SlideShare uma empresa Scribd logo
ENFISA · 5 de abril de 2017
CAMPANHA CONTRA
DEFENSIVOS AGRÍCOLAS
ILEGAIS
QUEM SOMOS
SINDICATO NACIONAL DA INDÚSTRIA DE PRODUTOS PARA DEFESA VEGETAL
Fundado em 15 de maio de 1941
36 empresas associadas
Representa 97,3% do Setor de Defensivos Agrícolas no Brasil
REPRESENTATIVIDADE
Adama
Alta
Arysta
Albaugh
BASF
Bayer CropScience
Bequisa
CCAB
Cross link
Dow AgroSciences
Dupont do brasil
FMC
HELM
Ihara
Isagro
ISK Biosciences
Lamberti
Luxembourg
Mitsui Chemicals
Monsanto
Nichino
Nisso
Nufarm
Ourofino Agrociência
Oxiquímica Agrociência
Oxiteno
Oxon
Rotam
Sapec Agro
Sinon
Sipcam Nichino
Stoller
Sumitomo
Syngenta
Taminco
UPL
EMPRESAS ASSOCIADAS
ÁREAS DE ATUAÇÃO
Assuntos Regulatórios
Assuntos Econômicos
Negociações de Acordos Internacionais de Comércio
Combate a Produtos Ilegais
Comunicação
Educação/Stewardship
Relações Institucionais
COMITÊS E GRUPOS
DE TRABALHO
BOAS PRÁTICAS
PROJETO COLMEIA VIVA
O Projeto Colmeia Viva é uma realização do setor de defensivos agrícolas que tem como objetivo incentivar o
diálogo e a relação entre agricultores e apicultores, valorizando sempre:
A proteção racional dos cultivos
O serviço de polinização realizado por abelhas
A proteção das abelhas e do meio ambiente
O respeito à apicultura
PROPÓSITO
Criar uma relação mais produtiva entre agricultura e apicultura, além de proteger as abelhas, com a
introdução de um produto com essa finalidade.
MISSÃO
Promover o uso correto de defensivos agrícolas na agricultura brasileira para proteger os cultivos e contribuir
na garantia do direito básico de alimentação das pessoas, respeitando a apicultura o meio ambiente.
BANDEIRAS
1
Relação mais
produtiva entre
agricultura e
apicultura
2
A abelha no
âmbito da
agricultura, do
defensivo agrícola
e da
biodiversidade
3
Complementariedade
entre a tecnologia de
defesa agrícola e
a polinização
realizada pelas
abelhas
4 Conscientização
da cadeia
produtiva da
importância da
integração
agricultura-
apicultura
5 Transparência e
proatividade na
relação com o
governo em prol do
uso correto de
defensivos agrícolas
e de proteção das
abelhas
MAPEAMENTO DE ABELHAS PARTICIPATIVO
OBJETIVO
Dar origem a um plano nacional de boas práticas entre agricultura e apicultura, por meio do
esclarecimento dos fatores que interferem na perda de colmeias no estado de São Paulo.
O sucesso dessa iniciativa de pesquisa depende da participação ativa dos agricultores, apicultores
e suas associações, contatando o número 0800 771 8000.
PARTICIPAÇÃO
UNESP
UFSCar
1
CAS - CERTIFICAÇÃO AEROAGRÍCOLA SUSTENTÁVEL
Programa voluntário de certificação para aplicadores aéreos.
OBJETIVOS
Incentivar a capacitação e qualificação de empresas de aviação agrícola e de operadores aeroagrícolas privados
Aumentar a responsabilidade ambiental nas aplicações através do controle dos fatores que levam a uma
pulverização eficaz de defensivos agrícolas
GESTÃO
FEPAF – Fundação de Estudos e Pesquisas Agrícolas e Florestais
UNESP-Botucatu – Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho"
UFLA – Universidade Federal de Lavras
UFU – Universidade Federal de Uberlândia
APOIO INSTITUCIONAL
Sindiveg – Sindicato Nacional da Indústria de Produtos para Defesa Vegetal
Sindag – Sindicato Nacional das Empresas de Aviação Agrícola
NÍVEIS DE CERTIFICAÇÃO
A certificação é dividida em três níveis:
Nível I: Certificação legal da operação
Envio das documentações da empresa, pilotos, aeronaves e responsáveis,
além de registros da Anac, Mapa, órgãos estaduais e órgãos municipais
Nível II: Certificação da qualificação tecnológica da empresa
Realização do curso: “Qualidade técnica e responsabilidade ambiental na
aplicação aérea”
Nível III: Certificação da conformidade de equipamentos, instalações e
procedimentos
Auditoria e certificação de equipamentos, instalações e procedimentos
AGROTOXLINE®
OBJETIVO
Reconhecer as respostas aos principais questionamentos relacionados à exposição aos defensivos agrícolas,
visando melhor direcionamento de ações para minimização de riscos.
Através de um software, é possível acompanhar todos os casos de intoxicação e criar um banco de dados a
partir das respostas aos seguintes questionamentos:
Se o agroquímico é registrado no Brasil para uso na agricultura
Se foi utilizado em culturas autorizadas pelo registro ou para outro fim que não o uso agrícola
Qual cidade e/ou estado em questão
Em qual circunstância ocorreu a exposição
Qual população mais afetada
Quais os sintomas e se houve atendimento médico
Como o caso foi finalizado
Realizado pela Toxiclin e apoiado pelo Sindiveg.
OBJETIVO
Profissionalizar agentes multiplicadores para que desenvolvam suas próprias técnicas de treinamento, com
objetivo de estender seus conhecimentos aos agricultores, evitando danos causados pelas aplicações e uso
incorreto de defensivos agrícolas.
PÚBLICO-ALVO
Engenheiros agrônomos
Técnicos agrícolas
Representantes de órgãos fiscalizadores
Demais profissionais que atuam levando conhecimento e qualificando aplicadores em todo o Brasil.
METAS
400 multiplicadores treinados por ano = 96.000 agricultores treinados anualmente
Lançamento de um aplicativo para inclusão de informações dos treinamentos realizados pelos agentes
multiplicadores.
REALIZAÇÃO
Instituto Agronômico de Campinas (IAC)
UNIDADE DE REFERÊNCIA
Criado em 2001, o Inpev – Instituto Nacional de Processamento de Embalagens Vazias –, é uma entidade
voltada a promover a correta destinação das embalagens vazias de defensivos agrícolas em todo o Brasil.
É responsável pela gestão do Sistema Campo Limpo, do qual fazem parte:
Mais de 90 empresas fabricantes de defensivos agrícolas
Cerca de 260 associações de distribuidores e cooperativas brasileiras
9 parceiros recicladores e 5 incineradores
