SlideShare uma empresa Scribd logo
MARIA
CRISTINA
LOPES
HUMANO
PSICOLOGIA
DA DANÇA
MARIACRISTINALOPES.COM
CRP5/47829
SEMANA DE
PSICOLOGIA
DA DANÇA
2017
DESENVOLVIMENTO
CONTEÚDO
MARIACRISTINALOPES.COM
INTRODUÇÃO
ABORDAGENSDESENVOLVIMENTO
DIFERENTES AUTORESSEGUNDO ERIK ERIKSON
A DANÇA E O DESENVOLVIMENTO
UMA INTRODUÇÃO
POR QUE ESTUDAR O
DESENVOLVIMENTO?
MARIA CRISTINA LOPES
BIBLIOGRAFIA
OLÁ!
MARIACRISTINALOPES.COM
COMO VAI?
Meu nome é Maria Cristina
Lopes e gostaria de te dar boas-
vindas ao workshop psicologia
da dança!
Vamos falar nesta primeira
apostila sobre desenvolvimento
humano.
Eu acredito que para lidar com
alunos de dança e bailarinos é
preciso em primeiro lugar
conhecer sobre as teorias de
desenvolvimento humano.
Por isso, vamos ver hoje as
principais teorias e como elas
podem ajudá-lo a entender
melhor o bailarino.
PSICÓLOGA DA DANÇA CRP5/47829
MARIACRISTINALOPES@GMAIL.COM
55 21 993053432
MARIA CRISTINA LOPES
INTRODUÇÃO
A DANÇA E O DESENVOLVIMENTO
HUMANO
Para avaliar a
aprendizagem do
aluno e bailarino é
necessário
compreender como o
desenvolvimento
ocorre.
Aulas com diversas faixas etárias,
desconhecimento sobre
aprendizagem e desenvolvimento na
escola regular, ensino
despreocupado com o indivíduo:
esta é a realidade do ensino da
dança hoje.
 
Não é preciso ser muito extenso para
que percebam que é necessário
compreender o momento de cada
aluno de uma turma. Este momento
deve ser analisado de diversas
formas, mas principalmente de
acordo com se desenvolvimento de
forma geral. 
O ser humano é um ser
biopsicossocial. Isso significa que
existem influências biológicas,
psicológicas e sociais para a formação
do indivíduo. E isso ocorre desde seu
primeiro contato com o mundo
externo – ainda na barriga de sua
mãe. 
O desenvolvimento integral se refere
a diversos fatores que por vezes não
são avaliados. A importância de se
observar todos os aspectos de um
aluno se dá a partir da percepção do
ser humano como um ser
biopsicossocial. Ou seja, o aluno é um
ser completo. 
WORKSHOP
PSICOLOGIA DA
DANÇA
"O desenvolvimento
da aprendizagem
em dança anda lado
a lado ao
desenvolvimento
humano"
04 |  WORKSHOP PSICOLOGIA DA DANÇA
ERIK ERIKSON
O DESENVOLVIMENTO HUMANO
SEGUNDO ERIK ERIKSON
Devemos
compreender as
fases de
desenvolvimento
para ter um ensino
voltado para a saúde
integral do aluno
Para Erik Erikson  o
desenvolvimento ocorre a partir de
uma resolução em um conflito. Cada
feixa-etária terá seu conflito
específico. 
É importante salientar que para uma
boa aprendizagem em dança o
desenvolvimento saudável deve
ocorrer e ser estimulado pelo
professor. Quando compreendemos
cada etapa de conflito podemos ter
sua resolução e estímulos de melhor
forma. 
Infância (1-3 anos) Autonomia X
Vergonha e Dúvida. 
Primeira infância (3-5 anos)
Iniciativa X Culpa. 
Infância média e tardia (6 – 12 anos)
Esforço X Inferioridade. 
Adolescência (10-18 anos)
Identidade X Confusão de
identidade. 
WORKSHOP
PSICOLOGIA DA
DANÇA
Estimule o
desenvolvimento
de forma positiva
no momento da
correção e
interação com os
alunos.
05 |  WORKSHOP PSICOLOGIA DA DANÇA
Piaget
Desenvolvimento
I N F A N T I L
Para Piaget o ser humano é ativo em
seu próprio desenvolvimento e deve-se
estimular o comportamento e
exploração da matéria para o
desenvolvimento integral. 
Aprendizagem ativa
Bandura
A observação e a imitação de modelos
é o ponto chave do desenvolvimento
humano nesta abordagem.
Segundo Bandura este processo regula
todo este processo. 
Observação e imitação
Vygotsky
Para este autor a interação social é
fundamental para a aprendizagem e
desenvolvimento cognitivo, psicológico
e emocional. 
Interação social
06|  WORKSHOP PSICOLOGIA DA DANÇA
V I S Õ E S E A B O R D A G E N S
Conclusão
É importante buscar compreender
o aluno de dança como um ser
humano completo e alinhar
diversos fatores de
desenvolvimento em uma mesma
avaliação. Devemos buscar
compreender que aspectos de
desenvolvimento são saudáveis e
quais não são. A partir disto
podemos desenvolver uma
estratégia posterior para
potencializar o desenvolvimento
deste aluno. 
Dito isso, não basta apenas
conhecer a técnica de dança. É
preciso conhecer os passos que
seu aluno precisa dar para chegar
onde você deseja para além do
aspecto físico.
Todos passamos por processos de
desenvolvimento e aprendizagem
que moldam não apenas o aspecto
da dança. Mas também aspectos
psicológicos e emocionais. Estar
atento a eles é se preocupar com a
saúde integral do seu bailarino e
aluno. 
07 |  WORKSHOP PSICOLOGIA DA DANÇA
Bibliografia
Associação Psiquiátrica Americana.
( 2013). Manual Diagnóstico e
Estatístico de Transtornos Mentais
( 5 ª ed . ) . Arlington, VA: . American
Psychiatric Publishing
Desenvolvimento humano/ D. E.
Papalia, S. W. Olds, R. D. Feldman.
São Paulo. MacGraw-Hill, 2009. 
08  |  WORKSHOP PSICOLOGIA DA DANÇA

