SlideShare uma empresa Scribd logo
RELAÇÃO PRODUTIVA
ENTRE A
POMICULTURA E
APICULTURA
Produção mundial de maçãs, 2000-2011
Pais

2000

2002

2004

2006

2008

2010

China

20.437.065

19.250.634

23.681.967

26.064.930

29.851.163

33.265.186

35.987.221

EUA

4.681.980

3.866.444

4.735.776

4.568.630

4.358.710

4.212.330

4.272.840

Turquia

2.400.000

2.200.000

2.100.000

2.002.033

2.504.490

2.600.000

2.680.080

Itália

2.232.100

2.199.219

2.136.226

2.130.980

2.208.227

2.204.970

2.411.200

Índia

1.050.000

1.160.000

1.521.600

1.755.700

1.985.000

2.163.400

2.891.000

Polônia

1.450.376

2.167.518

2.521.514

2.304.892

2.830.870

1.858.970

2.493.080

França

2.156.900

2.432.228

2.203.653

2.080.920

1.940.200

1.711.230

1.858.880

Irã

2.141.655

2.334.000

2.178.645

2.700.000

2.718.775

1.662.430

1.651.840

Brasil

1.153.269

857.388

980.203

863.019

1.124.155

1.275.850

1.339.000

Chile

805.000

1.150.000

1.300.000

1.380.000

1.370.000

1.100.000

1.169.090

Rússia

1.832.000

1.950.000

2.023.000

1.619.000

1.467.000

986.000

1.200.000

Ucrânia

813.780

694.822

690.886

650.384

687.500

897.000

954.100

Argentina

833.322

1.156.830

1.262.440

1.280.000

1.300.000

850.600

1.115.950

Alemanha

3.136.800

1.471.100

979.730

947.611

1.046.995

834.960

898.448

Japão

799.600

925.800

754.600

831.800

840.100

798.200

655.300

Coréia do Norte

650.000

660.000

665.000

665.000

635.000

752.300

806.718

África do Sul

573.966

591.432

765.359

639.763

770.741

740.459

781.124

Espanha

648.200

522.300

716.900

536.500

719.300

596.000

670.566

Hungria

694.586

526.865

700.391

537.345

568.600

496.916

292.810

Subtotal (20')

48.490.599

46.116.580

51.917.890

53.558.507

58.926.826

59.006.801

64.129.247

Resto do Mundo

10.569.184

9.809.954

10.789.568

10.798.782

10.892.498

10.562.811

11.506.036

Total

59.059.783

55.926.534

62.707.458

64.357.289

69.819.324

69.569.612

75.635.283

Fonte dos dados brutos: FAOSTAT

2011
22,073
22,777
25,152
25,327
25,624
25,233
26,216
26,236
27,572
28,116
28,369
29,213
29,228
31,006
31,487
31,516
31,914
33,708
36,586
37,431
38,804
38,726
39,129
38,325
38,883

ÁREA PLANTADA DE MAÇÃS NO BRASIL(ha)

Fonte: IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística

Quantidade de
Produtores: 3.300
MAÇÃ - Área Plantada 1987-2012
ANO
1987/88
1988/89
1989/90
1990/91
1991/92
1992/93
1993/94
1994/95
1995/96
1996/97
1997/98
1998/99
1999/00
2000/01
2001/02
2002/03
2003/04
2004/05
2005/06
2006/07
2008/09
2009/10
2010/11
2011/12

SC
12.223,00
12.803,00
13.306,00
13.483,00
13.634,00
14.000,00
14.000,00
14.245,00
15.176,00
14.528,00
14.861,00
15.034,00
15.814,00
15.377,00
15.907,00
16.348,00
16.838,30
17.987,70
20.400,00
20.930,55
21.232,13
21.736,20
18.414,00
19.060,00

Fonte: ABPM-IBGE

RS
5.450,00
6.240,00
7.911,00
7.994,00
8.490,00
8.800,00
8.938,00
9.410,00
9.858,00
10.772,00
10.772,00
11.443,00
11.582,00
13.703,00
13.639,00
13.352,00
13.181,96
13.776,62
13.886,20
14.372,00
14.993,87
14.917,80
17.660,00
17.872,00

