SlideShare uma empresa Scribd logo
GEOLOGIA 
Professora Carolina Corrêa
Tempo Geológico 
Origem e estrutura interna da Terra 
Conteúdos 
carolcorreageo.blogspot.com
Escala de tempo geológico representa a linha do tempo desde o presente até a formação da Terra, dividida em éons, eras, períodos, épocas e idades, que se baseiam nos grandes eventos geológicos da história do planeta. Embora devesse servir de marco cronológico absoluto à Geologia, não há concordância entre cientistas quanto aos nomes e limites de suas divisões. 
carolcorreageo.blogspot.com
Fonte: ruipedroliveira.blogspot.com 
carolcorreageo.blogspot.com
A Formação do Universo e Sistema Solar 
Inúmeras são a teorias propostas. 
A mais aceita para a formação do universo é a “teoria da grande explosão”. 
Esse evento ficou conhecido como Big Bang. 
carolcorreageo.blogspot.com
O universo começou com um grão primordial extremamente denso e quente, que, por razões desconhecidas, teria se expandido originando o espaço, o tempo e toda a matéria e energia existentes no universo. 
carolcorreageo.blogspot.com
Segundo esta teoria o universo não é estático e se encontra em constante expansão, ou seja, as galáxias estão se afastando umas das outras. 
De acordo com as melhores medições disponíveis em 2010, as condições iniciais ocorreram por volta de 13,3 a 13,9 bilhões de anos atrás. 
carolcorreageo.blogspot.com
Uma máquina (acelerador de partículas) de US$ 10 bilhões com uma pista de 27 km enterrada sob a fronteira entre a França e a Suíça. 
A partícula Bóson de Higgs anunciada em 4 de julho de 2012. 
carolcorreageo.blogspot.com
Cerca de 1 bilhão de anos depois do Big Bang, os elementos químicos começaram a se unir dando origem às galáxias. 
carolcorreageo.blogspot.com
Teoria Catastrófica 
Uma das primeiras teorias para a formação do sistema solar é a Teoria Catastrófica, segundo a qual um outro astro passou perto o suficiente do nosso Sol para “arrancar” matéria solar. 
Formação do Sistema Solar 
carolcorreageo.blogspot.com
Problemas: 
O Sol já estava formado; 
A constituição diferente dos planetas. 
Obs.: Essa teoria foi abandonada em detrimento da Teoria de Acresção. 
carolcorreageo.blogspot.com
A Teoria de Acresção: 
a Nebulosa Solar Primitiva (NSP) 
Laplace em 1796; 
Uma nuvem de gás e poeira que aos poucos agregou mais gás e poeira e, em um determinado ponto formou o Sol; 
Os planetas formaram-se da mesma matéria interestelar; 
carolcorreageo.blogspot.com
Problemas: 
Laplace não soube explicar como os planetas foram capturados pelo Sol, 
Ele supôs que o Sol produzia energia através da queima da sua matéria. 
Obs.: Não existiam ainda, provas de que esta teoria estava correta, mas a teoria foi bem aceita de um modo geral. 
carolcorreageo.blogspot.com
A Teoria de Acresção reformulada: 
Adaptou os novos dados observacionais; 
A nuvem de gás e poeira densa começou a entrar em um colapso gravitacional, ou seja um aumento na concentração de gás; 
Circulo vicioso = gravidade atraiu + matéria, que gerou + gravidade. 
carolcorreageo.blogspot.com
Uma nebulosa difusa, grosseiramente esférica e em lenta rotação começa a contrair-se. 
carolcorreageo.blogspot.com
Como resultado da contração e rotação formou- se um disco achatado, girando rapidamente, concentrando a matéria em seu centro (Proto- Sol). 
carolcorreageo.blogspot.com
Nesta fase o proto-Sol estava envolvido por uma denso invólucro de gás e poeira. Neste disco de poeira e gás que ainda circunda esta jovem estrela, aconteciam outros processos que culminariam na formação dos planetas. 
carolcorreageo.blogspot.com
O Sol 
Sob a atração da gravidade, a matéria deslocou- se para o centro. O proto-Sol, tornou-se mais denso e quente (milhões de graus), iniciando uma fusão nuclear. 
carolcorreageo.blogspot.com
Formação dos Planetas 
O disco envolvido por gás e poeira forma grãos que colidem e se agregam em pequenos blocos: Os planetesimais. 
carolcorreageo.blogspot.com
Os planetas do Sistema Solar podem ser classificados como terrestres ou telúricos , jovianos ou gasosos. Há ainda os planetas anões com composições físicas e químicas diferente da dos planetas telúricos ou jovianos. 
carolcorreageo.blogspot.com
Tempo Cósmico 
Era 
Evento 
0 
Singularidade 
Big Bang 
Até 10-43 s 
Era de Planck 
(Ainda desconhecida) 
Até 10-7 s 
Era dos Hádrons 
Criação das partículas pesadas 
Até 1 s 
Era dos Léptons 
Criação das partículas leves 
1 min 
Era da radiação 
Formação de Hélio e Deutério 
As etapas iniciais da evolução do universo. 
carolcorreageo.blogspot.com
Tempo Cósmico 
Era 
Evento 
10 mil anos 
Era da matéria 
A matéria torna-se predominante 
300 mil anos 
Desacoplamento 
O universo torna-se transparente 
1 bilhão de anos 
Formação das galáxias e grandes estruturas 
8,7 bilhões de anos 
Inicio da formação do Sol 
13,7 bilhões de anos 
Época atual 
Fonte: Astronomia: uma visão geral do Universo. São Paulo: Edusp, 2003. p. 240. 
carolcorreageo.blogspot.com
A Terra primitiva: formação de um planeta em camadas 
Quando corpos colidem com a Terra primitiva, a maior parte da energia foi convertida em calor. Isso foi suficiente para ejetar no espaço uma grande quantidade de detritos e gerar calor para fundir parte do que restou da Terra. 
Corpo 
impactante 
No estágio final de acrescimento (4,5 G.a) um corpo impactou a Terra... 
... e o impacto ejetou para o espaço uma chuva de detritos tanto do corpo quanto da Terra 
carolcorreageo.blogspot.com
O impacto acelerou a rotação da Terra e inclinou o seu plano orbital para 23°. 
A Terra reconstituiu- se como um grande corpo fundido. 
A Lua agregou- se a partir dos detritos 
Rochas da Lua com 4,47 G.a, trazidas pelos astronautas da Apollo, confirmaram assa hipótese. 
carolcorreageo.blogspot.com
O nosso planeta nada mais era que uma massa incandescente. Nesse momento os elementos químicos mais densos afundaram sendo que hoje fazem parte da composição do núcleo e do manto enquanto os menos densos como os silicatos vieram a formar a crosta. 
carolcorreageo.blogspot.com
Formação dos Continentes, dos oceanos e da atmosfera da Terra: 
A fusão primitiva promoveu a formação da crosta e consequentemente dos continentes. 
Atividade vulcânica primitiva 
carolcorreageo.blogspot.com
Elementos Químicos na Terra 
Terra Inteira 
Crosta daTerra 
outros 
cálcio 
enxofre 
níquel 
magnésio 
alumínio 
Fe 
Oxigênio 
silício 
cálcio 
silício 
alumínio 
potássio 
sódio 
outros 
Fe 
Oxigênio 
magnésio 
Apenas 8 elementos constituem 99% da massa da Terra. 
90% da Terra consistem em apenas 4 elementos: Fe, O, Si, Mg. 
35% da Terra é constituída por Fe, mas devido a diferenciação a crosta é pobre neste elemento. 
Os elementos leves são predominantes na crosta. 
As rochas crustais são constituídas por quase 50% de oxigênio. 
carolcorreageo.blogspot.com
A Terra é constituída, basicamente, por três camadas : o núcleo, o manto e a crosta, cada uma com suas características físicas e químicas distintas. 
Essas camadas não são homogêneas; as variações em seu interior explicam a existência de fenômenos como a deriva continental, os vulcões, os terremotos e o campo magnético do planeta. 
carolcorreageo.blogspot.com
Crosta - Camada superficial sólida que circunda a Terra. Tem, em média, de 30 a 40 km de espessura nas regiões mais antigas e sismicamente estáveis, os chamados crátons; 
A crosta pode ser bem mais fina ou chegar a até 70km nas cadeias montanhosas como Himalaia e Andes. 
carolcorreageo.blogspot.com
Existem dois tipos de crosta: a crosta oceânica, jovem, de pouca espessura, densa e constituída basicamente por rochas basálticas, abrangendo 65% da superfície da Terra; e a crosta continental mais antiga, mais espessa, menos densa e de composição (a grosso modo) granítica correspondente a 35% da superfície da Terra. 
carolcorreageo.blogspot.com
Manto - O manto estende-se desde cerca de 30 km e por uma profundidade de 2900 km. É formado por vários tipos de rochas que, devido às altas temperaturas, encontram-se em um estado complexo que mistura materiais fundidos e sólidos e recebe o nome de magma. As temperaturas do manto variam de 100 graus Celsius até 3500 graus Celsius. 
carolcorreageo.blogspot.com
Núcleo - É a parte central do planeta. Acredita-se que seja formado por metais como ferro e níquel em altíssimas temperaturas. Possui duas partes : 
Núcleo externo : Líquido - de 2900 a 5150 km. 
Núcleo interno : Até 6371 km. 
carolcorreageo.blogspot.com
Fonte: magui-12.blogspot.com 
carolcorreageo.blogspot.com
Fonte: http://www.algosobre.com.br/geografia/estrutura-e-composicao- da-terra.html 
carolcorreageo.blogspot.com
GUERRA, A. J. T.; CUNHA, S. B. Geomorfologia: uma atualização de bases e conceitos. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2. ed., 1995. 472 p. 
LEINZ, V.; AMARAL, S. E. Geologia Geral. São Paulo: Nacional, 1980. 
PENTEADO, M.M. Fundamentos de Geomorfologia. Rio de Janeiro: IBGE, 1974. 185 p. 
TARBUCK, E.;LUTGENS, F.K. Earth Science. New Jersey: Prentice Hall, 2000. 
TEIXEIRA, W.; TOLEDO, M.C.M.; FAIRCHILD, T.R.; TAIOLI, F. Decifrando a Terra. São Paulo: Oficina de Textos, 2000. 
Referências 
carolcorreageo.blogspot.com

