara campos
Trabalho módulo 2   basquetebol - sara camposTrabalho módulo 2   basquetebol - sara campos
Trabalho módulo 2 basquetebol - sara campos
 
Histórico e evolução do voleibol
Histórico e evolução do voleibolHistórico e evolução do voleibol
Histórico e evolução do voleibol
 
História do basquete
História do basqueteHistória do basquete
História do basquete
 
Basquetebol
BasquetebolBasquetebol
Basquetebol
 
Powerpoint
PowerpointPowerpoint
Powerpoint
 
Manual de Segurança Infantil
Manual de Segurança InfantilManual de Segurança Infantil
Manual de Segurança Infantil
 
Basquetebol
BasquetebolBasquetebol
Basquetebol
 
Obra Realizada: Impermeabilização de Pisos - Salão de Festas
Obra Realizada: Impermeabilização de Pisos - Salão de FestasObra Realizada: Impermeabilização de Pisos - Salão de Festas
Obra Realizada: Impermeabilização de Pisos - Salão de Festas
 
Apresentacao1
Apresentacao1Apresentacao1
Apresentacao1
 
Basquetebol
BasquetebolBasquetebol
Basquetebol
 
Basquetebol
BasquetebolBasquetebol
Basquetebol
 
Pintura Epóxi - Quadras Esportivas
Pintura Epóxi - Quadras EsportivasPintura Epóxi - Quadras Esportivas
Pintura Epóxi - Quadras Esportivas
 
Basquete 2
Basquete 2Basquete 2
Basquete 2
 
Basquete 1
Basquete 1Basquete 1
Basquete 1
 
Basquete
BasqueteBasquete
Basquete
 
Passado, Presente, Futuro Do Futsal Em Portugal
Passado, Presente, Futuro Do Futsal Em PortugalPassado, Presente, Futuro Do Futsal Em Portugal
Passado, Presente, Futuro Do Futsal Em Portugal
 
Basquetebol
BasquetebolBasquetebol
Basquetebol
 
Basquetebol blog
Basquetebol blogBasquetebol blog
Basquetebol blog
 

Semelhante a Basquetebol

Basquetebol
BasquetebolBasquetebol
Basquetebol
Beatriz Fernandes
 
A história oficial do basquete
A história oficial do basqueteA história oficial do basquete
A história oficial do basquete
Peri Emerson Silva Cunha
 
213
213213
222
222222
Word 9 d_11
Word 9 d_11Word 9 d_11
Word 9 d_11
pedrofranciscotic
 
Bastebol
BastebolBastebol
This is BASKETBALL!
This is BASKETBALL!This is BASKETBALL!
This is BASKETBALL!
Jocasta Luiza
 
Apresentação do basquetebol aula teste
Apresentação do basquetebol   aula testeApresentação do basquetebol   aula teste
Apresentação do basquetebol aula teste
CarlosAirtonMoraesSa
 
Trabalho módulo 2 basquetebol - daniela dantas
Trabalho módulo 2   basquetebol - daniela dantasTrabalho módulo 2   basquetebol - daniela dantas
Trabalho módulo 2 basquetebol - daniela dantas
Vera Filipa Silva
 
Desporto em Portugual e no Mundo
Desporto em Portugual e no MundoDesporto em Portugual e no Mundo
Desporto em Portugual e no Mundo
ppsa
 
Handebol
HandebolHandebol
Handebol
Hugo Fialho
 
Futebol [ ed. física ]
Futebol [ ed. física ]Futebol [ ed. física ]
Futebol [ ed. física ]
Alex Faria
 
Voleibol 7º Ano.pptx
Voleibol 7º Ano.pptxVoleibol 7º Ano.pptx
Voleibol 7º Ano.pptx
Jean de Sousa
 
Apostila de flagbol_5x5 apfa
Apostila de flagbol_5x5 apfaApostila de flagbol_5x5 apfa
Apostila de flagbol_5x5 apfa
Débora Medeiros
 
