SlideShare uma empresa Scribd logo
APTA- Associação Paulista dos Técnicos Apícolas
FUNDADA – Em 05/12/1984
LOCAL- Um terreno doado pela prefeitura de Sorocaba
1384 mts em regime de comodato
ASSOCIADOS- 20 apicultores
OBJETIVO- Promover a união dos Apicultores,
Fortalecer o Associativismo através de grupo de compras
de ensumos para apicultura, e a capacitação através de
cursos,e promoção de eventos e Seminários Congresso etc.
Firmamos parcerias com:
PREFEITURA,
SEBRAE,
SINDICATO RURAL,
SENAR,
BANCO DO BRASIL

UNIVERSIDADES ex: UFSCar e ETEC .
Principal Parceira CONAB
1ª Projeto para a CONAB venda de mel

40 Produtores participantes.
13 Entidades envolvidas

10554 pessoas Beneficiadas
23 Toneladas entregues

Valor total do Projeto R$ 140.000,00
COAPIS - Cooperativa dos Apicultores de
Sorocaba e Região
Foi Fundada em 08/08/2007
Legalização das vendas para CONAB
Desenvolver e Fortalecer a Apicultura Nacional, Através da União
dos Apicultores Promovendo o beneficiamento e a comercialização
de forma justa e sustentável visando a excelência na qualidades.
Ser uma Cooperativa reconhecida nacionalmente pela
Gestão,comercialização e qualidade dos produtos e serviços Através
da satisfação dos seus Cooperados e Clientes

Transparência Integridade e Ética
AMPLIANDO ATENDIMENTO

Foi aberta para diversas associações do setor apícola a
possibilidade de FILIAÇÃO junto a Cooperativa
agregando mais de 300 Produtores.
BENEFICIOS E SERVIÇOS PRESTADOS AOS
ASSOCIADOS DAS FILIADAS:
Poder participar do DRS
Comprar insumos com menor preço do mercado
Participar das vendas através dos projetos
Utilizar do principal serviço que é o ENVASE do mel
Fracionado em frascos de vários tamanho possibilitando
melhor poder de negociação no varejo.
Demanda aumentando amplia-se as novas metas para o
Entreposto conforme necessidades.
INICIO EM 2006
 O 1º Seminário de Apicultura de Sorocaba e Região
teve 220 participantes
O 6º Seminário em 2011 teve 430 participantes de
todo o estado.
INICIO EM 2011
 09 COOPERATIVAS se organizam para entregar em
conjunto para a Merenda Escolar de Varias Regiões.
Essa iniciativa solucionou dificuldades de:

Logística, problemas com documentações,quantidade
de produtos disponíveis, qualidade e classificação
FUNDADA a CENTRAL DAS COOPERATIVAS DE
PRODUÇÃO RURAL E ABASTECIMENTO
FUNDADA: CENTRAL DAS COOPERATIVAS DE
PRODUÇÃO RURAL E ABASTECIMENTO
Hoje toda a gestão os projetos e planejamento de
produção são feitos pela central
Os produtos são entregues na Central que faz a
distribuição para todas as cidades que assinaram
contratos.
A Central também é que recebe os valores referente
as entregas e faz os repasse de cada cooperativa
conforme os projetos e entregas feitas.
INVESTIMENTOS BANCO BRASIL 350.000,00 E
100.000,00 INSTITUTO VOTORANTIM
OBETIVOS:
Ampliação do entreposto
Aquisicao de caminhao
Aumento da capacidade de producao e envase de 250
kg dia para 750
Compra de equipamentos modernos
Adequacao do SISP para polen , propolis e sache
Aumento Na Demanda De Serviços A Apta/ Coapis Já Não Consegue
Atingir A Representatividade Necessária Para Todo o Estado.
 Surge a necessidade de uma instituição que pudesse agregar todas
as entidades do setor apícola
Que pudesse dar apoio as associações para que possam buscar as
condições de possuírem suas próprias unidades de extração de mel e
Entrepostos.
Buscar formalizar os grupos informais
Quantificar a apicultura no Estado.
Exercer maior representatividade junto aos órgãos públicos na
busca de certificação e regulamentações.
23 FILIADAS DE VARIOS PONTOS DO ESTADO .
TOTAL DE 13.500 APICULTORES E MELIPONICULTORES
540.000 COLMEIAS
MEDIA 40 COLMEIAS POR PRODUTOR
TOTALIZANDO 13.500 MIL TONELADAS DE MEL
Incentivo as pesquisas que auxilie a evolução tecnológica, a
sustentabilidade da apicultura em São Paulo
Quantificar Apicultura no Estado
Realizar eventos que apoie a educação ambiental o associativismo
, profissionalização e regulamentação da cadeia apícola.

 Apoiar as suas Filiadas na realização de seminários regionais e
eventos que busque agregar os apicultores e meliponicultores.
Maior apoio as Associações, no sentido de buscarem sempre o
trabalho em
conjunto unindo forças representativas, para
elaborarem os seus projetos, e adquirirem suas casa de mel
regulamentadas e condições de envasar o mel na sua região com
certificação e qualidade.
REPRESENTACAO POLITICA INSTITUICAO DA
BANCADA DO MEL CAMARA DOS DEPUTADOS.
LEVANTAMENTO CUSTO PRODUCAO MEL SAO PAULO
INSECAO DO PRODUTO MEL PGPAF DA CONAB
PRECO DO MEL SACHE DE 6,00 PARA 15,00
RIISPOA- MOCAO E ACAO DE REVISAO E ADEQUACAO
ABNT- CRIACAO DAS NORMAS TECNICAS DEPRODUCAO E
EQUIPAMENTOS

GTS- MELIPONICULTURA ACOES JUNTO AO IBAMA
ADEQUACAO DA LEGISLACAO

PARA
40

700%

 NOS ÚLTIMOS
ANOS TIVEMOS UM AUMENTO DE
DE USO DE
AGROTÓXICOS ENQUANTO QUE A ÁREA DE CULTIVO AUMENTOU EM APENAS 78%.
AS ABELHAS SÃO RESPONSAVEIS POR 70% DOS ALIMENTOS PRODUZIDOS.
A APISMELIFERA É A ESPECIE POLINIZADORA MAIS UTILIZADA NO MUNDO
TODO.

O SERVIÇO DE POLINIZAÇÃO DAS ABELHAS (APISMELLIFERA) PROMOVE UM
GANHO DE

112 BILHÕES DE DÓLARES AO ANO

PARA DIMINUIR A BRUTAL PERCA DAS ABELHAS É NECESSARIO EVITAR
PULVERIZAÇÃO EM EPOCA DE FLORADAS.

