SlideShare uma empresa Scribd logo
As bem aventuranças
É a essência da mensagem cristã.É a essência da mensagem cristã.
São palavras de vida eterna que não fala paraSão palavras de vida eterna que não fala para
homens; fala para o espírito imortal.homens; fala para o espírito imortal.
É como se ingressássemos no coração de Jesus.É como se ingressássemos no coração de Jesus.
Existe uma sequência lógica e cronológica queExiste uma sequência lógica e cronológica que
mostra uma gradação de conquista psicológica emostra uma gradação de conquista psicológica e
espiritual dessas virtudes.espiritual dessas virtudes.
O QUE SIGNIFICA O SERMÃO DAO QUE SIGNIFICA O SERMÃO DA
MONTANHA?MONTANHA?
As bem aventuranças
“NA INGLATERRA, DIANTE DE
TEÓLOGOS DA EUROPA,
DISSE: AMEM O CRISTO QUE
VOCÊS SEGUEM,
ODEIEM O CRISTIANISMO
QUE VOCÊS PRATICAM.
“NA INGLATERRA, DIANTE DE
TEÓLOGOS DA EUROPA,
DISSE: AMEM O CRISTO QUE
VOCÊS SEGUEM,
ODEIEM O CRISTIANISMO
QUE VOCÊS PRATICAM.
B.A. OS POBRES DE ESPÍRITOB.A. OS POBRES DE ESPÍRITO – figura de– figura de
linguagem utilizada na região dolinguagem utilizada na região do
tiberíades(mar da galiléia), naquela época e notiberíades(mar da galiléia), naquela época e no
aramaico.aramaico.
Jesus os valorizou porque, do ponto deJesus os valorizou porque, do ponto de
vista do espírito imortal, significa quevista do espírito imortal, significa que P.E.P.E.
São aqueles que que compreendem queSão aqueles que que compreendem que
precisam se enriquecer e que tem plenaprecisam se enriquecer e que tem plena
consciência daquilo que não são.consciência daquilo que não são.
Percebem sua carência de recursosPercebem sua carência de recursos
espirituais e intelectuais e Não fecham asespirituais e intelectuais e Não fecham as
portas da alma para aquisição de novosportas da alma para aquisição de novos
valores.valores.
• Que é Humildade?Que é Humildade?
• Não é carência de recurso material;Não é carência de recurso material;
• É a virtude de quem sabe que é herdeiroÉ a virtude de quem sabe que é herdeiro
de tudo e não é dono de nada. São almasde tudo e não é dono de nada. São almas
simples e inocentes despidassimples e inocentes despidas do "espíritodo "espírito
de ambição e de egoísmo.de ambição e de egoísmo.””
• Sob o ponto de vista psicológicoSob o ponto de vista psicológico é aé a
primeira virtude e a mais importanteprimeira virtude e a mais importante
para quem quer crescerpara quem quer crescer,, por isso está napor isso está na
base da montanha.base da montanha.
• EX: se a pessoa depressiva for humilde ela diz:EX: se a pessoa depressiva for humilde ela diz: ““eu preciso de ajudaeu preciso de ajuda””
• Se for orgulhosa diz:Se for orgulhosa diz: ““eu não preciso de ninguém, eu mesmo posso resolver isto sozinho."eu não preciso de ninguém, eu mesmo posso resolver isto sozinho."
““HumildadHumildad
e vem dee vem de
humus quehumus que
significasignifica
terra, queterra, que
é a base daé a base da
montanha.montanha.
Monte "Kurun Hattin"Monte "Kurun Hattin"
B.A. OS QUE CHORAM(OS AFLITOS)B.A. OS QUE CHORAM(OS AFLITOS)
PORQUE SERÃO CONSOLADOSPORQUE SERÃO CONSOLADOS
Tem gente que fala pra agradecer a dor;Tem gente que fala pra agradecer a dor;
Eu não. Falo pra dor passar.Eu não. Falo pra dor passar.
Nas leis morais não existe Lei da dor e daNas leis morais não existe Lei da dor e da
aflição,aflição, porém Jesus nos ensina que asporém Jesus nos ensina que as
aflições são necessárias e nãoaflições são necessárias e não
permanentes.permanentes.
Virtude que vem da aflição:RESIGNAÇÃOVirtude que vem da aflição:RESIGNAÇÃO
É a virtude do guerreiro, daquele queÉ a virtude do guerreiro, daquele que
suporta a aflição sem revolta e comsuporta a aflição sem revolta e com
resiliência.resiliência.
Ex: médico que, no 6 ano de medicina, levou um tiro e ficouEx: médico que, no 6 ano de medicina, levou um tiro e ficou
paraplégico.Ëu não agradeço ao assaltante pelo tiro que me deu,paraplégico.Ëu não agradeço ao assaltante pelo tiro que me deu,
mas reconheço que fui muito mais longe do que se estivesse emmas reconheço que fui muito mais longe do que se estivesse em
 Quando Jesus proclamou: “Bem
aventurados os aflitos porque serão
consolados.”
 Não se reportava aos espíritos que elegem o
desespero e a indisciplina por normas
regulares de reação;
 Referia-se aos aflitos por ajudarem a
coletividade, por se consagrarem à caridade,
por se dominarem, transformando-se em
veículos do Senhor. Ex: SRA. que viu
o seu marido ser assassinado .
 Só se resigna quem é humilde.Só se resigna quem é humilde.
B.A. OS MANSOS PORQUEB.A. OS MANSOS PORQUE
HERDARÃO A TERRA.HERDARÃO A TERRA.
VIRTUDE: MANSUETUDEVIRTUDE: MANSUETUDE
Que terra vamos herdar?Que terra vamos herdar?
•Nosso território interior. Quando nosNosso território interior. Quando nos
tranquilizamos nós controlamos astranquilizamos nós controlamos as
nossas emoções.nossas emoções. Quando estamosQuando estamos
aflitos são os problemas que nosaflitos são os problemas que nos
possuem.possuem.
•Herdar a terra é possuir a siHerdar a terra é possuir a si
mesmo.mesmo. É oferecer um outro tipo deÉ oferecer um outro tipo de
resposta que a pessoa está propondo.resposta que a pessoa está propondo.
(silêncio, paciência, a outra face da(silêncio, paciência, a outra face da
superioridade moral e o domínio de si mesmo.)superioridade moral e o domínio de si mesmo.)
Como os dinossauros deixaram o planeta?Como os dinossauros deixaram o planeta?
Devido a um cataclisma geológicoDevido a um cataclisma geológico
Como os "dinossauros humanos" deixarãoComo os "dinossauros humanos" deixarão
nosso planeta?nosso planeta?
Devido a uma mudança de padrão energéticoDevido a uma mudança de padrão energético
espiritual(vibracional)espiritual(vibracional)
O Maior indíce de infarto do miocárdio é segunda feira, pq no domingo começa
nossa angústia com o pensamento que trabalhar é sofrer.
Mundo de RegeneraçãoMundo de Regeneração é para osé para os
que defendem a verdade comque defendem a verdade com
delicadeza, com respeito aosdelicadeza, com respeito aos
semelhantes, com amor, semsemelhantes, com amor, sem
violentar, machucar, destruir,violentar, machucar, destruir,
julgar;julgar;
•Ex: chico tomou um tapa na cara na fila do passe e!Ex: chico tomou um tapa na cara na fila do passe e!
B.A. OS QUE TEM FOME EB.A. OS QUE TEM FOME E
SEDE DE JUSTIÇA PORQUESEDE DE JUSTIÇA PORQUE
SERÃO SACIADOS.SERÃO SACIADOS.
