SlideShare uma empresa Scribd logo
Minimalismo
  “Considero objetável o convite para participar
  de sua exposição de ‘arte minimal’ sem título.
  Não aprecio a designação da minha proposta
  como a de algum ‘movimento’ dúbio, jocoso,
  epitético, proto-histórico”
  	       	        	        	  Dan Flavin, 1967
“Apoteose do idealismo modernista”, embora para os
  principais críticos modernistas, Clement Greenberg e
  Michael Fried, a minimal estava em desacordo com
  as realizações do alto modernismo.

“Crítica pós-modernista de suas condições institucionais
  e discursivas” (Foster 1987)

“Uma reação classicista contra a exuberância
  ro m â n t i c a e a a u t o c e l e b ra ç ã o d a p i n t u ra
  expressionista abstrata dos anos 50” (Baker 1988)

Para alguns era um análogo da contracultura: “ateísta,
  comunista e materialista”. Para outros a arte do
  status quo: revelando “a face do capital, a face da
  autoridade, a face do pai” (Chave 1990)
• É recorrente o formato quadrado, cúbico ou retangular;

• Unidade ou módulo básico regular repetido;

• Formas simples, sem ornamentação, sem arranjos
  dinâmicos ou instáveis;
• Literalidade: os materiais não são disfarçados para
  parecerem algo que não são;
• Não há moldura ou pedestal, estão no mesmo espaço do
  espectador.
• Quando há cor, em geral ela é plana e homogênea, uma
  qualidade inexpressiva e trivial: pintura industrial.
• Materiais industriais soldados, parafusados, colados: o
  gesto do artista é eliminado. Não são esculpidos ou
  modelados, os trabalhos são reunidos e ordenados.
artistas
• Carl Andre (1935)
• Dan Flavin (1933-1996)
• Donald Judd (1928-1994)
• Sol Le Witt (1928-2007)
• Robert Morris (1931)
Donald Judd, sem título, 1958
Donald Judd, sem título, 1963
Donald Judd, sem título, 1963
Donald Judd, sem título, 1964
Cada unidade é
idêntica, com
intervalos idênticos
entre cada uma
das peças. E cada
intervalo tem as
mesmas
dimensões de cada
unidade. Aqui não
há permutação.




Donald Judd, sem título, 1970
Donald Judd, sem título, 1972
Donald Judd, sem título, stainless steel and yellow plexiglass, 6 cubes, 1966
Donald Judd, sem título, 1991
Donald Judd, sem título, 1984
Donald Judd, sem título, 1989
Donald Judd, sem título, 1978-9
Donald Judd, 100 untitled works in mill aluminum in Marfa, Texas
Donald Judd, 15 trabalhos de concreto, sem título, 1980
Donald Judd, 15 trabalhos de concreto, sem título, 1980
Donald Judd, 1977, For Leo Castelli, Los Angeles County Museum of Art sculpture garden
Donald Judd, sem título, concreto, c.1975
Donald Judd, The Chinati Foundation, Marfa, Texas
Robert Morris, Instalação, New York, 1964
Robert Morris, Instalação, Green Gallery, New York, 1964-65
Robert Morris, Caixa I 1962 aberta
Robert Morris, duas colunas, 1961 e sem título 1965
Robert Morris, Untitled (Mirrored Cubes), 1965
Com a permutação
modular e
montagem
provisória o
trabalho ganha
uma dimensão
temporal.




                   Robert Morris, Nine fiberglass sleeves, 1967
Robert Morris, sem título, emaranhando, 1970
Robert Morris, Centro per l'Arte Contemporanea Luigi Pecci
Robert Morris, Portland mirros, 1977
Robert Morris, Ring with Light, 1965-96
Robert Morris, Sem título (círculo), 1991
Robert Morris, labirinto, 1970-2006
Carl Andre, peça de madeira entalhada com serra circular, 1959
Carl Andre é o
único desse grupo
que parte da
tradição da
escultura.
Referência a
Brancusi.




