SlideShare uma empresa Scribd logo
Avaliação da biblioteca escolar
Rede Bibliotecas Escolares | Sistema de Informação
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
Avaliação da biblioteca escolar 2019
400749 Escola Secundária de Alcácer do Sal
2019/07/26 14:02:54
1/7
Relatório de execução do plano de melhoria 2017/ 2018
Recomendações do conselho pedagógico
Sem recomendações.
Data de apresentação à direção/ conselho pedagógico
2019/1/9
Observações
--
Informação escolar
Escola Escola Secundária de Alcácer do Sal
Código 400749
Endereço postal Estrada Senhor dos Mártires
Escola sede de agrupamento 400749
Oferta curricular
Identifique os ciclos/ níveis e os cursos ministrados na escola.
3º ciclo, CEF, PIEF, ensino secundário, cursos profissionais.
Taxa média de transição/ conclusão 96
Taxa de abandono escolar 0
N.º de alunos com medidas seletivas
de suporte à aprendizagem e à
inclusão
75
Processo de avaliação
Intervenientes no processo de avaliação
Ciclo de ensino/ ano N.º de
alunos
N.º de
inquiridos
% de
inquiridos
Ensino Básico
3.º Ano 0 0 0%
4º Ano 0 0 0%
5º Ano 0 0 0%
6º Ano 0 0 0%
7º Ano 120 9 8%
8º Ano 98 8 8%
9º Ano 88 8 9%
Outros cursos 27 3 11%
Ensino Secundário
10º Ano 68 7 10%
11º Ano 77 8 10%
12º Ano 69 8 12%
Cursos profissionais 43 5 12%
Outros cursos 0 0 0%
Total 590 56 9%
Grupos de recrutamento [?]/ outros
intervenientes com funções
pedagógicas
N.º de
docentes
N.º de
inquiridos
% de
inquiridos
Educação Pré-Escolar
-- 0 0 0%
1º Ciclo Ensino Básico
-- 0 0 0%
2º Ciclo Ensino Básico
-- 0 0 0%
Avaliação da biblioteca escolar
Rede Bibliotecas Escolares | Sistema de Informação
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
Avaliação da biblioteca escolar 2019
400749 Escola Secundária de Alcácer do Sal
2019/07/26 14:02:54
2/7
3º Ciclo/ Ensino Secundário
-- 73 36 49%
Total 73 36 49%
Pais/ encarregados de educação N.º N.º de
inquiridos
% de
inquiridos
-- 580 56 10%
Outros intervenientes N.º N.º de
inquiridos
% de
inquiridos
-- 0 0 0%
Contextualização do processo de avaliação
Fatores internos e externos com influência nos resultados da avaliação
Relativamente aos fatores externos podemos indicar uma diminuição da população de Alcácer do Sal devido à saída de habitantes do concelho, para
outros locais, em busca de oportunidades de trabalho. Esta diminuição no número de habitantes influencia diretamente o número de alunos
matriculados no agrupamento, tendo, igualmente, um impacto direto no decréscimo de utilizadores da biblioteca escolar (BE). Como fatores internos
podemos indicar os seguintes: o reduzido número de computadores que a biblioteca escolar apresenta (8) o que condiciona atividades com a maior
parte das turmas, pois apresentam um número de alunos igual ou superior a vinte, a falta de funcionários que se tem vindo a sentir no agrupamento,
tendo como consequência direta o facto de não ter sido possível substituir a funcionária afeta à BE quando, durante a primeira parte do 2º período e
todo o 3º período, esta esteve de baixa médica. Este aspeto condiciona e limita o horário de abertura da BE ao público e o apoio aos utilizadores. A
falta de verba para renovação da coleção é, também, um fator limitativo da realização de atividades e, consequentemente, da avaliação.
Período em que decorreu o processo de avaliação
2019/3/26 _ 2019/6/27
Perfis de desempenho
A. Currículo, literacias e aprendizagem
Trabalho de intervenção no apoio ao currículo e à ação pedagógica 4 – Utilização por 76% ou mais das
turmas
Desenvolvimento de ações promotoras do uso da informação e dos média 3 – Utilização por 51 a 75% dos alunos
Impacto na progressão das aprendizagens [QD9.1; QA10.2] 3 – Avaliação MB/B por 51 a 75% dos
alunos e docentes
Impacto na melhoria dos níveis de literacia da informação e dos média [QD9.2;
QA10.3]
3 – Avaliação MB/B por 51 a 75% dos
alunos e docentes
B. Leitura e literacia
Desenvolvimento de estratégias e atividades de leitura 4 – Articulação com 76% ou mais das
turmas
Incremento do acesso e envolvimento dos alunos em práticas de leitura 4 – Utilização por 76% ou mais dos
alunos
Impacto no desenvolvimento do gosto e do prazer da leitura [ QD9.3; QA10.4] 4 – Avaliação MB/B por 76% ou mais
dos alunos e docentes
Impacto no desenvolvimento da competência leitora [QD9.4; QA10.5] 3 – Avaliação MB/B por 51 a 75% dos
alunos e docentes
C. Projetos e parcerias
Promoção de parcerias e envolvimento em projetos 4 – Sistemática
Fomento da participação dos Pais/EE e famílias em atividades conjuntas 3 – Regular
Contributo para o enriquecimento do papel formativo, visibilidade e integração da
escola na comunidade [QD9.5; QA10.6; QDi2; QEE8]
4 – Valorização MB/B e MI/I por 76% ou
mais dos inquiridos
D. Gestão da biblioteca escolar
Avaliação da biblioteca escolar
Rede Bibliotecas Escolares | Sistema de Informação
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
Avaliação da biblioteca escolar 2019
400749 Escola Secundária de Alcácer do Sal
2019/07/26 14:02:54
3/7
Integração na escola e cooperação com as estruturas e serviços de gestão
pedagógica
3 – 51 a 75% dos docentes articulam
com a biblioteca
Liderança e condições de espaço, equipamento e funcionamento [QD5; QA10.1] 3 – Avaliação MB/B por 51 a 75% dos
alunos e docentes
Coleção impressa e digital [QA9; QD8] 3 – Avaliação MB/B por 51 a 75% dos
alunos e docentes
Uso da coleção 4 – 76% ou mais dos alunos e docentes
usam os recursos da biblioteca
Avaliação
Resultados da avaliação
Domínio Nível obtido
A. Currículo, literacias e aprendizagem 3.25
B. Leitura e literacia 3.75
C. Projetos e parcerias 3.67
D. Gestão da biblioteca escolar 3.25
Média global 3.48
Relato dos resultados
A. Currículo, literacias e aprendizagem [+]
A.1 Apoio ao currículo e intervenção na ação pedagógica.
Pontos fortes identificados
No início do ano letivo, a professora bibliotecária fez a apresentação da Biblioteca Escolar aos alunos novos na escola com o objetivo de proceder a
uma formação de utilizadores, tendo acontecido, também, uma atividade lúdica com o intuito de melhor dar a conhecer todos estes aspetos aos
participantes. A atividade decorreu com sucesso, na medida em que os discentes compreenderam as principais valências da BE e a necessidade de
utilizar o espaço e os seus materiais de uma forma autónoma, responsável e esclarecida. A atividade relativa à segurança na net decorreu durante o
mês de fevereiro. Foi feita uma exposição alusiva à temática, entregaram-se materiais informativos a diversos alunos (utilizadores da biblioteca) e
foram projetados pequenos filmes e documentários (recursos do site SeguraNet: https://www.seguranet.pt/) acerca da iniciativa "Dia da internet mais
segura", no espaço da BE, durante alguns dias do mês de fevereiro. Os alunos de Educação Especial, Inês Padilha, do 12º B e João Oliveira do 9º A,
foram apoiados, durante todo o ano letivo, na pesquisa, na produção de materiais alusivos a efemérides assinalados pela BE, em vários formatos,
além de apoio específico aos seus currículos. O apoio e formação dos alunos das turmas B, 10º e 11º anos, na pesquisa orientada de monografias,
com o objetivo de enriquecer o currículo da disciplina de Literatura Portuguesa (10 e 11º anos) foi, também, um ponto forte. O envio de uma
newsletter semestral "Leituras com Sal" para os pais/ encarregados de educação com informações sobre atividades realizadas e que permitiu
apresentar atividades do currículo e, também, extra curriculares, constituiu-se como um aspeto forte no âmbito dos media. Realizaram-se, ao longo
de todo o ano letivo, exposições de diversas disciplinas, tendo sido um aspeto fundamental na cooperação entre a BE, as áreas disciplinares e os
discentes que frequentaram e estiveram presentes nas diversas exposições. As exposições abordaram diversas temáticas, utilizaram diferentes
recursos (obras do acervo da BE, projetor multimédia, expositores, entre outros) e envolveram as seguintes disciplinas e áreas de projeto: Português,
Inglês; Francês, Educação Visual, Ateliê de Artes, Projeto Europa, Geografia, Economia A, Economia C, Sociologia, Direito, Psicologia B, Área de
Integração (10º/11º anos), Tecnologia Alimentar (Cursos Profissionais), Filosofia. Durante o ano letivo de 2018/2019, foram lecionadas 150 aulas na
biblioteca escolar, onde docentes de várias disciplinas recorreram aos materiais, mas também à professora bibliotecária como recurso para a sua
atividade letiva, no sentido de apoiar o desenvolvimento da mesma e, também, os alunos na exploração de conteúdos, utilizando os diversos recursos
da biblioteca e as tecnologias de Informação. Ainda no âmbito do apoio ao currículo, a mini-feira do Livro de Preparação Para Exame proporcionou
aos discentes a possibilidade de aquisição de livros de preparação para exame a disciplinas do 11º e 12º anos, sujeitas a exame nacional, com um
desconto de 20% em relação ao preço de capa.
É, também, de salientar que, segundo a Base de Dados de 2018/2019, 89% dos alunos da Escola Secundária de Alcácer do Sal estiveram envolvidos
nas atividades da biblioteca escolar.
Pontos fracos identificados
Necessidade de apoio de uma equipa pedagógica mais acentuadamente multidisciplinar, na medida em que a professora bibliotecária apenas tem na
sua equipa duas docentes de História, sendo, igualmente, importante na concretização de atividades docentes de Português e de Informática.
A.2 Formação para as literacias da informação e dos média.
Pontos fortes identificados
Durante o ano letivo foi prestado apoio diário aos discentes utilizando os recursos informáticos da Biblioteca Escolar (BE), no sentido de melhorarem
as suas competências na utilização das Tecnologias de Informação e Comunicação. Foi, assim, prestado apoio na utilização da Drive, no envio de
emails com ficheiros anexados, na utilização do software Word da Microsoft, na pesquisa de imagens/vídeos, na anexação de imagens a ficheiros
Microsoft PowerPoint, no tratamento de imagens em programas disponibilizados na rede de computadores, na seleção de sites online adequados aos
objetivos do aluno, aquando da realização de trabalhos de investigação para as respetivas disciplinas e, igualmente, no decorrer de atividades letivas
com professores, acompanhados da sua turma, que utilizaram a biblioteca para esse fim.
Pontos fracos identificados
O número de computadores disponíveis na BE (8) não é suficiente para abranger um maior número de alunos/turmas no sentido de desenvolver as
literacias da informação e dos média e promover as competências de informação e comunicação. Faltam, também, dispositivos móveis (tablets) para
utilização em diversas atividades e apoio às disciplinas.
B. Leitura e literacia [+]
B.1 Desenvolvimento de iniciativas de promoção da leitura.
Pontos fortes identificados
Avaliação da biblioteca escolar
Rede Bibliotecas Escolares | Sistema de Informação
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
Avaliação da biblioteca escolar 2019
400749 Escola Secundária de Alcácer do Sal
2019/07/26 14:02:54
4/7
Ao longo do ano letivo, a Biblioteca Escolar (BE) foi promovendo a competência leitora, o gosto pela leitura e os hábitos de leitura através da
realização de atividades em parceria com a disciplina de Português e outras que participaram nas atividades num espírito de cruzamento de saberes
e aspetos que motivam o gosto pela leitura. Ao longo do ano, a BE promoveu o Livro do Mês, atividade que consiste em apresentar um livro
