SlideShare uma empresa Scribd logo
ARTE AFRICANA
Imaginem ir a um lugar onde
possamos ver milhares de relevos e
pinturas como estas da imagem?
Este lugar se encontra no coração do
deserto do Saara, na Argélia: a
Meseta de Tassili.
Nesta região já foram catalogadas
mais de 15.000 pinturas e gravuras
rupestres que datam de 10.000 a
1.500 anos antes de Cristo!
Arte Rupestre: Namíbia- Kunene
Cultura Nok (norte da Nigéria).
Os povos africanos faziam seus objetos de arte utilizando diversos
elementos da natureza. Faziam esculturas de marfim, máscaras
entalhadas em madeira e ornamentos em ouro e bronze. Os temas
retratados nas obras de arte remetem ao cotidiano, a religião e aos
aspectos naturais da região. Desta forma, esculpiam e pintavam
mitos, animais da floresta, cenas das tradições, personagens do
cotidiano etc.
Alguns objetos de uso ritual
e uso cotidiano.
Esculturas em madeira:
Múltiplas figuras que servem de homenagem às divindades; podem ter
formas zoomorfas ou antropomorfas; geralmente fazem referência à
religião ou aos aspectos místicos da cultura de cada povo.
Marfim e madeira
Escultura povo Makonde Escultura do povo Godon
Danças
Nas danças africanas o contato
contínuo dos pés nus com a terra é
fundamental para absorver as
energias que deste lugar se
propagam e para enfatizar a vida que
tem que ser vivida agora e nesse
lugar.
Dança tribal
Lundu, Batuque
Capoeira
Jongo
Algumas
influências das
danças e lutas
africanas na
cultura
brasileira.
Artesanato: Tecidos e tapeçaria
O tipo de confecção mais característico é o chamado Kente, entre os Ashanti.
Os desenhos são imersos em uma tintura vegetal e impressos em tecido
branco estendido em uma almofada.
Influência da arte
africana na arte
européia:
PABLO PICASSO
Quadro “Les
Demoiselles
d'Avignon”, que marca
uma ruptura na arte
da época, inaugurando
a arte moderna.
Influências da Arte Africana
Pablo Picasso
Máscaras
As máscaras africanas geralmente representam divindades, seres
da mitologia.
Possuem aspecto agressivo, são marcadas por linhas e formas
geométricas, ou seja, não são naturalistas.
Há também o exagero de algumas formas (olhos, boca, nariz),
conferindo às máscaras este aspecto mais “pesado”, diferenciando
das formas naturais do homem.
Normalmente são usadas cores fortes, vibrantes.
Assim como na arte indígena, as máscaras podem ser
confeccionadas em uma grande variedade de materiais: bronze,
marfim, madeira, fibras, tecido, cerâmica, dentre outros.
As “máscaras” são as formas mais conhecidas da plástica africana. Constituem
síntese de elementos simbólicos mais variados se convertendo em expressões
da vontade criadora do africano.
Máscara Guelideé ou Gelede
Uma máscara é um ser que protege quem a carrega. Está destinada a captar
a força vital que escapa de um ser controlada e posteriormente
redistribuída em benefício da coletividade.
Máscara do século XVI, Nigéria,
Edo, Corte de Benin, marfim
Arte Africana
Arte Africana

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

O que é arte?!
O que é arte?!O que é arte?!
O que é arte?!
Mary Lopes
 
A arte na Pré-História
A arte na Pré-HistóriaA arte na Pré-História
A arte na Pré-História
Edenilson Morais
 
O que é arte?
O que é arte?O que é arte?
O que é arte?
IF - Baiano
 
O que é a arte
O que é a arteO que é a arte
O que é a arte
Ana Barreiros
 
A arte da performance
A arte da performanceA arte da performance
A arte da performance
Thiago Assumpção
 
Arte 1 médio slide
Arte 1 médio slideArte 1 médio slide
Arte 1 médio slide
Eponina Alencar
 
História da Arte
História da ArteHistória da Arte
História da Arte
Jaiza Nobre
 
Apresentação sobre Patrimônio cultural, arte popular e os elementos do deseho
Apresentação sobre Patrimônio cultural, arte popular e os elementos do desehoApresentação sobre Patrimônio cultural, arte popular e os elementos do deseho
Apresentação sobre Patrimônio cultural, arte popular e os elementos do deseho
Colégio Santa terezinha
 