                    Carl Andre, peça de cedro, 1959
Carl Andre, página do caderno, 1960
Carl Andre, equivalente VIII, 1966
Carl Andre, Blacks creek, 1978
Carl Andre, Black White Carbon Tin, 2004
Carl Andre, Isoclast, 2004, 20 graphite stones
Carl Andre, Graphite Sum of Numbers, 2006, 164 graphite cubes
Carl Andre, oitavo canto de aço invertido
Carl Andre, plano magnésio zinco, 1969
Carl Andre, Lament for the Children, 1976-1996
Carl Andre, Stone Field Sculpture, 1977, located in Hartford, Conn
Dan Flavin, the diagonal of May 25, 1963, to Constantin Brancusi, 1963
Dan Flavin, monumento, 1967
Dan Flavin, sem título, 1968
Dan Flavin, untitled (to the innovator of the Wheeling Peachblow, 1966-68
Dan Flavin, sem título
Dan Flavin, sem título
Dan Flavin, sem título, for Robert with fond regards, 1977
Dan Flavin, sem título
Dan Flavin, sem título, 2004
Dan Flavin
Sol Lewitt, Cubic modular piece no. 3
Sol Le Witt, Serial Project No. 1. (ABCD), 1966.
Sol LeWitt
“Decidi remover
toda a pele e
revelar a estrutura.
Foi então
necessário planejar
o esqueleto de
modo que as
partes tivessem
alguma
consistência.
Módulos iguais
quadrados foram
usados para
construir as
estruturas”




Sol Le Witt, floor plan #4 , 1976
Sol LeWitt, 1 2 3, 1978
Sol Lewitt, Three x four x three, 1984 minneapolis walker art center
sol lewitt, quatro cubos, 1971
sol lewitt, open cube
Sol LeWitt, Forms Derived From a Rectangular Solid, 1990
Sol LeWitt, Four-Sided Pyramid, first installation 1997
sol lewitt, X with Columns, 1996, New York
Sol LeWitt, pintura
sol lewitt, Lines in two directions in five colors on five colors with all their combinations, 1981
Sol LeWitt, Arcs in four directions, 1999
sol lewitt, wall drawing #1042, 2002
Sol LeWitt, Wall Drawing #918 Irregular vertical bands and horizontal bands, 1999
Sol LeWitt, desenho mural
Sol LeWitt, desenho mural
Sol LeWitt, restauração de capela com david tremlett
ARTE
CONCEITUAL
A Arte Conceitual, define-se como o movimento artístico moderno ou contemporâneo
               que defende a superioridade das ideias veiculadas pela obra de arte.
Em Arte Conceitual a ideia ou conceito
     é o aspecto mais importante da obra.
       Quando um artista usa uma forma
“   conceitual de arte, significa que todo o
     planejamento e decisões são tomadas
     antecipadamente, sendo a execução
     um assunto secundário. A ideia torna-
       se na máquina que origina a arte.
George Maciunas, um dos fundadores do Fluxus, redige
em 1963 um manifesto em que diz: "Livrem o mundo da
doença burguesa, da cultura 'intelectual', profissional e
comercializada. Livrem o mundo da arte morta, da
imitação, da arte artificial, da arte abstrata... Promovam
uma arte viva, uma antiarte, uma realidade não artística,
para ser compreendida por todos [...]".
                                                 77
Body Art

Arte Performática

Instalação

Video Arte

Sound Art

Earth Art




                    78
Flux Year Box 2, c.1967, a Flux box edited and produced by George Maciunas, containing works by many early Fluxus artists.
                                                                                                                             79
Merda d'artista / 1961 - Piero Manzoni 




                                          80
Joseph Kosuth. Uma cadeira real, a fotografia da cadeira e uma definição de cadeira. 1965. 

                                                                                            81
Keith Arnatt. Peça Calça-Palavra. 1972. 

                                           82
Cildo Meireles  é um
dos ar tistas líderes
internacionais no
desenvolvimento da
arte conceitual, e este
artista brasileiro
realizou alguns dos
trabalhos mais,
politicamente falando,
esteticamente atraentes
e filosoficamente
intrigantes, da arte
recente.
• Uso de objetos cotidianos, ainda acumulados em formas que nós nunca antes
  imaginados, como o ambiente todo vermelho da sala em Desvio para o
  Vermelho
Cildo Meireles. Inserções em Circuitos Ideológicos - Projeto Coca-Cola, 1970.
body art
A Body Art usa o corpo do artista como meio de expressão, também chamada de arte
         performática, o que poderá ocasionar a participação do público ou somente
                                                           transformá-lo em voyeur.
Marc Quinn, Eu, 1991.  




