SlideShare uma empresa Scribd logo
ANÁLISE DE SOLOS
Universidade Federal Fluminense
Professora: Dirlane Carmo
Projeto de extensão: “Práticas Agroecológicas por
meio da educação digital”.
O solo deve ser encarado como um organismo vivo e sua
fertilidade baseada em aspectos químicos, físicos e
biológicos;
Repolho plantado em solo rochoso.
Fonte: http://pt.dreamstime.com/fotos-de-stock-plantas-novas-do-
repolho-no-solo-rochoso-image21691333
A amostragem do solo é a primeira e principal
etapa para a avaliação da fertilidade do mesmo.
*Área mais homogênea possível;
*Área subdivida em talhões homogêneos;
Divisão da área em glebas para amostragem de solo.
Fonte: Recomendações para o Uso de Corretivos e Fertilizantes
em Minas Gerais.
* Amostras simples e compostas;
* Distribuição espacial das amostras simples
na gleba --> caminhamento em zig zag;
* Para a maioria das culturas, as amostras
simples são coletadas na camada de 0 a 20
cm;
* Para pastagens já estabelecidas  0 a 5 cm
ou 0 a 7 cm;
Análise de solos
Análise de solos
NUTRIENTES
As plantas superiores para
crescerem e completarem seu
ciclo de vida necessitam de 17
elementos:
C, O, H, N, P, K, Ca, Mg, S, Cl,
Mn, B, Zn, Fe, Cu, Ni e Mo.
Os nutrientes minerais tem funções
específicas e essenciais no
metabolismo da planta;
Dependendo da quantidade
requerida de um dado nutriente, o
elemento pode ser classificado
como macro ou micro;
NITROGÊNIO
Em sua falta ou insuficiência, o
crescimento da planta é retardado e as
folhas mais velhas tornam-se verde-
amareladas. Se a falta do nutriente for
prolongada, toda a planta apresentará
esses sintomas.
A falta ou insuficiência de nutrientes debilita e atrasa o desenvolvimento das
plantas, que passam a apresentar sintomas de deficiência nutricional.
FÓSFORO
A deficiência de fósforo é observada com
frequência em solos de baixa fertilidade e nos
q possuem elevada taxa de adsorção desse
nutriente, como os solos de cerrado. As folhas
mais velhas adquirem coloração arroxeada.
Em estágios mais tardios, as folhas caem
prematuramente, além disso a planta retarda
sua frutificação.
POTÁSSIO
A deficiência deste elemento
torna lento o crescimento das
plantas; as folhas novas
afilam e as velhas
apresentam
amarelecimento das
bordas, tronando-se
amarronzadas e necrosadas.
CÁLCIO
Em condições em que ocorrem períodos
curtos de deficiência, observam-se
tecidos necrosados no interior dos
frutos. Deformações das folhas novas e
morte dos pontos de crescimento.
MAGNÉSIO
A deficiência de magnésio é bastante
comum em plantações de tomate. Quando
a deficiência é mais severa, as áreas
amarelas vão escurecendo, tornando-se
posteriormente necrosadas. Sintomas
por infecção de vírus podem ser
confundidos com a falta deste nutriente.
Calagem
Fornece suprimento de cálcio e magnésio para as plantas. O cálcio estimula o
crescimento das raízes e, portanto, com a calagem ocorre o aumento do
sistema radicular e uma maior exploração da água e dos nutrientes do solo,
auxiliando a planta na tolerância à seca.
Objetivos:
* Fornecimento de [Ca]+2 e [Mg]+2 ;
* Elevação do pH;
* Neutralização do [Al]+3 ;
* Contribui para o aumento da eficiência dos adubos;
* Calcário fino e calcinado é mais reativo e apresenta maior rapidez na
correção do solo;
http://sistemasdeproducao.cnptia.embrapa.br/FontesHTML/Tomate/TomateIn
dustrial_2ed/deficiencias.htm
 Referências Bibliográficas
 http://www.agencia.cnptia.embrapa.br/gestor/cana-de-
acucar/arvore/CONTAG01_34_711200516717.html
 Recomendações para o Uso de Corretivos e Fertilizantes em Minas Gerais.
 Pereira, Oliveira Itamar et Al.Considerações sobre a Acidez dos Solos do
Cerrado.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Gessagem
GessagemGessagem
Gessagem
Geagra UFG
 
Correção do solo e adubação da soja
Correção do solo e adubação da soja Correção do solo e adubação da soja
Correção do solo e adubação da soja
Geagra UFG
 
Fertilidade do Solo
Fertilidade do SoloFertilidade do Solo
Fertilidade do Solo
Gustavo Avila
 
Manejo Integrado de Pragas
Manejo Integrado de PragasManejo Integrado de Pragas
Manejo Integrado de Pragas
AgriculturaSustentavel
 
Agricultura geral aula 1 de_adubacao
Agricultura geral aula 1 de_adubacaoAgricultura geral aula 1 de_adubacao
Agricultura geral aula 1 de_adubacao
Emanuel Malai
 