mensalmente com o intuito de divulgar, num expositor próprio e com destaque, o acervo da BE e as suas novidades. A selecção do livro tem em
conta um conjunto de fatores relacionados com a divulgação do acervo, mas também como forma de assinalar determinadas datas importantes no
panorama cultural nacional e internacional. O DVD do mês é, igualmente, uma atividade de divulgação do acervo da BE, na medida em que,
mensalmente, é exposto um filme da coleção. De um modo geral, o DVD do mês está, também, ligado a certas datas significativas e, sempre que
possível, existe a preocupação de divulgar um filme ligado a uma obra literária ou a momentos culturais e históricos relevantes. Estas escolhas são
feitas segundo sugestões dos utilizadores e, também, dos alunos de Educação Especial que estão na BE. A Semana da Leitura (13ª edição) decorreu
na Escola Secundária de Alcácer do Sal, entre 18 e 22 de março de 2019. No primeiro dia desta iniciativa, as turmas B, C e E estiveram presentes
numa sessão na Biblioteca Municipal em que foi realizada a apresentação da obra da escritora Maria Rosa Colaço pela mediadora Bru Junça. Os
principais objetivos prenderam-se com a divulgação do património literário do concelho e a promoção do gosto pela leitura. Esta atividade insere-se
no projeto concelhio (Rede de Bibliotecas de Alcácer do Sal) "Em Terra de Marias Tontas".
Algumas turmas do 3º ciclo e do ensino secundário, a saber, 7ºC; 7ºD; 8ºC; 9ºD; 9ºB; 10ºB; 11ºD; 12ºB, num total de,aproximadamente, 158 alunos e
9 docentes, participaram em sessões de animação de leitura, “Contos com Reflexão” do Mundo Brilhante, realizadas pelo contador de histórias e
psicólogo educacional, Alfredo Leite, em que o principal objetivo foi a promoção do gosto e hábitos de leitura através de uma abordagem dinâmica e
diferente de obras literárias, realçando a leitura como aspeto fundamental para despoletar a imaginação e a criatividade. Também foi apresentada a
temática relativa ao Empreendedorismo - os sete hábitos do empreendedor do futuro, orientada para os alunos do ensino secundário e cursos
profissionais. A BE assinalou, também, o "Dia da Poesia" (21 de março), no âmbito da Semana da Leitura. Alguns alunos das turmas B do 11º e 12º
anos entregaram a diversos membros da comunidade escolar (alunos, professores e funcionários) bolos com poemas diversos que a biblioteca
escolar disponibilizou, criando, assim, momentos de boa disposição e de partilha da cultura poética. A iniciativa denominou-se "Doces são os
Poemas". A preparação da atividade contou, ainda, com uma pesquisa anterior de poesia diversa, de turmas do 3º ciclo, em parceria com a disciplina
de Português. Foi uma forma lúdica de comemorar um dia tão importante para a leitura e abordar uma temática fundamental no domínio cultural e
literário.
Neste âmbito, decorreu, igualmente, ao longo do ano letivo, o Concurso Nacional de Leitura na sua 13ª edição. Esta iniciativa tem como objetivos
fulcrais, a promoção da leitura e o desenvolvimento da competência leitora. A atividade iniciou-se no final do mês de outubro, aquando da seleção de
obras para a fase escola (de 26/10/2018 a 21/12/2018). Nesta fase, estiveram envolvidas todas as turmas do 3º ciclo, à exceção das turmas CEF e
PIEF e algumas turmas do ensino secundário (10º A, 11º A, 11º B, 11º C e 12º B). Após o apuramento dos finalistas do 3º ciclo (Matilde Carraça do 8º
A e Irina Sombreireiro do 9º D) e do ensino secundário (Catarina Maravilhas do 12º B), as alunas apuradas do 3º ciclo estiveram presentes na fase
concelhia, que aconteceu a 5 de fevereiro de 2019 onde prestaram provas com os alunos apurados na fase escola do 3º ciclo do Agrupamento de
Escolas do Torrão, tendo saídos vencedora a aluna Irina Sombreireiro e uma aluna do Agrupamento de Escolas do Torrão. Assim, na fase
interconcelhia que se realizou no dia 23 de abril do presente ano, as alunas, Catarina Maravilhas, representante do ensino secundário e Irina
Sombreireiro, representante do 3º ciclo, prestaram provas e obtiveram o terceiro lugar nesta iniciativa. As provas exigiram, ao longo do ano letivo,
preparação na leitura, escrita e contextualização das obras indicadas para leitura que os alunos fizeram, em parceria com a professora bibliotecária.
Pontos fracos identificados
Necessidade de alargar a atividade de promoção da leitura realizada pela entidade, Mundo Brilhante, a mais turmas, na medida em que tanto
docentes, como alunos a consideraram bastante proveitosa, constituindo-se como uma forma diferente e original de abordar obras, temáticas e
competências dos programas da disciplina de Português de diversos níveis, além da abordagem de temáticas importantes para o desenvolvimento
pessoal e social que abrangem conteúdos de outras disciplinas. Este alargamento depende, no entanto, de um maior reforço de verbas para a sua
concretização.
B.2 Atividades de treino e aprofundamento da competência leitora.
Pontos fortes identificados
Foram dinamizadas atividades de treino e melhoria das capacidades associadas à leitura e escrita, através da implementação de um laboratório de
leitura e escrita criativa. Ao longo do ano letivo, realizaram-se atividades inseridas neste laboratório, a saber, "Os nossos contos de Natal", "As
imagens contam histórias" e "Os objetos misteriosos". Estas iniciativas foram dinamizadas pela biblioteca escolar, em parceria com os professores do
grupo disciplinar de Português. As atividades tiveram como objetivos principais, a promoção do gosto pela leitura, a promoção da escrita, a
mobilização de recursos diversos na construção de histórias, incentivar o trabalho de grupo e o respeito pelo outro, estimular a criatividade e
desenvolver a literacia visual, entre outras literacias. As sessões foram realizadas ao longo do ano letivo e envolveram diversas turmas: 7º A, 7º B, 7º
C, 7º D, 9º A, 9º B, 9º C, 9º E. As turmas, 9º D e 6º D, também participaram desta atividade, mas numa iniciativa interturmas em que ambas as turmas
realizaram, em conjunto, uma sessão de escrita criativa na Biblioteca.
Sempre que necessário e solicitado pelos alunos, ao longo do ano letivo, procedeu-se à leitura em voz alta, a pares e/ou em grupo, como preparação
para trabalhos e apresentações orais, e, igualmente, no âmbito do Concurso Nacional de Leitura, com a professora bibliotecária. Algumas efemérides,
como o Dia da Poesia, o Dia da Mulher e o Dia dos Namorados constituíram-se como momentos em que os alunos foram convidados a deixar uma
frase ou um pequeno texto acerca destas datas. Também, nestes dias, alguns alunos da turma B, do 12º ano, leram excertos, relativos às datas
assinaladas, em voz alta para os utilizadores da BE.
Pontos fracos identificados
Não se assinalam pontos fracos.
C. Projetos e parcerias [+]
C.1 Participação em projetos e iniciativas de parceria interna e externa.
Pontos fortes identificados
Parcerias importantes estabelecidas: Biblioteca Municipal (foi constituída a 22 de maio do ano passado a Rede de Bibliotecas de Alcácer do Sal -
RBSal, o que permite uma parceria mais estreita e articulada entre as bibliotecas do concelho de Alcácer do Sal, no que diz respeito a um conjunto de
aspetos, a saber, empréstimo interbibliotecas, apoio à gestão, cooperação na realização de projetos, nomeadamente, o projeto "Em Terra de Marias
Tontas", financiado pela autarquia de Alcácer do Sal com um montante de 2300 euros, e no desenvolvimento de atividades); Junta de Freguesia de
Alcácer do Sal (Santiago, Santa Maria do Castelo e Santa Susana) (apoio logístico); Mundo Brilhante (Semana da Leitura); DECO (revistas DECO);
Porto Editora (mini-feira do livro e doação de livros); Leya (apoio a atividades); Amnistia Internacional (Maratona de Cartas), Comissão Nacional de
Promoção dos Direitos e Proteção das Crianças e Jovens (CPCJ) (exposições).
Pontos fracos identificados
Sem pontos fracos a indicar.
C.2 Envolvimento e mobilização dos pais, encarregados de educação e famílias.
Pontos fortes identificados
Envolvimento de um número elevado de Pais/Encarregados de Educação (EE), no início do ano letivo, na apresentação da Biblioteca Escolar (BE)
em parceria com o diretor de cada turma do 7º ano de escolaridade (6 turmas). O envio de uma newsletter semestral "Leituras com Sal" para os pais/
encarregados de educação com informações sobre atividades realizadas e que permitiu apresentar atividades do currículo e, também, extra
Avaliação da biblioteca escolar
Rede Bibliotecas Escolares | Sistema de Informação
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
Avaliação da biblioteca escolar 2019
400749 Escola Secundária de Alcácer do Sal
2019/07/26 14:02:54
5/7
curriculares, onde estiveram envolvidos os seus educandos. Alguns Pais/EE recorreram à requisição domiciliária da biblioteca escolar, no sentido de
requisitarem livros para sua utilização pessoal. Aquando da realização de uma mini-feira do Livro de Preparação Para Exame, em parceria com a
Porto Editora, alguns encarregados de educação deslocaram-se à biblioteca para obter informações e para a aquisição de livros.
Pontos fracos identificados
Ainda comparecem poucos Pais/Encarregados de Educação quando convidados para atividades e/ou visitas à BE
D. Gestão da biblioteca escolar [+]
D.1 Recursos humanos, materiais e financeiros necessários à gestão, integração e valorização da biblioteca.
Pontos fortes identificados
O módulo de catalogação do programa Prisma encontra-se ativo e estão em implementação outros módulos do programa. A professora bibliotecária
tem um curso de pós-graduação na área de gestão de informação, mais especificamente, bibliotecas escolares. Os inquiridos consideraram que a
coleção está no nível bom, na medida em que é, constantemente, levado a cabo, um esforço, apesar das verbas reduzidas, de atualizar o acervo,
seguindo as sugestões dos utilizadores, principalmente, alunos e professores. Neste sentido, as doações e não apenas as aquisições fazem bastante
diferença no que respeita a esta necessidade de constante atualização. Este ano letivo, a biblioteca escolar recebeu um total de 48 livros doados o
que permitiu, apesar de não existir verba para novas aquisições, fazer face a algumas das necessidades dos utilizadores e ao trabalho de alguns
docentes.
A BE está incluída nos documentos normativos, planos de turma, plano anual de atividades e projeto educativo do agrupamento. Está representada
no Conselho Pedagógico. A Educação Especial mantém a parceria com a BE, no sentido desta apoiar os seus alunos e dinamizar atividades diversas
com estes. Os docentes utilizaram a biblioteca como espaço para a concretização de aulas (150 aulas no presente ano letivo), com o apoio do
professor bibliotecário, para apoios individuais e em grupo, como espaço para exposições dos trabalhos que realizam com as turmas ao longo do
ano, para concursos e igualmente para a exposição de trabalhos a título pessoal que os alunos utilizadores da BE realizam e manifestam interesse
em partilhar com a comunidade escolar. A BE foi também um espaço utilizado pelos docentes na concretização de momentos de avaliação e um local
privilegiado para a execução de atividades, do Plano Anual de Atividades, dos grupos disciplinares e Clubes, Dia da Filosofia e Olimpíadas da
Filosofia, do grupo de Filosofia; Concurso Nacional de Leitura, Português e BE; exposições diversas, dos Grupos de Geografia, Economia, Português,
