SlideShare uma empresa Scribd logo
Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil

A Visão do Setor Produtivo:

Relação Produtiva entre Agricultura e Apicultura
Leonardo Machado
Assessor Técnico
Brasília 31 de outubro de 2013.
Inicio do Problema - Brasil
Comunicado do IBAMA – 19/07/2012
No dia no dia 19 de julho de 2012, o IBAMA publicou comunicado
desautorizando em caráter cautelar, a modalidade de aplicação por
pulverização aérea, dos agrotóxicos que contenham o ingrediente ativo
Imidacloprido, Tiametoxam, Clotianidina ou Fipronil. No mesmo ato o
Ibama também comunica o inicio de uma reavaliação ambiental para os
ingredientes ativos.
A proibição antecedeu o resultado da reavaliação ambiental, sem que
novos estudos fossem conduzidos;
Medida Cautelar
Pressupostos básicos :
a) Uma pretensão razoável, com probabilidade de êxito;
b) O perigo de dano iminente e irreparável;
Inicio do Problema - Brasil
Comunicado do IBAMA – 19/07/2012
Medidas Tomadas
Exemplos
1. Tanto o relatório americano como o da Agência Europeia para
a Segurança dos Alimentos (EFSA) não foram conclusivos;

2. EPA (Environmental Protection Agency) não tomou medida
restritivas em relação aos neonicotinóides;
3. A União Europeia buscou a proibição imediata dos
ingredientes ativos Imidacloprido, Clotianidina e Tiametoxam
nas culturas atraentes à abelhas. Porém, sem a maioria
absoluta, aprovou apenas restrições
de uso destes
ingredientes ativos por um período de 2 anos
União Europeia
Não há consenso
(15 países a favor/8 contra/4 abstenções)
Ministro do Meio Ambiente do Reino Unido:
"Ter uma população de abelhas saudável é uma prioridade para
nós, mas não concordo com a proposta de proibição, porque a
nossa evidência científica não apoia esta medida. Países
importantes concordam conosco que a proibição não é a ação
correta a tomar e vamos trabalhar com eles para buscar
melhores evidências. Vamos agora trabalhar com os agricultores
para lidar com as consequências que a proibição terá custos
significativos para eles. “
EUA
Registro de Novos Neonicotinoides
Quarta Geração
Mortandade de Abelhas
Falta de Informações e Dados Conclusivos
Mortandade de Abelhas
Falta de Informações e Dados Conclusivos
Principio da Precaução
Comunicado do IBAMA – 19/07/2012
Considerando os efeitos adversos a abelhas associados a
agrotóxicos, observados em estudos científicos e em diversas
partes do mundo;

Considerando que a aplicação de produtos agrotóxicos por via
aérea é a prática que pode produzir o cenário de maior deriva e
consequentemente o de maior exposição para as populações de
abelhas;
Consideração Agronômica?
Consideração Econômica?
Impactos à Sociedade?
Neonicotinóides
Avanço Técnico no Controle de Pragas

Os neonicotinóides são uma classe de inseticidas que tiveram
origem na molécula de nicotina. O primeiro inseticida
comercializado desta classe foi o imidaclopride, na Europa e no
Japão 1990 e nos EUA em 1992;
Tem como principais características:
1 – Peculiaridades químicas e biológicas e modo de ação;
2 - Inativos aos vertebrados (modo de ação);
3 - O principal substituto dos inseticidas organofosforados;
Dosagem:
- Organofosforado - 1 l/ha
- Mistura de Neonocotinóide + Piretróide – 0,2 l/ha
Neonicotinóides
Neonicotinóides
Essencial para Soja
Controle de Percevejo na Soja – Alternativas de Controle

* Previsão
(1) Apenas para controle de Piezodorus guildinii
(2) Apenas para controle de Nezara viridula
(3) Apenas para controle de Euschistus heros

Extraído: EMBRAPA, 2013
Neonicotinóides
Indispensáveis para o Citros
Inseticidas registrados no Brasil para uso em citros, os recomendados para a
produção integrada de citros (PICitros) e aqueles com registro para Diaphorina citri.j

Grupo Químico

Inseticidas que
Inseticidas que
No. Produtos
controlam adultos controlam ninfas
registrados (MAPA)
de D. citri
de D. citri

Neonicotinóide

9

X

X

Organofosforado

2

X

X

Piretróide

2

X

X

Éter piridiloxipropílico

3

X

Tetranortriterpenóide

1

X

Total

17
Situação Atual
INC (ANVISA/IBAMA/MAPA) nº 1 – 04/01/2013

1. Proibir até o encerramento do correspondente processo de
reavaliação ambiental, as aplicações de defensivos à base de
Imidacloprido, Tiametoxam, Clotianidina e Fipronil durante a
floração (Exceto o Algodão na safra 2012/13);
2. Permite à aplicação terrestre dos ingredientes ativos e a
aplicação aérea, para as culturas de algodão, soja, cana-deaçúcar, arroz e trigo, cujos registros indiquem esse modo de
aplicação e uso nessas culturas, quando alternativas não se
encontrarem disponíveis ou viáveis;
Problemas Atuais
Algodão – Ocorrência de Pragas na Florada
OCORRÊNCIA

ESTÁDIO DE DESENVOLVIMENTO DA CULTURA
V1 V2 V3 V4 V5 Vn B1 B2 B3 B4 Bn F1 F2 F3 F4 F5 F6 F7 Fn FC C1 C2 C3 C4 C5 C6 Cn

DESBASTE
TRIPES
BROCA DA RAÍZ
PULGÃO
INICIO DE APLICAÇÃO DE REGULADOR DE CRESCIMENTO
PRIMEIRA ADUBAÇÃO EM COBERTURA (N ou N+K2O)
LAGARTA DA MAÇÃ
PERCEVEJOS
BICUDO
CURUQUERÊ
SEGUNDA ADUBAÇÃO EM COBERTURA
SPODOPTERA
ÁCAROS
LAGARTA ROSADA
APLICAÇÃO DE MATURADOR E DESFOLHANTE
Fonte: IAPAR
Conclusão
Necessidade de Maiores Informações antes de
Qualquer Medida Restritiva
Apesar de não haver resultados conclusivos sobre a ação dos
neonicotinóides como agente causador da mortalidade das abelhas,
foram impostas medidas restritivas a sua utilização;
Os inseticidas que possuem em sua formulação neonicotinóides
são de fundamental importância para o agronegócio brasileiro,
motivo este que coloca o setor produtivo rural bastante apreensivo
frente a esta situação;
Sendo assim, devido a importância das abelhas (agente polinizador
e produção de mel e cera) e do uso dos neonicotinóides para a
produção agrícola, o assunto necessita ser mais pesquisado antes
da imposição de qualquer restrição;
Reflexão...
Quem Somos
O Que é o Agronegócio no Brasil...

Dentro de um contexto de Produção:
Petróleo Bruto;
Agronegócio:
•
•
•
•
•

Soja;
Milho;
Algodão;
Laranja;
Açúcar/Etanol;

Minérios;

39%

Exportações Brasileiras
2012

Calçados;

61%

Veículos;
Medicamentos;

Dentre Outros;
Quem Somos
O Que é o Agronegócio no Brasil...

