SlideShare uma empresa Scribd logo
A TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO APLICADA
 NO ENSINO APRENDIZAGEM DE ALUNOS NO ENSINO SUPERIOR

                                        BENTO, Alexandre Rodizio – Faculdades Santa Cruz
                                                          alexandrerbento@yahoo.com.br

                                                   AKSENEN, Elisângela Zarpelon – PUCPR
                                                             elisangela.aksenen@pucpr.br

                                                   Eixo Temático: Comunicação e Tecnologia

Resumo

O crescimento das instituições privadas favorece a entrada na faculdade de alunos com
dificuldade de aprendizagem. Estes somados aos que ingressam pelo vestibular formam
turmas com vários níveis de aprendizagem. Assim surge a necessidade de utilizar a TIC como
facilitador no ensino e contribuir aos alunos ao desenvolvimento intelectual. O objetivo é
demonstrar a importância da utilização da tecnologia da informação no ensino aprendizagem,
como forma de proporcionar e estimular os alunos a praticar e exercitar o desenvolvimento do
raciocínio para soluções de problemas, por meio de atividades simples e dinâmicas. O método
de pesquisa utilizado do ponto de vista da forma de abordagem do problema é de pesquisa
quantitativa e qualitativa. O resultado final deste questionário permite concluir que a TIC é
importante no ensino aprendizagem e age como um recurso facilitador e motivador ao
professor e aluno.

Palavras-chave: Tecnologia da informação e comunicação. Ensino aprendizagem. Ensino
superior.


Introdução

       O crescimento vertiginoso e descontrolado das instituições privadas de ensino superior
no Brasil está associado às alterações sociais, econômicas e institucionais, que o país passou
nas últimas décadas (REIS, 2007). Estes crescimentos fazem aumentar as oportunidades dos
alunos que sonham em fazer um curso superior. Pois esta é uma alternativa devido às
dificuldades dos vestibulares das universidades públicas.
       Estes alunos quando entram na faculdade, trazem consigo, na maioria das vezes,
dificuldade de compreender e até mesmo de se concentrar no ensino. Estes problemas de
aprendizagem geralmente deveriam ser tratados nas séries iniciais, onde os alunos devem
10563



aprender a desenvolver o raciocínio para auxiliar na resolução de problemas (CORDENONSI;
BERNARDI; SCOLARI, 2008).
         Devido a esta dificuldade, surge a necessidade de acelerar o desenvolvimento do
processo de ensino e aprendizagem dos alunos ingressantes com auxílio da tecnologia da
informação e comunicação (TIC). A utilização deste recurso no ensino superior pode ajudar
professores a passar o conteúdo ou mesmo favorecer os alunos que têm dificuldade de
aprender (VALENTE, 1999).
         Assim a TIC pode ser um facilitador no ensino, para auxiliar professores nas
atividades pedagógicas, em sala de aula ou fora dela, além de gerar oportunidade de
mudanças em relação a situações de aprendizagem. Este facilitador deve se integrar ao
ambiente e a realidade do aluno, não somente como recurso, mas como ferramenta
interdisciplinar. Além de contribuir e ajudar o aluno a se desenvolver em suas atividades
(TONIDANDEL; MAISSIAT; CAMARGO, 2006).
         Outros alunos podem ingressar na faculdade por meio do vestibular. Todos esses
somados aos do programa do governo, são separados pelo curso escolhido, com isso, a turma
contém alunos com mais dificuldades de aprendizagem que outros. Para atender esta
dificuldade a TIC surge como importante nivelador no ensino aprendizagem destas turmas
(KOBS; REIS; SCANDELARI, 2006).
         A TIC contribui para o ensino aprendizagem e pode agregar valor na busca de
qualidade no ensino educativo (KOBS; REIS; SCANDELARI, 2006). As relações entre o
ensino e a qualidade podem utilizar formas ou métodos modernos e dinâmicos de ensino para
propiciar novas habilidades e competências ao aluno na sociedade globalizada (FARIA,
2009).
         Baseados nestes argumentos, este trabalho visa descobrir por meio de uma pesquisa
realizada junto aos alunos do curso de tecnologia, se a utilização da TIC como suporte ao
ensino aprendizagem contribui e age como um facilitador ao desenvolvimento intelectual.
Para explorar as habilidades e competências dos alunos e contribuir para construção do
conhecimento.

A TIC no Ensino Superior

         Dentre as tecnologias presentes na história da humanidade, a TIC compreende os
recursos tecnológicos que possibilitam a transmissão de informação por diferentes meios de
10564



comunicação como o jornalismo (impresso, rádio, TV), livros, computadores, redes
telemáticas, entre outras (GARCEZ, 2007).
       A TIC promove o acesso e a difusão das informações a todas as formas de ação
comunicativa, em todas as partes do mundo.           É importante ressaltar suas interações
perceptivas, emocionais, cognitivas e comunicativas com as pessoas (DURIC; GRAY;
HEISHMAN; FAYIN; ROSENFELD; SCHOELLES; SCHUNN; WECHSLER, 2002). Além
disso, apresenta uma lógica e uma linguagem singular e interfere na forma de pensar, agir,
relacionar e adquirir conhecimento (BRAUNER, 2008).
       Sendo assim, as pessoas se comunicam, adquirem informações e mudam seus
comportamentos, com a propagação acelerada da TIC. A Informação não é objeto exclusivo
da educação e se transformou em parte integrante da cultura mundial alterando o modelo
educacional que dota o aluno de um saber acumulado (KENSKI, 2003).
       Para Kenski (2003) a TIC promove mudanças nas ações, pensamentos e na forma de
representar a realidade dos indivíduos. Estas transformações tecnológicas exigem novos
ritmos e dimensões no processo ensino aprendizagem. É importante para as pessoas se
atualizem e estejam em constante aprendizagem. Com a TIC o acesso as informações é bem
diversificado e não exige deslocamentos físicos até as instituições de ensino. A TIC não
transforma as estruturas sociais, incorpora-se a elas e possibilita o desenvolvimento acelerado
do conhecimento na atualidade.
       A TIC transforma os meios de incorporar conhecimento, porque a aquisição de
competências torna-se um processo múltiplo e contínuo em sua fonte e formas de acesso
(DAO-JIAN; XI-CANG; HONG-BO; MING-SHUAN, 2009). Porém as novas tecnologias
redefinem as velhas e promovem a busca de saberes e competências em vários locais e
tempos. A Internet é um desses locais e é utilizada para auxiliar no processo de ensino
aprendizagem, interagindo e integrando professores e alunos, transformando salas de aulas em
ambientes virtuais (OLIVEIRA, 2003).
       Assim é importante preparar o aluno para que o mesmo seja capaz de buscar a
informação, avaliar, selecionar e adicionar ao seu próprio conhecimento. Ele deve estar
preparado para interpretar, compreender e analisar se determinada informação que é útil. O
processo de ensino aprendizagem deve ser uma junção de linguagens visuais e verbais, pois o
professor muda seu papel, deixando de atuar como conhecedor, repassador e transmissor do
10565



conhecimento para ser orientador, facilitador e promovedor da construção do conhecimento
(HONÓRIO, 2007).
       O professor precisa entender de tecnologia e pedagogia para garantir um melhor
desempenho no ensino aprendizagem do aluno. Além de facilitar o aprendizado, essas
características minimizam os riscos de evasão dos alunos, que é um problema preocupante na
área de ensino (MEIRELLES; MAIA, 2009).
       Portanto a inserção da TIC de maneira produtiva no ensino aprendizagem demanda
muito esforço, principalmente do professor que precisa preparar os alunos para aprenderem a
conviver com a tecnologia e ele mesmo capacitar-se técnica e pedagogicamente para usar a
TIC como ferramenta de ensino. O professor também necessita tem ciência que à introdução
da TIC no ensino aprendizagem é um processo lento e que a mesma deve ser utilizada
conforme suas necessidades pedagógicas, utilizando ferramentas (hardware, software,
manuais) fáceis de utilizar e compreender por parte dele mesmo e dos alunos.

Objetivo

       O objetivo principal deste trabalho é apresentar o ensino aprendizagem de alunos de
uma instituição superior com suporte da TIC. Por meio de um questionário aplicado aos
alunos do curso de tecnologia, pretende-se demonstrar a importância da utilização da
tecnologia da informação no ensino aprendizagem, como forma de proporcionar e estimular
os alunos a praticar e exercitar o desenvolvimento do raciocínio para soluções de problemas,
através de atividades simples e dinâmicas.