Inglês, Francês, Artes, entre outros; Maratona das Cartas da Amnistia Internacional, em parceria com o Projeto Europa e grupo de Economia; Clube
de Francês, laboratório de escrita criativa, entre outras.
É de salientar que, segundo a Base de Dados de 2018/2019, as atividades planeadas no início do ano letivo, para a biblioteca escolar, foram
realizadas na sua totalidade. A biblioteca utiliza diariamente um questionário da Google (domínio aeas.pt) como forma de recolha e tratamento de
dados estatísticos que permite uma leitura mais clara e exata das atividades que se realizam e das diversas utilizações.
Como resultado da análise do questionário de entrada na BE verificou-se que, durante este ano letivo, existiram 3266 utilizações da biblioteca e dos
seus variados recursos.
Pontos fracos identificados
Necessidade de uma funcionária a tempo inteiro com competências de informação e digitais a nível do utilizador e, igualmente, de atendimento ao
público, na medida em que novas atividades no âmbito digital se colocam e, também, porque a funcionária que atualmente se encontra afeta à
biblioteca, se encontra de baixa médica prolongada, não tendo sido, ainda, substituída. Necessidade de mais computadores com ligação à internet.
Necessidade de atribuição de uma verba efetiva para a aquisição de livros, jogos e outros materiais. Verifica-se, também, como bastante importante a
integração de dispositivos móveis (tablets) no equipamento da biblioteca para fazer face a necessidades de implementação de atividades como a
escrita criativa, entre outras.
D.2 Desenvolvimento, organização, difusão e uso da coleção.
Pontos fortes identificados
O desenvolvimento tem em conta as necessidades dos utilizadores (discentes, docentes e encarregados de educação) através das sugestões que
estes fornecem à BE e das necessidades elencadas tendo em conta os programas das disciplinas e as competências nucleares apontadas por estes.
A organização da coleção segue as normas da CDU (Classificação Decimal Universal). A coleção, a par das diferentes atividades da BE, é difundida
através da página da escola (secção da Biblioteca Escolar), do Facebook das BE do agrupamento e da newsletter semestral enviada aos
encarregados de educação, "Leituras com Sal". A coleção pode ser acedida, também, no catálogo coletivo da RBSal (Rede de Bibliotecas de Alcácer
do Sal). A coleção é utilizada de modo sistemático pelos diversos utilizadores e em diversos contextos (na BE, nas aulas e em casa). Alguns ex-
alunos, apesar de já terem deixado o estabelecimento de ensino, continuam a preferir a BE para requisitar material livro.
Pontos fracos identificados
Necessidade de maior investimento no que diz respeito à verba para atualizar e desenvolver a coleção. Segundo a base de dados de 2019 (RBE), o
investimento por aluno foi de 0 euros. Necessidade de verba para adquirir dispositivos móveis (tablets), de modo a facilitar a leitura online, a utilização
de ebooks e a mobilidade de recursos, por parte dos alunos e docentes.
Impactos da biblioteca
Tendo em conta os resultados obtidos e a sua perceção sobre o trabalho da biblioteca escolar ao longo do período em que decorreu a avaliação, como classifica
os impactos da biblioteca nos diferentes domínios?
Escala: 4 - Muito significativo, 3 - Significativo, 2 - Pouco significativo e 1 - Nada significativo
A. Currículo, literacias e aprendizagem
Reforço da motivação para o desenvolvimento pessoal, cultural e científico 3
Melhoria das estratégias de aprendizagem 3
Desenvolvimento das capacidades dos alunos no uso das tecnologias em
contexto educativo
4
Aumento das competências dos alunos na utilização e gestão pessoal e escolar
da informação
3
Mudança de atitudes dos alunos no uso crítico da informação e dos média 3
Avaliação da biblioteca escolar
Rede Bibliotecas Escolares | Sistema de Informação
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
Avaliação da biblioteca escolar 2019
400749 Escola Secundária de Alcácer do Sal
2019/07/26 14:02:54
6/7
Valorização da biblioteca escolar como lugar de aprendizagem e de formação 4
B. Leitura e literacia
Incremento do gosto e dos hábitos de leitura 3
Mudança na atitude e na resposta dos alunos às atividades de leitura 3
Valorização e integração da leitura na vida pessoal e escolar dos alunos 3
Crescimento do trabalho com as turmas em projetos e atividades de leitura 4
Aumento da utilização da biblioteca escolar para atividades de leitura 4
C. Projetos e parcerias
Enriquecimento das experiências de socialização e de formação dos alunos 4
Melhoria da qualidade dos serviços e da gestão sustentável dos recursos 3
Incremento da participação dos pais, encarregados de educação, famílias e outros
parceiros nas atividades da biblioteca e da escola
3
Aumento da visibilidade, credibilidade e projeção local e social da biblioteca
escolar
4
D. Gestão da biblioteca escolar
Melhoria da qualidade dos serviços prestados e dos recursos disponibilizados 3
Incremento do uso da coleção nas práticas de leitura e nas atividades escolares 3
Valorização do papel pedagógico, cultural e social da biblioteca escolar 4
Aumento da utilização da biblioteca escolar 4
Avaliação global
Síntese global da avaliação das bibliotecas escolares do agrupamento
O preenchimento deste quadro só se aplica aos agrupamentos de escolas. Embora esteja inscrito no relatório da escola sede, pretende ser uma síntese geral da avaliação realizada nas
bibliotecas do agrupamento, de modo a facilitar uma visão global do seu desempenho e a adoção de uma política de gestão integrada que promova o desenvolvimento articulado.
Escola Código Nível obtido
Escola Básica Pedro Nunes, Alcácer do Sal 342579 0
Pontos fortes identificados
No decorrer deste ano letivo, foi possível envolver mais alunos e docentes nas atividades das bibliotecas. Assim, as feiras do livro que aconteceram
em 2 das bibliotecas do agrupamento, inscritas na Rede de Bibliotecas Escolares (RBE), as atividades de escrita criativa, o autor convidado (inserido
na temática "Ao Encontro dos Autores") que, neste ano, foi o escritor e ilustrador, Pedro Leitão e cuja atividade esteve presente em 3 bibliotecas do
agrupamento incidindo, especialmente, no 1º ciclo, o apoio às tecnologias de informação, a dinamização de leituras, entre outras, constituíram-se
como aspetos bastante positivos e que envolveram uma grande parte dos discentes abrangidos pelas quatro bibliotecas do agrupamento, inscritas na
RBE. A divulgação online é sempre feita tendo em conta as atividades das 4 bibliotecas e utilizando, para esse fim, a página do agrupamento e a
página das bibliotecas escolares no Facebook. Determinante para a promoção da leitura foi o esforço dos professores bibliotecários em abrir, durante
mais vezes, no decorrer do ano letivo, a biblioteca escolar do Centro Escolar da Comporta (Escola Básica nº 1 da Comporta). Sem este esforço, não
seria possível aos alunos requisitar material livro para o seu domicílio e ler presencialmente no espaço da biblioteca, além de beneficiar de outras
atividades, já mencionadas. Ainda, relativamente à biblioteca escolar da E. B. nº1 da Comporta, durante este ano, os professores bibliotecários
desenvolveram o projeto Infon@utas da Comporta que foi um projeto financiado com um montante de dois mil euros e que se inseriu num concurso,
no âmbito das Bibliotecas Digitais. Este ano letivo, procedeu-se à aquisição dos 10 tablets que estavam considerados no projeto e a um conjunto de
ebooks acerca da temática do mar que é o mote da referida iniciativa. O projeto foi-se realizando em parceria com as professoras titulares e com os
seus alunos. O desenvolvimento do projeto passou pela leitura de ebooks, utilizando os dispositivos móveis, pela criação de emails e envio de
mensagens eletrónicas, além do acesso à net que os alunos também fizeram com a orientação dos professores bibliotecários. O projeto contou,
ainda, com um intercâmbio com a professora bibliotecária do Torrão e o seu projeto D'Aquém, Além Mar. Esta iniciativa aconteceu no dia 30 de maio,
Avaliação da biblioteca escolar
Rede Bibliotecas Escolares | Sistema de Informação
MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
Avaliação da biblioteca escolar 2019
400749 Escola Secundária de Alcácer do Sal
2019/07/26 14:02:54
7/7
no próprio estabelecimento de ensino da Comporta, com a partilha de leituras, música e trabalho realizado pelos respetivos agrupamentos, tendo sido
um dia proveitoso e uma experiência única para todos os intervenientes. É de salientar, também, o encontro que se realizou neste estabelecimento de
ensino no dia 28 de junho, na biblioteca da Escola Básica nº 1 de Comporta, onde estiveram presentes professores bibliotecários de diversos
concelhos, os professores bibliotecários do Agrupamento de Escolas de Alcácer do Sal e do Agrupamento de Escolas do Torrão, coordenadores
interconcelhios das bibliotecas escolares, a coordenadora de estabelecimento, Fernanda Horta e a bibliotecária municipal de Alcácer do Sal, Cristina
Barrela, num total de 26 pessoas, para assistir à apresentação dos projetos, Infon@utas da Comporta e D’Aquém, Além Mar, da responsabilidade
dos professores bibliotecários, respetivamente, do Agrupamento de Escolas de Alcácer do Sal e Agrupamento de Escolas do Torrão. Esta iniciativa
realizou-se no âmbito da atividade, “Projetos na Biblioteca: Flexibilizar para Inovar”. Após a apresentação dos projetos, os participantes degustaram
um lanche, cortesia da coordenadora do estabelecimento de ensino onde decorreu a atividade e, de seguida, fizeram uma visita guiada ao Cais
Palafítico da Carrasqueira que foi gentilmente oferecida pela Câmara Municipal de Alcácer do Sal, além de livros, recordações do concelho e uma
oferta realizada pelos alunos do 1º ciclo da Escola Básica nº 1 de Comporta. Este encontro foi, igualmente, uma oportunidade de formação para os
professores bibliotecários envolvidos.
A BE da E. B. nº 1 de Comporta recebeu, no dia 27 de junho do presente ano, um conjunto de livros, mais precisamente 106, a título de empréstimo
permanente, da Biblioteca Municipal o que permitiu uma renovação do acervo e novas oportunidades de leitura e trabalho, respetivamente para
alunos e professores. Este empréstimo aconteceu no âmbito da RBSal.
Pontos fracos identificados
A falta de recursos humanos, ou seja, de funcionários, tanto na biblioteca da escola secundária (funcionária de baixa prolongada não havendo lugar a
substituição), como na biblioteca escolar (BE) da E. B. nº1 de Comporta, na medida em que esta só abre quando os Professores Bibliotecários lá se
deslocam. A biblioteca da Escola nº 1 de Alcácer do Sal teve, este ano, também falta de funcionários para conseguir assegurar a abertura integral da
biblioteca escolar no segundo e terceiro períodos. A necessidade de mais recursos informáticos também é uma condicionante em todas estas
bibliotecas e o facto da Câmara Municipal não prestar apoio às BE do 1º ciclo, no que diz respeito à classificação e catalogação, apoio técnico e rede
wireless, além de não disponibilizar uma funcionária para poder garantir a abertura da BE do Centro Escolar de Comporta à comunidade escolar. Não
se verificou um investimento nas coleções, na medida em que não foi atribuída qualquer verba às BE do agrupamento como se pode inferir das bases
de dados deste ano letivo.
2019/jul/26
Data de submissão