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Formação do sistema solar
Formação do sistema solarFormação do sistema solar
Formação do sistema solar
Rita Pereira
 
Energia origemeefeitos
Energia origemeefeitosEnergia origemeefeitos
Energia origemeefeitos
Petroleoecologia
 
Origem e formação da terra
Origem e formação da terraOrigem e formação da terra
Origem e formação da terra
karolpoa
 
Geologia 10 formação do sistema solar
Geologia 10   formação do sistema solarGeologia 10   formação do sistema solar
Geologia 10 formação do sistema solar
Nuno Correia
 
Formação do universo,sistema solar,agua,sal
Formação do universo,sistema solar,agua,salFormação do universo,sistema solar,agua,sal
Formação do universo,sistema solar,agua,sal
pedrovictortoto
 
FormaçãO Do Sistema Solar
FormaçãO Do Sistema SolarFormaçãO Do Sistema Solar
FormaçãO Do Sistema Solar
Cidalia Aguiar
 
Origem do Sol e dos Planetas
Origem do Sol e dos PlanetasOrigem do Sol e dos Planetas
Origem do Sol e dos Planetas
Rita Galrito
 
3 atmosfera
3 atmosfera3 atmosfera
3 atmosfera
Carolina Corrêa
 
A Terra – acreção e diferenciação
A Terra – acreção e diferenciaçãoA Terra – acreção e diferenciação
A Terra – acreção e diferenciação
Liliane Morgado
 
Revisão
RevisãoRevisão
G10 formação do sistema solar
G10   formação do sistema solarG10   formação do sistema solar
G10 formação do sistema solar
Nuno Correia
 
