SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 13
 Pode-se dizer que a mediunidade existe na Terra desde que existe
o homem. Os espíritos dirigentes do planeta procuraram intervir,
desde o princípio, para orientar e estimular a evolução do espírito
humano encarnado neste orbe;
 Em épocas dos regimes patriarcais – clãs e tribos –, a
mediunidade era atribuída a poucos, inspirados, videntes, profetas,
etc., verdadeiro reinado espiritual sobre os outros.
Na Bíblia, no Antigo
Testamento, encontram-se
inúmeros relatos de
fenômenos mediúnicos,
por meio de profetas,
videntes, audientes e
também os chamados
“inspirados”.
 “Todo aquele que sente, num grau qualquer, a influência dos
Espíritos é, por esse fato, médium. Essa faculdade é inerente ao
homem; não constitui, portanto, um privilégio exclusivo. (...) Pode,
pois, dizer-se que todos são, mais ou menos, médiuns. (...) Deve-se
notar, ainda, que essa faculdade não se revela em todos da mesma
maneira. (Allan Kardec, O Livro dos Médiuns, capítulo XIV);
 A mediunidade é a qualidade de toda pessoa que é médium. As
faculdades mediúnicas tem muitas formas de aflorar e costumam
processar-se de diferentes formas. (...)Mediunidade é a faculdade
que uma pessoa possui e que, se desenvolvida ordenadamente,
poderá servir de meio de comunicação entre os dois planos da vida:
o espiritual e o material. (Doutrina e Teologia de Umbanda – Rubens
Saraceni).
1 - A mediunidade quanto a NATUREZA se divide em :
NATURAL
Conquista individual.
É concedida como
conquista do espírito de
evolução mais
avançada.
PROVA
Tarefa para reajuste.
É concedida como
ferramenta de trabalho
comum.
A maioria dos médiuns pertencem a 2º classe, de prova, por
sermos espíritos em transição.
2 - A mediunidade quanto a FENÔMENO se divide em :
1 – Lucidez
 Telepatia
 Vidência/clarividência
 Intuição
 Audiência/clariaudiência
 Psicometria
3 - Efeitos Físicos
 Voz direta
 Transporte
 Tiptologia
 Materialização
 Levitação
4 - Fenômenos Correlatos
 Mediunidade Curadora
 Bilocação
 Bicorporeidade
 Dupla personalidade
 Desdobramento
2 – Incorporação
 Psicografia
 Psicopictografia
 Transfiguração
 Incorporação: também conhecida como psicofonia, é
a comunicação dos espíritos pela voz de um médium
falante. É a mais freqüente das faculdades mediúnicas
e também a que mais representa o grau de
compromisso, aquela que se tem a maior
oportunidade de prestar valiosas colaborações à
espiritualidade, sobretudo àqueles espíritos sofredores
ou endurecidos.
 Efeitos Físicos: trata-se da manifestação dos
espíritos desencarnados, utilizando-se do ectoplasma
(fluido/energia nervosa produzida pelos seres
humanos) do próprio médium ou de um outro ser
presente no ambiente, além de fluidos do próprio
ambiente e aqueles extraídos dos elementos da
natureza.
 Através do conhecimento de suas faculdades mediúnicas, o homem
tem condição de preparar-se mediunicamente, de equilibrar-se,
buscando a sua própria elevação espiritual pela ajuda que presta a
todos aqueles que povoam as casas espiritualistas, buscando
amenizar os seus infortúnios;
 A educação mediúnica surge como o processo educativo e ritmado,
dependendo do acervo de cada espírito, de suas vivências
passadas, do seu Carma. O despertar para o compromisso
mediúnico depende apenas do próprio espírito para assumir a tarefa
de solidariedade humana;
Todos somos médiuns, com faculdade ou faculdades mediúnicas
próprias, necessário se faz que estejamos preparados
adequadamente, no sentido de mantermos a nossa mediunidade de
forma equilibrada.
 Aos médiuns em desenvolvimento, cabe a consciência de que são
intermediários entre o plano dos encarnados e o dos
desencarnados, e que estão expostos a constantes ataques e
descontroles;
 Dessa forma, têm a obrigação de estarem sempre preparados para
a disciplina, para o equilíbrio, para a conscientização de seus
compromissos, pois só assim poderão servir de canal por onde
possam fluir mensagens positivas e ensinamentos, possibilitando as
verdadeiras curas do corpo e da alma;
O estudo constante como forma de buscar-se o aprimoramento
pessoal e o conhecimento das coisas divinas, a prática do bem
sem a preocupação de receber nada em troca, a perene disciplina,
entre outras, são condições indispensáveis àquele que deseja
tornar-se um bom médium.
 Acreditar-se privilegiado por possuir a faculdade;
 Não atender às solicitações de estudo, achando-se que o
guia espiritual ensina tudo;
 Não ter horário para trabalhar mediunicamente, entregando-
se à prática a qualquer hora, ocasião e local;
 Fazer trabalhos mediúnicos habitualmente em casa
domiciliar;
 Cobrar monetária ou moralmente pelos bens que
eventualmente possa obter pela faculdade mediúnica;
Assim, quem age dessa forma, mais cedo ou mais tarde, ver-se-á
em situação lamentável.
A mediunidade no chamado espiritismo de mesa é acentuadamente
mental, as comunicações são quase telepáticas, predominantemente
inspirativas, isto é, os espíritos atuam mais sobre a mente dos
médiuns, pois a atividade do espiritismo se processa mais no plano
mental. Espiritismo de mesa não tem a missão de atuar no baixo
astral contra os elementos de magia negra, como acontece com a
Umbanda.(...) Sua doutrina fundamenta-se principalmente na
reencarnação e na Lei da Causa e do Efeito.(...) a defesa do médium
kardecista reside quase exclusivamente na sua conduta moral e
elevação dos sentimentos, portanto os espíritos da mesa kardecista,
após cumprirem suas tarefas benfeitoras, devem atender outras
obrigações inadiáveis.
Os médiuns de Umbanda lidam com toda a sorte de tropeços,
ciladas, mistificações, magias e demandas contra espíritos
sumamente poderosos e cruéis, que manipulam as forças ocultas
negativas com sabedoria. Em conseqüência o seu
desenvolvimento obedece a uma técnica especifica diferente da
dos médiuns kardecistas.(...) a proteção dos filhos de Terreiro é
constituída por verdadeiras tropas de choque comandadas pelos
experimentados Orixás, conhecedores das manhas e astucias dos
magos negros.(...) Espírito que encarna com o compromisso de
mediunidade de Umbanda, recebe no espaço, na preparação de
sua reencarnação, nos seus plexos nervosos ou chacras, um
acréscimo de energia vital eletromagnética necessária para que ele
possa suportar a pesada tarefa que irá desempenhar. (...) Na
corrente kardecista, isto não é necessário, em virtude de não ter de
enfrentar trabalhos de magia negra, como acontece na Umbanda, e
mesmo permitir aos guias atuarem-lhe mais fortemente nas regiões
dos plexos, assumindo o domínio do corpo físico e plastificando
suas principais características.
Texto extraído do livro “Lições de Umbanda e Quimbanda na Palavra de Um
Preto-Velho” - W. W. da Matta e Silva
 Mediunidade é uma provação.