PR
3.000,00
2.678,00
2.935,00
2.850,00
2.500,00
1.433,00
2.278,00
1.961,00
1.918,00
2.196,00
2.196,00
2.196,00
1.469,00
1.586,00
1.717,00
1.603,00
1.694,00
1.922,50
1.931,10
2.000,00
2.000,00
2.000,00
2.100,00
1.800,00

Outros
1.400,00
1.056,00
1.000,00
1.000,00
1.000,00
1.000,00
1.000,00
620,00
620,00
620,00
540,00
540,00
363,00
340,00
224,00
185,00
200,00
250,00
400,00
500,00
500,00
500,00
151,00
151,00

BRASIL
22.073,00
22.777,00
25.152,00
25.327,00
25.624,00
25.233,00
26.216,00
26.236,00
27.572,00
28.116,00
28.369,00
29.213,00
29.228,00
31.006,00
31.487,00
31.516,00
31.914,26
33.936,82
36.617,30
37.802,55
38.726,00
39.154,00
38.325,00
38.883,00
PRODUÇÃO DÉCADAS (Mil t)

1,239

906

13

183

520

70

80

90

00-09

Décadas

Fonte: ABPM e IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística

10-12
DIRECIONAMENTO DA OFERTA (1.000 t)

Produção
Indústria
Exportação
Oferta Fresca Interna
Importação
Oferta Fresca Total
Evolução

2009
1.053
250
98
704
61
766
100

2010
1.226
283
91
853
77
929
121

2011
1.250
375
50
825
97
922
120

2012
1.184
296
72
816
58
874
114

Fonte: ABPM; IBGE; Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior.

2013
1.049
210
90
749
58
807
105
NÚMEROS

EMPREGOS
TOTAL

Diretos
58.000

Indiretos
116.000
174.000

O Segmento da Maçã proporciona em média
1,5 emprego direto por ha.
A maçã tem flores onde seu estigma é mais alto que as anteras e por isso
necessita de polinização cruzada.

Segundo Benedek( 1985) a cultura da maçã é altamente dependente das
abelhas e seu papel como polinizador pode aumentar a produtividade dos
pomares em até 90%

Simidchiev( 1978) mostrou que as abelhas contituiam de 92% a 99% dos
insetos que visitavam as flores de maçã e pêra.
São recomendados 3 a 5 colmeias por hectare.

Considera-se que colmeias fortes tem ao redor de 50000 abelhas e pode-se
medir isto considerando quando se tem uma movimentação de 100
abelhas por minuto.

Com o uso da PIM os impactos do uso indiscriminado de defensivos que
afetam os insetos polinizadores teve uma grande redução
Precisamos de estudos que evidenciem o efeito de cada
fungicida, inseticida,herbicida , reguladores de crescimento e outros
produtos que possam interferir no desenvolvimento de insetos
polinizadores

Precisamos saber qual é o efeito de repelencia, mortalidade em
adultos, larvas, ovos, capacidade reprodutiva, etc..

Precisamos ter produtos seguros que nos permitam
usá-los durante o periodo de florada sem afetar as
abelhas
Visitação das
flores

Polén e Néctar

Abelhas
Contaminação
Polén

Tamanho e
Qualidade da
Familia
Convivência harmoniosa das abelhas dentro do pomar
Polinização com telas antigranizo
Precisamos ter foco no futuro
• Identificar os obstáculos antes eles que
nos atinjam.
Muito Obrigado
Perguntas??
Eng. Agr.Leandro Bortoluz
Presidente da Agapomi
Diretor Técnico da ABPM
Consultor da Proterra
lebortoluz@proterra.agr.br
+555432321353
+555499740999

Muito Obrigado
Perguntas??