Geografia natureza e riscos ambientais
Geografia   natureza e riscos ambientaisGeografia   natureza e riscos ambientais
Geografia natureza e riscos ambientais
geografiafelipe
 
Big Bang - A Origem De Tudo
Big Bang - A Origem De TudoBig Bang - A Origem De Tudo
Big Bang - A Origem De Tudo
Marina Wekid
 
Geologia 10 planetas, asteróides e cometas
Geologia 10   planetas, asteróides e cometasGeologia 10   planetas, asteróides e cometas
Geologia 10 planetas, asteróides e cometas
Nuno Correia
 
Deriva0002
Deriva0002Deriva0002
Deriva0002
YagoVerling
 
Aula 20 formação sistema solar
Aula 20   formação sistema solarAula 20   formação sistema solar
Aula 20 formação sistema solar
Liliane Morgado
 
Aula 2
Aula 2Aula 2
C:\Fakepath\FormaçãO Do Sistema Solar
C:\Fakepath\FormaçãO Do Sistema SolarC:\Fakepath\FormaçãO Do Sistema Solar
C:\Fakepath\FormaçãO Do Sistema Solar
guestd7f9cbb
 
O sistema solar
O sistema solarO sistema solar
O sistema solar
Isabel Lopes
 
Sistema Solar
Sistema SolarSistema Solar
Sistema Solar
Costa
 

Mais procurados (20)

Formação do sistema solar
Formação do sistema solarFormação do sistema solar
Formação do sistema solar
 
Energia origemeefeitos
Energia origemeefeitosEnergia origemeefeitos
Energia origemeefeitos
 
Origem e formação da terra
Origem e formação da terraOrigem e formação da terra
Origem e formação da terra
 
Geologia 10 formação do sistema solar
Geologia 10   formação do sistema solarGeologia 10   formação do sistema solar
Geologia 10 formação do sistema solar
 
Formação do universo,sistema solar,agua,sal
Formação do universo,sistema solar,agua,salFormação do universo,sistema solar,agua,sal
Formação do universo,sistema solar,agua,sal
 
FormaçãO Do Sistema Solar
FormaçãO Do Sistema SolarFormaçãO Do Sistema Solar
FormaçãO Do Sistema Solar
 
Origem do Sol e dos Planetas
Origem do Sol e dos PlanetasOrigem do Sol e dos Planetas
Origem do Sol e dos Planetas
 
3 atmosfera
3 atmosfera3 atmosfera
3 atmosfera
 
A Terra – acreção e diferenciação
A Terra – acreção e diferenciaçãoA Terra – acreção e diferenciação
A Terra – acreção e diferenciação
 
Revisão
RevisãoRevisão
Revisão
 
G10 formação do sistema solar
G10   formação do sistema solarG10   formação do sistema solar
G10 formação do sistema solar
 
Geografia natureza e riscos ambientais
Geografia   natureza e riscos ambientaisGeografia   natureza e riscos ambientais
Geografia natureza e riscos ambientais
 
Big Bang - A Origem De Tudo
Big Bang - A Origem De TudoBig Bang - A Origem De Tudo
Big Bang - A Origem De Tudo
 
Geologia 10 planetas, asteróides e cometas
Geologia 10   planetas, asteróides e cometasGeologia 10   planetas, asteróides e cometas
Geologia 10 planetas, asteróides e cometas
 
Deriva0002
Deriva0002Deriva0002
Deriva0002
 
Aula 20 formação sistema solar
Aula 20   formação sistema solarAula 20   formação sistema solar
Aula 20 formação sistema solar
 
Aula 2
Aula 2Aula 2
Aula 2
 
C:\Fakepath\FormaçãO Do Sistema Solar
C:\Fakepath\FormaçãO Do Sistema SolarC:\Fakepath\FormaçãO Do Sistema Solar
C:\Fakepath\FormaçãO Do Sistema Solar
 
O sistema solar
O sistema solarO sistema solar
O sistema solar
 
Sistema Solar
Sistema SolarSistema Solar
Sistema Solar
 

Destaque

Escala do tempo geologico apresentaçao
Escala do tempo geologico apresentaçaoEscala do tempo geologico apresentaçao
Escala do tempo geologico apresentaçao
Susi de Oliveira
 
A formação da terra
A formação da terraA formação da terra
A formação da terra
Professor
 
Climatologia no brasil
Climatologia no brasilClimatologia no brasil
Climatologia no brasil
Carolina Corrêa
 
Os ventos e a circulação geral da atmosfera
Os ventos e a circulação geral da atmosferaOs ventos e a circulação geral da atmosfera
Os ventos e a circulação geral da atmosfera
Carolina Corrêa
 
Gabarito exercícios
Gabarito exercíciosGabarito exercícios
Gabarito exercícios
karolpoa
 
Domínios morfoclimáticos brasileiros condições ambientais
Domínios morfoclimáticos brasileiros condições ambientaisDomínios morfoclimáticos brasileiros condições ambientais
Domínios morfoclimáticos brasileiros condições ambientais
karolpoa
 
Domínios morfoclimáticos brasileiros
Domínios morfoclimáticos brasileirosDomínios morfoclimáticos brasileiros
Domínios morfoclimáticos brasileiros
karolpoa
 
Domínios cerrado
Domínios cerradoDomínios cerrado
Domínios cerrado
karolpoa
 
Movimentos da terra
Movimentos da terraMovimentos da terra
Movimentos da terra
karolpoa
 
O universo
O universoO universo
O universo
Bio Sem Limites
 
Tectônica de placas
Tectônica de placasTectônica de placas
Tectônica de placas
karolpoa
 
Projeções
ProjeçõesProjeções
Projeções
karolpoa
 
fatores e elementos climáticos
 fatores e elementos climáticos fatores e elementos climáticos
fatores e elementos climáticos
Carolina Corrêa
 
O universo [só de leitura]
O universo [só de leitura]O universo [só de leitura]
O universo [só de leitura]
sandradomingues29
 