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

08 pesquisa - significações sobre a atuação do psicólogo escolar
08   pesquisa - significações sobre a atuação do psicólogo escolar08   pesquisa - significações sobre a atuação do psicólogo escolar
08 pesquisa - significações sobre a atuação do psicólogo escolar
GLEYDSON ROCHA
 
05 formando psicólogos escolares no brasil, dificuldades e perspectivas
05 formando psicólogos escolares no brasil, dificuldades e perspectivas05 formando psicólogos escolares no brasil, dificuldades e perspectivas
05 formando psicólogos escolares no brasil, dificuldades e perspectivas
GLEYDSON ROCHA
 
O movimento Coaching na escola. A mudança no olhar sobre jovens não colaborat...
O movimento Coaching na escola. A mudança no olhar sobre jovens não colaborat...O movimento Coaching na escola. A mudança no olhar sobre jovens não colaborat...
O movimento Coaching na escola. A mudança no olhar sobre jovens não colaborat...
Isa Ladeira
 
Constituir se professor [modo de compatibilidade]
Constituir se professor [modo de compatibilidade]Constituir se professor [modo de compatibilidade]
Constituir se professor [modo de compatibilidade]
Maria Bárbara Floriano
 
O pedagogo na educação do autista
O pedagogo na educação do autistaO pedagogo na educação do autista
O pedagogo na educação do autista
SimoneHelenDrumond
 
Manejo comportamental de crianças com Transtornos do Espectro do Autismo em c...
Manejo comportamental de crianças com Transtornos do Espectro do Autismo em c...Manejo comportamental de crianças com Transtornos do Espectro do Autismo em c...
Manejo comportamental de crianças com Transtornos do Espectro do Autismo em c...
Isa ...
 

Mais procurados (6)

08 pesquisa - significações sobre a atuação do psicólogo escolar
08   pesquisa - significações sobre a atuação do psicólogo escolar08   pesquisa - significações sobre a atuação do psicólogo escolar
08 pesquisa - significações sobre a atuação do psicólogo escolar
 
05 formando psicólogos escolares no brasil, dificuldades e perspectivas
05 formando psicólogos escolares no brasil, dificuldades e perspectivas05 formando psicólogos escolares no brasil, dificuldades e perspectivas
05 formando psicólogos escolares no brasil, dificuldades e perspectivas
 
O movimento Coaching na escola. A mudança no olhar sobre jovens não colaborat...
O movimento Coaching na escola. A mudança no olhar sobre jovens não colaborat...O movimento Coaching na escola. A mudança no olhar sobre jovens não colaborat...
O movimento Coaching na escola. A mudança no olhar sobre jovens não colaborat...
 