Mais conteúdo relacionado

Destaque

Leonardo machado apresentação cna - campinas
Leonardo machado   apresentação cna - campinasLeonardo machado   apresentação cna - campinas
Leonardo machado apresentação cna - campinas
Oxya Agro e Biociências
 
Apresentação luís rangel - Uso de neonicotinoides e pirazol no Brasil – situa...
Apresentação luís rangel - Uso de neonicotinoides e pirazol no Brasil – situa...Apresentação luís rangel - Uso de neonicotinoides e pirazol no Brasil – situa...
Apresentação luís rangel - Uso de neonicotinoides e pirazol no Brasil – situa...
Oxya Agro e Biociências
 
Apresentação Nelson Paim - Sindag Aviação
Apresentação Nelson Paim - Sindag AviaçãoApresentação Nelson Paim - Sindag Aviação
Apresentação Nelson Paim - Sindag Aviação
Oxya Agro e Biociências
 
Apresentação Cristiano Menezes - Criação massal de polinizadores
Apresentação Cristiano Menezes - Criação massal de polinizadoresApresentação Cristiano Menezes - Criação massal de polinizadores
Apresentação Cristiano Menezes - Criação massal de polinizadores
Oxya Agro e Biociências
 
Apresentação Ulisses Antuniassi - UNESP
Apresentação Ulisses Antuniassi - UNESPApresentação Ulisses Antuniassi - UNESP
Apresentação Ulisses Antuniassi - UNESP
Oxya Agro e Biociências
 
Apresentação samuel roggia embrapa
Apresentação samuel roggia   embrapaApresentação samuel roggia   embrapa
Apresentação samuel roggia embrapa
Oxya Agro e Biociências
 

Destaque (6)

Leonardo machado apresentação cna - campinas
Leonardo machado   apresentação cna - campinasLeonardo machado   apresentação cna - campinas
Leonardo machado apresentação cna - campinas
 
Apresentação luís rangel - Uso de neonicotinoides e pirazol no Brasil – situa...
Apresentação luís rangel - Uso de neonicotinoides e pirazol no Brasil – situa...Apresentação luís rangel - Uso de neonicotinoides e pirazol no Brasil – situa...
Apresentação luís rangel - Uso de neonicotinoides e pirazol no Brasil – situa...
 
Apresentação Nelson Paim - Sindag Aviação
Apresentação Nelson Paim - Sindag AviaçãoApresentação Nelson Paim - Sindag Aviação
Apresentação Nelson Paim - Sindag Aviação
 
Apresentação Cristiano Menezes - Criação massal de polinizadores
Apresentação Cristiano Menezes - Criação massal de polinizadoresApresentação Cristiano Menezes - Criação massal de polinizadores
Apresentação Cristiano Menezes - Criação massal de polinizadores
 
Apresentação Ulisses Antuniassi - UNESP
Apresentação Ulisses Antuniassi - UNESPApresentação Ulisses Antuniassi - UNESP
Apresentação Ulisses Antuniassi - UNESP
 
Apresentação samuel roggia embrapa
Apresentação samuel roggia   embrapaApresentação samuel roggia   embrapa
Apresentação samuel roggia embrapa
 

Mais de Oxya Agro e Biociências

Flyer eletrônico - simpdcana
Flyer eletrônico - simpdcanaFlyer eletrônico - simpdcana
Flyer eletrônico - simpdcana
Oxya Agro e Biociências
 
Segurança da informação - ISO 27001 - PRODESP
Segurança da informação - ISO 27001 - PRODESPSegurança da informação - ISO 27001 - PRODESP
Segurança da informação - ISO 27001 - PRODESP
Oxya Agro e Biociências
 
Apresentação do Projeto Colmeia Viva
Apresentação do Projeto Colmeia VivaApresentação do Projeto Colmeia Viva
Apresentação do Projeto Colmeia Viva
Oxya Agro e Biociências
 
Segurança no recebimento e guarda de documentos digitais
Segurança no recebimento e guarda de documentos digitaisSegurança no recebimento e guarda de documentos digitais
Segurança no recebimento e guarda de documentos digitais
Oxya Agro e Biociências
 
Sistema GEDAVE
Sistema GEDAVESistema GEDAVE
Sistema GEDAVE
Oxya Agro e Biociências
 
Apresentação de Resultados Harmonização da Fiscalização - SFAs
Apresentação de Resultados Harmonização da Fiscalização - SFAsApresentação de Resultados Harmonização da Fiscalização - SFAs
Apresentação de Resultados Harmonização da Fiscalização - SFAs
Oxya Agro e Biociências
 