Col.agro 14.interpretacao da analise do solo
Col.agro 14.interpretacao da analise do soloCol.agro 14.interpretacao da analise do solo
Col.agro 14.interpretacao da analise do solo
gastao ney monte braga
 
Cálculo da necessidade de calagem
Cálculo da necessidade de calagemCálculo da necessidade de calagem
Cálculo da necessidade de calagem
gastao ney monte braga
 
Avaliação da fertilidade do solo e estado nutricional das plantas
Avaliação da fertilidade do solo e estado nutricional das plantas Avaliação da fertilidade do solo e estado nutricional das plantas
Avaliação da fertilidade do solo e estado nutricional das plantas
Leandro Araujo
 
Preparação do Solo e Aplicação
Preparação do Solo e AplicaçãoPreparação do Solo e Aplicação
Preparação do Solo e Aplicação
Geagra UFG
 
Tratos culturais
Tratos culturaisTratos culturais
Tratos culturais
victor sousa
 
MANEJO DO SOLOS EM SISTEMAS DE PLANTIO
MANEJO DO SOLOS EM SISTEMAS DE PLANTIOMANEJO DO SOLOS EM SISTEMAS DE PLANTIO
MANEJO DO SOLOS EM SISTEMAS DE PLANTIO
Geagra UFG
 
Aula 7 olericultura
Aula 7 olericulturaAula 7 olericultura
Aula 7 olericultura
Jadson Belem de Moura
 
Adubação de Cobertura e Foliar
Adubação de Cobertura e FoliarAdubação de Cobertura e Foliar
Adubação de Cobertura e Foliar
Geagra UFG
 
Apresentação abacaxi
Apresentação abacaxiApresentação abacaxi
Apresentação abacaxi
Geraldo Henrique
 
Manejo Integrado de Doenças de Plantas
Manejo Integrado de Doenças de PlantasManejo Integrado de Doenças de Plantas
Manejo Integrado de Doenças de Plantas
AgriculturaSustentavel
 
INTRODUÇÃO À CULTURA DO FEIJÃO
INTRODUÇÃO À CULTURA DO FEIJÃOINTRODUÇÃO À CULTURA DO FEIJÃO
INTRODUÇÃO À CULTURA DO FEIJÃO
Geagra UFG
 
Tomate
TomateTomate
aulas de friticultura
aulas de friticulturaaulas de friticultura
aulas de friticultura
Lafaiete Sousa
 
Adubação eucalip
Adubação eucalipAdubação eucalip
Manejo e Conservação do Solo
Manejo e Conservação do SoloManejo e Conservação do Solo

Mais procurados (20)

Gessagem
GessagemGessagem
Gessagem
 
Correção do solo e adubação da soja
Correção do solo e adubação da soja Correção do solo e adubação da soja
Correção do solo e adubação da soja
 
Fertilidade do Solo
Fertilidade do SoloFertilidade do Solo
Fertilidade do Solo
 
Manejo Integrado de Pragas
Manejo Integrado de PragasManejo Integrado de Pragas
Manejo Integrado de Pragas
 
Agricultura geral aula 1 de_adubacao
Agricultura geral aula 1 de_adubacaoAgricultura geral aula 1 de_adubacao
Agricultura geral aula 1 de_adubacao
 
Col.agro 14.interpretacao da analise do solo
Col.agro 14.interpretacao da analise do soloCol.agro 14.interpretacao da analise do solo
Col.agro 14.interpretacao da analise do solo
 
Cálculo da necessidade de calagem
Cálculo da necessidade de calagemCálculo da necessidade de calagem
Cálculo da necessidade de calagem
 
Avaliação da fertilidade do solo e estado nutricional das plantas
Avaliação da fertilidade do solo e estado nutricional das plantas Avaliação da fertilidade do solo e estado nutricional das plantas
Avaliação da fertilidade do solo e estado nutricional das plantas
 
Preparação do Solo e Aplicação
Preparação do Solo e AplicaçãoPreparação do Solo e Aplicação
Preparação do Solo e Aplicação
 
Tratos culturais
Tratos culturaisTratos culturais
Tratos culturais
 
MANEJO DO SOLOS EM SISTEMAS DE PLANTIO
MANEJO DO SOLOS EM SISTEMAS DE PLANTIOMANEJO DO SOLOS EM SISTEMAS DE PLANTIO
MANEJO DO SOLOS EM SISTEMAS DE PLANTIO
 
Aula 7 olericultura
Aula 7 olericulturaAula 7 olericultura
Aula 7 olericultura
 
Adubação de Cobertura e Foliar
Adubação de Cobertura e FoliarAdubação de Cobertura e Foliar
Adubação de Cobertura e Foliar
 
Apresentação abacaxi
Apresentação abacaxiApresentação abacaxi
Apresentação abacaxi
 
Manejo Integrado de Doenças de Plantas
Manejo Integrado de Doenças de PlantasManejo Integrado de Doenças de Plantas
Manejo Integrado de Doenças de Plantas
 