Constituir se professor [modo de compatibilidade]
Constituir se professor [modo de compatibilidade]Constituir se professor [modo de compatibilidade]
Constituir se professor [modo de compatibilidade]
 
O pedagogo na educação do autista
O pedagogo na educação do autistaO pedagogo na educação do autista
O pedagogo na educação do autista
 
Manejo comportamental de crianças com Transtornos do Espectro do Autismo em c...
Manejo comportamental de crianças com Transtornos do Espectro do Autismo em c...Manejo comportamental de crianças com Transtornos do Espectro do Autismo em c...
Manejo comportamental de crianças com Transtornos do Espectro do Autismo em c...
 

Destaque

Mude sua mente e dance melhor
Mude sua mente e dance melhorMude sua mente e dance melhor
Mude sua mente e dance melhor
Maria Cristina Lopes
 
Como lidar com crianças seletivas
Como lidar com crianças seletivasComo lidar com crianças seletivas
Como lidar com crianças seletivas
Maria Cristina Lopes
 
Trabalho o corpo contemporâneo na dança 1
Trabalho                  o corpo contemporâneo na dança 1Trabalho                  o corpo contemporâneo na dança 1
Trabalho o corpo contemporâneo na dança 1
Danielle Fernandes
 
Apostila de estudo dança
Apostila de estudo dança Apostila de estudo dança
Apostila de estudo dança
Sheila Faria
 
Planejamento dança
Planejamento dançaPlanejamento dança
Planejamento dança
SimoneHelenDrumond
 
A dança pode ajudar
A dança pode ajudarA dança pode ajudar
A dança pode ajudar
Maria Cristina Lopes
 
O senhor urso não quer comer
O senhor urso não quer comerO senhor urso não quer comer
O senhor urso não quer comer
Maria Cristina Lopes
 
Manual da vida plena mariacristinalopes.com
Manual da vida plena mariacristinalopes.comManual da vida plena mariacristinalopes.com
Manual da vida plena mariacristinalopes.com
Maria Cristina Lopes
 
Curso de mediação de conflitos amo
Curso de mediação de conflitos amoCurso de mediação de conflitos amo
Curso de mediação de conflitos amo
UNACOMO
 
Discipulado de jovens -04/04/2012
Discipulado de jovens -04/04/2012Discipulado de jovens -04/04/2012
Discipulado de jovens -04/04/2012
Marcela Nascimento
 
New Jazz - Perdizes - Tecnisa
New Jazz - Perdizes - TecnisaNew Jazz - Perdizes - Tecnisa
New Jazz - Perdizes - Tecnisa
TECNISA - Mais construtora por m²
 
Psicodramundo
PsicodramundoPsicodramundo
Psicodramundo
Claudemir Psicólogo
 
Incremental shuttle walking test
Incremental shuttle walking testIncremental shuttle walking test
Incremental shuttle walking test
Dr Amolkumar W Diwan
 
ธรรมาภิบาล สถาบันพัฒนาครู คณาจารย์ และบุคลากรทางการศึกษา
ธรรมาภิบาล สถาบันพัฒนาครู คณาจารย์ และบุคลากรทางการศึกษาธรรมาภิบาล สถาบันพัฒนาครู คณาจารย์ และบุคลากรทางการศึกษา
ธรรมาภิบาล สถาบันพัฒนาครู คณาจารย์ และบุคลากรทางการศึกษา
Taraya Srivilas
 
7 dicas para aumentar sua autoestima
7 dicas para aumentar sua autoestima7 dicas para aumentar sua autoestima
7 dicas para aumentar sua autoestima
Maria Cristina Lopes
 
Análise de Custo-Efetividade do Exercício na Insuficiência Cardíaca
Análise de Custo-Efetividade do Exercício na Insuficiência CardíacaAnálise de Custo-Efetividade do Exercício na Insuficiência Cardíaca
Análise de Custo-Efetividade do Exercício na Insuficiência Cardíaca
Eduardo Kühr
 