Arte Afro Brasileira PóS
Arte Afro Brasileira PóSArte Afro Brasileira PóS
Arte Afro Brasileira PóS
Norma Almeida
 
Arte no Brasil Colonial
Arte no Brasil ColonialArte no Brasil Colonial
Arte no Brasil Colonial
Andrea Dressler
 
Aula patrimônio cultural
Aula patrimônio culturalAula patrimônio cultural
Aula patrimônio cultural
Curso Letrados
 
Influência da-cultura-africana-no-brasil
Influência da-cultura-africana-no-brasilInfluência da-cultura-africana-no-brasil
Influência da-cultura-africana-no-brasil
Nancihorta
 
Artes Visuais
Artes VisuaisArtes Visuais
Artes Visuais
Júnior Maciel
 
Aula 13 historia da arte.
Aula 13 historia da arte.Aula 13 historia da arte.
Aula 13 historia da arte.
Rafael Serra
 
História da Arte: Arte e cultura indígena brasileira
História da Arte: Arte e cultura indígena brasileiraHistória da Arte: Arte e cultura indígena brasileira
História da Arte: Arte e cultura indígena brasileira
Raphael Lanzillotte
 
Semana de arte moderna
Semana de arte modernaSemana de arte moderna
Semana de arte moderna
Lucas Nascimento
 
Funções da arte
Funções da arteFunções da arte
Funções da arte
JulianoFonseca17
 
Arte aula inicial Ensino Médio
Arte aula inicial Ensino MédioArte aula inicial Ensino Médio
Arte aula inicial Ensino Médio
Itamir Beserra
 
Cultura negra
Cultura negraCultura negra
Cultura negra
Daniele Lino
 
Cultura Afro Brasileira
Cultura Afro BrasileiraCultura Afro Brasileira
Cultura Afro Brasileira
brendazarza
 

Mais procurados (20)

O que é arte?!
O que é arte?!O que é arte?!
O que é arte?!
 
A arte na Pré-História
A arte na Pré-HistóriaA arte na Pré-História
A arte na Pré-História
 
O que é arte?
O que é arte?O que é arte?
O que é arte?
 
O que é a arte
O que é a arteO que é a arte
O que é a arte
 
A arte da performance
A arte da performanceA arte da performance
A arte da performance
 
Arte 1 médio slide
Arte 1 médio slideArte 1 médio slide
Arte 1 médio slide
 
História da Arte
História da ArteHistória da Arte
História da Arte
 
Apresentação sobre Patrimônio cultural, arte popular e os elementos do deseho
Apresentação sobre Patrimônio cultural, arte popular e os elementos do desehoApresentação sobre Patrimônio cultural, arte popular e os elementos do deseho
Apresentação sobre Patrimônio cultural, arte popular e os elementos do deseho
 
Arte Afro Brasileira PóS
Arte Afro Brasileira PóSArte Afro Brasileira PóS
Arte Afro Brasileira PóS
 
Arte no Brasil Colonial
Arte no Brasil ColonialArte no Brasil Colonial
Arte no Brasil Colonial
 
Aula patrimônio cultural
Aula patrimônio culturalAula patrimônio cultural
Aula patrimônio cultural
 
Influência da-cultura-africana-no-brasil
Influência da-cultura-africana-no-brasilInfluência da-cultura-africana-no-brasil
Influência da-cultura-africana-no-brasil
 
Artes Visuais
Artes VisuaisArtes Visuais
Artes Visuais
 
Aula 13 historia da arte.
Aula 13 historia da arte.Aula 13 historia da arte.
Aula 13 historia da arte.
 
História da Arte: Arte e cultura indígena brasileira
História da Arte: Arte e cultura indígena brasileiraHistória da Arte: Arte e cultura indígena brasileira
História da Arte: Arte e cultura indígena brasileira
 
Semana de arte moderna
Semana de arte modernaSemana de arte moderna
Semana de arte moderna
 
Funções da arte
Funções da arteFunções da arte
Funções da arte
 
Arte aula inicial Ensino Médio
Arte aula inicial Ensino MédioArte aula inicial Ensino Médio
Arte aula inicial Ensino Médio
 
Cultura negra
Cultura negraCultura negra
Cultura negra
 
Cultura Afro Brasileira
Cultura Afro BrasileiraCultura Afro Brasileira
Cultura Afro Brasileira
 

Destaque

Arte africana
Arte africanaArte africana
História da Arte: África do Sul
História da Arte: África do SulHistória da Arte: África do Sul
História da Arte: África do Sul
Raphael Lanzillotte
 