INTRODUÇÃO À CULTURA DO FEIJÃO
INTRODUÇÃO À CULTURA DO FEIJÃOINTRODUÇÃO À CULTURA DO FEIJÃO
INTRODUÇÃO À CULTURA DO FEIJÃO
 
Tomate
TomateTomate
Tomate
 
aulas de friticultura
aulas de friticulturaaulas de friticultura
aulas de friticultura
 
Adubação eucalip
Adubação eucalipAdubação eucalip
Adubação eucalip
 
Manejo e Conservação do Solo
Manejo e Conservação do SoloManejo e Conservação do Solo
Manejo e Conservação do Solo
 

Destaque

Notas práticas para condução da fertilização em horticultura protegida e ao a...
Notas práticas para condução da fertilização em horticultura protegida e ao a...Notas práticas para condução da fertilização em horticultura protegida e ao a...
Notas práticas para condução da fertilização em horticultura protegida e ao a...
Armindo Rosa
 
Manual de adubacao_2004_versao_internet
Manual de adubacao_2004_versao_internetManual de adubacao_2004_versao_internet
Manual de adubacao_2004_versao_internet
Rogger Wins
 
Recomendação de calagem e adubação mineral
Recomendação de calagem e adubação mineralRecomendação de calagem e adubação mineral
Recomendação de calagem e adubação mineral
Leidiane Fernandes
 
Unesco Agua Vegetacao E Solo Pdf
Unesco Agua Vegetacao E Solo PdfUnesco Agua Vegetacao E Solo Pdf
Unesco Agua Vegetacao E Solo Pdf
Wanessa de Castro
 
36 tomate orgânico
36 tomate orgânico36 tomate orgânico
36 tomate orgânico
Rodrigo Caetano
 
Utilizando o DRIA-0111: Agrometeorologia dos Cultivares:
Utilizando o DRIA-0111: Agrometeorologia dos Cultivares: Utilizando o DRIA-0111: Agrometeorologia dos Cultivares:
Utilizando o DRIA-0111: Agrometeorologia dos Cultivares:
Luis Andia
 
Transgenicos
Transgenicos Transgenicos
Transgenicos
Adila Trubat
 
Pedologia / solo - Professor Edu Gonzaga 2013
Pedologia / solo - Professor Edu Gonzaga 2013Pedologia / solo - Professor Edu Gonzaga 2013
Pedologia / solo - Professor Edu Gonzaga 2013
Edu Gonzaga
 
Biomassas no brasil
Biomassas no brasilBiomassas no brasil
Biomassas no brasil
Maria da Paz
 
Melhoramento genetico
Melhoramento geneticoMelhoramento genetico
Melhoramento genetico
Estude Mais
 
Apresentação de intervenção urbana Agua Branca-SP
Apresentação de intervenção urbana Agua Branca-SPApresentação de intervenção urbana Agua Branca-SP
Apresentação de intervenção urbana Agua Branca-SP
Luciana Paixão Arquitetura
 
Os fatores e processos de formação dos solos
Os fatores e processos de formação dos solosOs fatores e processos de formação dos solos
Os fatores e processos de formação dos solos
Jadson Belem de Moura
 
Origem e formação do solo
Origem e formação do soloOrigem e formação do solo
Origem e formação do solo
Fabíola Mello
 
Geoprocessamento - O que ele pode fazer por Você?
Geoprocessamento - O que ele pode fazer por Você?Geoprocessamento - O que ele pode fazer por Você?
Geoprocessamento - O que ele pode fazer por Você?
Anderson Medeiros
 
AutoCAD
AutoCADAutoCAD
Aula 04 processos de formação do solo
Aula 04   processos de formação do soloAula 04   processos de formação do solo
Aula 04 processos de formação do solo
Jadson Belem de Moura
 
Morfologia do solo
Morfologia do soloMorfologia do solo
Morfologia do solo
Elvio Giasson
 
Fundamentos dos Comandos no AutoCad para todas as versões
Fundamentos dos Comandos no AutoCad para todas as versõesFundamentos dos Comandos no AutoCad para todas as versões
Fundamentos dos Comandos no AutoCad para todas as versões
Rodrigo Meireles
 
Aula 1 e 2 topografia
Aula 1 e 2   topografiaAula 1 e 2   topografia
Aula 1 e 2 topografia
LorenaAlencarRodrigues
 
08.1 preparo inicial
08.1   preparo inicial08.1   preparo inicial
08.1 preparo inicial
Romulo Vinicius Tio Rominho
 

Destaque (20)

Notas práticas para condução da fertilização em horticultura protegida e ao a...
Notas práticas para condução da fertilização em horticultura protegida e ao a...Notas práticas para condução da fertilização em horticultura protegida e ao a...
Notas práticas para condução da fertilização em horticultura protegida e ao a...
 