A HISTÓRIA DO BASQUETE.pptx
A HISTÓRIA DO BASQUETE.pptxA HISTÓRIA DO BASQUETE.pptx
A HISTÓRIA DO BASQUETE.pptx
EEMAS
 
Dimensões dos campos de várias modalidades de futebol
Dimensões dos campos de várias modalidades de futebolDimensões dos campos de várias modalidades de futebol
Dimensões dos campos de várias modalidades de futebol
narped
 
Andebol
AndebolAndebol
Andebol
Luis Duarte
 
Basquete.pptx
Basquete.pptxBasquete.pptx
Basquete.pptx
GlauberMenezes5
 
Basquetebol.pptx
Basquetebol.pptxBasquetebol.pptx
Basquetebol.pptx
DiogoDias69558
 
Trabalho 1º Periodo FINAL.pptx
Trabalho 1º Periodo FINAL.pptxTrabalho 1º Periodo FINAL.pptx
Trabalho 1º Periodo FINAL.pptx
Laura Ferraria
 

Semelhante a Basquetebol (20)

Basquetebol
BasquetebolBasquetebol
Basquetebol
 
A história oficial do basquete
A história oficial do basqueteA história oficial do basquete
A história oficial do basquete
 
213
213213
213
 
222
222222
222
 
Word 9 d_11
Word 9 d_11Word 9 d_11
Word 9 d_11
 
Bastebol
BastebolBastebol
Bastebol
 
This is BASKETBALL!
This is BASKETBALL!This is BASKETBALL!
This is BASKETBALL!
 
Apresentação do basquetebol aula teste
Apresentação do basquetebol   aula testeApresentação do basquetebol   aula teste
Apresentação do basquetebol aula teste
 
Trabalho módulo 2 basquetebol - daniela dantas
Trabalho módulo 2   basquetebol - daniela dantasTrabalho módulo 2   basquetebol - daniela dantas
Trabalho módulo 2 basquetebol - daniela dantas
 
Desporto em Portugual e no Mundo
Desporto em Portugual e no MundoDesporto em Portugual e no Mundo
Desporto em Portugual e no Mundo
 
Handebol
HandebolHandebol
Handebol
 
Futebol [ ed. física ]
Futebol [ ed. física ]Futebol [ ed. física ]
Futebol [ ed. física ]
 
Voleibol 7º Ano.pptx
Voleibol 7º Ano.pptxVoleibol 7º Ano.pptx
Voleibol 7º Ano.pptx
 
Apostila de flagbol_5x5 apfa
Apostila de flagbol_5x5 apfaApostila de flagbol_5x5 apfa
Apostila de flagbol_5x5 apfa
 
A HISTÓRIA DO BASQUETE.pptx
A HISTÓRIA DO BASQUETE.pptxA HISTÓRIA DO BASQUETE.pptx
A HISTÓRIA DO BASQUETE.pptx
 
Dimensões dos campos de várias modalidades de futebol
Dimensões dos campos de várias modalidades de futebolDimensões dos campos de várias modalidades de futebol
Dimensões dos campos de várias modalidades de futebol
 
Andebol
AndebolAndebol
Andebol
 
Basquete.pptx
Basquete.pptxBasquete.pptx
Basquete.pptx
 
Basquetebol.pptx
Basquetebol.pptxBasquetebol.pptx
Basquetebol.pptx
 
Trabalho 1º Periodo FINAL.pptx
Trabalho 1º Periodo FINAL.pptxTrabalho 1º Periodo FINAL.pptx
Trabalho 1º Periodo FINAL.pptx
 