HOJE SE PREOCUPA COMBATER AS PRAGAS E DOENÇA COM USO
INDISCRIMINDOS
DE PRODUTOS QUIMICOS
PRINCIPQALMENTE O
AGROTOXICOS, SEM A MENOR PREOCUPAÇÃO COM OS SERES VIVOS ENTRE ELES
AS ABELHAS
 E COMPROVADO CIENTIFICAMENTE OS EFEITOS NOCIVOS DESSES REAGENTES
NAS ABELHAS
QUANDO A ABELHAS E EXPOSTAS EM CONTATO COM ESSES PESTICIDAS QUE
SÃO ALTAMENTE TOXICOS, ACONTECE O A SINDROME CCD- COLONY COLAPSE
DISORDER QUE É DESAPARECIMENTO PARCIAL OU TOTAL DAS COLONIAS.
NEONICOTINOIDES TEM SIDO APONTADOS COMO ALTAMENTE TOXICOS PARA
AS ABELHAS E SUSPEITA-SER O RESPONSAVEL PELO DESAPARECIMENTO DAS
COLONIAS.
DESAPARECIMENTO DAS ABELHAS É O PRINCIPAL PROBLEMA APICOLA MUDIAL
E RESPONSAVEL PELO DECLINIO DAS ABELHAS
 EM VARIOS CONTINENTES COMO ASIA EUROPA INDIA E OUTROS.

 NO ESTADOS UNIDOS EXISTE REGISTROS POR APICULTORES DE PERCA DE 90%
DAS COLMEIAS
 NÃO PODEMOS EXIMIR DA RESPONSABILIDADE , AS EMPRESAS
FABRICANTES DE AGROTÓXICOS, PELO MAU USO DE SEUS
PRODUTOS PELOS APLICADORES ;

 FAZER VALER AS INDICAÇÕES PRESCRITAS NAS ROTULAGEM , AS
QUAIS TEM INDICAÇÃO DE SEREM LETAIS AS ABELHAS , E NÃO
PODERIAM SER APLICADOS DURANTE A FLORADA DA CULTURA ;
 ORIENTAÇÕES MAIS CLARAS PARA OS AGRICULTORES EM RELAÇÃO
AO PRODUTO USADO E POSSÍVEIS DANOS CAUSADOS AO HOMEM ,AS
ABELHAS E AO MEIO AMBIENTE ;
 ELABORAÇÃO DE MANUAIS COM PROCEDIMENTOS MAIS
ADEQUADOS E TRANSPARENTES PARA DETERMINAÇÃO E
ACOMPANHAMENTO DOS EFEITOS DOS AGROTÓXICOS REGISTRADOS
SOBRE AS ABELHAS;
"SE AS ABELHAS DESAPARECEREM DA FACE DA
TERRA, A HUMANIDADE TERÁ APENAS MAIS
QUATRO ANOS DE EXISTÊNCIA. SEM ABELHAS NÃO
HÁ POLINIZAÇÃO, NÃO HÁ REPRODUÇÃO DA
FLORA, SEM FLORA NÃO HÁ ANIMAIS, SEM ANIMAIS
NÃO HAVERÁ RAÇA HUMANA“
ALBERT EINSTEIN
WWW.SEMABELHASEMALIMENTO.COM.BR
TRABALHE SEMPRE BUSCANDO UM OBETIVO
PERSISTA NA UNIAO E O ASSOCIATIVISMO PARA BEM COMUM
SEJA UM MULTIPLICADOR DE CONHECIMENTOS AJUDE O PRÓXIMO

TENHA INICIATIVA FAÇA SUA PARTE NAO ESPERE QUE O OUTROS
FACA POR VOCE, LEMBRE UM DOS PRINCIPIO DO COOPERATIVISMO
FACA PRIMEIRO PARA DEPOIS USUFRUIR.
AS CRÍTICAS SEMPRE VAO EXISTIR USE AS COMO FERRAMENTA DE
PARA SUA EVOLUÇAO E INSENTIVO PARA APERFEIÇOAR SUA
CAPACIDADE TÉCNICA.
SEJA FOCADO NOS SEUS OBJETIVOS ,JAMAIS DESISTA POR MAIS
PESADO QUE POSSAR SER …LEMBRE QUE DEUS NÃO COLOCA
FARDOS PESADOS EM OMBROS FRACOS .
A APICULTURA É UMA ATIVIDADE QUE NAO É VIAVEL SEM UNIAO
E COOPERATIVISMO.
ALCINDO ALVES
OBRIGADO!

E-mail: faamesp@faamesp.org.br
www.faamesp.org.br
Telefones: (15) 3032 0970

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

W9 - Apresentacao GPRH
W9 - Apresentacao GPRHW9 - Apresentacao GPRH
W9 - Apresentacao GPRH
Ruan Coutinho
 
Shopping da agricultura familiar inovando para crescer
Shopping da agricultura familiar inovando para crescer  Shopping da agricultura familiar inovando para crescer
Shopping da agricultura familiar inovando para crescer
agro_SEBRAE
 
Tcc giovanna rodrigues couto
Tcc giovanna rodrigues coutoTcc giovanna rodrigues couto
Tcc giovanna rodrigues couto
BrunoFreitas220
 
Boas práticas agropecuárias na produção de leite: da pesquisa para o produtor
Boas práticas agropecuárias na produção de leite: da pesquisa para o produtorBoas práticas agropecuárias na produção de leite: da pesquisa para o produtor
Boas práticas agropecuárias na produção de leite: da pesquisa para o produtor
Rural Pecuária
 
Clipping cnc 20092016 versão de impressão
Clipping cnc 20092016   versão de impressãoClipping cnc 20092016   versão de impressão
Clipping cnc 20092016 versão de impressão
Paulo André Colucci Kawasaki
 
Formalização e Certificação de Agroindustrias em Guajará-AM
Formalização e Certificação de Agroindustrias em Guajará-AMFormalização e Certificação de Agroindustrias em Guajará-AM
Formalização e Certificação de Agroindustrias em Guajará-AM
Augusto Rocha
 
Alimentação escolar fornecedores
Alimentação escolar   fornecedoresAlimentação escolar   fornecedores
Alimentação escolar fornecedores
forumdealimetacao
 
Apresentação Agro+ Produtor Rural MG
Apresentação Agro+ Produtor Rural MGApresentação Agro+ Produtor Rural MG
Apresentação Agro+ Produtor Rural MG
Ruan Coutinho
 
Clipping cnc 07032017 versão de impressão
Clipping cnc 07032017   versão de impressãoClipping cnc 07032017   versão de impressão
Clipping cnc 07032017 versão de impressão
Paulo André Colucci Kawasaki
 
Seleção de artigos sobre Café Especial
Seleção de artigos sobre Café EspecialSeleção de artigos sobre Café Especial
Seleção de artigos sobre Café Especial
Adriana Rocha
 
Boletim 3
Boletim 3Boletim 3
Campanha de combate a Broca-do-café - Vazio Sanitário da broca-do-café
Campanha de combate a Broca-do-café - Vazio Sanitário da broca-do-caféCampanha de combate a Broca-do-café - Vazio Sanitário da broca-do-café
Campanha de combate a Broca-do-café - Vazio Sanitário da broca-do-café
Revista Cafeicultura
 