A Escala de Tempo Geológico e as Formas de Vida em algumas eras
A Escala de Tempo Geológico e as Formas de Vida em algumas erasA Escala de Tempo Geológico e as Formas de Vida em algumas eras
A Escala de Tempo Geológico e as Formas de Vida em algumas eras
João Martins
 
Bg28 regulação nos seres vivos - osmorregulação (parte i)
Bg28   regulação nos seres vivos - osmorregulação (parte i)Bg28   regulação nos seres vivos - osmorregulação (parte i)
Bg28 regulação nos seres vivos - osmorregulação (parte i)
Nuno Correia
 
Domínios morfoclimáticos brasileiros condições ambientais
Domínios morfoclimáticos brasileiros condições ambientaisDomínios morfoclimáticos brasileiros condições ambientais
Domínios morfoclimáticos brasileiros condições ambientais
karolpoa
 
Domínios mares de morros
Domínios mares de morrosDomínios mares de morros
Domínios mares de morros
karolpoa
 
Coordenadas geográficas
Coordenadas geográficasCoordenadas geográficas
Coordenadas geográficas
karolpoa
 
Minerais e rochas
Minerais e rochasMinerais e rochas
Minerais e rochas
karolpoa
 

Destaque (20)

Escala do tempo geologico apresentaçao
Escala do tempo geologico apresentaçaoEscala do tempo geologico apresentaçao
Escala do tempo geologico apresentaçao
 
A formação da terra
A formação da terraA formação da terra
A formação da terra
 
Climatologia no brasil
Climatologia no brasilClimatologia no brasil
Climatologia no brasil
 
Os ventos e a circulação geral da atmosfera
Os ventos e a circulação geral da atmosferaOs ventos e a circulação geral da atmosfera
Os ventos e a circulação geral da atmosfera
 
Gabarito exercícios
Gabarito exercíciosGabarito exercícios
Gabarito exercícios
 
Domínios morfoclimáticos brasileiros condições ambientais
Domínios morfoclimáticos brasileiros condições ambientaisDomínios morfoclimáticos brasileiros condições ambientais
Domínios morfoclimáticos brasileiros condições ambientais
 
Domínios morfoclimáticos brasileiros
Domínios morfoclimáticos brasileirosDomínios morfoclimáticos brasileiros
Domínios morfoclimáticos brasileiros
 
Domínios cerrado
Domínios cerradoDomínios cerrado
Domínios cerrado
 
Movimentos da terra
Movimentos da terraMovimentos da terra
Movimentos da terra
 
O universo
O universoO universo
O universo
 
Tectônica de placas
Tectônica de placasTectônica de placas
Tectônica de placas
 
Projeções
ProjeçõesProjeções
Projeções
 
fatores e elementos climáticos
 fatores e elementos climáticos fatores e elementos climáticos
fatores e elementos climáticos
 
O universo [só de leitura]
O universo [só de leitura]O universo [só de leitura]
O universo [só de leitura]
 
A Escala de Tempo Geológico e as Formas de Vida em algumas eras
A Escala de Tempo Geológico e as Formas de Vida em algumas erasA Escala de Tempo Geológico e as Formas de Vida em algumas eras
A Escala de Tempo Geológico e as Formas de Vida em algumas eras
 
Bg28 regulação nos seres vivos - osmorregulação (parte i)
Bg28   regulação nos seres vivos - osmorregulação (parte i)Bg28   regulação nos seres vivos - osmorregulação (parte i)
Bg28 regulação nos seres vivos - osmorregulação (parte i)
 
Domínios morfoclimáticos brasileiros condições ambientais
Domínios morfoclimáticos brasileiros condições ambientaisDomínios morfoclimáticos brasileiros condições ambientais
Domínios morfoclimáticos brasileiros condições ambientais
 
Domínios mares de morros
Domínios mares de morrosDomínios mares de morros
Domínios mares de morros
 
Coordenadas geográficas
Coordenadas geográficasCoordenadas geográficas
Coordenadas geográficas
 
Minerais e rochas
Minerais e rochasMinerais e rochas
Minerais e rochas
 

Semelhante a Aula 1

Geologia Geral aula 1.pdf
Geologia Geral aula 1.pdfGeologia Geral aula 1.pdf
Geologia Geral aula 1.pdf
Jhayson Sousa de Carvalho
 
Formação do Sistema Solar
Formação do Sistema SolarFormação do Sistema Solar
Formação do Sistema Solar
Tânia Reis
 
Geologia apostila
Geologia apostilaGeologia apostila
Geologia apostila
rvmc2013
 
S.T.C. 7 - O Universo
S.T.C. 7 - O UniversoS.T.C. 7 - O Universo
S.T.C. 7 - O Universo
I.Braz Slideshares
 
Aula 01 curso de mineração (geologia) l
Aula 01 curso de mineração (geologia) lAula 01 curso de mineração (geologia) l
Aula 01 curso de mineração (geologia) l
Homero Alves de Lima
 
Astronomia 3 - SISTEMA SOLAR E SUA FORMAÇÃO
Astronomia 3 - SISTEMA SOLAR E SUA FORMAÇÃOAstronomia 3 - SISTEMA SOLAR E SUA FORMAÇÃO
Astronomia 3 - SISTEMA SOLAR E SUA FORMAÇÃO
Nuricel Aguilera
 
2015. aula 2 xviii oba terra
2015. aula 2 xviii oba terra2015. aula 2 xviii oba terra
2015. aula 2 xviii oba terra
Instituto Iprodesc
 
Historia geologicaoua organizacaodogenese
Historia geologicaoua organizacaodogeneseHistoria geologicaoua organizacaodogenese
Historia geologicaoua organizacaodogenese
Petroleoecologia
 
As estrelas, o seu funcionamento
As estrelas, o seu funcionamento As estrelas, o seu funcionamento
As estrelas, o seu funcionamento
Alice Guimarães
 