A quarta virtude é a : FÉA quarta virtude é a : FÉ
Precisamos ter fome e sede de alimentoPrecisamos ter fome e sede de alimento
espiritual elevando nossa consciência paraespiritual elevando nossa consciência para
o transcendental (o divino)o transcendental (o divino)
São aqueles que se preocupam comSão aqueles que se preocupam com
a felicidade do próximo, por issoa felicidade do próximo, por isso
eles serão saciados.eles serão saciados.
Ex: a forma com que eu trabalho na casa espírita estáEx: a forma com que eu trabalho na casa espírita está
bom só pra mim ou pra todo mundo?bom só pra mim ou pra todo mundo?
As minhas atitudes em meu lar está bom para todos ouAs minhas atitudes em meu lar está bom para todos ou
só pra mim ?só pra mim ?
As bem aventuranças
B.A. OS MISERICORDIOSOSB.A. OS MISERICORDIOSOS
PORQUE RECEBERÃO MISERICÓRDIAPORQUE RECEBERÃO MISERICÓRDIA
Córdia vem de cordis = coraçãoCórdia vem de cordis = coração
Miseri = misériaMiseri = miséria
Misericordioso é aquele que temMisericordioso é aquele que tem
compaixão da miséria alheia,compaixão da miséria alheia, compreendecompreende
a fragilidade humana sem agredir,a fragilidade humana sem agredir,
magoar e ofender.magoar e ofender.
Sabe que toda criatura é composta deSabe que toda criatura é composta de
sombra e luz.sombra e luz.
A Quinta Virtude das B.A. É o PerdãoA Quinta Virtude das B.A. É o Perdão
Só perdoa aquele que tem algo pra doarSó perdoa aquele que tem algo pra doar
de si para outrem.de si para outrem.
•Perdão é um ato interno de superaçãoPerdão é um ato interno de superação
do ressentimento.do ressentimento.
•O ressentimento é como uma brasa queO ressentimento é como uma brasa que
atiramos no outro. É certo que vou meatiramos no outro. É certo que vou me
ferir.ferir.
B.A. OS PUROS DE CORAÇÃOB.A. OS PUROS DE CORAÇÃO
PORQUE VERÃO A DEUS.PORQUE VERÃO A DEUS.
Deus não é enxergado pelos olhosDeus não é enxergado pelos olhos
físicos e nem pela razão.físicos e nem pela razão. Ex: astronautaEx: astronauta
americano contemplando as estrelas disse: Eu não vi Deus por lá.americano contemplando as estrelas disse: Eu não vi Deus por lá.
Enxergamos Deus pelo coraçãoEnxergamos Deus pelo coração
Por isso Kardec perguntou: emPor isso Kardec perguntou: em
que se forma o espírito na suaque se forma o espírito na sua
última encarnação?última encarnação?
Espírito puro – os limpos de coração – refletemEspírito puro – os limpos de coração – refletem
a Deus.a Deus. Virtude: simplicidadeVirtude: simplicidade
Como limpar meu coração?Como limpar meu coração?
Através de um esvaziamento; deixarAtravés de um esvaziamento; deixar
de acumular ressentimentos,de acumular ressentimentos,
magoas,... E abrir espaços para omagoas,... E abrir espaços para o
amor, ternura, confiança e riquezasamor, ternura, confiança e riquezas
do espírito.do espírito.
Ex: por isso que muitas pessoas,Ex: por isso que muitas pessoas,
quando se aproximavam do Chico, dequando se aproximavam do Chico, de
Madre tereza, Gandhi, choravam eMadre tereza, Gandhi, choravam e
diziam:diziam: ““é como se eu sentisse aé como se eu sentisse a
presença de Deus.presença de Deus.""
B.A. OS PACIFICADORES PORQUEB.A. OS PACIFICADORES PORQUE
SERÃO CHAMADOS FILHOS DE DEUS.SERÃO CHAMADOS FILHOS DE DEUS.
Pacífico não é pamonha(inerte). Ele é oPacífico não é pamonha(inerte). Ele é o
amigo da paz;amigo da paz;
ex: do mestre que sempre dizia:ex: do mestre que sempre dizia: ““você temvocê tem
razão"razão"
Pacificador é o promotor da paz, é oPacificador é o promotor da paz, é o
bombeiro de Deus. Ele é acionado pelabombeiro de Deus. Ele é acionado pela
espiritualidade quando todos perdem aespiritualidade quando todos perdem a
razão e o equilíbrio.razão e o equilíbrio. Ele não vai herdar sóEle não vai herdar só
a Terra, mas o Universo inteiro.a Terra, mas o Universo inteiro.
A sétima virtude é o altruísmo.A sétima virtude é o altruísmo.
Jesus disse :Jesus disse : ““eu não vim trazer a paz, mas aeu não vim trazer a paz, mas a
espada.espada.””
Jesus não vai te dar a paz; vai te darJesus não vai te dar a paz; vai te dar
condições pra você conquistá-la.condições pra você conquistá-la.
Essa espada é da luta interior. O queEssa espada é da luta interior. O que
precisamos cortar com ela?precisamos cortar com ela?
Nosso egoísmo, orgulho, vaidade, ambiçãoNosso egoísmo, orgulho, vaidade, ambição
não nobre, prepotêncianão nobre, prepotência..
Toda vez que usarmos esta espada em nósToda vez que usarmos esta espada em nós
entramos em conflito. Se a pessoa fuma eentramos em conflito. Se a pessoa fuma e
tenta parar, ela perde a paz por causa datenta parar, ela perde a paz por causa da
abstinência.abstinência.
B.A. OS QUE SÃO PERSEGUIDOS PORB.A. OS QUE SÃO PERSEGUIDOS POR
AMOR A JUSTIÇA PORQUE DELES É OAMOR A JUSTIÇA PORQUE DELES É O
REINO DE DEUS.REINO DE DEUS.
SER JUSTO É PRATICAR A LEI DESER JUSTO É PRATICAR A LEI DE
JUSTIÇA, AMOR E CARIDADE NA SUAJUSTIÇA, AMOR E CARIDADE NA SUA
MAIOR PUREZAMAIOR PUREZA..
A ÚLTIMA VIRTUDE: CARIDADEA ÚLTIMA VIRTUDE: CARIDADE..
Estamos quase no topo daEstamos quase no topo da
montanha. Quando chegamos nestemontanha. Quando chegamos neste
ponto não conseguimos mais ficarponto não conseguimos mais ficar
na nossa zona de conforto, porquena nossa zona de conforto, porque
agora é o cristo que vive em nós.agora é o cristo que vive em nós.
EX: Você vai no Centro 3 vezes em 1 semana? Ainda ajuda oEX: Você vai no Centro 3 vezes em 1 semana? Ainda ajuda o
asilo, a ONG das crianças e ainda sua família? Você é louco.asilo, a ONG das crianças e ainda sua família? Você é louco.
Segundo Paulo de Tarso quais as virtudes
que devem estar com a caridade?
A caridade é Paciente, Doce e benfazeja
Não é invejosa - Não é precipitada
Não se enche de orgulho
Não procura seus próprios interesses
Não se regozija com a injustiça
A tudo suporta, a tudo crê, a tudo espera, a
tudo sofre.
Caridade é a ação no bem preenchida por todasCaridade é a ação no bem preenchida por todas
as virtudes do sermão da montanhaas virtudes do sermão da montanha..
CaridadeCaridade
AltruísmoAltruísmo
PerdãoPerdão
Pureza de CoraçãoPureza de Coração
FÉFÉ
MansuetudeMansuetude
ResignaçãoResignação
Humildade.Humildade.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Indulgencia
IndulgenciaIndulgencia
Cap. 11 itens 8 a 10 - a lei de amor
Cap. 11   itens 8 a 10 - a lei de amor Cap. 11   itens 8 a 10 - a lei de amor
Cap. 11 itens 8 a 10 - a lei de amor
JulianoCarvalho29
 