Manual de adubacao_2004_versao_internet
Manual de adubacao_2004_versao_internetManual de adubacao_2004_versao_internet
Manual de adubacao_2004_versao_internet
 
Recomendação de calagem e adubação mineral
Recomendação de calagem e adubação mineralRecomendação de calagem e adubação mineral
Recomendação de calagem e adubação mineral
 
Unesco Agua Vegetacao E Solo Pdf
Unesco Agua Vegetacao E Solo PdfUnesco Agua Vegetacao E Solo Pdf
Unesco Agua Vegetacao E Solo Pdf
 
36 tomate orgânico
36 tomate orgânico36 tomate orgânico
36 tomate orgânico
 
Utilizando o DRIA-0111: Agrometeorologia dos Cultivares:
Utilizando o DRIA-0111: Agrometeorologia dos Cultivares: Utilizando o DRIA-0111: Agrometeorologia dos Cultivares:
Utilizando o DRIA-0111: Agrometeorologia dos Cultivares:
 
Transgenicos
Transgenicos Transgenicos
Transgenicos
 
Pedologia / solo - Professor Edu Gonzaga 2013
Pedologia / solo - Professor Edu Gonzaga 2013Pedologia / solo - Professor Edu Gonzaga 2013
Pedologia / solo - Professor Edu Gonzaga 2013
 
Biomassas no brasil
Biomassas no brasilBiomassas no brasil
Biomassas no brasil
 
Melhoramento genetico
Melhoramento geneticoMelhoramento genetico
Melhoramento genetico
 
Apresentação de intervenção urbana Agua Branca-SP
Apresentação de intervenção urbana Agua Branca-SPApresentação de intervenção urbana Agua Branca-SP
Apresentação de intervenção urbana Agua Branca-SP
 
Os fatores e processos de formação dos solos
Os fatores e processos de formação dos solosOs fatores e processos de formação dos solos
Os fatores e processos de formação dos solos
 
Origem e formação do solo
Origem e formação do soloOrigem e formação do solo
Origem e formação do solo
 
Geoprocessamento - O que ele pode fazer por Você?
Geoprocessamento - O que ele pode fazer por Você?Geoprocessamento - O que ele pode fazer por Você?
Geoprocessamento - O que ele pode fazer por Você?
 
AutoCAD
AutoCADAutoCAD
AutoCAD
 
Aula 04 processos de formação do solo
Aula 04   processos de formação do soloAula 04   processos de formação do solo
Aula 04 processos de formação do solo
 
Morfologia do solo
Morfologia do soloMorfologia do solo
Morfologia do solo
 
Fundamentos dos Comandos no AutoCad para todas as versões
Fundamentos dos Comandos no AutoCad para todas as versõesFundamentos dos Comandos no AutoCad para todas as versões
Fundamentos dos Comandos no AutoCad para todas as versões
 
Aula 1 e 2 topografia
Aula 1 e 2   topografiaAula 1 e 2   topografia
Aula 1 e 2 topografia
 
08.1 preparo inicial
08.1   preparo inicial08.1   preparo inicial
08.1 preparo inicial
 

Semelhante a Análise de solos

Implantação da Cultura do Feijão
Implantação da Cultura do FeijãoImplantação da Cultura do Feijão
Implantação da Cultura do Feijão
Killer Max
 
13549731 manutencao de_jardins_e_relvados_-_adubacao
13549731 manutencao de_jardins_e_relvados_-_adubacao13549731 manutencao de_jardins_e_relvados_-_adubacao
13549731 manutencao de_jardins_e_relvados_-_adubacao
Pelo Siro
 
Mandioca
MandiocaMandioca
Mandioca
Fabiano França
 
Adubacaoe nutricao
Adubacaoe nutricaoAdubacaoe nutricao
Adubacaoe nutricao
Geraldo Cabral
 
Implantação de um pomar
Implantação de um pomarImplantação de um pomar
Implantação de um pomar
Sabrina Nascimento
 
Fertilidade e manejo do solo.pptxmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmm
Fertilidade e manejo do solo.pptxmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmFertilidade e manejo do solo.pptxmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmm
Fertilidade e manejo do solo.pptxmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmm
HitaloSantos7
 
Nutricao e adubação do milho
Nutricao e adubação do milho Nutricao e adubação do milho
Nutricao e adubação do milho
Alisson Fernandes
 
Apostila da disciplina de fertilidade e adubação
Apostila da disciplina de fertilidade e adubaçãoApostila da disciplina de fertilidade e adubação
Apostila da disciplina de fertilidade e adubação
Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Tocantins
 
Seja feijoeiro
Seja feijoeiroSeja feijoeiro
Seja feijoeiro
nesga200
 
Tripes em cebola: cuidados no manejo
Tripes em cebola: cuidados no manejoTripes em cebola: cuidados no manejo
Tripes em cebola: cuidados no manejo
Paulo Antonio de Souza Gonçalves
 
Pimentão apresentação
Pimentão   apresentaçãoPimentão   apresentação
Pimentão apresentação
James Nascimento
 
Adubação e nutrição de planta frutiferas.pdf
Adubação e nutrição de planta frutiferas.pdfAdubação e nutrição de planta frutiferas.pdf
Adubação e nutrição de planta frutiferas.pdf
LeyserRodriguesOlive
 