Métodos e Materiais

       Para comprovar a eficiência em utilizar a TIC como suporte ao ensino aprendizagem
no ensino superior, a metodologia utilizada foi questionário, devido às questões básicas de
pesquisa, ausência de controle dos eventos comportamentais e ênfase nos eventos
contemporâneos (YIN, 2001).
       Este trabalho pode ser considerado como exploratório e descritivo. Para Mattar (1997)
a pesquisa exploratória visa prover o pesquisar de um maior conhecimento sobre o tema ou
problema de pesquisa em perspectiva. Segundo este autor, a pesquisa exploratória utiliza
métodos como: questionários, experiências, estudo de caso e observação informal.
10566



          A aplicação da metodologia de questionário baseou-se amplamente na experiência
pessoal dos autores como participantes ativos na condução do processo de assimilação de
tecnologia aqui relatado, e foi realizada por meio de uma série de entrevistas com alunos e
professores da instituição.
          Neste estudo, o processo de amostragem é não probabilístico, pois parte-se de um
universo naturalmente restrito, uma vez que participaram apenas os alunos que estavam
dentro do requisito desejado. A instituição superior analisada possui em seu quadro discente
com cerca de 4000 alunos, sendo que 500 são do curso de tecnologia.
          A pesquisa baseou-se em questionário auto-aplicável, disponível em meio eletrônico e
fundamentado na literatura e pesquisa realizada. O questionário foi elaborado pelos autores. O
trabalho de desenvolvimento do questionário objetivou garantir o correto preenchimento das
questões, tais como aquelas que permitiam somente uma alternativa como resposta ou outras
que solicitavam ao informante uma escolha dentre alternativas. Em caso de erro no
preenchimento, o aluno recebia uma mensagem na tela, identificando a pergunta em que
houvesse erro. Esse procedimento garantiu que todos os questionários recebidos puderam ser
considerados válidos. A versão final do questionário consiste de seis questões de várias
naturezas, cobrindo diversos aspectos da TIC, inclusive os relacionados ao aprendizado dos
alunos.
          As perguntas sobre a utilização da TIC pelos alunos da instituição superior foram
apresentadas nos seguintes aspectos:
          a) A Tecnologia da Informação e Comunicação (Computador, Internet, celular) é um
              recurso que proporciona agilidade nas suas atividades diárias?
          b) Você utiliza os recursos da Tecnologia da Informação e Comunicação no seu dia-
              a-dia?
          c) A comunicação digital (e-mail, msn, sms, mms, voip, vídeo conferência)
              proporciona agilidade no intercâmbio entre professor e alunos?
          d) Os serviços disponibilizados pela Instituição, via Internet (Portal do aluno e o
              Centro Desenvolvimento Acadêmico e Profissional “CEDESP”) promovem
              benefícios aos alunos?
          e) A capacitação técnica é fator de fundamental importância no uso dos recursos da
              Tecnologia da Informação e Comunicação, você se considera capacitado para
              utilizá-los?
10567



       f)      Já fez algum curso em Tecnologia da Informação e Comunicação (Hardware,
               software, comunicação móvel, infraestrutura)?


Resultados e Discussões

       Pela análise dos dados obtidos da pesquisa feita aos alunos de tecnologia sobre o uso
da TIC, é demonstrado o índice de respostas sim e não de forma agrupada em cada pergunta
na figura 1.




            (1)                        (2)                         (3)




            (4)                        (5)                         (6)
                                  Figura 1. Pesquisa uso da TIC.

       A primeira pergunta obteve o índice de 100% de sim, ou seja, as 500 respostas foram
sim. Assim observa-se a importância da TIC como recurso que visa proporcionar agilidade
nas tarefas executadas diariamente. Além de contribuir como suporte para difundir as
informações no meio acadêmico.
       Na segunda pergunta obteve-se o mesmo índice da primeira, ou seja, 100% de
respostas sim, comprovando que o uso da TIC esta se tornando fundamental no ensino
aprendizagem dos alunos, além de facilitar o entendimento e contribuir como acelerador do
conhecimento.
       Já na terceira pergunta, 490 alunos responderam que a comunicação digital
proporciona agilidade no intercambio entre professor e aluno, gerando um índice de 98%. Em
2%, ou seja, 10 alunos, responderam que as tecnologias (e-mail, msn, mms, voip, vídeo
conferência) não trazem velocidade no contato com o professor.
       Os serviços disponibilizados pela instituição via internet, foi a quarta pergunta e
obteve o índice de 91% de sim, ou 455 alunos concordam que estes serviços promovem
10568



benefícios. O principal deles é informar sobre notas e faltas de cada disciplina do curso em
andamento. Já para 9%, ou seja, 45 alunos, não utilizam os recursos de internet disponíveis
pela instituição.
       A capacitação técnica é fator fundamental na tecnologia e está no contexto da quinta
pergunta que obteve índice de 98% de sim, ou seja, 490 alunos responderam que não basta
experiência teórica se não estiver aliada a técnica. Apenas 2% ou 10 alunos deram respostas
contrárias aos demais, isto se deduz que talvez estejam iniciando suas atividades acadêmicas.
Este resultado demonstra que o aluno deve estar capacitado tecnicamente para utilizar os
recursos disponíveis da tecnologia.
       A sexta pergunta obteve índice de 96% de sim, ou seja, 480 alunos observam a
importância de realizar um curso ligado área da tecnologia, pois isso contribui para o seu
desenvolvimento profissional. Outros 4%, ou 20 alunos responderam que ainda não
realizaram nenhum curso adicional na área de TI.
       Todas as perguntas realizadas aos alunos do curso de tecnologia atingiram índice
acima de 90%, isso reflete a preocupação e a necessidade de utilizar a TIC nas tarefas
acadêmicas executadas no dia a dia.


Considerações Finais

       A TIC esta presente em todos os segmentos pelo mundo inteiro, inclusive na
educação. Onde muitas ferramentas tecnológicas estão sendo desenvolvidas, devido à
evolução da tecnologia. Estas ferramentas podem ser utilizadas pela instituição superior para
aprimorar e agilizar o contato com o material ou professor pelo aluno de tecnologia. Assim a
TIC pode contribuir no ensino aprendizagem e na formação técnica e teórica dos alunos e
professores.
       A TIC esta bem difundida nos alunos de tecnologia é inevitável que a utilização destas
ferramentas venha impulsionar a transmissão do conhecimento de forma rápida e até
agradável durante as aulas.
       Finalmente, é possível traçar o perfil do aluno de tecnologia que faz uso das
ferramentas de TIC. Ele acha importante, gosta e utiliza a TIC para aprimorar seu
conhecimento e aprender de forma ágil e dinâmica. A TIC visa à formação do tecnólogo
como profissional adaptado ao novo perfil que esta sendo desenhado para o futuro e que vem
sendo cada vez mais exigido pelo mercado de trabalho moderno.
10569



                                    REFERÊNCIAS

BRAUNER, G.: Os Conectivos Lógicos ‘→’ (o implicador material) e o ‘↔’ (o duplo
implicador) na interface Semântica-Pragmática. VIII Encontro do CELSUL (circulo de
estudos linguísticos do sul), 2008. Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

CORDENONSI, A. Z.; BERNARDI, G.; SCOLARI, A. T.:Objetos de Aprendizagem como
apoio ao Desenvolvimento do Raciocínio Lógico. In: IX Congresso Iberoamericano de
Informática Educativa, 2008, Caracas - Venezuela.

DAO-JIAN Y.; XI-CANG Z.; HONG-BO L.; MING-SHUAN D.: Research on the
Knowledge Management of the College Students' Organizations. E-Business and Information
System Security, 2009. EBISS '09. International Conference on, IEEE, 2009, 1-5.

DURIC, Z.; GRAY, W. D.; HEISHMAN, R., FAYIN, Li.; ROSENFELD, A.; SCHOELLES,
M. J.; SCHUNN, C.; WECHSLER, H.: Integrating Perceptual and Cognitive Modeling for
Adaptive and Intelligent Human-Computer Interaction. Proceedings of the IEEE, Vol.90 (7),
2002, 1272-1289.

FARIA, E. V.: A Tecnologia da Informação e da Comunicação como Ferramenta para a
Construção e Democratização do Conhecimento. Revista Eletrônica Scientia FAER, 2009,
São Paulo.

GARCEZ, R. O.: O Uso das Tecnologias de Informação e Comunicação, no Ensino, por
Professores Universitários. Rio Grande do Sul, Maio, 2007. 175p. Dissertação de Mestrado
em Educação – Programa de Pós-Graduação em Educação, Universidade Federal de Pelotas.

HONÓRIO, X. M.: O Software Microsoft PowerPoint na Educação Superior: Percepções
de Professores e Alunos. Brasília, Maio, 2007. 140p. Dissertação de Mestrado em Educação –
Programa de Pós-Graduação em Educação, Universidade Católica de Brasília.

KENSKI, V. M.: Tecnologias e Ensino Presencial e a Distância. Editora Papirus, 2003.
Campinas, São Paulo.

KOBS, F. F.; REIS, D. R.; SCANDELARI, L.: Sistemas e Tecnologias da Informação
Utilizada por Instituições de Ensino Superior Privadas. Anais do XIII SIMPEP – Simpósio
de Engenharia de Produção, 2006, São Paulo.

MATTAR, F. N.: Pesquisa de Marketing: Metodologia, Planejamento, Execução, Análise.
São Paulo: Atlas, 1997.

MEIRELLES, F. S.; MAIA, M. C.: TIC Aplicada à Educação. ACORN-Redecom (Américas
Communication Research Network - Red Americana de Investigación e Información y
Comunicación), Cidade do México, 2009, México.
10570



OLIVEIRA, G. P.: Novas Tecnologias da Informação e Comunicação e a Construção do
Conhecimento em Cursos Universitários: Reflexões Sobre Acesso, Conexões e Virtualidade.
OEI - Revista Iberoamericana de Educación ( ISSN: 1681-5653), 2003.

REIS, F. J. G..: Tendências e Gestão Empreendedora das Instituições de Educação Superior.
Revista da Associação Brasileira de Mantenedoras de Ensino Superior. ISSN 1516-6201.
2007, Brasília.