ESE CAP XVII - Sede Perfeitos
ESE CAP XVII - Sede PerfeitosESE CAP XVII - Sede Perfeitos
ESE CAP XVII - Sede Perfeitos
grupodepaisceb
 
Parábola do semeador
Parábola do semeadorParábola do semeador
Parábola do semeador
Marcos Antônio Alves
 
Aula 2 - Deus – lili
Aula 2 - Deus – liliAula 2 - Deus – lili
Aula 2 - Deus – lili
Roseli Lemes
 
Causas das aflições
Causas das afliçõesCausas das aflições
Causas das aflições
Eduardo Ottonelli Pithan
 
Capítulo vii – o orgulho e a humildade
Capítulo vii – o orgulho e a humildadeCapítulo vii – o orgulho e a humildade
Capítulo vii – o orgulho e a humildade
alice martins
 
Maria, Mãe de Jesus - um olhar espírita
Maria, Mãe de Jesus - um olhar espíritaMaria, Mãe de Jesus - um olhar espírita
Maria, Mãe de Jesus - um olhar espírita
Fábio Paiva
 
O CÉU E O INFERNO "Visão Espírita"
O CÉU E O INFERNO "Visão Espírita"O CÉU E O INFERNO "Visão Espírita"
O CÉU E O INFERNO "Visão Espírita"
Jorge Luiz dos Santos
 
Jugo leve
Jugo leveJugo leve
Jugo leve
Fatoze
 
Obreiros do senhor!
Obreiros do senhor!Obreiros do senhor!
Obreiros do senhor!
Dalila Melo
 
Lei de causa e efeito
Lei de causa e efeitoLei de causa e efeito
Lei de causa e efeito
Ponte de Luz ASEC
 
Dia De Finados
Dia De FinadosDia De Finados
Dia De Finados
Semente de Esperança
 
Cap 5 do Evangelho Segundo o Espiritismo, bem aventurados os aflitos aflitos
Cap 5 do Evangelho Segundo o Espiritismo, bem aventurados os aflitos aflitosCap 5 do Evangelho Segundo o Espiritismo, bem aventurados os aflitos aflitos
Cap 5 do Evangelho Segundo o Espiritismo, bem aventurados os aflitos aflitos
Eduardo Ottonelli Pithan
 
Evangeliza - Infortúnios Ocultos
Evangeliza - Infortúnios OcultosEvangeliza - Infortúnios Ocultos
Evangeliza - Infortúnios Ocultos
Antonino Silva
 
DOLOROSO REMÉDIO (O MAL E O REMÉDIO)
DOLOROSO REMÉDIO (O MAL E O REMÉDIO)DOLOROSO REMÉDIO (O MAL E O REMÉDIO)
DOLOROSO REMÉDIO (O MAL E O REMÉDIO)
Jorge Luiz dos Santos
 
Trabalhadores Da úLtima Hora
Trabalhadores Da úLtima HoraTrabalhadores Da úLtima Hora
Trabalhadores Da úLtima Hora
Sergio Menezes
 
Cap. 28 - Coletänea de Preces
Cap. 28 - Coletänea de Preces Cap. 28 - Coletänea de Preces
Cap. 28 - Coletänea de Preces
Patricia Farias
 
O argueiro e a trave no olho
O argueiro e a trave no olhoO argueiro e a trave no olho
O argueiro e a trave no olho
home
 
Honrar pai e mãe
Honrar pai e mãeHonrar pai e mãe
Honrar pai e mãe
Eduardo Ottonelli Pithan
 

Mais procurados (20)

Indulgencia
IndulgenciaIndulgencia
Indulgencia
 
Cap. 11 itens 8 a 10 - a lei de amor
Cap. 11   itens 8 a 10 - a lei de amor Cap. 11   itens 8 a 10 - a lei de amor
Cap. 11 itens 8 a 10 - a lei de amor
 
ESE CAP XVII - Sede Perfeitos
ESE CAP XVII - Sede PerfeitosESE CAP XVII - Sede Perfeitos
ESE CAP XVII - Sede Perfeitos
 
Parábola do semeador
Parábola do semeadorParábola do semeador
Parábola do semeador
 
Aula 2 - Deus – lili
Aula 2 - Deus – liliAula 2 - Deus – lili
Aula 2 - Deus – lili
 
Causas das aflições
Causas das afliçõesCausas das aflições
Causas das aflições
 
Capítulo vii – o orgulho e a humildade
Capítulo vii – o orgulho e a humildadeCapítulo vii – o orgulho e a humildade
Capítulo vii – o orgulho e a humildade
 
Maria, Mãe de Jesus - um olhar espírita
Maria, Mãe de Jesus - um olhar espíritaMaria, Mãe de Jesus - um olhar espírita
Maria, Mãe de Jesus - um olhar espírita
 
O CÉU E O INFERNO "Visão Espírita"
O CÉU E O INFERNO "Visão Espírita"O CÉU E O INFERNO "Visão Espírita"
O CÉU E O INFERNO "Visão Espírita"
 
Jugo leve
Jugo leveJugo leve
Jugo leve
 
Obreiros do senhor!
Obreiros do senhor!Obreiros do senhor!
Obreiros do senhor!
 