Deficiências nutricionais da cultura da cenoura
Deficiências nutricionais da cultura da cenouraDeficiências nutricionais da cultura da cenoura
Deficiências nutricionais da cultura da cenoura
josue sousa
 
Resumo simpósio café esalq
Resumo simpósio café esalqResumo simpósio café esalq
Resumo simpósio café esalq
Carla Pádua Martins
 
Green Simple Healthy Lifestyle Presentation_20231002_175546_0000.pdf
Green Simple Healthy Lifestyle Presentation_20231002_175546_0000.pdfGreen Simple Healthy Lifestyle Presentation_20231002_175546_0000.pdf
Green Simple Healthy Lifestyle Presentation_20231002_175546_0000.pdf
CarlosEvaristo5
 
Adubação na cultura do Algodeiro
Adubação na cultura do AlgodeiroAdubação na cultura do Algodeiro
Adubação na cultura do Algodeiro
Geagra UFG
 
Sistema Plantio Direto na Fruticultura Conservacionista
Sistema Plantio Direto na Fruticultura ConservacionistaSistema Plantio Direto na Fruticultura Conservacionista
Sistema Plantio Direto na Fruticultura Conservacionista
Agricultura Sao Paulo
 
Deficiencia citrinos
Deficiencia citrinosDeficiencia citrinos
Deficiencia citrinos
Jorge Filósofo
 
HORTIFRUTICULTURA - discipl olericultura
HORTIFRUTICULTURA - discipl olericulturaHORTIFRUTICULTURA - discipl olericultura
HORTIFRUTICULTURA - discipl olericultura
MariaRibeiro194699
 
curso-de-paisagismo
curso-de-paisagismocurso-de-paisagismo
curso-de-paisagismo
Okutagawa
 

Semelhante a Análise de solos (20)

Implantação da Cultura do Feijão
Implantação da Cultura do FeijãoImplantação da Cultura do Feijão
Implantação da Cultura do Feijão
 
13549731 manutencao de_jardins_e_relvados_-_adubacao
13549731 manutencao de_jardins_e_relvados_-_adubacao13549731 manutencao de_jardins_e_relvados_-_adubacao
13549731 manutencao de_jardins_e_relvados_-_adubacao
 
Mandioca
MandiocaMandioca
Mandioca
 
Adubacaoe nutricao
Adubacaoe nutricaoAdubacaoe nutricao
Adubacaoe nutricao
 
Implantação de um pomar
Implantação de um pomarImplantação de um pomar
Implantação de um pomar
 
Fertilidade e manejo do solo.pptxmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmm
Fertilidade e manejo do solo.pptxmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmFertilidade e manejo do solo.pptxmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmm
Fertilidade e manejo do solo.pptxmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmm
 
Nutricao e adubação do milho
Nutricao e adubação do milho Nutricao e adubação do milho
Nutricao e adubação do milho
 
Apostila da disciplina de fertilidade e adubação
Apostila da disciplina de fertilidade e adubaçãoApostila da disciplina de fertilidade e adubação
Apostila da disciplina de fertilidade e adubação
 
Seja feijoeiro
Seja feijoeiroSeja feijoeiro
Seja feijoeiro
 
Tripes em cebola: cuidados no manejo
Tripes em cebola: cuidados no manejoTripes em cebola: cuidados no manejo
Tripes em cebola: cuidados no manejo
 
Pimentão apresentação
Pimentão   apresentaçãoPimentão   apresentação
Pimentão apresentação
 
Adubação e nutrição de planta frutiferas.pdf
Adubação e nutrição de planta frutiferas.pdfAdubação e nutrição de planta frutiferas.pdf
Adubação e nutrição de planta frutiferas.pdf
 
Deficiências nutricionais da cultura da cenoura
Deficiências nutricionais da cultura da cenouraDeficiências nutricionais da cultura da cenoura
Deficiências nutricionais da cultura da cenoura
 
Resumo simpósio café esalq
Resumo simpósio café esalqResumo simpósio café esalq
Resumo simpósio café esalq
 
Green Simple Healthy Lifestyle Presentation_20231002_175546_0000.pdf
Green Simple Healthy Lifestyle Presentation_20231002_175546_0000.pdfGreen Simple Healthy Lifestyle Presentation_20231002_175546_0000.pdf
Green Simple Healthy Lifestyle Presentation_20231002_175546_0000.pdf
 
Adubação na cultura do Algodeiro
Adubação na cultura do AlgodeiroAdubação na cultura do Algodeiro
Adubação na cultura do Algodeiro
 
Sistema Plantio Direto na Fruticultura Conservacionista
Sistema Plantio Direto na Fruticultura ConservacionistaSistema Plantio Direto na Fruticultura Conservacionista
Sistema Plantio Direto na Fruticultura Conservacionista
 
Deficiencia citrinos
Deficiencia citrinosDeficiencia citrinos
Deficiencia citrinos
 