                          87
Instalação
A instalação, ocorra ou não em um lugar específico, surgiu como um idioma flexível.
Christo (1935-). Wrapped Reichstag. Date: 1971-1995
                                                      89
Hiper-realismo
 “Quero lidar com a imagem que [a câmera] registrou e que é [...] bidimensional e
                          repleta de detalhes na superfície. Chuck Close, 1970.
91
Chuck Close, Mark, 1978-9
Earth Art
            A arte do lado de fora
Robert Smithson. SPIRAL JETTY


Rozel Point, Great Salt Lake, Utah
April 1970
mud, precipitated salt crystals, rocks, water coil 1500' long and 15' wide
Collection: DIA Center for the Arts,
New York                                                                     93
Side Works
        Arte Pública fora do museu.
95
Richard Serra,Richard Serra at Pearson International Airport, Terminal 1, Mississauga, Canada.2007.
Arte Povera
        Materiais “humildes” e “pobres” não pertencentes a arte. Os artistas enfatizam
conceitos abstratos, tais como o empobrecimento moral de uma sociedade guiada pelo
                                                        acúmulo da riqueza material.
Michelangelo Pistoletto, Vênus dos trapos, 1967-1971
                                                       97
High-tech
        A poesia da engenharia hidráulica
Centre Pompidou.Renzo Piano and   99
Richard Rogers. 1977
Videoarte
“Assim como a colagem substituiu a pintura a óleo, o raio catódico substituirá a tela”.
                                                                       Nam June Paik

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Pop art
Pop artPop art
Frida Kahlo
Frida KahloFrida Kahlo
Frida Kahlo
Patrícia Dias
 
Minimalismo e Conceitual
Minimalismo e ConceitualMinimalismo e Conceitual
Minimalismo e Conceitual
Rodrigo Retka
 
Surrealismo
SurrealismoSurrealismo
Surrealismo
Silmara Nogueira
 
Arte moderna
Arte modernaArte moderna
Arte moderna
Ana Paula Silva
 
O que é a arte
O que é a arteO que é a arte
O que é a arte
Ana Barreiros
 
Arte Minimalista
Arte MinimalistaArte Minimalista
Arte Minimalista
Sandro Bottene
 
Arte minimalista
Arte minimalistaArte minimalista
Arte minimalista
samuel ananias
 
Aula de arte urbana
Aula de arte urbanaAula de arte urbana
Aula de arte urbana
CLEBER LUIS DAMACENO
 
Abstracionismo
AbstracionismoAbstracionismo
Abstracionismo
Andrea Garcia
 
Arte urbana
Arte urbana Arte urbana
Arte urbana
Turmasthera
 
Dadaísmo
DadaísmoDadaísmo
Dadaísmo
CEF16
 
Arte abstrata
Arte abstrataArte abstrata
Arte abstrata
Ana Barreiros
 
História da Arte: Realismo
História da Arte: RealismoHistória da Arte: Realismo
História da Arte: Realismo
Raphael Lanzillotte
 
A arte como expressão expressionismo
A arte como expressão   expressionismoA arte como expressão   expressionismo
A arte como expressão expressionismo
Junior Onildo
 
EHA 05 Arte Urbana
EHA 05 Arte UrbanaEHA 05 Arte Urbana
EHA 05 Arte Urbana
Odair Tuono
 
Grafite x pichação
Grafite x pichaçãoGrafite x pichação
Grafite x pichação
Junior Onildo
 
Arte - Realismo
Arte - RealismoArte - Realismo
Arte - Realismo
Maiara Giordani
 
Impressionismo
ImpressionismoImpressionismo
Impressionismo
Andrea Dressler
 

Mais procurados (20)

Pop art
Pop artPop art
Pop art
 
Frida Kahlo
Frida KahloFrida Kahlo
Frida Kahlo
 
Minimalismo e Conceitual
Minimalismo e ConceitualMinimalismo e Conceitual
Minimalismo e Conceitual
 
Arte Conceitual
Arte ConceitualArte Conceitual
Arte Conceitual
 
Surrealismo
SurrealismoSurrealismo
Surrealismo
 
Arte moderna
Arte modernaArte moderna
Arte moderna
 
O que é a arte
O que é a arteO que é a arte
O que é a arte
 
Arte Minimalista
Arte MinimalistaArte Minimalista
Arte Minimalista
 
Arte minimalista
Arte minimalistaArte minimalista
Arte minimalista
 
Aula de arte urbana
Aula de arte urbanaAula de arte urbana
Aula de arte urbana
 
Abstracionismo
AbstracionismoAbstracionismo
Abstracionismo
 
Arte urbana
Arte urbana Arte urbana
Arte urbana
 
Dadaísmo
DadaísmoDadaísmo
Dadaísmo
 
Arte abstrata
Arte abstrataArte abstrata
Arte abstrata
 
História da Arte: Realismo
História da Arte: RealismoHistória da Arte: Realismo
História da Arte: Realismo
 