Lei de causa e efeito
Lei de causa e efeitoLei de causa e efeito
Lei de causa e efeito
 
Dia De Finados
Dia De FinadosDia De Finados
Dia De Finados
 
Cap 5 do Evangelho Segundo o Espiritismo, bem aventurados os aflitos aflitos
Cap 5 do Evangelho Segundo o Espiritismo, bem aventurados os aflitos aflitosCap 5 do Evangelho Segundo o Espiritismo, bem aventurados os aflitos aflitos
Cap 5 do Evangelho Segundo o Espiritismo, bem aventurados os aflitos aflitos
 
Evangeliza - Infortúnios Ocultos
Evangeliza - Infortúnios OcultosEvangeliza - Infortúnios Ocultos
Evangeliza - Infortúnios Ocultos
 
DOLOROSO REMÉDIO (O MAL E O REMÉDIO)
DOLOROSO REMÉDIO (O MAL E O REMÉDIO)DOLOROSO REMÉDIO (O MAL E O REMÉDIO)
DOLOROSO REMÉDIO (O MAL E O REMÉDIO)
 
Trabalhadores Da úLtima Hora
Trabalhadores Da úLtima HoraTrabalhadores Da úLtima Hora
Trabalhadores Da úLtima Hora
 
Cap. 28 - Coletänea de Preces
Cap. 28 - Coletänea de Preces Cap. 28 - Coletänea de Preces
Cap. 28 - Coletänea de Preces
 
O argueiro e a trave no olho
O argueiro e a trave no olhoO argueiro e a trave no olho
O argueiro e a trave no olho
 
Honrar pai e mãe
Honrar pai e mãeHonrar pai e mãe
Honrar pai e mãe
 

Destaque

As bem aventuranças (jesus)
As bem aventuranças (jesus)As bem aventuranças (jesus)
As bem aventuranças (jesus)
Mirian De Lima Mendes
 
Apresentação das bem aventuranças
Apresentação das bem aventurançasApresentação das bem aventuranças
Apresentação das bem aventuranças
vineta
 
As bem aventuranças!
As bem aventuranças!As bem aventuranças!
As bem aventuranças!
Leonardo Pereira
 
O sermão da montanha ( Leonardo Pereira
O sermão da montanha ( Leonardo Pereira O sermão da montanha ( Leonardo Pereira
O sermão da montanha ( Leonardo Pereira
Leonardo Pereira
 
As bem aventuranças de c.h.spurgeon
As bem aventuranças de c.h.spurgeonAs bem aventuranças de c.h.spurgeon
As bem aventuranças de c.h.spurgeon
Deusdete Soares
 
Bem aventurança sermão do monte
Bem aventurança sermão do monteBem aventurança sermão do monte
Bem aventurança sermão do monte
Maxuel Alves
 
Bem aventuranças da Arca
Bem aventuranças da ArcaBem aventuranças da Arca
Bem aventuranças da Arca
Eduardo Maciel
 
As bem aventuranças
As bem aventurançasAs bem aventuranças
As bem aventuranças
Mima Badan
 
AS BEM AVENTURANÇAS - Visão Espírita
AS BEM AVENTURANÇAS - Visão EspíritaAS BEM AVENTURANÇAS - Visão Espírita
AS BEM AVENTURANÇAS - Visão Espírita
Anderson Dias
 
Sermão da montanha
Sermão da montanhaSermão da montanha
Sermão da montanha
Graça Maciel
 
O sermão da montanha e os valores humanos
O sermão da montanha e os valores humanosO sermão da montanha e os valores humanos
O sermão da montanha e os valores humanos
Dalila Melo
 
Apache Camel Devoxx 2010
Apache Camel Devoxx 2010Apache Camel Devoxx 2010
Apache Camel Devoxx 2010
Claus Ibsen
 
carater de um cristão
carater de um cristãocarater de um cristão
carater de um cristão
guestb993e11
 
Promessas
PromessasPromessas
Promessas
JNR
 
Disciple sermon 11 the 3 imperatives of discipleship
Disciple sermon 11 the 3 imperatives of discipleshipDisciple sermon 11 the 3 imperatives of discipleship
Disciple sermon 11 the 3 imperatives of discipleship
Carlos Oliveira
 
Bem aventurança
Bem aventurançaBem aventurança
Bem aventurança
jmeirelles
 
As Bem-Aventuranças - A mais linda mensagem de Jesus
As Bem-Aventuranças - A mais linda mensagem de JesusAs Bem-Aventuranças - A mais linda mensagem de Jesus
As Bem-Aventuranças - A mais linda mensagem de Jesus
Melhor com Deus
 
Bem aventurados os pacificadores o manso pacificador
Bem aventurados os pacificadores o manso pacificadorBem aventurados os pacificadores o manso pacificador
Bem aventurados os pacificadores o manso pacificador
Pastor Terrão
 
Triunfo da ressurreicao
Triunfo da ressurreicaoTriunfo da ressurreicao
Triunfo da ressurreicao
Joary Jossué Carlesso
 
O Sermão da Montanha
O Sermão da MontanhaO Sermão da Montanha
O Sermão da Montanha
Igreja Bíblica da Confissão
 

Destaque (20)

As bem aventuranças (jesus)
As bem aventuranças (jesus)As bem aventuranças (jesus)
As bem aventuranças (jesus)
 
Apresentação das bem aventuranças
Apresentação das bem aventurançasApresentação das bem aventuranças
Apresentação das bem aventuranças
 
As bem aventuranças!
As bem aventuranças!As bem aventuranças!
As bem aventuranças!
 
O sermão da montanha ( Leonardo Pereira
O sermão da montanha ( Leonardo Pereira O sermão da montanha ( Leonardo Pereira
O sermão da montanha ( Leonardo Pereira
 
As bem aventuranças de c.h.spurgeon
As bem aventuranças de c.h.spurgeonAs bem aventuranças de c.h.spurgeon
As bem aventuranças de c.h.spurgeon
 
Bem aventurança sermão do monte
Bem aventurança sermão do monteBem aventurança sermão do monte
Bem aventurança sermão do monte
 
Bem aventuranças da Arca
Bem aventuranças da ArcaBem aventuranças da Arca
Bem aventuranças da Arca
 
As bem aventuranças
As bem aventurançasAs bem aventuranças
As bem aventuranças
 
AS BEM AVENTURANÇAS - Visão Espírita
AS BEM AVENTURANÇAS - Visão EspíritaAS BEM AVENTURANÇAS - Visão Espírita
AS BEM AVENTURANÇAS - Visão Espírita
 
Sermão da montanha
Sermão da montanhaSermão da montanha
Sermão da montanha
 
O sermão da montanha e os valores humanos
O sermão da montanha e os valores humanosO sermão da montanha e os valores humanos
O sermão da montanha e os valores humanos
 
Apache Camel Devoxx 2010
Apache Camel Devoxx 2010Apache Camel Devoxx 2010
Apache Camel Devoxx 2010
 
carater de um cristão
carater de um cristãocarater de um cristão
carater de um cristão
 
Promessas
PromessasPromessas
Promessas
 
Disciple sermon 11 the 3 imperatives of discipleship
Disciple sermon 11 the 3 imperatives of discipleshipDisciple sermon 11 the 3 imperatives of discipleship
Disciple sermon 11 the 3 imperatives of discipleship
 
Bem aventurança
Bem aventurançaBem aventurança
Bem aventurança
 
As Bem-Aventuranças - A mais linda mensagem de Jesus
As Bem-Aventuranças - A mais linda mensagem de JesusAs Bem-Aventuranças - A mais linda mensagem de Jesus
As Bem-Aventuranças - A mais linda mensagem de Jesus
 
Bem aventurados os pacificadores o manso pacificador
Bem aventurados os pacificadores o manso pacificadorBem aventurados os pacificadores o manso pacificador
Bem aventurados os pacificadores o manso pacificador
 
Triunfo da ressurreicao
Triunfo da ressurreicaoTriunfo da ressurreicao
Triunfo da ressurreicao
 
O Sermão da Montanha
O Sermão da MontanhaO Sermão da Montanha
O Sermão da Montanha
 