HORTIFRUTICULTURA - discipl olericultura
HORTIFRUTICULTURA - discipl olericulturaHORTIFRUTICULTURA - discipl olericultura
HORTIFRUTICULTURA - discipl olericultura
 
curso-de-paisagismo
curso-de-paisagismocurso-de-paisagismo
curso-de-paisagismo
 

Mais de mvezzone

Apostila jovens rurais (mv)
Apostila jovens rurais (mv)Apostila jovens rurais (mv)
Apostila jovens rurais (mv)
mvezzone
 
Estrumeira solocimento
Estrumeira solocimentoEstrumeira solocimento
Estrumeira solocimento
mvezzone
 
Custo producao
Custo producaoCusto producao
Custo producao
mvezzone
 
Manual de_praticas_agroecológicas - emater
 Manual de_praticas_agroecológicas - emater Manual de_praticas_agroecológicas - emater
Manual de_praticas_agroecológicas - emater
mvezzone
 
Aac agroecologia-e-sistemas
Aac agroecologia-e-sistemasAac agroecologia-e-sistemas
Aac agroecologia-e-sistemas
mvezzone
 
Pecuaria orgânica 3 manejo sanitário e manejo agroecológico das pastagens ...
Pecuaria orgânica 3 manejo sanitário e manejo agroecológico das pastagens ...Pecuaria orgânica 3 manejo sanitário e manejo agroecológico das pastagens ...
Pecuaria orgânica 3 manejo sanitário e manejo agroecológico das pastagens ...
mvezzone
 
Manejo frangos corte
Manejo frangos corteManejo frangos corte
Manejo frangos corte
mvezzone
 
Sisca 2013 032
Sisca 2013 032Sisca 2013 032
Sisca 2013 032
mvezzone
 
Produção de ovos agroecológicos – agrocapixaba.com
Produção de ovos agroecológicos – agrocapixaba.comProdução de ovos agroecológicos – agrocapixaba.com
Produção de ovos agroecológicos – agrocapixaba.com
mvezzone
 
Frango corte
Frango corteFrango corte
Frango corte
mvezzone
 
Vacinação
VacinaçãoVacinação
Vacinação
mvezzone
 
Avicultura agroecologica
Avicultura agroecologicaAvicultura agroecologica
Avicultura agroecologica
mvezzone
 
Agroecologia produçao animal
Agroecologia produçao animalAgroecologia produçao animal
Agroecologia produçao animal
mvezzone
 
Produçao animal
Produçao animalProduçao animal
Produçao animal
mvezzone
 
Manual criação galinhas caipiras
Manual criação galinhas caipirasManual criação galinhas caipiras
Manual criação galinhas caipiras
mvezzone
 
Controle formigas
Controle formigasControle formigas
Controle formigas
mvezzone
 
Ervas medicinais controle fungo
Ervas medicinais controle fungoErvas medicinais controle fungo
Ervas medicinais controle fungo
mvezzone
 
Apostila agricultura orgânica
Apostila agricultura orgânicaApostila agricultura orgânica
Apostila agricultura orgânica
mvezzone
 
Controle fitossanitário com produtos alternativos coletânea de receitas
Controle fitossanitário com produtos alternativos coletânea de receitasControle fitossanitário com produtos alternativos coletânea de receitas
Controle fitossanitário com produtos alternativos coletânea de receitas
mvezzone
 
Métodos caseiros de controle pragas e doenças
Métodos caseiros de controle pragas e doençasMétodos caseiros de controle pragas e doenças
Métodos caseiros de controle pragas e doenças
mvezzone
 

Mais de mvezzone (20)

Apostila jovens rurais (mv)
Apostila jovens rurais (mv)Apostila jovens rurais (mv)
Apostila jovens rurais (mv)
 
Estrumeira solocimento
Estrumeira solocimentoEstrumeira solocimento
Estrumeira solocimento
 
Custo producao
Custo producaoCusto producao
Custo producao
 
Manual de_praticas_agroecológicas - emater
 Manual de_praticas_agroecológicas - emater Manual de_praticas_agroecológicas - emater
Manual de_praticas_agroecológicas - emater
 
Aac agroecologia-e-sistemas
Aac agroecologia-e-sistemasAac agroecologia-e-sistemas
Aac agroecologia-e-sistemas
 
Pecuaria orgânica 3 manejo sanitário e manejo agroecológico das pastagens ...
Pecuaria orgânica 3 manejo sanitário e manejo agroecológico das pastagens ...Pecuaria orgânica 3 manejo sanitário e manejo agroecológico das pastagens ...
Pecuaria orgânica 3 manejo sanitário e manejo agroecológico das pastagens ...
 