 A mediunidade é uma punição cármica.

 A mediunidade escraviza os médiuns.

A mediunidade não é uma provação, mas somente a exteriorização de
um dom que aflorou no ser e que, se bem desenvolvida, irá acelerar
sua evolução espiritual.
Não é uma punição cármica, mas sim um ótimo recurso que a Lei nos
facilitou para nos harmonizarmos com nossas ligações ancestrais.
Não escraviza o médium, apenas exige dele uma conduta de acordo
com o que esperam os espíritos que por meio dele atuam no plano
material, pois de nada adianta alguém ser médium e não assumir
conscientemente sua mediunidade e suas responsabilidades.
 Apostila Associação Espírita Pai Kachambi
 Doutrina e Teologia de Umbanda Sagrada –
Rubens Saraceni
 Lições de Umbanda e Quimbanda na Palavra
de Um Preto-Velho - W. W. da Matta e Silva

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Nos dominios da mediunidade cap. 2 - 0 psicoscopio
Nos dominios da mediunidade   cap. 2 - 0 psicoscopioNos dominios da mediunidade   cap. 2 - 0 psicoscopio
Nos dominios da mediunidade cap. 2 - 0 psicoscopioPatricia Farias
 
Falsos Cristos Falsos profetas
Falsos Cristos Falsos profetasFalsos Cristos Falsos profetas
Falsos Cristos Falsos profetasVanda Machado
 
Todos nós somos médiuns?
Todos nós somos médiuns?Todos nós somos médiuns?
Todos nós somos médiuns?home
 
O processo obsessivo - obsessor e obsidiado - obsessão e loucura
O processo obsessivo - obsessor e obsidiado - obsessão e loucuraO processo obsessivo - obsessor e obsidiado - obsessão e loucura
O processo obsessivo - obsessor e obsidiado - obsessão e loucurajcevadro
 
As Manifestações Espíritas Antes de Kardec
As Manifestações Espíritas Antes de KardecAs Manifestações Espíritas Antes de Kardec
As Manifestações Espíritas Antes de Kardeccontatodoutrina2013
 
Curso de passe centro de força 2011113 v1
Curso de passe   centro de força 2011113 v1Curso de passe   centro de força 2011113 v1
Curso de passe centro de força 2011113 v1Tiburcio Santos
 
Emancipação da Alma - Desdobramento
Emancipação da Alma - DesdobramentoEmancipação da Alma - Desdobramento
Emancipação da Alma - Desdobramentocontatodoutrina2013
 
Doutrinação, desobsessão e animismo
Doutrinação, desobsessão e animismoDoutrinação, desobsessão e animismo
Doutrinação, desobsessão e animismoProf. Paulo Ratki
 
A mediunidade através dos tempos - Espiritismo e mediunidade - Wilma Badan
A mediunidade através dos tempos - Espiritismo e mediunidade - Wilma BadanA mediunidade através dos tempos - Espiritismo e mediunidade - Wilma Badan
A mediunidade através dos tempos - Espiritismo e mediunidade - Wilma BadanWilma Badan C.G.
 