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Plano de Melhoria das Bibliotecas Escolares do Agrupamento de Escolas nº 1 de...
Plano de Melhoria das Bibliotecas Escolares do Agrupamento de Escolas nº 1 de...Plano de Melhoria das Bibliotecas Escolares do Agrupamento de Escolas nº 1 de...
Plano de Melhoria das Bibliotecas Escolares do Agrupamento de Escolas nº 1 de...
bepedronunes
 
2 plano-de-melhoria-2017-2018
2 plano-de-melhoria-2017-20182 plano-de-melhoria-2017-2018
2 plano-de-melhoria-2017-2018
antoniojosetavares
 
2 relatdeaval2013-2014
2 relatdeaval2013-20142 relatdeaval2013-2014
2 relatdeaval2013-2014
antoniojosetavares
 
Relatório de avaliação intermédia da Biblioteca Escolar
Relatório de avaliação intermédia da Biblioteca EscolarRelatório de avaliação intermédia da Biblioteca Escolar
Plano Anual de Atividades da Biblioteca Escolar
Plano Anual de Atividades da Biblioteca EscolarPlano Anual de Atividades da Biblioteca Escolar
Plano Anual de Atividades da Biblioteca Escolar 2015-16
Plano Anual de Atividades da Biblioteca Escolar 2015-16Plano Anual de Atividades da Biblioteca Escolar 2015-16
Plano Anual de Atividades da Biblioteca Escolar 2015-16
Biblioteca Infanta D. Mafalda
 
Plano anual de atividades da Biblioteca Escolar 2011/2012
Plano anual de atividades da Biblioteca Escolar 2011/2012Plano anual de atividades da Biblioteca Escolar 2011/2012
Relatório de avaliação da biblioteca escolar esas 2012-13
Relatório de avaliação da biblioteca escolar esas 2012-13Relatório de avaliação da biblioteca escolar esas 2012-13
Relatório de avaliação da biblioteca escolar esas 2012-13
bepedronunes
 
Plano Anual de Atividades da Biblioteca Escolar
Plano Anual de Atividades da Biblioteca Escolar Plano Anual de Atividades da Biblioteca Escolar
Relatorio de Execução de Atividades e do Plano de Melhoria da biblioteca 13-14
Relatorio de Execução de Atividades e do Plano de Melhoria da biblioteca 13-14Relatorio de Execução de Atividades e do Plano de Melhoria da biblioteca 13-14
Relatorio de Execução de Atividades e do Plano de Melhoria da biblioteca 13-14
bedjoaoii
 
Plano anual de atividades da biblioteca escolar 2009/2010
Plano anual de atividades da biblioteca escolar 2009/2010Plano anual de atividades da biblioteca escolar 2009/2010
Plano de atividades da Biblioteca 2010/2011
Plano de atividades da Biblioteca 2010/2011Plano de atividades da Biblioteca 2010/2011
Grelha paa be
Grelha paa beGrelha paa be
PAA BE AEMS 17.18
PAA BE AEMS 17.18PAA BE AEMS 17.18
Relatório de auto-avaliação da Biblioteca Escolar
Relatório de auto-avaliação da Biblioteca EscolarRelatório de auto-avaliação da Biblioteca Escolar
Relatório de auto-avaliação da Biblioteca Escolar
Carlos Pinheiro
 
Plano Anual de Atividades da Biblioteca Escolar 2013/2014
Plano Anual de Atividades da Biblioteca Escolar 2013/2014Plano Anual de Atividades da Biblioteca Escolar 2013/2014
Balanço final - Ano letivo 2013/2014
Balanço final - Ano letivo 2013/2014Balanço final - Ano letivo 2013/2014
Balanço final - Ano letivo 2013/2014
papacas
 
Plano Anual de Atividades da Biblioteca Escolar
Plano Anual de Atividades da Biblioteca EscolarPlano Anual de Atividades da Biblioteca Escolar
Paa bibliotecas escolares 2016 2017
Paa bibliotecas escolares 2016 2017Paa bibliotecas escolares 2016 2017
Paa bibliotecas escolares 2016 2017
Risoleta Montez
 
Plano Anual de Atividades da Biblioteca Escolar
Plano Anual de Atividades da Biblioteca EscolarPlano Anual de Atividades da Biblioteca Escolar
Plano Anual de Atividades da Biblioteca Escolar
Biblioteca Infanta D. Mafalda
 

Mais procurados (20)

Plano de Melhoria das Bibliotecas Escolares do Agrupamento de Escolas nº 1 de...
Plano de Melhoria das Bibliotecas Escolares do Agrupamento de Escolas nº 1 de...Plano de Melhoria das Bibliotecas Escolares do Agrupamento de Escolas nº 1 de...
Plano de Melhoria das Bibliotecas Escolares do Agrupamento de Escolas nº 1 de...
 
2 plano-de-melhoria-2017-2018
2 plano-de-melhoria-2017-20182 plano-de-melhoria-2017-2018
2 plano-de-melhoria-2017-2018
 
2 relatdeaval2013-2014
2 relatdeaval2013-20142 relatdeaval2013-2014
2 relatdeaval2013-2014
 
Relatório de avaliação intermédia da Biblioteca Escolar
Relatório de avaliação intermédia da Biblioteca EscolarRelatório de avaliação intermédia da Biblioteca Escolar
Relatório de avaliação intermédia da Biblioteca Escolar
 
Plano Anual de Atividades da Biblioteca Escolar
Plano Anual de Atividades da Biblioteca EscolarPlano Anual de Atividades da Biblioteca Escolar
Plano Anual de Atividades da Biblioteca Escolar
 
Plano Anual de Atividades da Biblioteca Escolar 2015-16
Plano Anual de Atividades da Biblioteca Escolar 2015-16Plano Anual de Atividades da Biblioteca Escolar 2015-16
Plano Anual de Atividades da Biblioteca Escolar 2015-16
 
Plano anual de atividades da Biblioteca Escolar 2011/2012
Plano anual de atividades da Biblioteca Escolar 2011/2012Plano anual de atividades da Biblioteca Escolar 2011/2012
Plano anual de atividades da Biblioteca Escolar 2011/2012
 
Relatório de avaliação da biblioteca escolar esas 2012-13
Relatório de avaliação da biblioteca escolar esas 2012-13Relatório de avaliação da biblioteca escolar esas 2012-13
Relatório de avaliação da biblioteca escolar esas 2012-13
 
Plano Anual de Atividades da Biblioteca Escolar
Plano Anual de Atividades da Biblioteca Escolar Plano Anual de Atividades da Biblioteca Escolar
Plano Anual de Atividades da Biblioteca Escolar
 
Relatorio de Execução de Atividades e do Plano de Melhoria da biblioteca 13-14
Relatorio de Execução de Atividades e do Plano de Melhoria da biblioteca 13-14Relatorio de Execução de Atividades e do Plano de Melhoria da biblioteca 13-14
Relatorio de Execução de Atividades e do Plano de Melhoria da biblioteca 13-14
 
Plano anual de atividades da biblioteca escolar 2009/2010
Plano anual de atividades da biblioteca escolar 2009/2010Plano anual de atividades da biblioteca escolar 2009/2010
Plano anual de atividades da biblioteca escolar 2009/2010
 
Plano de atividades da Biblioteca 2010/2011
Plano de atividades da Biblioteca 2010/2011Plano de atividades da Biblioteca 2010/2011
Plano de atividades da Biblioteca 2010/2011
 
Grelha paa be
Grelha paa beGrelha paa be
Grelha paa be
 
PAA BE AEMS 17.18
PAA BE AEMS 17.18PAA BE AEMS 17.18
PAA BE AEMS 17.18
 
Relatório de auto-avaliação da Biblioteca Escolar
Relatório de auto-avaliação da Biblioteca EscolarRelatório de auto-avaliação da Biblioteca Escolar
Relatório de auto-avaliação da Biblioteca Escolar
 
Plano Anual de Atividades da Biblioteca Escolar 2013/2014
Plano Anual de Atividades da Biblioteca Escolar 2013/2014Plano Anual de Atividades da Biblioteca Escolar 2013/2014
Plano Anual de Atividades da Biblioteca Escolar 2013/2014
 
Balanço final - Ano letivo 2013/2014
Balanço final - Ano letivo 2013/2014Balanço final - Ano letivo 2013/2014
Balanço final - Ano letivo 2013/2014
 
Plano Anual de Atividades da Biblioteca Escolar
Plano Anual de Atividades da Biblioteca EscolarPlano Anual de Atividades da Biblioteca Escolar
Plano Anual de Atividades da Biblioteca Escolar
 
Paa bibliotecas escolares 2016 2017
Paa bibliotecas escolares 2016 2017Paa bibliotecas escolares 2016 2017
Paa bibliotecas escolares 2016 2017
 
Plano Anual de Atividades da Biblioteca Escolar
Plano Anual de Atividades da Biblioteca EscolarPlano Anual de Atividades da Biblioteca Escolar
Plano Anual de Atividades da Biblioteca Escolar
 

Semelhante a 3 relatorio-de-execucao-do-plano-de-melhoria-2017-18

Mabe 2015 avaliação da biblioteca escolar
Mabe 2015 avaliação da biblioteca escolarMabe 2015 avaliação da biblioteca escolar
Mabe 2015 avaliação da biblioteca escolar
aegm2013
 
Avaliacao aires
Avaliacao airesAvaliacao aires
Avaliacao aires
crepalmela
 
Piloto.2018.19
Piloto.2018.19Piloto.2018.19
Piloto.2018.19
anafarrajota
 
Relatório de autoavaliação-resumo
Relatório de autoavaliação-resumoRelatório de autoavaliação-resumo
Relatório de autoavaliação-resumo
Maria De Deus Monteiro
 
Autoavaliação BE-relatório final-2009/2010
Autoavaliação BE-relatório final-2009/2010Autoavaliação BE-relatório final-2009/2010
Autoavaliação BE-relatório final-2009/2010
Maria De Deus Monteiro
 
Plano melhoria be da ESAS- 2013
Plano melhoria be da ESAS- 2013Plano melhoria be da ESAS- 2013
Plano melhoria be da ESAS- 2013
bepedronunes
 
Re-sínt-...pptx_
  Re-sínt-...pptx_  Re-sínt-...pptx_
Re-sínt-...pptx_
maria cancela
 
Biblioteca Geral. Plano de Melhoria 13.14
Biblioteca Geral. Plano de Melhoria 13.14Biblioteca Geral. Plano de Melhoria 13.14
Biblioteca Geral. Plano de Melhoria 13.14
INAbiblioteca
 
Modelo Auto Avaliacao Be Bemag[1]
Modelo Auto Avaliacao Be   Bemag[1]Modelo Auto Avaliacao Be   Bemag[1]
Modelo Auto Avaliacao Be Bemag[1]
mjoaocaldeira
 
Modelo Auto Avaliacao Be Bemag[1]
Modelo Auto Avaliacao Be   Bemag[1]Modelo Auto Avaliacao Be   Bemag[1]
Modelo Auto Avaliacao Be Bemag[1]
mjoaocaldeira
 
Plano de actividades 2010 2011
Plano de actividades 2010 2011Plano de actividades 2010 2011
Plano de actividades 2010 2011
fbritol10
 
avaliacao_esffl_BE_2009-2010
avaliacao_esffl_BE_2009-2010avaliacao_esffl_BE_2009-2010
avaliacao_esffl_BE_2009-2010
Secundária Dr. Francisco Fernandes Lopes
 
Ppt Mav SessãO3
Ppt Mav SessãO3Ppt Mav SessãO3
Ppt Mav SessãO3
Antonio Tavares
 
Autoavaliação da BE 2011/2012
Autoavaliação da BE 2011/2012Autoavaliação da BE 2011/2012
Autoavaliação da BE 2011/2012
BELidiaJorge
 
Relatorio Autoavaliação da BE 2012 2013
Relatorio  Autoavaliação da BE 2012 2013Relatorio  Autoavaliação da BE 2012 2013
Relatorio Autoavaliação da BE 2012 2013
BELidiaJorge
 
Autoavaliação da biblioteca escolar 2012/2013
Autoavaliação da biblioteca escolar 2012/2013Autoavaliação da biblioteca escolar 2012/2013
Modelo Avaliacao BE RPBA2009
Modelo Avaliacao BE RPBA2009Modelo Avaliacao BE RPBA2009
Modelo Avaliacao BE RPBA2009
RBE Algarve
 