A arte como expressão expressionismo
A arte como expressão   expressionismoA arte como expressão   expressionismo
A arte como expressão expressionismo
 
EHA 05 Arte Urbana
EHA 05 Arte UrbanaEHA 05 Arte Urbana
EHA 05 Arte Urbana
 
Grafite x pichação
Grafite x pichaçãoGrafite x pichação
Grafite x pichação
 
Arte - Realismo
Arte - RealismoArte - Realismo
Arte - Realismo
 
Impressionismo
ImpressionismoImpressionismo
Impressionismo
 

Destaque

Arte Contemporânea Minimalismo nos dias de hoje (2014)
Arte Contemporânea Minimalismo nos dias de hoje (2014)Arte Contemporânea Minimalismo nos dias de hoje (2014)
Arte Contemporânea Minimalismo nos dias de hoje (2014)
Savanna Denega
 
Ensino Médio- Minimalismo- Donald Judd e Dan Flavin - 11 slides-
 Ensino Médio- Minimalismo- Donald Judd e Dan Flavin - 11 slides- Ensino Médio- Minimalismo- Donald Judd e Dan Flavin - 11 slides-
Ensino Médio- Minimalismo- Donald Judd e Dan Flavin - 11 slides-
ArtesElisa
 
Minimalismo
MinimalismoMinimalismo
Minimalismo
Bruno Fernandes
 
Arte conceitual
Arte conceitualArte conceitual
Arte conceitual
Stefânia Balestero
 
Arte conceitual
Arte conceitualArte conceitual
Arte conceitual
Cristiano Acosta
 
Arte Conceitual Semina´Rio
Arte Conceitual  Semina´RioArte Conceitual  Semina´Rio
Arte Conceitual Semina´Rio
guest2b9b0d
 
Arte Minimal Minimalismo
Arte Minimal   MinimalismoArte Minimal   Minimalismo
Arte Minimal Minimalismo
Carol Mendoza
 
Minimalismo
MinimalismoMinimalismo
Minimalismo
Roxana Rueda
 
Revisão - Minimalismo e Neoconcretismo
Revisão - Minimalismo e NeoconcretismoRevisão - Minimalismo e Neoconcretismo
Revisão - Minimalismo e Neoconcretismo
Raphael Lanzillotte
 
Minimalismo
MinimalismoMinimalismo
Minimalismo
Paul Mnl
 
Land art / art terrestre
Land art / art terrestreLand art / art terrestre
Land art / art terrestre
Raul Galvez
 
Sociologia e filosofia
Sociologia e filosofiaSociologia e filosofia
Sociologia e filosofia
pibidsociais
 
Arte Conceitual
Arte ConceitualArte Conceitual
Arte Conceitual
Carol Mendoza
 
Construtivismo - tutorial revista lef
Construtivismo - tutorial revista lefConstrutivismo - tutorial revista lef
Construtivismo - tutorial revista lef
Carol Mendoza
 
Minimalismo
MinimalismoMinimalismo
Minimalismo
Renzo Borghi
 
Ensino Médio- Arte Conceitual-
Ensino Médio-  Arte Conceitual-Ensino Médio-  Arte Conceitual-
Ensino Médio- Arte Conceitual-
ArtesElisa
 
Minimalismo
MinimalismoMinimalismo
Minimalismo
Jorge Guevara
 
Música minimalista
Música minimalistaMúsica minimalista
Música minimalista
Isabella Luchi
 
Iberê Camargo ApresentaçãO
Iberê Camargo ApresentaçãOIberê Camargo ApresentaçãO
Minimalismo
MinimalismoMinimalismo
Minimalismo
Monse Legorreta
 

Destaque (20)

Arte Contemporânea Minimalismo nos dias de hoje (2014)
Arte Contemporânea Minimalismo nos dias de hoje (2014)Arte Contemporânea Minimalismo nos dias de hoje (2014)
Arte Contemporânea Minimalismo nos dias de hoje (2014)
 
Ensino Médio- Minimalismo- Donald Judd e Dan Flavin - 11 slides-
 Ensino Médio- Minimalismo- Donald Judd e Dan Flavin - 11 slides- Ensino Médio- Minimalismo- Donald Judd e Dan Flavin - 11 slides-
Ensino Médio- Minimalismo- Donald Judd e Dan Flavin - 11 slides-
 