Animismo e Espiritismo
Animismo e EspiritismoAnimismo e Espiritismo
Animismo e EspiritismoGraça Maciel
 
apresentação do Magnetismo espirita natal
apresentação do Magnetismo espirita  natalapresentação do Magnetismo espirita  natal
apresentação do Magnetismo espirita natalWagner Marques
 
Conhece se a árvore pelos frutos gec 03-09-2011
Conhece se a árvore pelos frutos gec 03-09-2011Conhece se a árvore pelos frutos gec 03-09-2011
Conhece se a árvore pelos frutos gec 03-09-2011Izabel Cristina Fonseca
 
Evangeliza - Mediunidade com Jesus
Evangeliza - Mediunidade com JesusEvangeliza - Mediunidade com Jesus
Evangeliza - Mediunidade com JesusAntonino Silva
 
Nos domínios da mediunidade aula9
Nos domínios da mediunidade aula9Nos domínios da mediunidade aula9
Nos domínios da mediunidade aula9Leonardo Pereira
 
15 o passe-conceito, tipos e mecanismos
15   o passe-conceito, tipos e mecanismos15   o passe-conceito, tipos e mecanismos
15 o passe-conceito, tipos e mecanismosjcevadro
 

Mais procurados (20)

Nos dominios da mediunidade cap. 2 - 0 psicoscopio
Nos dominios da mediunidade   cap. 2 - 0 psicoscopioNos dominios da mediunidade   cap. 2 - 0 psicoscopio
Nos dominios da mediunidade cap. 2 - 0 psicoscopio
 
Falsos Cristos Falsos profetas
Falsos Cristos Falsos profetasFalsos Cristos Falsos profetas
Falsos Cristos Falsos profetas
 
Todos nós somos médiuns?
Todos nós somos médiuns?Todos nós somos médiuns?
Todos nós somos médiuns?
 
O processo obsessivo - obsessor e obsidiado - obsessão e loucura
O processo obsessivo - obsessor e obsidiado - obsessão e loucuraO processo obsessivo - obsessor e obsidiado - obsessão e loucura
O processo obsessivo - obsessor e obsidiado - obsessão e loucura
 
As Manifestações Espíritas Antes de Kardec
As Manifestações Espíritas Antes de KardecAs Manifestações Espíritas Antes de Kardec
As Manifestações Espíritas Antes de Kardec
 
Curso de passe centro de força 2011113 v1
Curso de passe   centro de força 2011113 v1Curso de passe   centro de força 2011113 v1
Curso de passe centro de força 2011113 v1
 
Obsessão
ObsessãoObsessão
Obsessão
 
Cm 22 estados conscienciais rev01
Cm 22   estados conscienciais rev01Cm 22   estados conscienciais rev01
Cm 22 estados conscienciais rev01
 
Emancipação da Alma - Desdobramento
Emancipação da Alma - DesdobramentoEmancipação da Alma - Desdobramento
Emancipação da Alma - Desdobramento
 
Doutrinação, desobsessão e animismo
Doutrinação, desobsessão e animismoDoutrinação, desobsessão e animismo
Doutrinação, desobsessão e animismo
 
A mediunidade através dos tempos - Espiritismo e mediunidade - Wilma Badan
A mediunidade através dos tempos - Espiritismo e mediunidade - Wilma BadanA mediunidade através dos tempos - Espiritismo e mediunidade - Wilma Badan
A mediunidade através dos tempos - Espiritismo e mediunidade - Wilma Badan
 
Família material e espiritual
Família material e espiritualFamília material e espiritual
Família material e espiritual
 
Obsessao
ObsessaoObsessao
Obsessao
 
Animismo e Espiritismo
Animismo e EspiritismoAnimismo e Espiritismo
Animismo e Espiritismo
 
apresentação do Magnetismo espirita natal
apresentação do Magnetismo espirita  natalapresentação do Magnetismo espirita  natal
apresentação do Magnetismo espirita natal
 
Conhece se a árvore pelos frutos gec 03-09-2011
Conhece se a árvore pelos frutos gec 03-09-2011Conhece se a árvore pelos frutos gec 03-09-2011
Conhece se a árvore pelos frutos gec 03-09-2011
 