Avaliação da biblioteca escolar 2012/2013
Avaliação da biblioteca escolar 2012/2013Avaliação da biblioteca escolar 2012/2013
Avaliação da biblioteca escolar 2012/2013
culturalmente
 
Modelo Auto Avaliação BE Esqf
Modelo Auto Avaliação BE   EsqfModelo Auto Avaliação BE   Esqf
Modelo Auto Avaliação BE Esqf
Biblioteca Quinta das Flores
 
Instituto Nun'Alvres PlanodeMelhoria2013.14
Instituto Nun'Alvres PlanodeMelhoria2013.14Instituto Nun'Alvres PlanodeMelhoria2013.14
Instituto Nun'Alvres PlanodeMelhoria2013.14
INAbiblioteca
 

Semelhante a 3 relatorio-de-execucao-do-plano-de-melhoria-2017-18 (20)

Mabe 2015 avaliação da biblioteca escolar
Mabe 2015 avaliação da biblioteca escolarMabe 2015 avaliação da biblioteca escolar
Mabe 2015 avaliação da biblioteca escolar
 
Avaliacao aires
Avaliacao airesAvaliacao aires
Avaliacao aires
 
Piloto.2018.19
Piloto.2018.19Piloto.2018.19
Piloto.2018.19
 
Relatório de autoavaliação-resumo
Relatório de autoavaliação-resumoRelatório de autoavaliação-resumo
Relatório de autoavaliação-resumo
 
Autoavaliação BE-relatório final-2009/2010
Autoavaliação BE-relatório final-2009/2010Autoavaliação BE-relatório final-2009/2010
Autoavaliação BE-relatório final-2009/2010
 
Plano melhoria be da ESAS- 2013
Plano melhoria be da ESAS- 2013Plano melhoria be da ESAS- 2013
Plano melhoria be da ESAS- 2013
 
Re-sínt-...pptx_
  Re-sínt-...pptx_  Re-sínt-...pptx_
Re-sínt-...pptx_
 
Biblioteca Geral. Plano de Melhoria 13.14
Biblioteca Geral. Plano de Melhoria 13.14Biblioteca Geral. Plano de Melhoria 13.14
Biblioteca Geral. Plano de Melhoria 13.14
 
Modelo Auto Avaliacao Be Bemag[1]
Modelo Auto Avaliacao Be   Bemag[1]Modelo Auto Avaliacao Be   Bemag[1]
Modelo Auto Avaliacao Be Bemag[1]
 
Modelo Auto Avaliacao Be Bemag[1]
Modelo Auto Avaliacao Be   Bemag[1]Modelo Auto Avaliacao Be   Bemag[1]
Modelo Auto Avaliacao Be Bemag[1]
 
Plano de actividades 2010 2011
Plano de actividades 2010 2011Plano de actividades 2010 2011
Plano de actividades 2010 2011
 
avaliacao_esffl_BE_2009-2010
avaliacao_esffl_BE_2009-2010avaliacao_esffl_BE_2009-2010
avaliacao_esffl_BE_2009-2010
 
Ppt Mav SessãO3
Ppt Mav SessãO3Ppt Mav SessãO3
Ppt Mav SessãO3
 
Autoavaliação da BE 2011/2012
Autoavaliação da BE 2011/2012Autoavaliação da BE 2011/2012
Autoavaliação da BE 2011/2012
 
Relatorio Autoavaliação da BE 2012 2013
Relatorio  Autoavaliação da BE 2012 2013Relatorio  Autoavaliação da BE 2012 2013
Relatorio Autoavaliação da BE 2012 2013
 
Autoavaliação da biblioteca escolar 2012/2013
Autoavaliação da biblioteca escolar 2012/2013Autoavaliação da biblioteca escolar 2012/2013
Autoavaliação da biblioteca escolar 2012/2013
 
Modelo Avaliacao BE RPBA2009
Modelo Avaliacao BE RPBA2009Modelo Avaliacao BE RPBA2009
Modelo Avaliacao BE RPBA2009
 
Avaliação da biblioteca escolar 2012/2013
Avaliação da biblioteca escolar 2012/2013Avaliação da biblioteca escolar 2012/2013
Avaliação da biblioteca escolar 2012/2013
 
Modelo Auto Avaliação BE Esqf
Modelo Auto Avaliação BE   EsqfModelo Auto Avaliação BE   Esqf
Modelo Auto Avaliação BE Esqf
 
Instituto Nun'Alvres PlanodeMelhoria2013.14
Instituto Nun'Alvres PlanodeMelhoria2013.14Instituto Nun'Alvres PlanodeMelhoria2013.14
Instituto Nun'Alvres PlanodeMelhoria2013.14
 

Mais de antoniojosetavares

Estat 1p
Estat 1pEstat 1p
Bd comporta2022
Bd comporta2022Bd comporta2022
Bd comporta2022
antoniojosetavares
 
Bd p nunes2022
Bd p nunes2022Bd p nunes2022
Bd p nunes2022
antoniojosetavares
 
Bd esas2022
Bd esas2022Bd esas2022
Bd esas2022
antoniojosetavares
 
Protocolo de cooperacao_rbsal
Protocolo de cooperacao_rbsalProtocolo de cooperacao_rbsal
Protocolo de cooperacao_rbsal
antoniojosetavares
 
2014 15 2017-18
2014 15 2017-182014 15 2017-18
2014 15 2017-18
antoniojosetavares
 
2014 15 2017-18
2014 15 2017-182014 15 2017-18
2014 15 2017-18
antoniojosetavares
 
Cartaz1
Cartaz1Cartaz1
Sessaomediatica gnr
Sessaomediatica gnrSessaomediatica gnr
Sessaomediatica gnr
antoniojosetavares
 
1 powerpoint-qr-code-alunos
1 powerpoint-qr-code-alunos1 powerpoint-qr-code-alunos
1 powerpoint-qr-code-alunos
antoniojosetavares
 
Piet Mondrian
Piet MondrianPiet Mondrian
Piet Mondrian
antoniojosetavares
 
Qr code-alunos
Qr code-alunosQr code-alunos
Qr code-alunos
antoniojosetavares
 
Poemas sobre-alcacer-do-sal
Poemas sobre-alcacer-do-salPoemas sobre-alcacer-do-sal
Poemas sobre-alcacer-do-sal
antoniojosetavares
 
Regras funcionamento da be em TakeAway
Regras funcionamento da be em TakeAwayRegras funcionamento da be em TakeAway
Regras funcionamento da be em TakeAway
antoniojosetavares
 
Big6 biblioteca escolar
Big6   biblioteca escolarBig6   biblioteca escolar
Big6 biblioteca escolar
antoniojosetavares
 
Estatistica da esas graficos-google forms 2018-2019
Estatistica da esas graficos-google forms 2018-2019Estatistica da esas graficos-google forms 2018-2019
Estatistica da esas graficos-google forms 2018-2019
antoniojosetavares
 
projeto infon@utas da Comporta
projeto infon@utas da Comportaprojeto infon@utas da Comporta
projeto infon@utas da Comporta
antoniojosetavares
 
Calendarizacao poesia
Calendarizacao poesiaCalendarizacao poesia
Calendarizacao poesia
antoniojosetavares
 
Programa
ProgramaPrograma
Inquerito: "o teatro e a escola"
Inquerito: "o teatro e a escola"Inquerito: "o teatro e a escola"
Inquerito: "o teatro e a escola"
antoniojosetavares
 

Mais de antoniojosetavares (20)

Estat 1p
Estat 1pEstat 1p
Estat 1p
 
Bd comporta2022
Bd comporta2022Bd comporta2022
Bd comporta2022
 
Bd p nunes2022
Bd p nunes2022Bd p nunes2022
Bd p nunes2022
 
Bd esas2022
Bd esas2022Bd esas2022
Bd esas2022
 
Protocolo de cooperacao_rbsal
Protocolo de cooperacao_rbsalProtocolo de cooperacao_rbsal
Protocolo de cooperacao_rbsal
 
2014 15 2017-18
2014 15 2017-182014 15 2017-18
2014 15 2017-18
 
2014 15 2017-18
2014 15 2017-182014 15 2017-18
2014 15 2017-18
 
Cartaz1
Cartaz1Cartaz1
Cartaz1
 
Sessaomediatica gnr
Sessaomediatica gnrSessaomediatica gnr
Sessaomediatica gnr
 
1 powerpoint-qr-code-alunos
1 powerpoint-qr-code-alunos1 powerpoint-qr-code-alunos
1 powerpoint-qr-code-alunos
 
Piet Mondrian
Piet MondrianPiet Mondrian
Piet Mondrian
 
Qr code-alunos
Qr code-alunosQr code-alunos
Qr code-alunos
 
Poemas sobre-alcacer-do-sal
Poemas sobre-alcacer-do-salPoemas sobre-alcacer-do-sal
Poemas sobre-alcacer-do-sal
 
Regras funcionamento da be em TakeAway
Regras funcionamento da be em TakeAwayRegras funcionamento da be em TakeAway
Regras funcionamento da be em TakeAway
 
Big6 biblioteca escolar
Big6   biblioteca escolarBig6   biblioteca escolar
Big6 biblioteca escolar
 
Estatistica da esas graficos-google forms 2018-2019
Estatistica da esas graficos-google forms 2018-2019Estatistica da esas graficos-google forms 2018-2019
Estatistica da esas graficos-google forms 2018-2019
 
projeto infon@utas da Comporta
projeto infon@utas da Comportaprojeto infon@utas da Comporta
projeto infon@utas da Comporta
 
Calendarizacao poesia
Calendarizacao poesiaCalendarizacao poesia
Calendarizacao poesia
 
Programa
ProgramaPrograma
Programa
 
Inquerito: "o teatro e a escola"
Inquerito: "o teatro e a escola"Inquerito: "o teatro e a escola"
Inquerito: "o teatro e a escola"
 

Último

Ensinar Programação 📚 Python 🐍 Método Inovador e Prático 🚀
Ensinar Programação 📚 Python 🐍 Método Inovador e Prático 🚀Ensinar Programação 📚 Python 🐍 Método Inovador e Prático 🚀
Ensinar Programação 📚 Python 🐍 Método Inovador e Prático 🚀
Miguel Delamontagne
 
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdfAviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Falcão Brasil
 
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Falcão Brasil
 
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdfPortfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Falcão Brasil
 
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Luzia Gabriele
 
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdfAPRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
portaladministradores
 
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
Falcão Brasil
 
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdfOs Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Falcão Brasil
 
A Priula sobre a primeira Guerra Mundial.pptx
A Priula sobre a primeira Guerra Mundial.pptxA Priula sobre a primeira Guerra Mundial.pptx
A Priula sobre a primeira Guerra Mundial.pptx
tamirissousa11
 
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Desafio matemático -  multiplicação e divisão.Desafio matemático -  multiplicação e divisão.
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Mary Alvarenga
 
P0107 do aluno da educação municipal.pdf
P0107 do aluno da educação municipal.pdfP0107 do aluno da educação municipal.pdf
P0107 do aluno da educação municipal.pdf
Ceiça Martins Vital
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23
Sandra Pratas
 
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Falcão Brasil
 
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdfEscola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Falcão Brasil
 
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdfIntrodução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
valdeci17
 
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
Sandra Pratas
 
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.pptAnálise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Falcão Brasil
 
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdfGeotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Falcão Brasil
 
Conhecimento sobre Vestimenta Anti chamas
Conhecimento sobre Vestimenta Anti chamasConhecimento sobre Vestimenta Anti chamas
Conhecimento sobre Vestimenta Anti chamas
edusegtrab
 

Último (20)

Ensinar Programação 📚 Python 🐍 Método Inovador e Prático 🚀
Ensinar Programação 📚 Python 🐍 Método Inovador e Prático 🚀Ensinar Programação 📚 Python 🐍 Método Inovador e Prático 🚀
Ensinar Programação 📚 Python 🐍 Método Inovador e Prático 🚀
 