Máscaras africanas
Máscaras africanasMáscaras africanas
Máscaras africanas
pibidcsoufrgs
 
Artes visuais afro brasileira (síntese)
Artes visuais afro brasileira (síntese)Artes visuais afro brasileira (síntese)
Artes visuais afro brasileira (síntese)
Nancihorta
 
Máscaras africanas
Máscaras africanasMáscaras africanas
Máscaras africanas
Maribel Hernandez Rodriguez
 
Cultura Africana e suas influências no Brasil
Cultura Africana e suas influências no BrasilCultura Africana e suas influências no Brasil
Cultura Africana e suas influências no Brasil
Bruna Medeiros
 

Destaque (6)

Arte africana
Arte africanaArte africana
Arte africana
 
História da Arte: África do Sul
História da Arte: África do SulHistória da Arte: África do Sul
História da Arte: África do Sul
 
Máscaras africanas
Máscaras africanasMáscaras africanas
Máscaras africanas
 
Artes visuais afro brasileira (síntese)
Artes visuais afro brasileira (síntese)Artes visuais afro brasileira (síntese)
Artes visuais afro brasileira (síntese)
 
Máscaras africanas
Máscaras africanasMáscaras africanas
Máscaras africanas
 
Cultura Africana e suas influências no Brasil
Cultura Africana e suas influências no BrasilCultura Africana e suas influências no Brasil
Cultura Africana e suas influências no Brasil
 

Semelhante a Arte Africana

Arte africana
Arte africanaArte africana
Arte africana 2013
Arte africana 2013Arte africana 2013
Arte de áfrica
Arte de áfricaArte de áfrica
Arte de áfrica
universitarioeja
 
/Exports/eja final/ednafinal
/Exports/eja final/ednafinal/Exports/eja final/ednafinal
/Exports/eja final/ednafinal
ednaalvessilva
 
Arte africana
 Arte africana   Arte africana
Arte africana
Mary Alvarenga
 
Arte Africana
Arte Africana Arte Africana
Arte Africana
Jailson Carvalho
 
Negro Mostra A Tua Face
Negro Mostra A Tua FaceNegro Mostra A Tua Face
Negro Mostra A Tua Face
Nádia Rabelo
 
Texto arte indigena
Texto arte indigenaTexto arte indigena
Texto arte indigena
Laís Paiva
 
A arte africana
A arte africanaA arte africana
6 Artes ii
6   Artes ii6   Artes ii
Cultura afro brasileira máscaras
Cultura afro brasileira   máscarasCultura afro brasileira   máscaras
Cultura afro brasileira máscaras
Noemi Maria Noetzold
 
Arte Africana
Arte AfricanaArte Africana
Arte Africana
Claudio Bastos
 
8o. ano continuação 1º arte pré-colombiana e arte pré-cabralina-34 slides-
8o. ano   continuação 1º arte pré-colombiana e arte pré-cabralina-34 slides-8o. ano   continuação 1º arte pré-colombiana e arte pré-cabralina-34 slides-
8o. ano continuação 1º arte pré-colombiana e arte pré-cabralina-34 slides-
ArtesElisa
 
Professo autor arte primitiva africana
Professo autor   arte primitiva africanaProfesso autor   arte primitiva africana
Professo autor arte primitiva africana
Paulo Alexandre
 
Slide Material Projeto
Slide Material ProjetoSlide Material Projeto
Slide Material Projeto
elissandratarauaca
 
Material didatico
Material didaticoMaterial didatico
Material didatico
elissandratarauaca
 
Mundo
MundoMundo
Mundo
hbilinha
 
Arte Rupestre
Arte RupestreArte Rupestre
Arte indígena - índios Karajás
Arte indígena - índios KarajásArte indígena - índios Karajás
Arte indígena - índios Karajás
Andrea Dressler
 
Analise de Obras do PAS 2012 - 2ª Etapa
Analise de Obras do PAS 2012 - 2ª EtapaAnalise de Obras do PAS 2012 - 2ª Etapa
Analise de Obras do PAS 2012 - 2ª Etapa
Angelo Chen
 

Semelhante a Arte Africana (20)

Arte africana
Arte africanaArte africana
Arte africana
 
Arte africana 2013
Arte africana 2013Arte africana 2013
Arte africana 2013
 
Arte de áfrica
Arte de áfricaArte de áfrica
Arte de áfrica
 
/Exports/eja final/ednafinal
/Exports/eja final/ednafinal/Exports/eja final/ednafinal
/Exports/eja final/ednafinal
 
