SlideShare uma empresa Scribd logo
Autores Joel Peralta Adelina Meireles Corpo Humano Por favor, não coloque esta PPT noutro sítio da Internet.  ©  Direitos reservados
Corpo Humano Sistema Digestivo Sistema Respiratório Sistema Reprodutor Sistema Circulatório Sistema Urinário
Sistema Digestivo Boca Glândulas Salivares Esófago Fígado Estômago Pâncreas Apêndice Intestino Delgado Intestino Grosso A digestão é um conjunto de processos em que o nosso corpo decompõe os alimentos em nutrientes, prontos a serem utilizados pelas células. O  sistema digestivo  é constituído pelo tubo digestivo e órgãos anexos. O tubo digestivo tem cerca de 9 metros de comprimento e duas aberturas para o exterior. Inicia-se pela  boca , por onde entram os alimentos, e termina no  ânus , por onde saem os resíduos alimentares. Fazem ainda parte do tubo digestivo os  dentes , a  língua , o  esófago , o  estômago , o  intestino delgado   e o  intestino grosso . As  glândulas anexas , como as  glândulas salivares , o  fígado , a  vesícula biliar   e o  pâncreas , fabricam sucos digestivos que auxiliam a digestão dos alimentos.
Boca Na boca, os alimentos são transformados por acção dos  dentes , da  língua  e da  saliva , no bolo alimentar. O bolo alimentar chega ao  estômago  depois de ter sido deglutido.
Esófago Depois de formado, o bolo alimentar passa da boca para a faringe e a seguir para o esófago –  deglutição . Devido às contracções da parede do esófago, o bolo alimentar é empurrado, prosseguindo até ao  estômago .
Língua e Glândulas Salivares A  boca  contém três pares de glândulas salivares. A língua é o órgão que ajuda a misturar a saliva com os alimentos. Para uma boa digestão, os alimentos devem ser bem ensalivados e mastigados.
Dentes Os dentes trituram os alimentos em pedaços suficientemente pequenos para serem engolidos. Cada dente é constituído por uma coroa e uma raiz. Os modernos hábitos alimentares exigem uma  higiene oral  cuidada, não só para combater o mau hálito, extremamente desagradável, como para evitar o aparecimento da cárie dentária. i
Higiene Oral A –  Lavar os dentes a seguir às refeições, usando uma escova própria e um bom dentífrico. B –  Como se devem lavar os dentes:  a)  passar a escova em toda a superfície do dente, de baixo para cima, de cima para baixo e horizontalmente;  b)  escovar os dentes pela frente e por trás e na região superior da coroa. Depois Antes
Estômago O estômago é uma espécie de bolsa volumosa, em cuja parede existem pequenas glândulas produtoras de substâncias que vão constituir o suco gástrico. São os movimentos da parede do estômago e o suco gástrico que provocam a transformação do bolo alimentar numa massa acinzentada – o quimo. O quimo passa aos jactos do estômago para o  intestino delgado .
Intestino Delgado Ao intestino delgado chegam sucos produzidos por duas glândulas exteriores ao tubo digestivo: - A bílis, produzida pelo  fígado  e em reserva na  vesícula biliar ; - O suco pancreático, proveniente do  pâncreas . No intestino delgado, durante cerca de três horas, os alimentos são sujeitos a movimentos intestinais que facilitam não só a sua mistura com o suco pancreático, a bílis e o suco intestinal, mas também a sua deslocação ao longo daquele órgão. O quimo transforma-se assim, num líquido leitoso – o quilo, que vai ser conduzido até ao  intestino grosso . A parede do intestino delgado é revestida internamente por numerosas vilosidades intestinais. Os produtos da digestão, úteis ao organismo, sofrem absorção. Duodeno Jejuno Íleo
Glândulas Anexas O fígado é um órgão volumoso que produz a bílis. A bílis é armazenada num pequeno saco – a vesícula biliar. O pâncreas produz o suco pancreático.
Intestino Grosso O intestino grosso é um órgão que recebe as substâncias vindas do  intestino delgado , que não foram absorvidas, e prepara e armazena as fezes antes de serem defecadas, através do ânus. Cólon ascendente Intestino grosso Intestino delgado Cólon transverso Cólon descendente Ânus Apêndice
Sistema Respiratório O sistema respiratório é constituído pelas  vias respiratórias  e pelos  pulmões . Para que se efectuem as trocas gasosas entre o organismo e o exterior –  hematose pulmonar  –, é necessário que o ar chegue aos pulmões e deles venha até ao exterior –  ventilação pulmonar . Assim, é necessária a existência e o trabalho de um conjunto de órgãos que constituem este sistema.
Vias Respiratórias O ar entra pelas fossas nasais, onde é aquecido, filtrado das impurezas e humedecido. Passa a faringe e a laringe e chega à traqueia, que o conduz até aos  pulmões . Laringe Esófago Traqueia Epiglote Cavidade oral Cavidade nasal Faringe
Pulmões Os  pulmões  são dois órgãos esponjosos situados na cavidade torácica. Externamente, os pulmões estão cobertos por uma membrana fina – a pleura. No seu interior ramificam-se os bronquíolos que terminam em cavidades com forma de saco – os alvéolos pulmonares, rodeados de numerosos capilares sanguíneos. É nos alvéolos que se dá a  hematose pulmonar . Traqueia Bronquíolos Bronquíolos Brônquio direito Brônquio esquerdo