O sistema reúne mais de 400 unidades de recebimento entre centrais e postos,
e está presente em 25 Estados e no Distrito Federal
SISTEMA CAMPO LIMPO
Embalagens recebidas (desde 2002)
Destinação
OBJETIVO
Diminuir o contrabando e alertar os produtores rurais de que a aplicação de produtos não registrados no Brasil é
crime. Os delitos de contrabando e falsificação são enquadrados na Lei de Crimes Ambientais e na Lei dos
Agrotóxicos.
INICIATIVAS
Disque-Denúncia (DD)
Criado para dar suporte às ações das autoridades brasileiras
O número é 0800-940-7030
A ligação é gratuita e anônima
Curso Combatendo Agrotóxicos Ilegais
Reúne todas as informações pertinentes ao assunto
CAMPANHA CONTRA DEFENSIVOS AGRÍCOLAS ILEGAIS
PRINCIPAIS NÚMEROS
DADOS TOTAL 2001/2016
APREENSÕES 654t
SUSPEITOS DETIDOS 1.193 PESSOAS
INCINERAÇÕES MAIS DE 550t
CUSTO DE US$ 2,7 MILHÕES
CONDENAÇÕES 53 PESSOAS
CULTURAS ÁREAS (ha) PRODUÇÃO (Kg)
SOJA 2.870.107 7.539.771.089
TRIGO 2.325.246 4.855.552.128
MILHO 356.879 1.265.136.055
ARROZ 142.060 617.108.640
ALGODÃO 178.369 646.230.887
BATATA 54 1.350.000
FEIJÃO 250 209.500
TOTAL 5.873.185 14.925.358.299
Resumo da campanha
Áreas que deixaram de ser tratadas com
defensivos ilegais e produção estimada (2016)
Fomento ao crime organizado
Fomento ao tráfico de drogas
Incentivo ao tráfico de armas
Implica em danos ao meio ambiente
Ameaça a nossa segurança alimentar
Implica em riscos à saúde
Lesa o consumidor
Incentiva à corrupção e o desrespeito à lei
Implica em danos ao mercado de trabalho
Lesa o Fisco, dimuinui arrecadação (aprox. US$ 1bi)
Implica na perda substancial de investimento, inclusive o estrangeiro
Implica em dificuldades para exportações
PRINCIPAIS RISCOS PARA O BRASIL
PROBLEMA #1: CONTRABANDO
Certificate of Export Pesticide
Release Notification
ICAMA – CHINA
DOCUMENTAÇÃO DE EXPORTAÇÃO – CHINA
Nos últimos 2 anos e meio, houve mais de 161 casos de
falsificação. Quase todas as marcas foram afetadas.
Autoridades identificaram falsificadores em 15 dos 27
Estados brasileiros, com estrutura de distribuição cobrindo
todas as regiões do País.
É de conhecimento público que mais de 500 toneladas de
produtos falsificados foram apreendidos, mais de 60
indivíduos presos e 30 laboratórios fechados.
Exemplo – Operação Lavoura Limpa: criminosos
movimentavam milhões por ano.
PROBLEMA #2: FALSIFICAÇÃO
Princípio Ativo Grupo Químico Função
Acetamiprido Neonicotinóide inseticida
Azoxistrobina Estrobilurina Fungicida
Benzoato de emamectina avermectina Inseticida
Bifentrina piretróide Acaricida, formicida e inseticida
Carbendazim benzimidazol Fungicida
Cimoxanil Acetamida Fungicida
Cipermetrinas piretróide Formicida e inseticida
Clorantraniliprole Antranilamida Inseticida
Clotianidina Neonicotinóide Inseticida
Cresoxim metílico Estrobilurina Fungicida
Difenoconazol triazol Fungicida
Fipronil pirazol
Cupinicida, formicida e
inseticida
Hexaconazol triazol Fungicida
Hexaflumurom Benzoiluréia regulador de crescimento
Imidacloprido Neonicotinóide Inseticida
Lambda-cialotrina piretróide Inseticida
Lufenuron uréia Acaricida e inseticida
Metalaxil anilida Fungicida
Metomil Metilcarbamato Acaricida e inseticida
Metribuzim Triazinona Herbicida
Pirimetanil anilinopirimidina Fungicida
Procloraz carboxamida Fungicida
Tebuconazol triazol Fungicida
Tiametoxam Neonicotinóide Inseticida
Tiofanato metílico Benzimidazol Fungicida
Produtos contrabandeados
e falsificados
OPERAÇÕES DAS AUTORIDADES
BRASILEIRAS
OPERAÇÃO “POISON CACHÈ”
Desencadeada pela Polícia Federal sob o
comando da Delemaph de Goiânia
500kg de produtos contrabandeados
apreendidos
14 suspeitos detidos, que continuam
presos
Também eram feitas falsificações de
defensivos agrícolas, inclusive com uso
de raticida
OPERAÇÃO “CERES”
Operação integrada entre Ibama e Polícia
Federal, realizada na região de Bagé (RS)
12 propriedades rurais autuadas
180 hectares de lavouras interditados
800kg de produtos apreendidos
R$720 mil em multas aplicadas
Na ocasião, foram coletadas amostras das
lavouras vistoriadas e encaminhadas ao
laboratório da Universidade de Santa Maria.
Se detectados produtos proíbidos, as lavouras
poderão ser destruídas.
OPERAÇÃO “LAVOURA LIMPA”
Realizada pela Polícia Civil de Franca/SP
Denuncia às autoridades
Entendimento do produto falso x verdadeiro
Identificação de crime de formação de
quadrilha, lavagem de dinheiro, falsificação e
sonegação fiscal.
27 pessoas julgadas pela Justiça paulista em
primeira instância já foram condenadas
Produtos falsificados
Produtos falsificados
Produtos falsificados
Marca Identificação da embalagem Imagem Quantidade SubTotal
BASF
Produto não identificado 1 100
Nomolt 150 2 1.500
Nomolt 150 3 1.500
Regent 800WG 6 Kilos e Fox 5 Litros 4 200
Comet 5 Litros 5 3.000
Regent 800WG 6 Kilos 6 1.500
Regent 800WG 6 Kilos 7 5.000
Produto não identificado 8 200
Produto não identificado 9 500 14.100
Produto não identificado 10 500
Embalagem Plástica de 1 Litro 11 100
BAYER
Nativo 12 6.000
Fox 13 4.000
Fox 5 Litros e Regent 800WG 6 Kilos 14 200
Caixa embalagem de Fox 15 150 10.350
DUPONT
Premio 1 Litro 16 1.000
Premio 17 1.000
Premio 18 500
Lacre para embalagem tipo garrafa 19 100 3.850
Produto não identificado 20 1.200
Produto não identificado 21 50
FMC Caixa embalagem – Musttang 350 EC 22 180 180
SYNGENTA
Engeo Pleno 20 Litros 23 10.000
Engeo Pleno 5 Litros 24 1.000
Score 1 Litro 25 3.000
Engeo Pleno 20 Litros 26 1.500
Priori Xtra 5 Litros 27 1.000
Priori 5 Litros 28 1.000
Mertin 400 29 3.000
Priori Xtra 20 Litros 30 3.000
Priori Xtra 31 800 25.500
Caixa embalagem Elatus 5 Kilos 32 1.000
Elatus 1 Kilo 33 200
TOTAL 53.980
Produtos falsificados
Silvia Fagnani
sindiveg@sindiveg.org.br
www.sindiveg.org.br
OBRIGADA!

