SlideShare uma empresa Scribd logo
O QUE É O HOMO NEANDERTHAL?
CARACTERÍSTICAS
Entre as características peculiares ao Neandertal destacam-se a parte do meio do rosto
protuberante, os ossos da face angulares, e um nariz enorme, que proporcionava a
umidificação e aquecimento do ar frio e seco. Seus corpos eram mais baixos e
atarracados que o do moderno ser humano, outra adaptação à vida em ambientes frios.
CARACTERÍSTICAS
Seus cérebros, porém, eram tão grandes como os nossos e, muitas vezes maior,
proporcionais aos seus corpos mais musculosos. Acredita-se que seu cérebro seria 20%
maior do que o tamanho médio de um cérebro humano moderno, e anatomicamente
idêntico a este. As áreas responsáveis pelo pensamento complexo eram tão avançados
como o nosso, o que significa que o Neandertal deveria ter a capacidade de pensar
como nós.
O Neandertal foi possivelmente a forma mais carnívora do ser humano que já viveu.
Geralmente estavam em torno das florestas onde caçavam grandes animais como
veados, cavalos e gados selvagens. Além disso, as florestas davam a lenha e o material
para a construção de abrigos e lanças. Na maior parte de sua existência, os Neandertais
experimentaram um ambiente onde o clima era leve, às vezes até mais quente do que
hoje, mas é certo que eles também conviveram com longos períodos de frio intenso.
Alguns pesquisadores consideram os neandertais uma subespécie do Homo sapiens
(Homo sapiens neanderthalensis), sendo que estes chegaram a coexistir com os
humanos modernos (Homo sapiens sapiens) durante cerca de 10 mil anos.
Ao contrário do que se imaginava, estudos contemporâneos mostram que o homem de
Neandertal podia ter uma capacidade intelectual igual ao do Homo sapiens sapiens.
Aliás, os neandertais compartilham mais de 99% do DNA com os humanos atuais. Tal
evidência comprova que o Homo sapiens sapiens e os neandertais chegaram a se
relacionar e reproduzir uma espécie híbrida. No entanto, ainda existem relevantes
diferenças morfológicas que destacam os neandertais dos humanos modernos.
Mas, por volta de trinta mil anos atrás, os neandertais já haviam desaparecido,
exatamente no momento em que os primeiros seres humanos modernos surgiam na
Europa. O ambiente experimentava mudanças muito bruscas entre temperaturas quentes
e frias, o que acarretou mudanças no modo de vida Neandertal. As florestas das quais
eles dependiam começaram a recuar, dando lugar a planícies abertas, onde suas
estratégias de caça não funcionavam tão bem. Como consequência, os neandertais
recuaram junto com as florestas, e sua população caiu à medida em que seus locais de
caça encolhiam.
A constituição física que tinha feito do Neandertal um ser tão bem adaptado para a
Idade do Gelo, foi ao mesmo tempo a sua sentença de morte. Tal espécie poderia ser
muito melhor adaptada ao frio em comparação aos primeiros seres humanos modernos,
mas como as condições ambientais mudaram, foram os nossos antepassados a
sobreviver, pois puderam aproveitar melhor o ambiente mais aberto que estava se
desenvolvendo.
Jonatas
Cleydson
Fabrício
Jociele
Marivald
o
Vinicius

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Evolução dos humano.pptx
Evolução dos  humano.pptxEvolução dos  humano.pptx
Evolução dos humano.pptx
IvoneSantiago2
 
Clonagem
ClonagemClonagem
Clonagem
Miguel Santos
 
Evolução humana
Evolução humanaEvolução humana
Evolução humana
Filho João Evangelista
 
Clonagem reprodutiva
Clonagem reprodutivaClonagem reprodutiva
Clonagem reprodutiva
tontinhasilva
 
Biotecnologia clonagem e células tronco
Biotecnologia clonagem e células troncoBiotecnologia clonagem e células tronco
Biotecnologia clonagem e células tronco
Silvana Sanches
 
A Clonagem
A ClonagemA Clonagem
A Clonagem
cnaturais9
 
Evolucao humana
Evolucao humanaEvolucao humana
Evolucao humana
Ernesto Silva
 
Clonagem
Clonagem Clonagem
Clonagem
Inês Tavares
 
Seleção
SeleçãoSeleção
Seleção
unesp
 
Embriologia
EmbriologiaEmbriologia
Embriologia
Roberto Bagatini
 
A Origem da Aves
A Origem da AvesA Origem da Aves
A Origem da Aves
Fábio Ianomami
 