Ações da Secretaria Municipal de Indústria, Comércio e Agropecuária de Pompéu-MG
Ações da Secretaria Municipal de Indústria, Comércio e Agropecuária de Pompéu-MGAções da Secretaria Municipal de Indústria, Comércio e Agropecuária de Pompéu-MG
Ações da Secretaria Municipal de Indústria, Comércio e Agropecuária de Pompéu-MG
Fernando Alan Machado
 
Projetos
ProjetosProjetos
Projetos
Reginaldo Souza
 

Mais procurados (14)

W9 - Apresentacao GPRH
W9 - Apresentacao GPRHW9 - Apresentacao GPRH
W9 - Apresentacao GPRH
 
Shopping da agricultura familiar inovando para crescer
Shopping da agricultura familiar inovando para crescer  Shopping da agricultura familiar inovando para crescer
Shopping da agricultura familiar inovando para crescer
 
Tcc giovanna rodrigues couto
Tcc giovanna rodrigues coutoTcc giovanna rodrigues couto
Tcc giovanna rodrigues couto
 
Boas práticas agropecuárias na produção de leite: da pesquisa para o produtor
Boas práticas agropecuárias na produção de leite: da pesquisa para o produtorBoas práticas agropecuárias na produção de leite: da pesquisa para o produtor
Boas práticas agropecuárias na produção de leite: da pesquisa para o produtor
 
Clipping cnc 20092016 versão de impressão
Clipping cnc 20092016   versão de impressãoClipping cnc 20092016   versão de impressão
Clipping cnc 20092016 versão de impressão
 
Formalização e Certificação de Agroindustrias em Guajará-AM
Formalização e Certificação de Agroindustrias em Guajará-AMFormalização e Certificação de Agroindustrias em Guajará-AM
Formalização e Certificação de Agroindustrias em Guajará-AM
 
Alimentação escolar fornecedores
Alimentação escolar   fornecedoresAlimentação escolar   fornecedores
Alimentação escolar fornecedores
 
Apresentação Agro+ Produtor Rural MG
Apresentação Agro+ Produtor Rural MGApresentação Agro+ Produtor Rural MG
Apresentação Agro+ Produtor Rural MG
 
Clipping cnc 07032017 versão de impressão
Clipping cnc 07032017   versão de impressãoClipping cnc 07032017   versão de impressão
Clipping cnc 07032017 versão de impressão
 
Seleção de artigos sobre Café Especial
Seleção de artigos sobre Café EspecialSeleção de artigos sobre Café Especial
Seleção de artigos sobre Café Especial
 
Boletim 3
Boletim 3Boletim 3
Boletim 3
 
Campanha de combate a Broca-do-café - Vazio Sanitário da broca-do-café
Campanha de combate a Broca-do-café - Vazio Sanitário da broca-do-caféCampanha de combate a Broca-do-café - Vazio Sanitário da broca-do-café
Campanha de combate a Broca-do-café - Vazio Sanitário da broca-do-café
 
Ações da Secretaria Municipal de Indústria, Comércio e Agropecuária de Pompéu-MG
Ações da Secretaria Municipal de Indústria, Comércio e Agropecuária de Pompéu-MGAções da Secretaria Municipal de Indústria, Comércio e Agropecuária de Pompéu-MG
Ações da Secretaria Municipal de Indústria, Comércio e Agropecuária de Pompéu-MG
 
Projetos
ProjetosProjetos
Projetos
 

Destaque

Apresentação Leandro Bortoluz - Proterra
Apresentação Leandro Bortoluz - ProterraApresentação Leandro Bortoluz - Proterra
Apresentação Leandro Bortoluz - Proterra
Oxya Agro e Biociências
 
Apresentação Stephan Carvalho - UFU
Apresentação Stephan Carvalho - UFUApresentação Stephan Carvalho - UFU
Apresentação Stephan Carvalho - UFU
Oxya Agro e Biociências
 
Apresentação Osmar Malaspina - Estado da arte da pesquisa com abelhas
Apresentação Osmar Malaspina - Estado da arte da pesquisa com abelhasApresentação Osmar Malaspina - Estado da arte da pesquisa com abelhas
Apresentação Osmar Malaspina - Estado da arte da pesquisa com abelhas
Oxya Agro e Biociências
 
Apresentação Christoph Schneider - BASF
Apresentação Christoph Schneider - BASFApresentação Christoph Schneider - BASF
Apresentação Christoph Schneider - BASF
Oxya Agro e Biociências
 
Apresentação Silvia Ligabó - Atuação da indústria de defensivos agrícolas
Apresentação Silvia Ligabó -  Atuação da indústria de defensivos agrícolasApresentação Silvia Ligabó -  Atuação da indústria de defensivos agrícolas
Apresentação Silvia Ligabó - Atuação da indústria de defensivos agrícolas
Oxya Agro e Biociências
 
Apresentação Edmundo Marchetti
Apresentação Edmundo MarchettiApresentação Edmundo Marchetti
Apresentação Edmundo Marchetti
Oxya Agro e Biociências
 
Apresentação Márcio Rosa - Reavaliação ambiental de agrotóxicos neonicotinoid...
Apresentação Márcio Rosa - Reavaliação ambiental de agrotóxicos neonicotinoid...Apresentação Márcio Rosa - Reavaliação ambiental de agrotóxicos neonicotinoid...
Apresentação Márcio Rosa - Reavaliação ambiental de agrotóxicos neonicotinoid...
Oxya Agro e Biociências
 
Apresentação roberto ramirez bee care
Apresentação roberto ramirez   bee careApresentação roberto ramirez   bee care
Apresentação roberto ramirez bee care
Oxya Agro e Biociências
 
Leonardo machado apresentação cna - campinas
Leonardo machado   apresentação cna - campinasLeonardo machado   apresentação cna - campinas
Leonardo machado apresentação cna - campinas
Oxya Agro e Biociências
 
Apresentação luís rangel - Uso de neonicotinoides e pirazol no Brasil – situa...
Apresentação luís rangel - Uso de neonicotinoides e pirazol no Brasil – situa...Apresentação luís rangel - Uso de neonicotinoides e pirazol no Brasil – situa...
Apresentação luís rangel - Uso de neonicotinoides e pirazol no Brasil – situa...
Oxya Agro e Biociências
 
Apresentação Nelson Paim - Sindag Aviação
Apresentação Nelson Paim - Sindag AviaçãoApresentação Nelson Paim - Sindag Aviação
Apresentação Nelson Paim - Sindag Aviação
Oxya Agro e Biociências
 
Apresentação Cristiano Menezes - Criação massal de polinizadores
Apresentação Cristiano Menezes - Criação massal de polinizadoresApresentação Cristiano Menezes - Criação massal de polinizadores
Apresentação Cristiano Menezes - Criação massal de polinizadores
Oxya Agro e Biociências
 
Apresentação Ulisses Antuniassi - UNESP
Apresentação Ulisses Antuniassi - UNESPApresentação Ulisses Antuniassi - UNESP
Apresentação Ulisses Antuniassi - UNESP
Oxya Agro e Biociências
 