Semelhante a As bem aventuranças

Aula 9-ole2013-da-vida-espirita-i
Aula 9-ole2013-da-vida-espirita-iAula 9-ole2013-da-vida-espirita-i
Aula 9-ole2013-da-vida-espirita-i
carlos freire
 
Chico xavier-um-homem-chamado-amor-1221103308674061-8
Chico xavier-um-homem-chamado-amor-1221103308674061-8Chico xavier-um-homem-chamado-amor-1221103308674061-8
Chico xavier-um-homem-chamado-amor-1221103308674061-8
Rodrigo S Tognetti
 
Palestra Espírita - A paciência
Palestra Espírita - A paciênciaPalestra Espírita - A paciência
Palestra Espírita - A paciência
Divulgador do Espiritismo
 
Dentro da luta
Dentro da lutaDentro da luta
Dentro da luta
jmeirelles
 
Mistérios ocultos aos sábios e prudentes
Mistérios ocultos aos sábios e prudentesMistérios ocultos aos sábios e prudentes
Mistérios ocultos aos sábios e prudentes
Fatoze
 
Da vida espirita
Da vida espiritaDa vida espirita
Da vida espirita
carlos freire
 
Porquesomosevangelizadoresii 090606063538-phpapp01
Porquesomosevangelizadoresii 090606063538-phpapp01Porquesomosevangelizadoresii 090606063538-phpapp01
Porquesomosevangelizadoresii 090606063538-phpapp01
Alice Lirio
 
Estás doente2
Estás doente2Estás doente2
Estás doente2
jmeirelles
 
Estás doente?
Estás doente?Estás doente?
Estás doente?
jmeirelles
 
Evangelhoterapia - a cura espiritual do Homem!
Evangelhoterapia - a cura espiritual do Homem! Evangelhoterapia - a cura espiritual do Homem!
Evangelhoterapia - a cura espiritual do Homem!
Leonardo Pereira
 
Leis naturais ou divinas o livro dos espíritos - livro iii - ca ps. i a iii
Leis naturais ou divinas   o livro dos espíritos - livro iii - ca ps. i a iiiLeis naturais ou divinas   o livro dos espíritos - livro iii - ca ps. i a iii
Leis naturais ou divinas o livro dos espíritos - livro iii - ca ps. i a iii
Suely Anjos
 
Sede perfeitos (1)
Sede perfeitos (1)Sede perfeitos (1)
Sede perfeitos (1)
walcamarra
 
Sede perfeitos
Sede perfeitosSede perfeitos
Dialogo com as sombras
Dialogo com as sombrasDialogo com as sombras
Dialogo com as sombras
carlos freire
 
Estudando o espiritismo
Estudando o espiritismoEstudando o espiritismo
Estudando o espiritismo
anaccc2013
 
Além da desencarnação
Além da desencarnaçãoAlém da desencarnação
Além da desencarnação
Hilarion Hilarion
 
Conquista da Paz de Espirito
Conquista da Paz de EspiritoConquista da Paz de Espirito
Conquista da Paz de Espirito
Renato Arabe Saraiva
 
A IMPORTANCIA DA DOR
A  IMPORTANCIA DA DORA  IMPORTANCIA DA DOR
A IMPORTANCIA DA DOR
Fatima Carvalho
 
A dor como terapia
A dor como terapiaA dor como terapia
A dor como terapia
Jefferson Louis Gomes
 
Apresentação aula parabola do semeador
Apresentação aula parabola do semeadorApresentação aula parabola do semeador
Apresentação aula parabola do semeador
Carlos Oliveira
 

Semelhante a As bem aventuranças (20)

Aula 9-ole2013-da-vida-espirita-i
Aula 9-ole2013-da-vida-espirita-iAula 9-ole2013-da-vida-espirita-i
Aula 9-ole2013-da-vida-espirita-i
 
Chico xavier-um-homem-chamado-amor-1221103308674061-8
Chico xavier-um-homem-chamado-amor-1221103308674061-8Chico xavier-um-homem-chamado-amor-1221103308674061-8
Chico xavier-um-homem-chamado-amor-1221103308674061-8
 
Palestra Espírita - A paciência
Palestra Espírita - A paciênciaPalestra Espírita - A paciência
Palestra Espírita - A paciência
 
Dentro da luta
Dentro da lutaDentro da luta
Dentro da luta
 
Mistérios ocultos aos sábios e prudentes
Mistérios ocultos aos sábios e prudentesMistérios ocultos aos sábios e prudentes
Mistérios ocultos aos sábios e prudentes
 
Da vida espirita
Da vida espiritaDa vida espirita
Da vida espirita
 
Porquesomosevangelizadoresii 090606063538-phpapp01
Porquesomosevangelizadoresii 090606063538-phpapp01Porquesomosevangelizadoresii 090606063538-phpapp01
Porquesomosevangelizadoresii 090606063538-phpapp01
 
Estás doente2
Estás doente2Estás doente2
Estás doente2
 
Estás doente?
Estás doente?Estás doente?
Estás doente?
 
Evangelhoterapia - a cura espiritual do Homem!
Evangelhoterapia - a cura espiritual do Homem! Evangelhoterapia - a cura espiritual do Homem!
Evangelhoterapia - a cura espiritual do Homem!
 
Leis naturais ou divinas o livro dos espíritos - livro iii - ca ps. i a iii
Leis naturais ou divinas   o livro dos espíritos - livro iii - ca ps. i a iiiLeis naturais ou divinas   o livro dos espíritos - livro iii - ca ps. i a iii
Leis naturais ou divinas o livro dos espíritos - livro iii - ca ps. i a iii
 
Sede perfeitos (1)
Sede perfeitos (1)Sede perfeitos (1)
Sede perfeitos (1)
 
Sede perfeitos
Sede perfeitosSede perfeitos
Sede perfeitos
 
Dialogo com as sombras
Dialogo com as sombrasDialogo com as sombras
Dialogo com as sombras
 
Estudando o espiritismo
Estudando o espiritismoEstudando o espiritismo
Estudando o espiritismo
 
Além da desencarnação
Além da desencarnaçãoAlém da desencarnação
Além da desencarnação
 
Conquista da Paz de Espirito
Conquista da Paz de EspiritoConquista da Paz de Espirito
Conquista da Paz de Espirito
 
A IMPORTANCIA DA DOR
A  IMPORTANCIA DA DORA  IMPORTANCIA DA DOR
A IMPORTANCIA DA DOR
 
A dor como terapia
A dor como terapiaA dor como terapia
A dor como terapia
 
Apresentação aula parabola do semeador
Apresentação aula parabola do semeadorApresentação aula parabola do semeador
Apresentação aula parabola do semeador
 

Mais de Izabel Cristina Fonseca

O advento do cristo
O advento do cristoO advento do cristo
O advento do cristo
Izabel Cristina Fonseca
 
Misterios ocultos aos doutos e prudentes
Misterios ocultos aos doutos e prudentesMisterios ocultos aos doutos e prudentes
Misterios ocultos aos doutos e prudentes
Izabel Cristina Fonseca
 
Melodia natalina
Melodia natalinaMelodia natalina
Melodia natalina
Izabel Cristina Fonseca
 
Bem aventurados os que temos olhos fechados
Bem aventurados os que temos olhos fechadosBem aventurados os que temos olhos fechados
Bem aventurados os que temos olhos fechados
Izabel Cristina Fonseca
 