Hematose Pulmonar Os  alvéolos pulmonares  são umas cavidades que se enchem de ar em cada  inspiração . A sua membrana é muito fina e muito irrigada por vasos sanguíneos, o que permite as trocas gasosas –  hematose pulmonar .
Ventilação Pulmonar Durante a  inspiração  o diafragma contrai-se e desce, contraem-se os músculos intercostais e as costelas elevam-se. A caixa torácica aumenta de volume, os  pulmões  dilatam-se e o ar entra. Durante a  expiração  o diafragma relaxa e sobe, os músculos intercostais relaxam e as costelas descem. A caixa torácica diminui de volume, os  pulmões  contraem-se e o ar sai.
Sistema Circulatório O sistema circulatório é constituído pelo  coração  e  vasos sanguíneos . O sangue rico em oxigénio é vermelho-vivo e denomina-se sangue arterial; o sangue rico em dióxido de carbono é vermelho-escuro e denomina-se sangue venoso. É indispensável que o sangue circule até às células para lhes fornecer o oxigénio –  grande circulação ; e delas conduzir o dióxido de carbono e o vapor de água até aos pulmões –  pequena circulação .
Coração O motor central do sistema circulatório é o coração – órgão musculoso do tamanho de um punho, situado na cavidade torácica, ligeiramente inclinado para o lado esquerdo. O coração apresenta quatro cavidades: duas  aurículas  na parte superior e dois  ventrículos  na parte inferior. As aurículas comunicam com os ventrículos através de válvulas. As paredes dos ventrículos são mais espessas que as paredes das aurículas. A metade esquerda do coração está separada da metade direita por um septo. Assim, a aurícula e o ventrículo esquerdos não comunicam com a aurícula e o ventrículo direitos. Na metade direita do coração só circula sangue venoso e na metade esquerda só circula sangue arterial. A função do coração é impulsionar o sangue para os  vasos sanguíneos .
Vasos Sanguíneos Os vasos que saem do coração são as  artérias (A) , de paredes grossas e elásticas, que levam o sangue a todo o corpo. Estas subdividem-se em  arteríolas  e, posteriormente, em  capilares sanguíneos . Os capilares sanguíneos são muito finos e a sua parede é constituída por uma única camada de células. De seguida os capilares unem-se em  vénulas  e, seguidamente, em  veias (B) , que entram no coração, trazendo o sangue de todo o corpo e têm paredes mais finas que as artérias. Arteríola Artéria Capilares sanguíneos Veia Vénula
Circulação do Sangue O trajecto do sangue desde o ventrículo esquerdo à aurícula direita designa-se por  grande circulação ou circulação sistémica (A)  e é responsável por fazer chegar o sangue a todo o corpo. A  pequena circulação ou circulação pulmonar (B)  vai desde o ventrículo direito à aurícula esquerda e é responsável por levar o sangue até aos  pulmões . A B
Sistema Urinário O  sistema urinário  humano é constituído por dois  rins , dois  ureteres  uma  bexiga  e uma  uretra . As nossas células alimentam-se das substâncias transportadas pelo sangue. Da sua utilização resultam resíduos. Estes resíduos não podem permanecer dentro das células, pois ao acumularem-se tornam-se tóxicos. Assim sendo, o sistema urinário tem como função a eliminação destas substâncias tóxicas para o organismo.
Rins Os  rins  são dois órgãos com forma de feijão e cerca de dez centímetros de comprimento, situados na parte de trás do abdómen, um de cada lado da coluna vertebral. Os rins comportam-se como uma espécie de filtro que separa do sangue as substâncias a eliminar, dissolvidas na água do plasma –  urina . A urina sai lentamente dos rins segue pelos ureteres e cai, gota a gota, na  bexiga .
Bexiga A  bexiga  é um saco muscular, situado na parte inferior do abdómen, que se pode dilatar, enchendo-se de urina. Normalmente, quando metade da bexiga está cheia, sente-se vontade de a esvaziar. Então o músculo que a veda relaxa-se, a bexiga contrai-se e a urina sai pela  uretra .
Sistema Reprodutor Uma das funções que caracteriza os seres vivos é a reprodução. É através dela que é assegurada a continuidade da vida. É pela reprodução que os seres vivos asseguram a existência de descendentes. Sem ela as espécies extinguir-se-iam. Na reprodução sexuada dois animais de sexos diferentes,  masculino  e  feminino , quando ocorre a  fecundação , dão origem a seres semelhantes.
Sistema Reprodutor Masculino ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
Sistema Reprodutor Feminino ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
Fecundação A  – No interior dos ovários amadurece, alternadamente em cada mês, um óvulo. Este óvulo amadurecido deixa o ovário e passa para a trompa, iniciando-se a ovulação. B  – Se, nas relações sexuais, for depositado esperma na vagina da mulher, os espermatozóides, devido à sua mobilidade, sobem até à trompa, ocorrendo a  fecundação . C  – Após a fecundação, o ovo desloca-se para o interior do útero e, depois de transformado num pequeno embrião fixa-se na parede. Esta, entretanto, tornou-se espessa e esponjosa, como que acolchoada para o receber confortavelmente. A B C