Regressao simples
Regressao simplesRegressao simples
Regressao simples
Humberto Govoni
 
Programas de Reabilitação Cardíaca no Saúde Suplementar
Programas de Reabilitação Cardíaca no Saúde SuplementarProgramas de Reabilitação Cardíaca no Saúde Suplementar
Programas de Reabilitação Cardíaca no Saúde Suplementar
Eduardo Kühr
 
ยกเคลื่องความคิด พลิกชีวิตการงาน
ยกเคลื่องความคิด พลิกชีวิตการงานยกเคลื่องความคิด พลิกชีวิตการงาน
ยกเคลื่องความคิด พลิกชีวิตการงาน
Padvee Academy
 
Dança Moderna - Martha Graham
Dança Moderna - Martha GrahamDança Moderna - Martha Graham
Dança Moderna - Martha Graham
Marcos Ramon
 

Destaque (20)

Mude sua mente e dance melhor
Mude sua mente e dance melhorMude sua mente e dance melhor
Mude sua mente e dance melhor
 
Como lidar com crianças seletivas
Como lidar com crianças seletivasComo lidar com crianças seletivas
Como lidar com crianças seletivas
 
Trabalho o corpo contemporâneo na dança 1
Trabalho                  o corpo contemporâneo na dança 1Trabalho                  o corpo contemporâneo na dança 1
Trabalho o corpo contemporâneo na dança 1
 
Apostila de estudo dança
Apostila de estudo dança Apostila de estudo dança
Apostila de estudo dança
 
Planejamento dança
Planejamento dançaPlanejamento dança
Planejamento dança
 
A dança pode ajudar
A dança pode ajudarA dança pode ajudar
A dança pode ajudar
 
O senhor urso não quer comer
O senhor urso não quer comerO senhor urso não quer comer
O senhor urso não quer comer
 
Manual da vida plena mariacristinalopes.com
Manual da vida plena mariacristinalopes.comManual da vida plena mariacristinalopes.com
Manual da vida plena mariacristinalopes.com
 
Curso de mediação de conflitos amo
Curso de mediação de conflitos amoCurso de mediação de conflitos amo
Curso de mediação de conflitos amo
 
Discipulado de jovens -04/04/2012
Discipulado de jovens -04/04/2012Discipulado de jovens -04/04/2012
Discipulado de jovens -04/04/2012
 
New Jazz - Perdizes - Tecnisa
New Jazz - Perdizes - TecnisaNew Jazz - Perdizes - Tecnisa
New Jazz - Perdizes - Tecnisa
 
Psicodramundo
PsicodramundoPsicodramundo
Psicodramundo
 
Incremental shuttle walking test
Incremental shuttle walking testIncremental shuttle walking test
Incremental shuttle walking test
 
ธรรมาภิบาล สถาบันพัฒนาครู คณาจารย์ และบุคลากรทางการศึกษา
ธรรมาภิบาล สถาบันพัฒนาครู คณาจารย์ และบุคลากรทางการศึกษาธรรมาภิบาล สถาบันพัฒนาครู คณาจารย์ และบุคลากรทางการศึกษา
ธรรมาภิบาล สถาบันพัฒนาครู คณาจารย์ และบุคลากรทางการศึกษา
 
7 dicas para aumentar sua autoestima
7 dicas para aumentar sua autoestima7 dicas para aumentar sua autoestima
7 dicas para aumentar sua autoestima
 
Análise de Custo-Efetividade do Exercício na Insuficiência Cardíaca
Análise de Custo-Efetividade do Exercício na Insuficiência CardíacaAnálise de Custo-Efetividade do Exercício na Insuficiência Cardíaca
Análise de Custo-Efetividade do Exercício na Insuficiência Cardíaca
 
Regressao simples
Regressao simplesRegressao simples
Regressao simples
 
Programas de Reabilitação Cardíaca no Saúde Suplementar
Programas de Reabilitação Cardíaca no Saúde SuplementarProgramas de Reabilitação Cardíaca no Saúde Suplementar
Programas de Reabilitação Cardíaca no Saúde Suplementar
 