Arte africana
 Arte africana   Arte africana
Arte africana
 
Arte Africana
Arte Africana Arte Africana
Arte Africana
 
Negro Mostra A Tua Face
Negro Mostra A Tua FaceNegro Mostra A Tua Face
Negro Mostra A Tua Face
 
Texto arte indigena
Texto arte indigenaTexto arte indigena
Texto arte indigena
 
A arte africana
A arte africanaA arte africana
A arte africana
 
6 Artes ii
6   Artes ii6   Artes ii
6 Artes ii
 
Cultura afro brasileira máscaras
Cultura afro brasileira   máscarasCultura afro brasileira   máscaras
Cultura afro brasileira máscaras
 
Arte Africana
Arte AfricanaArte Africana
Arte Africana
 
8o. ano continuação 1º arte pré-colombiana e arte pré-cabralina-34 slides-
8o. ano   continuação 1º arte pré-colombiana e arte pré-cabralina-34 slides-8o. ano   continuação 1º arte pré-colombiana e arte pré-cabralina-34 slides-
8o. ano continuação 1º arte pré-colombiana e arte pré-cabralina-34 slides-
 
Professo autor arte primitiva africana
Professo autor   arte primitiva africanaProfesso autor   arte primitiva africana
Professo autor arte primitiva africana
 
Slide Material Projeto
Slide Material ProjetoSlide Material Projeto
Slide Material Projeto
 
Material didatico
Material didaticoMaterial didatico
Material didatico
 
Mundo
MundoMundo
Mundo
 
Arte Rupestre
Arte RupestreArte Rupestre
Arte Rupestre
 
Arte indígena - índios Karajás
Arte indígena - índios KarajásArte indígena - índios Karajás
Arte indígena - índios Karajás
 
Analise de Obras do PAS 2012 - 2ª Etapa
Analise de Obras do PAS 2012 - 2ª EtapaAnalise de Obras do PAS 2012 - 2ª Etapa
Analise de Obras do PAS 2012 - 2ª Etapa
 

Mais de Joemille Leal

Dia Internacional da Mulher 
Dia Internacional da Mulher Dia Internacional da Mulher 
Dia Internacional da Mulher 
Joemille Leal
 
Walter Benedix Schönflies Benjamin
Walter Benedix Schönflies BenjaminWalter Benedix Schönflies Benjamin
Walter Benedix Schönflies Benjamin
Joemille Leal
 
Matrizes Africanas
Matrizes AfricanasMatrizes Africanas
Matrizes Africanas
Joemille Leal
 
Handebol
HandebolHandebol
Handebol
Joemille Leal
 
Gripe
GripeGripe
ENEM 2015
ENEM 2015ENEM 2015
ENEM 2015
Joemille Leal
 
ENEM 2016
ENEM 2016ENEM 2016
ENEM 2016
Joemille Leal
 
BRASIL X EUA
BRASIL X EUABRASIL X EUA
BRASIL X EUA
Joemille Leal
 
Homo Neandertal
Homo Neandertal Homo Neandertal
Homo Neandertal
Joemille Leal
 
MT ST
MT STMT ST
Revolta da Chibata
Revolta da ChibataRevolta da Chibata
Revolta da Chibata
Joemille Leal
 
Skinner
SkinnerSkinner
Skinner
Joemille Leal
 
Currículo, Utopia e Pós-Modernidade
Currículo, Utopia e Pós-Modernidade Currículo, Utopia e Pós-Modernidade
Currículo, Utopia e Pós-Modernidade
Joemille Leal
 
O Perfil do novo profissional frente as novas Tecnologias
O Perfil do novo profissional frente as novas TecnologiasO Perfil do novo profissional frente as novas Tecnologias
O Perfil do novo profissional frente as novas Tecnologias
Joemille Leal
 
O Período Sensório Motor, Jean Piaget
O Período Sensório Motor, Jean Piaget O Período Sensório Motor, Jean Piaget
O Período Sensório Motor, Jean Piaget
Joemille Leal
 
HISTÓRIA DAS CRIANÇAS NO BRASIL
HISTÓRIA DAS CRIANÇAS NO BRASIL  HISTÓRIA DAS CRIANÇAS NO BRASIL
HISTÓRIA DAS CRIANÇAS NO BRASIL
Joemille Leal
 