Evangeliza - Mediunidade com Jesus
Evangeliza - Mediunidade com JesusEvangeliza - Mediunidade com Jesus
Evangeliza - Mediunidade com Jesus
 
Nos domínios da mediunidade aula9
Nos domínios da mediunidade aula9Nos domínios da mediunidade aula9
Nos domínios da mediunidade aula9
 
15 o passe-conceito, tipos e mecanismos
15   o passe-conceito, tipos e mecanismos15   o passe-conceito, tipos e mecanismos
15 o passe-conceito, tipos e mecanismos
 
Corpos Espirituais
Corpos EspirituaisCorpos Espirituais
Corpos Espirituais
 

Destaque

As Sete Energias do Universo
As Sete Energias do UniversoAs Sete Energias do Universo
As Sete Energias do Universopaikachambi
 
Moldura Espiritual e Roupagem
Moldura Espiritual e RoupagemMoldura Espiritual e Roupagem
Moldura Espiritual e Roupagempaikachambi
 
Projeto manoel philomeno de miranda vivência mediúnica
Projeto manoel philomeno de miranda   vivência mediúnicaProjeto manoel philomeno de miranda   vivência mediúnica
Projeto manoel philomeno de miranda vivência mediúnicaHelio Cruz
 
Rituais da Umbanda e Posições Litúrgicas
Rituais da Umbanda e Posições LitúrgicasRituais da Umbanda e Posições Litúrgicas
Rituais da Umbanda e Posições Litúrgicaspaikachambi
 
O compromisso com a tarefa
O compromisso com a tarefaO compromisso com a tarefa
O compromisso com a tarefaumecamaqua
 
Aum-Ban-Dam
Aum-Ban-DamAum-Ban-Dam
Aum-Ban-DamSilvana
 
O CENTRO ESPÍRITA E O COMPROMISSO COM A CIDADANIA
O CENTRO ESPÍRITA E O COMPROMISSO COM A CIDADANIAO CENTRO ESPÍRITA E O COMPROMISSO COM A CIDADANIA
O CENTRO ESPÍRITA E O COMPROMISSO COM A CIDADANIAJorge Luiz dos Santos
 
Moldura exercício mediúnico
Moldura   exercício mediúnicoMoldura   exercício mediúnico
Moldura exercício mediúnicopaikachambi
 

Destaque (20)

Ogum
OgumOgum
Ogum
 
Yorimá
YorimáYorimá
Yorimá
 
Oxossi
OxossiOxossi
Oxossi
 
As Sete Energias do Universo
As Sete Energias do UniversoAs Sete Energias do Universo
As Sete Energias do Universo
 
Aula 8 - Médium/Mediunidade
Aula 8 - Médium/MediunidadeAula 8 - Médium/Mediunidade
Aula 8 - Médium/Mediunidade
 
Oxalá
OxaláOxalá
Oxalá
 
Yori
YoriYori
Yori
 
Xangô
XangôXangô
Xangô
 
Yemanjá
YemanjáYemanjá
Yemanjá
 
Moldura Espiritual e Roupagem
Moldura Espiritual e RoupagemMoldura Espiritual e Roupagem
Moldura Espiritual e Roupagem
 
Curso de médiuns
Curso de médiunsCurso de médiuns
Curso de médiuns
 
Doutrinação
DoutrinaçãoDoutrinação
Doutrinação
 
Projeto manoel philomeno de miranda vivência mediúnica
Projeto manoel philomeno de miranda   vivência mediúnicaProjeto manoel philomeno de miranda   vivência mediúnica
Projeto manoel philomeno de miranda vivência mediúnica
 
Rituais da Umbanda e Posições Litúrgicas
Rituais da Umbanda e Posições LitúrgicasRituais da Umbanda e Posições Litúrgicas
Rituais da Umbanda e Posições Litúrgicas
 
O compromisso com a tarefa
O compromisso com a tarefaO compromisso com a tarefa
O compromisso com a tarefa
 
Aum-Ban-Dam
Aum-Ban-DamAum-Ban-Dam
Aum-Ban-Dam
 
Pag 1 8
Pag 1 8Pag 1 8
Pag 1 8
 
O CENTRO ESPÍRITA E O COMPROMISSO COM A CIDADANIA
O CENTRO ESPÍRITA E O COMPROMISSO COM A CIDADANIAO CENTRO ESPÍRITA E O COMPROMISSO COM A CIDADANIA
O CENTRO ESPÍRITA E O COMPROMISSO COM A CIDADANIA
 
Mediunidade
MediunidadeMediunidade
Mediunidade
 
Moldura exercício mediúnico
Moldura   exercício mediúnicoMoldura   exercício mediúnico
Moldura exercício mediúnico
 