Apresentação samuel roggia embrapa
Apresentação samuel roggia   embrapaApresentação samuel roggia   embrapa
Apresentação samuel roggia embrapa
Oxya Agro e Biociências
 

Destaque (14)

Apresentação Leandro Bortoluz - Proterra
Apresentação Leandro Bortoluz - ProterraApresentação Leandro Bortoluz - Proterra
Apresentação Leandro Bortoluz - Proterra
 
Apresentação Stephan Carvalho - UFU
Apresentação Stephan Carvalho - UFUApresentação Stephan Carvalho - UFU
Apresentação Stephan Carvalho - UFU
 
Apresentação Osmar Malaspina - Estado da arte da pesquisa com abelhas
Apresentação Osmar Malaspina - Estado da arte da pesquisa com abelhasApresentação Osmar Malaspina - Estado da arte da pesquisa com abelhas
Apresentação Osmar Malaspina - Estado da arte da pesquisa com abelhas
 
Apresentação Christoph Schneider - BASF
Apresentação Christoph Schneider - BASFApresentação Christoph Schneider - BASF
Apresentação Christoph Schneider - BASF
 
Apresentação Silvia Ligabó - Atuação da indústria de defensivos agrícolas
Apresentação Silvia Ligabó -  Atuação da indústria de defensivos agrícolasApresentação Silvia Ligabó -  Atuação da indústria de defensivos agrícolas
Apresentação Silvia Ligabó - Atuação da indústria de defensivos agrícolas
 
Apresentação Edmundo Marchetti
Apresentação Edmundo MarchettiApresentação Edmundo Marchetti
Apresentação Edmundo Marchetti
 
Apresentação Márcio Rosa - Reavaliação ambiental de agrotóxicos neonicotinoid...
Apresentação Márcio Rosa - Reavaliação ambiental de agrotóxicos neonicotinoid...Apresentação Márcio Rosa - Reavaliação ambiental de agrotóxicos neonicotinoid...
Apresentação Márcio Rosa - Reavaliação ambiental de agrotóxicos neonicotinoid...
 
Apresentação roberto ramirez bee care
Apresentação roberto ramirez   bee careApresentação roberto ramirez   bee care
Apresentação roberto ramirez bee care
 
Leonardo machado apresentação cna - campinas
Leonardo machado   apresentação cna - campinasLeonardo machado   apresentação cna - campinas
Leonardo machado apresentação cna - campinas
 
Apresentação luís rangel - Uso de neonicotinoides e pirazol no Brasil – situa...
Apresentação luís rangel - Uso de neonicotinoides e pirazol no Brasil – situa...Apresentação luís rangel - Uso de neonicotinoides e pirazol no Brasil – situa...
Apresentação luís rangel - Uso de neonicotinoides e pirazol no Brasil – situa...
 
Apresentação Nelson Paim - Sindag Aviação
Apresentação Nelson Paim - Sindag AviaçãoApresentação Nelson Paim - Sindag Aviação
Apresentação Nelson Paim - Sindag Aviação
 
Apresentação Cristiano Menezes - Criação massal de polinizadores
Apresentação Cristiano Menezes - Criação massal de polinizadoresApresentação Cristiano Menezes - Criação massal de polinizadores
Apresentação Cristiano Menezes - Criação massal de polinizadores
 
Apresentação Ulisses Antuniassi - UNESP
Apresentação Ulisses Antuniassi - UNESPApresentação Ulisses Antuniassi - UNESP
Apresentação Ulisses Antuniassi - UNESP
 
Apresentação samuel roggia embrapa
Apresentação samuel roggia   embrapaApresentação samuel roggia   embrapa
Apresentação samuel roggia embrapa
 

Semelhante a Apresentação Alcindo Alves

Perfil institucional SAR
Perfil institucional SARPerfil institucional SAR
Perfil institucional SAR
Marcos Vanzin
 
Folheto 2015 apresentação Grupo Roullier
Folheto 2015 apresentação Grupo RoullierFolheto 2015 apresentação Grupo Roullier
Folheto 2015 apresentação Grupo Roullier
Groupe Roullier
 
Dra. Gisele Grilli - Situação atual da Produção Integrada de Frutas e Hortali...
Dra. Gisele Grilli - Situação atual da Produção Integrada de Frutas e Hortali...Dra. Gisele Grilli - Situação atual da Produção Integrada de Frutas e Hortali...
Dra. Gisele Grilli - Situação atual da Produção Integrada de Frutas e Hortali...
Oxya Agro e Biociências
 
CASE Souza Cruz: Sustentabilidade na Cadeia de Valor
CASE Souza Cruz: Sustentabilidade na Cadeia de ValorCASE Souza Cruz: Sustentabilidade na Cadeia de Valor
CASE Souza Cruz: Sustentabilidade na Cadeia de Valor
Instituto Brasileiro de Ética nos Negocios
 
Reunião do Conselho Diretor da Rede de Pesquisa do Café do Cerrado
Reunião do Conselho  Diretor da Rede de Pesquisa do Café do CerradoReunião do Conselho  Diretor da Rede de Pesquisa do Café do Cerrado
Reunião do Conselho Diretor da Rede de Pesquisa do Café do Cerrado
Revista Cafeicultura
 
Israel Gabriel - Case Fibria: Programa Colmeias
Israel Gabriel - Case Fibria: Programa ColmeiasIsrael Gabriel - Case Fibria: Programa Colmeias
Israel Gabriel - Case Fibria: Programa Colmeias
ApiculturaeAgricultura
 
Conferência Ethos 360°: Eduardo Trevisan
Conferência Ethos 360°: Eduardo TrevisanConferência Ethos 360°: Eduardo Trevisan
Conferência Ethos 360°: Eduardo Trevisan
institutoethos
 
A Cafeicultura no Espírito Santo por Evair Mello
A Cafeicultura no  Espírito Santo por Evair MelloA Cafeicultura no  Espírito Santo por Evair Mello
A Cafeicultura no Espírito Santo por Evair Mello
Revista Cafeicultura
 
Imaflora 2013
Imaflora 2013Imaflora 2013
Programa "+ Cana 2ª Onda" é lancado em Guariba (SP)
Programa "+ Cana 2ª Onda" é lancado em Guariba (SP)Programa "+ Cana 2ª Onda" é lancado em Guariba (SP)
Programa "+ Cana 2ª Onda" é lancado em Guariba (SP)
Agricultura Sao Paulo
 
Relatório - Parte 3 - 1
Relatório - Parte 3 - 1Relatório - Parte 3 - 1
Relatório - Parte 3 - 1
MalinkaNav
 
Funcafe2009 f4
Funcafe2009 f4Funcafe2009 f4
Funcafe2009 f4
nataliafernandes
 
Relatório Funcafe 2009
Relatório Funcafe 2009 Relatório Funcafe 2009
Relatório Funcafe 2009
Sergio Pereira
 
Pauta do Grito da Terra Paraná 2011
Pauta do Grito da Terra Paraná 2011Pauta do Grito da Terra Paraná 2011
Pauta do Grito da Terra Paraná 2011
FETAEP
 