Se a vossa mao e motivo de escandalo, cortai-a
Se a vossa mao e motivo de escandalo, cortai-aSe a vossa mao e motivo de escandalo, cortai-a
Se a vossa mao e motivo de escandalo, cortai-a
Izabel Cristina Fonseca
 
Misterios ocultos aos prudentes
Misterios ocultos aos prudentesMisterios ocultos aos prudentes
Misterios ocultos aos prudentes
Izabel Cristina Fonseca
 
Poemas
PoemasPoemas
Aquele que se eleva será rebaixado
Aquele que se eleva será rebaixado Aquele que se eleva será rebaixado
Aquele que se eleva será rebaixado
Izabel Cristina Fonseca
 
Solidão fonte viva
Solidão   fonte vivaSolidão   fonte viva
Solidão fonte viva
Izabel Cristina Fonseca
 
Simpatia
SimpatiaSimpatia
Progressão e escala espírita
Progressão e escala espíritaProgressão e escala espírita
Progressão e escala espírita
Izabel Cristina Fonseca
 
Palestra lei destruição
Palestra lei destruiçãoPalestra lei destruição
Palestra lei destruição
Izabel Cristina Fonseca
 
Pal janfevmar 2017
Pal janfevmar 2017Pal janfevmar 2017
Pal janfevmar 2017
Izabel Cristina Fonseca
 
Oração nossa
Oração nossaOração nossa
Oração nossa
Izabel Cristina Fonseca
 
O mancebo rico
O mancebo ricoO mancebo rico
O mancebo rico
Izabel Cristina Fonseca
 
O bem e o mal esde - leis divinas
O bem e o mal  esde - leis divinasO bem e o mal  esde - leis divinas
O bem e o mal esde - leis divinas
Izabel Cristina Fonseca
 
Natal palestra
Natal palestraNatal palestra
Natal palestra
Izabel Cristina Fonseca
 
Não desanimar bezerra
Não desanimar   bezerraNão desanimar   bezerra
Não desanimar bezerra
Izabel Cristina Fonseca
 
Inteligência e instinto
Inteligência e instintoInteligência e instinto
Inteligência e instinto
Izabel Cristina Fonseca
 
Incompreensão palestra 2016
Incompreensão   palestra 2016Incompreensão   palestra 2016
Incompreensão palestra 2016
Izabel Cristina Fonseca
 

Mais de Izabel Cristina Fonseca (20)

O advento do cristo
O advento do cristoO advento do cristo
O advento do cristo
 
Misterios ocultos aos doutos e prudentes
Misterios ocultos aos doutos e prudentesMisterios ocultos aos doutos e prudentes
Misterios ocultos aos doutos e prudentes
 
Melodia natalina
Melodia natalinaMelodia natalina
Melodia natalina
 
Bem aventurados os que temos olhos fechados
Bem aventurados os que temos olhos fechadosBem aventurados os que temos olhos fechados
Bem aventurados os que temos olhos fechados
 
Se a vossa mao e motivo de escandalo, cortai-a
Se a vossa mao e motivo de escandalo, cortai-aSe a vossa mao e motivo de escandalo, cortai-a
Se a vossa mao e motivo de escandalo, cortai-a
 
Misterios ocultos aos prudentes
Misterios ocultos aos prudentesMisterios ocultos aos prudentes
Misterios ocultos aos prudentes
 
Poemas
PoemasPoemas
Poemas
 
Aquele que se eleva será rebaixado
Aquele que se eleva será rebaixado Aquele que se eleva será rebaixado
Aquele que se eleva será rebaixado
 
Solidão fonte viva
Solidão   fonte vivaSolidão   fonte viva
Solidão fonte viva
 
Simpatia
SimpatiaSimpatia
Simpatia
 
Progressão e escala espírita
Progressão e escala espíritaProgressão e escala espírita
Progressão e escala espírita
 
Palestra lei destruição
Palestra lei destruiçãoPalestra lei destruição
Palestra lei destruição
 
Pal janfevmar 2017
Pal janfevmar 2017Pal janfevmar 2017
Pal janfevmar 2017
 
Oração nossa
Oração nossaOração nossa
Oração nossa
 
O mancebo rico
O mancebo ricoO mancebo rico
O mancebo rico
 
O bem e o mal esde - leis divinas
O bem e o mal  esde - leis divinasO bem e o mal  esde - leis divinas
O bem e o mal esde - leis divinas
 
Natal palestra
Natal palestraNatal palestra
Natal palestra
 
Não desanimar bezerra
Não desanimar   bezerraNão desanimar   bezerra
Não desanimar bezerra
 
Inteligência e instinto
Inteligência e instintoInteligência e instinto
Inteligência e instinto
 
Incompreensão palestra 2016
Incompreensão   palestra 2016Incompreensão   palestra 2016
Incompreensão palestra 2016
 

Último

A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdfA VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
marcusviniciussabino1
 
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambição ...
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambição ...12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambição ...
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambição ...
PIB Penha
 
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
AlailzaSoares1
 
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdfBiblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
AndreyCamarini
 
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújoquem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
Rogério Augusto Ayres de Araujo
 
Oração Para Pedir A Bondade
Oração Para Pedir A BondadeOração Para Pedir A Bondade
Oração Para Pedir A Bondade
Nilson Almeida
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não TiranizesSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Ricardo Azevedo
 
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambi...
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambi...11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambi...
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambi...
PIB Penha
 
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
PIB Penha
 
Jardim de infância- A história de José 1
Jardim de infância- A história de José 1Jardim de infância- A história de José 1
Jardim de infância- A história de José 1
CleideTeles3
 
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptxLição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Celso Napoleon
 
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptxLição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Celso Napoleon
 
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
PIB Penha
 
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
PIB Penha
 
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar e...
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar  e...10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar  e...
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar e...
PIB Penha
 

Último (15)

A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdfA VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
A VIDA SEGUNDO O EVANGELHO - MICHAEL HORTON.pdf
 
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambição ...
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambição ...12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambição ...
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambição ...
 
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
 
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdfBiblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
Biblia em ordem cronologica-Edward Reese e Frank Klassen-NVI-pdf.pdf
 
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújoquem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
 
Oração Para Pedir A Bondade
Oração Para Pedir A BondadeOração Para Pedir A Bondade
Oração Para Pedir A Bondade
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não TiranizesSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
 
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambi...
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambi...11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambi...
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambi...
 
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
 
Jardim de infância- A história de José 1
Jardim de infância- A história de José 1Jardim de infância- A história de José 1
Jardim de infância- A história de José 1
 
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptxLição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
 
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptxLição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
 
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
 
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
 
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar e...
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar  e...10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar  e...
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar e...
 