Dentro de um contexto de Produção:
Principais Produtos
do Agronegócio

Brasil – Ranking Mundial 2012/13
Produção

Exportação

Álcool e Açúcar

1º

1º

Café

1º

1º

Suco de Laranja

1º

1º

Complexo Soja

1º

1º

Carne Bovina

2º

1º

Milho

3º

2º
Quem Somos
O Que é o Agronegócio no Brasil...

Dentro de um contexto de Produção:
60

Com
Agronegócio

40

US$ Bilhões

20
0
-20
-40
-60

Sem
Agronegócio

-80

Saldo Comercial do Brasil - 2012

Sem o Agronegócio
o déficit da balança
comercial brasileira
seria de
US$ 60 bilhões;
1 – Dobraríamos o
déficit das contas
externas;
2 – O país estaria
afundado na
recessão;
Quem Somos
O Que é o Agronegócio no Brasil...

Dentro de um contexto Econômico:

22%

Agronegócio

78%
Produto Interno Bruto
2012

Sozinho o setor
agropecuário deve crescer,
mais que a soma de todos
os outros setores juntos;
Quem Somos
O Que é o Agronegócio no Brasil...

Dentro de um contexto Social:

37%
63%

Agronegócio

Geração de Empregos

O agronegócio
é sempre
destaque na
lista das 10
maiores
empresas
geradoras de
postos de
trabalho
Quem Somos
O Que é o Agronegócio no Brasil...
“Somos admirados no mundo todo por essa revolução que fizemos.
Não há no mundo, na zona tropical, nada parecido com o que
fizemos aqui. Um grão de soja que produzimos contém um
quantidade imensa de indústria e tecnologia”
Marcos Jank
Diretor Global de Assuntos Corporativos da BRF

...“Eu destacaria a decisão brasileira de construir o conceito de
agricultura baseada em ciência. Não tenhamos um modelo de
agricultura moderna no setor de agricultura tropical. Construímos
este setor, investimos em criar e fortalecer instituições como a
própria EMBRAPA”...
Maurício Antônio Lopes
Presidente da EMBRAPA
Quem Somos
O Que é o Agronegócio no Brasil...
“Somos admirados no mundo todo por essa revolução que fizemos.
Não há no mundo, na zona tropical, nada parecido com o que
fizemos aqui. Um grão de soja que produzimos contém um
quantidade imensa de indústria e tecnologia”
Marcos Jank
Diretor Global de Assuntos Corporativos da BRF

...“Eu destacaria a decisão brasileira de construir o conceito de
agricultura baseada em ciência. Não tenhamos um modelo de
agricultura moderna no setor de agricultura tropical. Construímos
este setor, investimos em criar e fortalecer instituições como a
própria EMBRAPA”...
Maurício Antônio Lopes
Presidente da EMBRAPA
A importância produtiva, econômica e
social do agronegócio tem sido observada
e respeitada?
Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil

Leonardo de Oliveira Machado
leonardo.machado@cna.org.br
(61) 2109-1460

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Programa Nacional de Moscas-das-Frutas
Programa Nacional de Moscas-das-FrutasPrograma Nacional de Moscas-das-Frutas
Programa Nacional de Moscas-das-Frutas
PNMF
 
Campanha Brasil Inteligente - Contra o uso de agrotóxicos
Campanha Brasil Inteligente - Contra o uso de agrotóxicosCampanha Brasil Inteligente - Contra o uso de agrotóxicos
Campanha Brasil Inteligente - Contra o uso de agrotóxicos
CNTU - Confederação Nacional dos Trabalhadores Liberais Universitários Regulamentados
 
III WSF, Campinas – Adeney de Freitas Bueno - Manejo do complexo de lagartas ...
III WSF, Campinas – Adeney de Freitas Bueno - Manejo do complexo de lagartas ...III WSF, Campinas – Adeney de Freitas Bueno - Manejo do complexo de lagartas ...
III WSF, Campinas – Adeney de Freitas Bueno - Manejo do complexo de lagartas ...
Oxya Agro e Biociências
 
Andef
AndefAndef
REGULADORES DE CRESCIMENTO, DESFOLHANTES E MATURADORES
REGULADORES DE CRESCIMENTO, DESFOLHANTES E MATURADORESREGULADORES DE CRESCIMENTO, DESFOLHANTES E MATURADORES
REGULADORES DE CRESCIMENTO, DESFOLHANTES E MATURADORES
Geagra UFG
 
Programa.Fitossanitário - M.I.P. BAHIA
Programa.Fitossanitário - M.I.P. BAHIAPrograma.Fitossanitário - M.I.P. BAHIA
Programa.Fitossanitário - M.I.P. BAHIA
IRAC-BR
 
Impacto econômico da resistência no mundo
Impacto econômico da resistência no mundoImpacto econômico da resistência no mundo
Impacto econômico da resistência no mundo
IRAC-BR
 
Aplicacao agrotoxicos manual
Aplicacao agrotoxicos manualAplicacao agrotoxicos manual
Aplicacao agrotoxicos manual
Paulo Heroncio
 
A quarentena e a fitossanidade 2008
A quarentena e a fitossanidade 2008A quarentena e a fitossanidade 2008
A quarentena e a fitossanidade 2008
Renato Ferraz de Arruda Veiga
 
Prevenção da entrada e manejo de pragas quarentenárias: Proposição de arranjo...
Prevenção da entrada e manejo de pragas quarentenárias: Proposição de arranjo...Prevenção da entrada e manejo de pragas quarentenárias: Proposição de arranjo...
Prevenção da entrada e manejo de pragas quarentenárias: Proposição de arranjo...
PNMF
 
O intercâmbio e a quarentena de germoplasma vegetal no brasil
O intercâmbio e a quarentena de germoplasma vegetal no brasilO intercâmbio e a quarentena de germoplasma vegetal no brasil
O intercâmbio e a quarentena de germoplasma vegetal no brasil
Renato Ferraz de Arruda Veiga
 
Original abag
Original abagOriginal abag
Original abag
Jesus Rios
 
Morfologia e fisiologia algodão
Morfologia e fisiologia algodãoMorfologia e fisiologia algodão
Morfologia e fisiologia algodão
Geagra UFG
 
Cultivares de algodão
Cultivares de algodão Cultivares de algodão
Cultivares de algodão
Geagra UFG
 
IV WSF, Vilhena - Adeney de Freitas Bueno - Manejo integrado de pragas da soj...
IV WSF, Vilhena - Adeney de Freitas Bueno - Manejo integrado de pragas da soj...IV WSF, Vilhena - Adeney de Freitas Bueno - Manejo integrado de pragas da soj...
IV WSF, Vilhena - Adeney de Freitas Bueno - Manejo integrado de pragas da soj...
Oxya Agro e Biociências
 
Situação atual
Situação atualSituação atual
Situação atual
Agropec Consultoria
 
Inoculantes e Bioestimulantes
Inoculantes e BioestimulantesInoculantes e Bioestimulantes
Inoculantes e Bioestimulantes
Geagra UFG
 
