SlideShare uma empresa Scribd logo
Gramática
Thamiris Lorrayne, Paula Edwiges, Victor Souza e Gustavo Sena
Gramática
A Gramática tem como finalidade orientar e regular o
uso da língua, estabelecendo um padrão de escrita e de
fala baseado em diversos critérios, tais como:
- Exemplo de bons escritores;
- Lógica;
- Tradição;
- Bom senso.
Em se tratando de Gramática, tem-se como matéria-
prima um sistema de normas, o qual dá estrutura à
língua. Tais normas definem a língua padrão, também
chamada língua culta ou norma culta. Assim, para falar e
escrever corretamente, é preciso estudar a Gramática.
História
A gramática surgiu no mundo ocidental por
volta do século V a. C. na Grécia. Durante este
período, o mundo grego estava sob o domínio da
Macedônia, cujo rei Alexandre não impediu que
a forte influência cultural de seu império
predominasse nos territórios por ele
conquistados.
Gramática Tradicional
Chamamos de Gramática Tradicional do
Português o conjunto de regras, de reflexões e
de classificações a respeito dessa língua,
especialmente produzido nos moldes gregos e
latinos. A Gramática Tradicional é, portanto, de
cunho prescritivo: receita modos de expressão e
distingue o certo do errado. Sua preocupação
não está em descrever os usos possíveis da
língua, mas em preservar e indicar como
corretos e aceitáveis os usos tradicionalmente
eleitos como paradigmas.
Tipos de Gramáticas
Gramática Normativa
Bastante utilizada em sala de aula e para
diversos fins didáticos, a Gramática Normativa
busca a padronização da língua, indicando
através de suas regras como devemos falar e
escrever corretamente.
Gramática Descritiva
A Gramática Descritiva analisa um conjunto de
regras que são seguidas, considerando as
variações linguísticas da língua ao investigar
seus fatos, extrapolando os conceitos que
definem o que é certo e errado em nosso sistema
linguístico.
Gramática Histórica
Investiga a origem e a evolução de uma língua,
representando os estudos diacrônicos.
Gramática Comparativa
Estabelece comparação da língua com outras
línguas de uma mesma família. No caso de nossa
língua portuguesa, as análises comparativas são
feitas com as línguas românicas.
Gramatica

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Variação linguística
Variação linguísticaVariação linguística
Variação linguística
Denise
 
Fonética & fonologia
Fonética & fonologiaFonética & fonologia
Fonética & fonologia
Fernanda Câmara
 
Aula 04 variacao linguistica
Aula 04   variacao linguisticaAula 04   variacao linguistica
Aula 04 variacao linguistica
Marcia Simone
 
Funções da linguagem
Funções da linguagemFunções da linguagem
Funções da linguagem
Verônica Carvalho
 
Tudo sobre POEMAS
Tudo sobre POEMASTudo sobre POEMAS
Tudo sobre POEMAS
Jaicinha
 
Linguagem, língua e fala
Linguagem, língua e falaLinguagem, língua e fala
Linguagem, língua e fala
Jirede Abisai
 
Substantivo slide
Substantivo slideSubstantivo slide
Substantivo slide
Andreia Berto
 
Origem da língua portuguesa
Origem da língua portuguesaOrigem da língua portuguesa
Origem da língua portuguesa
Eliane Sapiraim Durão
 
Slides Novo Acordo OrtográFico
Slides Novo Acordo OrtográFicoSlides Novo Acordo OrtográFico
Slides Novo Acordo OrtográFico
Flaviacristina74
 
VariaçãO LinguíStica
VariaçãO LinguíSticaVariaçãO LinguíStica
VariaçãO LinguíStica
Elza Silveira
 
O que é Literatura?
O que é Literatura?O que é Literatura?
O que é Literatura?
Faell Vasconcelos
 
Generos textuais
Generos textuaisGeneros textuais
Oficina variacoes
Oficina variacoesOficina variacoes
Oficina variacoes
macenaquiteria
 
Língua e linguagem 1
Língua e linguagem 1Língua e linguagem 1
Língua e linguagem 1
Maninho Walker
 
Estrutura e formação das palavras
Estrutura e formação das palavrasEstrutura e formação das palavras
Estrutura e formação das palavras
Keu Oliveira
 
