A anunciação

572 visualizações

Publicada em

A Anunciação - Simone Martini

Publicada em: Arte e fotografia
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
572
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
9
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

A anunciação

  1. 1. Escola Básica e Secundária de Carcavelos A Anunciação Trabalho realizado por: Sara Oliveira
  2. 2. A obra Título: “A Anunciação” Técnica: Têmpera sobre madeira Dimensões: 184 cm × 210 cm Data: 1333 (séc. XIV) Localização: Galeria Uffizi, Florença Autor: Simone Martini Simone Martini foi um pintor italiano nascido em Siena. Foi um dos mais originais e influentes artistas da escola de Siena. Ele era uma figura importante no desenvolvimento da pintura italiana e influenciou o desenvolvimento do estilo gótico internacional. Sua arte assim como a de Cimabue, Duccio, Giotto, entre outros, foi de grande importância no contexto da composição das novas concepções artísticas que gradualmente vinham transformando a arte do período. Realizou também painéis para retábulos, como o da Madona com criança (1320), para a Igreja de Santa Catarina de Pisa. Simone, foi um pintor gótico no senso estrito da palavra e expressou-se principalmente pela linha, que envolvia as figuras em contornos sinuosos e musicais. Morreu em 1344.
  3. 3. Características da obra Tem destacadas as formas sensíveis, líricas e a magnificência das roupas e beleza dos corpos magros que se aproxima do altar em ouro. A cena está circunscrita por três arcos góticos: um mais elevado, no centro, contendo uma esquadra de anjos em ouro escuro, à volta do Espírito Santo em forma de pomba, e um arco menor de cada lado. Sob o arco do lado esquerdo, um anjo ajoelhado, com vestes bordadas, segura um ramo de oliveira na mão esquerda; ergue o dedo indicador da mão direita para indicar silêncio, com o gesto retórico comum na estatuária da Antiguidade greco-romana.
  4. 4. Sob o arco da direita, num trono dourado com incrustações de marfim, está sentada a Virgem, com um manto púrpura debruado a ouro. Ao seu lado, no meio do painel, encontra-se um vaso com lírios. A flor imaculadamente branca, com o seus rebentos assexuados e ausência de estames, era um emblema perfeito da Virgem Maria, cuja pureza São Bernardo comparou à “castidade inviolada do lírio”. O lírio, a flor-de-lis, era também o símbolo da cidade de Florença e, para os finais da Idade Média, veio a substituir o bastão de arauto empunhado pelo Anjo nas Anunciações florentinas. Os pintores de Siena, inimigos figadais dos florentinos, não podiam suprimir completamente a tradicional flor-de-lis das representações da Virgem, mas não estavam dispostos a homenagear Florença representando o anjo com a flor simbólica dessa cidade. Por consequência, o anjo transporta um ramo de oliveira, o símbolo de Siena.
  5. 5. Contexto Histórico A Anunciação foi realizada para a Catedral de Siena. Para além das formas restritas a iconografia medieval, a transfiguração da reflexão sobre as relações humanas da época: a nobreza da Igreja enquanto instituição; o letramento de Maria como parte da nobreza laica – mesmo referindo a configuração de um livro de orações; o temor a Deus, assim como a grandiosidade do destino sobre o humano; a divindade sobrenatural da cena amalgamada, a estrutura pictórica de um espaço pronto renascimento. A pintura durante o período gótico era praticada em quatro principais ofícios: afrescos, painéis, iluminura de manuscritos e vitrais. No começo do período gótico, a arte era produzida principalmente com fins religiosos. Muitas pinturas eram recursos didáticos que faziam o cristianismo visível para uma população analfabeta; outras eram expostas como ícones, para intensificar a contemplação e a prece. Os primeiros mestres do gótico preservaram a memória da tradição bizantina, mas também criaram figuras persuasivas, com perspectiva e com um maravilhoso apuro no traço.
  6. 6. Análise Ação principal Pormenores importantes, que representam muita coisa. O foco principal da imagem está entre os três arcos centrais. As cores dominantes são sem dúvida o dourado, o laranja e alguns tons de vermelho (cores quentes). As expressões das figuras são poucos expressivas.

×