Dr. Marcus Coelho - Indisponibilidade de produtos registrados para controle d...
Dr. Marcus Coelho - Indisponibilidade de produtos registrados para controle d...Dr. Marcus Coelho - Indisponibilidade de produtos registrados para controle d...
Dr. Marcus Coelho - Indisponibilidade de produtos registrados para controle d...
Oxya Agro e Biociências
 
Fenologia e Fisiologia do Sorgo e Milheto
Fenologia e Fisiologia do Sorgo e MilhetoFenologia e Fisiologia do Sorgo e Milheto
Fenologia e Fisiologia do Sorgo e Milheto
Geagra UFG
 
PLANTAS DE COBERTURA E SUA UTILIZAÇÃO
PLANTAS DE COBERTURA E SUA UTILIZAÇÃOPLANTAS DE COBERTURA E SUA UTILIZAÇÃO
PLANTAS DE COBERTURA E SUA UTILIZAÇÃO
Geagra UFG
 

Mais procurados (20)

Programa Nacional de Moscas-das-Frutas
Programa Nacional de Moscas-das-FrutasPrograma Nacional de Moscas-das-Frutas
Programa Nacional de Moscas-das-Frutas
 
Campanha Brasil Inteligente - Contra o uso de agrotóxicos
Campanha Brasil Inteligente - Contra o uso de agrotóxicosCampanha Brasil Inteligente - Contra o uso de agrotóxicos
Campanha Brasil Inteligente - Contra o uso de agrotóxicos
 
III WSF, Campinas – Adeney de Freitas Bueno - Manejo do complexo de lagartas ...
III WSF, Campinas – Adeney de Freitas Bueno - Manejo do complexo de lagartas ...III WSF, Campinas – Adeney de Freitas Bueno - Manejo do complexo de lagartas ...
III WSF, Campinas – Adeney de Freitas Bueno - Manejo do complexo de lagartas ...
 
Andef
AndefAndef
Andef
 
REGULADORES DE CRESCIMENTO, DESFOLHANTES E MATURADORES
REGULADORES DE CRESCIMENTO, DESFOLHANTES E MATURADORESREGULADORES DE CRESCIMENTO, DESFOLHANTES E MATURADORES
REGULADORES DE CRESCIMENTO, DESFOLHANTES E MATURADORES
 
Programa.Fitossanitário - M.I.P. BAHIA
Programa.Fitossanitário - M.I.P. BAHIAPrograma.Fitossanitário - M.I.P. BAHIA
Programa.Fitossanitário - M.I.P. BAHIA
 
Impacto econômico da resistência no mundo
Impacto econômico da resistência no mundoImpacto econômico da resistência no mundo
Impacto econômico da resistência no mundo
 
Aplicacao agrotoxicos manual
Aplicacao agrotoxicos manualAplicacao agrotoxicos manual
Aplicacao agrotoxicos manual
 
A quarentena e a fitossanidade 2008
A quarentena e a fitossanidade 2008A quarentena e a fitossanidade 2008
A quarentena e a fitossanidade 2008
 
Prevenção da entrada e manejo de pragas quarentenárias: Proposição de arranjo...
Prevenção da entrada e manejo de pragas quarentenárias: Proposição de arranjo...Prevenção da entrada e manejo de pragas quarentenárias: Proposição de arranjo...
Prevenção da entrada e manejo de pragas quarentenárias: Proposição de arranjo...
 
O intercâmbio e a quarentena de germoplasma vegetal no brasil
O intercâmbio e a quarentena de germoplasma vegetal no brasilO intercâmbio e a quarentena de germoplasma vegetal no brasil
O intercâmbio e a quarentena de germoplasma vegetal no brasil
 
Original abag
Original abagOriginal abag
Original abag
 
Morfologia e fisiologia algodão
Morfologia e fisiologia algodãoMorfologia e fisiologia algodão
Morfologia e fisiologia algodão
 
Cultivares de algodão
Cultivares de algodão Cultivares de algodão
Cultivares de algodão
 
IV WSF, Vilhena - Adeney de Freitas Bueno - Manejo integrado de pragas da soj...
IV WSF, Vilhena - Adeney de Freitas Bueno - Manejo integrado de pragas da soj...IV WSF, Vilhena - Adeney de Freitas Bueno - Manejo integrado de pragas da soj...
IV WSF, Vilhena - Adeney de Freitas Bueno - Manejo integrado de pragas da soj...
 
Situação atual
Situação atualSituação atual
Situação atual
 
Inoculantes e Bioestimulantes
Inoculantes e BioestimulantesInoculantes e Bioestimulantes
Inoculantes e Bioestimulantes
 
Dr. Marcus Coelho - Indisponibilidade de produtos registrados para controle d...
Dr. Marcus Coelho - Indisponibilidade de produtos registrados para controle d...Dr. Marcus Coelho - Indisponibilidade de produtos registrados para controle d...
Dr. Marcus Coelho - Indisponibilidade de produtos registrados para controle d...
 
Fenologia e Fisiologia do Sorgo e Milheto
Fenologia e Fisiologia do Sorgo e MilhetoFenologia e Fisiologia do Sorgo e Milheto
Fenologia e Fisiologia do Sorgo e Milheto
 
PLANTAS DE COBERTURA E SUA UTILIZAÇÃO
PLANTAS DE COBERTURA E SUA UTILIZAÇÃOPLANTAS DE COBERTURA E SUA UTILIZAÇÃO
PLANTAS DE COBERTURA E SUA UTILIZAÇÃO
 

Destaque

Apresentação Christoph Schneider - BASF
Apresentação Christoph Schneider - BASFApresentação Christoph Schneider - BASF
Apresentação Christoph Schneider - BASF
Oxya Agro e Biociências
 
Apresentação Alcindo Alves
Apresentação Alcindo AlvesApresentação Alcindo Alves
Apresentação Alcindo Alves
Oxya Agro e Biociências
 
Apresentação Silvia Ligabó - Atuação da indústria de defensivos agrícolas
Apresentação Silvia Ligabó -  Atuação da indústria de defensivos agrícolasApresentação Silvia Ligabó -  Atuação da indústria de defensivos agrícolas
Apresentação Silvia Ligabó - Atuação da indústria de defensivos agrícolas
Oxya Agro e Biociências
 
Apresentação Osmar Malaspina - Estado da arte da pesquisa com abelhas
Apresentação Osmar Malaspina - Estado da arte da pesquisa com abelhasApresentação Osmar Malaspina - Estado da arte da pesquisa com abelhas
Apresentação Osmar Malaspina - Estado da arte da pesquisa com abelhas
Oxya Agro e Biociências
 
Apresentação Leandro Bortoluz - Proterra
Apresentação Leandro Bortoluz - ProterraApresentação Leandro Bortoluz - Proterra
Apresentação Leandro Bortoluz - Proterra
Oxya Agro e Biociências
 
Apresentação Stephan Carvalho - UFU
Apresentação Stephan Carvalho - UFUApresentação Stephan Carvalho - UFU
Apresentação Stephan Carvalho - UFU
Oxya Agro e Biociências
 