Semelhante a Aula 8 mediunidade

Terceiro Módulo - 2ª aula - Mediunidade e natureza da medinudade
Terceiro Módulo - 2ª aula - Mediunidade e natureza da medinudadeTerceiro Módulo - 2ª aula - Mediunidade e natureza da medinudade
Terceiro Módulo - 2ª aula - Mediunidade e natureza da medinudadeCeiClarencio
 
modulo V - 2.pdf tomo I - comunicabilidade dos espíritos
modulo V - 2.pdf tomo I - comunicabilidade dos espíritosmodulo V - 2.pdf tomo I - comunicabilidade dos espíritos
modulo V - 2.pdf tomo I - comunicabilidade dos espíritosFilipeDuartedeBem
 
Esde módulo 05 - roteiro 02 - mediunidade e médium
Esde    módulo 05 - roteiro 02 - mediunidade e médiumEsde    módulo 05 - roteiro 02 - mediunidade e médium
Esde módulo 05 - roteiro 02 - mediunidade e médiumElysio Laroide Lugarinho
 
A idéia da Comunicação com os Espíritos
A idéia da Comunicação com os EspíritosA idéia da Comunicação com os Espíritos
A idéia da Comunicação com os EspíritosEduardo Henrique Marçal
 
01 a idéia da comunicação com os espíritos
01 a idéia da comunicação com os espíritos01 a idéia da comunicação com os espíritos
01 a idéia da comunicação com os espíritosAntonio SSantos
 
Curso básico sobre mediunidade
Curso básico sobre mediunidadeCurso básico sobre mediunidade
Curso básico sobre mediunidadeDirceu Jackson
 
Comunicações mediúnicas!
Comunicações mediúnicas!Comunicações mediúnicas!
Comunicações mediúnicas!Leonardo Pereira
 
Projetomanoelphilomenodemiranda vivnciamedinica-140910113139-phpapp02
Projetomanoelphilomenodemiranda vivnciamedinica-140910113139-phpapp02Projetomanoelphilomenodemiranda vivnciamedinica-140910113139-phpapp02
Projetomanoelphilomenodemiranda vivnciamedinica-140910113139-phpapp02Márcia Cleto
 
Espiritismo e mediunidade 06
Espiritismo e mediunidade 06Espiritismo e mediunidade 06
Espiritismo e mediunidade 06Leonardo Pereira
 
Somos todos médiuns
Somos todos médiunsSomos todos médiuns
Somos todos médiunsHelio Cruz
 
Terceiro Módulo - 14ª aula - Manifestações espirituais, o papel dos médiuns n...
Terceiro Módulo - 14ª aula - Manifestações espirituais, o papel dos médiuns n...Terceiro Módulo - 14ª aula - Manifestações espirituais, o papel dos médiuns n...
Terceiro Módulo - 14ª aula - Manifestações espirituais, o papel dos médiuns n...CeiClarencio
 
Quarto Módulo - 1ª aula - O médiun e suas aptidões
Quarto Módulo - 1ª aula - O médiun e suas aptidõesQuarto Módulo - 1ª aula - O médiun e suas aptidões
Quarto Módulo - 1ª aula - O médiun e suas aptidõesCeiClarencio
 
01 o médium conceito e classif. mediunidade com jesus
01   o médium conceito e classif. mediunidade com jesus01   o médium conceito e classif. mediunidade com jesus
01 o médium conceito e classif. mediunidade com jesusjcevadro
 
Curso básico de mediunidade
Curso básico de mediunidadeCurso básico de mediunidade
Curso básico de mediunidadeJoaquim Fontes
 
Uem apostila curso_basicomediunidade
Uem apostila curso_basicomediunidadeUem apostila curso_basicomediunidade
Uem apostila curso_basicomediunidaderosane melo
 
Eclosão da Mediunidade; por: Josiete andrade.pptx
Eclosão da Mediunidade; por: Josiete andrade.pptxEclosão da Mediunidade; por: Josiete andrade.pptx
Eclosão da Mediunidade; por: Josiete andrade.pptxEduardoJuc8
 

Semelhante a Aula 8 mediunidade (20)

Terceiro Módulo - 2ª aula - Mediunidade e natureza da medinudade
Terceiro Módulo - 2ª aula - Mediunidade e natureza da medinudadeTerceiro Módulo - 2ª aula - Mediunidade e natureza da medinudade
Terceiro Módulo - 2ª aula - Mediunidade e natureza da medinudade
 
Mediunidade (cefak)
Mediunidade (cefak)Mediunidade (cefak)
Mediunidade (cefak)
 
modulo V - 2.pdf tomo I - comunicabilidade dos espíritos
modulo V - 2.pdf tomo I - comunicabilidade dos espíritosmodulo V - 2.pdf tomo I - comunicabilidade dos espíritos
modulo V - 2.pdf tomo I - comunicabilidade dos espíritos
 
Esde módulo 05 - roteiro 02 - mediunidade e médium
Esde    módulo 05 - roteiro 02 - mediunidade e médiumEsde    módulo 05 - roteiro 02 - mediunidade e médium
Esde módulo 05 - roteiro 02 - mediunidade e médium
 