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Fisiologia Humana 1 - Introdução à Fisiologia Humana
Fisiologia Humana 1 - Introdução à Fisiologia HumanaFisiologia Humana 1 - Introdução à Fisiologia Humana
Fisiologia Humana 1 - Introdução à Fisiologia Humana
Herbert Santana
 
7 sistema cardiovascular
7   sistema cardiovascular7   sistema cardiovascular
7 sistema cardiovascular
Rebeca Vale
 
Células
CélulasCélulas
Células
Killer Max
 
Sistema endócrino
Sistema endócrinoSistema endócrino
Sistema endócrino
César Milani
 
Tecido nervoso
Tecido nervosoTecido nervoso
Tecido nervoso
Andreza Campos
 
Aula 8º ano - Métodos contraceptivos e DSTs
Aula 8º ano - Métodos contraceptivos e DSTsAula 8º ano - Métodos contraceptivos e DSTs
Aula 8º ano - Métodos contraceptivos e DSTs
Leonardo Kaplan
 
8 ano sistema digestório
8 ano sistema digestório8 ano sistema digestório
8 ano sistema digestório
crisbassanimedeiros
 
Sistemas Reprodutores Feminino e Masculino
Sistemas Reprodutores Feminino e MasculinoSistemas Reprodutores Feminino e Masculino
Sistemas Reprodutores Feminino e Masculino
Pibid Biologia Cejad
 
O Sistema Digestório
O Sistema DigestórioO Sistema Digestório
O Sistema Digestório
LdFlor
 
II. 2 Carboidratos, lipídios e proteínas
II. 2 Carboidratos, lipídios e proteínasII. 2 Carboidratos, lipídios e proteínas
II. 2 Carboidratos, lipídios e proteínas
Rebeca Vale
 
Sistema respiratorio powerpoint
Sistema respiratorio powerpointSistema respiratorio powerpoint
Sistema respiratorio powerpoint
isabelalexandrapinto
 
Sistema reprodutor (masculino e feminino)
Sistema reprodutor (masculino e feminino)Sistema reprodutor (masculino e feminino)
Sistema reprodutor (masculino e feminino)
Lucas Fontes
 
Sistema urinário - Anatomia humana
Sistema urinário - Anatomia humanaSistema urinário - Anatomia humana
Sistema urinário - Anatomia humana
Marília Gomes
 
Sistema respiratório
Sistema respiratórioSistema respiratório
Sistema respiratório
César Milani
 
Aula 1 O corpo humano
Aula 1 O corpo humanoAula 1 O corpo humano
Aula 1 O corpo humano
Ana Filadelfi
 
Sistema nervoso
Sistema nervosoSistema nervoso
Sistema nervoso
Catir
 
Tecidos do corpo humano
Tecidos do corpo humanoTecidos do corpo humano
Tecidos do corpo humano
Lilia Nascimento
 
Apresentação orgaos do sentidos
Apresentação orgaos do  sentidosApresentação orgaos do  sentidos
Apresentação orgaos do sentidos
Marcionedes De Souza
 
14 o sistema nervoso
14   o sistema nervoso14   o sistema nervoso
14 o sistema nervoso
Rebeca Vale
 
Sistema digestorio slides
Sistema digestorio slidesSistema digestorio slides
Sistema digestorio slides
Fabiano Reis
 

Mais procurados (20)

Fisiologia Humana 1 - Introdução à Fisiologia Humana
Fisiologia Humana 1 - Introdução à Fisiologia HumanaFisiologia Humana 1 - Introdução à Fisiologia Humana
Fisiologia Humana 1 - Introdução à Fisiologia Humana
 
7 sistema cardiovascular
7   sistema cardiovascular7   sistema cardiovascular
7 sistema cardiovascular
 
Células
CélulasCélulas
Células
 
Sistema endócrino
Sistema endócrinoSistema endócrino
Sistema endócrino
 
Tecido nervoso
Tecido nervosoTecido nervoso
Tecido nervoso
 
Aula 8º ano - Métodos contraceptivos e DSTs
Aula 8º ano - Métodos contraceptivos e DSTsAula 8º ano - Métodos contraceptivos e DSTs
Aula 8º ano - Métodos contraceptivos e DSTs
 
8 ano sistema digestório
8 ano sistema digestório8 ano sistema digestório
8 ano sistema digestório
 
Sistemas Reprodutores Feminino e Masculino
Sistemas Reprodutores Feminino e MasculinoSistemas Reprodutores Feminino e Masculino
Sistemas Reprodutores Feminino e Masculino
 
O Sistema Digestório
O Sistema DigestórioO Sistema Digestório
O Sistema Digestório
 
II. 2 Carboidratos, lipídios e proteínas
II. 2 Carboidratos, lipídios e proteínasII. 2 Carboidratos, lipídios e proteínas
II. 2 Carboidratos, lipídios e proteínas
 
Sistema respiratorio powerpoint
Sistema respiratorio powerpointSistema respiratorio powerpoint
Sistema respiratorio powerpoint
 
Sistema reprodutor (masculino e feminino)
Sistema reprodutor (masculino e feminino)Sistema reprodutor (masculino e feminino)
Sistema reprodutor (masculino e feminino)
 
Sistema urinário - Anatomia humana
Sistema urinário - Anatomia humanaSistema urinário - Anatomia humana
Sistema urinário - Anatomia humana
 
Sistema respiratório
Sistema respiratórioSistema respiratório
Sistema respiratório
 
Aula 1 O corpo humano
Aula 1 O corpo humanoAula 1 O corpo humano
Aula 1 O corpo humano
 
Sistema nervoso
Sistema nervosoSistema nervoso
Sistema nervoso
 
Tecidos do corpo humano
Tecidos do corpo humanoTecidos do corpo humano
Tecidos do corpo humano
 
Apresentação orgaos do sentidos
Apresentação orgaos do  sentidosApresentação orgaos do  sentidos
Apresentação orgaos do sentidos
 
14 o sistema nervoso
14   o sistema nervoso14   o sistema nervoso
14 o sistema nervoso
 
Sistema digestorio slides
Sistema digestorio slidesSistema digestorio slides
Sistema digestorio slides
 

Destaque

O corpo humano
O corpo humanoO corpo humano
O corpo humanomariocha2
 
Power point corpo humano
Power point corpo humanoPower point corpo humano
Power point corpo humano
Carmo Dentinho
 
O Corpo Humano Sistemas
O Corpo Humano SistemasO Corpo Humano Sistemas
O Corpo Humano Sistemas
Alice Maia
 
Corpo Humano Sistemas
Corpo Humano SistemasCorpo Humano Sistemas
Corpo Humano Sistemas
Ivanise Meyer
 
Ciência e tecnologia
Ciência e tecnologiaCiência e tecnologia
Ciência e tecnologia
Pedro Almeida
 