ยกเคลื่องความคิด พลิกชีวิตการงาน
ยกเคลื่องความคิด พลิกชีวิตการงานยกเคลื่องความคิด พลิกชีวิตการงาน
ยกเคลื่องความคิด พลิกชีวิตการงาน
 
Dança Moderna - Martha Graham
Dança Moderna - Martha GrahamDança Moderna - Martha Graham
Dança Moderna - Martha Graham
 

Semelhante a Apostila Desenvolvimento Psicologia da dança

PROJETO INTEGRADOR PSICOLOGIA DO ESPORTE.docx
PROJETO INTEGRADOR PSICOLOGIA DO ESPORTE.docxPROJETO INTEGRADOR PSICOLOGIA DO ESPORTE.docx
PROJETO INTEGRADOR PSICOLOGIA DO ESPORTE.docx
xvtyxkcd9d
 
Psicologia do desenolvimento
Psicologia do desenolvimentoPsicologia do desenolvimento
Psicologia do desenolvimento
Ana Larissa Perissini
 
psicomotricidade na educação fisica.pptx
psicomotricidade na educação fisica.pptxpsicomotricidade na educação fisica.pptx
psicomotricidade na educação fisica.pptx
EsequielGuedes
 
Curso psicologia do envelhecimento aula 1
Curso psicologia do envelhecimento   aula 1Curso psicologia do envelhecimento   aula 1
Curso psicologia do envelhecimento aula 1
Cuidar de Idosos
 
Psicanalise
PsicanalisePsicanalise
Psicanalise
Mirlene Marinho
 
Desenvolvimento infantil (1)
Desenvolvimento infantil (1)Desenvolvimento infantil (1)
Desenvolvimento infantil (1)
Paula Santos
 
PSICOMOTRICIDADE NA EDUCAÇÃO INFANTIL
PSICOMOTRICIDADE NA EDUCAÇÃO INFANTILPSICOMOTRICIDADE NA EDUCAÇÃO INFANTIL
PSICOMOTRICIDADE NA EDUCAÇÃO INFANTIL
MayraAzevedo3
 
Educacao para a saude
Educacao para a saudeEducacao para a saude
Educacao para a saude
jsoeiro
 
Artigo edinalva aimportância do psicopedagogo nos anos iniciais do ensino fun...
Artigo edinalva aimportância do psicopedagogo nos anos iniciais do ensino fun...Artigo edinalva aimportância do psicopedagogo nos anos iniciais do ensino fun...
Artigo edinalva aimportância do psicopedagogo nos anos iniciais do ensino fun...
Bene1979
 
Psicomotricidade
PsicomotricidadePsicomotricidade
Psicomotricidade
Isabel Moreno
 
Desenvolvimento da criança por meio do esporte
Desenvolvimento da criança por meio do esporteDesenvolvimento da criança por meio do esporte
Desenvolvimento da criança por meio do esporte
Mundus Esportivus
 
Psicologia educacional
Psicologia educacionalPsicologia educacional
Psicologia educacional
Ana Pereira
 
A importância das atividades psicomotoras nas aulas de edc física na edc infa...
A importância das atividades psicomotoras nas aulas de edc física na edc infa...A importância das atividades psicomotoras nas aulas de edc física na edc infa...
A importância das atividades psicomotoras nas aulas de edc física na edc infa...
Jocéia Nunes Mata
 
Psicologia escolar e Educacional
Psicologia escolar e EducacionalPsicologia escolar e Educacional
Psicologia escolar e Educacional
mluisavalente
 
A importancia-da-psicomotricidade seminario
A importancia-da-psicomotricidade seminarioA importancia-da-psicomotricidade seminario
A importancia-da-psicomotricidade seminario
patricia vieira
 
A importancia-da-psicomotricidade seminario
A importancia-da-psicomotricidade seminarioA importancia-da-psicomotricidade seminario
A importancia-da-psicomotricidade seminario
patricia vieira
 
Psicologia da educação(2)
Psicologia da educação(2)Psicologia da educação(2)
Psicologia da educação(2)
FATIMA RIBEIRO
 
O corpo na educação
O corpo na educaçãoO corpo na educação
O corpo na educação
Luciane Chumber
 