Aula formação do universo
Aula formação do universoAula formação do universo
Aula formação do universo
kaliandra Lisboa
 
geografia origem do mundo
geografia origem do mundogeografia origem do mundo
geografia origem do mundo
Lanna Hyuuga
 
4.terra xix oba
4.terra xix oba4.terra xix oba
4.terra xix oba
Instituto Iprodesc
 
Formação do Sistema Solar
Formação do Sistema SolarFormação do Sistema Solar
Formação do Sistema Solar
guestdbe434
 
Estrutura geológica da terra
Estrutura geológica da terraEstrutura geológica da terra
Estrutura geológica da terra
Liz de Oliveira Mendes Francisco
 
Alguns Aspectos A Reter Sobre Os Temas 1 E 2 De Geologia
Alguns Aspectos A Reter Sobre Os Temas 1 E 2 De GeologiaAlguns Aspectos A Reter Sobre Os Temas 1 E 2 De Geologia
Alguns Aspectos A Reter Sobre Os Temas 1 E 2 De Geologia
guestc6212642
 
Material OBA Pt.3
Material OBA Pt.3Material OBA Pt.3
Material OBA Pt.3
eing2010
 
Evolução Biológica- A origem da Vida.pptx
Evolução Biológica- A origem da Vida.pptxEvolução Biológica- A origem da Vida.pptx
Evolução Biológica- A origem da Vida.pptx
RoseRodrigues65
 
Formação do universo e do planeta terra.pptx
Formação  do universo e do  planeta  terra.pptxFormação  do universo e do  planeta  terra.pptx
Formação do universo e do planeta terra.pptx
Ricardo Diniz campos
 
Teste biologia e geologia 11.º ano março 2013
Teste biologia e geologia 11.º ano março 2013Teste biologia e geologia 11.º ano março 2013
Teste biologia e geologia 11.º ano março 2013
emanuelcarvalhal765
 
Sistema solar
Sistema solarSistema solar
Sistema solar
Bonoo
 

Semelhante a Aula 1 (20)

Geologia Geral aula 1.pdf
Geologia Geral aula 1.pdfGeologia Geral aula 1.pdf
Geologia Geral aula 1.pdf
 
Formação do Sistema Solar
Formação do Sistema SolarFormação do Sistema Solar
Formação do Sistema Solar
 
Geologia apostila
Geologia apostilaGeologia apostila
Geologia apostila
 
S.T.C. 7 - O Universo
S.T.C. 7 - O UniversoS.T.C. 7 - O Universo
S.T.C. 7 - O Universo
 
Aula 01 curso de mineração (geologia) l
Aula 01 curso de mineração (geologia) lAula 01 curso de mineração (geologia) l
Aula 01 curso de mineração (geologia) l
 
Astronomia 3 - SISTEMA SOLAR E SUA FORMAÇÃO
Astronomia 3 - SISTEMA SOLAR E SUA FORMAÇÃOAstronomia 3 - SISTEMA SOLAR E SUA FORMAÇÃO
Astronomia 3 - SISTEMA SOLAR E SUA FORMAÇÃO
 
2015. aula 2 xviii oba terra
2015. aula 2 xviii oba terra2015. aula 2 xviii oba terra
2015. aula 2 xviii oba terra
 
Historia geologicaoua organizacaodogenese
Historia geologicaoua organizacaodogeneseHistoria geologicaoua organizacaodogenese
Historia geologicaoua organizacaodogenese
 
As estrelas, o seu funcionamento
As estrelas, o seu funcionamento As estrelas, o seu funcionamento
As estrelas, o seu funcionamento
 
Aula formação do universo
Aula formação do universoAula formação do universo
Aula formação do universo
 
geografia origem do mundo
geografia origem do mundogeografia origem do mundo
geografia origem do mundo
 
4.terra xix oba
4.terra xix oba4.terra xix oba
4.terra xix oba
 
Formação do Sistema Solar
Formação do Sistema SolarFormação do Sistema Solar
Formação do Sistema Solar
 
Estrutura geológica da terra
Estrutura geológica da terraEstrutura geológica da terra
Estrutura geológica da terra
 
Alguns Aspectos A Reter Sobre Os Temas 1 E 2 De Geologia
Alguns Aspectos A Reter Sobre Os Temas 1 E 2 De GeologiaAlguns Aspectos A Reter Sobre Os Temas 1 E 2 De Geologia
Alguns Aspectos A Reter Sobre Os Temas 1 E 2 De Geologia
 
Material OBA Pt.3
Material OBA Pt.3Material OBA Pt.3
Material OBA Pt.3
 
Evolução Biológica- A origem da Vida.pptx
Evolução Biológica- A origem da Vida.pptxEvolução Biológica- A origem da Vida.pptx
Evolução Biológica- A origem da Vida.pptx
 
Formação do universo e do planeta terra.pptx
Formação  do universo e do  planeta  terra.pptxFormação  do universo e do  planeta  terra.pptx
Formação do universo e do planeta terra.pptx
 
Teste biologia e geologia 11.º ano março 2013
Teste biologia e geologia 11.º ano março 2013Teste biologia e geologia 11.º ano março 2013
Teste biologia e geologia 11.º ano março 2013
 
Sistema solar
Sistema solarSistema solar
Sistema solar
 

Mais de karolpoa

Aula preocessos superficiais, conservação e uso de geossintéticos
Aula preocessos superficiais, conservação e uso de geossintéticosAula preocessos superficiais, conservação e uso de geossintéticos
Aula preocessos superficiais, conservação e uso de geossintéticos
karolpoa
 
Rochas metamórficas
Rochas metamórficasRochas metamórficas
Rochas metamórficas
karolpoa
 
Minerais
MineraisMinerais
Minerais
karolpoa
 
Os ventos e a circulação geral da atmosfera
Os ventos e a circulação geral da atmosferaOs ventos e a circulação geral da atmosfera
Os ventos e a circulação geral da atmosfera
karolpoa
 
Climatologia no brasil
Climatologia no brasilClimatologia no brasil
Climatologia no brasil
karolpoa
 