A idéia da Comunicação com os Espíritos
A idéia da Comunicação com os EspíritosA idéia da Comunicação com os Espíritos
A idéia da Comunicação com os Espíritos
 
01 a idéia da comunicação com os espíritos
01 a idéia da comunicação com os espíritos01 a idéia da comunicação com os espíritos
01 a idéia da comunicação com os espíritos
 
Mediunidade e Obsessão - Doutrina Espírita
Mediunidade e Obsessão - Doutrina EspíritaMediunidade e Obsessão - Doutrina Espírita
Mediunidade e Obsessão - Doutrina Espírita
 
Curso básico sobre mediunidade
Curso básico sobre mediunidadeCurso básico sobre mediunidade
Curso básico sobre mediunidade
 
Comunicações mediúnicas!
Comunicações mediúnicas!Comunicações mediúnicas!
Comunicações mediúnicas!
 
Projetomanoelphilomenodemiranda vivnciamedinica-140910113139-phpapp02
Projetomanoelphilomenodemiranda vivnciamedinica-140910113139-phpapp02Projetomanoelphilomenodemiranda vivnciamedinica-140910113139-phpapp02
Projetomanoelphilomenodemiranda vivnciamedinica-140910113139-phpapp02
 
Espiritismo e mediunidade 06
Espiritismo e mediunidade 06Espiritismo e mediunidade 06
Espiritismo e mediunidade 06
 
Somos todos médiuns
Somos todos médiunsSomos todos médiuns
Somos todos médiuns
 
Terceiro Módulo - 14ª aula - Manifestações espirituais, o papel dos médiuns n...
Terceiro Módulo - 14ª aula - Manifestações espirituais, o papel dos médiuns n...Terceiro Módulo - 14ª aula - Manifestações espirituais, o papel dos médiuns n...
Terceiro Módulo - 14ª aula - Manifestações espirituais, o papel dos médiuns n...
 
Quarto Módulo - 1ª aula - O médiun e suas aptidões
Quarto Módulo - 1ª aula - O médiun e suas aptidõesQuarto Módulo - 1ª aula - O médiun e suas aptidões
Quarto Módulo - 1ª aula - O médiun e suas aptidões
 
01 o médium conceito e classif. mediunidade com jesus
01   o médium conceito e classif. mediunidade com jesus01   o médium conceito e classif. mediunidade com jesus
01 o médium conceito e classif. mediunidade com jesus
 
Médiuns e mediunidade!
Médiuns e mediunidade!Médiuns e mediunidade!
Médiuns e mediunidade!
 
Curso básico de mediunidade
Curso básico de mediunidadeCurso básico de mediunidade
Curso básico de mediunidade
 
Mediunidade _ Estudo para Mocidade
Mediunidade _ Estudo para MocidadeMediunidade _ Estudo para Mocidade
Mediunidade _ Estudo para Mocidade
 
Uem apostila curso_basicomediunidade
Uem apostila curso_basicomediunidadeUem apostila curso_basicomediunidade
Uem apostila curso_basicomediunidade
 
Eclosão da Mediunidade; por: Josiete andrade.pptx
Eclosão da Mediunidade; por: Josiete andrade.pptxEclosão da Mediunidade; por: Josiete andrade.pptx
Eclosão da Mediunidade; por: Josiete andrade.pptx
 

Mais de paikachambi

Chacara Tia Joana
Chacara Tia JoanaChacara Tia Joana
Chacara Tia Joanapaikachambi
 
Princípios Básicos do Espiritismo
Princípios Básicos do EspiritismoPrincípios Básicos do Espiritismo
Princípios Básicos do Espiritismopaikachambi
 
Sincretismo Religioso na Umbanda
Sincretismo Religioso na UmbandaSincretismo Religioso na Umbanda
Sincretismo Religioso na Umbandapaikachambi
 
Hierarquia dos Espíritos
Hierarquia dos Espíritos Hierarquia dos Espíritos
Hierarquia dos Espíritos paikachambi
 
Evangelho no Lar
Evangelho no LarEvangelho no Lar
Evangelho no Larpaikachambi
 
Corpos Espirituais
Corpos EspirituaisCorpos Espirituais
Corpos Espirituaispaikachambi
 
Plano Espiritual
Plano EspiritualPlano Espiritual
Plano Espiritualpaikachambi
 
Chakra Coronário
Chakra CoronárioChakra Coronário
Chakra Coronáriopaikachambi
 
Chakra laríngeo
Chakra laríngeoChakra laríngeo
Chakra laríngeopaikachambi
 
Chakra cardíaco
Chakra cardíacoChakra cardíaco
Chakra cardíacopaikachambi
 
Chakra Esplênico
Chakra EsplênicoChakra Esplênico
Chakra Esplênicopaikachambi
 

Mais de paikachambi (17)