TONIDANDEL, I.; MAISSIAT, J.; CAMARGO, L. S.: As Demandas Sociais e
Tecnológicas: O Docente e a Internet. UNIrevista (UNISINOS. Online), São Leopoldo, 2006,
v.1,     p.inicial    1,      p.final    9,      ISSN:1809-4651.       Disponível     em
<http://www.unirevista.unisinos.br/_pdf/UNIrev_Tonidandel_et _al.pdf>. Acesso em: 18 abr.
2010.

VALENTE, J. A.: O Computador na Sociedade do Conhecimento. Campinas:
UNICAMP/NIED, 1999.

YIN, R. K.: Estudo de Caso: Planejamento e Método. 2ª. Ed. Porto Alegre: Bookman, 2001.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

As Tic Educacao
As Tic EducacaoAs Tic Educacao
As Tic Educacao
Professora Silvia batista
 
Tecnologia na Educação e Novas Tendência
Tecnologia na Educação e Novas TendênciaTecnologia na Educação e Novas Tendência
Tecnologia na Educação e Novas Tendência
Daniel Caixeta
 
Tecnologia de informacao e comunicacao
Tecnologia de informacao e comunicacaoTecnologia de informacao e comunicacao
Tecnologia de informacao e comunicacao
Universidade Pedagogica
 
Unidade 2 educação e tecnologias
Unidade 2 educação e tecnologiasUnidade 2 educação e tecnologias
Unidade 2 educação e tecnologias
Marta Carolina Santos
 
Um repensar das tecnologias
Um repensar das tecnologiasUm repensar das tecnologias
Um repensar das tecnologias
colegio Deus é amor
 
Tdic na prática docente i
Tdic na prática docente   iTdic na prática docente   i
Tdic na prática docente i
Eduardo Lima
 
Vantagens e desvantagens do uso da informática
Vantagens e desvantagens do uso da informáticaVantagens e desvantagens do uso da informática
Vantagens e desvantagens do uso da informática
umburaconaparede
 
Educação e novas tecnologias
Educação e novas tecnologiasEducação e novas tecnologias
Educação e novas tecnologias
Governo de Rondônia
 
Apresentação em slides curso
Apresentação em slides cursoApresentação em slides curso
Apresentação em slides curso
Iranete Souza
 
Educacao e novas_tecnologias_um repensar
Educacao e novas_tecnologias_um repensarEducacao e novas_tecnologias_um repensar
Educacao e novas_tecnologias_um repensar
Glaucia Brito
 
Tecnologia aplicada a educaçao
Tecnologia aplicada a educaçaoTecnologia aplicada a educaçao
Tecnologia aplicada a educaçao
Claudinéia da Silva
 
A importância das TICs na educação
A importância das TICs na educaçãoA importância das TICs na educação
A importância das TICs na educação
magalipaula
 
As Novas Tecnologias da Informação e Comunicação (NTIC) contribuindo para o a...
As Novas Tecnologias da Informação e Comunicação (NTIC) contribuindo para o a...As Novas Tecnologias da Informação e Comunicação (NTIC) contribuindo para o a...
As Novas Tecnologias da Informação e Comunicação (NTIC) contribuindo para o a...
quezinhaneves
 
Tecnologias da informação e da comunicação na educação
Tecnologias da informação e da comunicação na educação Tecnologias da informação e da comunicação na educação
Tecnologias da informação e da comunicação na educação
Katia Tavares
 
Educação e novas tecnologias slides
Educação e novas tecnologias slidesEducação e novas tecnologias slides
Educação e novas tecnologias slides
Ines Chaves Preza Freitas
 
Slides - As TIC's Na Educação, Conhecendo Novas Tecnologias
Slides - As TIC's Na Educação, Conhecendo Novas TecnologiasSlides - As TIC's Na Educação, Conhecendo Novas Tecnologias
Slides - As TIC's Na Educação, Conhecendo Novas Tecnologias
Thalisson Oliveira
 
Tecnologias Educacionais e as Nova Tendências
Tecnologias Educacionais e as Nova TendênciasTecnologias Educacionais e as Nova Tendências
Tecnologias Educacionais e as Nova Tendências
Daniel Caixeta
 
Necessidade de inovação
Necessidade de inovaçãoNecessidade de inovação
Necessidade de inovação
Elaine Morais
 
Tecnologia da Informação e Comunicação na Educação
Tecnologia da Informação e Comunicação na EducaçãoTecnologia da Informação e Comunicação na Educação
Tecnologia da Informação e Comunicação na Educação
Rogério Da Costa Ribeiro
 
Impacto das tic na formação de educadores brasileiros
Impacto das tic na formação de educadores brasileirosImpacto das tic na formação de educadores brasileiros
Impacto das tic na formação de educadores brasileiros
rositalima
 

Mais procurados (20)

As Tic Educacao
As Tic EducacaoAs Tic Educacao
As Tic Educacao
 
Tecnologia na Educação e Novas Tendência
Tecnologia na Educação e Novas TendênciaTecnologia na Educação e Novas Tendência
Tecnologia na Educação e Novas Tendência
 
Tecnologia de informacao e comunicacao
Tecnologia de informacao e comunicacaoTecnologia de informacao e comunicacao
Tecnologia de informacao e comunicacao
 
Unidade 2 educação e tecnologias
Unidade 2 educação e tecnologiasUnidade 2 educação e tecnologias
Unidade 2 educação e tecnologias
 
Um repensar das tecnologias
Um repensar das tecnologiasUm repensar das tecnologias
Um repensar das tecnologias
 
Tdic na prática docente i
Tdic na prática docente   iTdic na prática docente   i
Tdic na prática docente i
 
Vantagens e desvantagens do uso da informática
Vantagens e desvantagens do uso da informáticaVantagens e desvantagens do uso da informática
Vantagens e desvantagens do uso da informática
 
Educação e novas tecnologias
Educação e novas tecnologiasEducação e novas tecnologias
Educação e novas tecnologias
 
Apresentação em slides curso
Apresentação em slides cursoApresentação em slides curso
Apresentação em slides curso
 
Educacao e novas_tecnologias_um repensar
Educacao e novas_tecnologias_um repensarEducacao e novas_tecnologias_um repensar
Educacao e novas_tecnologias_um repensar
 
Tecnologia aplicada a educaçao
Tecnologia aplicada a educaçaoTecnologia aplicada a educaçao
Tecnologia aplicada a educaçao
 
A importância das TICs na educação
A importância das TICs na educaçãoA importância das TICs na educação
A importância das TICs na educação
 
As Novas Tecnologias da Informação e Comunicação (NTIC) contribuindo para o a...
As Novas Tecnologias da Informação e Comunicação (NTIC) contribuindo para o a...As Novas Tecnologias da Informação e Comunicação (NTIC) contribuindo para o a...
As Novas Tecnologias da Informação e Comunicação (NTIC) contribuindo para o a...
 
Tecnologias da informação e da comunicação na educação
Tecnologias da informação e da comunicação na educação Tecnologias da informação e da comunicação na educação
Tecnologias da informação e da comunicação na educação
 
Educação e novas tecnologias slides
Educação e novas tecnologias slidesEducação e novas tecnologias slides
Educação e novas tecnologias slides
 
Slides - As TIC's Na Educação, Conhecendo Novas Tecnologias
Slides - As TIC's Na Educação, Conhecendo Novas TecnologiasSlides - As TIC's Na Educação, Conhecendo Novas Tecnologias
Slides - As TIC's Na Educação, Conhecendo Novas Tecnologias
 
Tecnologias Educacionais e as Nova Tendências
Tecnologias Educacionais e as Nova TendênciasTecnologias Educacionais e as Nova Tendências
Tecnologias Educacionais e as Nova Tendências
 
Necessidade de inovação
Necessidade de inovaçãoNecessidade de inovação
Necessidade de inovação
 
Tecnologia da Informação e Comunicação na Educação
Tecnologia da Informação e Comunicação na EducaçãoTecnologia da Informação e Comunicação na Educação
Tecnologia da Informação e Comunicação na Educação
 
Impacto das tic na formação de educadores brasileiros
Impacto das tic na formação de educadores brasileirosImpacto das tic na formação de educadores brasileiros
Impacto das tic na formação de educadores brasileiros
 

Destaque

slides da aula Tecnologias da Informação e da Comunicação nas Práticas Educat...
slides da aula Tecnologias da Informação e da Comunicação nas Práticas Educat...slides da aula Tecnologias da Informação e da Comunicação nas Práticas Educat...
slides da aula Tecnologias da Informação e da Comunicação nas Práticas Educat...
Instituto Consciência GO
 
O jogo como prática de ensino
O jogo como prática de ensinoO jogo como prática de ensino
O jogo como prática de ensino
Leandro Colodro
 
10 ec interdisciplinaridade
10 ec interdisciplinaridade10 ec interdisciplinaridade
10 ec interdisciplinaridade
Mariana Correia
 
Os desafios da interdisciplinaridade: a busca da organização de uma proposta ...
Os desafios da interdisciplinaridade: a busca da organização de uma proposta ...Os desafios da interdisciplinaridade: a busca da organização de uma proposta ...
Os desafios da interdisciplinaridade: a busca da organização de uma proposta ...
Inge Suhr
 
ATPS HISTORIA DA EDUCAÇÃO
ATPS HISTORIA DA EDUCAÇÃOATPS HISTORIA DA EDUCAÇÃO
ATPS HISTORIA DA EDUCAÇÃO
leledepaula
 
Tecnologia de informação e comunicação aplicada à educação marta de campos ...
Tecnologia de informação e comunicação aplicada à educação   marta de campos ...Tecnologia de informação e comunicação aplicada à educação   marta de campos ...
Tecnologia de informação e comunicação aplicada à educação marta de campos ...
ACORN-REDECOM
 