BULLYING
BULLYING  BULLYING
BULLYING
Joemille Leal
 
Reforma do Ensino Médio - Considerações Finais
Reforma do Ensino Médio - Considerações FinaisReforma do Ensino Médio - Considerações Finais
Reforma do Ensino Médio - Considerações Finais
Joemille Leal
 
Autoestima
Autoestima Autoestima
Autoestima
Joemille Leal
 
Trabalho de Roanld - MOFO
Trabalho de Roanld - MOFOTrabalho de Roanld - MOFO
Trabalho de Roanld - MOFO
Joemille Leal
 

Mais de Joemille Leal (20)

Dia Internacional da Mulher 
Dia Internacional da Mulher Dia Internacional da Mulher 
Dia Internacional da Mulher 
 
Walter Benedix Schönflies Benjamin
Walter Benedix Schönflies BenjaminWalter Benedix Schönflies Benjamin
Walter Benedix Schönflies Benjamin
 
Matrizes Africanas
Matrizes AfricanasMatrizes Africanas
Matrizes Africanas
 
Handebol
HandebolHandebol
Handebol
 
Gripe
GripeGripe
Gripe
 
ENEM 2015
ENEM 2015ENEM 2015
ENEM 2015
 
ENEM 2016
ENEM 2016ENEM 2016
ENEM 2016
 
BRASIL X EUA
BRASIL X EUABRASIL X EUA
BRASIL X EUA
 
Homo Neandertal
Homo Neandertal Homo Neandertal
Homo Neandertal
 
MT ST
MT STMT ST
MT ST
 
Revolta da Chibata
Revolta da ChibataRevolta da Chibata
Revolta da Chibata
 
Skinner
SkinnerSkinner
Skinner
 
Currículo, Utopia e Pós-Modernidade
Currículo, Utopia e Pós-Modernidade Currículo, Utopia e Pós-Modernidade
Currículo, Utopia e Pós-Modernidade
 
O Perfil do novo profissional frente as novas Tecnologias
O Perfil do novo profissional frente as novas TecnologiasO Perfil do novo profissional frente as novas Tecnologias
O Perfil do novo profissional frente as novas Tecnologias
 
O Período Sensório Motor, Jean Piaget
O Período Sensório Motor, Jean Piaget O Período Sensório Motor, Jean Piaget
O Período Sensório Motor, Jean Piaget
 
HISTÓRIA DAS CRIANÇAS NO BRASIL
HISTÓRIA DAS CRIANÇAS NO BRASIL  HISTÓRIA DAS CRIANÇAS NO BRASIL
HISTÓRIA DAS CRIANÇAS NO BRASIL
 
BULLYING
BULLYING  BULLYING
BULLYING
 
Reforma do Ensino Médio - Considerações Finais
Reforma do Ensino Médio - Considerações FinaisReforma do Ensino Médio - Considerações Finais
Reforma do Ensino Médio - Considerações Finais
 
Autoestima
Autoestima Autoestima
Autoestima
 
Trabalho de Roanld - MOFO
Trabalho de Roanld - MOFOTrabalho de Roanld - MOFO
Trabalho de Roanld - MOFO
 

Último

Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Bibliotecas Escolares AEIDH
 
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsxQue Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
Luzia Gabriele
 
O que é o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
O que é  o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?O que é  o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
O que é o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
Marcelo Botura
 
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdfGeotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Falcão Brasil
 
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdfEscola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Falcão Brasil
 
Plano Diretor da Tecnologia da Informação PDTIC 2020 a 2023.pdf
Plano Diretor da Tecnologia da Informação PDTIC 2020 a 2023.pdfPlano Diretor da Tecnologia da Informação PDTIC 2020 a 2023.pdf
Plano Diretor da Tecnologia da Informação PDTIC 2020 a 2023.pdf
Falcão Brasil
 
P0107 do aluno da educação municipal.pdf
P0107 do aluno da educação municipal.pdfP0107 do aluno da educação municipal.pdf
P0107 do aluno da educação municipal.pdf
Ceiça Martins Vital
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptxSlides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdfPortfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Falcão Brasil
 
Endereços — Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia - ...
Endereços — Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia - ...Endereços — Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia - ...
Endereços — Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia - ...
Falcão Brasil
 
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdfIntrodução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
valdeci17
 
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdfPortfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Falcão Brasil
 
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
SheylaAlves6
 
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdfUFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
Manuais Formação
 
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdfMarinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Falcão Brasil
 