Xadrez e plano cartesiano
Xadrez e plano cartesianoXadrez e plano cartesiano
Xadrez e plano cartesiano
RIQOLIVER
 
Tema ciências e tecnologia
Tema  ciências e tecnologiaTema  ciências e tecnologia
Tema ciências e tecnologia
Leni123
 
Doenças que afetam o sistema genital masculino e feminino
Doenças que afetam o sistema genital masculino e femininoDoenças que afetam o sistema genital masculino e feminino
Doenças que afetam o sistema genital masculino e feminino
Danna Petri
 
Bg25 regulação nos seres vivos
Bg25   regulação nos seres vivosBg25   regulação nos seres vivos
Bg25 regulação nos seres vivos
Nuno Correia
 
9.genetica.ppt.hereditariedade.1
9.genetica.ppt.hereditariedade.19.genetica.ppt.hereditariedade.1
9.genetica.ppt.hereditariedade.1
Kecia Oliveira
 
Bg28 regulação nos seres vivos - osmorregulação (parte i)
Bg28   regulação nos seres vivos - osmorregulação (parte i)Bg28   regulação nos seres vivos - osmorregulação (parte i)
Bg28 regulação nos seres vivos - osmorregulação (parte i)
Nuno Correia
 
Ciencias e tecnologia
Ciencias e tecnologiaCiencias e tecnologia
Ciencias e tecnologia
Fatinha Bretas
 
Os Tecidos do Corpo Humano
Os Tecidos do Corpo HumanoOs Tecidos do Corpo Humano
Os Tecidos do Corpo Humano
Vanessa Lopes
 
Sólidos geométricos
Sólidos geométricosSólidos geométricos
Sólidos geométricos
195954530
 
O corpo humano
O corpo humanoO corpo humano
Corpo humano, projeto
Corpo  humano, projetoCorpo  humano, projeto
Corpo humano, projeto
talucha
 
Corpo Humano
Corpo HumanoCorpo Humano
Corpo Humano
Alda Palmeiro
 
Um pouco da História do corpo
Um pouco da História do corpoUm pouco da História do corpo
Um pouco da História do corpo
Ipsun
 
As três partes do corpo
As três partes do corpoAs três partes do corpo
As três partes do corpo
Campus Universitário de Altamira
 
Corpo humano gui b.
Corpo humano  gui b.Corpo humano  gui b.
Corpo humano gui b.
EscolaFonteJoana
 

Destaque (20)

O corpo humano
O corpo humanoO corpo humano
O corpo humano
 
Power point corpo humano
Power point corpo humanoPower point corpo humano
Power point corpo humano
 
O Corpo Humano Sistemas
O Corpo Humano SistemasO Corpo Humano Sistemas
O Corpo Humano Sistemas
 
Corpo Humano Sistemas
Corpo Humano SistemasCorpo Humano Sistemas
Corpo Humano Sistemas
 
Ciência e tecnologia
Ciência e tecnologiaCiência e tecnologia
Ciência e tecnologia
 
Xadrez e plano cartesiano
Xadrez e plano cartesianoXadrez e plano cartesiano
Xadrez e plano cartesiano
 
Tema ciências e tecnologia
Tema  ciências e tecnologiaTema  ciências e tecnologia
Tema ciências e tecnologia
 
Doenças que afetam o sistema genital masculino e feminino
Doenças que afetam o sistema genital masculino e femininoDoenças que afetam o sistema genital masculino e feminino
Doenças que afetam o sistema genital masculino e feminino
 
Bg25 regulação nos seres vivos
Bg25   regulação nos seres vivosBg25   regulação nos seres vivos
Bg25 regulação nos seres vivos
 
9.genetica.ppt.hereditariedade.1
9.genetica.ppt.hereditariedade.19.genetica.ppt.hereditariedade.1
9.genetica.ppt.hereditariedade.1
 
Bg28 regulação nos seres vivos - osmorregulação (parte i)
Bg28   regulação nos seres vivos - osmorregulação (parte i)Bg28   regulação nos seres vivos - osmorregulação (parte i)
Bg28 regulação nos seres vivos - osmorregulação (parte i)
 
Ciencias e tecnologia
Ciencias e tecnologiaCiencias e tecnologia
Ciencias e tecnologia
 
Os Tecidos do Corpo Humano
Os Tecidos do Corpo HumanoOs Tecidos do Corpo Humano
Os Tecidos do Corpo Humano
 
Sólidos geométricos
Sólidos geométricosSólidos geométricos
Sólidos geométricos
 
O corpo humano
O corpo humanoO corpo humano
O corpo humano
 
Corpo humano, projeto
Corpo  humano, projetoCorpo  humano, projeto
Corpo humano, projeto
 
Corpo Humano
Corpo HumanoCorpo Humano
Corpo Humano
 
Um pouco da História do corpo
Um pouco da História do corpoUm pouco da História do corpo
Um pouco da História do corpo
 
As três partes do corpo
As três partes do corpoAs três partes do corpo
As três partes do corpo
 
Corpo humano gui b.
Corpo humano  gui b.Corpo humano  gui b.
Corpo humano gui b.
 