A interdisciplinaridade como um movimento articulador no processo ensino-apre...
A interdisciplinaridade como um movimento articulador no processo ensino-apre...A interdisciplinaridade como um movimento articulador no processo ensino-apre...
A interdisciplinaridade como um movimento articulador no processo ensino-apre...
PIBID UFPEL
 
Interdisciplinaridade morrinhos
Interdisciplinaridade   morrinhosInterdisciplinaridade   morrinhos
Interdisciplinaridade morrinhos
Andréa Kochhann
 
Arte o elo de interação na interdisciplinaridade - plácido suares
Arte   o elo de interação na interdisciplinaridade - plácido suaresArte   o elo de interação na interdisciplinaridade - plácido suares
Arte o elo de interação na interdisciplinaridade - plácido suares
Plácido Suares
 
Apostila de Didática II
Apostila de Didática IIApostila de Didática II
Apostila de Didática II
Diego Ventura
 
Tecnologia Da Informaçao
Tecnologia Da InformaçaoTecnologia Da Informaçao
Tecnologia Da Informaçao
Future Press, E-Press, Presentations,
 
Aula 01 tics - tecnologia da informacao e comunicacao final
Aula 01   tics - tecnologia da informacao e comunicacao finalAula 01   tics - tecnologia da informacao e comunicacao final
Aula 01 tics - tecnologia da informacao e comunicacao final
Gilberto Campos
 
Bases histórico filosóficas da educação
Bases histórico filosóficas da educaçãoBases histórico filosóficas da educação
Bases histórico filosóficas da educação
Danielle Mesquita
 
Slides completos
Slides completosSlides completos
Slides completos
Fernnandaok
 

Destaque (14)

slides da aula Tecnologias da Informação e da Comunicação nas Práticas Educat...
slides da aula Tecnologias da Informação e da Comunicação nas Práticas Educat...slides da aula Tecnologias da Informação e da Comunicação nas Práticas Educat...
slides da aula Tecnologias da Informação e da Comunicação nas Práticas Educat...
 
O jogo como prática de ensino
O jogo como prática de ensinoO jogo como prática de ensino
O jogo como prática de ensino
 
10 ec interdisciplinaridade
10 ec interdisciplinaridade10 ec interdisciplinaridade
10 ec interdisciplinaridade
 
Os desafios da interdisciplinaridade: a busca da organização de uma proposta ...
Os desafios da interdisciplinaridade: a busca da organização de uma proposta ...Os desafios da interdisciplinaridade: a busca da organização de uma proposta ...
Os desafios da interdisciplinaridade: a busca da organização de uma proposta ...
 
ATPS HISTORIA DA EDUCAÇÃO
ATPS HISTORIA DA EDUCAÇÃOATPS HISTORIA DA EDUCAÇÃO
ATPS HISTORIA DA EDUCAÇÃO
 
Tecnologia de informação e comunicação aplicada à educação marta de campos ...
Tecnologia de informação e comunicação aplicada à educação   marta de campos ...Tecnologia de informação e comunicação aplicada à educação   marta de campos ...
Tecnologia de informação e comunicação aplicada à educação marta de campos ...
 
A interdisciplinaridade como um movimento articulador no processo ensino-apre...
A interdisciplinaridade como um movimento articulador no processo ensino-apre...A interdisciplinaridade como um movimento articulador no processo ensino-apre...
A interdisciplinaridade como um movimento articulador no processo ensino-apre...
 
Interdisciplinaridade morrinhos
Interdisciplinaridade   morrinhosInterdisciplinaridade   morrinhos
Interdisciplinaridade morrinhos
 
Arte o elo de interação na interdisciplinaridade - plácido suares
Arte   o elo de interação na interdisciplinaridade - plácido suaresArte   o elo de interação na interdisciplinaridade - plácido suares
Arte o elo de interação na interdisciplinaridade - plácido suares
 
Apostila de Didática II
Apostila de Didática IIApostila de Didática II
Apostila de Didática II
 
Tecnologia Da Informaçao
Tecnologia Da InformaçaoTecnologia Da Informaçao
Tecnologia Da Informaçao
 
Aula 01 tics - tecnologia da informacao e comunicacao final
Aula 01   tics - tecnologia da informacao e comunicacao finalAula 01   tics - tecnologia da informacao e comunicacao final
Aula 01 tics - tecnologia da informacao e comunicacao final
 
Bases histórico filosóficas da educação
Bases histórico filosóficas da educaçãoBases histórico filosóficas da educação
Bases histórico filosóficas da educação
 
Slides completos
Slides completosSlides completos
Slides completos
 

Semelhante a A tecnologia da informação e comunicação aplicada no ensino

Santana do Livramento - Nara Fátima Oliveira dos Santos
Santana do Livramento - Nara Fátima Oliveira dos SantosSantana do Livramento - Nara Fátima Oliveira dos Santos
Santana do Livramento - Nara Fátima Oliveira dos Santos
CursoTICs
 
Uso das novas tecnologias
Uso das novas tecnologiasUso das novas tecnologias
Uso das novas tecnologias
eadntics
 
Tatiane de camargo rohrs
Tatiane de camargo rohrsTatiane de camargo rohrs
Tatiane de camargo rohrs
equipetics
 
Graziele oliveira martins
Graziele oliveira martinsGraziele oliveira martins
Graziele oliveira martins
equipetics
 
As inovações tecnológicas e os sistemas educacionais: os impactos, limites, d...
As inovações tecnológicas e os sistemas educacionais: os impactos, limites, d...As inovações tecnológicas e os sistemas educacionais: os impactos, limites, d...
As inovações tecnológicas e os sistemas educacionais: os impactos, limites, d...
Mauricio Maulaz
 
Agudo - Leonila Nilse Kesseler
Agudo - Leonila Nilse KesselerAgudo - Leonila Nilse Kesseler
Agudo - Leonila Nilse Kesseler
CursoTICs
 
Santina todendi
Santina todendiSantina todendi
Santina todendi
equipetics
 
Andreia mainardi
Andreia mainardiAndreia mainardi
Andreia mainardi
equipetics
 
Marcia rozane b. pipper
Marcia rozane b. pipperMarcia rozane b. pipper
Marcia rozane b. pipper
equipetics
 
artigo_ticOk.pdf
artigo_ticOk.pdfartigo_ticOk.pdf
artigo_ticOk.pdf
AlessandraSoaresMont
 
1381 8
1381 81381 8
Adelar bortoloti
Adelar bortolotiAdelar bortoloti
Adelar bortoloti
equipetics
 
As tecnologias da informação e comunicação e a prática docente
As tecnologias da informação e comunicação e a prática docenteAs tecnologias da informação e comunicação e a prática docente
As tecnologias da informação e comunicação e a prática docente
Zeneide Cordeiro
 
Jussara gonçalves
Jussara gonçalvesJussara gonçalves
Jussara gonçalves
equipetics
 
Tcc nadiane momo_versão final
Tcc nadiane momo_versão finalTcc nadiane momo_versão final
Tcc nadiane momo_versão final
Nadiane Momo
 
A inserção das ti cs no ensino fundamental limites e
A inserção das ti cs no ensino fundamental   limites eA inserção das ti cs no ensino fundamental   limites e
A inserção das ti cs no ensino fundamental limites e
tarlison00
 
ARTIGO 5 TECNOLOGIA EDUCAÇÃO E INCLUSÃO DÁ PARA INOVAR EM UM CENÁRIO EDUCACIO...
ARTIGO 5 TECNOLOGIA EDUCAÇÃO E INCLUSÃO DÁ PARA INOVAR EM UM CENÁRIO EDUCACIO...ARTIGO 5 TECNOLOGIA EDUCAÇÃO E INCLUSÃO DÁ PARA INOVAR EM UM CENÁRIO EDUCACIO...
ARTIGO 5 TECNOLOGIA EDUCAÇÃO E INCLUSÃO DÁ PARA INOVAR EM UM CENÁRIO EDUCACIO...
SimoneHelenDrumond
 
18 ARTIGO TECNOLOGIA EDUCAÇÃO E INCLUSÃO DÁ PARA INOVAR EM UM CENÁRIO EDUCAC...
18 ARTIGO  TECNOLOGIA EDUCAÇÃO E INCLUSÃO DÁ PARA INOVAR EM UM CENÁRIO EDUCAC...18 ARTIGO  TECNOLOGIA EDUCAÇÃO E INCLUSÃO DÁ PARA INOVAR EM UM CENÁRIO EDUCAC...
18 ARTIGO TECNOLOGIA EDUCAÇÃO E INCLUSÃO DÁ PARA INOVAR EM UM CENÁRIO EDUCAC...
SimoneHelenDrumond
 
São João do Polêsine - Carina da Silva Cassanego
São João do Polêsine - Carina da Silva CassanegoSão João do Polêsine - Carina da Silva Cassanego
São João do Polêsine - Carina da Silva Cassanego
CursoTICs
 
Apropriaçãoo das tecnologias um fenomeno em espiral
Apropriaçãoo das tecnologias  um fenomeno em espiralApropriaçãoo das tecnologias  um fenomeno em espiral
Apropriaçãoo das tecnologias um fenomeno em espiral
Deusirene Magalhaes de Araujo
 

Semelhante a A tecnologia da informação e comunicação aplicada no ensino (20)

Santana do Livramento - Nara Fátima Oliveira dos Santos
Santana do Livramento - Nara Fátima Oliveira dos SantosSantana do Livramento - Nara Fátima Oliveira dos Santos
Santana do Livramento - Nara Fátima Oliveira dos Santos
 
Uso das novas tecnologias
Uso das novas tecnologiasUso das novas tecnologias
Uso das novas tecnologias
 
Tatiane de camargo rohrs
Tatiane de camargo rohrsTatiane de camargo rohrs
Tatiane de camargo rohrs
 
Graziele oliveira martins
Graziele oliveira martinsGraziele oliveira martins
Graziele oliveira martins
 
As inovações tecnológicas e os sistemas educacionais: os impactos, limites, d...
As inovações tecnológicas e os sistemas educacionais: os impactos, limites, d...As inovações tecnológicas e os sistemas educacionais: os impactos, limites, d...
As inovações tecnológicas e os sistemas educacionais: os impactos, limites, d...
 