EvoluçãO Humana
EvoluçãO HumanaEvoluçãO Humana
EvoluçãO Humana
guest5484d9
 
CARTA ABERTA EM DEFESA DA REVOGAÇÃO DA REFORMA DO ENSINO MÉDIO_final_25jun.pdf
CARTA ABERTA EM DEFESA DA REVOGAÇÃO DA REFORMA DO ENSINO MÉDIO_final_25jun.pdfCARTA ABERTA EM DEFESA DA REVOGAÇÃO DA REFORMA DO ENSINO MÉDIO_final_25jun.pdf
CARTA ABERTA EM DEFESA DA REVOGAÇÃO DA REFORMA DO ENSINO MÉDIO_final_25jun.pdf
diariodocentrodomundo
 
Aberrações cromossômicas
Aberrações cromossômicasAberrações cromossômicas
Aberrações cromossômicas
Daniele_Cristina
 
Clonagem
ClonagemClonagem
Clonagem
Mel Medina
 
Desenvolvimento embrionário dos animais 2
Desenvolvimento embrionário dos animais 2Desenvolvimento embrionário dos animais 2
Desenvolvimento embrionário dos animais 2
letyap
 
Hereditariedade
HereditariedadeHereditariedade
Clonagem animal
Clonagem animalClonagem animal
Clonagem animal
Luísa Santana
 
Síndrome do duplo y(xyy)
Síndrome  do duplo y(xyy)Síndrome  do duplo y(xyy)
Síndrome do duplo y(xyy)
Matheus Baldoino
 
2 - Teorias evolucionistas
2 - Teorias evolucionistas2 - Teorias evolucionistas
2 - Teorias evolucionistas
Ana Castro
 

Mais procurados (20)

Evolução dos humano.pptx
Evolução dos  humano.pptxEvolução dos  humano.pptx
Evolução dos humano.pptx
 
Clonagem
ClonagemClonagem
Clonagem
 
Evolução humana
Evolução humanaEvolução humana
Evolução humana
 
Clonagem reprodutiva
Clonagem reprodutivaClonagem reprodutiva
Clonagem reprodutiva
 
Biotecnologia clonagem e células tronco
Biotecnologia clonagem e células troncoBiotecnologia clonagem e células tronco
Biotecnologia clonagem e células tronco
 
A Clonagem
A ClonagemA Clonagem
A Clonagem
 
Evolucao humana
Evolucao humanaEvolucao humana
Evolucao humana
 
Clonagem
Clonagem Clonagem
Clonagem
 
Seleção
SeleçãoSeleção
Seleção
 
Embriologia
EmbriologiaEmbriologia
Embriologia
 
A Origem da Aves
A Origem da AvesA Origem da Aves
A Origem da Aves
 
EvoluçãO Humana
EvoluçãO HumanaEvoluçãO Humana
EvoluçãO Humana
 
CARTA ABERTA EM DEFESA DA REVOGAÇÃO DA REFORMA DO ENSINO MÉDIO_final_25jun.pdf
CARTA ABERTA EM DEFESA DA REVOGAÇÃO DA REFORMA DO ENSINO MÉDIO_final_25jun.pdfCARTA ABERTA EM DEFESA DA REVOGAÇÃO DA REFORMA DO ENSINO MÉDIO_final_25jun.pdf
CARTA ABERTA EM DEFESA DA REVOGAÇÃO DA REFORMA DO ENSINO MÉDIO_final_25jun.pdf
 
Aberrações cromossômicas
Aberrações cromossômicasAberrações cromossômicas
Aberrações cromossômicas
 
Clonagem
ClonagemClonagem
Clonagem
 
Desenvolvimento embrionário dos animais 2
Desenvolvimento embrionário dos animais 2Desenvolvimento embrionário dos animais 2
Desenvolvimento embrionário dos animais 2
 
Hereditariedade
HereditariedadeHereditariedade
Hereditariedade
 
Clonagem animal
Clonagem animalClonagem animal
Clonagem animal
 
Síndrome do duplo y(xyy)
Síndrome  do duplo y(xyy)Síndrome  do duplo y(xyy)
Síndrome do duplo y(xyy)
 