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Apresentação Silvia Ligabó - Atuação da indústria de defensivos agrícolas
Apresentação Silvia Ligabó -  Atuação da indústria de defensivos agrícolasApresentação Silvia Ligabó -  Atuação da indústria de defensivos agrícolas
Apresentação Silvia Ligabó - Atuação da indústria de defensivos agrícolas
Oxya Agro e Biociências
 
Apresentação do agronegócio brasileiro senadora Kátia Abreu - português 05.08...
Apresentação do agronegócio brasileiro senadora Kátia Abreu - português 05.08...Apresentação do agronegócio brasileiro senadora Kátia Abreu - português 05.08...
Apresentação do agronegócio brasileiro senadora Kátia Abreu - português 05.08...
Juliano Hoffmann
 
Moscas-das-frutas (Diptera: Tephritidae) de importância econômica no Vale do ...
Moscas-das-frutas (Diptera: Tephritidae) de importância econômica no Vale do ...Moscas-das-frutas (Diptera: Tephritidae) de importância econômica no Vale do ...
Moscas-das-frutas (Diptera: Tephritidae) de importância econômica no Vale do ...
Oxya Agro e Biociências
 
Helicoverpa sp. - Ocorrências, Cenários e Estratégias de Manejo
Helicoverpa sp. - Ocorrências, Cenários e Estratégias de Manejo Helicoverpa sp. - Ocorrências, Cenários e Estratégias de Manejo
Helicoverpa sp. - Ocorrências, Cenários e Estratégias de Manejo
Oxya Agro e Biociências
 
Apresentacao soja plus_mateus
Apresentacao soja plus_mateusApresentacao soja plus_mateus
Apresentacao soja plus_mateus
equipeagroplus
 
28. sustentabilidade da soja brasileira ufv
28. sustentabilidade da soja brasileira ufv28. sustentabilidade da soja brasileira ufv
28. sustentabilidade da soja brasileira ufv
equipeagroplus
 
Apresentação soja plus_willianpinto
Apresentação soja plus_willianpintoApresentação soja plus_willianpinto
Apresentação soja plus_willianpinto
equipeagroplus
 
Palestra - A reconstrução do agronegócio do Brasil - Roberto Rodrigues
Palestra - A reconstrução do agronegócio do Brasil - Roberto RodriguesPalestra - A reconstrução do agronegócio do Brasil - Roberto Rodrigues
Palestra - A reconstrução do agronegócio do Brasil - Roberto Rodrigues
24x7 COMUNICAÇÃO
 
Minas Pecuária
Minas PecuáriaMinas Pecuária
Minas Pecuária
Leonardo Gravina
 
Julio Britto - Ações e Políticas Públicas
Julio Britto - Ações e Políticas PúblicasJulio Britto - Ações e Políticas Públicas
Julio Britto - Ações e Políticas Públicas
ApiculturaeAgricultura
 
Políticas Públicas que Impactam o Agronegócio
Políticas Públicas que Impactam o AgronegócioPolíticas Públicas que Impactam o Agronegócio
Políticas Públicas que Impactam o Agronegócio
ANCP Ribeirão Preto
 
Produtor rural de pequeno porte tem assistência permanente do Estado
Produtor rural de pequeno porte tem assistência permanente do EstadoProdutor rural de pequeno porte tem assistência permanente do Estado
Produtor rural de pequeno porte tem assistência permanente do Estado
Agricultura Sao Paulo
 
"Sustentabilidade na Cadeia da Soja Brasileira"
"Sustentabilidade na Cadeia da Soja Brasileira""Sustentabilidade na Cadeia da Soja Brasileira"
"Sustentabilidade na Cadeia da Soja Brasileira"
UNDP Policy Centre
 
SojaPlusMG_ApresentaçãoDoPrograma_Florestal
SojaPlusMG_ApresentaçãoDoPrograma_FlorestalSojaPlusMG_ApresentaçãoDoPrograma_Florestal
SojaPlusMG_ApresentaçãoDoPrograma_Florestal
equipeagroplus
 
La Conab y su rol en el desarrollo agropecuario y el abastecimiento alimentar...
La Conab y su rol en el desarrollo agropecuario y el abastecimiento alimentar...La Conab y su rol en el desarrollo agropecuario y el abastecimiento alimentar...
La Conab y su rol en el desarrollo agropecuario y el abastecimiento alimentar...
FAO
 
Banco do Brasil - Crédito Rural
Banco do Brasil - Crédito RuralBanco do Brasil - Crédito Rural
Banco do Brasil - Crédito Rural
equipeagroplus
 
Agua para a Agricultura no Brasil. AIBA Zanella
Agua para a Agricultura no Brasil. AIBA ZanellaAgua para a Agricultura no Brasil. AIBA Zanella
Agua para a Agricultura no Brasil. AIBA Zanella
equipeagroplus
 
Apresentação_ABIOVE_BernardoPires
Apresentação_ABIOVE_BernardoPiresApresentação_ABIOVE_BernardoPires
Apresentação_ABIOVE_BernardoPires
equipeagroplus
 

Mais procurados (18)

Apresentação Silvia Ligabó - Atuação da indústria de defensivos agrícolas
Apresentação Silvia Ligabó -  Atuação da indústria de defensivos agrícolasApresentação Silvia Ligabó -  Atuação da indústria de defensivos agrícolas
Apresentação Silvia Ligabó - Atuação da indústria de defensivos agrícolas
 
Apresentação do agronegócio brasileiro senadora Kátia Abreu - português 05.08...
Apresentação do agronegócio brasileiro senadora Kátia Abreu - português 05.08...Apresentação do agronegócio brasileiro senadora Kátia Abreu - português 05.08...
Apresentação do agronegócio brasileiro senadora Kátia Abreu - português 05.08...
 
Moscas-das-frutas (Diptera: Tephritidae) de importância econômica no Vale do ...
Moscas-das-frutas (Diptera: Tephritidae) de importância econômica no Vale do ...Moscas-das-frutas (Diptera: Tephritidae) de importância econômica no Vale do ...
Moscas-das-frutas (Diptera: Tephritidae) de importância econômica no Vale do ...
 
Helicoverpa sp. - Ocorrências, Cenários e Estratégias de Manejo
Helicoverpa sp. - Ocorrências, Cenários e Estratégias de Manejo Helicoverpa sp. - Ocorrências, Cenários e Estratégias de Manejo
Helicoverpa sp. - Ocorrências, Cenários e Estratégias de Manejo
 
Apresentacao soja plus_mateus
Apresentacao soja plus_mateusApresentacao soja plus_mateus
Apresentacao soja plus_mateus
 
28. sustentabilidade da soja brasileira ufv
28. sustentabilidade da soja brasileira ufv28. sustentabilidade da soja brasileira ufv
28. sustentabilidade da soja brasileira ufv
 
Apresentação soja plus_willianpinto
Apresentação soja plus_willianpintoApresentação soja plus_willianpinto
Apresentação soja plus_willianpinto
 
Palestra - A reconstrução do agronegócio do Brasil - Roberto Rodrigues
Palestra - A reconstrução do agronegócio do Brasil - Roberto RodriguesPalestra - A reconstrução do agronegócio do Brasil - Roberto Rodrigues
Palestra - A reconstrução do agronegócio do Brasil - Roberto Rodrigues
 
Minas Pecuária
Minas PecuáriaMinas Pecuária
Minas Pecuária
 
Julio Britto - Ações e Políticas Públicas
Julio Britto - Ações e Políticas PúblicasJulio Britto - Ações e Políticas Públicas
Julio Britto - Ações e Políticas Públicas
 
Políticas Públicas que Impactam o Agronegócio
Políticas Públicas que Impactam o AgronegócioPolíticas Públicas que Impactam o Agronegócio
Políticas Públicas que Impactam o Agronegócio
 
Produtor rural de pequeno porte tem assistência permanente do Estado
Produtor rural de pequeno porte tem assistência permanente do EstadoProdutor rural de pequeno porte tem assistência permanente do Estado
Produtor rural de pequeno porte tem assistência permanente do Estado
 
"Sustentabilidade na Cadeia da Soja Brasileira"
"Sustentabilidade na Cadeia da Soja Brasileira""Sustentabilidade na Cadeia da Soja Brasileira"
"Sustentabilidade na Cadeia da Soja Brasileira"
 
SojaPlusMG_ApresentaçãoDoPrograma_Florestal
SojaPlusMG_ApresentaçãoDoPrograma_FlorestalSojaPlusMG_ApresentaçãoDoPrograma_Florestal
SojaPlusMG_ApresentaçãoDoPrograma_Florestal
 
La Conab y su rol en el desarrollo agropecuario y el abastecimiento alimentar...
La Conab y su rol en el desarrollo agropecuario y el abastecimiento alimentar...La Conab y su rol en el desarrollo agropecuario y el abastecimiento alimentar...
La Conab y su rol en el desarrollo agropecuario y el abastecimiento alimentar...
 