Apresentação Márcio Rosa - Reavaliação ambiental de agrotóxicos neonicotinoid...
Apresentação Márcio Rosa - Reavaliação ambiental de agrotóxicos neonicotinoid...Apresentação Márcio Rosa - Reavaliação ambiental de agrotóxicos neonicotinoid...
Apresentação Márcio Rosa - Reavaliação ambiental de agrotóxicos neonicotinoid...
Oxya Agro e Biociências
 
Apresentação Edmundo Marchetti
Apresentação Edmundo MarchettiApresentação Edmundo Marchetti
Apresentação Edmundo Marchetti
Oxya Agro e Biociências
 
Apresentação roberto ramirez bee care
Apresentação roberto ramirez   bee careApresentação roberto ramirez   bee care
Apresentação roberto ramirez bee care
Oxya Agro e Biociências
 
Apresentação Nelson Paim - Sindag Aviação
Apresentação Nelson Paim - Sindag AviaçãoApresentação Nelson Paim - Sindag Aviação
Apresentação Nelson Paim - Sindag Aviação
Oxya Agro e Biociências
 
Agro-informática
Agro-informáticaAgro-informática
Agro-informática
Rebeka Santos
 
Apresentação Cristiano Menezes - Criação massal de polinizadores
Apresentação Cristiano Menezes - Criação massal de polinizadoresApresentação Cristiano Menezes - Criação massal de polinizadores
Apresentação Cristiano Menezes - Criação massal de polinizadores
Oxya Agro e Biociências
 
Estatistica aplicada1
Estatistica aplicada1Estatistica aplicada1
Estatistica aplicada1
Indyanara Oliveira
 
Apresentação Ulisses Antuniassi - UNESP
Apresentação Ulisses Antuniassi - UNESPApresentação Ulisses Antuniassi - UNESP
Apresentação Ulisses Antuniassi - UNESP
Oxya Agro e Biociências
 
Organofosforados e Carbamatos
Organofosforados e CarbamatosOrganofosforados e Carbamatos
Organofosforados e Carbamatos
Geagra UFG
 

Destaque (15)

Apresentação Christoph Schneider - BASF
Apresentação Christoph Schneider - BASFApresentação Christoph Schneider - BASF
Apresentação Christoph Schneider - BASF
 
Apresentação Alcindo Alves
Apresentação Alcindo AlvesApresentação Alcindo Alves
Apresentação Alcindo Alves
 
Apresentação Silvia Ligabó - Atuação da indústria de defensivos agrícolas
Apresentação Silvia Ligabó -  Atuação da indústria de defensivos agrícolasApresentação Silvia Ligabó -  Atuação da indústria de defensivos agrícolas
Apresentação Silvia Ligabó - Atuação da indústria de defensivos agrícolas
 
Apresentação Osmar Malaspina - Estado da arte da pesquisa com abelhas
Apresentação Osmar Malaspina - Estado da arte da pesquisa com abelhasApresentação Osmar Malaspina - Estado da arte da pesquisa com abelhas
Apresentação Osmar Malaspina - Estado da arte da pesquisa com abelhas
 
Apresentação Leandro Bortoluz - Proterra
Apresentação Leandro Bortoluz - ProterraApresentação Leandro Bortoluz - Proterra
Apresentação Leandro Bortoluz - Proterra
 
Apresentação Stephan Carvalho - UFU
Apresentação Stephan Carvalho - UFUApresentação Stephan Carvalho - UFU
Apresentação Stephan Carvalho - UFU
 
Apresentação Márcio Rosa - Reavaliação ambiental de agrotóxicos neonicotinoid...
Apresentação Márcio Rosa - Reavaliação ambiental de agrotóxicos neonicotinoid...Apresentação Márcio Rosa - Reavaliação ambiental de agrotóxicos neonicotinoid...
Apresentação Márcio Rosa - Reavaliação ambiental de agrotóxicos neonicotinoid...
 
Apresentação Edmundo Marchetti
Apresentação Edmundo MarchettiApresentação Edmundo Marchetti
Apresentação Edmundo Marchetti
 
Apresentação roberto ramirez bee care
Apresentação roberto ramirez   bee careApresentação roberto ramirez   bee care
Apresentação roberto ramirez bee care
 
Apresentação Nelson Paim - Sindag Aviação
Apresentação Nelson Paim - Sindag AviaçãoApresentação Nelson Paim - Sindag Aviação
Apresentação Nelson Paim - Sindag Aviação
 
Agro-informática
Agro-informáticaAgro-informática
Agro-informática
 
Apresentação Cristiano Menezes - Criação massal de polinizadores
Apresentação Cristiano Menezes - Criação massal de polinizadoresApresentação Cristiano Menezes - Criação massal de polinizadores
Apresentação Cristiano Menezes - Criação massal de polinizadores
 
Estatistica aplicada1
Estatistica aplicada1Estatistica aplicada1
Estatistica aplicada1
 
Apresentação Ulisses Antuniassi - UNESP
Apresentação Ulisses Antuniassi - UNESPApresentação Ulisses Antuniassi - UNESP
Apresentação Ulisses Antuniassi - UNESP
 
Organofosforados e Carbamatos
Organofosforados e CarbamatosOrganofosforados e Carbamatos
Organofosforados e Carbamatos
 

Semelhante a Leonardo machado apresentação cna - campinas

Marcio Freitas - Histórico Do Processo De Reavaliação Ambiental De Agrotóxico...
Marcio Freitas - Histórico Do Processo De Reavaliação Ambiental De Agrotóxico...Marcio Freitas - Histórico Do Processo De Reavaliação Ambiental De Agrotóxico...
Marcio Freitas - Histórico Do Processo De Reavaliação Ambiental De Agrotóxico...
ApiculturaeAgricultura
 
Uso defensivos agricolas Brasil e mundo - Palestra Mario Von Zuben ABAG 06.08.19
Uso defensivos agricolas Brasil e mundo - Palestra Mario Von Zuben ABAG 06.08.19Uso defensivos agricolas Brasil e mundo - Palestra Mario Von Zuben ABAG 06.08.19
Uso defensivos agricolas Brasil e mundo - Palestra Mario Von Zuben ABAG 06.08.19
TheFoodChallenge
 
IMPACTO DO USO DE AGROTÓXICOS NA AGRICULTURA
IMPACTO DO USO DE AGROTÓXICOS NA AGRICULTURAIMPACTO DO USO DE AGROTÓXICOS NA AGRICULTURA
IMPACTO DO USO DE AGROTÓXICOS NA AGRICULTURA
Geagra UFG
 
impactodousodeagrotoxicosnaagricultura-220720211412-57928476.pptx
impactodousodeagrotoxicosnaagricultura-220720211412-57928476.pptximpactodousodeagrotoxicosnaagricultura-220720211412-57928476.pptx
impactodousodeagrotoxicosnaagricultura-220720211412-57928476.pptx
KlebsonRodriguesPere
 
Aula 2 cenario_nacional
Aula 2 cenario_nacionalAula 2 cenario_nacional
Aula 2 cenario_nacional
Instituto Federal do Maranhão
 
Jornal Contra o Uso de Agrotóxicos, 2011.
Jornal Contra o Uso de Agrotóxicos, 2011.Jornal Contra o Uso de Agrotóxicos, 2011.
Jornal Contra o Uso de Agrotóxicos, 2011.
Feab Brasil
 