2 - Teorias evolucionistas
2 - Teorias evolucionistas2 - Teorias evolucionistas
2 - Teorias evolucionistas
 

Semelhante a Homo Neandertal

Como montar um hominídeo
Como montar um hominídeoComo montar um hominídeo
Como montar um hominídeo
Hilton da Silva
 
O Paleolítico
O PaleolíticoO Paleolítico
O Paleolítico
HistN
 
7.º ano - A evolução do homem
7.º ano - A evolução do homem7.º ano - A evolução do homem
7.º ano - A evolução do homem
angelamoliveira
 
A evolução do homem
A   evolução do   homemA   evolução do   homem
A evolução do homem
genarui
 
A evolução do homem
A   evolução do   homemA   evolução do   homem
A evolução do homem
genarui
 
A evolução do homem
A   evolução do   homemA   evolução do   homem
A evolução do homem
genarui
 
Evolução do homem 3 C
Evolução do homem 3 CEvolução do homem 3 C
Evolução do homem 3 C
Maria Teresa Iannaco Grego
 
evolucao-humana.ppt
evolucao-humana.pptevolucao-humana.ppt
evolucao-humana.ppt
rudvancicotti
 
Aula de evolução humana para ensino médio.ppt
Aula de evolução humana para ensino médio.pptAula de evolução humana para ensino médio.ppt
Aula de evolução humana para ensino médio.ppt
CarlosWeslley1
 
Sapiens - Uma breve história da humanidade - Yuval Harari.pdf
Sapiens - Uma breve história da humanidade - Yuval Harari.pdfSapiens - Uma breve história da humanidade - Yuval Harari.pdf
Sapiens - Uma breve história da humanidade - Yuval Harari.pdf
WilsonSantos832138
 
Evolução humana
Evolução humanaEvolução humana
Evolução humana
Sónia Coreixas
 
Evolução da Humanidade - Genêro Homo.pptx
Evolução da Humanidade - Genêro Homo.pptxEvolução da Humanidade - Genêro Homo.pptx
Evolução da Humanidade - Genêro Homo.pptx
LauraCristina514830
 
3° slides pre-história
3° slides pre-história3° slides pre-história
3° slides pre-história
Ajudar Pessoas
 
A origem do ser Humano
A origem do ser HumanoA origem do ser Humano
A origem do ser Humano
Maria Aparecida Ledesma
 
A pré história
A pré históriaA pré história
A pré história
Fátima da História
 
Pre historia
Pre historiaPre historia
Pre historia
Escola Municipal
 
Homo sapiensgoo
Homo sapiensgooHomo sapiensgoo
Homo sapiensgoo
Claudio Alexandre Silva
 
Evolução humana 3 B
Evolução humana 3 B Evolução humana 3 B
Evolução humana 3 B
Maria Teresa Iannaco Grego
 
Evolução humana final
Evolução humana finalEvolução humana final
Evolução humana final
Prana Dharma
 
Daniel surgimentos dos seres humanos professora rosimeire
Daniel  surgimentos  dos    seres    humanos     professora   rosimeireDaniel  surgimentos  dos    seres    humanos     professora   rosimeire
Daniel surgimentos dos seres humanos professora rosimeire
NeticiaMatos
 

Semelhante a Homo Neandertal (20)

Como montar um hominídeo
Como montar um hominídeoComo montar um hominídeo
Como montar um hominídeo
 
O Paleolítico
O PaleolíticoO Paleolítico
O Paleolítico
 
7.º ano - A evolução do homem
7.º ano - A evolução do homem7.º ano - A evolução do homem
7.º ano - A evolução do homem
 
A evolução do homem
A   evolução do   homemA   evolução do   homem
A evolução do homem
 
A evolução do homem
A   evolução do   homemA   evolução do   homem
A evolução do homem
 
A evolução do homem
A   evolução do   homemA   evolução do   homem
A evolução do homem
 
Evolução do homem 3 C
Evolução do homem 3 CEvolução do homem 3 C
Evolução do homem 3 C
 
evolucao-humana.ppt
evolucao-humana.pptevolucao-humana.ppt
evolucao-humana.ppt
 
Aula de evolução humana para ensino médio.ppt
Aula de evolução humana para ensino médio.pptAula de evolução humana para ensino médio.ppt
Aula de evolução humana para ensino médio.ppt
 