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Desafio matemático -  multiplicação e divisão.Desafio matemático -  multiplicação e divisão.
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Mary Alvarenga
 
O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdfO Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
Falcão Brasil
 
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Luzia Gabriele
 

Último (20)

Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
 
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsxQue Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
 
O que é o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
O que é  o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?O que é  o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
O que é o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
 
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdfGeotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
 
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdfEscola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
 
Plano Diretor da Tecnologia da Informação PDTIC 2020 a 2023.pdf
Plano Diretor da Tecnologia da Informação PDTIC 2020 a 2023.pdfPlano Diretor da Tecnologia da Informação PDTIC 2020 a 2023.pdf
Plano Diretor da Tecnologia da Informação PDTIC 2020 a 2023.pdf
 
P0107 do aluno da educação municipal.pdf
P0107 do aluno da educação municipal.pdfP0107 do aluno da educação municipal.pdf
P0107 do aluno da educação municipal.pdf
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
 
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptxSlides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
 
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdfPortfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
 
Endereços — Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia - ...
Endereços — Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia - ...Endereços — Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia - ...
Endereços — Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia - ...
 
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdfIntrodução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
 
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdfPortfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
 
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
 
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
 
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdfUFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
 
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdfMarinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
 
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Desafio matemático -  multiplicação e divisão.Desafio matemático -  multiplicação e divisão.
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
 
O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdfO Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
 
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
 

Arte Africana

  • 2. Imaginem ir a um lugar onde possamos ver milhares de relevos e pinturas como estas da imagem? Este lugar se encontra no coração do deserto do Saara, na Argélia: a Meseta de Tassili. Nesta região já foram catalogadas mais de 15.000 pinturas e gravuras rupestres que datam de 10.000 a 1.500 anos antes de Cristo!
  • 4. Cultura Nok (norte da Nigéria). Os povos africanos faziam seus objetos de arte utilizando diversos elementos da natureza. Faziam esculturas de marfim, máscaras entalhadas em madeira e ornamentos em ouro e bronze. Os temas retratados nas obras de arte remetem ao cotidiano, a religião e aos aspectos naturais da região. Desta forma, esculpiam e pintavam mitos, animais da floresta, cenas das tradições, personagens do cotidiano etc.
  • 5. Alguns objetos de uso ritual e uso cotidiano.
  • 6. Esculturas em madeira: Múltiplas figuras que servem de homenagem às divindades; podem ter formas zoomorfas ou antropomorfas; geralmente fazem referência à religião ou aos aspectos místicos da cultura de cada povo.
  • 8. Escultura povo Makonde Escultura do povo Godon
  • 9. Danças Nas danças africanas o contato contínuo dos pés nus com a terra é fundamental para absorver as energias que deste lugar se propagam e para enfatizar a vida que tem que ser vivida agora e nesse lugar. Dança tribal Lundu, Batuque
  • 10. Capoeira Jongo Algumas influências das danças e lutas africanas na cultura brasileira.
  • 11. Artesanato: Tecidos e tapeçaria O tipo de confecção mais característico é o chamado Kente, entre os Ashanti. Os desenhos são imersos em uma tintura vegetal e impressos em tecido branco estendido em uma almofada.
  • 12. Influência da arte africana na arte européia: PABLO PICASSO Quadro “Les Demoiselles d'Avignon”, que marca uma ruptura na arte da época, inaugurando a arte moderna.
  • 13. Influências da Arte Africana Pablo Picasso
  • 14. Máscaras As máscaras africanas geralmente representam divindades, seres da mitologia. Possuem aspecto agressivo, são marcadas por linhas e formas geométricas, ou seja, não são naturalistas. Há também o exagero de algumas formas (olhos, boca, nariz), conferindo às máscaras este aspecto mais “pesado”, diferenciando das formas naturais do homem. Normalmente são usadas cores fortes, vibrantes. Assim como na arte indígena, as máscaras podem ser confeccionadas em uma grande variedade de materiais: bronze, marfim, madeira, fibras, tecido, cerâmica, dentre outros.
  • 15. As “máscaras” são as formas mais conhecidas da plástica africana. Constituem síntese de elementos simbólicos mais variados se convertendo em expressões da vontade criadora do africano. Máscara Guelideé ou Gelede Uma máscara é um ser que protege quem a carrega. Está destinada a captar a força vital que escapa de um ser controlada e posteriormente redistribuída em benefício da coletividade.
  • 16. Máscara do século XVI, Nigéria, Edo, Corte de Benin, marfim