Clipping cnc 15012018 versão de impressão
Clipping cnc 15012018   versão de impressãoClipping cnc 15012018   versão de impressão
Clipping cnc 15012018 versão de impressão
Paulo André Colucci Kawasaki
 
Jornal da FETAEP edição 132 - Novembro de 2015
Jornal da FETAEP edição 132 - Novembro de 2015Jornal da FETAEP edição 132 - Novembro de 2015
Jornal da FETAEP edição 132 - Novembro de 2015
FETAEP
 
Jornal da FETAEP - edição 143 - Novembro de 2016
Jornal da FETAEP - edição 143 - Novembro de 2016Jornal da FETAEP - edição 143 - Novembro de 2016
Jornal da FETAEP - edição 143 - Novembro de 2016
FETAEP
 
Cilésio abel - Simpósio de Pesquisa dos Cafés do Brasil -
Cilésio abel  - Simpósio de Pesquisa dos Cafés do Brasil -Cilésio abel  - Simpósio de Pesquisa dos Cafés do Brasil -
Cilésio abel - Simpósio de Pesquisa dos Cafés do Brasil -
Revista Cafeicultura
 
Cilésio abel
Cilésio abelCilésio abel
Cilésio abel
Revista Cafeicultura
 
Jornal da FETAEP edição 173 - Agosto de 2020
Jornal da FETAEP edição 173 - Agosto de 2020Jornal da FETAEP edição 173 - Agosto de 2020
Jornal da FETAEP edição 173 - Agosto de 2020
FETAEP
 

Semelhante a Apresentação Alcindo Alves (20)

Perfil institucional SAR
Perfil institucional SARPerfil institucional SAR
Perfil institucional SAR
 
Folheto 2015 apresentação Grupo Roullier
Folheto 2015 apresentação Grupo RoullierFolheto 2015 apresentação Grupo Roullier
Folheto 2015 apresentação Grupo Roullier
 
Dra. Gisele Grilli - Situação atual da Produção Integrada de Frutas e Hortali...
Dra. Gisele Grilli - Situação atual da Produção Integrada de Frutas e Hortali...Dra. Gisele Grilli - Situação atual da Produção Integrada de Frutas e Hortali...
Dra. Gisele Grilli - Situação atual da Produção Integrada de Frutas e Hortali...
 
CASE Souza Cruz: Sustentabilidade na Cadeia de Valor
CASE Souza Cruz: Sustentabilidade na Cadeia de ValorCASE Souza Cruz: Sustentabilidade na Cadeia de Valor
CASE Souza Cruz: Sustentabilidade na Cadeia de Valor
 
Reunião do Conselho Diretor da Rede de Pesquisa do Café do Cerrado
Reunião do Conselho  Diretor da Rede de Pesquisa do Café do CerradoReunião do Conselho  Diretor da Rede de Pesquisa do Café do Cerrado
Reunião do Conselho Diretor da Rede de Pesquisa do Café do Cerrado
 
Israel Gabriel - Case Fibria: Programa Colmeias
Israel Gabriel - Case Fibria: Programa ColmeiasIsrael Gabriel - Case Fibria: Programa Colmeias
Israel Gabriel - Case Fibria: Programa Colmeias
 
Conferência Ethos 360°: Eduardo Trevisan
Conferência Ethos 360°: Eduardo TrevisanConferência Ethos 360°: Eduardo Trevisan
Conferência Ethos 360°: Eduardo Trevisan
 
A Cafeicultura no Espírito Santo por Evair Mello
A Cafeicultura no  Espírito Santo por Evair MelloA Cafeicultura no  Espírito Santo por Evair Mello
A Cafeicultura no Espírito Santo por Evair Mello
 
Imaflora 2013
Imaflora 2013Imaflora 2013
Imaflora 2013
 
Programa "+ Cana 2ª Onda" é lancado em Guariba (SP)
Programa "+ Cana 2ª Onda" é lancado em Guariba (SP)Programa "+ Cana 2ª Onda" é lancado em Guariba (SP)
Programa "+ Cana 2ª Onda" é lancado em Guariba (SP)
 
Relatório - Parte 3 - 1
Relatório - Parte 3 - 1Relatório - Parte 3 - 1
Relatório - Parte 3 - 1
 
Funcafe2009 f4
Funcafe2009 f4Funcafe2009 f4
Funcafe2009 f4
 
Relatório Funcafe 2009
Relatório Funcafe 2009 Relatório Funcafe 2009
Relatório Funcafe 2009
 
Pauta do Grito da Terra Paraná 2011
Pauta do Grito da Terra Paraná 2011Pauta do Grito da Terra Paraná 2011
Pauta do Grito da Terra Paraná 2011
 
Clipping cnc 15012018 versão de impressão
Clipping cnc 15012018   versão de impressãoClipping cnc 15012018   versão de impressão
Clipping cnc 15012018 versão de impressão
 
Jornal da FETAEP edição 132 - Novembro de 2015
Jornal da FETAEP edição 132 - Novembro de 2015Jornal da FETAEP edição 132 - Novembro de 2015
Jornal da FETAEP edição 132 - Novembro de 2015
 
Jornal da FETAEP - edição 143 - Novembro de 2016
Jornal da FETAEP - edição 143 - Novembro de 2016Jornal da FETAEP - edição 143 - Novembro de 2016
Jornal da FETAEP - edição 143 - Novembro de 2016
 
Cilésio abel - Simpósio de Pesquisa dos Cafés do Brasil -
Cilésio abel  - Simpósio de Pesquisa dos Cafés do Brasil -Cilésio abel  - Simpósio de Pesquisa dos Cafés do Brasil -
Cilésio abel - Simpósio de Pesquisa dos Cafés do Brasil -
 
Cilésio abel
Cilésio abelCilésio abel
Cilésio abel
 
Jornal da FETAEP edição 173 - Agosto de 2020
Jornal da FETAEP edição 173 - Agosto de 2020Jornal da FETAEP edição 173 - Agosto de 2020
Jornal da FETAEP edição 173 - Agosto de 2020
 

Mais de Oxya Agro e Biociências

Flyer eletrônico - simpdcana
Flyer eletrônico - simpdcanaFlyer eletrônico - simpdcana
Flyer eletrônico - simpdcana
Oxya Agro e Biociências
 
Segurança da informação - ISO 27001 - PRODESP
Segurança da informação - ISO 27001 - PRODESPSegurança da informação - ISO 27001 - PRODESP
Segurança da informação - ISO 27001 - PRODESP
Oxya Agro e Biociências
 
Apresentação do Projeto Colmeia Viva
Apresentação do Projeto Colmeia VivaApresentação do Projeto Colmeia Viva
Apresentação do Projeto Colmeia Viva
Oxya Agro e Biociências
 
Segurança no recebimento e guarda de documentos digitais
Segurança no recebimento e guarda de documentos digitaisSegurança no recebimento e guarda de documentos digitais
Segurança no recebimento e guarda de documentos digitais
Oxya Agro e Biociências
 