Manejo frangos corte
Manejo frangos corteManejo frangos corte
Manejo frangos corte
 
Sisca 2013 032
Sisca 2013 032Sisca 2013 032
Sisca 2013 032
 
Produção de ovos agroecológicos – agrocapixaba.com
Produção de ovos agroecológicos – agrocapixaba.comProdução de ovos agroecológicos – agrocapixaba.com
Produção de ovos agroecológicos – agrocapixaba.com
 
Frango corte
Frango corteFrango corte
Frango corte
 
Vacinação
VacinaçãoVacinação
Vacinação
 
Avicultura agroecologica
Avicultura agroecologicaAvicultura agroecologica
Avicultura agroecologica
 
Agroecologia produçao animal
Agroecologia produçao animalAgroecologia produçao animal
Agroecologia produçao animal
 
Produçao animal
Produçao animalProduçao animal
Produçao animal
 
Manual criação galinhas caipiras
Manual criação galinhas caipirasManual criação galinhas caipiras
Manual criação galinhas caipiras
 
Controle formigas
Controle formigasControle formigas
Controle formigas
 
Ervas medicinais controle fungo
Ervas medicinais controle fungoErvas medicinais controle fungo
Ervas medicinais controle fungo
 
Apostila agricultura orgânica
Apostila agricultura orgânicaApostila agricultura orgânica
Apostila agricultura orgânica
 
Controle fitossanitário com produtos alternativos coletânea de receitas
Controle fitossanitário com produtos alternativos coletânea de receitasControle fitossanitário com produtos alternativos coletânea de receitas
Controle fitossanitário com produtos alternativos coletânea de receitas
 
Métodos caseiros de controle pragas e doenças
Métodos caseiros de controle pragas e doençasMétodos caseiros de controle pragas e doenças
Métodos caseiros de controle pragas e doenças
 

Último

Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdfCaderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
shirleisousa9166
 
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores LocaisTemática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Colaborar Educacional
 
Oficina de bases de dados - Dimensions.pdf
Oficina de bases de dados - Dimensions.pdfOficina de bases de dados - Dimensions.pdf
Oficina de bases de dados - Dimensions.pdf
beathrizalves131
 
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Mary Alvarenga
 
Apostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdf
Apostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdfApostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdf
Apostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdf
pattyhsilva271204
 
_jogo-brinquedo-brincadeira-e-a-e-ducacao-tizuko-morchida-kishimoto-leandro-p...
_jogo-brinquedo-brincadeira-e-a-e-ducacao-tizuko-morchida-kishimoto-leandro-p..._jogo-brinquedo-brincadeira-e-a-e-ducacao-tizuko-morchida-kishimoto-leandro-p...
_jogo-brinquedo-brincadeira-e-a-e-ducacao-tizuko-morchida-kishimoto-leandro-p...
marcos oliveira
 
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
Texto e atividade - O que fazemos com a água que usamos.
Texto e atividade -  O que fazemos com a água que usamos.Texto e atividade -  O que fazemos com a água que usamos.
Texto e atividade - O que fazemos com a água que usamos.
Mary Alvarenga
 
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptxA perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
marcos oliveira
 
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptxLicao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
jetroescola
 
Relatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
Relatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UEInfografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Centro Jacques Delors
 
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Centro Jacques Delors
 
Guerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibéricaGuerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibérica
felipescherner
 
escrita criativa utilizada na arteterapia
escrita criativa   utilizada na arteterapiaescrita criativa   utilizada na arteterapia
escrita criativa utilizada na arteterapia
shirleisousa9166
 
Alfabetização de adultos.pdf
Alfabetização de             adultos.pdfAlfabetização de             adultos.pdf
Alfabetização de adultos.pdf
arodatos81
 
farmacologia-segura-em-mapas-mentais-reduzindo-os-riscos-da-terapeutica-24040...
farmacologia-segura-em-mapas-mentais-reduzindo-os-riscos-da-terapeutica-24040...farmacologia-segura-em-mapas-mentais-reduzindo-os-riscos-da-terapeutica-24040...
farmacologia-segura-em-mapas-mentais-reduzindo-os-riscos-da-terapeutica-24040...
AngelicaCostaMeirele2
 

Último (20)

Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdfCaderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
 
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores LocaisTemática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
 
Oficina de bases de dados - Dimensions.pdf
Oficina de bases de dados - Dimensions.pdfOficina de bases de dados - Dimensions.pdf
Oficina de bases de dados - Dimensions.pdf
 
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
 
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
 
Apostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdf
Apostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdfApostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdf
Apostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdf
 
_jogo-brinquedo-brincadeira-e-a-e-ducacao-tizuko-morchida-kishimoto-leandro-p...
_jogo-brinquedo-brincadeira-e-a-e-ducacao-tizuko-morchida-kishimoto-leandro-p..._jogo-brinquedo-brincadeira-e-a-e-ducacao-tizuko-morchida-kishimoto-leandro-p...
_jogo-brinquedo-brincadeira-e-a-e-ducacao-tizuko-morchida-kishimoto-leandro-p...
 
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
 
Texto e atividade - O que fazemos com a água que usamos.
Texto e atividade -  O que fazemos com a água que usamos.Texto e atividade -  O que fazemos com a água que usamos.
Texto e atividade - O que fazemos com a água que usamos.
 