Sapiens - Uma breve história da humanidade - Yuval Harari.pdf
Sapiens - Uma breve história da humanidade - Yuval Harari.pdfSapiens - Uma breve história da humanidade - Yuval Harari.pdf
Sapiens - Uma breve história da humanidade - Yuval Harari.pdf
 
Evolução humana
Evolução humanaEvolução humana
Evolução humana
 
Evolução da Humanidade - Genêro Homo.pptx
Evolução da Humanidade - Genêro Homo.pptxEvolução da Humanidade - Genêro Homo.pptx
Evolução da Humanidade - Genêro Homo.pptx
 
3° slides pre-história
3° slides pre-história3° slides pre-história
3° slides pre-história
 
A origem do ser Humano
A origem do ser HumanoA origem do ser Humano
A origem do ser Humano
 
A pré história
A pré históriaA pré história
A pré história
 
Pre historia
Pre historiaPre historia
Pre historia
 
Homo sapiensgoo
Homo sapiensgooHomo sapiensgoo
Homo sapiensgoo
 
Evolução humana 3 B
Evolução humana 3 B Evolução humana 3 B
Evolução humana 3 B
 
Evolução humana final
Evolução humana finalEvolução humana final
Evolução humana final
 
Daniel surgimentos dos seres humanos professora rosimeire
Daniel  surgimentos  dos    seres    humanos     professora   rosimeireDaniel  surgimentos  dos    seres    humanos     professora   rosimeire
Daniel surgimentos dos seres humanos professora rosimeire
 

Mais de Joemille Leal

Dia Internacional da Mulher 
Dia Internacional da Mulher Dia Internacional da Mulher 
Dia Internacional da Mulher 
Joemille Leal
 
Walter Benedix Schönflies Benjamin
Walter Benedix Schönflies BenjaminWalter Benedix Schönflies Benjamin
Walter Benedix Schönflies Benjamin
Joemille Leal
 
Matrizes Africanas
Matrizes AfricanasMatrizes Africanas
Matrizes Africanas
Joemille Leal
 
Handebol
HandebolHandebol
Handebol
Joemille Leal
 
Gripe
GripeGripe
ENEM 2015
ENEM 2015ENEM 2015
ENEM 2015
Joemille Leal
 
ENEM 2016
ENEM 2016ENEM 2016
ENEM 2016
Joemille Leal
 
BRASIL X EUA
BRASIL X EUABRASIL X EUA
BRASIL X EUA
Joemille Leal
 
MT ST
MT STMT ST
Revolta da Chibata
Revolta da ChibataRevolta da Chibata
Revolta da Chibata
Joemille Leal
 
Skinner
SkinnerSkinner
Skinner
Joemille Leal
 
Currículo, Utopia e Pós-Modernidade
Currículo, Utopia e Pós-Modernidade Currículo, Utopia e Pós-Modernidade
Currículo, Utopia e Pós-Modernidade
Joemille Leal
 
O Perfil do novo profissional frente as novas Tecnologias
O Perfil do novo profissional frente as novas TecnologiasO Perfil do novo profissional frente as novas Tecnologias
O Perfil do novo profissional frente as novas Tecnologias
Joemille Leal
 
O Período Sensório Motor, Jean Piaget
O Período Sensório Motor, Jean Piaget O Período Sensório Motor, Jean Piaget
O Período Sensório Motor, Jean Piaget
Joemille Leal
 
HISTÓRIA DAS CRIANÇAS NO BRASIL
HISTÓRIA DAS CRIANÇAS NO BRASIL  HISTÓRIA DAS CRIANÇAS NO BRASIL
HISTÓRIA DAS CRIANÇAS NO BRASIL
Joemille Leal
 
BULLYING
BULLYING  BULLYING
BULLYING
Joemille Leal
 
Reforma do Ensino Médio - Considerações Finais
Reforma do Ensino Médio - Considerações FinaisReforma do Ensino Médio - Considerações Finais
Reforma do Ensino Médio - Considerações Finais
Joemille Leal
 
Autoestima
Autoestima Autoestima
Autoestima
Joemille Leal
 
Trabalho de Roanld - MOFO
Trabalho de Roanld - MOFOTrabalho de Roanld - MOFO
Trabalho de Roanld - MOFO
Joemille Leal
 
