SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 30
Baixar para ler offline
DISCIPLINA
Contabilidade Aplicada
Curso: PG
Turma: 1º Período
Prof.: Vinícius Souto Maior
Balanço
Patrimonial
Grupo de Contas
Objetivo:
Agrupar contas de mesma característica (de mesma
natureza) para facilitar a leitura do balanço.
BALANÇO PATRIMONIAL
Ativo Passivo
Circulante
Não Circulante
Circulante
Não Circulante
Patrimônio Líquido
Legislação brasileira:
CONCEITO DE CURTO E LONGO PRAZO NA
CONTBAILIDADE
Curto Prazo Longo Prazo
31.12.12
Término do
Exercício Social
31.12.13
CONCEITO DE CURTO E LONGO PRAZO NA
CONTBAILIDADE
Outro conceito de curto prazo, em caráter de exceção,
está relacionado ao ciclo operacional da empresa.
Ciclo operacional: Tempo que demora para se produzir,
vender e receber o produto.
Exemplos: empresa que fabrica navios
pecuária
GRUPOS do ATIVO
CIRCULANTE NÃO CIRCULANTE
Dinheiro e
itens que se
transformarão
rapidamente
em dinheiro
Itens que serão
transformados
em dinheiro a
longo prazo.
ATIVO CIRCULANTE
O ativo circulante é o grupo que gera dinheiro para
empresa pagar suas contas a curto prazo.
É conhecido como capital de giro ou ativo corrente.
Principais classificações:
• Disponíveis: Dinheiro em Caixa, Dinheiro em Bancos,
Aplicações de Liquidez Imediata;
• Duplicatas a receber: dinheiro a receber de terceiros;
• Estoques: estoques de mercadorias;
• Despesas antecipadas do exercício seguinte:
ATIVO NÃO CIRCULANTE
Classificações:
• REALIZÁVEL A LONGO PRAZO
• INVESTIMENTOS
• IMOBILIZADO
• INTANGÍVEL
Dificilmente se
transformarão em
dinheiro, pois não
se destinam a
venda.
Ativo Fixo
ATIVO NÃO CIRCULANTE
REALIZÁVEL A LONGO PRAZO
Contas a receber a longo prazo, empréstimos a sócios, ...
INVESTIMENTOS
Aplicações que não têm nada a ver com a atividade da
empresa.
Exemplo: Compra de ações de outras empresas, obras de arte,
terrenos para futura expansão, prédio para renda (aluguel).
ATIVO NÃO CIRCULANTE
IMOBILIZADO
Bens tangíveis destinados à manutenção da atividade
principal da empresa ou exercidos com essa finalidade.
Exemplos: máquinas, móveis e utensílios, instalações, veículos.
INTANGÍVEL
Bens incorpóreos destinados a manutenção da empresa
ou exercidos com essa finalidade.
Exemplos: fundo de comercio, marcas e patente.
Ativo Passivo
31-12-11 31-12-12 - -2011 - -2012
Circulante Circulante
Disponível 800 500
Duplicatas a Receber 6.200 4.500
Estoque 10.000 8.000
Não circulante Não circulante
Realizável a L. Prazo
Títulos a Receber 11.000 5.000
Investimentos
Ações em outras Cias 4.000 2.000 P.L.
Terrenos p/ expansão 6.000 4.000
Imobilizado 18.000 9.000
Intangível 7.000 4.000
Total 63.000 37.000 Total
Cia. MAGNUS
BALANÇO PATRIMONIAL Em $ mil
GRUPOS do PASSIVO
CIRCULANTE NÃO CIRCULANTE
Dívidas com
terceiros que
serão pagas a
curto prazo.
Dívidas com
terceiros que
serão pagas a
longo prazo.
(Exigível a Longo Prazo)
Ativo Passivo
31-12-11 31-12-12 - -2011 - -2012
Circulante Circulante
Disponível 800 500 Fornecedores 5.000 2.000
Duplicatas a Receber 6.200 4.500 Salários a Pagar 6.000 4.000
Estoque 10.000 8.000 Empréstimos 5.800 7.000
Não circulante Contas a Pagar 200 1.000
Realizável a L. Prazo Não circulante
Títulos a Receber 11.000 5.000 Exig. a L. Prazo
Investimentos Financiamentos 20.000 -
Ações em outras Cias 4.000 2.000 P.L.