Minimalismo
MinimalismoMinimalismo
Minimalismo
 
Arte conceitual
Arte conceitualArte conceitual
Arte conceitual
 
Arte conceitual
Arte conceitualArte conceitual
Arte conceitual
 
Arte Conceitual Semina´Rio
Arte Conceitual  Semina´RioArte Conceitual  Semina´Rio
Arte Conceitual Semina´Rio
 
Arte Minimal Minimalismo
Arte Minimal   MinimalismoArte Minimal   Minimalismo
Arte Minimal Minimalismo
 
Minimalismo
MinimalismoMinimalismo
Minimalismo
 
Revisão - Minimalismo e Neoconcretismo
Revisão - Minimalismo e NeoconcretismoRevisão - Minimalismo e Neoconcretismo
Revisão - Minimalismo e Neoconcretismo
 
Minimalismo
MinimalismoMinimalismo
Minimalismo
 
Land art / art terrestre
Land art / art terrestreLand art / art terrestre
Land art / art terrestre
 
Sociologia e filosofia
Sociologia e filosofiaSociologia e filosofia
Sociologia e filosofia
 
Arte Conceitual
Arte ConceitualArte Conceitual
Arte Conceitual
 
Construtivismo - tutorial revista lef
Construtivismo - tutorial revista lefConstrutivismo - tutorial revista lef
Construtivismo - tutorial revista lef
 
Minimalismo
MinimalismoMinimalismo
Minimalismo
 
Ensino Médio- Arte Conceitual-
Ensino Médio-  Arte Conceitual-Ensino Médio-  Arte Conceitual-
Ensino Médio- Arte Conceitual-
 
Minimalismo
MinimalismoMinimalismo
Minimalismo
 
Música minimalista
Música minimalistaMúsica minimalista
Música minimalista
 
Iberê Camargo ApresentaçãO
Iberê Camargo ApresentaçãOIberê Camargo ApresentaçãO
Iberê Camargo ApresentaçãO
 
Minimalismo
MinimalismoMinimalismo
Minimalismo
 

Semelhante a Aula 12 Minimalismo Arte Conceitual

Arte pop
Arte popArte pop
4.pesquisas visualidade
4.pesquisas visualidade4.pesquisas visualidade
4.pesquisas visualidade
histoartetatiana
 
Aula 11 Pop Art Op Art
Aula 11  Pop Art Op Art Aula 11  Pop Art Op Art
Aula 11 Pop Art Op Art
Aline Okumura
 
04 julho 2012 nossa apresentaçao
04 julho 2012  nossa apresentaçao04 julho 2012  nossa apresentaçao
04 julho 2012 nossa apresentaçao
Sandra Kroetz
 
Aula 10 Expressionismo Abstrato
Aula 10  Expressionismo AbstratoAula 10  Expressionismo Abstrato
Aula 10 Expressionismo Abstrato
Aline Okumura
 
2- Ensino Médio- As muitas linguagens da arte contemporânea
 2- Ensino Médio- As muitas linguagens da arte contemporânea 2- Ensino Médio- As muitas linguagens da arte contemporânea
2- Ensino Médio- As muitas linguagens da arte contemporânea
ArtesElisa
 
Op Art & Pop Art
Op Art & Pop ArtOp Art & Pop Art
Op Art & Pop Art
Marcia Alvares
 
Arte pop
Arte popArte pop
Arte pop
Luciana Ribeiro
 
Palestra - Arte Ambiental
Palestra - Arte Ambiental Palestra - Arte Ambiental
Palestra - Arte Ambiental
MM Gerdau - Museu das Minas e do Metal
 
Ensino Médio- As muitas linguagens da arte contemporânea
 Ensino Médio-   As muitas linguagens da arte contemporânea Ensino Médio-   As muitas linguagens da arte contemporânea
Ensino Médio- As muitas linguagens da arte contemporânea
ArtesElisa
 
Arte da segunda metade do século xx
Arte da segunda metade do século xxArte da segunda metade do século xx
Arte da segunda metade do século xx
Fabiana Alexandre
 
Construtivismo russo
Construtivismo russoConstrutivismo russo
Construtivismo russo
Viviane Marques
 
A arte enquanto processo “criar é agir”
A arte enquanto processo  “criar é agir”A arte enquanto processo  “criar é agir”
A arte enquanto processo “criar é agir”
taras291
 
HAA-III_ UNIDADE II - Arte Contemporânea.pdf
HAA-III_ UNIDADE II - Arte Contemporânea.pdfHAA-III_ UNIDADE II - Arte Contemporânea.pdf
HAA-III_ UNIDADE II - Arte Contemporânea.pdf
ssuser90b57a
 