Boas Práticas Regulatórias
Boas Práticas RegulatóriasBoas Práticas Regulatórias
Boas Práticas Regulatórias
Oxya Agro e Biociências
 
Boas Práticas Regulatórias: Análise de Impacto Regulatório
Boas Práticas Regulatórias: Análise de Impacto RegulatórioBoas Práticas Regulatórias: Análise de Impacto Regulatório
Boas Práticas Regulatórias: Análise de Impacto Regulatório
Oxya Agro e Biociências
 
Campanha contra defensivos agrícolas ilegais
Campanha contra defensivos agrícolas ilegaisCampanha contra defensivos agrícolas ilegais
Campanha contra defensivos agrícolas ilegais
Oxya Agro e Biociências
 
Impacto da adoção de tecnologias na agricultura brasileira
Impacto da adoção de tecnologias na agricultura brasileiraImpacto da adoção de tecnologias na agricultura brasileira
Impacto da adoção de tecnologias na agricultura brasileira
Oxya Agro e Biociências
 
Impacto econômico de pragas agrícolas no Brasil
Impacto econômico de pragas agrícolas no BrasilImpacto econômico de pragas agrícolas no Brasil
Impacto econômico de pragas agrícolas no Brasil
Oxya Agro e Biociências
 
Novas legislações e procedimentos na área de agrotóxicos e afins
Novas legislações e procedimentos na área de agrotóxicos e afinsNovas legislações e procedimentos na área de agrotóxicos e afins
Novas legislações e procedimentos na área de agrotóxicos e afins
Oxya Agro e Biociências
 
Novas Legislações e Procedimentos na área de Agrotóxicos
Novas Legislações e Procedimentos na área de AgrotóxicosNovas Legislações e Procedimentos na área de Agrotóxicos
Novas Legislações e Procedimentos na área de Agrotóxicos
Oxya Agro e Biociências
 
Novas legislações e procedimentos na área de agrotóxicos
Novas legislações e procedimentos na área de agrotóxicosNovas legislações e procedimentos na área de agrotóxicos
Novas legislações e procedimentos na área de agrotóxicos
Oxya Agro e Biociências
 
Gestão e Inovação, para quê?
Gestão e Inovação, para quê?Gestão e Inovação, para quê?
Gestão e Inovação, para quê?
Oxya Agro e Biociências
 
Programa Estadual de Análise Fiscais de Resíduos de Agrotóxicos em Alimentos ...
Programa Estadual de Análise Fiscais de Resíduos de Agrotóxicos em Alimentos ...Programa Estadual de Análise Fiscais de Resíduos de Agrotóxicos em Alimentos ...
Programa Estadual de Análise Fiscais de Resíduos de Agrotóxicos em Alimentos ...
Oxya Agro e Biociências
 
Gestão de Defesa Animal e Vegetal - GEDAVE
Gestão de Defesa Animal e Vegetal - GEDAVEGestão de Defesa Animal e Vegetal - GEDAVE
Gestão de Defesa Animal e Vegetal - GEDAVE
Oxya Agro e Biociências
 
Situação atual dos processos de reavaliação de agrotóxicos no Brasil - Área A...
Situação atual dos processos de reavaliação de agrotóxicos no Brasil - Área A...Situação atual dos processos de reavaliação de agrotóxicos no Brasil - Área A...
Situação atual dos processos de reavaliação de agrotóxicos no Brasil - Área A...
Oxya Agro e Biociências
 
Situação atual dos processos de reavaliação de agrotóxicos na Anvisa
Situação atual dos processos de reavaliação de agrotóxicos na AnvisaSituação atual dos processos de reavaliação de agrotóxicos na Anvisa
Situação atual dos processos de reavaliação de agrotóxicos na Anvisa
Oxya Agro e Biociências
 
Sistema de Fiscalização do Comércio de Agrotóxicos no Estado de Rondônia - SI...
Sistema de Fiscalização do Comércio de Agrotóxicos no Estado de Rondônia - SI...Sistema de Fiscalização do Comércio de Agrotóxicos no Estado de Rondônia - SI...
Sistema de Fiscalização do Comércio de Agrotóxicos no Estado de Rondônia - SI...
Oxya Agro e Biociências
 