Caderno de formacao um
Caderno de formacao umCaderno de formacao um
Caderno de formacao um
Centro De Ambientais
 
Caderno de formacao um
Caderno de formacao umCaderno de formacao um
Caderno de formacao um
Eliege Fante
 
Aprimorando a percepção
Aprimorando a percepçãoAprimorando a percepção
Aprimorando a percepção
Helton Montechesi
 
Prof demetrio soja transgenica
Prof demetrio   soja transgenicaProf demetrio   soja transgenica
Prof demetrio soja transgenica
Deto - Geografia
 
Dossie abrasco 02
Dossie abrasco 02Dossie abrasco 02
Dossie abrasco 02
João Siqueira da Mata
 
Intoxicação
IntoxicaçãoIntoxicação
Intoxicação
nutecs
 
Campanha contra defensivos agrícolas ilegais
Campanha contra defensivos agrícolas ilegaisCampanha contra defensivos agrícolas ilegais
Campanha contra defensivos agrícolas ilegais
Oxya Agro e Biociências
 
Engenharia Agronômica
Engenharia AgronômicaEngenharia Agronômica
Engenharia Agronômica
AgriculturaSustentavel
 
Primeira Conferência Nacional de Mudanças Climáticas Globais - CONCLIMA 2013
Primeira Conferência Nacional de Mudanças Climáticas Globais - CONCLIMA 2013Primeira Conferência Nacional de Mudanças Climáticas Globais - CONCLIMA 2013
Primeira Conferência Nacional de Mudanças Climáticas Globais - CONCLIMA 2013
alcscens
 
Treinamento de Agrotoxicos Adjuvantes e Produtos Afins.ppsx
Treinamento de Agrotoxicos Adjuvantes e Produtos Afins.ppsxTreinamento de Agrotoxicos Adjuvantes e Produtos Afins.ppsx
Treinamento de Agrotoxicos Adjuvantes e Produtos Afins.ppsx
Alexandre Pacheco
 
Diário da Região
Diário da RegiãoDiário da Região
Diário da Região
Agricultura Sao Paulo
 
Ciência e Inovação para alimentar o mundo - José Perdomo
Ciência e Inovação para alimentar o mundo - José PerdomoCiência e Inovação para alimentar o mundo - José Perdomo
Ciência e Inovação para alimentar o mundo - José Perdomo
Oxya Agro e Biociências
 
II WSF, São Paulo - Jair Virginio - Ações para Erradicação da Cydia pomonella...
II WSF, São Paulo - Jair Virginio - Ações para Erradicação da Cydia pomonella...II WSF, São Paulo - Jair Virginio - Ações para Erradicação da Cydia pomonella...
II WSF, São Paulo - Jair Virginio - Ações para Erradicação da Cydia pomonella...
Oxya Agro e Biociências
 
Brasil e dos Agrocombustiveis:Os Impactos das Lavouras sobre a Terra, o Meio ...
Brasil e dos Agrocombustiveis:Os Impactos das Lavouras sobre a Terra, o Meio ...Brasil e dos Agrocombustiveis:Os Impactos das Lavouras sobre a Terra, o Meio ...
Brasil e dos Agrocombustiveis:Os Impactos das Lavouras sobre a Terra, o Meio ...
ProjetoBr
 

Semelhante a Leonardo machado apresentação cna - campinas (20)

Marcio Freitas - Histórico Do Processo De Reavaliação Ambiental De Agrotóxico...
Marcio Freitas - Histórico Do Processo De Reavaliação Ambiental De Agrotóxico...Marcio Freitas - Histórico Do Processo De Reavaliação Ambiental De Agrotóxico...
Marcio Freitas - Histórico Do Processo De Reavaliação Ambiental De Agrotóxico...
 
Uso defensivos agricolas Brasil e mundo - Palestra Mario Von Zuben ABAG 06.08.19
Uso defensivos agricolas Brasil e mundo - Palestra Mario Von Zuben ABAG 06.08.19Uso defensivos agricolas Brasil e mundo - Palestra Mario Von Zuben ABAG 06.08.19
Uso defensivos agricolas Brasil e mundo - Palestra Mario Von Zuben ABAG 06.08.19
 
IMPACTO DO USO DE AGROTÓXICOS NA AGRICULTURA
IMPACTO DO USO DE AGROTÓXICOS NA AGRICULTURAIMPACTO DO USO DE AGROTÓXICOS NA AGRICULTURA
IMPACTO DO USO DE AGROTÓXICOS NA AGRICULTURA
 
impactodousodeagrotoxicosnaagricultura-220720211412-57928476.pptx
impactodousodeagrotoxicosnaagricultura-220720211412-57928476.pptximpactodousodeagrotoxicosnaagricultura-220720211412-57928476.pptx
impactodousodeagrotoxicosnaagricultura-220720211412-57928476.pptx
 
Aula 2 cenario_nacional
Aula 2 cenario_nacionalAula 2 cenario_nacional
Aula 2 cenario_nacional
 
Jornal Contra o Uso de Agrotóxicos, 2011.
Jornal Contra o Uso de Agrotóxicos, 2011.Jornal Contra o Uso de Agrotóxicos, 2011.
Jornal Contra o Uso de Agrotóxicos, 2011.
 
Caderno de formacao um
Caderno de formacao umCaderno de formacao um
Caderno de formacao um
 
Caderno de formacao um
Caderno de formacao umCaderno de formacao um
Caderno de formacao um
 
Aprimorando a percepção
Aprimorando a percepçãoAprimorando a percepção
Aprimorando a percepção
 
Prof demetrio soja transgenica
Prof demetrio   soja transgenicaProf demetrio   soja transgenica
Prof demetrio soja transgenica
 
Dossie abrasco 02
Dossie abrasco 02Dossie abrasco 02
Dossie abrasco 02
 
Intoxicação
IntoxicaçãoIntoxicação
Intoxicação
 
Campanha contra defensivos agrícolas ilegais
Campanha contra defensivos agrícolas ilegaisCampanha contra defensivos agrícolas ilegais
Campanha contra defensivos agrícolas ilegais
 
Engenharia Agronômica
Engenharia AgronômicaEngenharia Agronômica
Engenharia Agronômica
 
Primeira Conferência Nacional de Mudanças Climáticas Globais - CONCLIMA 2013
Primeira Conferência Nacional de Mudanças Climáticas Globais - CONCLIMA 2013Primeira Conferência Nacional de Mudanças Climáticas Globais - CONCLIMA 2013
Primeira Conferência Nacional de Mudanças Climáticas Globais - CONCLIMA 2013
 
Treinamento de Agrotoxicos Adjuvantes e Produtos Afins.ppsx
Treinamento de Agrotoxicos Adjuvantes e Produtos Afins.ppsxTreinamento de Agrotoxicos Adjuvantes e Produtos Afins.ppsx
Treinamento de Agrotoxicos Adjuvantes e Produtos Afins.ppsx
 
Diário da Região
Diário da RegiãoDiário da Região
Diário da Região
 
Ciência e Inovação para alimentar o mundo - José Perdomo
Ciência e Inovação para alimentar o mundo - José PerdomoCiência e Inovação para alimentar o mundo - José Perdomo
Ciência e Inovação para alimentar o mundo - José Perdomo
 
II WSF, São Paulo - Jair Virginio - Ações para Erradicação da Cydia pomonella...
II WSF, São Paulo - Jair Virginio - Ações para Erradicação da Cydia pomonella...II WSF, São Paulo - Jair Virginio - Ações para Erradicação da Cydia pomonella...
II WSF, São Paulo - Jair Virginio - Ações para Erradicação da Cydia pomonella...
 