Agudo - Leonila Nilse Kesseler
Agudo - Leonila Nilse KesselerAgudo - Leonila Nilse Kesseler
Agudo - Leonila Nilse Kesseler
 
Santina todendi
Santina todendiSantina todendi
Santina todendi
 
Andreia mainardi
Andreia mainardiAndreia mainardi
Andreia mainardi
 
Marcia rozane b. pipper
Marcia rozane b. pipperMarcia rozane b. pipper
Marcia rozane b. pipper
 
artigo_ticOk.pdf
artigo_ticOk.pdfartigo_ticOk.pdf
artigo_ticOk.pdf
 
1381 8
1381 81381 8
1381 8
 
Adelar bortoloti
Adelar bortolotiAdelar bortoloti
Adelar bortoloti
 
As tecnologias da informação e comunicação e a prática docente
As tecnologias da informação e comunicação e a prática docenteAs tecnologias da informação e comunicação e a prática docente
As tecnologias da informação e comunicação e a prática docente
 
Jussara gonçalves
Jussara gonçalvesJussara gonçalves
Jussara gonçalves
 
Tcc nadiane momo_versão final
Tcc nadiane momo_versão finalTcc nadiane momo_versão final
Tcc nadiane momo_versão final
 
A inserção das ti cs no ensino fundamental limites e
A inserção das ti cs no ensino fundamental   limites eA inserção das ti cs no ensino fundamental   limites e
A inserção das ti cs no ensino fundamental limites e
 
ARTIGO 5 TECNOLOGIA EDUCAÇÃO E INCLUSÃO DÁ PARA INOVAR EM UM CENÁRIO EDUCACIO...
ARTIGO 5 TECNOLOGIA EDUCAÇÃO E INCLUSÃO DÁ PARA INOVAR EM UM CENÁRIO EDUCACIO...ARTIGO 5 TECNOLOGIA EDUCAÇÃO E INCLUSÃO DÁ PARA INOVAR EM UM CENÁRIO EDUCACIO...
ARTIGO 5 TECNOLOGIA EDUCAÇÃO E INCLUSÃO DÁ PARA INOVAR EM UM CENÁRIO EDUCACIO...
 
18 ARTIGO TECNOLOGIA EDUCAÇÃO E INCLUSÃO DÁ PARA INOVAR EM UM CENÁRIO EDUCAC...
18 ARTIGO  TECNOLOGIA EDUCAÇÃO E INCLUSÃO DÁ PARA INOVAR EM UM CENÁRIO EDUCAC...18 ARTIGO  TECNOLOGIA EDUCAÇÃO E INCLUSÃO DÁ PARA INOVAR EM UM CENÁRIO EDUCAC...
18 ARTIGO TECNOLOGIA EDUCAÇÃO E INCLUSÃO DÁ PARA INOVAR EM UM CENÁRIO EDUCAC...
 
São João do Polêsine - Carina da Silva Cassanego
São João do Polêsine - Carina da Silva CassanegoSão João do Polêsine - Carina da Silva Cassanego
São João do Polêsine - Carina da Silva Cassanego
 
Apropriaçãoo das tecnologias um fenomeno em espiral
Apropriaçãoo das tecnologias  um fenomeno em espiralApropriaçãoo das tecnologias  um fenomeno em espiral
Apropriaçãoo das tecnologias um fenomeno em espiral
 

Mais de Alexandre Bento

Aplicação da indústria 4.0 como forma de melhoria nos processos de manufatura...
Aplicação da indústria 4.0 como forma de melhoria nos processos de manufatura...Aplicação da indústria 4.0 como forma de melhoria nos processos de manufatura...
Aplicação da indústria 4.0 como forma de melhoria nos processos de manufatura...
Alexandre Bento
 
A INOVAÇÃO TECNOLÓGICA COMO ESTRATÉGIA COMPETITIVA ORGANIZACIONAL - ANÁLISE D...
A INOVAÇÃO TECNOLÓGICA COMO ESTRATÉGIA COMPETITIVA ORGANIZACIONAL - ANÁLISE D...A INOVAÇÃO TECNOLÓGICA COMO ESTRATÉGIA COMPETITIVA ORGANIZACIONAL - ANÁLISE D...
A INOVAÇÃO TECNOLÓGICA COMO ESTRATÉGIA COMPETITIVA ORGANIZACIONAL - ANÁLISE D...
Alexandre Bento
 
Gestão do conhecimento e inovação
Gestão do conhecimento e inovaçãoGestão do conhecimento e inovação
Gestão do conhecimento e inovação
Alexandre Bento
 
Gestão do conhecimento e inovação
Gestão do conhecimento e inovaçãoGestão do conhecimento e inovação
Gestão do conhecimento e inovação
Alexandre Bento
 
A Estratégia de Apropriabilidade Neoschumpteriana Como Vantagem Competitiva: ...
A Estratégia de Apropriabilidade Neoschumpteriana Como Vantagem Competitiva: ...A Estratégia de Apropriabilidade Neoschumpteriana Como Vantagem Competitiva: ...
A Estratégia de Apropriabilidade Neoschumpteriana Como Vantagem Competitiva: ...
Alexandre Bento
 
Tecnologia de armazenagem aplicada no suporte a gestão de ferramentas de usin...
Tecnologia de armazenagem aplicada no suporte a gestão de ferramentas de usin...Tecnologia de armazenagem aplicada no suporte a gestão de ferramentas de usin...
Tecnologia de armazenagem aplicada no suporte a gestão de ferramentas de usin...
Alexandre Bento
 
Informatização da gestão da produção em uma forjaria no setor automotivo
Informatização da gestão da produção em uma forjaria no setor automotivoInformatização da gestão da produção em uma forjaria no setor automotivo
Informatização da gestão da produção em uma forjaria no setor automotivo
Alexandre Bento
 
A importância da Segurança do Trabalho para Melhoria da Prevenção de Acidente...
A importância da Segurança do Trabalho para Melhoria da Prevenção de Acidente...A importância da Segurança do Trabalho para Melhoria da Prevenção de Acidente...
A importância da Segurança do Trabalho para Melhoria da Prevenção de Acidente...
Alexandre Bento
 
Implantação da Pirâmide de Heinrich na Prevenção de Acidentes em uma Indústri...
Implantação da Pirâmide de Heinrich na Prevenção de Acidentes em uma Indústri...Implantação da Pirâmide de Heinrich na Prevenção de Acidentes em uma Indústri...
Implantação da Pirâmide de Heinrich na Prevenção de Acidentes em uma Indústri...
Alexandre Bento
 
Dificuldade do Uso da TIC Pelo Professor Iniciante
Dificuldade do Uso da TIC Pelo Professor InicianteDificuldade do Uso da TIC Pelo Professor Iniciante
Dificuldade do Uso da TIC Pelo Professor Iniciante
Alexandre Bento
 
Importância da tecnologia no acompanhamento das atividades dos alunos de acad...
Importância da tecnologia no acompanhamento das atividades dos alunos de acad...Importância da tecnologia no acompanhamento das atividades dos alunos de acad...
Importância da tecnologia no acompanhamento das atividades dos alunos de acad...
Alexandre Bento
 
A tecnologia da informação aplicada como suporte ao sistema de folha de pagam...
A tecnologia da informação aplicada como suporte ao sistema de folha de pagam...A tecnologia da informação aplicada como suporte ao sistema de folha de pagam...
A tecnologia da informação aplicada como suporte ao sistema de folha de pagam...
Alexandre Bento
 
A dificuldade do jovem na escolha de um curso superior
A dificuldade do jovem na escolha de um curso superiorA dificuldade do jovem na escolha de um curso superior
A dificuldade do jovem na escolha de um curso superior
Alexandre Bento
 
A tecnologia edi aplicada como ferramenta para controle logístico da produção...
A tecnologia edi aplicada como ferramenta para controle logístico da produção...A tecnologia edi aplicada como ferramenta para controle logístico da produção...
A tecnologia edi aplicada como ferramenta para controle logístico da produção...
Alexandre Bento
 
Utilização da tecnologia mrp como melhoria no planejamento da produção em uma...
Utilização da tecnologia mrp como melhoria no planejamento da produção em uma...Utilização da tecnologia mrp como melhoria no planejamento da produção em uma...
Utilização da tecnologia mrp como melhoria no planejamento da produção em uma...
Alexandre Bento
 
A convergência tecnológica como ferramenta para o aumento da competitividade...
A convergência tecnológica como ferramenta para o aumento da  competitividade...A convergência tecnológica como ferramenta para o aumento da  competitividade...
A convergência tecnológica como ferramenta para o aumento da competitividade...
Alexandre Bento
 