Banco do Brasil - Crédito Rural
Banco do Brasil - Crédito RuralBanco do Brasil - Crédito Rural
Banco do Brasil - Crédito Rural
 
Agua para a Agricultura no Brasil. AIBA Zanella
Agua para a Agricultura no Brasil. AIBA ZanellaAgua para a Agricultura no Brasil. AIBA Zanella
Agua para a Agricultura no Brasil. AIBA Zanella
 
Apresentação_ABIOVE_BernardoPires
Apresentação_ABIOVE_BernardoPiresApresentação_ABIOVE_BernardoPires
Apresentação_ABIOVE_BernardoPires
 

Semelhante a Campanha contra defensivos agrícolas ilegais

Anuário abrasem 2014
Anuário abrasem 2014Anuário abrasem 2014
Anuário abrasem 2014
Dalber Silva
 
Forum inovacao saudeanimal
Forum inovacao saudeanimalForum inovacao saudeanimal
Forum inovacao saudeanimal
Renato Villela
 
treinamento agrotoxicos 02.pptx
treinamento agrotoxicos 02.pptxtreinamento agrotoxicos 02.pptx
treinamento agrotoxicos 02.pptx
RudineiTecSeguranado
 
III WSF, Campinas – Ériko Tadashi Sedoguchi - Medidas legislativas federais p...
III WSF, Campinas – Ériko Tadashi Sedoguchi - Medidas legislativas federais p...III WSF, Campinas – Ériko Tadashi Sedoguchi - Medidas legislativas federais p...
III WSF, Campinas – Ériko Tadashi Sedoguchi - Medidas legislativas federais p...
Oxya Agro e Biociências
 
III WSF, Campinas – Euclides de lima Moraes Filho - AÇÕES OFICIAIS DE CONTRO...
III WSF, Campinas –  Euclides de lima Moraes Filho - AÇÕES OFICIAIS DE CONTRO...III WSF, Campinas –  Euclides de lima Moraes Filho - AÇÕES OFICIAIS DE CONTRO...
III WSF, Campinas – Euclides de lima Moraes Filho - AÇÕES OFICIAIS DE CONTRO...
Oxya Agro e Biociências
 
Ata da reunião sobre agrotóxico na sesa
Ata da reunião sobre agrotóxico na sesaAta da reunião sobre agrotóxico na sesa
Ata da reunião sobre agrotóxico na sesa
Moysés Galvão Veiga
 
A nova política fitossanitária para Brasil
A nova política fitossanitária para  BrasilA nova política fitossanitária para  Brasil
A nova política fitossanitária para Brasil
Oxya Agro e Biociências
 
V WSF, Juazeiro - Ricardo Sassi - Seguro Sanitário
V WSF, Juazeiro - Ricardo Sassi - Seguro SanitárioV WSF, Juazeiro - Ricardo Sassi - Seguro Sanitário
V WSF, Juazeiro - Ricardo Sassi - Seguro Sanitário
Oxya Agro e Biociências
 
Apresentação de propostas para reduzir impacto do uso de agrotóxicos realizad...
Apresentação de propostas para reduzir impacto do uso de agrotóxicos realizad...Apresentação de propostas para reduzir impacto do uso de agrotóxicos realizad...
Apresentação de propostas para reduzir impacto do uso de agrotóxicos realizad...
Ministério Público de Santa Catarina
 
Os Desafios Socioambientais para o Agro Sustentável
Os Desafios Socioambientais para o Agro SustentávelOs Desafios Socioambientais para o Agro Sustentável
Os Desafios Socioambientais para o Agro Sustentável
AgriculturaSustentavel
 
Ivaldo sala apresentação vale são francisco 12-08-2014
Ivaldo sala apresentação vale são francisco 12-08-2014Ivaldo sala apresentação vale são francisco 12-08-2014
Ivaldo sala apresentação vale são francisco 12-08-2014
Oxya Agro e Biociências
 
Andef manual boas_praticas_aplicacao_web
Andef manual boas_praticas_aplicacao_webAndef manual boas_praticas_aplicacao_web
Andef manual boas_praticas_aplicacao_web
Edwardi Steidle Neto
 
Aplicações das radiações à Agroindústria - Conteúdo vinculado ao blog ht...
Aplicações das radiações à Agroindústria - Conteúdo vinculado ao blog      ht...Aplicações das radiações à Agroindústria - Conteúdo vinculado ao blog      ht...
Aplicações das radiações à Agroindústria - Conteúdo vinculado ao blog ht...
Rodrigo Penna
 
A PRODUÇÃO TECNOLÓGICA DE BIOPESTICIDAS PELAS INSTITUIÇÕES DE ENSINO E PESQUI...
A PRODUÇÃO TECNOLÓGICA DE BIOPESTICIDAS PELAS INSTITUIÇÕES DE ENSINO E PESQUI...A PRODUÇÃO TECNOLÓGICA DE BIOPESTICIDAS PELAS INSTITUIÇÕES DE ENSINO E PESQUI...
A PRODUÇÃO TECNOLÓGICA DE BIOPESTICIDAS PELAS INSTITUIÇÕES DE ENSINO E PESQUI...
VI EBBC - Encontro Brasileiro de Bibliometria e Cientometria
 
Manual-do-PNCEBT-Original.pdf
Manual-do-PNCEBT-Original.pdfManual-do-PNCEBT-Original.pdf
Manual-do-PNCEBT-Original.pdf
Alexandrefelau1
 
Edição 9-informapet-final-copia
Edição 9-informapet-final-copiaEdição 9-informapet-final-copia
Edição 9-informapet-final-copia
Petianos Alimentos Londrina
 
Thales Fermandes - Como as políticas agrícolas podem promover a qualidade e ...
Thales Fermandes - Como as políticas agrícolas podem promover a qualidade e  ...Thales Fermandes - Como as políticas agrícolas podem promover a qualidade e  ...
Thales Fermandes - Como as políticas agrícolas podem promover a qualidade e ...
Oxya Agro e Biociências
 
Enfisa 2015 - Assistência Técnica e Extensão Rural - impacto sobre o uso adeq...
Enfisa 2015 - Assistência Técnica e Extensão Rural - impacto sobre o uso adeq...Enfisa 2015 - Assistência Técnica e Extensão Rural - impacto sobre o uso adeq...
Enfisa 2015 - Assistência Técnica e Extensão Rural - impacto sobre o uso adeq...
Oxya Agro e Biociências
 
José guilherme tollstadius leal
José guilherme tollstadius lealJosé guilherme tollstadius leal
José guilherme tollstadius leal
Boas Práticas Agrícolas
 
José Guilherme Tollstadius Leal - “Boas Práticas Agropecuárias no Brasil” - B...
José Guilherme Tollstadius Leal - “Boas Práticas Agropecuárias no Brasil” - B...José Guilherme Tollstadius Leal - “Boas Práticas Agropecuárias no Brasil” - B...
José Guilherme Tollstadius Leal - “Boas Práticas Agropecuárias no Brasil” - B...
PIFOZ
 

Semelhante a Campanha contra defensivos agrícolas ilegais (20)

Anuário abrasem 2014
Anuário abrasem 2014Anuário abrasem 2014
Anuário abrasem 2014
 
Forum inovacao saudeanimal
Forum inovacao saudeanimalForum inovacao saudeanimal
Forum inovacao saudeanimal
 
treinamento agrotoxicos 02.pptx
treinamento agrotoxicos 02.pptxtreinamento agrotoxicos 02.pptx
treinamento agrotoxicos 02.pptx
 
III WSF, Campinas – Ériko Tadashi Sedoguchi - Medidas legislativas federais p...
III WSF, Campinas – Ériko Tadashi Sedoguchi - Medidas legislativas federais p...III WSF, Campinas – Ériko Tadashi Sedoguchi - Medidas legislativas federais p...
III WSF, Campinas – Ériko Tadashi Sedoguchi - Medidas legislativas federais p...
 