Brasil e dos Agrocombustiveis:Os Impactos das Lavouras sobre a Terra, o Meio ...
Brasil e dos Agrocombustiveis:Os Impactos das Lavouras sobre a Terra, o Meio ...Brasil e dos Agrocombustiveis:Os Impactos das Lavouras sobre a Terra, o Meio ...
Brasil e dos Agrocombustiveis:Os Impactos das Lavouras sobre a Terra, o Meio ...
 

Mais de Oxya Agro e Biociências

Flyer eletrônico - simpdcana
Flyer eletrônico - simpdcanaFlyer eletrônico - simpdcana
Flyer eletrônico - simpdcana
Oxya Agro e Biociências
 
Segurança da informação - ISO 27001 - PRODESP
Segurança da informação - ISO 27001 - PRODESPSegurança da informação - ISO 27001 - PRODESP
Segurança da informação - ISO 27001 - PRODESP
Oxya Agro e Biociências
 
Apresentação do Projeto Colmeia Viva
Apresentação do Projeto Colmeia VivaApresentação do Projeto Colmeia Viva
Apresentação do Projeto Colmeia Viva
Oxya Agro e Biociências
 
Segurança no recebimento e guarda de documentos digitais
Segurança no recebimento e guarda de documentos digitaisSegurança no recebimento e guarda de documentos digitais
Segurança no recebimento e guarda de documentos digitais
Oxya Agro e Biociências
 
Sistema GEDAVE
Sistema GEDAVESistema GEDAVE
Sistema GEDAVE
Oxya Agro e Biociências
 
Apresentação de Resultados Harmonização da Fiscalização - SFAs
Apresentação de Resultados Harmonização da Fiscalização - SFAsApresentação de Resultados Harmonização da Fiscalização - SFAs
Apresentação de Resultados Harmonização da Fiscalização - SFAs
Oxya Agro e Biociências
 
Boas Práticas Regulatórias
Boas Práticas RegulatóriasBoas Práticas Regulatórias
Boas Práticas Regulatórias
Oxya Agro e Biociências
 
Boas Práticas Regulatórias: Análise de Impacto Regulatório
Boas Práticas Regulatórias: Análise de Impacto RegulatórioBoas Práticas Regulatórias: Análise de Impacto Regulatório
Boas Práticas Regulatórias: Análise de Impacto Regulatório
Oxya Agro e Biociências
 
Impacto da adoção de tecnologias na agricultura brasileira
Impacto da adoção de tecnologias na agricultura brasileiraImpacto da adoção de tecnologias na agricultura brasileira
Impacto da adoção de tecnologias na agricultura brasileira
Oxya Agro e Biociências
 
Impacto econômico de pragas agrícolas no Brasil
Impacto econômico de pragas agrícolas no BrasilImpacto econômico de pragas agrícolas no Brasil
Impacto econômico de pragas agrícolas no Brasil
Oxya Agro e Biociências
 
Novas legislações e procedimentos na área de agrotóxicos e afins
Novas legislações e procedimentos na área de agrotóxicos e afinsNovas legislações e procedimentos na área de agrotóxicos e afins
Novas legislações e procedimentos na área de agrotóxicos e afins
Oxya Agro e Biociências
 
Novas Legislações e Procedimentos na área de Agrotóxicos
Novas Legislações e Procedimentos na área de AgrotóxicosNovas Legislações e Procedimentos na área de Agrotóxicos
Novas Legislações e Procedimentos na área de Agrotóxicos
Oxya Agro e Biociências
 
Novas legislações e procedimentos na área de agrotóxicos
Novas legislações e procedimentos na área de agrotóxicosNovas legislações e procedimentos na área de agrotóxicos
Novas legislações e procedimentos na área de agrotóxicos
Oxya Agro e Biociências
 
Gestão e Inovação, para quê?
Gestão e Inovação, para quê?Gestão e Inovação, para quê?
Gestão e Inovação, para quê?
Oxya Agro e Biociências
 
Programa Estadual de Análise Fiscais de Resíduos de Agrotóxicos em Alimentos ...
Programa Estadual de Análise Fiscais de Resíduos de Agrotóxicos em Alimentos ...Programa Estadual de Análise Fiscais de Resíduos de Agrotóxicos em Alimentos ...
Programa Estadual de Análise Fiscais de Resíduos de Agrotóxicos em Alimentos ...
Oxya Agro e Biociências
 
Gestão de Defesa Animal e Vegetal - GEDAVE
Gestão de Defesa Animal e Vegetal - GEDAVEGestão de Defesa Animal e Vegetal - GEDAVE
Gestão de Defesa Animal e Vegetal - GEDAVE
Oxya Agro e Biociências
 
Situação atual dos processos de reavaliação de agrotóxicos na Anvisa
Situação atual dos processos de reavaliação de agrotóxicos na AnvisaSituação atual dos processos de reavaliação de agrotóxicos na Anvisa
Situação atual dos processos de reavaliação de agrotóxicos na Anvisa
Oxya Agro e Biociências
 
Sistema de Fiscalização do Comércio de Agrotóxicos no Estado de Rondônia - SI...
Sistema de Fiscalização do Comércio de Agrotóxicos no Estado de Rondônia - SI...Sistema de Fiscalização do Comércio de Agrotóxicos no Estado de Rondônia - SI...
Sistema de Fiscalização do Comércio de Agrotóxicos no Estado de Rondônia - SI...
Oxya Agro e Biociências
 
InovaENFISA - Projeto Agroativo
InovaENFISA - Projeto AgroativoInovaENFISA - Projeto Agroativo
InovaENFISA - Projeto Agroativo
Oxya Agro e Biociências
 
Responsabilidade técnica na pesquisa, comércio, utilização e fiscalização de ...
Responsabilidade técnica na pesquisa, comércio, utilização e fiscalização de ...Responsabilidade técnica na pesquisa, comércio, utilização e fiscalização de ...
Responsabilidade técnica na pesquisa, comércio, utilização e fiscalização de ...
Oxya Agro e Biociências
 

Mais de Oxya Agro e Biociências (20)

Flyer eletrônico - simpdcana
Flyer eletrônico - simpdcanaFlyer eletrônico - simpdcana
Flyer eletrônico - simpdcana
 
Segurança da informação - ISO 27001 - PRODESP
Segurança da informação - ISO 27001 - PRODESPSegurança da informação - ISO 27001 - PRODESP
Segurança da informação - ISO 27001 - PRODESP
 