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptxA perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
 
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptxLicao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
 
Relatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdf
 
Relatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdf
 
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UEInfografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
 
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
 
Guerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibéricaGuerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibérica
 
escrita criativa utilizada na arteterapia
escrita criativa   utilizada na arteterapiaescrita criativa   utilizada na arteterapia
escrita criativa utilizada na arteterapia
 
Alfabetização de adultos.pdf
Alfabetização de             adultos.pdfAlfabetização de             adultos.pdf
Alfabetização de adultos.pdf
 
farmacologia-segura-em-mapas-mentais-reduzindo-os-riscos-da-terapeutica-24040...
farmacologia-segura-em-mapas-mentais-reduzindo-os-riscos-da-terapeutica-24040...farmacologia-segura-em-mapas-mentais-reduzindo-os-riscos-da-terapeutica-24040...
farmacologia-segura-em-mapas-mentais-reduzindo-os-riscos-da-terapeutica-24040...
 

Análise de solos

  • 1. ANÁLISE DE SOLOS Universidade Federal Fluminense Professora: Dirlane Carmo Projeto de extensão: “Práticas Agroecológicas por meio da educação digital”.
  • 2. O solo deve ser encarado como um organismo vivo e sua fertilidade baseada em aspectos químicos, físicos e biológicos; Repolho plantado em solo rochoso. Fonte: http://pt.dreamstime.com/fotos-de-stock-plantas-novas-do- repolho-no-solo-rochoso-image21691333
  • 3. A amostragem do solo é a primeira e principal etapa para a avaliação da fertilidade do mesmo. *Área mais homogênea possível; *Área subdivida em talhões homogêneos;
  • 4. Divisão da área em glebas para amostragem de solo. Fonte: Recomendações para o Uso de Corretivos e Fertilizantes em Minas Gerais.
  • 5. * Amostras simples e compostas; * Distribuição espacial das amostras simples na gleba --> caminhamento em zig zag; * Para a maioria das culturas, as amostras simples são coletadas na camada de 0 a 20 cm; * Para pastagens já estabelecidas  0 a 5 cm ou 0 a 7 cm;
  • 8. NUTRIENTES As plantas superiores para crescerem e completarem seu ciclo de vida necessitam de 17 elementos: C, O, H, N, P, K, Ca, Mg, S, Cl, Mn, B, Zn, Fe, Cu, Ni e Mo. Os nutrientes minerais tem funções específicas e essenciais no metabolismo da planta; Dependendo da quantidade requerida de um dado nutriente, o elemento pode ser classificado como macro ou micro;
  • 9. NITROGÊNIO Em sua falta ou insuficiência, o crescimento da planta é retardado e as folhas mais velhas tornam-se verde- amareladas. Se a falta do nutriente for prolongada, toda a planta apresentará esses sintomas. A falta ou insuficiência de nutrientes debilita e atrasa o desenvolvimento das plantas, que passam a apresentar sintomas de deficiência nutricional.
  • 10. FÓSFORO A deficiência de fósforo é observada com frequência em solos de baixa fertilidade e nos q possuem elevada taxa de adsorção desse nutriente, como os solos de cerrado. As folhas mais velhas adquirem coloração arroxeada. Em estágios mais tardios, as folhas caem prematuramente, além disso a planta retarda sua frutificação.
  • 11. POTÁSSIO A deficiência deste elemento torna lento o crescimento das plantas; as folhas novas afilam e as velhas apresentam amarelecimento das bordas, tronando-se amarronzadas e necrosadas. CÁLCIO Em condições em que ocorrem períodos curtos de deficiência, observam-se tecidos necrosados no interior dos frutos. Deformações das folhas novas e morte dos pontos de crescimento.
  • 12. MAGNÉSIO A deficiência de magnésio é bastante comum em plantações de tomate. Quando a deficiência é mais severa, as áreas amarelas vão escurecendo, tornando-se posteriormente necrosadas. Sintomas por infecção de vírus podem ser confundidos com a falta deste nutriente.
  • 13. Calagem Fornece suprimento de cálcio e magnésio para as plantas. O cálcio estimula o crescimento das raízes e, portanto, com a calagem ocorre o aumento do sistema radicular e uma maior exploração da água e dos nutrientes do solo, auxiliando a planta na tolerância à seca. Objetivos: * Fornecimento de [Ca]+2 e [Mg]+2 ; * Elevação do pH; * Neutralização do [Al]+3 ; * Contribui para o aumento da eficiência dos adubos; * Calcário fino e calcinado é mais reativo e apresenta maior rapidez na correção do solo; http://sistemasdeproducao.cnptia.embrapa.br/FontesHTML/Tomate/TomateIn dustrial_2ed/deficiencias.htm
  • 14.  Referências Bibliográficas  http://www.agencia.cnptia.embrapa.br/gestor/cana-de- acucar/arvore/CONTAG01_34_711200516717.html  Recomendações para o Uso de Corretivos e Fertilizantes em Minas Gerais.  Pereira, Oliveira Itamar et Al.Considerações sobre a Acidez dos Solos do Cerrado.