Semelhante a Corpo Humano - vários sistemas

21691395 corpo-humano
21691395 corpo-humano21691395 corpo-humano
21691395 corpo-humano
Pelo Siro
 
Corpo humano
Corpo humanoCorpo humano
Corpo humano
Ana Maria Sequeira
 
Corpo humano
Corpo humanoCorpo humano
Corpo humano
eb1vergada
 
7 - morfologia e fisiologia humana
7 - morfologia e fisiologia humana7 - morfologia e fisiologia humana
7 - morfologia e fisiologia humana
Marcus Magarinho
 
Resumos de estudo do Meio - 3ºano (os sistemas).pptx
Resumos de estudo do Meio - 3ºano (os sistemas).pptxResumos de estudo do Meio - 3ºano (os sistemas).pptx
Resumos de estudo do Meio - 3ºano (os sistemas).pptx
CarolinaDias525263
 
Fichas de estudo do meio alfa
Fichas de estudo do meio  alfaFichas de estudo do meio  alfa
Fichas de estudo do meio alfa
elsaduarte
 
Trablho de anatomia
Trablho de anatomiaTrablho de anatomia
Trablho de anatomia
jhonifer washington
 
Trablho de anatomia
Trablho de anatomiaTrablho de anatomia
Trablho de anatomia
jhonifer washington
 
Sistema Digestivo Humano
Sistema Digestivo HumanoSistema Digestivo Humano
Sistema Digestivo Humano
Rosa Pereira
 
Unidade 1 - Estudo do Meio.pptx
Unidade 1 - Estudo do Meio.pptxUnidade 1 - Estudo do Meio.pptx
Unidade 1 - Estudo do Meio.pptx
Bruno Sónia
 
SISTEMA URINARIO (1) 3.pptx
SISTEMA URINARIO (1) 3.pptxSISTEMA URINARIO (1) 3.pptx
SISTEMA URINARIO (1) 3.pptx
FABIANOVALE5
 
Resumos dos sistemas do copo com Pngs para imprimir.pdf
Resumos dos sistemas do copo com Pngs para imprimir.pdfResumos dos sistemas do copo com Pngs para imprimir.pdf
Resumos dos sistemas do copo com Pngs para imprimir.pdf
palommaviana12
 
Sistema digestório endocrino e renal
Sistema digestório endocrino e renalSistema digestório endocrino e renal
Sistema digestório endocrino e renal
ENFERMAGEMUNIS
 
Aula fisiologia humana
Aula   fisiologia humanaAula   fisiologia humana
Aula fisiologia humana
santhdalcin
 
VI Sistema Urinário
VI Sistema UrinárioVI Sistema Urinário
VI Sistema Urinário
Bolivar Motta
 
Informação sobre as funções do nosso corpo
Informação sobre as funções do nosso corpoInformação sobre as funções do nosso corpo
Informação sobre as funções do nosso corpo
Joel Ferreira
 
Informação sobre as funções do nosso corpo
Informação sobre as funções do nosso corpoInformação sobre as funções do nosso corpo
Informação sobre as funções do nosso corpo
Joel Ferreira
 
Anatomia e fisiologia humana
Anatomia e fisiologia humanaAnatomia e fisiologia humana
Trabalho sistema excretor (1)
Trabalho sistema excretor (1)Trabalho sistema excretor (1)
Trabalho sistema excretor (1)
Eliani Alves
 
Sistema digestório
Sistema digestórioSistema digestório
Sistema digestório
parambu
 

Semelhante a Corpo Humano - vários sistemas (20)

21691395 corpo-humano
21691395 corpo-humano21691395 corpo-humano
21691395 corpo-humano
 
Corpo humano
Corpo humanoCorpo humano
Corpo humano
 
Corpo humano
Corpo humanoCorpo humano
Corpo humano
 
7 - morfologia e fisiologia humana
7 - morfologia e fisiologia humana7 - morfologia e fisiologia humana
7 - morfologia e fisiologia humana
 
Resumos de estudo do Meio - 3ºano (os sistemas).pptx
Resumos de estudo do Meio - 3ºano (os sistemas).pptxResumos de estudo do Meio - 3ºano (os sistemas).pptx
Resumos de estudo do Meio - 3ºano (os sistemas).pptx
 
Fichas de estudo do meio alfa
Fichas de estudo do meio  alfaFichas de estudo do meio  alfa
Fichas de estudo do meio alfa
 
Trablho de anatomia
Trablho de anatomiaTrablho de anatomia
Trablho de anatomia
 
Trablho de anatomia
Trablho de anatomiaTrablho de anatomia
Trablho de anatomia
 
Sistema Digestivo Humano
Sistema Digestivo HumanoSistema Digestivo Humano
Sistema Digestivo Humano
 
Unidade 1 - Estudo do Meio.pptx
Unidade 1 - Estudo do Meio.pptxUnidade 1 - Estudo do Meio.pptx
Unidade 1 - Estudo do Meio.pptx
 
SISTEMA URINARIO (1) 3.pptx
SISTEMA URINARIO (1) 3.pptxSISTEMA URINARIO (1) 3.pptx
SISTEMA URINARIO (1) 3.pptx
 
Resumos dos sistemas do copo com Pngs para imprimir.pdf
Resumos dos sistemas do copo com Pngs para imprimir.pdfResumos dos sistemas do copo com Pngs para imprimir.pdf
Resumos dos sistemas do copo com Pngs para imprimir.pdf
 
Sistema digestório endocrino e renal
Sistema digestório endocrino e renalSistema digestório endocrino e renal
Sistema digestório endocrino e renal
 
Aula fisiologia humana
Aula   fisiologia humanaAula   fisiologia humana
Aula fisiologia humana
 
VI Sistema Urinário
VI Sistema UrinárioVI Sistema Urinário
VI Sistema Urinário
 
Informação sobre as funções do nosso corpo
Informação sobre as funções do nosso corpoInformação sobre as funções do nosso corpo
Informação sobre as funções do nosso corpo
 
Informação sobre as funções do nosso corpo
Informação sobre as funções do nosso corpoInformação sobre as funções do nosso corpo
Informação sobre as funções do nosso corpo
 
Anatomia e fisiologia humana
Anatomia e fisiologia humanaAnatomia e fisiologia humana
Anatomia e fisiologia humana
 
Trabalho sistema excretor (1)
Trabalho sistema excretor (1)Trabalho sistema excretor (1)
Trabalho sistema excretor (1)
 