Leitura Responsiva.¹
Leitura Responsiva.¹Leitura Responsiva.¹
Leitura Responsiva.¹
Joemille Leal
 

Mais de Joemille Leal (20)

Dia Internacional da Mulher 
Dia Internacional da Mulher Dia Internacional da Mulher 
Dia Internacional da Mulher 
 
Walter Benedix Schönflies Benjamin
Walter Benedix Schönflies BenjaminWalter Benedix Schönflies Benjamin
Walter Benedix Schönflies Benjamin
 
Matrizes Africanas
Matrizes AfricanasMatrizes Africanas
Matrizes Africanas
 
Handebol
HandebolHandebol
Handebol
 
Gripe
GripeGripe
Gripe
 
ENEM 2015
ENEM 2015ENEM 2015
ENEM 2015
 
ENEM 2016
ENEM 2016ENEM 2016
ENEM 2016
 
BRASIL X EUA
BRASIL X EUABRASIL X EUA
BRASIL X EUA
 
MT ST
MT STMT ST
MT ST
 
Revolta da Chibata
Revolta da ChibataRevolta da Chibata
Revolta da Chibata
 
Skinner
SkinnerSkinner
Skinner
 
Currículo, Utopia e Pós-Modernidade
Currículo, Utopia e Pós-Modernidade Currículo, Utopia e Pós-Modernidade
Currículo, Utopia e Pós-Modernidade
 
O Perfil do novo profissional frente as novas Tecnologias
O Perfil do novo profissional frente as novas TecnologiasO Perfil do novo profissional frente as novas Tecnologias
O Perfil do novo profissional frente as novas Tecnologias
 
O Período Sensório Motor, Jean Piaget
O Período Sensório Motor, Jean Piaget O Período Sensório Motor, Jean Piaget
O Período Sensório Motor, Jean Piaget
 
HISTÓRIA DAS CRIANÇAS NO BRASIL
HISTÓRIA DAS CRIANÇAS NO BRASIL  HISTÓRIA DAS CRIANÇAS NO BRASIL
HISTÓRIA DAS CRIANÇAS NO BRASIL
 
BULLYING
BULLYING  BULLYING
BULLYING
 
Reforma do Ensino Médio - Considerações Finais
Reforma do Ensino Médio - Considerações FinaisReforma do Ensino Médio - Considerações Finais
Reforma do Ensino Médio - Considerações Finais
 
Autoestima
Autoestima Autoestima
Autoestima
 
Trabalho de Roanld - MOFO
Trabalho de Roanld - MOFOTrabalho de Roanld - MOFO
Trabalho de Roanld - MOFO
 
Leitura Responsiva.¹
Leitura Responsiva.¹Leitura Responsiva.¹
Leitura Responsiva.¹
 

Último

Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptxRoteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
pamellaaraujo10
 
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
SILVIAREGINANAZARECA
 
As sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativasAs sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativas
rloureiro1
 
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdfUFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
Manuais Formação
 
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
LeticiaRochaCupaiol
 
Atividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º anoAtividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º ano
fernandacosta37763
 
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
Educação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideiaEducação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideia
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
joseanesouza36
 
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
ANDRÉA FERREIRA
 
ESTRUTURA E FORMAÇÃO DE PALAVRAS- 9º ANO A - 2024.ppt
ESTRUTURA E FORMAÇÃO DE PALAVRAS- 9º ANO A - 2024.pptESTRUTURA E FORMAÇÃO DE PALAVRAS- 9º ANO A - 2024.ppt
ESTRUTURA E FORMAÇÃO DE PALAVRAS- 9º ANO A - 2024.ppt
maria-oliveira
 
Tudo sobre a Inglaterra, curiosidades, moeda.pptx
Tudo sobre a Inglaterra, curiosidades, moeda.pptxTudo sobre a Inglaterra, curiosidades, moeda.pptx
Tudo sobre a Inglaterra, curiosidades, moeda.pptx
IACEMCASA
 
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
fagnerlopes11
 
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIASA SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
HisrelBlog
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
Manuais Formação
 
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdfO Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
silvamelosilva300
 
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
MatheusSousa716350
 
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptxAtpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
joaresmonte3
 
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptxSlides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantilVogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
mamaeieby
 
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptxRedação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
DECIOMAURINARAMOS
 

Último (20)

Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptxRoteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
 
