O slideshow foi denunciado.
Utilizamos seu perfil e dados de atividades no LinkedIn para personalizar e exibir anúncios mais relevantes. Altere suas preferências de anúncios quando desejar.

Devolutiva das dificuldades_de_caráter_pedagógico_encontradas_junto

1.638 visualizações

Publicada em

Equipe de EMEI da SME - Marília SP 2014

Publicada em: Educação
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Devolutiva das dificuldades_de_caráter_pedagógico_encontradas_junto

  1. 1. REUNIÃO DE PROFESSORAS COORDENADORAS 02-07-2014
  2. 2. Devolutiva das dificuldades de caráter pedagógico encontradas junto ao grupo de Professores
  3. 3. PREOCUPAÇÃO COM QUANTIDADE DE FOLHAS XEROCADAS Uma das funções do Professor de Educação Infantil é ser Educador dos pais!!!
  4. 4. REDUÇÃO DE ESTRATÉGIAS LÚDICAS “O JOGO é a atividade principal da criança em idade pré escolar não porque a criança de hoje passe a maior parte do tempo aprendendo com jogos, mas porque o jogo dá origem a mudanças qualitativas na psique infantil”.(Mukhina 1996, p. 155)
  5. 5. PROPOR ATIVIDADES DESAFIADORAS “TOLICE é fazer as coisas sempre do mesmo jeito e esperar resultados diferentes” Albert Einstein
  6. 6. FALTA DE MOMENTO DE ESTUDOS Reuniões pedagógicas e inclusão do H.E.C. no Plano de Carreira
  7. 7. DIFICULDADE DE REDIGIR A AVALIAÇÃO DESCRITIVA ATENDO- SE AO DESENVOLVIMENTO DA ATIVIDADE E O COMPORTAMENTO DO ALUNO. DIFICULDADE PARA A AUTOAVALIAÇÃO. Utilização da pauta de observação: • Linguagem; • Algumas questões que norteiam a autoavaliação do Professor; • Algumas questões que contribuem para reflexão sobre a aprendizagem da criança.
  8. 8. AMPLIAR A DISCUSSÃO DAS ESPECIFICIDADES DA EDUCAÇÃO INFANTIL  Divisão em cinco grupos para discussão do Texto: “ A criança como sujeito da educação desenvolvente: 10 desafios às práticas docentes de 0 a 5 anos”. Suely Amaral Mello
  9. 9. BIBLIOGRAFIA MUKHINA,Valéria. Psicologia da idade pré- escolar. São Paulo: Martins Afonso, 1996. BRASIL. Critérios para uma creche que respeite os direitos fundamentais das crianças. Brasília: MEC/SEF, 1995.

×