Apresentação do Projeto Colmeia Viva
Apresentação do Projeto Colmeia VivaApresentação do Projeto Colmeia Viva
Apresentação do Projeto Colmeia Viva
 
Segurança no recebimento e guarda de documentos digitais
Segurança no recebimento e guarda de documentos digitaisSegurança no recebimento e guarda de documentos digitais
Segurança no recebimento e guarda de documentos digitais
 
Sistema GEDAVE
Sistema GEDAVESistema GEDAVE
Sistema GEDAVE
 
Apresentação de Resultados Harmonização da Fiscalização - SFAs
Apresentação de Resultados Harmonização da Fiscalização - SFAsApresentação de Resultados Harmonização da Fiscalização - SFAs
Apresentação de Resultados Harmonização da Fiscalização - SFAs
 
Boas Práticas Regulatórias
Boas Práticas RegulatóriasBoas Práticas Regulatórias
Boas Práticas Regulatórias
 
Boas Práticas Regulatórias: Análise de Impacto Regulatório
Boas Práticas Regulatórias: Análise de Impacto RegulatórioBoas Práticas Regulatórias: Análise de Impacto Regulatório
Boas Práticas Regulatórias: Análise de Impacto Regulatório
 
Impacto da adoção de tecnologias na agricultura brasileira
Impacto da adoção de tecnologias na agricultura brasileiraImpacto da adoção de tecnologias na agricultura brasileira
Impacto da adoção de tecnologias na agricultura brasileira
 
Impacto econômico de pragas agrícolas no Brasil
Impacto econômico de pragas agrícolas no BrasilImpacto econômico de pragas agrícolas no Brasil
Impacto econômico de pragas agrícolas no Brasil
 
Novas legislações e procedimentos na área de agrotóxicos e afins
Novas legislações e procedimentos na área de agrotóxicos e afinsNovas legislações e procedimentos na área de agrotóxicos e afins
Novas legislações e procedimentos na área de agrotóxicos e afins
 
Novas Legislações e Procedimentos na área de Agrotóxicos
Novas Legislações e Procedimentos na área de AgrotóxicosNovas Legislações e Procedimentos na área de Agrotóxicos
Novas Legislações e Procedimentos na área de Agrotóxicos
 
Novas legislações e procedimentos na área de agrotóxicos
Novas legislações e procedimentos na área de agrotóxicosNovas legislações e procedimentos na área de agrotóxicos
Novas legislações e procedimentos na área de agrotóxicos
 
Gestão e Inovação, para quê?
Gestão e Inovação, para quê?Gestão e Inovação, para quê?
Gestão e Inovação, para quê?
 
Programa Estadual de Análise Fiscais de Resíduos de Agrotóxicos em Alimentos ...
Programa Estadual de Análise Fiscais de Resíduos de Agrotóxicos em Alimentos ...Programa Estadual de Análise Fiscais de Resíduos de Agrotóxicos em Alimentos ...
Programa Estadual de Análise Fiscais de Resíduos de Agrotóxicos em Alimentos ...
 
Gestão de Defesa Animal e Vegetal - GEDAVE
Gestão de Defesa Animal e Vegetal - GEDAVEGestão de Defesa Animal e Vegetal - GEDAVE
Gestão de Defesa Animal e Vegetal - GEDAVE
 
Situação atual dos processos de reavaliação de agrotóxicos na Anvisa
Situação atual dos processos de reavaliação de agrotóxicos na AnvisaSituação atual dos processos de reavaliação de agrotóxicos na Anvisa
Situação atual dos processos de reavaliação de agrotóxicos na Anvisa
 
Sistema de Fiscalização do Comércio de Agrotóxicos no Estado de Rondônia - SI...
Sistema de Fiscalização do Comércio de Agrotóxicos no Estado de Rondônia - SI...Sistema de Fiscalização do Comércio de Agrotóxicos no Estado de Rondônia - SI...
Sistema de Fiscalização do Comércio de Agrotóxicos no Estado de Rondônia - SI...
 
InovaENFISA - Projeto Agroativo
InovaENFISA - Projeto AgroativoInovaENFISA - Projeto Agroativo
InovaENFISA - Projeto Agroativo
 
Responsabilidade técnica na pesquisa, comércio, utilização e fiscalização de ...
Responsabilidade técnica na pesquisa, comércio, utilização e fiscalização de ...Responsabilidade técnica na pesquisa, comércio, utilização e fiscalização de ...
Responsabilidade técnica na pesquisa, comércio, utilização e fiscalização de ...
 