Relações interpessoais para o curso Pro-funcionário 21032009
Relações interpessoais para o curso Pro-funcionário 21032009Relações interpessoais para o curso Pro-funcionário 21032009
Relações interpessoais para o curso Pro-funcionário 21032009
JUCILANA
 
CULTURA CORPORAL INTERFACES COM A PSICOMOTRICIDADE.pdf
CULTURA CORPORAL INTERFACES COM A PSICOMOTRICIDADE.pdfCULTURA CORPORAL INTERFACES COM A PSICOMOTRICIDADE.pdf
CULTURA CORPORAL INTERFACES COM A PSICOMOTRICIDADE.pdf
isadoraDionizio
 

Semelhante a Apostila Desenvolvimento Psicologia da dança (20)

PROJETO INTEGRADOR PSICOLOGIA DO ESPORTE.docx
PROJETO INTEGRADOR PSICOLOGIA DO ESPORTE.docxPROJETO INTEGRADOR PSICOLOGIA DO ESPORTE.docx
PROJETO INTEGRADOR PSICOLOGIA DO ESPORTE.docx
 
Psicologia do desenolvimento
Psicologia do desenolvimentoPsicologia do desenolvimento
Psicologia do desenolvimento
 
psicomotricidade na educação fisica.pptx
psicomotricidade na educação fisica.pptxpsicomotricidade na educação fisica.pptx
psicomotricidade na educação fisica.pptx
 
Curso psicologia do envelhecimento aula 1
Curso psicologia do envelhecimento   aula 1Curso psicologia do envelhecimento   aula 1
Curso psicologia do envelhecimento aula 1
 
Psicanalise
PsicanalisePsicanalise
Psicanalise
 
Desenvolvimento infantil (1)
Desenvolvimento infantil (1)Desenvolvimento infantil (1)
Desenvolvimento infantil (1)
 
PSICOMOTRICIDADE NA EDUCAÇÃO INFANTIL
PSICOMOTRICIDADE NA EDUCAÇÃO INFANTILPSICOMOTRICIDADE NA EDUCAÇÃO INFANTIL
PSICOMOTRICIDADE NA EDUCAÇÃO INFANTIL
 
Educacao para a saude
Educacao para a saudeEducacao para a saude
Educacao para a saude
 
Artigo edinalva aimportância do psicopedagogo nos anos iniciais do ensino fun...
Artigo edinalva aimportância do psicopedagogo nos anos iniciais do ensino fun...Artigo edinalva aimportância do psicopedagogo nos anos iniciais do ensino fun...
Artigo edinalva aimportância do psicopedagogo nos anos iniciais do ensino fun...
 
Psicomotricidade
PsicomotricidadePsicomotricidade
Psicomotricidade
 
Desenvolvimento da criança por meio do esporte
Desenvolvimento da criança por meio do esporteDesenvolvimento da criança por meio do esporte
Desenvolvimento da criança por meio do esporte
 
Psicologia educacional
Psicologia educacionalPsicologia educacional
Psicologia educacional
 
A importância das atividades psicomotoras nas aulas de edc física na edc infa...
A importância das atividades psicomotoras nas aulas de edc física na edc infa...A importância das atividades psicomotoras nas aulas de edc física na edc infa...
A importância das atividades psicomotoras nas aulas de edc física na edc infa...
 
Psicologia escolar e Educacional
Psicologia escolar e EducacionalPsicologia escolar e Educacional
Psicologia escolar e Educacional
 
A importancia-da-psicomotricidade seminario
A importancia-da-psicomotricidade seminarioA importancia-da-psicomotricidade seminario
A importancia-da-psicomotricidade seminario
 
A importancia-da-psicomotricidade seminario
A importancia-da-psicomotricidade seminarioA importancia-da-psicomotricidade seminario
A importancia-da-psicomotricidade seminario
 
Psicologia da educação(2)
Psicologia da educação(2)Psicologia da educação(2)
Psicologia da educação(2)
 
O corpo na educação
O corpo na educaçãoO corpo na educação
O corpo na educação
 
Relações interpessoais para o curso Pro-funcionário 21032009
Relações interpessoais para o curso Pro-funcionário 21032009Relações interpessoais para o curso Pro-funcionário 21032009
Relações interpessoais para o curso Pro-funcionário 21032009
 