Formação das palavras
Formação das palavrasFormação das palavras
Formação das palavras
colveromachado
 
Frase, Oração e Periodo.
Frase, Oração e Periodo.Frase, Oração e Periodo.
Frase, Oração e Periodo.
Keu Oliveira
 
Lingua e-linguagem2
Lingua e-linguagem2Lingua e-linguagem2
Lingua e-linguagem2
Flávio Ferreira
 
Neologismo
NeologismoNeologismo
Neologismo
rozillainy
 
Concepões de língua, linguagem, norma e fala
Concepões de língua, linguagem, norma e falaConcepões de língua, linguagem, norma e fala
Concepões de língua, linguagem, norma e fala
Hélio Xavier Pereira Júnior
 

Mais procurados (20)

Variação linguística
Variação linguísticaVariação linguística
Variação linguística
 
Fonética & fonologia
Fonética & fonologiaFonética & fonologia
Fonética & fonologia
 
Aula 04 variacao linguistica
Aula 04   variacao linguisticaAula 04   variacao linguistica
Aula 04 variacao linguistica
 
Funções da linguagem
Funções da linguagemFunções da linguagem
Funções da linguagem
 
Tudo sobre POEMAS
Tudo sobre POEMASTudo sobre POEMAS
Tudo sobre POEMAS
 
Linguagem, língua e fala
Linguagem, língua e falaLinguagem, língua e fala
Linguagem, língua e fala
 
Substantivo slide
Substantivo slideSubstantivo slide
Substantivo slide
 
Origem da língua portuguesa
Origem da língua portuguesaOrigem da língua portuguesa
Origem da língua portuguesa
 
Slides Novo Acordo OrtográFico
Slides Novo Acordo OrtográFicoSlides Novo Acordo OrtográFico
Slides Novo Acordo OrtográFico
 
VariaçãO LinguíStica
VariaçãO LinguíSticaVariaçãO LinguíStica
VariaçãO LinguíStica
 
O que é Literatura?
O que é Literatura?O que é Literatura?
O que é Literatura?
 
Generos textuais
Generos textuaisGeneros textuais
Generos textuais
 
Oficina variacoes
Oficina variacoesOficina variacoes
Oficina variacoes
 
Língua e linguagem 1
Língua e linguagem 1Língua e linguagem 1
Língua e linguagem 1
 
Estrutura e formação das palavras
Estrutura e formação das palavrasEstrutura e formação das palavras
Estrutura e formação das palavras
 
Formação das palavras
Formação das palavrasFormação das palavras
Formação das palavras
 
Frase, Oração e Periodo.
Frase, Oração e Periodo.Frase, Oração e Periodo.
Frase, Oração e Periodo.
 
Lingua e-linguagem2
Lingua e-linguagem2Lingua e-linguagem2
Lingua e-linguagem2
 
Neologismo
NeologismoNeologismo
Neologismo
 
Concepões de língua, linguagem, norma e fala
Concepões de língua, linguagem, norma e falaConcepões de língua, linguagem, norma e fala
Concepões de língua, linguagem, norma e fala
 

Semelhante a Gramatica

Gramática
Gramática Gramática
Gramática
G.Ranaya _LS
 
Grupo 07 a gramática na escola ppw
Grupo 07 a gramática na escola ppwGrupo 07 a gramática na escola ppw
Grupo 07 a gramática na escola ppw
silvia-9616
 
Slide carmen aula_2_09_09_2015 gramática
Slide carmen  aula_2_09_09_2015 gramáticaSlide carmen  aula_2_09_09_2015 gramática
Slide carmen aula_2_09_09_2015 gramática
Wellington Alves
 
Slide carmen aula_2_09_09_2015 gramática (2)
Slide carmen  aula_2_09_09_2015 gramática (2)Slide carmen  aula_2_09_09_2015 gramática (2)
Slide carmen aula_2_09_09_2015 gramática (2)
Wellington Alves
 
GramáTica E LíNgua
GramáTica E LíNguaGramáTica E LíNgua
GramáTica E LíNgua
Walace Cestari
 
Slide 2 - Estudos Linguísticos Scheme.pptx
Slide 2 - Estudos Linguísticos Scheme.pptxSlide 2 - Estudos Linguísticos Scheme.pptx
Slide 2 - Estudos Linguísticos Scheme.pptx
Paola Barbosa Dias
 