III WSF, Campinas – Euclides de lima Moraes Filho - AÇÕES OFICIAIS DE CONTRO...
III WSF, Campinas –  Euclides de lima Moraes Filho - AÇÕES OFICIAIS DE CONTRO...III WSF, Campinas –  Euclides de lima Moraes Filho - AÇÕES OFICIAIS DE CONTRO...
III WSF, Campinas – Euclides de lima Moraes Filho - AÇÕES OFICIAIS DE CONTRO...
 
Ata da reunião sobre agrotóxico na sesa
Ata da reunião sobre agrotóxico na sesaAta da reunião sobre agrotóxico na sesa
Ata da reunião sobre agrotóxico na sesa
 
A nova política fitossanitária para Brasil
A nova política fitossanitária para  BrasilA nova política fitossanitária para  Brasil
A nova política fitossanitária para Brasil
 
V WSF, Juazeiro - Ricardo Sassi - Seguro Sanitário
V WSF, Juazeiro - Ricardo Sassi - Seguro SanitárioV WSF, Juazeiro - Ricardo Sassi - Seguro Sanitário
V WSF, Juazeiro - Ricardo Sassi - Seguro Sanitário
 
Apresentação de propostas para reduzir impacto do uso de agrotóxicos realizad...
Apresentação de propostas para reduzir impacto do uso de agrotóxicos realizad...Apresentação de propostas para reduzir impacto do uso de agrotóxicos realizad...
Apresentação de propostas para reduzir impacto do uso de agrotóxicos realizad...
 
Os Desafios Socioambientais para o Agro Sustentável
Os Desafios Socioambientais para o Agro SustentávelOs Desafios Socioambientais para o Agro Sustentável
Os Desafios Socioambientais para o Agro Sustentável
 
Ivaldo sala apresentação vale são francisco 12-08-2014
Ivaldo sala apresentação vale são francisco 12-08-2014Ivaldo sala apresentação vale são francisco 12-08-2014
Ivaldo sala apresentação vale são francisco 12-08-2014
 
Andef manual boas_praticas_aplicacao_web
Andef manual boas_praticas_aplicacao_webAndef manual boas_praticas_aplicacao_web
Andef manual boas_praticas_aplicacao_web
 
Aplicações das radiações à Agroindústria - Conteúdo vinculado ao blog ht...
Aplicações das radiações à Agroindústria - Conteúdo vinculado ao blog      ht...Aplicações das radiações à Agroindústria - Conteúdo vinculado ao blog      ht...
Aplicações das radiações à Agroindústria - Conteúdo vinculado ao blog ht...
 
A PRODUÇÃO TECNOLÓGICA DE BIOPESTICIDAS PELAS INSTITUIÇÕES DE ENSINO E PESQUI...
A PRODUÇÃO TECNOLÓGICA DE BIOPESTICIDAS PELAS INSTITUIÇÕES DE ENSINO E PESQUI...A PRODUÇÃO TECNOLÓGICA DE BIOPESTICIDAS PELAS INSTITUIÇÕES DE ENSINO E PESQUI...
A PRODUÇÃO TECNOLÓGICA DE BIOPESTICIDAS PELAS INSTITUIÇÕES DE ENSINO E PESQUI...
 
Manual-do-PNCEBT-Original.pdf
Manual-do-PNCEBT-Original.pdfManual-do-PNCEBT-Original.pdf
Manual-do-PNCEBT-Original.pdf
 
Edição 9-informapet-final-copia
Edição 9-informapet-final-copiaEdição 9-informapet-final-copia
Edição 9-informapet-final-copia
 
Thales Fermandes - Como as políticas agrícolas podem promover a qualidade e ...
Thales Fermandes - Como as políticas agrícolas podem promover a qualidade e  ...Thales Fermandes - Como as políticas agrícolas podem promover a qualidade e  ...
Thales Fermandes - Como as políticas agrícolas podem promover a qualidade e ...
 
Enfisa 2015 - Assistência Técnica e Extensão Rural - impacto sobre o uso adeq...
Enfisa 2015 - Assistência Técnica e Extensão Rural - impacto sobre o uso adeq...Enfisa 2015 - Assistência Técnica e Extensão Rural - impacto sobre o uso adeq...
Enfisa 2015 - Assistência Técnica e Extensão Rural - impacto sobre o uso adeq...
 
José guilherme tollstadius leal
José guilherme tollstadius lealJosé guilherme tollstadius leal
José guilherme tollstadius leal
 
José Guilherme Tollstadius Leal - “Boas Práticas Agropecuárias no Brasil” - B...
José Guilherme Tollstadius Leal - “Boas Práticas Agropecuárias no Brasil” - B...José Guilherme Tollstadius Leal - “Boas Práticas Agropecuárias no Brasil” - B...
José Guilherme Tollstadius Leal - “Boas Práticas Agropecuárias no Brasil” - B...
 

Mais de Oxya Agro e Biociências

Flyer eletrônico - simpdcana
Flyer eletrônico - simpdcanaFlyer eletrônico - simpdcana
Flyer eletrônico - simpdcana
Oxya Agro e Biociências
 
Segurança da informação - ISO 27001 - PRODESP
Segurança da informação - ISO 27001 - PRODESPSegurança da informação - ISO 27001 - PRODESP
Segurança da informação - ISO 27001 - PRODESP
Oxya Agro e Biociências
 
Segurança no recebimento e guarda de documentos digitais
Segurança no recebimento e guarda de documentos digitaisSegurança no recebimento e guarda de documentos digitais
Segurança no recebimento e guarda de documentos digitais
Oxya Agro e Biociências
 
Sistema GEDAVE
Sistema GEDAVESistema GEDAVE
Sistema GEDAVE
Oxya Agro e Biociências
 
Apresentação de Resultados Harmonização da Fiscalização - SFAs
Apresentação de Resultados Harmonização da Fiscalização - SFAsApresentação de Resultados Harmonização da Fiscalização - SFAs
Apresentação de Resultados Harmonização da Fiscalização - SFAs
Oxya Agro e Biociências
 
Boas Práticas Regulatórias
Boas Práticas RegulatóriasBoas Práticas Regulatórias
Boas Práticas Regulatórias
Oxya Agro e Biociências
 
Boas Práticas Regulatórias: Análise de Impacto Regulatório
Boas Práticas Regulatórias: Análise de Impacto RegulatórioBoas Práticas Regulatórias: Análise de Impacto Regulatório
Boas Práticas Regulatórias: Análise de Impacto Regulatório
Oxya Agro e Biociências
 
Impacto da adoção de tecnologias na agricultura brasileira
Impacto da adoção de tecnologias na agricultura brasileiraImpacto da adoção de tecnologias na agricultura brasileira
Impacto da adoção de tecnologias na agricultura brasileira
Oxya Agro e Biociências
 
Impacto econômico de pragas agrícolas no Brasil
Impacto econômico de pragas agrícolas no BrasilImpacto econômico de pragas agrícolas no Brasil
Impacto econômico de pragas agrícolas no Brasil
Oxya Agro e Biociências
 
Novas legislações e procedimentos na área de agrotóxicos e afins
Novas legislações e procedimentos na área de agrotóxicos e afinsNovas legislações e procedimentos na área de agrotóxicos e afins
Novas legislações e procedimentos na área de agrotóxicos e afins
Oxya Agro e Biociências
 
Novas Legislações e Procedimentos na área de Agrotóxicos
Novas Legislações e Procedimentos na área de AgrotóxicosNovas Legislações e Procedimentos na área de Agrotóxicos
Novas Legislações e Procedimentos na área de Agrotóxicos
Oxya Agro e Biociências
 