Sistema digestório
Sistema digestórioSistema digestório
Sistema digestório
 

Mais de Domingos Oliveira

Ciclos biogeoquímicos da água, carbono, oxigénio e azoto
Ciclos biogeoquímicos da água, carbono, oxigénio e azotoCiclos biogeoquímicos da água, carbono, oxigénio e azoto
Ciclos biogeoquímicos da água, carbono, oxigénio e azoto
Domingos Oliveira
 
Ciclos biogeoquímicos água, carbono
Ciclos biogeoquímicos água, carbonoCiclos biogeoquímicos água, carbono
Ciclos biogeoquímicos água, carbono
Domingos Oliveira
 
Como estudar
Como estudarComo estudar
Como estudar
Domingos Oliveira
 
Bom ano letivo
Bom ano letivoBom ano letivo
Bom ano letivo
Domingos Oliveira
 
Recursos Minerais
Recursos MineraisRecursos Minerais
Recursos Minerais
Domingos Oliveira
 
Respiracao Celular
Respiracao CelularRespiracao Celular
Respiracao Celular
Domingos Oliveira
 
Sistema Digestivo
Sistema DigestivoSistema Digestivo
Sistema Digestivo
Domingos Oliveira
 
Sistema Digestivo
Sistema DigestivoSistema Digestivo
Sistema Digestivo
Domingos Oliveira
 
Conceitos gerais sobre o sistema digestivo
Conceitos gerais sobre o sistema digestivoConceitos gerais sobre o sistema digestivo
Conceitos gerais sobre o sistema digestivo
Domingos Oliveira
 
A educação como comprometimento social
A educação como comprometimento socialA educação como comprometimento social
A educação como comprometimento social
Domingos Oliveira
 
A minha Mãe é uma Rosa
A minha Mãe é uma RosaA minha Mãe é uma Rosa
A minha Mãe é uma Rosa
Domingos Oliveira
 

Mais de Domingos Oliveira (11)

Ciclos biogeoquímicos da água, carbono, oxigénio e azoto
Ciclos biogeoquímicos da água, carbono, oxigénio e azotoCiclos biogeoquímicos da água, carbono, oxigénio e azoto
Ciclos biogeoquímicos da água, carbono, oxigénio e azoto
 
Ciclos biogeoquímicos água, carbono
Ciclos biogeoquímicos água, carbonoCiclos biogeoquímicos água, carbono
Ciclos biogeoquímicos água, carbono
 
Como estudar
Como estudarComo estudar
Como estudar
 
Bom ano letivo
Bom ano letivoBom ano letivo
Bom ano letivo
 
Recursos Minerais
Recursos MineraisRecursos Minerais
Recursos Minerais
 
Respiracao Celular
Respiracao CelularRespiracao Celular
Respiracao Celular
 
Sistema Digestivo
Sistema DigestivoSistema Digestivo
Sistema Digestivo
 
Sistema Digestivo
Sistema DigestivoSistema Digestivo
Sistema Digestivo
 
Conceitos gerais sobre o sistema digestivo
Conceitos gerais sobre o sistema digestivoConceitos gerais sobre o sistema digestivo
Conceitos gerais sobre o sistema digestivo
 
A educação como comprometimento social
A educação como comprometimento socialA educação como comprometimento social
A educação como comprometimento social
 
A minha Mãe é uma Rosa
A minha Mãe é uma RosaA minha Mãe é uma Rosa
A minha Mãe é uma Rosa
 

Último

Vacina, conceito, tipos, produção, aplicaçãopdf
Vacina, conceito, tipos, produção, aplicaçãopdfVacina, conceito, tipos, produção, aplicaçãopdf
Vacina, conceito, tipos, produção, aplicaçãopdf
rickriordan
 
Tipos de pontos e suturas técnicas de sutura
Tipos de pontos e suturas técnicas de suturaTipos de pontos e suturas técnicas de sutura
Tipos de pontos e suturas técnicas de sutura
DelcioVumbuca
 
Síndrome do Desconforto Respiratório do Recém-Nascido (SDR).pptx
Síndrome do Desconforto Respiratório do Recém-Nascido (SDR).pptxSíndrome do Desconforto Respiratório do Recém-Nascido (SDR).pptx
Síndrome do Desconforto Respiratório do Recém-Nascido (SDR).pptx
marjoguedes1
 
Programa de Saúde do Adolescente( PROSAD)
Programa de Saúde do Adolescente( PROSAD)Programa de Saúde do Adolescente( PROSAD)
Programa de Saúde do Adolescente( PROSAD)
sula31
 
5. SISTEMA ENDOCRINO-- (2).pptx florentino
5. SISTEMA ENDOCRINO-- (2).pptx florentino5. SISTEMA ENDOCRINO-- (2).pptx florentino
5. SISTEMA ENDOCRINO-- (2).pptx florentino
AmaroAlmeidaChimbala
 
Livro do Instituto da Saúde: amplia visões e direitos no ciclo gravídico-puer...
Livro do Instituto da Saúde: amplia visões e direitos no ciclo gravídico-puer...Livro do Instituto da Saúde: amplia visões e direitos no ciclo gravídico-puer...
Livro do Instituto da Saúde: amplia visões e direitos no ciclo gravídico-puer...
Prof. Marcus Renato de Carvalho
 

Último (6)

Vacina, conceito, tipos, produção, aplicaçãopdf
Vacina, conceito, tipos, produção, aplicaçãopdfVacina, conceito, tipos, produção, aplicaçãopdf
Vacina, conceito, tipos, produção, aplicaçãopdf
 
Tipos de pontos e suturas técnicas de sutura
Tipos de pontos e suturas técnicas de suturaTipos de pontos e suturas técnicas de sutura
Tipos de pontos e suturas técnicas de sutura
 