Leonardo machado apresentação cna - campinas

  • 1. Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil A Visão do Setor Produtivo: Relação Produtiva entre Agricultura e Apicultura Leonardo Machado Assessor Técnico Brasília 31 de outubro de 2013.
  • 2. Inicio do Problema - Brasil Comunicado do IBAMA – 19/07/2012 No dia no dia 19 de julho de 2012, o IBAMA publicou comunicado desautorizando em caráter cautelar, a modalidade de aplicação por pulverização aérea, dos agrotóxicos que contenham o ingrediente ativo Imidacloprido, Tiametoxam, Clotianidina ou Fipronil. No mesmo ato o Ibama também comunica o inicio de uma reavaliação ambiental para os ingredientes ativos. A proibição antecedeu o resultado da reavaliação ambiental, sem que novos estudos fossem conduzidos; Medida Cautelar Pressupostos básicos : a) Uma pretensão razoável, com probabilidade de êxito; b) O perigo de dano iminente e irreparável;
  • 3. Inicio do Problema - Brasil Comunicado do IBAMA – 19/07/2012
  • 4. Medidas Tomadas Exemplos 1. Tanto o relatório americano como o da Agência Europeia para a Segurança dos Alimentos (EFSA) não foram conclusivos; 2. EPA (Environmental Protection Agency) não tomou medida restritivas em relação aos neonicotinóides; 3. A União Europeia buscou a proibição imediata dos ingredientes ativos Imidacloprido, Clotianidina e Tiametoxam nas culturas atraentes à abelhas. Porém, sem a maioria absoluta, aprovou apenas restrições de uso destes ingredientes ativos por um período de 2 anos
  • 5. União Europeia Não há consenso (15 países a favor/8 contra/4 abstenções) Ministro do Meio Ambiente do Reino Unido: "Ter uma população de abelhas saudável é uma prioridade para nós, mas não concordo com a proposta de proibição, porque a nossa evidência científica não apoia esta medida. Países importantes concordam conosco que a proibição não é a ação correta a tomar e vamos trabalhar com eles para buscar melhores evidências. Vamos agora trabalhar com os agricultores para lidar com as consequências que a proibição terá custos significativos para eles. “
  • 6. EUA Registro de Novos Neonicotinoides Quarta Geração
  • 7. Mortandade de Abelhas Falta de Informações e Dados Conclusivos
  • 8. Mortandade de Abelhas Falta de Informações e Dados Conclusivos
  • 9. Principio da Precaução Comunicado do IBAMA – 19/07/2012 Considerando os efeitos adversos a abelhas associados a agrotóxicos, observados em estudos científicos e em diversas partes do mundo; Considerando que a aplicação de produtos agrotóxicos por via aérea é a prática que pode produzir o cenário de maior deriva e consequentemente o de maior exposição para as populações de abelhas; Consideração Agronômica? Consideração Econômica? Impactos à Sociedade?
  • 10. Neonicotinóides Avanço Técnico no Controle de Pragas Os neonicotinóides são uma classe de inseticidas que tiveram origem na molécula de nicotina. O primeiro inseticida comercializado desta classe foi o imidaclopride, na Europa e no Japão 1990 e nos EUA em 1992; Tem como principais características: 1 – Peculiaridades químicas e biológicas e modo de ação; 2 - Inativos aos vertebrados (modo de ação); 3 - O principal substituto dos inseticidas organofosforados; Dosagem: - Organofosforado - 1 l/ha - Mistura de Neonocotinóide + Piretróide – 0,2 l/ha
  • 12. Neonicotinóides Essencial para Soja Controle de Percevejo na Soja – Alternativas de Controle * Previsão (1) Apenas para controle de Piezodorus guildinii (2) Apenas para controle de Nezara viridula (3) Apenas para controle de Euschistus heros Extraído: EMBRAPA, 2013
  • 13. Neonicotinóides Indispensáveis para o Citros Inseticidas registrados no Brasil para uso em citros, os recomendados para a produção integrada de citros (PICitros) e aqueles com registro para Diaphorina citri.j Grupo Químico Inseticidas que Inseticidas que No. Produtos controlam adultos controlam ninfas registrados (MAPA) de D. citri de D. citri Neonicotinóide 9 X X Organofosforado 2 X X Piretróide 2 X X Éter piridiloxipropílico 3 X Tetranortriterpenóide 1 X Total 17
  • 14. Situação Atual INC (ANVISA/IBAMA/MAPA) nº 1 – 04/01/2013 1. Proibir até o encerramento do correspondente processo de reavaliação ambiental, as aplicações de defensivos à base de Imidacloprido, Tiametoxam, Clotianidina e Fipronil durante a floração (Exceto o Algodão na safra 2012/13); 2. Permite à aplicação terrestre dos ingredientes ativos e a aplicação aérea, para as culturas de algodão, soja, cana-deaçúcar, arroz e trigo, cujos registros indiquem esse modo de aplicação e uso nessas culturas, quando alternativas não se encontrarem disponíveis ou viáveis;
  • 15. Problemas Atuais Algodão – Ocorrência de Pragas na Florada OCORRÊNCIA ESTÁDIO DE DESENVOLVIMENTO DA CULTURA V1 V2 V3 V4 V5 Vn B1 B2 B3 B4 Bn F1 F2 F3 F4 F5 F6 F7 Fn FC C1 C2 C3 C4 C5 C6 Cn DESBASTE TRIPES BROCA DA RAÍZ PULGÃO INICIO DE APLICAÇÃO DE REGULADOR DE CRESCIMENTO PRIMEIRA ADUBAÇÃO EM COBERTURA (N ou N+K2O) LAGARTA DA MAÇÃ PERCEVEJOS BICUDO CURUQUERÊ SEGUNDA ADUBAÇÃO EM COBERTURA SPODOPTERA ÁCAROS LAGARTA ROSADA APLICAÇÃO DE MATURADOR E DESFOLHANTE Fonte: IAPAR
  • 16. Conclusão Necessidade de Maiores Informações antes de Qualquer Medida Restritiva Apesar de não haver resultados conclusivos sobre a ação dos neonicotinóides como agente causador da mortalidade das abelhas, foram impostas medidas restritivas a sua utilização; Os inseticidas que possuem em sua formulação neonicotinóides são de fundamental importância para o agronegócio brasileiro, motivo este que coloca o setor produtivo rural bastante apreensivo frente a esta situação; Sendo assim, devido a importância das abelhas (agente polinizador e produção de mel e cera) e do uso dos neonicotinóides para a produção agrícola, o assunto necessita ser mais pesquisado antes da imposição de qualquer restrição;
  • 18. Quem Somos O Que é o Agronegócio no Brasil... Dentro de um contexto de Produção: Petróleo Bruto; Agronegócio: • • • • • Soja; Milho; Algodão; Laranja; Açúcar/Etanol; Minérios; 39% Exportações Brasileiras 2012 Calçados; 61% Veículos; Medicamentos; Dentre Outros;
  • 19. Quem Somos O Que é o Agronegócio no Brasil... Dentro de um contexto de Produção: Principais Produtos do Agronegócio Brasil – Ranking Mundial 2012/13 Produção Exportação Álcool e Açúcar 1º 1º Café 1º 1º Suco de Laranja 1º 1º Complexo Soja 1º 1º Carne Bovina 2º 1º Milho 3º 2º
  • 20. Quem Somos O Que é o Agronegócio no Brasil... Dentro de um contexto de Produção: 60 Com Agronegócio 40 US$ Bilhões 20 0 -20 -40 -60 Sem Agronegócio -80 Saldo Comercial do Brasil - 2012 Sem o Agronegócio o déficit da balança comercial brasileira seria de US$ 60 bilhões; 1 – Dobraríamos o déficit das contas externas; 2 – O país estaria afundado na recessão;
  • 21. Quem Somos O Que é o Agronegócio no Brasil... Dentro de um contexto Econômico: 22% Agronegócio 78% Produto Interno Bruto 2012 Sozinho o setor agropecuário deve crescer, mais que a soma de todos os outros setores juntos;
  • 22. Quem Somos O Que é o Agronegócio no Brasil... Dentro de um contexto Social: 37% 63% Agronegócio Geração de Empregos O agronegócio é sempre destaque na lista das 10 maiores empresas geradoras de postos de trabalho
  • 23. Quem Somos O Que é o Agronegócio no Brasil... “Somos admirados no mundo todo por essa revolução que fizemos. Não há no mundo, na zona tropical, nada parecido com o que fizemos aqui. Um grão de soja que produzimos contém um quantidade imensa de indústria e tecnologia” Marcos Jank Diretor Global de Assuntos Corporativos da BRF ...“Eu destacaria a decisão brasileira de construir o conceito de agricultura baseada em ciência. Não tenhamos um modelo de agricultura moderna no setor de agricultura tropical. Construímos este setor, investimos em criar e fortalecer instituições como a própria EMBRAPA”... Maurício Antônio Lopes Presidente da EMBRAPA
  • 24. Quem Somos O Que é o Agronegócio no Brasil... “Somos admirados no mundo todo por essa revolução que fizemos. Não há no mundo, na zona tropical, nada parecido com o que fizemos aqui. Um grão de soja que produzimos contém um quantidade imensa de indústria e tecnologia” Marcos Jank Diretor Global de Assuntos Corporativos da BRF ...“Eu destacaria a decisão brasileira de construir o conceito de agricultura baseada em ciência. Não tenhamos um modelo de agricultura moderna no setor de agricultura tropical. Construímos este setor, investimos em criar e fortalecer instituições como a própria EMBRAPA”... Maurício Antônio Lopes Presidente da EMBRAPA
  • 25. A importância produtiva, econômica e social do agronegócio tem sido observada e respeitada?
  • 26. Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil Leonardo de Oliveira Machado leonardo.machado@cna.org.br (61) 2109-1460