Mais de Oxya Agro e Biociências (20)

Flyer eletrônico - simpdcana
Flyer eletrônico - simpdcanaFlyer eletrônico - simpdcana
Flyer eletrônico - simpdcana
 
Segurança da informação - ISO 27001 - PRODESP
Segurança da informação - ISO 27001 - PRODESPSegurança da informação - ISO 27001 - PRODESP
Segurança da informação - ISO 27001 - PRODESP
 
Apresentação do Projeto Colmeia Viva
Apresentação do Projeto Colmeia VivaApresentação do Projeto Colmeia Viva
Apresentação do Projeto Colmeia Viva
 
Segurança no recebimento e guarda de documentos digitais
Segurança no recebimento e guarda de documentos digitaisSegurança no recebimento e guarda de documentos digitais
Segurança no recebimento e guarda de documentos digitais
 
Sistema GEDAVE
Sistema GEDAVESistema GEDAVE
Sistema GEDAVE
 
Apresentação de Resultados Harmonização da Fiscalização - SFAs
Apresentação de Resultados Harmonização da Fiscalização - SFAsApresentação de Resultados Harmonização da Fiscalização - SFAs
Apresentação de Resultados Harmonização da Fiscalização - SFAs
 
Boas Práticas Regulatórias
Boas Práticas RegulatóriasBoas Práticas Regulatórias
Boas Práticas Regulatórias
 
Boas Práticas Regulatórias: Análise de Impacto Regulatório
Boas Práticas Regulatórias: Análise de Impacto RegulatórioBoas Práticas Regulatórias: Análise de Impacto Regulatório
Boas Práticas Regulatórias: Análise de Impacto Regulatório
 
Campanha contra defensivos agrícolas ilegais
Campanha contra defensivos agrícolas ilegaisCampanha contra defensivos agrícolas ilegais
Campanha contra defensivos agrícolas ilegais
 
Impacto da adoção de tecnologias na agricultura brasileira
Impacto da adoção de tecnologias na agricultura brasileiraImpacto da adoção de tecnologias na agricultura brasileira
Impacto da adoção de tecnologias na agricultura brasileira
 
Impacto econômico de pragas agrícolas no Brasil
Impacto econômico de pragas agrícolas no BrasilImpacto econômico de pragas agrícolas no Brasil
Impacto econômico de pragas agrícolas no Brasil
 
Novas legislações e procedimentos na área de agrotóxicos e afins
Novas legislações e procedimentos na área de agrotóxicos e afinsNovas legislações e procedimentos na área de agrotóxicos e afins
Novas legislações e procedimentos na área de agrotóxicos e afins
 
Novas Legislações e Procedimentos na área de Agrotóxicos
Novas Legislações e Procedimentos na área de AgrotóxicosNovas Legislações e Procedimentos na área de Agrotóxicos
Novas Legislações e Procedimentos na área de Agrotóxicos
 
Novas legislações e procedimentos na área de agrotóxicos
Novas legislações e procedimentos na área de agrotóxicosNovas legislações e procedimentos na área de agrotóxicos
Novas legislações e procedimentos na área de agrotóxicos
 
Gestão e Inovação, para quê?
Gestão e Inovação, para quê?Gestão e Inovação, para quê?
Gestão e Inovação, para quê?
 
Programa Estadual de Análise Fiscais de Resíduos de Agrotóxicos em Alimentos ...
Programa Estadual de Análise Fiscais de Resíduos de Agrotóxicos em Alimentos ...Programa Estadual de Análise Fiscais de Resíduos de Agrotóxicos em Alimentos ...
Programa Estadual de Análise Fiscais de Resíduos de Agrotóxicos em Alimentos ...
 
Gestão de Defesa Animal e Vegetal - GEDAVE
Gestão de Defesa Animal e Vegetal - GEDAVEGestão de Defesa Animal e Vegetal - GEDAVE
Gestão de Defesa Animal e Vegetal - GEDAVE
 
Situação atual dos processos de reavaliação de agrotóxicos no Brasil - Área A...
Situação atual dos processos de reavaliação de agrotóxicos no Brasil - Área A...Situação atual dos processos de reavaliação de agrotóxicos no Brasil - Área A...
Situação atual dos processos de reavaliação de agrotóxicos no Brasil - Área A...
 