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
 
As sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativasAs sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativas
 
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdfUFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
 
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
 
Atividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º anoAtividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º ano
 
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
Educação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideiaEducação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideia
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
 
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
 
ESTRUTURA E FORMAÇÃO DE PALAVRAS- 9º ANO A - 2024.ppt
ESTRUTURA E FORMAÇÃO DE PALAVRAS- 9º ANO A - 2024.pptESTRUTURA E FORMAÇÃO DE PALAVRAS- 9º ANO A - 2024.ppt
ESTRUTURA E FORMAÇÃO DE PALAVRAS- 9º ANO A - 2024.ppt
 
Tudo sobre a Inglaterra, curiosidades, moeda.pptx
Tudo sobre a Inglaterra, curiosidades, moeda.pptxTudo sobre a Inglaterra, curiosidades, moeda.pptx
Tudo sobre a Inglaterra, curiosidades, moeda.pptx
 
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
 
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIASA SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
 
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
 
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdfO Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
 
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
 
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptxAtpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
 
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptxSlides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
 
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantilVogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
 
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptxRedação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
 

Homo Neandertal

  • 1.
  • 2. O QUE É O HOMO NEANDERTHAL?
  • 3. CARACTERÍSTICAS Entre as características peculiares ao Neandertal destacam-se a parte do meio do rosto protuberante, os ossos da face angulares, e um nariz enorme, que proporcionava a umidificação e aquecimento do ar frio e seco. Seus corpos eram mais baixos e atarracados que o do moderno ser humano, outra adaptação à vida em ambientes frios.
  • 4. CARACTERÍSTICAS Seus cérebros, porém, eram tão grandes como os nossos e, muitas vezes maior, proporcionais aos seus corpos mais musculosos. Acredita-se que seu cérebro seria 20% maior do que o tamanho médio de um cérebro humano moderno, e anatomicamente idêntico a este. As áreas responsáveis pelo pensamento complexo eram tão avançados como o nosso, o que significa que o Neandertal deveria ter a capacidade de pensar como nós.
  • 5. O Neandertal foi possivelmente a forma mais carnívora do ser humano que já viveu. Geralmente estavam em torno das florestas onde caçavam grandes animais como veados, cavalos e gados selvagens. Além disso, as florestas davam a lenha e o material para a construção de abrigos e lanças. Na maior parte de sua existência, os Neandertais experimentaram um ambiente onde o clima era leve, às vezes até mais quente do que hoje, mas é certo que eles também conviveram com longos períodos de frio intenso.
  • 6. Alguns pesquisadores consideram os neandertais uma subespécie do Homo sapiens (Homo sapiens neanderthalensis), sendo que estes chegaram a coexistir com os humanos modernos (Homo sapiens sapiens) durante cerca de 10 mil anos. Ao contrário do que se imaginava, estudos contemporâneos mostram que o homem de Neandertal podia ter uma capacidade intelectual igual ao do Homo sapiens sapiens. Aliás, os neandertais compartilham mais de 99% do DNA com os humanos atuais. Tal evidência comprova que o Homo sapiens sapiens e os neandertais chegaram a se relacionar e reproduzir uma espécie híbrida. No entanto, ainda existem relevantes diferenças morfológicas que destacam os neandertais dos humanos modernos.
  • 7. Mas, por volta de trinta mil anos atrás, os neandertais já haviam desaparecido, exatamente no momento em que os primeiros seres humanos modernos surgiam na Europa. O ambiente experimentava mudanças muito bruscas entre temperaturas quentes e frias, o que acarretou mudanças no modo de vida Neandertal. As florestas das quais eles dependiam começaram a recuar, dando lugar a planícies abertas, onde suas estratégias de caça não funcionavam tão bem. Como consequência, os neandertais recuaram junto com as florestas, e sua população caiu à medida em que seus locais de caça encolhiam.
  • 8. A constituição física que tinha feito do Neandertal um ser tão bem adaptado para a Idade do Gelo, foi ao mesmo tempo a sua sentença de morte. Tal espécie poderia ser muito melhor adaptada ao frio em comparação aos primeiros seres humanos modernos, mas como as condições ambientais mudaram, foram os nossos antepassados a sobreviver, pois puderam aproveitar melhor o ambiente mais aberto que estava se desenvolvendo.
  • 9.