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdfAviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
 
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
 
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdfPortfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
 
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
 
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdfAPRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
 
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
 
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdfOs Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
 
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
 
A Priula sobre a primeira Guerra Mundial.pptx
A Priula sobre a primeira Guerra Mundial.pptxA Priula sobre a primeira Guerra Mundial.pptx
A Priula sobre a primeira Guerra Mundial.pptx
 
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Desafio matemático -  multiplicação e divisão.Desafio matemático -  multiplicação e divisão.
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
 
P0107 do aluno da educação municipal.pdf
P0107 do aluno da educação municipal.pdfP0107 do aluno da educação municipal.pdf
P0107 do aluno da educação municipal.pdf
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23
 
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
 
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdfEscola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
 
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdfIntrodução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
 
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
 
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.pptAnálise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
 
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdfGeotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
 
Conhecimento sobre Vestimenta Anti chamas
Conhecimento sobre Vestimenta Anti chamasConhecimento sobre Vestimenta Anti chamas
Conhecimento sobre Vestimenta Anti chamas
 

3 relatorio-de-execucao-do-plano-de-melhoria-2017-18

  • 1. Avaliação da biblioteca escolar Rede Bibliotecas Escolares | Sistema de Informação MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Avaliação da biblioteca escolar 2019 400749 Escola Secundária de Alcácer do Sal 2019/07/26 14:02:54 1/7 Relatório de execução do plano de melhoria 2017/ 2018 Recomendações do conselho pedagógico Sem recomendações. Data de apresentação à direção/ conselho pedagógico 2019/1/9 Observações -- Informação escolar Escola Escola Secundária de Alcácer do Sal Código 400749 Endereço postal Estrada Senhor dos Mártires Escola sede de agrupamento 400749 Oferta curricular Identifique os ciclos/ níveis e os cursos ministrados na escola. 3º ciclo, CEF, PIEF, ensino secundário, cursos profissionais. Taxa média de transição/ conclusão 96 Taxa de abandono escolar 0 N.º de alunos com medidas seletivas de suporte à aprendizagem e à inclusão 75 Processo de avaliação Intervenientes no processo de avaliação Ciclo de ensino/ ano N.º de alunos N.º de inquiridos % de inquiridos Ensino Básico 3.º Ano 0 0 0% 4º Ano 0 0 0% 5º Ano 0 0 0% 6º Ano 0 0 0% 7º Ano 120 9 8% 8º Ano 98 8 8% 9º Ano 88 8 9% Outros cursos 27 3 11% Ensino Secundário 10º Ano 68 7 10% 11º Ano 77 8 10% 12º Ano 69 8 12% Cursos profissionais 43 5 12% Outros cursos 0 0 0% Total 590 56 9% Grupos de recrutamento [?]/ outros intervenientes com funções pedagógicas N.º de docentes N.º de inquiridos % de inquiridos Educação Pré-Escolar -- 0 0 0% 1º Ciclo Ensino Básico -- 0 0 0% 2º Ciclo Ensino Básico -- 0 0 0%
  • 2. Avaliação da biblioteca escolar Rede Bibliotecas Escolares | Sistema de Informação MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Avaliação da biblioteca escolar 2019 400749 Escola Secundária de Alcácer do Sal 2019/07/26 14:02:54 2/7 3º Ciclo/ Ensino Secundário -- 73 36 49% Total 73 36 49% Pais/ encarregados de educação N.º N.º de inquiridos % de inquiridos -- 580 56 10% Outros intervenientes N.º N.º de inquiridos % de inquiridos -- 0 0 0% Contextualização do processo de avaliação Fatores internos e externos com influência nos resultados da avaliação Relativamente aos fatores externos podemos indicar uma diminuição da população de Alcácer do Sal devido à saída de habitantes do concelho, para outros locais, em busca de oportunidades de trabalho. Esta diminuição no número de habitantes influencia diretamente o número de alunos matriculados no agrupamento, tendo, igualmente, um impacto direto no decréscimo de utilizadores da biblioteca escolar (BE). Como fatores internos podemos indicar os seguintes: o reduzido número de computadores que a biblioteca escolar apresenta (8) o que condiciona atividades com a maior parte das turmas, pois apresentam um número de alunos igual ou superior a vinte, a falta de funcionários que se tem vindo a sentir no agrupamento, tendo como consequência direta o facto de não ter sido possível substituir a funcionária afeta à BE quando, durante a primeira parte do 2º período e todo o 3º período, esta esteve de baixa médica. Este aspeto condiciona e limita o horário de abertura da BE ao público e o apoio aos utilizadores. A falta de verba para renovação da coleção é, também, um fator limitativo da realização de atividades e, consequentemente, da avaliação. Período em que decorreu o processo de avaliação 2019/3/26 _ 2019/6/27 Perfis de desempenho A. Currículo, literacias e aprendizagem Trabalho de intervenção no apoio ao currículo e à ação pedagógica 4 – Utilização por 76% ou mais das turmas Desenvolvimento de ações promotoras do uso da informação e dos média 3 – Utilização por 51 a 75% dos alunos Impacto na progressão das aprendizagens [QD9.1; QA10.2] 3 – Avaliação MB/B por 51 a 75% dos alunos e docentes Impacto na melhoria dos níveis de literacia da informação e dos média [QD9.2; QA10.3] 3 – Avaliação MB/B por 51 a 75% dos alunos e docentes B. Leitura e literacia Desenvolvimento de estratégias e atividades de leitura 4 – Articulação com 76% ou mais das turmas Incremento do acesso e envolvimento dos alunos em práticas de leitura 4 – Utilização por 76% ou mais dos alunos Impacto no desenvolvimento do gosto e do prazer da leitura [ QD9.3; QA10.4] 4 – Avaliação MB/B por 76% ou mais dos alunos e docentes Impacto no desenvolvimento da competência leitora [QD9.4; QA10.5] 3 – Avaliação MB/B por 51 a 75% dos alunos e docentes C. Projetos e parcerias Promoção de parcerias e envolvimento em projetos 4 – Sistemática Fomento da participação dos Pais/EE e famílias em atividades conjuntas 3 – Regular Contributo para o enriquecimento do papel formativo, visibilidade e integração da escola na comunidade [QD9.5; QA10.6; QDi2; QEE8] 4 – Valorização MB/B e MI/I por 76% ou mais dos inquiridos D. Gestão da biblioteca escolar
  • 3. Avaliação da biblioteca escolar Rede Bibliotecas Escolares | Sistema de Informação MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Avaliação da biblioteca escolar 2019 400749 Escola Secundária de Alcácer do Sal 2019/07/26 14:02:54 3/7 Integração na escola e cooperação com as estruturas e serviços de gestão pedagógica 3 – 51 a 75% dos docentes articulam com a biblioteca Liderança e condições de espaço, equipamento e funcionamento [QD5; QA10.1] 3 – Avaliação MB/B por 51 a 75% dos alunos e docentes Coleção impressa e digital [QA9; QD8] 3 – Avaliação MB/B por 51 a 75% dos alunos e docentes Uso da coleção 4 – 76% ou mais dos alunos e docentes usam os recursos da biblioteca Avaliação Resultados da avaliação Domínio Nível obtido A. Currículo, literacias e aprendizagem 3.25 B. Leitura e literacia 3.75 C. Projetos e parcerias 3.67 D. Gestão da biblioteca escolar 3.25 Média global 3.48 Relato dos resultados A. Currículo, literacias e aprendizagem [+] A.1 Apoio ao currículo e intervenção na ação pedagógica. Pontos fortes identificados No início do ano letivo, a professora bibliotecária fez a apresentação da Biblioteca Escolar aos alunos novos na escola com o objetivo de proceder a uma formação de utilizadores, tendo acontecido, também, uma atividade lúdica com o intuito de melhor dar a conhecer todos estes aspetos aos participantes. A atividade decorreu com sucesso, na medida em que os discentes compreenderam as principais valências da BE e a necessidade de utilizar o espaço e os seus materiais de uma forma autónoma, responsável e esclarecida. A atividade relativa à segurança na net decorreu durante o mês de fevereiro. Foi feita uma exposição alusiva à temática, entregaram-se materiais informativos a diversos alunos (utilizadores da biblioteca) e foram projetados pequenos filmes e documentários (recursos do site SeguraNet: https://www.seguranet.pt/) acerca da iniciativa "Dia da internet mais segura", no espaço da BE, durante alguns dias do mês de fevereiro. Os alunos de Educação Especial, Inês Padilha, do 12º B e João Oliveira do 9º A, foram apoiados, durante todo o ano letivo, na pesquisa, na produção de materiais alusivos a efemérides assinalados pela BE, em vários formatos, além de apoio específico aos seus currículos. O apoio e formação dos alunos das turmas B, 10º e 11º anos, na pesquisa orientada de monografias, com o objetivo de enriquecer o currículo da disciplina de Literatura Portuguesa (10 e 11º anos) foi, também, um ponto forte. O envio de uma newsletter semestral "Leituras com Sal" para os pais/ encarregados de educação com informações sobre atividades realizadas e que permitiu apresentar atividades do currículo e, também, extra curriculares, constituiu-se como um aspeto forte no âmbito dos media. Realizaram-se, ao longo de todo o ano letivo, exposições de diversas disciplinas, tendo sido um aspeto fundamental na cooperação entre a BE, as áreas disciplinares e os discentes que frequentaram e estiveram presentes nas diversas exposições. As exposições abordaram diversas temáticas, utilizaram diferentes recursos (obras do acervo da BE, projetor multimédia, expositores, entre outros) e envolveram as seguintes disciplinas e áreas de projeto: Português, Inglês; Francês, Educação Visual, Ateliê de Artes, Projeto Europa, Geografia, Economia A, Economia C, Sociologia, Direito, Psicologia B, Área de Integração (10º/11º anos), Tecnologia Alimentar (Cursos Profissionais), Filosofia. Durante o ano letivo de 2018/2019, foram lecionadas 150 aulas na biblioteca escolar, onde docentes de várias disciplinas recorreram aos materiais, mas também à professora bibliotecária como recurso para a sua atividade letiva, no sentido de apoiar o desenvolvimento da mesma e, também, os alunos na exploração de conteúdos, utilizando os diversos recursos da biblioteca e as tecnologias de Informação. Ainda no âmbito do apoio ao currículo, a mini-feira do Livro de Preparação Para Exame proporcionou aos discentes a possibilidade de aquisição de livros de preparação para exame a disciplinas do 11º e 12º anos, sujeitas a exame nacional, com um desconto de 20% em relação ao preço de capa. É, também, de salientar que, segundo a Base de Dados de 2018/2019, 89% dos alunos da Escola Secundária de Alcácer do Sal estiveram envolvidos nas atividades da biblioteca escolar. Pontos fracos identificados Necessidade de apoio de uma equipa pedagógica mais acentuadamente multidisciplinar, na medida em que a professora bibliotecária apenas tem na sua equipa duas docentes de História, sendo, igualmente, importante na concretização de atividades docentes de Português e de Informática. A.2 Formação para as literacias da informação e dos média. Pontos fortes identificados Durante o ano letivo foi prestado apoio diário aos discentes utilizando os recursos informáticos da Biblioteca Escolar (BE), no sentido de melhorarem as suas competências na utilização das Tecnologias de Informação e Comunicação. Foi, assim, prestado apoio na utilização da Drive, no envio de emails com ficheiros anexados, na utilização do software Word da Microsoft, na pesquisa de imagens/vídeos, na anexação de imagens a ficheiros Microsoft PowerPoint, no tratamento de imagens em programas disponibilizados na rede de computadores, na seleção de sites online adequados aos objetivos do aluno, aquando da realização de trabalhos de investigação para as respetivas disciplinas e, igualmente, no decorrer de atividades letivas com professores, acompanhados da sua turma, que utilizaram a biblioteca para esse fim. Pontos fracos identificados O número de computadores disponíveis na BE (8) não é suficiente para abranger um maior número de alunos/turmas no sentido de desenvolver as literacias da informação e dos média e promover as competências de informação e comunicação. Faltam, também, dispositivos móveis (tablets) para utilização em diversas atividades e apoio às disciplinas. B. Leitura e literacia [+] B.1 Desenvolvimento de iniciativas de promoção da leitura. Pontos fortes identificados