CULTURA CORPORAL INTERFACES COM A PSICOMOTRICIDADE.pdf
CULTURA CORPORAL INTERFACES COM A PSICOMOTRICIDADE.pdfCULTURA CORPORAL INTERFACES COM A PSICOMOTRICIDADE.pdf
CULTURA CORPORAL INTERFACES COM A PSICOMOTRICIDADE.pdf
 

Último

slides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentarslides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentar
JoeteCarvalho
 
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
DouglasMoraes54
 
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdfUFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
Manuais Formação
 
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de cursoDicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Simone399395
 
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdfOS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
AmiltonAparecido1
 
As sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativasAs sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativas
rloureiro1
 
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões.          pptxRimas, Luís Vaz de Camões.          pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
TomasSousa7
 
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptxTreinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
MarcosPaulo777883
 
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionaisResumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
beatrizsilva525654
 
Atividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º anoAtividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º ano
fernandacosta37763
 
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdfO Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
silvamelosilva300
 
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua PortuguesaD20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
eaiprofpolly
 
APRESENTAÇÃO PARA AULA DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIA
APRESENTAÇÃO PARA AULA DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIAAPRESENTAÇÃO PARA AULA DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIA
APRESENTAÇÃO PARA AULA DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIA
karinenobre2033
 
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escolaIntrodução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Professor Belinaso
 
Aula Contrato Individual de Trabalho .pdf
Aula Contrato Individual de Trabalho .pdfAula Contrato Individual de Trabalho .pdf
Aula Contrato Individual de Trabalho .pdf
Pedro Luis Moraes
 
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Mary Alvarenga
 
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdfUFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
Manuais Formação
 
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptxAula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
LILIANPRESTESSCUDELE
 
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
Educação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideiaEducação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideia
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
joseanesouza36
 
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vidakarl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
KleginaldoPaz2
 

Último (20)

slides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentarslides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentar
 
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
 
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdfUFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
 
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de cursoDicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
 
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdfOS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
 
As sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativasAs sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativas
 
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões.          pptxRimas, Luís Vaz de Camões.          pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
 
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptxTreinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
 
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionaisResumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
 
Atividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º anoAtividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º ano
 
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdfO Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
 
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua PortuguesaD20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
 
APRESENTAÇÃO PARA AULA DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIA
APRESENTAÇÃO PARA AULA DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIAAPRESENTAÇÃO PARA AULA DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIA
APRESENTAÇÃO PARA AULA DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIA
 
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escolaIntrodução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
 
Aula Contrato Individual de Trabalho .pdf
Aula Contrato Individual de Trabalho .pdfAula Contrato Individual de Trabalho .pdf
Aula Contrato Individual de Trabalho .pdf
 
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
 
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdfUFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
 
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptxAula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
 
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
Educação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideiaEducação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideia
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
 
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vidakarl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
 