Introdução
IntroduçãoIntrodução
Introdução
BN Bernardo
 
Aula_1___L_ngua__linguagem_e_variedades_lingu_sticas.pdf
Aula_1___L_ngua__linguagem_e_variedades_lingu_sticas.pdfAula_1___L_ngua__linguagem_e_variedades_lingu_sticas.pdf
Aula_1___L_ngua__linguagem_e_variedades_lingu_sticas.pdf
lucasicm
 
Para Uma GramáTica Escolar
Para Uma GramáTica EscolarPara Uma GramáTica Escolar
Para Uma GramáTica Escolar
Luciane Oliveira
 
Linguistica slides
Linguistica slidesLinguistica slides
Linguistica slides
facope
 
Fonologia
FonologiaFonologia
Funções
FunçõesFunções
Funções
Diego Prezia
 
Artigo científico artigo19 xii de língua portuguesa
Artigo científico   artigo19 xii de língua portuguesaArtigo científico   artigo19 xii de língua portuguesa
Artigo científico artigo19 xii de língua portuguesa
Clarice Escouto Santos
 
Instrumento e grade de avaliação estudos sintáticos
Instrumento e grade de avaliação estudos sintáticosInstrumento e grade de avaliação estudos sintáticos
Instrumento e grade de avaliação estudos sintáticos
claudia murta
 
Variação e Ensino de Língua Portuguesa
Variação e Ensino de Língua PortuguesaVariação e Ensino de Língua Portuguesa
Variação e Ensino de Língua Portuguesa
Universidade de Santiago de Compostela
 
Ipt resumo
Ipt   resumoIpt   resumo
Ipt resumo
Lu1zFern4nando
 
MELO, Iran Ferreira de. As contribuições da linguística para o ensino de líng...
MELO, Iran Ferreira de. As contribuições da linguística para o ensino de líng...MELO, Iran Ferreira de. As contribuições da linguística para o ensino de líng...
MELO, Iran Ferreira de. As contribuições da linguística para o ensino de líng...
Junior Ferreira
 
AmíLcar+M[1]
AmíLcar+M[1]AmíLcar+M[1]
AmíLcar+M[1]
micaze1976
 
Linguagens língualinguagemvariaçãolinguística
Linguagens língualinguagemvariaçãolinguísticaLinguagens língualinguagemvariaçãolinguística
Linguagens língualinguagemvariaçãolinguística
Kênia Machado
 
TRABALHANDO A SINTAXE A PARTIR DA ANÁLISE DO LIVRO DIDÁTICO: “DIÁLOGO LINGUA ...
TRABALHANDO A SINTAXE A PARTIR DA ANÁLISE DO LIVRO DIDÁTICO: “DIÁLOGO LINGUA ...TRABALHANDO A SINTAXE A PARTIR DA ANÁLISE DO LIVRO DIDÁTICO: “DIÁLOGO LINGUA ...
TRABALHANDO A SINTAXE A PARTIR DA ANÁLISE DO LIVRO DIDÁTICO: “DIÁLOGO LINGUA ...
ivanil39
 

Semelhante a Gramatica (20)

Gramática
Gramática Gramática
Gramática
 
Grupo 07 a gramática na escola ppw
Grupo 07 a gramática na escola ppwGrupo 07 a gramática na escola ppw
Grupo 07 a gramática na escola ppw
 
Slide carmen aula_2_09_09_2015 gramática
Slide carmen  aula_2_09_09_2015 gramáticaSlide carmen  aula_2_09_09_2015 gramática
Slide carmen aula_2_09_09_2015 gramática
 
Slide carmen aula_2_09_09_2015 gramática (2)
Slide carmen  aula_2_09_09_2015 gramática (2)Slide carmen  aula_2_09_09_2015 gramática (2)
Slide carmen aula_2_09_09_2015 gramática (2)
 
GramáTica E LíNgua
GramáTica E LíNguaGramáTica E LíNgua
GramáTica E LíNgua
 
Slide 2 - Estudos Linguísticos Scheme.pptx
Slide 2 - Estudos Linguísticos Scheme.pptxSlide 2 - Estudos Linguísticos Scheme.pptx
Slide 2 - Estudos Linguísticos Scheme.pptx
 