Sedimentos e rochas sedimentares 2014-2
Sedimentos e rochas sedimentares 2014-2Sedimentos e rochas sedimentares 2014-2
Sedimentos e rochas sedimentares 2014-2
karolpoa
 
Intemperismo e erosão
Intemperismo e erosãoIntemperismo e erosão
Intemperismo e erosão
karolpoa
 
4 ciclo hidrológico
4 ciclo hidrológico4 ciclo hidrológico
4 ciclo hidrológico
karolpoa
 
4 ciclo hidrológico
4 ciclo hidrológico4 ciclo hidrológico
4 ciclo hidrológico
karolpoa
 
5 fatores e elementos climáticos
5 fatores e elementos climáticos5 fatores e elementos climáticos
5 fatores e elementos climáticos
karolpoa
 
Agua nos solos
Agua nos solosAgua nos solos
Agua nos solos
karolpoa
 
Aula classificação dos solos
Aula classificação dos solosAula classificação dos solos
Aula classificação dos solos
karolpoa
 
Ciclodas rochas rochas magmaticas
Ciclodas rochas rochas magmaticasCiclodas rochas rochas magmaticas
Ciclodas rochas rochas magmaticas
karolpoa
 
3 atmosfera
3 atmosfera3 atmosfera
3 atmosfera
karolpoa
 
2 paleoclimatologia
2 paleoclimatologia2 paleoclimatologia
2 paleoclimatologia
karolpoa
 
1 noções de tempo e clima
1 noções de tempo e clima1 noções de tempo e clima
1 noções de tempo e clima
karolpoa
 
Aula 2
Aula 2Aula 2
Aula 2
karolpoa
 
3.1 análise granulométrica
3.1 análise granulométrica3.1 análise granulométrica
3.1 análise granulométrica
karolpoa
 
Aula 3 propriedades morfológicas
Aula 3 propriedades morfológicasAula 3 propriedades morfológicas
Aula 3 propriedades morfológicas
karolpoa
 
Aula 2 origem dos solos
Aula 2 origem dos solosAula 2 origem dos solos
Aula 2 origem dos solos
karolpoa
 

Mais de karolpoa (20)

Aula preocessos superficiais, conservação e uso de geossintéticos
Aula preocessos superficiais, conservação e uso de geossintéticosAula preocessos superficiais, conservação e uso de geossintéticos
Aula preocessos superficiais, conservação e uso de geossintéticos
 
Rochas metamórficas
Rochas metamórficasRochas metamórficas
Rochas metamórficas
 
Minerais
MineraisMinerais
Minerais
 
Os ventos e a circulação geral da atmosfera
Os ventos e a circulação geral da atmosferaOs ventos e a circulação geral da atmosfera
Os ventos e a circulação geral da atmosfera
 
Climatologia no brasil
Climatologia no brasilClimatologia no brasil
Climatologia no brasil
 
Sedimentos e rochas sedimentares 2014-2
Sedimentos e rochas sedimentares 2014-2Sedimentos e rochas sedimentares 2014-2
Sedimentos e rochas sedimentares 2014-2
 
Intemperismo e erosão
Intemperismo e erosãoIntemperismo e erosão
Intemperismo e erosão
 
4 ciclo hidrológico
4 ciclo hidrológico4 ciclo hidrológico
4 ciclo hidrológico
 
4 ciclo hidrológico
4 ciclo hidrológico4 ciclo hidrológico
4 ciclo hidrológico
 
5 fatores e elementos climáticos
5 fatores e elementos climáticos5 fatores e elementos climáticos
5 fatores e elementos climáticos
 
Agua nos solos
Agua nos solosAgua nos solos
Agua nos solos
 
Aula classificação dos solos
Aula classificação dos solosAula classificação dos solos
Aula classificação dos solos
 
Ciclodas rochas rochas magmaticas
Ciclodas rochas rochas magmaticasCiclodas rochas rochas magmaticas
Ciclodas rochas rochas magmaticas
 
3 atmosfera
3 atmosfera3 atmosfera
3 atmosfera
 
2 paleoclimatologia
2 paleoclimatologia2 paleoclimatologia
2 paleoclimatologia
 
1 noções de tempo e clima
1 noções de tempo e clima1 noções de tempo e clima
1 noções de tempo e clima
 
Aula 2
Aula 2Aula 2
Aula 2
 
3.1 análise granulométrica
3.1 análise granulométrica3.1 análise granulométrica
3.1 análise granulométrica
 
Aula 3 propriedades morfológicas
Aula 3 propriedades morfológicasAula 3 propriedades morfológicas
Aula 3 propriedades morfológicas
 
Aula 2 origem dos solos
Aula 2 origem dos solosAula 2 origem dos solos
Aula 2 origem dos solos
 

Último

Painel para comemerorar odia dos avós grátis.pdf
Painel  para comemerorar odia dos avós grátis.pdfPainel  para comemerorar odia dos avós grátis.pdf
Painel para comemerorar odia dos avós grátis.pdf
marcos oliveira
 
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdfTrabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
marcos oliveira
 
_jogo-brinquedo-brincadeira-e-a-e-ducacao-tizuko-morchida-kishimoto-leandro-p...
_jogo-brinquedo-brincadeira-e-a-e-ducacao-tizuko-morchida-kishimoto-leandro-p..._jogo-brinquedo-brincadeira-e-a-e-ducacao-tizuko-morchida-kishimoto-leandro-p...
_jogo-brinquedo-brincadeira-e-a-e-ducacao-tizuko-morchida-kishimoto-leandro-p...
marcos oliveira
 
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdfoficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
marcos oliveira
 
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e CaminhosAprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Leonel Morgado
 
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores LocaisTemática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Colaborar Educacional
 
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsxNoite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Luzia Gabriele
 
Caça - palavras e cruzadinha com dígrafos
Caça - palavras  e cruzadinha   com  dígrafosCaça - palavras  e cruzadinha   com  dígrafos
Caça - palavras e cruzadinha com dígrafos
Mary Alvarenga
 