  • 4. Avaliação da biblioteca escolar Rede Bibliotecas Escolares | Sistema de Informação MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Avaliação da biblioteca escolar 2019 400749 Escola Secundária de Alcácer do Sal 2019/07/26 14:02:54 4/7 Ao longo do ano letivo, a Biblioteca Escolar (BE) foi promovendo a competência leitora, o gosto pela leitura e os hábitos de leitura através da realização de atividades em parceria com a disciplina de Português e outras que participaram nas atividades num espírito de cruzamento de saberes e aspetos que motivam o gosto pela leitura. Ao longo do ano, a BE promoveu o Livro do Mês, atividade que consiste em apresentar um livro mensalmente com o intuito de divulgar, num expositor próprio e com destaque, o acervo da BE e as suas novidades. A selecção do livro tem em conta um conjunto de fatores relacionados com a divulgação do acervo, mas também como forma de assinalar determinadas datas importantes no panorama cultural nacional e internacional. O DVD do mês é, igualmente, uma atividade de divulgação do acervo da BE, na medida em que, mensalmente, é exposto um filme da coleção. De um modo geral, o DVD do mês está, também, ligado a certas datas significativas e, sempre que possível, existe a preocupação de divulgar um filme ligado a uma obra literária ou a momentos culturais e históricos relevantes. Estas escolhas são feitas segundo sugestões dos utilizadores e, também, dos alunos de Educação Especial que estão na BE. A Semana da Leitura (13ª edição) decorreu na Escola Secundária de Alcácer do Sal, entre 18 e 22 de março de 2019. No primeiro dia desta iniciativa, as turmas B, C e E estiveram presentes numa sessão na Biblioteca Municipal em que foi realizada a apresentação da obra da escritora Maria Rosa Colaço pela mediadora Bru Junça. Os principais objetivos prenderam-se com a divulgação do património literário do concelho e a promoção do gosto pela leitura. Esta atividade insere-se no projeto concelhio (Rede de Bibliotecas de Alcácer do Sal) "Em Terra de Marias Tontas". Algumas turmas do 3º ciclo e do ensino secundário, a saber, 7ºC; 7ºD; 8ºC; 9ºD; 9ºB; 10ºB; 11ºD; 12ºB, num total de,aproximadamente, 158 alunos e 9 docentes, participaram em sessões de animação de leitura, “Contos com Reflexão” do Mundo Brilhante, realizadas pelo contador de histórias e psicólogo educacional, Alfredo Leite, em que o principal objetivo foi a promoção do gosto e hábitos de leitura através de uma abordagem dinâmica e diferente de obras literárias, realçando a leitura como aspeto fundamental para despoletar a imaginação e a criatividade. Também foi apresentada a temática relativa ao Empreendedorismo - os sete hábitos do empreendedor do futuro, orientada para os alunos do ensino secundário e cursos profissionais. A BE assinalou, também, o "Dia da Poesia" (21 de março), no âmbito da Semana da Leitura. Alguns alunos das turmas B do 11º e 12º anos entregaram a diversos membros da comunidade escolar (alunos, professores e funcionários) bolos com poemas diversos que a biblioteca escolar disponibilizou, criando, assim, momentos de boa disposição e de partilha da cultura poética. A iniciativa denominou-se "Doces são os Poemas". A preparação da atividade contou, ainda, com uma pesquisa anterior de poesia diversa, de turmas do 3º ciclo, em parceria com a disciplina de Português. Foi uma forma lúdica de comemorar um dia tão importante para a leitura e abordar uma temática fundamental no domínio cultural e literário. Neste âmbito, decorreu, igualmente, ao longo do ano letivo, o Concurso Nacional de Leitura na sua 13ª edição. Esta iniciativa tem como objetivos fulcrais, a promoção da leitura e o desenvolvimento da competência leitora. A atividade iniciou-se no final do mês de outubro, aquando da seleção de obras para a fase escola (de 26/10/2018 a 21/12/2018). Nesta fase, estiveram envolvidas todas as turmas do 3º ciclo, à exceção das turmas CEF e PIEF e algumas turmas do ensino secundário (10º A, 11º A, 11º B, 11º C e 12º B). Após o apuramento dos finalistas do 3º ciclo (Matilde Carraça do 8º A e Irina Sombreireiro do 9º D) e do ensino secundário (Catarina Maravilhas do 12º B), as alunas apuradas do 3º ciclo estiveram presentes na fase concelhia, que aconteceu a 5 de fevereiro de 2019 onde prestaram provas com os alunos apurados na fase escola do 3º ciclo do Agrupamento de Escolas do Torrão, tendo saídos vencedora a aluna Irina Sombreireiro e uma aluna do Agrupamento de Escolas do Torrão. Assim, na fase interconcelhia que se realizou no dia 23 de abril do presente ano, as alunas, Catarina Maravilhas, representante do ensino secundário e Irina Sombreireiro, representante do 3º ciclo, prestaram provas e obtiveram o terceiro lugar nesta iniciativa. As provas exigiram, ao longo do ano letivo, preparação na leitura, escrita e contextualização das obras indicadas para leitura que os alunos fizeram, em parceria com a professora bibliotecária. Pontos fracos identificados Necessidade de alargar a atividade de promoção da leitura realizada pela entidade, Mundo Brilhante, a mais turmas, na medida em que tanto docentes, como alunos a consideraram bastante proveitosa, constituindo-se como uma forma diferente e original de abordar obras, temáticas e competências dos programas da disciplina de Português de diversos níveis, além da abordagem de temáticas importantes para o desenvolvimento pessoal e social que abrangem conteúdos de outras disciplinas. Este alargamento depende, no entanto, de um maior reforço de verbas para a sua concretização. B.2 Atividades de treino e aprofundamento da competência leitora. Pontos fortes identificados Foram dinamizadas atividades de treino e melhoria das capacidades associadas à leitura e escrita, através da implementação de um laboratório de leitura e escrita criativa. Ao longo do ano letivo, realizaram-se atividades inseridas neste laboratório, a saber, "Os nossos contos de Natal", "As imagens contam histórias" e "Os objetos misteriosos". Estas iniciativas foram dinamizadas pela biblioteca escolar, em parceria com os professores do grupo disciplinar de Português. As atividades tiveram como objetivos principais, a promoção do gosto pela leitura, a promoção da escrita, a mobilização de recursos diversos na construção de histórias, incentivar o trabalho de grupo e o respeito pelo outro, estimular a criatividade e desenvolver a literacia visual, entre outras literacias. As sessões foram realizadas ao longo do ano letivo e envolveram diversas turmas: 7º A, 7º B, 7º C, 7º D, 9º A, 9º B, 9º C, 9º E. As turmas, 9º D e 6º D, também participaram desta atividade, mas numa iniciativa interturmas em que ambas as turmas realizaram, em conjunto, uma sessão de escrita criativa na Biblioteca. Sempre que necessário e solicitado pelos alunos, ao longo do ano letivo, procedeu-se à leitura em voz alta, a pares e/ou em grupo, como preparação para trabalhos e apresentações orais, e, igualmente, no âmbito do Concurso Nacional de Leitura, com a professora bibliotecária. Algumas efemérides, como o Dia da Poesia, o Dia da Mulher e o Dia dos Namorados constituíram-se como momentos em que os alunos foram convidados a deixar uma frase ou um pequeno texto acerca destas datas. Também, nestes dias, alguns alunos da turma B, do 12º ano, leram excertos, relativos às datas assinaladas, em voz alta para os utilizadores da BE. Pontos fracos identificados Não se assinalam pontos fracos. C. Projetos e parcerias [+] C.1 Participação em projetos e iniciativas de parceria interna e externa. Pontos fortes identificados Parcerias importantes estabelecidas: Biblioteca Municipal (foi constituída a 22 de maio do ano passado a Rede de Bibliotecas de Alcácer do Sal - RBSal, o que permite uma parceria mais estreita e articulada entre as bibliotecas do concelho de Alcácer do Sal, no que diz respeito a um conjunto de aspetos, a saber, empréstimo interbibliotecas, apoio à gestão, cooperação na realização de projetos, nomeadamente, o projeto "Em Terra de Marias Tontas", financiado pela autarquia de Alcácer do Sal com um montante de 2300 euros, e no desenvolvimento de atividades); Junta de Freguesia de Alcácer do Sal (Santiago, Santa Maria do Castelo e Santa Susana) (apoio logístico); Mundo Brilhante (Semana da Leitura); DECO (revistas DECO); Porto Editora (mini-feira do livro e doação de livros); Leya (apoio a atividades); Amnistia Internacional (Maratona de Cartas), Comissão Nacional de Promoção dos Direitos e Proteção das Crianças e Jovens (CPCJ) (exposições). Pontos fracos identificados Sem pontos fracos a indicar. C.2 Envolvimento e mobilização dos pais, encarregados de educação e famílias. Pontos fortes identificados Envolvimento de um número elevado de Pais/Encarregados de Educação (EE), no início do ano letivo, na apresentação da Biblioteca Escolar (BE) em parceria com o diretor de cada turma do 7º ano de escolaridade (6 turmas). O envio de uma newsletter semestral "Leituras com Sal" para os pais/ encarregados de educação com informações sobre atividades realizadas e que permitiu apresentar atividades do currículo e, também, extra
  • 5. Avaliação da biblioteca escolar Rede Bibliotecas Escolares | Sistema de Informação MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Avaliação da biblioteca escolar 2019 400749 Escola Secundária de Alcácer do Sal 2019/07/26 14:02:54 5/7 curriculares, onde estiveram envolvidos os seus educandos. Alguns Pais/EE recorreram à requisição domiciliária da biblioteca escolar, no sentido de requisitarem livros para sua utilização pessoal. Aquando da realização de uma mini-feira do Livro de Preparação Para Exame, em parceria com a Porto Editora, alguns encarregados de educação deslocaram-se à biblioteca para obter informações e para a aquisição de livros. Pontos fracos identificados Ainda comparecem poucos Pais/Encarregados de Educação quando convidados para atividades e/ou visitas à BE D. Gestão da biblioteca escolar [+] D.1 Recursos humanos, materiais e financeiros necessários à gestão, integração e valorização da biblioteca. Pontos fortes identificados O módulo de catalogação do programa Prisma encontra-se ativo e estão em implementação outros módulos do programa. A professora bibliotecária tem um curso de pós-graduação na área de gestão de informação, mais especificamente, bibliotecas escolares. Os inquiridos consideraram que a coleção está no nível bom, na medida em que é, constantemente, levado a cabo, um esforço, apesar das verbas reduzidas, de atualizar o acervo, seguindo as sugestões dos utilizadores, principalmente, alunos e professores. Neste sentido, as doações e não apenas as aquisições fazem bastante diferença no que respeita a esta necessidade de constante atualização. Este ano letivo, a biblioteca escolar recebeu um total de 48 livros doados o que permitiu, apesar de não existir verba para novas aquisições, fazer face a algumas das necessidades dos utilizadores e ao trabalho de alguns docentes. A BE está incluída nos documentos normativos, planos de turma, plano anual de atividades e projeto educativo do agrupamento. Está representada no Conselho Pedagógico. A Educação Especial mantém a parceria com a BE, no sentido desta apoiar os seus alunos e dinamizar atividades diversas com estes. Os docentes utilizaram a biblioteca como espaço para a concretização de aulas (150 aulas no presente ano letivo), com o apoio do professor