Situação atual dos processos de reavaliação de agrotóxicos na Anvisa
Situação atual dos processos de reavaliação de agrotóxicos na AnvisaSituação atual dos processos de reavaliação de agrotóxicos na Anvisa
Situação atual dos processos de reavaliação de agrotóxicos na Anvisa
 
Sistema de Fiscalização do Comércio de Agrotóxicos no Estado de Rondônia - SI...
Sistema de Fiscalização do Comércio de Agrotóxicos no Estado de Rondônia - SI...Sistema de Fiscalização do Comércio de Agrotóxicos no Estado de Rondônia - SI...
Sistema de Fiscalização do Comércio de Agrotóxicos no Estado de Rondônia - SI...
 

Apresentação Leandro Bortoluz - Proterra

  • 2. Produção mundial de maçãs, 2000-2011 Pais 2000 2002 2004 2006 2008 2010 China 20.437.065 19.250.634 23.681.967 26.064.930 29.851.163 33.265.186 35.987.221 EUA 4.681.980 3.866.444 4.735.776 4.568.630 4.358.710 4.212.330 4.272.840 Turquia 2.400.000 2.200.000 2.100.000 2.002.033 2.504.490 2.600.000 2.680.080 Itália 2.232.100 2.199.219 2.136.226 2.130.980 2.208.227 2.204.970 2.411.200 Índia 1.050.000 1.160.000 1.521.600 1.755.700 1.985.000 2.163.400 2.891.000 Polônia 1.450.376 2.167.518 2.521.514 2.304.892 2.830.870 1.858.970 2.493.080 França 2.156.900 2.432.228 2.203.653 2.080.920 1.940.200 1.711.230 1.858.880 Irã 2.141.655 2.334.000 2.178.645 2.700.000 2.718.775 1.662.430 1.651.840 Brasil 1.153.269 857.388 980.203 863.019 1.124.155 1.275.850 1.339.000 Chile 805.000 1.150.000 1.300.000 1.380.000 1.370.000 1.100.000 1.169.090 Rússia 1.832.000 1.950.000 2.023.000 1.619.000 1.467.000 986.000 1.200.000 Ucrânia 813.780 694.822 690.886 650.384 687.500 897.000 954.100 Argentina 833.322 1.156.830 1.262.440 1.280.000 1.300.000 850.600 1.115.950 Alemanha 3.136.800 1.471.100 979.730 947.611 1.046.995 834.960 898.448 Japão 799.600 925.800 754.600 831.800 840.100 798.200 655.300 Coréia do Norte 650.000 660.000 665.000 665.000 635.000 752.300 806.718 África do Sul 573.966 591.432 765.359 639.763 770.741 740.459 781.124 Espanha 648.200 522.300 716.900 536.500 719.300 596.000 670.566 Hungria 694.586 526.865 700.391 537.345 568.600 496.916 292.810 Subtotal (20') 48.490.599 46.116.580 51.917.890 53.558.507 58.926.826 59.006.801 64.129.247 Resto do Mundo 10.569.184 9.809.954 10.789.568 10.798.782 10.892.498 10.562.811 11.506.036 Total 59.059.783 55.926.534 62.707.458 64.357.289 69.819.324 69.569.612 75.635.283 Fonte dos dados brutos: FAOSTAT 2011
  • 4. MAÇÃ - Área Plantada 1987-2012 ANO 1987/88 1988/89 1989/90 1990/91 1991/92 1992/93 1993/94 1994/95 1995/96 1996/97 1997/98 1998/99 1999/00 2000/01 2001/02 2002/03 2003/04 2004/05 2005/06 2006/07 2008/09 2009/10 2010/11 2011/12 SC 12.223,00 12.803,00 13.306,00 13.483,00 13.634,00 14.000,00 14.000,00 14.245,00 15.176,00 14.528,00 14.861,00 15.034,00 15.814,00 15.377,00 15.907,00 16.348,00 16.838,30 17.987,70 20.400,00 20.930,55 21.232,13 21.736,20 18.414,00 19.060,00 Fonte: ABPM-IBGE RS 5.450,00 6.240,00 7.911,00 7.994,00 8.490,00 8.800,00 8.938,00 9.410,00 9.858,00 10.772,00 10.772,00 11.443,00 11.582,00 13.703,00 13.639,00 13.352,00 13.181,96 13.776,62 