Sistema GEDAVE
Sistema GEDAVESistema GEDAVE
Sistema GEDAVE
Oxya Agro e Biociências
 
Apresentação de Resultados Harmonização da Fiscalização - SFAs
Apresentação de Resultados Harmonização da Fiscalização - SFAsApresentação de Resultados Harmonização da Fiscalização - SFAs
Apresentação de Resultados Harmonização da Fiscalização - SFAs
Oxya Agro e Biociências
 
Boas Práticas Regulatórias
Boas Práticas RegulatóriasBoas Práticas Regulatórias
Boas Práticas Regulatórias
Oxya Agro e Biociências
 
Boas Práticas Regulatórias: Análise de Impacto Regulatório
Boas Práticas Regulatórias: Análise de Impacto RegulatórioBoas Práticas Regulatórias: Análise de Impacto Regulatório
Boas Práticas Regulatórias: Análise de Impacto Regulatório
Oxya Agro e Biociências
 
Campanha contra defensivos agrícolas ilegais
Campanha contra defensivos agrícolas ilegaisCampanha contra defensivos agrícolas ilegais
Campanha contra defensivos agrícolas ilegais
Oxya Agro e Biociências
 
Impacto da adoção de tecnologias na agricultura brasileira
Impacto da adoção de tecnologias na agricultura brasileiraImpacto da adoção de tecnologias na agricultura brasileira
Impacto da adoção de tecnologias na agricultura brasileira
Oxya Agro e Biociências
 
Impacto econômico de pragas agrícolas no Brasil
Impacto econômico de pragas agrícolas no BrasilImpacto econômico de pragas agrícolas no Brasil
Impacto econômico de pragas agrícolas no Brasil
Oxya Agro e Biociências
 
Novas legislações e procedimentos na área de agrotóxicos e afins
Novas legislações e procedimentos na área de agrotóxicos e afinsNovas legislações e procedimentos na área de agrotóxicos e afins
Novas legislações e procedimentos na área de agrotóxicos e afins
Oxya Agro e Biociências
 
Novas Legislações e Procedimentos na área de Agrotóxicos
Novas Legislações e Procedimentos na área de AgrotóxicosNovas Legislações e Procedimentos na área de Agrotóxicos
Novas Legislações e Procedimentos na área de Agrotóxicos
Oxya Agro e Biociências
 
Novas legislações e procedimentos na área de agrotóxicos
Novas legislações e procedimentos na área de agrotóxicosNovas legislações e procedimentos na área de agrotóxicos
Novas legislações e procedimentos na área de agrotóxicos
Oxya Agro e Biociências
 
Gestão e Inovação, para quê?
Gestão e Inovação, para quê?Gestão e Inovação, para quê?
Gestão e Inovação, para quê?
Oxya Agro e Biociências
 
Programa Estadual de Análise Fiscais de Resíduos de Agrotóxicos em Alimentos ...
Programa Estadual de Análise Fiscais de Resíduos de Agrotóxicos em Alimentos ...Programa Estadual de Análise Fiscais de Resíduos de Agrotóxicos em Alimentos ...
Programa Estadual de Análise Fiscais de Resíduos de Agrotóxicos em Alimentos ...
Oxya Agro e Biociências
 
Gestão de Defesa Animal e Vegetal - GEDAVE
Gestão de Defesa Animal e Vegetal - GEDAVEGestão de Defesa Animal e Vegetal - GEDAVE
Gestão de Defesa Animal e Vegetal - GEDAVE
Oxya Agro e Biociências
 
Situação atual dos processos de reavaliação de agrotóxicos no Brasil - Área A...
Situação atual dos processos de reavaliação de agrotóxicos no Brasil - Área A...Situação atual dos processos de reavaliação de agrotóxicos no Brasil - Área A...
Situação atual dos processos de reavaliação de agrotóxicos no Brasil - Área A...
Oxya Agro e Biociências
 
Situação atual dos processos de reavaliação de agrotóxicos na Anvisa
Situação atual dos processos de reavaliação de agrotóxicos na AnvisaSituação atual dos processos de reavaliação de agrotóxicos na Anvisa
Situação atual dos processos de reavaliação de agrotóxicos na Anvisa
Oxya Agro e Biociências
 
Sistema de Fiscalização do Comércio de Agrotóxicos no Estado de Rondônia - SI...
Sistema de Fiscalização do Comércio de Agrotóxicos no Estado de Rondônia - SI...Sistema de Fiscalização do Comércio de Agrotóxicos no Estado de Rondônia - SI...
Sistema de Fiscalização do Comércio de Agrotóxicos no Estado de Rondônia - SI...
Oxya Agro e Biociências
 

Mais de Oxya Agro e Biociências (20)

Flyer eletrônico - simpdcana
Flyer eletrônico - simpdcanaFlyer eletrônico - simpdcana
Flyer eletrônico - simpdcana
 
Segurança da informação - ISO 27001 - PRODESP
Segurança da informação - ISO 27001 - PRODESPSegurança da informação - ISO 27001 - PRODESP
Segurança da informação - ISO 27001 - PRODESP
 
Apresentação do Projeto Colmeia Viva
Apresentação do Projeto Colmeia VivaApresentação do Projeto Colmeia Viva
Apresentação do Projeto Colmeia Viva
 
Segurança no recebimento e guarda de documentos digitais
Segurança no recebimento e guarda de documentos digitaisSegurança no recebimento e guarda de documentos digitais
Segurança no recebimento e guarda de documentos digitais
 
Sistema GEDAVE
Sistema GEDAVESistema GEDAVE
Sistema GEDAVE
 
Apresentação de Resultados Harmonização da Fiscalização - SFAs
Apresentação de Resultados Harmonização da Fiscalização - SFAsApresentação de Resultados Harmonização da Fiscalização - SFAs
Apresentação de Resultados Harmonização da Fiscalização - SFAs
 
Boas Práticas Regulatórias
Boas Práticas RegulatóriasBoas Práticas Regulatórias
Boas Práticas Regulatórias
 
Boas Práticas Regulatórias: Análise de Impacto Regulatório
Boas Práticas Regulatórias: Análise de Impacto RegulatórioBoas Práticas Regulatórias: Análise de Impacto Regulatório
Boas Práticas Regulatórias: Análise de Impacto Regulatório
 
Campanha contra defensivos agrícolas ilegais
Campanha contra defensivos agrícolas ilegaisCampanha contra defensivos agrícolas ilegais
Campanha contra defensivos agrícolas ilegais
 
Impacto da adoção de tecnologias na agricultura brasileira
Impacto da adoção de tecnologias na agricultura brasileiraImpacto da adoção de tecnologias na agricultura brasileira
Impacto da adoção de tecnologias na agricultura brasileira
 
Impacto econômico de pragas agrícolas no Brasil
Impacto econômico de pragas agrícolas no BrasilImpacto econômico de pragas agrícolas no Brasil
Impacto econômico de pragas agrícolas no Brasil
 
Novas legislações e procedimentos na área de agrotóxicos e afins
Novas legislações e procedimentos na área de agrotóxicos e afinsNovas legislações e procedimentos na área de agrotóxicos e afins
Novas legislações e procedimentos na área de agrotóxicos e afins
 
Novas Legislações e Procedimentos na área de Agrotóxicos
Novas Legislações e Procedimentos na área de AgrotóxicosNovas Legislações e Procedimentos na área de Agrotóxicos
Novas Legislações e Procedimentos na área de Agrotóxicos
 
Novas legislações e procedimentos na área de agrotóxicos
Novas legislações e procedimentos na área de agrotóxicosNovas legislações e procedimentos na área de agrotóxicos
Novas legislações e procedimentos na área de agrotóxicos
 
Gestão e Inovação, para quê?
Gestão e Inovação, para quê?Gestão e Inovação, para quê?
Gestão e Inovação, para quê?
 