As bem aventuranças

  • 2. É a essência da mensagem cristã.É a essência da mensagem cristã. São palavras de vida eterna que não fala paraSão palavras de vida eterna que não fala para homens; fala para o espírito imortal.homens; fala para o espírito imortal. É como se ingressássemos no coração de Jesus.É como se ingressássemos no coração de Jesus. Existe uma sequência lógica e cronológica queExiste uma sequência lógica e cronológica que mostra uma gradação de conquista psicológica emostra uma gradação de conquista psicológica e espiritual dessas virtudes.espiritual dessas virtudes. O QUE SIGNIFICA O SERMÃO DAO QUE SIGNIFICA O SERMÃO DA MONTANHA?MONTANHA?
  • 4. “NA INGLATERRA, DIANTE DE TEÓLOGOS DA EUROPA, DISSE: AMEM O CRISTO QUE VOCÊS SEGUEM, ODEIEM O CRISTIANISMO QUE VOCÊS PRATICAM. “NA INGLATERRA, DIANTE DE TEÓLOGOS DA EUROPA, DISSE: AMEM O CRISTO QUE VOCÊS SEGUEM, ODEIEM O CRISTIANISMO QUE VOCÊS PRATICAM.
  • 5. B.A. OS POBRES DE ESPÍRITOB.A. OS POBRES DE ESPÍRITO – figura de– figura de linguagem utilizada na região dolinguagem utilizada na região do tiberíades(mar da galiléia), naquela época e notiberíades(mar da galiléia), naquela época e no aramaico.aramaico. Jesus os valorizou porque, do ponto deJesus os valorizou porque, do ponto de vista do espírito imortal, significa quevista do espírito imortal, significa que P.E.P.E. São aqueles que que compreendem queSão aqueles que que compreendem que precisam se enriquecer e que tem plenaprecisam se enriquecer e que tem plena consciência daquilo que não são.consciência daquilo que não são. Percebem sua carência de recursosPercebem sua carência de recursos espirituais e intelectuais e Não fecham asespirituais e intelectuais e Não fecham as portas da alma para aquisição de novosportas da alma para aquisição de novos valores.valores.
  • 6. • Que é Humildade?Que é Humildade? • Não é carência de recurso material;Não é carência de recurso material; • É a virtude de quem sabe que é herdeiroÉ a virtude de quem sabe que é herdeiro de tudo e não é dono de nada. São almasde tudo e não é dono de nada. São almas simples e inocentes despidassimples e inocentes despidas do "espíritodo "espírito de ambição e de egoísmo.de ambição e de egoísmo.”” • Sob o ponto de vista psicológicoSob o ponto de vista psicológico é aé a primeira virtude e a mais importanteprimeira virtude e a mais importante para quem quer crescerpara quem quer crescer,, por isso está napor isso está na base da montanha.base da montanha. • EX: se a pessoa depressiva for humilde ela diz:EX: se a pessoa depressiva for humilde ela diz: ““eu preciso de ajudaeu preciso de ajuda”” • Se for orgulhosa diz:Se for orgulhosa diz: ““eu não preciso de ninguém, eu mesmo posso resolver isto sozinho."eu não preciso de ninguém, eu mesmo posso resolver isto sozinho."
  • 7. ““HumildadHumildad e vem dee vem de humus quehumus que significasignifica terra, queterra, que é a base daé a base da montanha.montanha. Monte "Kurun Hattin"Monte "Kurun Hattin"
  • 8. B.A. OS QUE CHORAM(OS AFLITOS)B.A. OS QUE CHORAM(OS AFLITOS) PORQUE SERÃO CONSOLADOSPORQUE SERÃO CONSOLADOS Tem gente que fala pra agradecer a dor;Tem gente que fala pra agradecer a dor; Eu não. Falo pra dor passar.Eu não. Falo pra dor passar. Nas leis morais não existe Lei da dor e daNas leis morais não existe Lei da dor e da aflição,aflição, porém Jesus nos ensina que asporém Jesus nos ensina que as aflições são necessárias e nãoaflições são necessárias e não permanentes.permanentes. Virtude que vem da aflição:RESIGNAÇÃOVirtude que vem da aflição:RESIGNAÇÃO É a virtude do guerreiro, daquele queÉ a virtude do guerreiro, daquele que suporta a aflição sem revolta e comsuporta a aflição sem revolta e com resiliência.resiliência. Ex: médico que, no 6 ano de medicina, levou um tiro e ficouEx: médico que, no 6 ano de medicina, levou um tiro e ficou paraplégico.Ëu não agradeço ao assaltante pelo tiro que me deu,paraplégico.Ëu não agradeço ao assaltante pelo tiro que me deu, mas reconheço que fui muito mais longe do que se estivesse emmas reconheço que fui muito mais longe do que se estivesse em
  • 9.  Quando Jesus proclamou: “Bem aventurados os aflitos porque serão consolados.”  Não se reportava aos espíritos que elegem o desespero e a indisciplina por normas regulares de reação;  Referia-se aos aflitos por ajudarem a coletividade, por se consagrarem à caridade, por se dominarem, transformando-se em veículos do Senhor. Ex: SRA. que viu o seu marido ser assassinado .  Só se resigna quem é humilde.Só se resigna quem é humilde.
  • 10. B.A. OS MANSOS PORQUEB.A. OS MANSOS PORQUE HERDARÃO A TERRA.HERDARÃO A TERRA. VIRTUDE: MANSUETUDEVIRTUDE: MANSUETUDE Que terra vamos herdar?Que terra vamos herdar? •Nosso território interior. Quando nosNosso território interior. Quando nos tranquilizamos nós controlamos astranquilizamos nós controlamos as nossas emoções.nossas emoções. Quando estamosQuando estamos aflitos são os problemas que nosaflitos são os problemas que nos possuem.possuem. •Herdar a terra é possuir a siHerdar a terra é possuir a si mesmo.mesmo. É oferecer um outro tipo deÉ oferecer um outro tipo de resposta que a pessoa está propondo.resposta que a pessoa está propondo. (silêncio, paciência, a outra face da(silêncio, paciência, a outra face da superioridade moral e o domínio de si mesmo.)superioridade moral e o domínio de si mesmo.)
  • 11. Como os dinossauros deixaram o planeta?Como os dinossauros deixaram o planeta? Devido a um cataclisma geológicoDevido a um cataclisma geológico Como os "dinossauros humanos" deixarãoComo os "dinossauros humanos" deixarão nosso planeta?nosso planeta? Devido a uma mudança de padrão energéticoDevido a uma mudança de padrão energético espiritual(vibracional)espiritual(vibracional) O Maior indíce de infarto do miocárdio é segunda feira, pq no domingo começa nossa angústia com o pensamento que trabalhar é sofrer.
  • 12. Mundo de RegeneraçãoMundo de Regeneração é para osé para os que defendem a verdade comque defendem a verdade com delicadeza, com respeito aosdelicadeza, com respeito aos semelhantes, com amor, semsemelhantes, com amor, sem violentar, machucar, destruir,violentar, machucar, destruir, julgar;julgar; •Ex: chico tomou um tapa na cara na fila do passe e!Ex: chico tomou um tapa na cara na fila do passe e!