Sabixão andywarhol1
Sabixão andywarhol1Sabixão andywarhol1
Sabixão andywarhol1
Douglas Negrisolli
 
Aula 8 Suprematismo de Stij Construtivismo russo e decostrutivismo
Aula 8   Suprematismo de Stij Construtivismo russo e decostrutivismoAula 8   Suprematismo de Stij Construtivismo russo e decostrutivismo
Aula 8 Suprematismo de Stij Construtivismo russo e decostrutivismo
Aline Okumura
 
Pós Modernismo
Pós ModernismoPós Modernismo
Pós Modernismo
Bruno Conti
 
Artes Visuais
Artes VisuaisArtes Visuais
Artes Visuais
Fabio Vanussi
 
Ensino Médio- A Arte Contemporânea
Ensino Médio-  A  Arte ContemporâneaEnsino Médio-  A  Arte Contemporânea
Ensino Médio- A Arte Contemporânea
ArtesElisa
 
POP ART, OP ART & LAND ART
POP ART, OP ART & LAND ARTPOP ART, OP ART & LAND ART
POP ART, OP ART & LAND ART
danf97
 

Semelhante a Aula 12 Minimalismo Arte Conceitual (20)

Arte pop
Arte popArte pop
Arte pop
 
4.pesquisas visualidade
4.pesquisas visualidade4.pesquisas visualidade
4.pesquisas visualidade
 
Aula 11 Pop Art Op Art
Aula 11  Pop Art Op Art Aula 11  Pop Art Op Art
Aula 11 Pop Art Op Art
 
04 julho 2012 nossa apresentaçao
04 julho 2012  nossa apresentaçao04 julho 2012  nossa apresentaçao
04 julho 2012 nossa apresentaçao
 
Aula 10 Expressionismo Abstrato
Aula 10  Expressionismo AbstratoAula 10  Expressionismo Abstrato
Aula 10 Expressionismo Abstrato
 
2- Ensino Médio- As muitas linguagens da arte contemporânea
 2- Ensino Médio- As muitas linguagens da arte contemporânea 2- Ensino Médio- As muitas linguagens da arte contemporânea
2- Ensino Médio- As muitas linguagens da arte contemporânea
 
Op Art & Pop Art
Op Art & Pop ArtOp Art & Pop Art
Op Art & Pop Art
 
Arte pop
Arte popArte pop
Arte pop
 
Palestra - Arte Ambiental
Palestra - Arte Ambiental Palestra - Arte Ambiental
Palestra - Arte Ambiental
 
Ensino Médio- As muitas linguagens da arte contemporânea
 Ensino Médio-   As muitas linguagens da arte contemporânea Ensino Médio-   As muitas linguagens da arte contemporânea
Ensino Médio- As muitas linguagens da arte contemporânea
 
Arte da segunda metade do século xx
Arte da segunda metade do século xxArte da segunda metade do século xx
Arte da segunda metade do século xx
 
Construtivismo russo
Construtivismo russoConstrutivismo russo
Construtivismo russo
 
A arte enquanto processo “criar é agir”
A arte enquanto processo  “criar é agir”A arte enquanto processo  “criar é agir”
A arte enquanto processo “criar é agir”
 
HAA-III_ UNIDADE II - Arte Contemporânea.pdf
HAA-III_ UNIDADE II - Arte Contemporânea.pdfHAA-III_ UNIDADE II - Arte Contemporânea.pdf
HAA-III_ UNIDADE II - Arte Contemporânea.pdf
 
Sabixão andywarhol1
Sabixão andywarhol1Sabixão andywarhol1
Sabixão andywarhol1
 
Aula 8 Suprematismo de Stij Construtivismo russo e decostrutivismo
Aula 8   Suprematismo de Stij Construtivismo russo e decostrutivismoAula 8   Suprematismo de Stij Construtivismo russo e decostrutivismo
Aula 8 Suprematismo de Stij Construtivismo russo e decostrutivismo
 
Pós Modernismo
Pós ModernismoPós Modernismo
Pós Modernismo
 
Artes Visuais
Artes VisuaisArtes Visuais
Artes Visuais
 
Ensino Médio- A Arte Contemporânea
Ensino Médio-  A  Arte ContemporâneaEnsino Médio-  A  Arte Contemporânea
Ensino Médio- A Arte Contemporânea
 