Introdução
IntroduçãoIntrodução
Introdução
 
Aula_1___L_ngua__linguagem_e_variedades_lingu_sticas.pdf
Aula_1___L_ngua__linguagem_e_variedades_lingu_sticas.pdfAula_1___L_ngua__linguagem_e_variedades_lingu_sticas.pdf
Aula_1___L_ngua__linguagem_e_variedades_lingu_sticas.pdf
 
Para Uma GramáTica Escolar
Para Uma GramáTica EscolarPara Uma GramáTica Escolar
Para Uma GramáTica Escolar
 
Linguistica slides
Linguistica slidesLinguistica slides
Linguistica slides
 
Fonologia
FonologiaFonologia
Fonologia
 
Funções
FunçõesFunções
Funções
 
Artigo científico artigo19 xii de língua portuguesa
Artigo científico   artigo19 xii de língua portuguesaArtigo científico   artigo19 xii de língua portuguesa
Artigo científico artigo19 xii de língua portuguesa
 
Instrumento e grade de avaliação estudos sintáticos
Instrumento e grade de avaliação estudos sintáticosInstrumento e grade de avaliação estudos sintáticos
Instrumento e grade de avaliação estudos sintáticos
 
Variação e Ensino de Língua Portuguesa
Variação e Ensino de Língua PortuguesaVariação e Ensino de Língua Portuguesa
Variação e Ensino de Língua Portuguesa
 
Ipt resumo
Ipt   resumoIpt   resumo
Ipt resumo
 
MELO, Iran Ferreira de. As contribuições da linguística para o ensino de líng...
MELO, Iran Ferreira de. As contribuições da linguística para o ensino de líng...MELO, Iran Ferreira de. As contribuições da linguística para o ensino de líng...
MELO, Iran Ferreira de. As contribuições da linguística para o ensino de líng...
 
AmíLcar+M[1]
AmíLcar+M[1]AmíLcar+M[1]
AmíLcar+M[1]
 
Linguagens língualinguagemvariaçãolinguística
Linguagens língualinguagemvariaçãolinguísticaLinguagens língualinguagemvariaçãolinguística
Linguagens língualinguagemvariaçãolinguística
 
TRABALHANDO A SINTAXE A PARTIR DA ANÁLISE DO LIVRO DIDÁTICO: “DIÁLOGO LINGUA ...
TRABALHANDO A SINTAXE A PARTIR DA ANÁLISE DO LIVRO DIDÁTICO: “DIÁLOGO LINGUA ...TRABALHANDO A SINTAXE A PARTIR DA ANÁLISE DO LIVRO DIDÁTICO: “DIÁLOGO LINGUA ...
TRABALHANDO A SINTAXE A PARTIR DA ANÁLISE DO LIVRO DIDÁTICO: “DIÁLOGO LINGUA ...
 

Último

O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdfO que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
Pastor Robson Colaço
 
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
Centro Jacques Delors
 
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
AntnioManuelAgdoma
 
UFCD_5420_Integração de sistemas de informação - conceitos_índice.pdf
UFCD_5420_Integração de sistemas de informação - conceitos_índice.pdfUFCD_5420_Integração de sistemas de informação - conceitos_índice.pdf
UFCD_5420_Integração de sistemas de informação - conceitos_índice.pdf
Manuais Formação
 
livro ciclo da agua educação infantil.pdf
livro ciclo da agua educação infantil.pdflivro ciclo da agua educação infantil.pdf
livro ciclo da agua educação infantil.pdf
cmeioctaciliabetesch
 
Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdfEspecialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
DanielCastro80471
 
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdfUFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
Manuais Formação
 
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantilVogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
mamaeieby
 
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
MessiasMarianoG
 
“A classe operária vai ao paraíso os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
“A classe operária vai ao paraíso  os modos de produzir e trabalhar ao longo ...“A classe operária vai ao paraíso  os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
“A classe operária vai ao paraíso os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
AdrianoMontagna1
 
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdfCADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
NatySousa3
 
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdfPowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
1000a
 
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões.          pptxRimas, Luís Vaz de Camões.          pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
TomasSousa7
 
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.pptEstrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
livrosjovert
 
the_story_garden_5_SB_with_activities.pdf
the_story_garden_5_SB_with_activities.pdfthe_story_garden_5_SB_with_activities.pdf
the_story_garden_5_SB_with_activities.pdf
CarinaSoto12
 