Utilização da tecnologia de coletor de dados em centros de usinagem na indúst...
Utilização da tecnologia de coletor de dados em centros de usinagem na indúst...Utilização da tecnologia de coletor de dados em centros de usinagem na indúst...
Utilização da tecnologia de coletor de dados em centros de usinagem na indúst...
Alexandre Bento
 
Iso ts aplicada como suporte a rastreabilidade no setor automobilistico
Iso ts aplicada como suporte a rastreabilidade no setor automobilisticoIso ts aplicada como suporte a rastreabilidade no setor automobilistico
Iso ts aplicada como suporte a rastreabilidade no setor automobilistico
Alexandre Bento
 
Uma aplicação da tecnologia de data matrix na rastreabilidade de peças no set...
Uma aplicação da tecnologia de data matrix na rastreabilidade de peças no set...Uma aplicação da tecnologia de data matrix na rastreabilidade de peças no set...
Uma aplicação da tecnologia de data matrix na rastreabilidade de peças no set...
Alexandre Bento
 
Utilização da tecnologia oee como ferramenta para monitorar centros de usinag...
Utilização da tecnologia oee como ferramenta para monitorar centros de usinag...Utilização da tecnologia oee como ferramenta para monitorar centros de usinag...
Utilização da tecnologia oee como ferramenta para monitorar centros de usinag...
Alexandre Bento
 

Mais de Alexandre Bento (20)

Aplicação da indústria 4.0 como forma de melhoria nos processos de manufatura...
Aplicação da indústria 4.0 como forma de melhoria nos processos de manufatura...Aplicação da indústria 4.0 como forma de melhoria nos processos de manufatura...
Aplicação da indústria 4.0 como forma de melhoria nos processos de manufatura...
 
A INOVAÇÃO TECNOLÓGICA COMO ESTRATÉGIA COMPETITIVA ORGANIZACIONAL - ANÁLISE D...
A INOVAÇÃO TECNOLÓGICA COMO ESTRATÉGIA COMPETITIVA ORGANIZACIONAL - ANÁLISE D...A INOVAÇÃO TECNOLÓGICA COMO ESTRATÉGIA COMPETITIVA ORGANIZACIONAL - ANÁLISE D...
A INOVAÇÃO TECNOLÓGICA COMO ESTRATÉGIA COMPETITIVA ORGANIZACIONAL - ANÁLISE D...
 
Gestão do conhecimento e inovação
Gestão do conhecimento e inovaçãoGestão do conhecimento e inovação
Gestão do conhecimento e inovação
 
Gestão do conhecimento e inovação
Gestão do conhecimento e inovaçãoGestão do conhecimento e inovação
Gestão do conhecimento e inovação
 
A Estratégia de Apropriabilidade Neoschumpteriana Como Vantagem Competitiva: ...
A Estratégia de Apropriabilidade Neoschumpteriana Como Vantagem Competitiva: ...A Estratégia de Apropriabilidade Neoschumpteriana Como Vantagem Competitiva: ...
A Estratégia de Apropriabilidade Neoschumpteriana Como Vantagem Competitiva: ...
 
Tecnologia de armazenagem aplicada no suporte a gestão de ferramentas de usin...
Tecnologia de armazenagem aplicada no suporte a gestão de ferramentas de usin...Tecnologia de armazenagem aplicada no suporte a gestão de ferramentas de usin...
Tecnologia de armazenagem aplicada no suporte a gestão de ferramentas de usin...
 
Informatização da gestão da produção em uma forjaria no setor automotivo
Informatização da gestão da produção em uma forjaria no setor automotivoInformatização da gestão da produção em uma forjaria no setor automotivo
Informatização da gestão da produção em uma forjaria no setor automotivo
 
A importância da Segurança do Trabalho para Melhoria da Prevenção de Acidente...
A importância da Segurança do Trabalho para Melhoria da Prevenção de Acidente...A importância da Segurança do Trabalho para Melhoria da Prevenção de Acidente...
A importância da Segurança do Trabalho para Melhoria da Prevenção de Acidente...
 
Implantação da Pirâmide de Heinrich na Prevenção de Acidentes em uma Indústri...
Implantação da Pirâmide de Heinrich na Prevenção de Acidentes em uma Indústri...Implantação da Pirâmide de Heinrich na Prevenção de Acidentes em uma Indústri...
Implantação da Pirâmide de Heinrich na Prevenção de Acidentes em uma Indústri...
 
Dificuldade do Uso da TIC Pelo Professor Iniciante
Dificuldade do Uso da TIC Pelo Professor InicianteDificuldade do Uso da TIC Pelo Professor Iniciante
Dificuldade do Uso da TIC Pelo Professor Iniciante
 
Importância da tecnologia no acompanhamento das atividades dos alunos de acad...
Importância da tecnologia no acompanhamento das atividades dos alunos de acad...Importância da tecnologia no acompanhamento das atividades dos alunos de acad...
Importância da tecnologia no acompanhamento das atividades dos alunos de acad...
 
A tecnologia da informação aplicada como suporte ao sistema de folha de pagam...
A tecnologia da informação aplicada como suporte ao sistema de folha de pagam...A tecnologia da informação aplicada como suporte ao sistema de folha de pagam...
A tecnologia da informação aplicada como suporte ao sistema de folha de pagam...
 
A dificuldade do jovem na escolha de um curso superior
A dificuldade do jovem na escolha de um curso superiorA dificuldade do jovem na escolha de um curso superior
A dificuldade do jovem na escolha de um curso superior
 
A tecnologia edi aplicada como ferramenta para controle logístico da produção...
A tecnologia edi aplicada como ferramenta para controle logístico da produção...A tecnologia edi aplicada como ferramenta para controle logístico da produção...
A tecnologia edi aplicada como ferramenta para controle logístico da produção...
 
Utilização da tecnologia mrp como melhoria no planejamento da produção em uma...
Utilização da tecnologia mrp como melhoria no planejamento da produção em uma...Utilização da tecnologia mrp como melhoria no planejamento da produção em uma...
Utilização da tecnologia mrp como melhoria no planejamento da produção em uma...
 
A convergência tecnológica como ferramenta para o aumento da competitividade...
A convergência tecnológica como ferramenta para o aumento da  competitividade...A convergência tecnológica como ferramenta para o aumento da  competitividade...
A convergência tecnológica como ferramenta para o aumento da competitividade...
 
Utilização da tecnologia de coletor de dados em centros de usinagem na indúst...
Utilização da tecnologia de coletor de dados em centros de usinagem na indúst...Utilização da tecnologia de coletor de dados em centros de usinagem na indúst...
Utilização da tecnologia de coletor de dados em centros de usinagem na indúst...
 
Iso ts aplicada como suporte a rastreabilidade no setor automobilistico
Iso ts aplicada como suporte a rastreabilidade no setor automobilisticoIso ts aplicada como suporte a rastreabilidade no setor automobilistico
Iso ts aplicada como suporte a rastreabilidade no setor automobilistico
 
Uma aplicação da tecnologia de data matrix na rastreabilidade de peças no set...
Uma aplicação da tecnologia de data matrix na rastreabilidade de peças no set...Uma aplicação da tecnologia de data matrix na rastreabilidade de peças no set...
Uma aplicação da tecnologia de data matrix na rastreabilidade de peças no set...
 
Utilização da tecnologia oee como ferramenta para monitorar centros de usinag...
Utilização da tecnologia oee como ferramenta para monitorar centros de usinag...Utilização da tecnologia oee como ferramenta para monitorar centros de usinag...
Utilização da tecnologia oee como ferramenta para monitorar centros de usinag...
 

Último

1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
SILVIAREGINANAZARECA
 
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões.          pptxRimas, Luís Vaz de Camões.          pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
TomasSousa7
 
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
Educação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideiaEducação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideia
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
joseanesouza36
 
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdfA QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
AurelianoFerreirades2
 
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
GÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptxGÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptx
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
Marlene Cunhada
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
TomasSousa7
 
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.pptEstrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
livrosjovert
 
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptxA dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
ReinaldoSouza57
 
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
LucianaCristina58
 
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sonsAula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Érika Rufo
 
atividade 8º ano entrevista - com tirinha
atividade 8º ano entrevista - com tirinhaatividade 8º ano entrevista - com tirinha
atividade 8º ano entrevista - com tirinha
Suzy De Abreu Santana
 
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdfO que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
Pastor Robson Colaço
 
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Mary Alvarenga
 
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptxSlides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdfcronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
todorokillmepls
 
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escolaIntrodução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Professor Belinaso
 
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
Centro Jacques Delors
 
AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptx
AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptxAVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptx
AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptx
AntonioVieira539017
 
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua PortuguesaD20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
eaiprofpolly
 

Último (20)

1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
 
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões.          pptxRimas, Luís Vaz de Camões.          pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
 
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
Educação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideiaEducação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideia
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
 
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdfA QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
 
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
GÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptxGÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptx
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
 
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.pptEstrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
 
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptxA dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
 
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
 
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sonsAula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
 
atividade 8º ano entrevista - com tirinha
atividade 8º ano entrevista - com tirinhaatividade 8º ano entrevista - com tirinha
atividade 8º ano entrevista - com tirinha
 
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdfO que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
 
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
 
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptxSlides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
 
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdfcronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
 
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escolaIntrodução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
 