POP ART, OP ART & LAND ART
POP ART, OP ART & LAND ARTPOP ART, OP ART & LAND ART
POP ART, OP ART & LAND ART
 

Mais de Aline Okumura

Guia Pratico de nomes de marca.pdf
Guia Pratico de nomes de marca.pdfGuia Pratico de nomes de marca.pdf
Guia Pratico de nomes de marca.pdf
Aline Okumura
 
Tipos de imagens digitais
Tipos de imagens digitaisTipos de imagens digitais
Tipos de imagens digitais
Aline Okumura
 
2. Aula Tipografia
2. Aula Tipografia2. Aula Tipografia
2. Aula Tipografia
Aline Okumura
 
Apresentação enpmoda
Apresentação enpmodaApresentação enpmoda
Apresentação enpmoda
Aline Okumura
 
1. Aula Teoria das Cores
1. Aula Teoria das Cores1. Aula Teoria das Cores
1. Aula Teoria das Cores
Aline Okumura
 
Feca formas expressão e comunicação artistica
Feca   formas expressão e comunicação artisticaFeca   formas expressão e comunicação artistica
Feca formas expressão e comunicação artistica
Aline Okumura
 
Tabela Valor do Design
Tabela Valor do DesignTabela Valor do Design
Tabela Valor do Design
Aline Okumura
 
Frases Ilustradas
Frases IlustradasFrases Ilustradas
Frases Ilustradas
Aline Okumura
 
Costura e Bordado
Costura e BordadoCostura e Bordado
Costura e Bordado
Aline Okumura
 
História do Photoshop
História do PhotoshopHistória do Photoshop
História do Photoshop
Aline Okumura
 
Aula 7 Dadaismo e Surrealismo
Aula 7   Dadaismo e SurrealismoAula 7   Dadaismo e Surrealismo
Aula 7 Dadaismo e Surrealismo
Aline Okumura
 
Aula 6 Futurismo Purismo Orfismo Vorticismo
Aula 6   Futurismo Purismo Orfismo VorticismoAula 6   Futurismo Purismo Orfismo Vorticismo
Aula 6 Futurismo Purismo Orfismo Vorticismo
Aline Okumura
 
Aula 5 Fauvismo Expressionismo Cubismo
Aula 5   Fauvismo Expressionismo CubismoAula 5   Fauvismo Expressionismo Cubismo
Aula 5 Fauvismo Expressionismo Cubismo
Aline Okumura
 
Aula 4 Impressionismo
Aula 4   ImpressionismoAula 4   Impressionismo
Aula 4 Impressionismo
Aline Okumura
 
Aula 3 Arts and Crafts
Aula 3   Arts and CraftsAula 3   Arts and Crafts
Aula 3 Arts and Crafts
Aline Okumura
 

Mais de Aline Okumura (15)

Guia Pratico de nomes de marca.pdf
Guia Pratico de nomes de marca.pdfGuia Pratico de nomes de marca.pdf
Guia Pratico de nomes de marca.pdf
 
Tipos de imagens digitais
Tipos de imagens digitaisTipos de imagens digitais
Tipos de imagens digitais
 
2. Aula Tipografia
2. Aula Tipografia2. Aula Tipografia
2. Aula Tipografia
 
Apresentação enpmoda
Apresentação enpmodaApresentação enpmoda
Apresentação enpmoda
 
1. Aula Teoria das Cores
1. Aula Teoria das Cores1. Aula Teoria das Cores
1. Aula Teoria das Cores
 
Feca formas expressão e comunicação artistica
Feca   formas expressão e comunicação artisticaFeca   formas expressão e comunicação artistica
Feca formas expressão e comunicação artistica
 
Tabela Valor do Design
Tabela Valor do DesignTabela Valor do Design
Tabela Valor do Design
 
Frases Ilustradas
Frases IlustradasFrases Ilustradas
Frases Ilustradas
 
Costura e Bordado
Costura e BordadoCostura e Bordado
Costura e Bordado
 
História do Photoshop
História do PhotoshopHistória do Photoshop
História do Photoshop
 
Aula 7 Dadaismo e Surrealismo
Aula 7   Dadaismo e SurrealismoAula 7   Dadaismo e Surrealismo
Aula 7 Dadaismo e Surrealismo
 
Aula 6 Futurismo Purismo Orfismo Vorticismo
Aula 6   Futurismo Purismo Orfismo VorticismoAula 6   Futurismo Purismo Orfismo Vorticismo
Aula 6 Futurismo Purismo Orfismo Vorticismo
 