13.886,20 14.372,00 14.993,87 14.917,80 17.660,00 17.872,00 PR 3.000,00 2.678,00 2.935,00 2.850,00 2.500,00 1.433,00 2.278,00 1.961,00 1.918,00 2.196,00 2.196,00 2.196,00 1.469,00 1.586,00 1.717,00 1.603,00 1.694,00 1.922,50 1.931,10 2.000,00 2.000,00 2.000,00 2.100,00 1.800,00 Outros 1.400,00 1.056,00 1.000,00 1.000,00 1.000,00 1.000,00 1.000,00 620,00 620,00 620,00 540,00 540,00 363,00 340,00 224,00 185,00 200,00 250,00 400,00 500,00 500,00 500,00 151,00 151,00 BRASIL 22.073,00 22.777,00 25.152,00 25.327,00 25.624,00 25.233,00 26.216,00 26.236,00 27.572,00 28.116,00 28.369,00 29.213,00 29.228,00 31.006,00 31.487,00 31.516,00 31.914,26 33.936,82 36.617,30 37.802,55 38.726,00 39.154,00 38.325,00 38.883,00
  • 5. PRODUÇÃO DÉCADAS (Mil t) 1,239 906 13 183 520 70 80 90 00-09 Décadas Fonte: ABPM e IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística 10-12
  • 6. DIRECIONAMENTO DA OFERTA (1.000 t) Produção Indústria Exportação Oferta Fresca Interna Importação Oferta Fresca Total Evolução 2009 1.053 250 98 704 61 766 100 2010 1.226 283 91 853 77 929 121 2011 1.250 375 50 825 97 922 120 2012 1.184 296 72 816 58 874 114 Fonte: ABPM; IBGE; Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior. 2013 1.049 210 90 749 58 807 105
  • 7. NÚMEROS EMPREGOS TOTAL Diretos 58.000 Indiretos 116.000 174.000 O Segmento da Maçã proporciona em média 1,5 emprego direto por ha.
  • 8. A maçã tem flores onde seu estigma é mais alto que as anteras e por isso necessita de polinização cruzada. Segundo Benedek( 1985) a cultura da maçã é altamente dependente das abelhas e seu papel como polinizador pode aumentar a produtividade dos pomares em até 90% Simidchiev( 1978) mostrou que as abelhas contituiam de 92% a 99% dos insetos que visitavam as flores de maçã e pêra.
  • 9. São recomendados 3 a 5 colmeias por hectare. Considera-se que colmeias fortes tem ao redor de 50000 abelhas e pode-se medir isto considerando quando se tem uma movimentação de 100 abelhas por minuto. Com o uso da PIM os impactos do uso indiscriminado de defensivos que afetam os insetos polinizadores teve uma grande redução
  • 10. Precisamos de estudos que evidenciem o efeito de cada fungicida, inseticida,herbicida , reguladores de crescimento e outros produtos que possam interferir no desenvolvimento de insetos polinizadores Precisamos saber qual é o efeito de repelencia, mortalidade em adultos, larvas, ovos, capacidade reprodutiva, etc.. Precisamos ter produtos seguros que nos permitam usá-los durante o periodo de florada sem afetar as abelhas
  • 11. Visitação das flores Polén e Néctar Abelhas Contaminação Polén Tamanho e Qualidade da Familia
  • 12.
  • 13.
  • 14.
  • 15.
  • 16.
  • 17. Convivência harmoniosa das abelhas dentro do pomar
  • 18.
  • 19.
  • 20.
  • 21. Polinização com telas antigranizo
  • 22. Precisamos ter foco no futuro • Identificar os obstáculos antes eles que nos atinjam.
  • 24. Eng. Agr.Leandro Bortoluz Presidente da Agapomi Diretor Técnico da ABPM Consultor da Proterra lebortoluz@proterra.agr.br +555432321353 +555499740999 Muito Obrigado Perguntas??