0002_matematica_6ano livro de matemática
0002_matematica_6ano livro de matemática0002_matematica_6ano livro de matemática
0002_matematica_6ano livro de matemática
Giovana Gomes da Silva
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
TomasSousa7
 
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptxTreinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
MarcosPaulo777883
 
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - AlfabetinhoAtividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
MateusTavares54
 
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
LucianaCristina58
 

Último (20)

O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdfO que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
 
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
Folheto | Centro de Informação Europeia Jacques Delors (junho/2024)
 
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
 
UFCD_5420_Integração de sistemas de informação - conceitos_índice.pdf
UFCD_5420_Integração de sistemas de informação - conceitos_índice.pdfUFCD_5420_Integração de sistemas de informação - conceitos_índice.pdf
UFCD_5420_Integração de sistemas de informação - conceitos_índice.pdf
 
livro ciclo da agua educação infantil.pdf
livro ciclo da agua educação infantil.pdflivro ciclo da agua educação infantil.pdf
livro ciclo da agua educação infantil.pdf
 
Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdfEspecialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
 
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdfUFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
 
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantilVogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
 
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
 
“A classe operária vai ao paraíso os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
“A classe operária vai ao paraíso  os modos de produzir e trabalhar ao longo ...“A classe operária vai ao paraíso  os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
“A classe operária vai ao paraíso os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
 
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdfCADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
 
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdfPowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
 
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões.          pptxRimas, Luís Vaz de Camões.          pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
 
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.pptEstrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
Estrutura Pedagógica - Laboratório de Educação a Distância.ppt
 
the_story_garden_5_SB_with_activities.pdf
the_story_garden_5_SB_with_activities.pdfthe_story_garden_5_SB_with_activities.pdf
the_story_garden_5_SB_with_activities.pdf
 
0002_matematica_6ano livro de matemática
0002_matematica_6ano livro de matemática0002_matematica_6ano livro de matemática
0002_matematica_6ano livro de matemática
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
 
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptxTreinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
 
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - AlfabetinhoAtividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
 
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
 

Gramatica

  • 1. Gramática Thamiris Lorrayne, Paula Edwiges, Victor Souza e Gustavo Sena
  • 2. Gramática A Gramática tem como finalidade orientar e regular o uso da língua, estabelecendo um padrão de escrita e de fala baseado em diversos critérios, tais como: - Exemplo de bons escritores; - Lógica; - Tradição; - Bom senso. Em se tratando de Gramática, tem-se como matéria- prima um sistema de normas, o qual dá estrutura à língua. Tais normas definem a língua padrão, também chamada língua culta ou norma culta. Assim, para falar e escrever corretamente, é preciso estudar a Gramática.
  • 3. História A gramática surgiu no mundo ocidental por volta do século V a. C. na Grécia. Durante este período, o mundo grego estava sob o domínio da Macedônia, cujo rei Alexandre não impediu que a forte influência cultural de seu império predominasse nos territórios por ele conquistados.
  • 4. Gramática Tradicional Chamamos de Gramática Tradicional do Português o conjunto de regras, de reflexões e de classificações a respeito dessa língua, especialmente produzido nos moldes gregos e latinos. A Gramática Tradicional é, portanto, de cunho prescritivo: receita modos de expressão e distingue o certo do errado. Sua preocupação não está em descrever os usos possíveis da língua, mas em preservar e indicar como corretos e aceitáveis os usos tradicionalmente eleitos como paradigmas.
  • 6. Gramática Normativa Bastante utilizada em sala de aula e para diversos fins didáticos, a Gramática Normativa busca a padronização da língua, indicando através de suas regras como devemos falar e escrever corretamente.
  • 7. Gramática Descritiva A Gramática Descritiva analisa um conjunto de regras que são seguidas, considerando as variações linguísticas da língua ao investigar seus fatos, extrapolando os conceitos que definem o que é certo e errado em nosso sistema linguístico.
  • 8. Gramática Histórica Investiga a origem e a evolução de uma língua, representando os estudos diacrônicos.
  • 9. Gramática Comparativa Estabelece comparação da língua com outras línguas de uma mesma família. No caso de nossa língua portuguesa, as análises comparativas são feitas com as línguas românicas.