Chacara Tia Joana
Chacara Tia JoanaChacara Tia Joana
Chacara Tia Joana
 
O Passe
O PasseO Passe
O Passe
 
Princípios Básicos do Espiritismo
Princípios Básicos do EspiritismoPrincípios Básicos do Espiritismo
Princípios Básicos do Espiritismo
 
Sincretismo Religioso na Umbanda
Sincretismo Religioso na UmbandaSincretismo Religioso na Umbanda
Sincretismo Religioso na Umbanda
 
Hierarquia dos Espíritos
Hierarquia dos Espíritos Hierarquia dos Espíritos
Hierarquia dos Espíritos
 
Evangelho no Lar
Evangelho no LarEvangelho no Lar
Evangelho no Lar
 
Desobsessao
DesobsessaoDesobsessao
Desobsessao
 
Aura
AuraAura
Aura
 
Corpos Espirituais
Corpos EspirituaisCorpos Espirituais
Corpos Espirituais
 
Plano Espiritual
Plano EspiritualPlano Espiritual
Plano Espiritual
 
Psicofonia
PsicofoniaPsicofonia
Psicofonia
 
Chakra Coronário
Chakra CoronárioChakra Coronário
Chakra Coronário
 
Chakra Frontal
Chakra FrontalChakra Frontal
Chakra Frontal
 
Chakra solar
Chakra solarChakra solar
Chakra solar
 
Chakra laríngeo
Chakra laríngeoChakra laríngeo
Chakra laríngeo
 
Chakra cardíaco
Chakra cardíacoChakra cardíaco
Chakra cardíaco
 
Chakra Esplênico
Chakra EsplênicoChakra Esplênico
Chakra Esplênico
 

Aula 8 mediunidade

  • 1.
  • 2.  Pode-se dizer que a mediunidade existe na Terra desde que existe o homem. Os espíritos dirigentes do planeta procuraram intervir, desde o princípio, para orientar e estimular a evolução do espírito humano encarnado neste orbe;  Em épocas dos regimes patriarcais – clãs e tribos –, a mediunidade era atribuída a poucos, inspirados, videntes, profetas, etc., verdadeiro reinado espiritual sobre os outros. Na Bíblia, no Antigo Testamento, encontram-se inúmeros relatos de fenômenos mediúnicos, por meio de profetas, videntes, audientes e também os chamados “inspirados”.
  • 3.  “Todo aquele que sente, num grau qualquer, a influência dos Espíritos é, por esse fato, médium. Essa faculdade é inerente ao homem; não constitui, portanto, um privilégio exclusivo. (...) Pode, pois, dizer-se que todos são, mais ou menos, médiuns. (...) Deve-se notar, ainda, que essa faculdade não se revela em todos da mesma maneira. (Allan Kardec, O Livro dos Médiuns, capítulo XIV);  A mediunidade é a qualidade de toda pessoa que é médium. As faculdades mediúnicas tem muitas formas de aflorar e costumam processar-se de diferentes formas. (...)Mediunidade é a faculdade que uma pessoa possui e que, se desenvolvida ordenadamente, poderá servir de meio de comunicação entre os dois planos da vida: o espiritual e o material. (Doutrina e Teologia de Umbanda – Rubens Saraceni).
  • 4. 1 - A mediunidade quanto a NATUREZA se divide em : NATURAL Conquista individual. É concedida como conquista do espírito de evolução mais avançada. PROVA Tarefa para reajuste. É concedida como ferramenta de trabalho comum. A maioria dos médiuns pertencem a 2º classe, de prova, por sermos espíritos em transição.
  • 5. 2 - A mediunidade quanto a FENÔMENO se divide em : 1 – Lucidez  Telepatia  Vidência/clarividência  Intuição  Audiência/clariaudiência  Psicometria 3 - Efeitos Físicos  Voz direta  Transporte  Tiptologia  Materialização  Levitação 4 - Fenômenos Correlatos  Mediunidade Curadora  Bilocação  Bicorporeidade  Dupla personalidade  Desdobramento 2 – Incorporação  Psicografia  Psicopictografia  Transfiguração
  • 6.  Incorporação: também conhecida como psicofonia, é a comunicação dos espíritos pela voz de um médium falante. É a mais freqüente das faculdades mediúnicas e também a que mais representa o grau de compromisso, aquela que se tem a maior oportunidade de prestar valiosas colaborações à espiritualidade, sobretudo àqueles espíritos sofredores ou endurecidos.  Efeitos Físicos: trata-se da manifestação dos espíritos desencarnados, utilizando-se do ectoplasma (fluido/energia nervosa produzida pelos seres humanos) do próprio médium ou de um outro ser presente no ambiente, além de fluidos do próprio ambiente e aqueles extraídos dos elementos da natureza.
  • 7.  Através do conhecimento de suas faculdades mediúnicas, o homem tem condição de preparar-se mediunicamente, de equilibrar-se, buscando a sua própria elevação espiritual pela ajuda que presta a todos aqueles que povoam as casas espiritualistas, buscando amenizar os seus infortúnios;  A educação mediúnica surge como o processo educativo e ritmado, dependendo do acervo de cada espírito, de suas vivências passadas, do seu Carma. O despertar para o compromisso mediúnico depende apenas do próprio espírito para assumir a tarefa de solidariedade humana; Todos somos médiuns, com faculdade ou faculdades mediúnicas próprias, necessário se faz que estejamos preparados adequadamente, no sentido de mantermos a nossa mediunidade de forma equilibrada.