Síndrome do Desconforto Respiratório do Recém-Nascido (SDR).pptx
Síndrome do Desconforto Respiratório do Recém-Nascido (SDR).pptxSíndrome do Desconforto Respiratório do Recém-Nascido (SDR).pptx
Síndrome do Desconforto Respiratório do Recém-Nascido (SDR).pptx
 
Programa de Saúde do Adolescente( PROSAD)
Programa de Saúde do Adolescente( PROSAD)Programa de Saúde do Adolescente( PROSAD)
Programa de Saúde do Adolescente( PROSAD)
 
5. SISTEMA ENDOCRINO-- (2).pptx florentino
5. SISTEMA ENDOCRINO-- (2).pptx florentino5. SISTEMA ENDOCRINO-- (2).pptx florentino
5. SISTEMA ENDOCRINO-- (2).pptx florentino
 
Livro do Instituto da Saúde: amplia visões e direitos no ciclo gravídico-puer...
Livro do Instituto da Saúde: amplia visões e direitos no ciclo gravídico-puer...Livro do Instituto da Saúde: amplia visões e direitos no ciclo gravídico-puer...
Livro do Instituto da Saúde: amplia visões e direitos no ciclo gravídico-puer...
 

Corpo Humano - vários sistemas

  • 1. Autores Joel Peralta Adelina Meireles Corpo Humano Por favor, não coloque esta PPT noutro sítio da Internet. © Direitos reservados
  • 2. Corpo Humano Sistema Digestivo Sistema Respiratório Sistema Reprodutor Sistema Circulatório Sistema Urinário
  • 3. Sistema Digestivo Boca Glândulas Salivares Esófago Fígado Estômago Pâncreas Apêndice Intestino Delgado Intestino Grosso A digestão é um conjunto de processos em que o nosso corpo decompõe os alimentos em nutrientes, prontos a serem utilizados pelas células. O sistema digestivo é constituído pelo tubo digestivo e órgãos anexos. O tubo digestivo tem cerca de 9 metros de comprimento e duas aberturas para o exterior. Inicia-se pela boca , por onde entram os alimentos, e termina no ânus , por onde saem os resíduos alimentares. Fazem ainda parte do tubo digestivo os dentes , a língua , o esófago , o estômago , o intestino delgado e o intestino grosso . As glândulas anexas , como as glândulas salivares , o fígado , a vesícula biliar e o pâncreas , fabricam sucos digestivos que auxiliam a digestão dos alimentos.
  • 4. Boca Na boca, os alimentos são transformados por acção dos dentes , da língua e da saliva , no bolo alimentar. O bolo alimentar chega ao estômago depois de ter sido deglutido.
  • 5. Esófago Depois de formado, o bolo alimentar passa da boca para a faringe e a seguir para o esófago – deglutição . Devido às contracções da parede do esófago, o bolo alimentar é empurrado, prosseguindo até ao estômago .
  • 6. Língua e Glândulas Salivares A boca contém três pares de glândulas salivares. A língua é o órgão que ajuda a misturar a saliva com os alimentos. Para uma boa digestão, os alimentos devem ser bem ensalivados e mastigados.
  • 7. Dentes Os dentes trituram os alimentos em pedaços suficientemente pequenos para serem engolidos. Cada dente é constituído por uma coroa e uma raiz. Os modernos hábitos alimentares exigem uma higiene oral cuidada, não só para combater o mau hálito, extremamente desagradável, como para evitar o aparecimento da cárie dentária. i
  • 8. Higiene Oral A – Lavar os dentes a seguir às refeições, usando uma escova própria e um bom dentífrico. B – Como se devem lavar os dentes: a) passar a escova em toda a superfície do dente, de baixo para cima, de cima para baixo e horizontalmente; b) escovar os dentes pela frente e por trás e na região superior da coroa. Depois Antes
  • 9. Estômago O estômago é uma espécie de bolsa volumosa, em cuja parede existem pequenas glândulas produtoras de substâncias que vão constituir o suco gástrico. São os movimentos da parede do estômago e o suco gástrico que provocam a transformação do bolo alimentar numa massa acinzentada – o quimo. O quimo passa aos jactos do estômago para o intestino delgado .
  • 10. Intestino Delgado Ao intestino delgado chegam sucos produzidos por duas glândulas exteriores ao tubo digestivo: - A bílis, produzida pelo fígado e em reserva na vesícula biliar ; - O suco pancreático, proveniente do pâncreas . No intestino delgado, durante cerca de três horas, os alimentos são sujeitos a movimentos intestinais que facilitam não só a sua mistura com o suco pancreático, a bílis e o suco intestinal, mas também a sua deslocação ao longo daquele órgão. O quimo transforma-se assim, num líquido leitoso – o quilo, que vai ser conduzido até ao intestino grosso . A parede do intestino delgado é revestida internamente por numerosas vilosidades intestinais. Os produtos da digestão, úteis ao organismo, sofrem absorção. Duodeno Jejuno Íleo
  • 11. Glândulas Anexas O fígado é um órgão volumoso que produz a bílis. A bílis é armazenada num pequeno saco – a vesícula biliar. O pâncreas produz o suco pancreático.
  • 12. Intestino Grosso O intestino grosso é um órgão que recebe as substâncias vindas do intestino delgado , que não foram absorvidas, e prepara e armazena as fezes antes de serem defecadas, através do ânus. Cólon ascendente Intestino grosso Intestino delgado Cólon transverso Cólon descendente Ânus Apêndice
  • 13. Sistema Respiratório O sistema respiratório é constituído pelas vias respiratórias e pelos pulmões . Para que se efectuem as trocas gasosas entre o organismo e o exterior – hematose pulmonar –, é necessário que o ar chegue aos pulmões e deles venha até ao exterior – ventilação pulmonar . Assim, é necessária a existência e o trabalho de um conjunto de órgãos que constituem este sistema.