Aula 5 Fauvismo Expressionismo Cubismo
Aula 5   Fauvismo Expressionismo CubismoAula 5   Fauvismo Expressionismo Cubismo
Aula 5 Fauvismo Expressionismo Cubismo
 
Aula 4 Impressionismo
Aula 4   ImpressionismoAula 4   Impressionismo
Aula 4 Impressionismo
 
Aula 3 Arts and Crafts
Aula 3   Arts and CraftsAula 3   Arts and Crafts
Aula 3 Arts and Crafts
 

Último

A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIASA SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
HisrelBlog
 
AULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdf
AULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdfAULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdf
AULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdf
SthafaniHussin1
 
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
ANDRÉA FERREIRA
 
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptxTreinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
MarcosPaulo777883
 
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de cursoDicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Simone399395
 
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptxCartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Zenir Carmen Bez Trombeta
 
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdfUFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
Manuais Formação
 
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escolaIntrodução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Professor Belinaso
 
As sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativasAs sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativas
rloureiro1
 
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
fagnerlopes11
 
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
Manuais Formação
 
JOGO DA VELHA FESTA JUNINA - ARQUIVO GRATUITO.pdf
JOGO DA VELHA FESTA JUNINA - ARQUIVO GRATUITO.pdfJOGO DA VELHA FESTA JUNINA - ARQUIVO GRATUITO.pdf
JOGO DA VELHA FESTA JUNINA - ARQUIVO GRATUITO.pdf
ClaudiaMainoth
 
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Mary Alvarenga
 
Leonardo da Vinci .pptx
Leonardo da Vinci                  .pptxLeonardo da Vinci                  .pptx
Leonardo da Vinci .pptx
TomasSousa7
 
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões.          pptxRimas, Luís Vaz de Camões.          pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
TomasSousa7
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
TomasSousa7
 
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
LeticiaRochaCupaiol
 
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
fran0410
 
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptxAtpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
joaresmonte3
 
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdfcronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
todorokillmepls
 

Último (20)

A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIASA SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
 
AULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdf
AULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdfAULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdf
AULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdf
 
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
 
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptxTreinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
 
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de cursoDicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
 
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptxCartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
 
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdfUFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
 
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escolaIntrodução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
 
As sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativasAs sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativas
 
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
 
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
 
JOGO DA VELHA FESTA JUNINA - ARQUIVO GRATUITO.pdf
JOGO DA VELHA FESTA JUNINA - ARQUIVO GRATUITO.pdfJOGO DA VELHA FESTA JUNINA - ARQUIVO GRATUITO.pdf
JOGO DA VELHA FESTA JUNINA - ARQUIVO GRATUITO.pdf
 
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
 
Leonardo da Vinci .pptx
Leonardo da Vinci                  .pptxLeonardo da Vinci                  .pptx
Leonardo da Vinci .pptx
 
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões.          pptxRimas, Luís Vaz de Camões.          pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
 
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
 
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
 
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptxAtpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
 
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdfcronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
 

Aula 12 Minimalismo Arte Conceitual

Notas do Editor

  1. \n
  2. \n
  3. \n
  4. \n
  5. \n
  6. \n
  7. \n
  8. \n
  9. \n
  10. \n
  11. \n
  12. \n
  13. \n
  14. \n
  15. \n
  16. \n
  17. \n
  18. \n
  19. \n
  20. \n
  21. \n
  22. \n
  23. \n
  24. \n
  25. \n
  26. \n
  27. \n
  28. \n
  29. \n
  30. \n
  31. \n
  32. \n
  33. \n
  34. \n
  35. \n
  36. \n
  37. \n
  38. \n
  39. \n
  40. \n
  41. \n
  42. \n
  43. \n
  44. \n
  45. \n
  46. \n
  47. \n
  48. \n
  49. \n
  50. \n
  51. \n
  52. \n
  53. \n
  54. \n
  55. \n
  56. \n
  57. \n
  58. \n
  59. \n
  60. \n
  61. \n
  62. \n
  63. \n
  64. \n
  65. \n
  66. \n
  67. \n
  68. \n
  69. \n
  70. \n
  71. \n
  72. \n
  73. \n
  74. \n
  75. \n
  76. \n
  77. \n
  78. \n
  79. \n
  80. \n
  81. \n
  82. \n
  83. \n
  84. \n
  85. \n
  86. \n
  87. \n
  88. \n
  89. \n
  90. \n
  91. \n
  92. \n
  93. \n
  94. \n
  95. \n
  96. \n
  97. \n
  98. \n
  99. \n
  100. \n