Novas legislações e procedimentos na área de agrotóxicos
Novas legislações e procedimentos na área de agrotóxicosNovas legislações e procedimentos na área de agrotóxicos
Novas legislações e procedimentos na área de agrotóxicos
Oxya Agro e Biociências
 
Gestão e Inovação, para quê?
Gestão e Inovação, para quê?Gestão e Inovação, para quê?
Gestão e Inovação, para quê?
Oxya Agro e Biociências
 
Programa Estadual de Análise Fiscais de Resíduos de Agrotóxicos em Alimentos ...
Programa Estadual de Análise Fiscais de Resíduos de Agrotóxicos em Alimentos ...Programa Estadual de Análise Fiscais de Resíduos de Agrotóxicos em Alimentos ...
Programa Estadual de Análise Fiscais de Resíduos de Agrotóxicos em Alimentos ...
Oxya Agro e Biociências
 
Gestão de Defesa Animal e Vegetal - GEDAVE
Gestão de Defesa Animal e Vegetal - GEDAVEGestão de Defesa Animal e Vegetal - GEDAVE
Gestão de Defesa Animal e Vegetal - GEDAVE
Oxya Agro e Biociências
 
Situação atual dos processos de reavaliação de agrotóxicos no Brasil - Área A...
Situação atual dos processos de reavaliação de agrotóxicos no Brasil - Área A...Situação atual dos processos de reavaliação de agrotóxicos no Brasil - Área A...
Situação atual dos processos de reavaliação de agrotóxicos no Brasil - Área A...
Oxya Agro e Biociências
 
Situação atual dos processos de reavaliação de agrotóxicos na Anvisa
Situação atual dos processos de reavaliação de agrotóxicos na AnvisaSituação atual dos processos de reavaliação de agrotóxicos na Anvisa
Situação atual dos processos de reavaliação de agrotóxicos na Anvisa
Oxya Agro e Biociências
 
Sistema de Fiscalização do Comércio de Agrotóxicos no Estado de Rondônia - SI...
Sistema de Fiscalização do Comércio de Agrotóxicos no Estado de Rondônia - SI...Sistema de Fiscalização do Comércio de Agrotóxicos no Estado de Rondônia - SI...
Sistema de Fiscalização do Comércio de Agrotóxicos no Estado de Rondônia - SI...
Oxya Agro e Biociências
 
InovaENFISA - Projeto Agroativo
InovaENFISA - Projeto AgroativoInovaENFISA - Projeto Agroativo
InovaENFISA - Projeto Agroativo
Oxya Agro e Biociências
 
Responsabilidade técnica na pesquisa, comércio, utilização e fiscalização de ...
Responsabilidade técnica na pesquisa, comércio, utilização e fiscalização de ...Responsabilidade técnica na pesquisa, comércio, utilização e fiscalização de ...
Responsabilidade técnica na pesquisa, comércio, utilização e fiscalização de ...
Oxya Agro e Biociências
 

Mais de Oxya Agro e Biociências (20)

Flyer eletrônico - simpdcana
Flyer eletrônico - simpdcanaFlyer eletrônico - simpdcana
Flyer eletrônico - simpdcana
 
Segurança da informação - ISO 27001 - PRODESP
Segurança da informação - ISO 27001 - PRODESPSegurança da informação - ISO 27001 - PRODESP
Segurança da informação - ISO 27001 - PRODESP
 
Segurança no recebimento e guarda de documentos digitais
Segurança no recebimento e guarda de documentos digitaisSegurança no recebimento e guarda de documentos digitais
Segurança no recebimento e guarda de documentos digitais
 
Sistema GEDAVE
Sistema GEDAVESistema GEDAVE
Sistema GEDAVE
 
Apresentação de Resultados Harmonização da Fiscalização - SFAs
Apresentação de Resultados Harmonização da Fiscalização - SFAsApresentação de Resultados Harmonização da Fiscalização - SFAs
Apresentação de Resultados Harmonização da Fiscalização - SFAs
 
Boas Práticas Regulatórias
Boas Práticas RegulatóriasBoas Práticas Regulatórias
Boas Práticas Regulatórias
 
Boas Práticas Regulatórias: Análise de Impacto Regulatório
Boas Práticas Regulatórias: Análise de Impacto RegulatórioBoas Práticas Regulatórias: Análise de Impacto Regulatório
Boas Práticas Regulatórias: Análise de Impacto Regulatório
 
Impacto da adoção de tecnologias na agricultura brasileira
Impacto da adoção de tecnologias na agricultura brasileiraImpacto da adoção de tecnologias na agricultura brasileira
Impacto da adoção de tecnologias na agricultura brasileira
 
Impacto econômico de pragas agrícolas no Brasil
Impacto econômico de pragas agrícolas no BrasilImpacto econômico de pragas agrícolas no Brasil
Impacto econômico de pragas agrícolas no Brasil
 
Novas legislações e procedimentos na área de agrotóxicos e afins
Novas legislações e procedimentos na área de agrotóxicos e afinsNovas legislações e procedimentos na área de agrotóxicos e afins
Novas legislações e procedimentos na área de agrotóxicos e afins
 
Novas Legislações e Procedimentos na área de Agrotóxicos
Novas Legislações e Procedimentos na área de AgrotóxicosNovas Legislações e Procedimentos na área de Agrotóxicos
Novas Legislações e Procedimentos na área de Agrotóxicos
 
Novas legislações e procedimentos na área de agrotóxicos
Novas legislações e procedimentos na área de agrotóxicosNovas legislações e procedimentos na área de agrotóxicos
Novas legislações e procedimentos na área de agrotóxicos
 
Gestão e Inovação, para quê?
Gestão e Inovação, para quê?Gestão e Inovação, para quê?
Gestão e Inovação, para quê?
 
Programa Estadual de Análise Fiscais de Resíduos de Agrotóxicos em Alimentos ...
Programa Estadual de Análise Fiscais de Resíduos de Agrotóxicos em Alimentos ...Programa Estadual de Análise Fiscais de Resíduos de Agrotóxicos em Alimentos ...
Programa Estadual de Análise Fiscais de Resíduos de Agrotóxicos em Alimentos ...
 
Gestão de Defesa Animal e Vegetal - GEDAVE
Gestão de Defesa Animal e Vegetal - GEDAVEGestão de Defesa Animal e Vegetal - GEDAVE
Gestão de Defesa Animal e Vegetal - GEDAVE
 
Situação atual dos processos de reavaliação de agrotóxicos no Brasil - Área A...
Situação atual dos processos de reavaliação de agrotóxicos no Brasil - Área A...Situação atual dos processos de reavaliação de agrotóxicos no Brasil - Área A...
Situação atual dos processos de reavaliação de agrotóxicos no Brasil - Área A...
 
Situação atual dos processos de reavaliação de agrotóxicos na Anvisa
Situação atual dos processos de reavaliação de agrotóxicos na AnvisaSituação atual dos processos de reavaliação de agrotóxicos na Anvisa
Situação atual dos processos de reavaliação de agrotóxicos na Anvisa
 
Sistema de Fiscalização do Comércio de Agrotóxicos no Estado de Rondônia - SI...
Sistema de Fiscalização do Comércio de Agrotóxicos no Estado de Rondônia - SI...Sistema de Fiscalização do Comércio de Agrotóxicos no Estado de Rondônia - SI...
Sistema de Fiscalização do Comércio de Agrotóxicos no Estado de Rondônia - SI...
 