Programa Estadual de Análise Fiscais de Resíduos de Agrotóxicos em Alimentos ...
Programa Estadual de Análise Fiscais de Resíduos de Agrotóxicos em Alimentos ...Programa Estadual de Análise Fiscais de Resíduos de Agrotóxicos em Alimentos ...
Programa Estadual de Análise Fiscais de Resíduos de Agrotóxicos em Alimentos ...
 
Gestão de Defesa Animal e Vegetal - GEDAVE
Gestão de Defesa Animal e Vegetal - GEDAVEGestão de Defesa Animal e Vegetal - GEDAVE
Gestão de Defesa Animal e Vegetal - GEDAVE
 
Situação atual dos processos de reavaliação de agrotóxicos no Brasil - Área A...
Situação atual dos processos de reavaliação de agrotóxicos no Brasil - Área A...Situação atual dos processos de reavaliação de agrotóxicos no Brasil - Área A...
Situação atual dos processos de reavaliação de agrotóxicos no Brasil - Área A...
 
Situação atual dos processos de reavaliação de agrotóxicos na Anvisa
Situação atual dos processos de reavaliação de agrotóxicos na AnvisaSituação atual dos processos de reavaliação de agrotóxicos na Anvisa
Situação atual dos processos de reavaliação de agrotóxicos na Anvisa
 
Sistema de Fiscalização do Comércio de Agrotóxicos no Estado de Rondônia - SI...
Sistema de Fiscalização do Comércio de Agrotóxicos no Estado de Rondônia - SI...Sistema de Fiscalização do Comércio de Agrotóxicos no Estado de Rondônia - SI...
Sistema de Fiscalização do Comércio de Agrotóxicos no Estado de Rondônia - SI...
 