Apostila Desenvolvimento Psicologia da dança

  • 2. CONTEÚDO MARIACRISTINALOPES.COM INTRODUÇÃO ABORDAGENSDESENVOLVIMENTO DIFERENTES AUTORESSEGUNDO ERIK ERIKSON A DANÇA E O DESENVOLVIMENTO UMA INTRODUÇÃO POR QUE ESTUDAR O DESENVOLVIMENTO? MARIA CRISTINA LOPES BIBLIOGRAFIA
  • 3. OLÁ! MARIACRISTINALOPES.COM COMO VAI? Meu nome é Maria Cristina Lopes e gostaria de te dar boas- vindas ao workshop psicologia da dança! Vamos falar nesta primeira apostila sobre desenvolvimento humano. Eu acredito que para lidar com alunos de dança e bailarinos é preciso em primeiro lugar conhecer sobre as teorias de desenvolvimento humano. Por isso, vamos ver hoje as principais teorias e como elas podem ajudá-lo a entender melhor o bailarino. PSICÓLOGA DA DANÇA CRP5/47829 MARIACRISTINALOPES@GMAIL.COM 55 21 993053432 MARIA CRISTINA LOPES
  • 4. INTRODUÇÃO A DANÇA E O DESENVOLVIMENTO HUMANO Para avaliar a aprendizagem do aluno e bailarino é necessário compreender como o desenvolvimento ocorre. Aulas com diversas faixas etárias, desconhecimento sobre aprendizagem e desenvolvimento na escola regular, ensino despreocupado com o indivíduo: esta é a realidade do ensino da dança hoje.   Não é preciso ser muito extenso para que percebam que é necessário compreender o momento de cada aluno de uma turma. Este momento deve ser analisado de diversas formas, mas principalmente de acordo com se desenvolvimento de forma geral.  O ser humano é um ser biopsicossocial. Isso significa que existem influências biológicas, psicológicas e sociais para a formação do indivíduo. E isso ocorre desde seu primeiro contato com o mundo externo – ainda na barriga de sua mãe.  O desenvolvimento integral se refere a diversos fatores que por vezes não são avaliados. A importância de se observar todos os aspectos de um aluno se dá a partir da percepção do ser humano como um ser biopsicossocial. Ou seja, o aluno é um ser completo.  WORKSHOP PSICOLOGIA DA DANÇA "O desenvolvimento da aprendizagem em dança anda lado a lado ao desenvolvimento humano" 04 |  WORKSHOP PSICOLOGIA DA DANÇA
  • 5. ERIK ERIKSON O DESENVOLVIMENTO HUMANO SEGUNDO ERIK ERIKSON Devemos compreender as fases de desenvolvimento para ter um ensino voltado para a saúde integral do aluno Para Erik Erikson  o desenvolvimento ocorre a partir de uma resolução em um conflito. Cada feixa-etária terá seu conflito específico.  É importante salientar que para uma boa aprendizagem em dança o desenvolvimento saudável deve ocorrer e ser estimulado pelo professor. Quando compreendemos cada etapa de conflito podemos ter sua resolução e estímulos de melhor forma.  Infância (1-3 anos) Autonomia X Vergonha e Dúvida.  Primeira infância (3-5 anos) Iniciativa X Culpa.  Infância média e tardia (6 – 12 anos) Esforço X Inferioridade.  Adolescência (10-18 anos) Identidade X Confusão de identidade.  WORKSHOP PSICOLOGIA DA DANÇA Estimule o desenvolvimento de forma positiva no momento da correção e interação com os alunos. 05 |  WORKSHOP PSICOLOGIA DA DANÇA
  • 6. Piaget Desenvolvimento I N F A N T I L Para Piaget o ser humano é ativo em seu próprio desenvolvimento e deve-se estimular o comportamento e exploração da matéria para o desenvolvimento integral.  Aprendizagem ativa Bandura A observação e a imitação de modelos é o ponto chave do desenvolvimento humano nesta abordagem. Segundo Bandura este processo regula todo este processo.  Observação e imitação Vygotsky Para este autor a interação social é fundamental para a aprendizagem e desenvolvimento cognitivo, psicológico e emocional.  Interação social 06|  WORKSHOP PSICOLOGIA DA DANÇA V I S Õ E S E A B O R D A G E N S
  • 7. Conclusão É importante buscar compreender o aluno de dança como um ser humano completo e alinhar diversos fatores de desenvolvimento em uma mesma avaliação. Devemos buscar compreender que aspectos de desenvolvimento são saudáveis e quais não são. A partir disto podemos desenvolver uma estratégia posterior para potencializar o desenvolvimento deste aluno.  Dito isso, não basta apenas conhecer a técnica de dança. É preciso conhecer os passos que seu aluno precisa dar para chegar onde você deseja para além do aspecto físico. Todos passamos por processos de desenvolvimento e aprendizagem que moldam não apenas o aspecto da dança. Mas também aspectos psicológicos e emocionais. Estar atento a eles é se preocupar com a saúde integral do seu bailarino e aluno.  07 |  WORKSHOP PSICOLOGIA DA DANÇA
  • 8. Bibliografia Associação Psiquiátrica Americana. ( 2013). Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais ( 5 ª ed . ) . Arlington, VA: . American Psychiatric Publishing Desenvolvimento humano/ D. E. Papalia, S. W. Olds, R. D. Feldman. São Paulo. MacGraw-Hill, 2009.  08  |  WORKSHOP PSICOLOGIA DA DANÇA