InovaENFISA - Projeto Agroativo
InovaENFISA - Projeto AgroativoInovaENFISA - Projeto Agroativo
InovaENFISA - Projeto Agroativo
 
Responsabilidade técnica na pesquisa, comércio, utilização e fiscalização de ...
Responsabilidade técnica na pesquisa, comércio, utilização e fiscalização de ...Responsabilidade técnica na pesquisa, comércio, utilização e fiscalização de ...
Responsabilidade técnica na pesquisa, comércio, utilização e fiscalização de ...
 

Campanha contra defensivos agrícolas ilegais

  • 1. ENFISA · 5 de abril de 2017 CAMPANHA CONTRA DEFENSIVOS AGRÍCOLAS ILEGAIS
  • 2. QUEM SOMOS SINDICATO NACIONAL DA INDÚSTRIA DE PRODUTOS PARA DEFESA VEGETAL Fundado em 15 de maio de 1941 36 empresas associadas Representa 97,3% do Setor de Defensivos Agrícolas no Brasil
  • 4. Adama Alta Arysta Albaugh BASF Bayer CropScience Bequisa CCAB Cross link Dow AgroSciences Dupont do brasil FMC HELM Ihara Isagro ISK Biosciences Lamberti Luxembourg Mitsui Chemicals Monsanto Nichino Nisso Nufarm Ourofino Agrociência Oxiquímica Agrociência Oxiteno Oxon Rotam Sapec Agro Sinon Sipcam Nichino Stoller Sumitomo Syngenta Taminco UPL EMPRESAS ASSOCIADAS
  • 5. ÁREAS DE ATUAÇÃO Assuntos Regulatórios Assuntos Econômicos Negociações de Acordos Internacionais de Comércio Combate a Produtos Ilegais Comunicação Educação/Stewardship Relações Institucionais
  • 8. PROJETO COLMEIA VIVA O Projeto Colmeia Viva é uma realização do setor de defensivos agrícolas que tem como objetivo incentivar o diálogo e a relação entre agricultores e apicultores, valorizando sempre: A proteção racional dos cultivos O serviço de polinização realizado por abelhas A proteção das abelhas e do meio ambiente O respeito à apicultura PROPÓSITO Criar uma relação mais produtiva entre agricultura e apicultura, além de proteger as abelhas, com a introdução de um produto com essa finalidade. MISSÃO Promover o uso correto de defensivos agrícolas na agricultura brasileira para proteger os cultivos e contribuir na garantia do direito básico de alimentação das pessoas, respeitando a apicultura o meio ambiente.
  • 9. BANDEIRAS 1 Relação mais produtiva entre agricultura e apicultura 2 A abelha no âmbito da agricultura, do defensivo agrícola e da biodiversidade 3 Complementariedade entre a tecnologia de defesa agrícola e a polinização realizada pelas abelhas 4 Conscientização da cadeia produtiva da importância da integração agricultura- apicultura 5 Transparência e proatividade na relação com o governo em prol do uso correto de defensivos agrícolas e de proteção das abelhas
  • 10. MAPEAMENTO DE ABELHAS PARTICIPATIVO OBJETIVO Dar origem a um plano nacional de boas práticas entre agricultura e apicultura, por meio do esclarecimento dos fatores que interferem na perda de colmeias no estado de São Paulo. O sucesso dessa iniciativa de pesquisa depende da participação ativa dos agricultores, apicultores e suas associações, contatando o número 0800 771 8000. PARTICIPAÇÃO UNESP UFSCar 1
  • 11. CAS - CERTIFICAÇÃO AEROAGRÍCOLA SUSTENTÁVEL Programa voluntário de certificação para aplicadores aéreos. OBJETIVOS Incentivar a capacitação e qualificação de empresas de aviação agrícola e de operadores aeroagrícolas privados Aumentar a responsabilidade ambiental nas aplicações através do controle dos fatores que levam a uma pulverização eficaz de defensivos agrícolas GESTÃO FEPAF – Fundação de Estudos e Pesquisas Agrícolas e Florestais UNESP-Botucatu – Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" UFLA – Universidade Federal de Lavras UFU – Universidade Federal de Uberlândia APOIO INSTITUCIONAL Sindiveg – Sindicato Nacional da Indústria de Produtos para Defesa Vegetal Sindag – Sindicato Nacional das Empresas de Aviação Agrícola
  • 12. NÍVEIS DE CERTIFICAÇÃO A certificação é dividida em três níveis: Nível I: Certificação legal da operação Envio das documentações da empresa, pilotos, aeronaves e responsáveis, além de registros da Anac, Mapa, órgãos estaduais e órgãos municipais Nível II: Certificação da qualificação tecnológica da empresa Realização do curso: “Qualidade técnica e responsabilidade ambiental na aplicação aérea” Nível III: Certificação da conformidade de equipamentos, instalações e procedimentos Auditoria e certificação de equipamentos, instalações e procedimentos
  • 13. AGROTOXLINE® OBJETIVO Reconhecer as respostas aos principais questionamentos relacionados à exposição aos defensivos agrícolas, visando melhor direcionamento de ações para minimização de riscos. Através de um software, é possível acompanhar todos os casos de intoxicação e criar um banco de dados a partir das respostas aos seguintes questionamentos: Se o agroquímico é registrado no Brasil para uso na agricultura Se foi utilizado em culturas autorizadas pelo registro ou para outro fim que não o uso agrícola Qual cidade e/ou estado em questão Em qual circunstância ocorreu a exposição Qual população mais afetada Quais os sintomas e se houve atendimento médico Como o caso foi finalizado Realizado pela Toxiclin e apoiado pelo Sindiveg.
  • 14. OBJETIVO Profissionalizar agentes multiplicadores para que desenvolvam suas próprias técnicas de treinamento, com objetivo de estender seus conhecimentos aos agricultores, evitando danos causados pelas aplicações e uso incorreto de defensivos agrícolas. PÚBLICO-ALVO Engenheiros agrônomos Técnicos agrícolas Representantes de órgãos fiscalizadores Demais profissionais que atuam levando conhecimento e qualificando aplicadores em todo o Brasil. METAS 400 multiplicadores treinados por ano = 96.000 agricultores treinados anualmente Lançamento de um aplicativo para inclusão de informações dos treinamentos realizados pelos agentes multiplicadores. REALIZAÇÃO Instituto Agronômico de Campinas (IAC) UNIDADE DE REFERÊNCIA
  • 15. Criado em 2001, o Inpev – Instituto Nacional de Processamento de Embalagens Vazias –, é uma entidade voltada a promover a correta destinação das embalagens vazias de defensivos agrícolas em todo o Brasil. É responsável pela gestão do Sistema Campo Limpo, do qual fazem parte: Mais de 90 empresas fabricantes de defensivos agrícolas Cerca de 260 associações de distribuidores e cooperativas brasileiras 9 parceiros recicladores e 5 incineradores O sistema reúne mais de 400 unidades de recebimento entre centrais e postos, e está presente em 25 Estados e no Distrito Federal SISTEMA CAMPO LIMPO Embalagens recebidas (desde 2002) Destinação
  • 16.
  • 17. OBJETIVO Diminuir o contrabando e alertar os produtores rurais de que a aplicação de produtos não registrados no Brasil é crime. Os delitos de contrabando e falsificação são enquadrados na Lei de Crimes Ambientais e na Lei dos Agrotóxicos. INICIATIVAS Disque-Denúncia (DD) Criado para dar suporte às ações das autoridades brasileiras O número é 0800-940-7030 A ligação é gratuita e anônima Curso Combatendo Agrotóxicos Ilegais Reúne todas as informações pertinentes ao assunto CAMPANHA CONTRA DEFENSIVOS AGRÍCOLAS ILEGAIS
  • 18. PRINCIPAIS NÚMEROS DADOS TOTAL 2001/2016 APREENSÕES 654t SUSPEITOS DETIDOS 1.193 PESSOAS INCINERAÇÕES MAIS DE 550t CUSTO DE US$ 2,7 MILHÕES CONDENAÇÕES 53 PESSOAS CULTURAS ÁREAS (ha) PRODUÇÃO (Kg) SOJA 2.870.107 7.539.771.089 TRIGO 2.325.246 4.855.552.128 MILHO 356.879 1.265.136.055 ARROZ 142.060 617.108.640 ALGODÃO 178.369 646.230.887 BATATA 54 1.350.000 FEIJÃO 250 209.500 TOTAL 5.873.185 14.925.358.299 Resumo da campanha Áreas que deixaram de ser tratadas com defensivos ilegais e produção estimada (2016)
  • 19. Fomento ao crime organizado Fomento ao tráfico de drogas Incentivo ao tráfico de armas Implica em danos ao meio ambiente Ameaça a nossa segurança alimentar Implica em riscos à saúde Lesa o consumidor Incentiva à corrupção e o desrespeito à lei Implica em danos ao mercado de trabalho Lesa o Fisco, dimuinui arrecadação (aprox. US$ 1bi) Implica na perda substancial de investimento, inclusive o estrangeiro Implica em dificuldades para exportações PRINCIPAIS RISCOS PARA O BRASIL
  • 21. Certificate of Export Pesticide Release Notification ICAMA – CHINA DOCUMENTAÇÃO DE EXPORTAÇÃO – CHINA
  • 22. Nos últimos 2 anos e meio, houve mais de 161 casos de falsificação. Quase todas as marcas foram afetadas. Autoridades identificaram falsificadores em 15 dos 27 Estados brasileiros, com estrutura de distribuição cobrindo todas as regiões do País. É de conhecimento público que mais de 500 toneladas de produtos falsificados foram apreendidos, mais de 60 indivíduos presos e 30 laboratórios fechados. Exemplo – Operação Lavoura Limpa: criminosos movimentavam milhões por ano. PROBLEMA #2: FALSIFICAÇÃO
  • 23. Princípio Ativo Grupo Químico Função Acetamiprido Neonicotinóide inseticida Azoxistrobina Estrobilurina Fungicida Benzoato de emamectina avermectina Inseticida Bifentrina piretróide Acaricida, formicida e inseticida Carbendazim benzimidazol Fungicida Cimoxanil Acetamida Fungicida Cipermetrinas piretróide Formicida e inseticida Clorantraniliprole Antranilamida Inseticida Clotianidina Neonicotinóide Inseticida Cresoxim metílico Estrobilurina Fungicida Difenoconazol triazol Fungicida Fipronil pirazol Cupinicida, formicida e inseticida Hexaconazol triazol Fungicida Hexaflumurom Benzoiluréia regulador de crescimento Imidacloprido Neonicotinóide Inseticida Lambda-cialotrina piretróide Inseticida Lufenuron uréia Acaricida e inseticida Metalaxil anilida Fungicida Metomil Metilcarbamato Acaricida e inseticida Metribuzim Triazinona Herbicida Pirimetanil anilinopirimidina Fungicida Procloraz carboxamida Fungicida Tebuconazol triazol Fungicida Tiametoxam Neonicotinóide Inseticida Tiofanato metílico Benzimidazol Fungicida Produtos contrabandeados e falsificados
  • 25. OPERAÇÃO “POISON CACHÈ” Desencadeada pela Polícia Federal sob o comando da Delemaph de Goiânia 500kg de produtos contrabandeados apreendidos 14 suspeitos detidos, que continuam presos Também eram feitas falsificações de defensivos agrícolas, inclusive com uso de raticida
  • 26. OPERAÇÃO “CERES” Operação integrada entre Ibama e Polícia Federal, realizada na região de Bagé (RS) 12 propriedades rurais autuadas 180 hectares de lavouras interditados 800kg de produtos apreendidos R$720 mil em multas aplicadas Na ocasião, foram coletadas amostras das lavouras vistoriadas e encaminhadas ao laboratório da Universidade de Santa Maria. Se detectados produtos proíbidos, as lavouras poderão ser destruídas.
  • 27. OPERAÇÃO “LAVOURA LIMPA” Realizada pela Polícia Civil de Franca/SP Denuncia às autoridades Entendimento do produto falso x verdadeiro Identificação de crime de formação de quadrilha, lavagem de dinheiro, falsificação e sonegação fiscal. 27 pessoas julgadas pela Justiça paulista em primeira instância já foram condenadas
  • 31. Marca Identificação da embalagem Imagem Quantidade SubTotal BASF Produto não identificado 1 100 Nomolt 150 2 1.500 Nomolt 150 3 1.500 Regent 800WG 6 Kilos e Fox 5 Litros 4 200 Comet 5 Litros 5 3.000 Regent 800WG 6 Kilos 6 1.500 Regent 800WG 6 Kilos 7 5.000 Produto não identificado 8 200 Produto não identificado 9 500 14.100 Produto não identificado 10 500 Embalagem Plástica de 1 Litro 11 100 BAYER Nativo 12 6.000 Fox 13 4.000 Fox 5 Litros e Regent 800WG 6 Kilos 14 200 Caixa embalagem de Fox 15 150 10.350 DUPONT Premio 1 Litro 16 1.000 Premio 17 1.000 Premio 18 500 Lacre para embalagem tipo garrafa 19 100 3.850 Produto não identificado 20 1.200 Produto não identificado 21 50 FMC Caixa embalagem – Musttang 350 EC 22 180 180 SYNGENTA Engeo Pleno 20 Litros 23 10.000 Engeo Pleno 5 Litros 24 1.000 Score 1 Litro 25 3.000 Engeo Pleno 20 Litros 26 1.500 Priori Xtra 5 Litros 27 1.000 Priori 5 Litros 28 1.000 Mertin 400 29 3.000 Priori Xtra 20 Litros 30 3.000 Priori Xtra 31 800 25.500 Caixa embalagem Elatus 5 Kilos 32 1.000 Elatus 1 Kilo 33 200 TOTAL 53.980 Produtos falsificados