  • 14. Vias Respiratórias O ar entra pelas fossas nasais, onde é aquecido, filtrado das impurezas e humedecido. Passa a faringe e a laringe e chega à traqueia, que o conduz até aos pulmões . Laringe Esófago Traqueia Epiglote Cavidade oral Cavidade nasal Faringe
  • 15. Pulmões Os pulmões são dois órgãos esponjosos situados na cavidade torácica. Externamente, os pulmões estão cobertos por uma membrana fina – a pleura. No seu interior ramificam-se os bronquíolos que terminam em cavidades com forma de saco – os alvéolos pulmonares, rodeados de numerosos capilares sanguíneos. É nos alvéolos que se dá a hematose pulmonar . Traqueia Bronquíolos Bronquíolos Brônquio direito Brônquio esquerdo
  • 16. Hematose Pulmonar Os alvéolos pulmonares são umas cavidades que se enchem de ar em cada inspiração . A sua membrana é muito fina e muito irrigada por vasos sanguíneos, o que permite as trocas gasosas – hematose pulmonar .
  • 17. Ventilação Pulmonar Durante a inspiração o diafragma contrai-se e desce, contraem-se os músculos intercostais e as costelas elevam-se. A caixa torácica aumenta de volume, os pulmões dilatam-se e o ar entra. Durante a expiração o diafragma relaxa e sobe, os músculos intercostais relaxam e as costelas descem. A caixa torácica diminui de volume, os pulmões contraem-se e o ar sai.
  • 18. Sistema Circulatório O sistema circulatório é constituído pelo coração e vasos sanguíneos . O sangue rico em oxigénio é vermelho-vivo e denomina-se sangue arterial; o sangue rico em dióxido de carbono é vermelho-escuro e denomina-se sangue venoso. É indispensável que o sangue circule até às células para lhes fornecer o oxigénio – grande circulação ; e delas conduzir o dióxido de carbono e o vapor de água até aos pulmões – pequena circulação .
  • 19. Coração O motor central do sistema circulatório é o coração – órgão musculoso do tamanho de um punho, situado na cavidade torácica, ligeiramente inclinado para o lado esquerdo. O coração apresenta quatro cavidades: duas aurículas na parte superior e dois ventrículos na parte inferior. As aurículas comunicam com os ventrículos através de válvulas. As paredes dos ventrículos são mais espessas que as paredes das aurículas. A metade esquerda do coração está separada da metade direita por um septo. Assim, a aurícula e o ventrículo esquerdos não comunicam com a aurícula e o ventrículo direitos. Na metade direita do coração só circula sangue venoso e na metade esquerda só circula sangue arterial. A função do coração é impulsionar o sangue para os vasos sanguíneos .
  • 20. Vasos Sanguíneos Os vasos que saem do coração são as artérias (A) , de paredes grossas e elásticas, que levam o sangue a todo o corpo. Estas subdividem-se em arteríolas e, posteriormente, em capilares sanguíneos . Os capilares sanguíneos são muito finos e a sua parede é constituída por uma única camada de células. De seguida os capilares unem-se em vénulas e, seguidamente, em veias (B) , que entram no coração, trazendo o sangue de todo o corpo e têm paredes mais finas que as artérias. Arteríola Artéria Capilares sanguíneos Veia Vénula
  • 21. Circulação do Sangue O trajecto do sangue desde o ventrículo esquerdo à aurícula direita designa-se por grande circulação ou circulação sistémica (A) e é responsável por fazer chegar o sangue a todo o corpo. A pequena circulação ou circulação pulmonar (B) vai desde o ventrículo direito à aurícula esquerda e é responsável por levar o sangue até aos pulmões . A B
  • 22. Sistema Urinário O sistema urinário humano é constituído por dois rins , dois ureteres uma bexiga e uma uretra . As nossas células alimentam-se das substâncias transportadas pelo sangue. Da sua utilização resultam resíduos. Estes resíduos não podem permanecer dentro das células, pois ao acumularem-se tornam-se tóxicos. Assim sendo, o sistema urinário tem como função a eliminação destas substâncias tóxicas para o organismo.
  • 23. Rins Os rins são dois órgãos com forma de feijão e cerca de dez centímetros de comprimento, situados na parte de trás do abdómen, um de cada lado da coluna vertebral. Os rins comportam-se como uma espécie de filtro que separa do sangue as substâncias a eliminar, dissolvidas na água do plasma – urina . A urina sai lentamente dos rins segue pelos ureteres e cai, gota a gota, na bexiga .
  • 24. Bexiga A bexiga é um saco muscular, situado na parte inferior do abdómen, que se pode dilatar, enchendo-se de urina. Normalmente, quando metade da bexiga está cheia, sente-se vontade de a esvaziar. Então o músculo que a veda relaxa-se, a bexiga contrai-se e a urina sai pela uretra .
  • 25. Sistema Reprodutor Uma das funções que caracteriza os seres vivos é a reprodução. É através dela que é assegurada a continuidade da vida. É pela reprodução que os seres vivos asseguram a existência de descendentes. Sem ela as espécies extinguir-se-iam. Na reprodução sexuada dois animais de sexos diferentes, masculino e feminino , quando ocorre a fecundação , dão origem a seres semelhantes.
  • 26.
  • 27.
  • 28. Fecundação A – No interior dos ovários amadurece, alternadamente em cada mês, um óvulo. Este óvulo amadurecido deixa o ovário e passa para a trompa, iniciando-se a ovulação. B – Se, nas relações sexuais, for depositado esperma na vagina da mulher, os espermatozóides, devido à sua mobilidade, sobem até à trompa, ocorrendo a fecundação . C – Após a fecundação, o ovo desloca-se para o interior do útero e, depois de transformado num pequeno embrião fixa-se na parede. Esta, entretanto, tornou-se espessa e esponjosa, como que acolchoada para o receber confortavelmente. A B C