Apresentação Alcindo Alves

  • 1.
  • 2. APTA- Associação Paulista dos Técnicos Apícolas FUNDADA – Em 05/12/1984 LOCAL- Um terreno doado pela prefeitura de Sorocaba 1384 mts em regime de comodato ASSOCIADOS- 20 apicultores OBJETIVO- Promover a união dos Apicultores, Fortalecer o Associativismo através de grupo de compras de ensumos para apicultura, e a capacitação através de cursos,e promoção de eventos e Seminários Congresso etc.
  • 3.
  • 4.
  • 5.
  • 6.
  • 7.
  • 8. Firmamos parcerias com: PREFEITURA, SEBRAE, SINDICATO RURAL, SENAR, BANCO DO BRASIL UNIVERSIDADES ex: UFSCar e ETEC . Principal Parceira CONAB
  • 9.
  • 10. 1ª Projeto para a CONAB venda de mel 40 Produtores participantes. 13 Entidades envolvidas 10554 pessoas Beneficiadas 23 Toneladas entregues Valor total do Projeto R$ 140.000,00
  • 11. COAPIS - Cooperativa dos Apicultores de Sorocaba e Região Foi Fundada em 08/08/2007
  • 12. Legalização das vendas para CONAB Desenvolver e Fortalecer a Apicultura Nacional, Através da União dos Apicultores Promovendo o beneficiamento e a comercialização de forma justa e sustentável visando a excelência na qualidades. Ser uma Cooperativa reconhecida nacionalmente pela Gestão,comercialização e qualidade dos produtos e serviços Através da satisfação dos seus Cooperados e Clientes Transparência Integridade e Ética
  • 13. AMPLIANDO ATENDIMENTO Foi aberta para diversas associações do setor apícola a possibilidade de FILIAÇÃO junto a Cooperativa agregando mais de 300 Produtores. BENEFICIOS E SERVIÇOS PRESTADOS AOS ASSOCIADOS DAS FILIADAS: Poder participar do DRS Comprar insumos com menor preço do mercado Participar das vendas através dos projetos Utilizar do principal serviço que é o ENVASE do mel Fracionado em frascos de vários tamanho possibilitando melhor poder de negociação no varejo. Demanda aumentando amplia-se as novas metas para o Entreposto conforme necessidades.
  • 14.
  • 15.
  • 16.
  • 17.
  • 18.
  • 19. INICIO EM 2006  O 1º Seminário de Apicultura de Sorocaba e Região teve 220 participantes O 6º Seminário em 2011 teve 430 participantes de todo o estado.
  • 20.
  • 21. INICIO EM 2011  09 COOPERATIVAS se organizam para entregar em conjunto para a Merenda Escolar de Varias Regiões. Essa iniciativa solucionou dificuldades de: Logística, problemas com documentações,quantidade de produtos disponíveis, qualidade e classificação FUNDADA a CENTRAL DAS COOPERATIVAS DE PRODUÇÃO RURAL E ABASTECIMENTO
  • 22. FUNDADA: CENTRAL DAS COOPERATIVAS DE PRODUÇÃO RURAL E ABASTECIMENTO Hoje toda a gestão os projetos e planejamento de produção são feitos pela central Os produtos são entregues na Central que faz a distribuição para todas as cidades que assinaram contratos. A Central também é que recebe os valores referente as entregas e faz os repasse de cada cooperativa conforme os projetos e entregas feitas.
  • 23. INVESTIMENTOS BANCO BRASIL 350.000,00 E 100.000,00 INSTITUTO VOTORANTIM OBETIVOS: Ampliação do entreposto Aquisicao de caminhao Aumento da capacidade de producao e envase de 250 kg dia para 750 Compra de equipamentos modernos Adequacao do SISP para polen , propolis e sache
  • 24.
  • 25.
  • 26.
  • 27.
  • 28.
  • 29.
  • 30.
  • 31. Aumento Na Demanda De Serviços A Apta/ Coapis Já Não Consegue Atingir A Representatividade Necessária Para Todo o Estado.  Surge a necessidade de uma instituição que pudesse agregar todas as entidades do setor apícola Que pudesse dar apoio as associações para que possam buscar as condições de possuírem suas próprias unidades de extração de mel e Entrepostos. Buscar formalizar os grupos informais Quantificar a apicultura no Estado. Exercer maior representatividade junto aos órgãos públicos na busca de certificação e regulamentações.
  • 32.
  • 33.
  • 34. 23 FILIADAS DE VARIOS PONTOS DO ESTADO . TOTAL DE 13.500 APICULTORES E MELIPONICULTORES 540.000 COLMEIAS MEDIA 40 COLMEIAS POR PRODUTOR TOTALIZANDO 13.500 MIL TONELADAS DE MEL
  • 35. Incentivo as pesquisas que auxilie a evolução tecnológica, a sustentabilidade da apicultura em São Paulo Quantificar Apicultura no Estado Realizar eventos que apoie a educação ambiental o associativismo , profissionalização e regulamentação da cadeia apícola.  Apoiar as suas Filiadas na realização de seminários regionais e eventos que busque agregar os apicultores e meliponicultores. Maior apoio as Associações, no sentido de buscarem sempre o trabalho em conjunto unindo forças representativas, para elaborarem os seus projetos, e adquirirem suas casa de mel regulamentadas e condições de envasar o mel na sua região com certificação e qualidade.
  • 36. REPRESENTACAO POLITICA INSTITUICAO DA BANCADA DO MEL CAMARA DOS DEPUTADOS. LEVANTAMENTO CUSTO PRODUCAO MEL SAO PAULO INSECAO DO PRODUTO MEL PGPAF DA CONAB PRECO DO MEL SACHE DE 6,00 PARA 15,00 RIISPOA- MOCAO E ACAO DE REVISAO E ADEQUACAO ABNT- CRIACAO DAS NORMAS TECNICAS DEPRODUCAO E EQUIPAMENTOS GTS- MELIPONICULTURA ACOES JUNTO AO IBAMA ADEQUACAO DA LEGISLACAO PARA
  • 37. 40 700%  NOS ÚLTIMOS ANOS TIVEMOS UM AUMENTO DE DE USO DE AGROTÓXICOS ENQUANTO QUE A ÁREA DE CULTIVO AUMENTOU EM APENAS 78%. AS ABELHAS SÃO RESPONSAVEIS POR 70% DOS ALIMENTOS PRODUZIDOS. A APISMELIFERA É A ESPECIE POLINIZADORA MAIS UTILIZADA NO MUNDO TODO. O SERVIÇO DE POLINIZAÇÃO DAS ABELHAS (APISMELLIFERA) PROMOVE UM GANHO DE 112 BILHÕES DE DÓLARES AO ANO PARA DIMINUIR A BRUTAL PERCA DAS ABELHAS É NECESSARIO EVITAR PULVERIZAÇÃO EM EPOCA DE FLORADAS. HOJE SE PREOCUPA COMBATER AS PRAGAS E DOENÇA COM USO INDISCRIMINDOS DE PRODUTOS QUIMICOS PRINCIPQALMENTE O AGROTOXICOS, SEM A MENOR PREOCUPAÇÃO COM OS SERES VIVOS ENTRE ELES AS ABELHAS
  • 38.
  • 39.  E COMPROVADO CIENTIFICAMENTE OS EFEITOS NOCIVOS DESSES REAGENTES NAS ABELHAS QUANDO A ABELHAS E EXPOSTAS EM CONTATO COM ESSES PESTICIDAS QUE SÃO ALTAMENTE TOXICOS, ACONTECE O A SINDROME CCD- COLONY COLAPSE DISORDER QUE É DESAPARECIMENTO PARCIAL OU TOTAL DAS COLONIAS. NEONICOTINOIDES TEM SIDO APONTADOS COMO ALTAMENTE TOXICOS PARA AS ABELHAS E SUSPEITA-SER O RESPONSAVEL PELO DESAPARECIMENTO DAS COLONIAS. DESAPARECIMENTO DAS ABELHAS É O PRINCIPAL PROBLEMA APICOLA MUDIAL E RESPONSAVEL PELO DECLINIO DAS ABELHAS  EM VARIOS CONTINENTES COMO ASIA EUROPA INDIA E OUTROS.  NO ESTADOS UNIDOS EXISTE REGISTROS POR APICULTORES DE PERCA DE 90% DAS COLMEIAS
  • 40.  NÃO PODEMOS EXIMIR DA RESPONSABILIDADE , AS EMPRESAS FABRICANTES DE AGROTÓXICOS, PELO MAU USO DE SEUS PRODUTOS PELOS APLICADORES ;  FAZER VALER AS INDICAÇÕES PRESCRITAS NAS ROTULAGEM , AS QUAIS TEM INDICAÇÃO DE SEREM LETAIS AS ABELHAS , E NÃO PODERIAM SER APLICADOS DURANTE A FLORADA DA CULTURA ;  ORIENTAÇÕES MAIS CLARAS PARA OS AGRICULTORES EM RELAÇÃO AO PRODUTO USADO E POSSÍVEIS DANOS CAUSADOS AO HOMEM ,AS ABELHAS E AO MEIO AMBIENTE ;  ELABORAÇÃO DE MANUAIS COM PROCEDIMENTOS MAIS ADEQUADOS E TRANSPARENTES PARA DETERMINAÇÃO E ACOMPANHAMENTO DOS EFEITOS DOS AGROTÓXICOS REGISTRADOS SOBRE AS ABELHAS;
  • 41. "SE AS ABELHAS DESAPARECEREM DA FACE DA TERRA, A HUMANIDADE TERÁ APENAS MAIS QUATRO ANOS DE EXISTÊNCIA. SEM ABELHAS NÃO HÁ POLINIZAÇÃO, NÃO HÁ REPRODUÇÃO DA FLORA, SEM FLORA NÃO HÁ ANIMAIS, SEM ANIMAIS NÃO HAVERÁ RAÇA HUMANA“ ALBERT EINSTEIN WWW.SEMABELHASEMALIMENTO.COM.BR
  • 42.
  • 43.
  • 44.
  • 45.
  • 46.
  • 47. TRABALHE SEMPRE BUSCANDO UM OBETIVO PERSISTA NA UNIAO E O ASSOCIATIVISMO PARA BEM COMUM SEJA UM MULTIPLICADOR DE CONHECIMENTOS AJUDE O PRÓXIMO TENHA INICIATIVA FAÇA SUA PARTE NAO ESPERE QUE O OUTROS FACA POR VOCE, LEMBRE UM DOS PRINCIPIO DO COOPERATIVISMO FACA PRIMEIRO PARA DEPOIS USUFRUIR. AS CRÍTICAS SEMPRE VAO EXISTIR USE AS COMO FERRAMENTA DE PARA SUA EVOLUÇAO E INSENTIVO PARA APERFEIÇOAR SUA CAPACIDADE TÉCNICA. SEJA FOCADO NOS SEUS OBJETIVOS ,JAMAIS DESISTA POR MAIS PESADO QUE POSSAR SER …LEMBRE QUE DEUS NÃO COLOCA FARDOS PESADOS EM OMBROS FRACOS . A APICULTURA É UMA ATIVIDADE QUE NAO É VIAVEL SEM UNIAO E COOPERATIVISMO.