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
 
AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptx
AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptxAVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptx
AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA - 8º ANO 2024.pptx
 
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
 
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua PortuguesaD20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
 

A tecnologia da informação e comunicação aplicada no ensino

  • 1. A TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO APLICADA NO ENSINO APRENDIZAGEM DE ALUNOS NO ENSINO SUPERIOR BENTO, Alexandre Rodizio – Faculdades Santa Cruz alexandrerbento@yahoo.com.br AKSENEN, Elisângela Zarpelon – PUCPR elisangela.aksenen@pucpr.br Eixo Temático: Comunicação e Tecnologia Resumo O crescimento das instituições privadas favorece a entrada na faculdade de alunos com dificuldade de aprendizagem. Estes somados aos que ingressam pelo vestibular formam turmas com vários níveis de aprendizagem. Assim surge a necessidade de utilizar a TIC como facilitador no ensino e contribuir aos alunos ao desenvolvimento intelectual. O objetivo é demonstrar a importância da utilização da tecnologia da informação no ensino aprendizagem, como forma de proporcionar e estimular os alunos a praticar e exercitar o desenvolvimento do raciocínio para soluções de problemas, por meio de atividades simples e dinâmicas. O método de pesquisa utilizado do ponto de vista da forma de abordagem do problema é de pesquisa quantitativa e qualitativa. O resultado final deste questionário permite concluir que a TIC é importante no ensino aprendizagem e age como um recurso facilitador e motivador ao professor e aluno. Palavras-chave: Tecnologia da informação e comunicação. Ensino aprendizagem. Ensino superior. Introdução O crescimento vertiginoso e descontrolado das instituições privadas de ensino superior no Brasil está associado às alterações sociais, econômicas e institucionais, que o país passou nas últimas décadas (REIS, 2007). Estes crescimentos fazem aumentar as oportunidades dos alunos que sonham em fazer um curso superior. Pois esta é uma alternativa devido às dificuldades dos vestibulares das universidades públicas. Estes alunos quando entram na faculdade, trazem consigo, na maioria das vezes, dificuldade de compreender e até mesmo de se concentrar no ensino. Estes problemas de aprendizagem geralmente deveriam ser tratados nas séries iniciais, onde os alunos devem
  • 2. 10563 aprender a desenvolver o raciocínio para auxiliar na resolução de problemas (CORDENONSI; BERNARDI; SCOLARI, 2008). Devido a esta dificuldade, surge a necessidade de acelerar o desenvolvimento do processo de ensino e aprendizagem dos alunos ingressantes com auxílio da tecnologia da informação e comunicação (TIC). A utilização deste recurso no ensino superior pode ajudar professores a passar o conteúdo ou mesmo favorecer os alunos que têm dificuldade de aprender (VALENTE, 1999). Assim a TIC pode ser um facilitador no ensino, para auxiliar professores nas atividades pedagógicas, em sala de aula ou fora dela, além de gerar oportunidade de mudanças em relação a situações de aprendizagem. Este facilitador deve se integrar ao ambiente e a realidade do aluno, não somente como recurso, mas como ferramenta interdisciplinar. Além de contribuir e ajudar o aluno a se desenvolver em suas atividades (TONIDANDEL; MAISSIAT; CAMARGO, 2006). Outros alunos podem ingressar na faculdade por meio do vestibular. Todos esses somados aos do programa do governo, são separados pelo curso escolhido, com isso, a turma contém alunos com mais dificuldades de aprendizagem que outros. Para atender esta dificuldade a TIC surge como importante nivelador no ensino aprendizagem destas turmas (KOBS; REIS; SCANDELARI, 2006). A TIC contribui para o ensino aprendizagem e pode agregar valor na busca de qualidade no ensino educativo (KOBS; REIS; SCANDELARI, 2006). As relações entre o ensino e a qualidade podem utilizar formas ou métodos modernos e dinâmicos de ensino para propiciar novas habilidades e competências ao aluno na sociedade globalizada (FARIA, 2009). Baseados nestes argumentos, este trabalho visa descobrir por meio de uma pesquisa realizada junto aos alunos do curso de tecnologia, se a utilização da TIC como suporte ao ensino aprendizagem contribui e age como um facilitador ao desenvolvimento intelectual. Para explorar as habilidades e competências dos alunos e contribuir para construção do conhecimento. A TIC no Ensino Superior Dentre as tecnologias presentes na história da humanidade, a TIC compreende os recursos tecnológicos que possibilitam a transmissão de informação por diferentes meios de
  • 3. 10564 comunicação como o jornalismo (impresso, rádio, TV), livros, computadores, redes telemáticas, entre outras (GARCEZ, 2007). A TIC promove o acesso e a difusão das informações a todas as formas de ação comunicativa, em todas as partes do mundo. É importante ressaltar suas interações perceptivas, emocionais, cognitivas e comunicativas com as pessoas (DURIC; GRAY; HEISHMAN; FAYIN; ROSENFELD; SCHOELLES; SCHUNN; WECHSLER, 2002). Além disso, apresenta uma lógica e uma linguagem singular e interfere na forma de pensar, agir, relacionar e adquirir conhecimento (BRAUNER, 2008). Sendo assim, as pessoas se comunicam, adquirem informações e mudam seus comportamentos, com a propagação acelerada da TIC. A Informação não é objeto exclusivo da educação e se transformou em parte integrante da cultura mundial alterando o modelo educacional que dota o aluno de um saber acumulado (KENSKI, 2003). Para Kenski (2003) a TIC promove mudanças nas ações, pensamentos e na forma de representar a realidade dos indivíduos. Estas transformações tecnológicas exigem novos ritmos e dimensões no processo ensino aprendizagem. É importante para as pessoas se atualizem e estejam em constante aprendizagem. Com a TIC o acesso as informações é bem diversificado e não exige deslocamentos físicos até as instituições de ensino. A TIC não transforma as estruturas sociais, incorpora-se a elas e possibilita o desenvolvimento acelerado do conhecimento na atualidade. A TIC transforma os meios de incorporar conhecimento, porque a aquisição de competências torna-se um processo múltiplo e contínuo em sua fonte e formas de acesso (DAO-JIAN; XI-CANG; HONG-BO; MING-SHUAN, 2009). Porém as novas tecnologias redefinem as velhas e promovem a busca de saberes e competências em vários locais e tempos. A Internet é um desses locais e é utilizada para auxiliar no processo de ensino aprendizagem, interagindo e integrando professores e alunos, transformando salas de aulas em ambientes virtuais (OLIVEIRA, 2003). Assim é importante preparar o aluno para que o mesmo seja capaz de buscar a informação, avaliar, selecionar e adicionar ao seu próprio conhecimento. Ele deve estar preparado para interpretar, compreender e analisar se determinada informação que é útil. O processo de ensino aprendizagem deve ser uma junção de linguagens visuais e verbais, pois o professor muda seu papel, deixando de atuar como conhecedor, repassador e transmissor do
  • 4. 10565 conhecimento para ser orientador, facilitador e promovedor da construção do conhecimento (HONÓRIO, 2007). O professor precisa entender de tecnologia e pedagogia para garantir um melhor desempenho no ensino aprendizagem do aluno. Além de facilitar o aprendizado, essas características minimizam os riscos de evasão dos alunos, que é um problema preocupante na área de ensino (MEIRELLES; MAIA, 2009). Portanto a inserção da TIC de maneira produtiva no ensino aprendizagem demanda muito esforço, principalmente do professor que precisa preparar os alunos para aprenderem a conviver com a tecnologia e ele mesmo capacitar-se técnica e pedagogicamente para usar a TIC como ferramenta de ensino. O professor também necessita tem ciência que à introdução da TIC no ensino aprendizagem é um processo lento e que a mesma deve ser utilizada conforme suas necessidades pedagógicas, utilizando ferramentas (hardware, software, manuais) fáceis de utilizar e compreender por parte dele mesmo e dos alunos. Objetivo O objetivo principal deste trabalho é apresentar o ensino aprendizagem de alunos de uma instituição superior com suporte da TIC. Por meio de um questionário aplicado aos alunos do curso de tecnologia, pretende-se demonstrar a importância da utilização da tecnologia da informação no ensino aprendizagem, como forma de proporcionar e estimular os alunos a praticar e exercitar o desenvolvimento do raciocínio para soluções de problemas, através de atividades simples e dinâmicas. Métodos e Materiais Para comprovar a eficiência em utilizar a TIC como suporte ao ensino aprendizagem no ensino superior, a metodologia utilizada foi questionário, devido às questões básicas de pesquisa, ausência de controle dos eventos comportamentais e ênfase nos eventos contemporâneos (YIN, 2001). Este trabalho pode ser considerado como exploratório e descritivo. Para Mattar (1997) a pesquisa exploratória visa prover o pesquisar de um maior conhecimento sobre o tema ou problema de pesquisa em perspectiva. Segundo este autor, a pesquisa exploratória utiliza métodos como: questionários, experiências, estudo de caso e observação informal.