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
Espanhol Online
 
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História. Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
Mary Alvarenga
 
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Luzia Gabriele
 
Relatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
Apostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdf
Apostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdfApostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdf
Apostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdf
pattyhsilva271204
 
Alfabetização de adultos.pdf
Alfabetização de             adultos.pdfAlfabetização de             adultos.pdf
Alfabetização de adultos.pdf
arodatos81
 
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Mary Alvarenga
 
Slides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptx
Slides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptxSlides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptx
Slides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 

Último (20)

Painel para comemerorar odia dos avós grátis.pdf
Painel  para comemerorar odia dos avós grátis.pdfPainel  para comemerorar odia dos avós grátis.pdf
Painel para comemerorar odia dos avós grátis.pdf
 
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdfTrabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
 
_jogo-brinquedo-brincadeira-e-a-e-ducacao-tizuko-morchida-kishimoto-leandro-p...
_jogo-brinquedo-brincadeira-e-a-e-ducacao-tizuko-morchida-kishimoto-leandro-p..._jogo-brinquedo-brincadeira-e-a-e-ducacao-tizuko-morchida-kishimoto-leandro-p...
_jogo-brinquedo-brincadeira-e-a-e-ducacao-tizuko-morchida-kishimoto-leandro-p...
 
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
 
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdfoficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
 
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e CaminhosAprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
Aprendizagem Imersiva: Conceitos e Caminhos
 
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores LocaisTemática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
 
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
 
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsxNoite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
Noite Alva! José Ernesto Ferraresso.ppsx
 
Caça - palavras e cruzadinha com dígrafos
Caça - palavras  e cruzadinha   com  dígrafosCaça - palavras  e cruzadinha   com  dígrafos
Caça - palavras e cruzadinha com dígrafos
 
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
 
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História. Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
 
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
 
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
 
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
 
Relatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdf
 
Apostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdf
Apostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdfApostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdf
Apostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdf
 
Alfabetização de adultos.pdf
Alfabetização de             adultos.pdfAlfabetização de             adultos.pdf
Alfabetização de adultos.pdf
 
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
 
Slides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptx
Slides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptxSlides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptx
Slides Lição 2, CPAD, O Livro de Rute, 3Tr24.pptx
 