Basquetebol

  • 2. Índice:  História  1º jogo de basquetebol  História do basquetebol em Portugal  Características  Objetivo do jogo  Medidas
  • 3. História  O basquetebol é um desporto colectivo inventado em 1891 pelo professor de Educação Física canadense James Naismith, na Associação Cristã de Moços de Springfield, Massachusetts, Estados Unidos. É jogado por duas equipes de 5 jogadores, que têm por objetivo passar a bola por dentro de um cesto colocado nas extremidades da quadra, seja num ginásio ou ao ar livre.  O basquetebol é um desporto olímpico desde os Jogos Olímpicos de Verão de 1936 em Berlim.
  • 4. 1º jogo de basquetebol  O primeiro jogo de Basquetebol foi disputado em 20 de Janeiro de 1892, com nove jogadores em cada equipe e utilizando-se uma bola de futebol, sendo visto apenas por funcionários da ACM (Associação Cristã de Moços). Cerca de duzentas pessoas viram o jogo, que terminou com o placar de 1 a 0, sendo a cesta feita de uma distância de 7,6 metros. Equipes de cinco pessoas passaram a ser o padrão por volta de 1897-1898.
  • 5. História do basquetebol em Portugal  A introdução do basquetebol em Portugal deu-se em 1913, pelo professor de Educação Física suíço Rodolfo Horney, que exerceu a sua actividade em Lisboa durante 12 anos.  A primeira prova inter-regional realizou-se em 1922, entre Lisboa, Porto e Coimbra, sendo esta última a vencedora. Cinco anos mais tarde, a 17 de Agosto de 1927 foi fundada a Federação Portuguesa de Basquetebol(FPB), na cidade do Porto. Já o primeiro Campeonato Português de Basquetebol foi disputado em 1932/1933, saindo vencedor o Sport Clube Conimbricense.
  • 6. Características  Cesto é o nome comum que se dá ao encestar e então marcam-se pontos, dependendo do local e das circunstâncias da cesta: se for cesta dentro do garrafão obtém-se dois pontos, se for fora da linha dos 6,25 metros obtém-se 3 pontos, se for lance livre após uma falta o cesto equivale a 1 ponto.  Os jogadores penduram-se no aro com a bola para fazer espectáculo. No entanto, contatos físicos mais fortes são punidos como falta. Se o jogador fizer cinco faltas terá que ser substituído e não poderá voltar ao jogo. A partir da quarta falta coletiva de uma equipe, a equipe adversária
  • 7.  Para jogos regulamentados pela FIBA, o tempo de jogo oficial é de 40 minutos, divididos em quatro períodos iguais de 10 minutos cada. Entre o 2º e 3º períodos, há intervalo de 15 minutos, e invertem-se as quadras de ataque e defesa das equipes; logo, cada equipe defende em dois períodos cada cesta. Ao contrário dos outros desportos coletivos, não há sorteio para definir-se de quem é a posse de bola no começo do jogo: a bola é lançada ao ar por um árbitro, e um jogador de cada equipe posiciona-se para saltar e tentar passar a bola a um companheiro.  Não é permitido sair dos limites da quadra, e nos jogos oficiais também não é permitido que o jogador leve a bola para a quadra de ataque e retorne para a quadra de defesa. Além disso há também uma limitação de tempo (24 segundos) para executar uma jogada, e a proibição de que o atleta salte e
  • 8.  As faltas são cobradas da lateral de quadra, assim como as demais violações; no entanto, caso uma equipa cometa mais de 4 faltas num período, as faltas do adversário passam a ser cobrados na forma de lance livre: o jogador se posiciona numa linha a 4,60 metros da cesta e lança sem a marcação dos rivais. O lance livre também é cobrado quando um jogador sofre falta no momento em que está tentando encestar - independentemente do número total de faltas da equipa adversário.
  • 9. Objetivo do jogo  O objetivo do jogo é introduzir a bola no cesto da equipe adversária (marcando pontos) e, simultaneamente, evitar que esta seja introduzida no próprio cesto, respeitando as regras do jogo. A equipe que obtiver mais pontos no fim do jogo vence.  A competição é dirigida por: Três árbitros – têm como função assegurarem o cumprimento das regras do jogo. Um marcador e o seu auxiliar – têm como funções o preenchimento do boletim de jogo, onde registram os pontos marcados, as faltas pessoais e técnicas, etc. O cronometrista – verifica o tempo de jogo e os descontos de tempo Um operador de vinte e quatro segundos – controla os 24 segundos que cada equipe dispõe para a execução de uma