Notas do Editor

  1. 1 - Consolidar a importância da agricultura para a apicultura e vice-versa, por meio da construção de uma relação ganha-ganha entre agricultor e apicultor, valorizando a polinização realizada por abelhas e os serviços comerciais de polinização. 2 - Desenvolver e disseminar conhecimento profundo sobre a interação entre as abelhas, a agricultura e o uso de defensivos agrícolas. 3- Criar mecanismos customizados de proteção das abelhas, de acordo com a taxa de dependência de polinização das culturas agrícolas. 4 - Engajar a cadeia produtiva para garantir a orientação para a aplicação correta, minimizando danos à polinização e às abelhas. 5 - Colaborar na criação de mecanismos de regulamentação para a proteção e segurança das pessoas, do meio ambiente e das abelhas.
  2. Um objetivo futuro do AGROTOXLINE é a criação de um número único de 0800 para recebimento de casos de intoxicação.
  3. TURMAS 2017* Turma 1: Formação de Instrutores NR31.8 Turma 2: Tecnologia de Aplicação Turma 3: Segurança do Aplicador e EPI *Os temas de cada turma serão definidos conforme demanda
  4. As embalagens recebidas são destinadas à reciclagem (92%) ou à incineração (8%). Ao final de 2016, a destinação atingiu 44.528 toneladas, somando mais de 413 mil toneladas desde 2002.
  5. A recomendação para os agricultores é de que adquiram os defensivos agrícolas somente de revendedores, cooperativas e canais de distribuição credenciados pelas indústrias, sempre acompanhados dos documentos exigidos pela Lei, a nota fiscal e a receita agronômica para evitarem o uso de produtos ilegais em suas lavouras.
  6. Delemaph – Delegacia do Meio Ambiente e Patrimônio Histórico