  • 8.  Aos médiuns em desenvolvimento, cabe a consciência de que são intermediários entre o plano dos encarnados e o dos desencarnados, e que estão expostos a constantes ataques e descontroles;  Dessa forma, têm a obrigação de estarem sempre preparados para a disciplina, para o equilíbrio, para a conscientização de seus compromissos, pois só assim poderão servir de canal por onde possam fluir mensagens positivas e ensinamentos, possibilitando as verdadeiras curas do corpo e da alma; O estudo constante como forma de buscar-se o aprimoramento pessoal e o conhecimento das coisas divinas, a prática do bem sem a preocupação de receber nada em troca, a perene disciplina, entre outras, são condições indispensáveis àquele que deseja tornar-se um bom médium.
  • 9.  Acreditar-se privilegiado por possuir a faculdade;  Não atender às solicitações de estudo, achando-se que o guia espiritual ensina tudo;  Não ter horário para trabalhar mediunicamente, entregando- se à prática a qualquer hora, ocasião e local;  Fazer trabalhos mediúnicos habitualmente em casa domiciliar;  Cobrar monetária ou moralmente pelos bens que eventualmente possa obter pela faculdade mediúnica; Assim, quem age dessa forma, mais cedo ou mais tarde, ver-se-á em situação lamentável.
  • 10. A mediunidade no chamado espiritismo de mesa é acentuadamente mental, as comunicações são quase telepáticas, predominantemente inspirativas, isto é, os espíritos atuam mais sobre a mente dos médiuns, pois a atividade do espiritismo se processa mais no plano mental. Espiritismo de mesa não tem a missão de atuar no baixo astral contra os elementos de magia negra, como acontece com a Umbanda.(...) Sua doutrina fundamenta-se principalmente na reencarnação e na Lei da Causa e do Efeito.(...) a defesa do médium kardecista reside quase exclusivamente na sua conduta moral e elevação dos sentimentos, portanto os espíritos da mesa kardecista, após cumprirem suas tarefas benfeitoras, devem atender outras obrigações inadiáveis.
  • 11. Os médiuns de Umbanda lidam com toda a sorte de tropeços, ciladas, mistificações, magias e demandas contra espíritos sumamente poderosos e cruéis, que manipulam as forças ocultas negativas com sabedoria. Em conseqüência o seu desenvolvimento obedece a uma técnica especifica diferente da dos médiuns kardecistas.(...) a proteção dos filhos de Terreiro é constituída por verdadeiras tropas de choque comandadas pelos experimentados Orixás, conhecedores das manhas e astucias dos magos negros.(...) Espírito que encarna com o compromisso de mediunidade de Umbanda, recebe no espaço, na preparação de sua reencarnação, nos seus plexos nervosos ou chacras, um acréscimo de energia vital eletromagnética necessária para que ele possa suportar a pesada tarefa que irá desempenhar. (...) Na corrente kardecista, isto não é necessário, em virtude de não ter de enfrentar trabalhos de magia negra, como acontece na Umbanda, e mesmo permitir aos guias atuarem-lhe mais fortemente nas regiões dos plexos, assumindo o domínio do corpo físico e plastificando suas principais características. Texto extraído do livro “Lições de Umbanda e Quimbanda na Palavra de Um Preto-Velho” - W. W. da Matta e Silva
  • 12.  Mediunidade é uma provação.   A mediunidade é uma punição cármica.   A mediunidade escraviza os médiuns.  A mediunidade não é uma provação, mas somente a exteriorização de um dom que aflorou no ser e que, se bem desenvolvida, irá acelerar sua evolução espiritual. Não é uma punição cármica, mas sim um ótimo recurso que a Lei nos facilitou para nos harmonizarmos com nossas ligações ancestrais. Não escraviza o médium, apenas exige dele uma conduta de acordo com o que esperam os espíritos que por meio dele atuam no plano material, pois de nada adianta alguém ser médium e não assumir conscientemente sua mediunidade e suas responsabilidades.
  • 13.  Apostila Associação Espírita Pai Kachambi  Doutrina e Teologia de Umbanda Sagrada – Rubens Saraceni  Lições de Umbanda e Quimbanda na Palavra de Um Preto-Velho - W. W. da Matta e Silva