Aula 1

  • 2. Tempo Geológico Origem e estrutura interna da Terra Conteúdos carolcorreageo.blogspot.com
  • 3. Escala de tempo geológico representa a linha do tempo desde o presente até a formação da Terra, dividida em éons, eras, períodos, épocas e idades, que se baseiam nos grandes eventos geológicos da história do planeta. Embora devesse servir de marco cronológico absoluto à Geologia, não há concordância entre cientistas quanto aos nomes e limites de suas divisões. carolcorreageo.blogspot.com
  • 5. A Formação do Universo e Sistema Solar Inúmeras são a teorias propostas. A mais aceita para a formação do universo é a “teoria da grande explosão”. Esse evento ficou conhecido como Big Bang. carolcorreageo.blogspot.com
  • 6. O universo começou com um grão primordial extremamente denso e quente, que, por razões desconhecidas, teria se expandido originando o espaço, o tempo e toda a matéria e energia existentes no universo. carolcorreageo.blogspot.com
  • 7. Segundo esta teoria o universo não é estático e se encontra em constante expansão, ou seja, as galáxias estão se afastando umas das outras. De acordo com as melhores medições disponíveis em 2010, as condições iniciais ocorreram por volta de 13,3 a 13,9 bilhões de anos atrás. carolcorreageo.blogspot.com
  • 8. Uma máquina (acelerador de partículas) de US$ 10 bilhões com uma pista de 27 km enterrada sob a fronteira entre a França e a Suíça. A partícula Bóson de Higgs anunciada em 4 de julho de 2012. carolcorreageo.blogspot.com
  • 9. Cerca de 1 bilhão de anos depois do Big Bang, os elementos químicos começaram a se unir dando origem às galáxias. carolcorreageo.blogspot.com
  • 10. Teoria Catastrófica Uma das primeiras teorias para a formação do sistema solar é a Teoria Catastrófica, segundo a qual um outro astro passou perto o suficiente do nosso Sol para “arrancar” matéria solar. Formação do Sistema Solar carolcorreageo.blogspot.com
  • 11. Problemas: O Sol já estava formado; A constituição diferente dos planetas. Obs.: Essa teoria foi abandonada em detrimento da Teoria de Acresção. carolcorreageo.blogspot.com
  • 12. A Teoria de Acresção: a Nebulosa Solar Primitiva (NSP) Laplace em 1796; Uma nuvem de gás e poeira que aos poucos agregou mais gás e poeira e, em um determinado ponto formou o Sol; Os planetas formaram-se da mesma matéria interestelar; carolcorreageo.blogspot.com
  • 13. Problemas: Laplace não soube explicar como os planetas foram capturados pelo Sol, Ele supôs que o Sol produzia energia através da queima da sua matéria. Obs.: Não existiam ainda, provas de que esta teoria estava correta, mas a teoria foi bem aceita de um modo geral. carolcorreageo.blogspot.com
  • 14. A Teoria de Acresção reformulada: Adaptou os novos dados observacionais; A nuvem de gás e poeira densa começou a entrar em um colapso gravitacional, ou seja um aumento na concentração de gás; Circulo vicioso = gravidade atraiu + matéria, que gerou + gravidade. carolcorreageo.blogspot.com
  • 15. Uma nebulosa difusa, grosseiramente esférica e em lenta rotação começa a contrair-se. carolcorreageo.blogspot.com
  • 16. Como resultado da contração e rotação formou- se um disco achatado, girando rapidamente, concentrando a matéria em seu centro (Proto- Sol). carolcorreageo.blogspot.com
  • 17. Nesta fase o proto-Sol estava envolvido por uma denso invólucro de gás e poeira. Neste disco de poeira e gás que ainda circunda esta jovem estrela, aconteciam outros processos que culminariam na formação dos planetas. carolcorreageo.blogspot.com
  • 18. O Sol Sob a atração da gravidade, a matéria deslocou- se para o centro. O proto-Sol, tornou-se mais denso e quente (milhões de graus), iniciando uma fusão nuclear. carolcorreageo.blogspot.com
  • 19. Formação dos Planetas O disco envolvido por gás e poeira forma grãos que colidem e se agregam em pequenos blocos: Os planetesimais. carolcorreageo.blogspot.com
  • 20. Os planetas do Sistema Solar podem ser classificados como terrestres ou telúricos , jovianos ou gasosos. Há ainda os planetas anões com composições físicas e químicas diferente da dos planetas telúricos ou jovianos. carolcorreageo.blogspot.com
  • 21. Tempo Cósmico Era Evento 0 Singularidade Big Bang Até 10-43 s Era de Planck (Ainda desconhecida) Até 10-7 s Era dos Hádrons Criação das partículas pesadas Até 1 s Era dos Léptons Criação das partículas leves 1 min Era da radiação Formação de Hélio e Deutério As etapas iniciais da evolução do universo. carolcorreageo.blogspot.com
  • 22. Tempo Cósmico Era Evento 10 mil anos Era da matéria A matéria torna-se predominante 300 mil anos Desacoplamento O universo torna-se transparente 1 bilhão de anos Formação das galáxias e grandes estruturas 8,7 bilhões de anos Inicio da formação do Sol 13,7 bilhões de anos Época atual Fonte: Astronomia: uma visão geral do Universo. São Paulo: Edusp, 2003. p. 240. carolcorreageo.blogspot.com
  • 23. A Terra primitiva: formação de um planeta em camadas Quando corpos colidem com a Terra primitiva, a maior parte da energia foi convertida em calor. Isso foi suficiente para ejetar no espaço uma grande quantidade de detritos e gerar calor para fundir parte do que restou da Terra. Corpo impactante No estágio final de acrescimento (4,5 G.a) um corpo impactou a Terra... ... e o impacto ejetou para o espaço uma chuva de detritos tanto do corpo quanto da Terra carolcorreageo.blogspot.com
  • 24. O impacto acelerou a rotação da Terra e inclinou o seu plano orbital para 23°. A Terra reconstituiu- se como um grande corpo fundido. A Lua agregou- se a partir dos detritos Rochas da Lua com 4,47 G.a, trazidas pelos astronautas da Apollo, confirmaram assa hipótese. carolcorreageo.blogspot.com
  • 25. O nosso planeta nada mais era que uma massa incandescente. Nesse momento os elementos químicos mais densos afundaram sendo que hoje fazem parte da composição do núcleo e do manto enquanto os menos densos como os silicatos vieram a formar a crosta. carolcorreageo.blogspot.com
  • 26. Formação dos Continentes, dos oceanos e da atmosfera da Terra: A fusão primitiva promoveu a formação da crosta e consequentemente dos continentes. Atividade vulcânica primitiva carolcorreageo.blogspot.com
  • 27. Elementos Químicos na Terra Terra Inteira Crosta daTerra outros cálcio enxofre níquel magnésio alumínio Fe Oxigênio silício cálcio silício alumínio potássio sódio outros Fe Oxigênio magnésio Apenas 8 elementos constituem 99% da massa da Terra. 90% da Terra consistem em apenas 4 elementos: Fe, O, Si, Mg. 35% da Terra é constituída por Fe, mas devido a diferenciação a crosta é pobre neste elemento. Os elementos leves são predominantes na crosta. As rochas crustais são constituídas por quase 50% de oxigênio. carolcorreageo.blogspot.com
  • 28. A Terra é constituída, basicamente, por três camadas : o núcleo, o manto e a crosta, cada uma com suas características físicas e químicas distintas. Essas camadas não são homogêneas; as variações em seu interior explicam a existência de fenômenos como a deriva continental, os vulcões, os terremotos e o campo magnético do planeta. carolcorreageo.blogspot.com
  • 29. Crosta - Camada superficial sólida que circunda a Terra. Tem, em média, de 30 a 40 km de espessura nas regiões mais antigas e sismicamente estáveis, os chamados crátons; A crosta pode ser bem mais fina ou chegar a até 70km nas cadeias montanhosas como Himalaia e Andes. carolcorreageo.blogspot.com
  • 30. Existem dois tipos de crosta: a crosta oceânica, jovem, de pouca espessura, densa e constituída basicamente por rochas basálticas, abrangendo 65% da superfície da Terra; e a crosta continental mais antiga, mais espessa, menos densa e de composição (a grosso modo) granítica correspondente a 35% da superfície da Terra. carolcorreageo.blogspot.com
  • 31. Manto - O manto estende-se desde cerca de 30 km e por uma profundidade de 2900 km. É formado por vários tipos de rochas que, devido às altas temperaturas, encontram-se em um estado complexo que mistura materiais fundidos e sólidos e recebe o nome de magma. As temperaturas do manto variam de 100 graus Celsius até 3500 graus Celsius. carolcorreageo.blogspot.com
  • 32. Núcleo - É a parte central do planeta. Acredita-se que seja formado por metais como ferro e níquel em altíssimas temperaturas. Possui duas partes : Núcleo externo : Líquido - de 2900 a 5150 km. Núcleo interno : Até 6371 km. carolcorreageo.blogspot.com
  • 35. GUERRA, A. J. T.; CUNHA, S. B. Geomorfologia: uma atualização de bases e conceitos. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2. ed., 1995. 472 p. LEINZ, V.; AMARAL, S. E. Geologia Geral. São Paulo: Nacional, 1980. PENTEADO, M.M. Fundamentos de Geomorfologia. Rio de Janeiro: IBGE, 1974. 185 p. TARBUCK, E.;LUTGENS, F.K. Earth Science. New Jersey: Prentice Hall, 2000. TEIXEIRA, W.; TOLEDO, M.C.M.; FAIRCHILD, T.R.; TAIOLI, F. Decifrando a Terra. São Paulo: Oficina de Textos, 2000. Referências carolcorreageo.blogspot.com