  • 5. 10566 A aplicação da metodologia de questionário baseou-se amplamente na experiência pessoal dos autores como participantes ativos na condução do processo de assimilação de tecnologia aqui relatado, e foi realizada por meio de uma série de entrevistas com alunos e professores da instituição. Neste estudo, o processo de amostragem é não probabilístico, pois parte-se de um universo naturalmente restrito, uma vez que participaram apenas os alunos que estavam dentro do requisito desejado. A instituição superior analisada possui em seu quadro discente com cerca de 4000 alunos, sendo que 500 são do curso de tecnologia. A pesquisa baseou-se em questionário auto-aplicável, disponível em meio eletrônico e fundamentado na literatura e pesquisa realizada. O questionário foi elaborado pelos autores. O trabalho de desenvolvimento do questionário objetivou garantir o correto preenchimento das questões, tais como aquelas que permitiam somente uma alternativa como resposta ou outras que solicitavam ao informante uma escolha dentre alternativas. Em caso de erro no preenchimento, o aluno recebia uma mensagem na tela, identificando a pergunta em que houvesse erro. Esse procedimento garantiu que todos os questionários recebidos puderam ser considerados válidos. A versão final do questionário consiste de seis questões de várias naturezas, cobrindo diversos aspectos da TIC, inclusive os relacionados ao aprendizado dos alunos. As perguntas sobre a utilização da TIC pelos alunos da instituição superior foram apresentadas nos seguintes aspectos: a) A Tecnologia da Informação e Comunicação (Computador, Internet, celular) é um recurso que proporciona agilidade nas suas atividades diárias? b) Você utiliza os recursos da Tecnologia da Informação e Comunicação no seu dia- a-dia? c) A comunicação digital (e-mail, msn, sms, mms, voip, vídeo conferência) proporciona agilidade no intercâmbio entre professor e alunos? d) Os serviços disponibilizados pela Instituição, via Internet (Portal do aluno e o Centro Desenvolvimento Acadêmico e Profissional “CEDESP”) promovem benefícios aos alunos? e) A capacitação técnica é fator de fundamental importância no uso dos recursos da Tecnologia da Informação e Comunicação, você se considera capacitado para utilizá-los?
  • 6. 10567 f) Já fez algum curso em Tecnologia da Informação e Comunicação (Hardware, software, comunicação móvel, infraestrutura)? Resultados e Discussões Pela análise dos dados obtidos da pesquisa feita aos alunos de tecnologia sobre o uso da TIC, é demonstrado o índice de respostas sim e não de forma agrupada em cada pergunta na figura 1. (1) (2) (3) (4) (5) (6) Figura 1. Pesquisa uso da TIC. A primeira pergunta obteve o índice de 100% de sim, ou seja, as 500 respostas foram sim. Assim observa-se a importância da TIC como recurso que visa proporcionar agilidade nas tarefas executadas diariamente. Além de contribuir como suporte para difundir as informações no meio acadêmico. Na segunda pergunta obteve-se o mesmo índice da primeira, ou seja, 100% de respostas sim, comprovando que o uso da TIC esta se tornando fundamental no ensino aprendizagem dos alunos, além de facilitar o entendimento e contribuir como acelerador do conhecimento. Já na terceira pergunta, 490 alunos responderam que a comunicação digital proporciona agilidade no intercambio entre professor e aluno, gerando um índice de 98%. Em 2%, ou seja, 10 alunos, responderam que as tecnologias (e-mail, msn, mms, voip, vídeo conferência) não trazem velocidade no contato com o professor. Os serviços disponibilizados pela instituição via internet, foi a quarta pergunta e obteve o índice de 91% de sim, ou 455 alunos concordam que estes serviços promovem
  • 7. 10568 benefícios. O principal deles é informar sobre notas e faltas de cada disciplina do curso em andamento. Já para 9%, ou seja, 45 alunos, não utilizam os recursos de internet disponíveis pela instituição. A capacitação técnica é fator fundamental na tecnologia e está no contexto da quinta pergunta que obteve índice de 98% de sim, ou seja, 490 alunos responderam que não basta experiência teórica se não estiver aliada a técnica. Apenas 2% ou 10 alunos deram respostas contrárias aos demais, isto se deduz que talvez estejam iniciando suas atividades acadêmicas. Este resultado demonstra que o aluno deve estar capacitado tecnicamente para utilizar os recursos disponíveis da tecnologia. A sexta pergunta obteve índice de 96% de sim, ou seja, 480 alunos observam a importância de realizar um curso ligado área da tecnologia, pois isso contribui para o seu desenvolvimento profissional. Outros 4%, ou 20 alunos responderam que ainda não realizaram nenhum curso adicional na área de TI. Todas as perguntas realizadas aos alunos do curso de tecnologia atingiram índice acima de 90%, isso reflete a preocupação e a necessidade de utilizar a TIC nas tarefas acadêmicas executadas no dia a dia. Considerações Finais A TIC esta presente em todos os segmentos pelo mundo inteiro, inclusive na educação. Onde muitas ferramentas tecnológicas estão sendo desenvolvidas, devido à evolução da tecnologia. Estas ferramentas podem ser utilizadas pela instituição superior para aprimorar e agilizar o contato com o material ou professor pelo aluno de tecnologia. Assim a TIC pode contribuir no ensino aprendizagem e na formação técnica e teórica dos alunos e professores. A TIC esta bem difundida nos alunos de tecnologia é inevitável que a utilização destas ferramentas venha impulsionar a transmissão do conhecimento de forma rápida e até agradável durante as aulas. Finalmente, é possível traçar o perfil do aluno de tecnologia que faz uso das ferramentas de TIC. Ele acha importante, gosta e utiliza a TIC para aprimorar seu conhecimento e aprender de forma ágil e dinâmica. A TIC visa à formação do tecnólogo como profissional adaptado ao novo perfil que esta sendo desenhado para o futuro e que vem sendo cada vez mais exigido pelo mercado de trabalho moderno.
  • 8. 10569 REFERÊNCIAS BRAUNER, G.: Os Conectivos Lógicos ‘→’ (o implicador material) e o ‘↔’ (o duplo implicador) na interface Semântica-Pragmática. VIII Encontro do CELSUL (circulo de estudos linguísticos do sul), 2008. Universidade Federal do Rio Grande do Sul. CORDENONSI, A. Z.; BERNARDI, G.; SCOLARI, A. T.:Objetos de Aprendizagem como apoio ao Desenvolvimento do Raciocínio Lógico. In: IX Congresso Iberoamericano de Informática Educativa, 2008, Caracas - Venezuela. DAO-JIAN Y.; XI-CANG Z.; HONG-BO L.; MING-SHUAN D.: Research on the Knowledge Management of the College Students' Organizations. E-Business and Information System Security, 2009. EBISS '09. International Conference on, IEEE, 2009, 1-5. DURIC, Z.; GRAY, W. D.; HEISHMAN, R., FAYIN, Li.; ROSENFELD, A.; SCHOELLES, M. J.; SCHUNN, C.; WECHSLER, H.: Integrating Perceptual and Cognitive Modeling for Adaptive and Intelligent Human-Computer Interaction. Proceedings of the IEEE, Vol.90 (7), 2002, 1272-1289. FARIA, E. V.: A Tecnologia da Informação e da Comunicação como Ferramenta para a Construção e Democratização do Conhecimento. Revista Eletrônica Scientia FAER, 2009, São Paulo. GARCEZ, R. O.: O Uso das Tecnologias de Informação e Comunicação, no Ensino, por Professores Universitários. Rio Grande do Sul, Maio, 2007. 175p. Dissertação de Mestrado em Educação – Programa de Pós-Graduação em Educação, Universidade Federal de Pelotas. HONÓRIO, X. M.: O Software Microsoft PowerPoint na Educação Superior: Percepções de Professores e Alunos. Brasília, Maio, 2007. 140p. Dissertação de Mestrado em Educação – Programa de Pós-Graduação em Educação, Universidade Católica de Brasília. KENSKI, V. M.: Tecnologias e Ensino Presencial e a Distância. Editora Papirus, 2003. Campinas, São Paulo. KOBS, F. F.; REIS, D. R.; SCANDELARI, L.: Sistemas e Tecnologias da Informação Utilizada por Instituições de Ensino Superior Privadas. Anais do XIII SIMPEP – Simpósio de Engenharia de Produção, 2006, São Paulo. MATTAR, F. N.: Pesquisa de Marketing: Metodologia, Planejamento, Execução, Análise. São Paulo: Atlas, 1997. MEIRELLES, F. S.; MAIA, M. C.: TIC Aplicada à Educação. ACORN-Redecom (Américas Communication Research Network - Red Americana de Investigación e Información y Comunicación), Cidade do México, 2009, México.
  • 9. 10570 OLIVEIRA, G. P.: Novas Tecnologias da Informação e Comunicação e a Construção do Conhecimento em Cursos Universitários: Reflexões Sobre Acesso, Conexões e Virtualidade. OEI - Revista Iberoamericana de Educación ( ISSN: 1681-5653), 2003. REIS, F. J. G..: Tendências e Gestão Empreendedora das Instituições de Educação Superior. Revista da Associação Brasileira de Mantenedoras de Ensino Superior. ISSN 1516-6201. 2007, Brasília. TONIDANDEL, I.; MAISSIAT, J.; CAMARGO, L. S.: As Demandas Sociais e Tecnológicas: O Docente e a Internet. UNIrevista (UNISINOS. Online), São Leopoldo, 2006, v.1, p.inicial 1, p.final 9, ISSN:1809-4651. Disponível em <http://www.unirevista.unisinos.br/_pdf/UNIrev_Tonidandel_et _al.pdf>. Acesso em: 18 abr. 2010. VALENTE, J. A.: O Computador na Sociedade do Conhecimento. Campinas: UNICAMP/NIED, 1999. YIN, R. K.: Estudo de Caso: Planejamento e Método. 2ª. Ed. Porto Alegre: Bookman, 2001.