bibliotecário, para apoios individuais e em grupo, como espaço para exposições dos trabalhos que realizam com as turmas ao longo do ano, para concursos e igualmente para a exposição de trabalhos a título pessoal que os alunos utilizadores da BE realizam e manifestam interesse em partilhar com a comunidade escolar. A BE foi também um espaço utilizado pelos docentes na concretização de momentos de avaliação e um local privilegiado para a execução de atividades, do Plano Anual de Atividades, dos grupos disciplinares e Clubes, Dia da Filosofia e Olimpíadas da Filosofia, do grupo de Filosofia; Concurso Nacional de Leitura, Português e BE; exposições diversas, dos Grupos de Geografia, Economia, Português, Inglês, Francês, Artes, entre outros; Maratona das Cartas da Amnistia Internacional, em parceria com o Projeto Europa e grupo de Economia; Clube de Francês, laboratório de escrita criativa, entre outras. É de salientar que, segundo a Base de Dados de 2018/2019, as atividades planeadas no início do ano letivo, para a biblioteca escolar, foram realizadas na sua totalidade. A biblioteca utiliza diariamente um questionário da Google (domínio aeas.pt) como forma de recolha e tratamento de dados estatísticos que permite uma leitura mais clara e exata das atividades que se realizam e das diversas utilizações. Como resultado da análise do questionário de entrada na BE verificou-se que, durante este ano letivo, existiram 3266 utilizações da biblioteca e dos seus variados recursos. Pontos fracos identificados Necessidade de uma funcionária a tempo inteiro com competências de informação e digitais a nível do utilizador e, igualmente, de atendimento ao público, na medida em que novas atividades no âmbito digital se colocam e, também, porque a funcionária que atualmente se encontra afeta à biblioteca, se encontra de baixa médica prolongada, não tendo sido, ainda, substituída. Necessidade de mais computadores com ligação à internet. Necessidade de atribuição de uma verba efetiva para a aquisição de livros, jogos e outros materiais. Verifica-se, também, como bastante importante a integração de dispositivos móveis (tablets) no equipamento da biblioteca para fazer face a necessidades de implementação de atividades como a escrita criativa, entre outras. D.2 Desenvolvimento, organização, difusão e uso da coleção. Pontos fortes identificados O desenvolvimento tem em conta as necessidades dos utilizadores (discentes, docentes e encarregados de educação) através das sugestões que estes fornecem à BE e das necessidades elencadas tendo em conta os programas das disciplinas e as competências nucleares apontadas por estes. A organização da coleção segue as normas da CDU (Classificação Decimal Universal). A coleção, a par das diferentes atividades da BE, é difundida através da página da escola (secção da Biblioteca Escolar), do Facebook das BE do agrupamento e da newsletter semestral enviada aos encarregados de educação, "Leituras com Sal". A coleção pode ser acedida, também, no catálogo coletivo da RBSal (Rede de Bibliotecas de Alcácer do Sal). A coleção é utilizada de modo sistemático pelos diversos utilizadores e em diversos contextos (na BE, nas aulas e em casa). Alguns ex- alunos, apesar de já terem deixado o estabelecimento de ensino, continuam a preferir a BE para requisitar material livro. Pontos fracos identificados Necessidade de maior investimento no que diz respeito à verba para atualizar e desenvolver a coleção. Segundo a base de dados de 2019 (RBE), o investimento por aluno foi de 0 euros. Necessidade de verba para adquirir dispositivos móveis (tablets), de modo a facilitar a leitura online, a utilização de ebooks e a mobilidade de recursos, por parte dos alunos e docentes. Impactos da biblioteca Tendo em conta os resultados obtidos e a sua perceção sobre o trabalho da biblioteca escolar ao longo do período em que decorreu a avaliação, como classifica os impactos da biblioteca nos diferentes domínios? Escala: 4 - Muito significativo, 3 - Significativo, 2 - Pouco significativo e 1 - Nada significativo A. Currículo, literacias e aprendizagem Reforço da motivação para o desenvolvimento pessoal, cultural e científico 3 Melhoria das estratégias de aprendizagem 3 Desenvolvimento das capacidades dos alunos no uso das tecnologias em contexto educativo 4 Aumento das competências dos alunos na utilização e gestão pessoal e escolar da informação 3 Mudança de atitudes dos alunos no uso crítico da informação e dos média 3
  • 6. Avaliação da biblioteca escolar Rede Bibliotecas Escolares | Sistema de Informação MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Avaliação da biblioteca escolar 2019 400749 Escola Secundária de Alcácer do Sal 2019/07/26 14:02:54 6/7 Valorização da biblioteca escolar como lugar de aprendizagem e de formação 4 B. Leitura e literacia Incremento do gosto e dos hábitos de leitura 3 Mudança na atitude e na resposta dos alunos às atividades de leitura 3 Valorização e integração da leitura na vida pessoal e escolar dos alunos 3 Crescimento do trabalho com as turmas em projetos e atividades de leitura 4 Aumento da utilização da biblioteca escolar para atividades de leitura 4 C. Projetos e parcerias Enriquecimento das experiências de socialização e de formação dos alunos 4 Melhoria da qualidade dos serviços e da gestão sustentável dos recursos 3 Incremento da participação dos pais, encarregados de educação, famílias e outros parceiros nas atividades da biblioteca e da escola 3 Aumento da visibilidade, credibilidade e projeção local e social da biblioteca escolar 4 D. Gestão da biblioteca escolar Melhoria da qualidade dos serviços prestados e dos recursos disponibilizados 3 Incremento do uso da coleção nas práticas de leitura e nas atividades escolares 3 Valorização do papel pedagógico, cultural e social da biblioteca escolar 4 Aumento da utilização da biblioteca escolar 4 Avaliação global Síntese global da avaliação das bibliotecas escolares do agrupamento O preenchimento deste quadro só se aplica aos agrupamentos de escolas. Embora esteja inscrito no relatório da escola sede, pretende ser uma síntese geral da avaliação realizada nas bibliotecas do agrupamento, de modo a facilitar uma visão global do seu desempenho e a adoção de uma política de gestão integrada que promova o desenvolvimento articulado. Escola Código Nível obtido Escola Básica Pedro Nunes, Alcácer do Sal 342579 0 Pontos fortes identificados No decorrer deste ano letivo, foi possível envolver mais alunos e docentes nas atividades das bibliotecas. Assim, as feiras do livro que aconteceram em 2 das bibliotecas do agrupamento, inscritas na Rede de Bibliotecas Escolares (RBE), as atividades de escrita criativa, o autor convidado (inserido na temática "Ao Encontro dos Autores") que, neste ano, foi o escritor e ilustrador, Pedro Leitão e cuja atividade esteve presente em 3 bibliotecas do agrupamento incidindo, especialmente, no 1º ciclo, o apoio às tecnologias de informação, a dinamização de leituras, entre outras, constituíram-se como aspetos bastante positivos e que envolveram uma grande parte dos discentes abrangidos pelas quatro bibliotecas do agrupamento, inscritas na RBE. A divulgação online é sempre feita tendo em conta as atividades das 4 bibliotecas e utilizando, para esse fim, a página do agrupamento e a página das bibliotecas escolares no Facebook. Determinante para a promoção da leitura foi o esforço dos professores bibliotecários em abrir, durante mais vezes, no decorrer do ano letivo, a biblioteca escolar do Centro Escolar da Comporta (Escola Básica nº 1 da Comporta). Sem este esforço, não seria possível aos alunos requisitar material livro para o seu domicílio e ler presencialmente no espaço da biblioteca, além de beneficiar de outras atividades, já mencionadas. Ainda, relativamente à biblioteca escolar da E. B. nº1 da Comporta, durante este ano, os professores bibliotecários desenvolveram o projeto Infon@utas da Comporta que foi um projeto financiado com um montante de dois mil euros e que se inseriu num concurso, no âmbito das Bibliotecas Digitais. Este ano letivo, procedeu-se à aquisição dos 10 tablets que estavam considerados no projeto e a um conjunto de ebooks acerca da temática do mar que é o mote da referida iniciativa. O projeto foi-se realizando em parceria com as professoras titulares e com os seus alunos. O desenvolvimento do projeto passou pela leitura de ebooks, utilizando os dispositivos móveis, pela criação de emails e envio de mensagens eletrónicas, além do acesso à net que os alunos também fizeram com a orientação dos professores bibliotecários. O projeto contou, ainda, com um intercâmbio com a professora bibliotecária do Torrão e o seu projeto D'Aquém, Além Mar. Esta iniciativa aconteceu no dia 30 de maio,
  • 7. Avaliação da biblioteca escolar Rede Bibliotecas Escolares | Sistema de Informação MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Avaliação da biblioteca escolar 2019 400749 Escola Secundária de Alcácer do Sal 2019/07/26 14:02:54 7/7 no próprio estabelecimento de ensino da Comporta, com a partilha de leituras, música e trabalho realizado pelos respetivos agrupamentos, tendo sido um dia proveitoso e uma experiência única para todos os intervenientes. É de salientar, também, o encontro que se realizou neste estabelecimento de ensino no dia 28 de junho, na biblioteca da Escola Básica nº 1 de Comporta, onde estiveram presentes professores bibliotecários de diversos concelhos, os professores bibliotecários do Agrupamento de Escolas de Alcácer do Sal e do Agrupamento de Escolas do Torrão, coordenadores interconcelhios das bibliotecas escolares, a coordenadora de estabelecimento, Fernanda Horta e a bibliotecária municipal de Alcácer do Sal, Cristina Barrela, num total de 26 pessoas, para assistir à apresentação dos projetos, Infon@utas da Comporta e D’Aquém, Além Mar, da responsabilidade dos professores bibliotecários, respetivamente, do Agrupamento de Escolas de Alcácer do Sal e Agrupamento de Escolas do Torrão. Esta iniciativa realizou-se no âmbito da atividade, “Projetos na Biblioteca: Flexibilizar para Inovar”. Após a apresentação dos projetos, os participantes degustaram um lanche, cortesia da coordenadora do estabelecimento de ensino onde decorreu a atividade e, de seguida, fizeram uma visita guiada ao Cais Palafítico da Carrasqueira que foi gentilmente oferecida pela Câmara Municipal de Alcácer do Sal, além de livros, recordações do concelho e uma oferta realizada pelos alunos do 1º ciclo da Escola Básica nº 1 de Comporta. Este encontro foi, igualmente, uma oportunidade de formação para os professores bibliotecários envolvidos. A BE da E. B. nº 1 de Comporta recebeu, no dia 27 de junho do presente ano, um conjunto de livros, mais precisamente 106, a título de empréstimo permanente, da Biblioteca Municipal o que permitiu uma renovação do acervo e novas oportunidades de leitura e trabalho, respetivamente para alunos e professores. Este empréstimo aconteceu no âmbito da RBSal. Pontos fracos identificados A falta de recursos humanos, ou seja, de funcionários, tanto na biblioteca da escola secundária (funcionária de baixa prolongada não havendo lugar a substituição), como na biblioteca escolar (BE) da E. B. nº1 de Comporta, na medida em que esta só abre quando os Professores Bibliotecários lá se deslocam. A biblioteca da Escola nº 1 de Alcácer do Sal teve, este ano, também falta de funcionários para conseguir assegurar a abertura integral da biblioteca escolar no segundo e terceiro períodos. A necessidade de mais recursos informáticos também é uma condicionante em todas estas bibliotecas e o facto da Câmara Municipal não prestar apoio às BE do 1º ciclo, no que diz respeito à classificação e catalogação, apoio técnico e rede wireless, além de não disponibilizar uma funcionária para poder garantir a abertura da BE do Centro Escolar de Comporta à comunidade escolar. Não se verificou um investimento nas coleções, na medida em que não foi atribuída qualquer verba às BE do agrupamento como se pode inferir das bases de dados deste ano letivo. 2019/jul/26 Data de submissão