  • 13. B.A. OS QUE TEM FOME EB.A. OS QUE TEM FOME E SEDE DE JUSTIÇA PORQUESEDE DE JUSTIÇA PORQUE SERÃO SACIADOS.SERÃO SACIADOS. A quarta virtude é a : FÉA quarta virtude é a : FÉ Precisamos ter fome e sede de alimentoPrecisamos ter fome e sede de alimento espiritual elevando nossa consciência paraespiritual elevando nossa consciência para o transcendental (o divino)o transcendental (o divino) São aqueles que se preocupam comSão aqueles que se preocupam com a felicidade do próximo, por issoa felicidade do próximo, por isso eles serão saciados.eles serão saciados. Ex: a forma com que eu trabalho na casa espírita estáEx: a forma com que eu trabalho na casa espírita está bom só pra mim ou pra todo mundo?bom só pra mim ou pra todo mundo? As minhas atitudes em meu lar está bom para todos ouAs minhas atitudes em meu lar está bom para todos ou só pra mim ?só pra mim ?
  • 15. B.A. OS MISERICORDIOSOSB.A. OS MISERICORDIOSOS PORQUE RECEBERÃO MISERICÓRDIAPORQUE RECEBERÃO MISERICÓRDIA Córdia vem de cordis = coraçãoCórdia vem de cordis = coração Miseri = misériaMiseri = miséria Misericordioso é aquele que temMisericordioso é aquele que tem compaixão da miséria alheia,compaixão da miséria alheia, compreendecompreende a fragilidade humana sem agredir,a fragilidade humana sem agredir, magoar e ofender.magoar e ofender. Sabe que toda criatura é composta deSabe que toda criatura é composta de sombra e luz.sombra e luz.
  • 16. A Quinta Virtude das B.A. É o PerdãoA Quinta Virtude das B.A. É o Perdão Só perdoa aquele que tem algo pra doarSó perdoa aquele que tem algo pra doar de si para outrem.de si para outrem. •Perdão é um ato interno de superaçãoPerdão é um ato interno de superação do ressentimento.do ressentimento. •O ressentimento é como uma brasa queO ressentimento é como uma brasa que atiramos no outro. É certo que vou meatiramos no outro. É certo que vou me ferir.ferir.
  • 17. B.A. OS PUROS DE CORAÇÃOB.A. OS PUROS DE CORAÇÃO PORQUE VERÃO A DEUS.PORQUE VERÃO A DEUS. Deus não é enxergado pelos olhosDeus não é enxergado pelos olhos físicos e nem pela razão.físicos e nem pela razão. Ex: astronautaEx: astronauta americano contemplando as estrelas disse: Eu não vi Deus por lá.americano contemplando as estrelas disse: Eu não vi Deus por lá. Enxergamos Deus pelo coraçãoEnxergamos Deus pelo coração Por isso Kardec perguntou: emPor isso Kardec perguntou: em que se forma o espírito na suaque se forma o espírito na sua última encarnação?última encarnação? Espírito puro – os limpos de coração – refletemEspírito puro – os limpos de coração – refletem a Deus.a Deus. Virtude: simplicidadeVirtude: simplicidade
  • 18. Como limpar meu coração?Como limpar meu coração? Através de um esvaziamento; deixarAtravés de um esvaziamento; deixar de acumular ressentimentos,de acumular ressentimentos, magoas,... E abrir espaços para omagoas,... E abrir espaços para o amor, ternura, confiança e riquezasamor, ternura, confiança e riquezas do espírito.do espírito. Ex: por isso que muitas pessoas,Ex: por isso que muitas pessoas, quando se aproximavam do Chico, dequando se aproximavam do Chico, de Madre tereza, Gandhi, choravam eMadre tereza, Gandhi, choravam e diziam:diziam: ““é como se eu sentisse aé como se eu sentisse a presença de Deus.presença de Deus.""
  • 19. B.A. OS PACIFICADORES PORQUEB.A. OS PACIFICADORES PORQUE SERÃO CHAMADOS FILHOS DE DEUS.SERÃO CHAMADOS FILHOS DE DEUS. Pacífico não é pamonha(inerte). Ele é oPacífico não é pamonha(inerte). Ele é o amigo da paz;amigo da paz; ex: do mestre que sempre dizia:ex: do mestre que sempre dizia: ““você temvocê tem razão"razão" Pacificador é o promotor da paz, é oPacificador é o promotor da paz, é o bombeiro de Deus. Ele é acionado pelabombeiro de Deus. Ele é acionado pela espiritualidade quando todos perdem aespiritualidade quando todos perdem a razão e o equilíbrio.razão e o equilíbrio. Ele não vai herdar sóEle não vai herdar só a Terra, mas o Universo inteiro.a Terra, mas o Universo inteiro. A sétima virtude é o altruísmo.A sétima virtude é o altruísmo.
  • 20. Jesus disse :Jesus disse : ““eu não vim trazer a paz, mas aeu não vim trazer a paz, mas a espada.espada.”” Jesus não vai te dar a paz; vai te darJesus não vai te dar a paz; vai te dar condições pra você conquistá-la.condições pra você conquistá-la. Essa espada é da luta interior. O queEssa espada é da luta interior. O que precisamos cortar com ela?precisamos cortar com ela? Nosso egoísmo, orgulho, vaidade, ambiçãoNosso egoísmo, orgulho, vaidade, ambição não nobre, prepotêncianão nobre, prepotência.. Toda vez que usarmos esta espada em nósToda vez que usarmos esta espada em nós entramos em conflito. Se a pessoa fuma eentramos em conflito. Se a pessoa fuma e tenta parar, ela perde a paz por causa datenta parar, ela perde a paz por causa da abstinência.abstinência.
  • 21. B.A. OS QUE SÃO PERSEGUIDOS PORB.A. OS QUE SÃO PERSEGUIDOS POR AMOR A JUSTIÇA PORQUE DELES É OAMOR A JUSTIÇA PORQUE DELES É O REINO DE DEUS.REINO DE DEUS. SER JUSTO É PRATICAR A LEI DESER JUSTO É PRATICAR A LEI DE JUSTIÇA, AMOR E CARIDADE NA SUAJUSTIÇA, AMOR E CARIDADE NA SUA MAIOR PUREZAMAIOR PUREZA.. A ÚLTIMA VIRTUDE: CARIDADEA ÚLTIMA VIRTUDE: CARIDADE.. Estamos quase no topo daEstamos quase no topo da montanha. Quando chegamos nestemontanha. Quando chegamos neste ponto não conseguimos mais ficarponto não conseguimos mais ficar na nossa zona de conforto, porquena nossa zona de conforto, porque agora é o cristo que vive em nós.agora é o cristo que vive em nós. EX: Você vai no Centro 3 vezes em 1 semana? Ainda ajuda oEX: Você vai no Centro 3 vezes em 1 semana? Ainda ajuda o asilo, a ONG das crianças e ainda sua família? Você é louco.asilo, a ONG das crianças e ainda sua família? Você é louco.
  • 22. Segundo Paulo de Tarso quais as virtudes que devem estar com a caridade? A caridade é Paciente, Doce e benfazeja Não é invejosa - Não é precipitada Não se enche de orgulho Não procura seus próprios interesses Não se regozija com a injustiça A tudo suporta, a tudo crê, a tudo espera, a tudo sofre.
  • 23. Caridade é a ação no bem preenchida por todasCaridade é a ação no bem preenchida por todas as virtudes do sermão da montanhaas virtudes do sermão da montanha.. CaridadeCaridade AltruísmoAltruísmo PerdãoPerdão Pureza de CoraçãoPureza de Coração FÉFÉ MansuetudeMansuetude ResignaçãoResignação Humildade.Humildade.

Notas do Editor

  1. Sublimidade => grandiosidade.