Terrenos p/ expansão 6.000 4.000 Capital 20.000 20.000
Imobilizado 18.000 9.000 Reserva de Lucros 6.000 3.000
Intangível 7.000 4.000
Total 63.000 37.000 Total 63.000 37.000
Cia. MAGNUS
BALANÇO PATRIMONIAL Em $ mil
Ativo Passivo
31-12-11 31-12-12 - -2011 - -2012
Circulante Circulante
Disponível 800 500 Fornecedores 5.000 2.000
Duplicatas a Receber 6.200 4.500 Salários a Pagar 6.000 4.000
Estoque 10.000 8.000 Empréstimos 5.800 7.000
Total do Circulante 17.000 13.000 Contas a Pagar 200 1.000
Não circulante Contas a Pagar 17.000 14.000
Realizável a L. Prazo 11.000 5.000 Não circulante
Investimentos 10.000 6.000 Exigível a L Prazo 20.000 -
Imobilizado 18.000 9.000 P. L. 26.000 23.000
Intangível 7.000 4.000
Total do Não Circulante 46.000 24.000
Total 63.000 37.000 Total 63.000 37.000
Cia. MAGNUS
BALANÇO PATRIMONIAL Em $ mil
ATENÇÃO!!
Capital Circulante Líquido (CCL)
Representa a saúde da empresa; quanto maior o
CCL, maior será a flexibilidade financeira da
empresa
Representa a saúde da empresa; quanto maior o
CCL, maior será a flexibilidade financeira da
empresa
É a parte do Ativo Circulante que não está comprometida
com terceiros (Passivo Circulante)
Capital Circulante Líquido (CCL)
Ativo Passivo
Circulante 1.000
Não Circulante 1.000
Circulante 600
Não Circulante 4.000
P.L. 1.000
Total: 2.000 Total: 2.000
CCL = 1.000 – 600
CCL = 400
Ilustração
ATIVO PASSIVO
Circulante 200
ELP (Não
Circulante) 370
P. Líquido 430
Total 1.000Total 1.000
ATIVO PASSIVO
Circulante 390
ELP (Não
Circulante) 10
P. Líquido 600
Total 1.000Total 1.000
BP - Empresa A BP - Empresa B
Quantidade da
Dívida:
Qualidade da
Dívida:
570 / 1.000 = 57% (alta)
200 / 570 = 35% (boa)
Quantidade da
Dívida:
Qualidade da
Dívida:
400 / 1.000 = 40% (baixa)
390 / 400 = 97,5% (ruim)
Ilustração
ATIVO PASSIVO
Circulante 200
ELP (Não
Circulante) 370
P. Líquido 430
Total 1.000Total 1.000
Circulante 280
Não Circulante
RLP 20
Imobilizado 700
BP - Empresa A BP - Empresa B
ATIVO PASSIVO
Circulante 390
ELP (Não
Circulante) 10
P. Líquido 600
Total 1.000Total 1.000
Circulante 300
Não Circulante
RLP -
Imobilizado 700
Situação Financeira
de Curto Prazo:
AC > PC
(Situação Favorável)
Situação Financeira
de Curto Prazo:
AC < PC
(Situação Desfavorável)
INDICADORES DA SITUAÇÃO FINANCEIRA
Liquidez Corrente
Ativo Circulante
Passivo Circulante
=
Liquidez Geral
(financeira)
Ativo Circulante + Realizável a Longo Prazo
Passivo Circulante + Exigível a Longo Prazo
=
Liquidez Seca
Ativo Circulante (-) Estoques
Passivo Circulante
=
Liquidez Imediata
(absoluta)
Disponível (Caixa e Bancos)
Passivo Circulante
=
Espera-se que a Liquidez Corrente seja
superior a 1,0 para Indústria e Comércio
O ideal é comparar com o
desenvolvimento de outras
empresas do mesmo ramo de
atividade. Desta forma vamos
está avaliando o indicador
No caso de empresas
prestadoras de serviço, a LC
poderá ser menor que 1,0 e,
ainda assim, ser Situação
Liquida Favorável.
Por que? Quanto maior esse índice, o
tesoureiro terá mais dinheiro
disponível para pagar as dívidas a
curto prazo. E o Administrador
Financeiro?
Este índice pode ser bastante útil
para um banqueiro
Liquidez Corrente (Melhores e Maiores / Exame 2008)
SETORES 2004 2005 2006 2007 2008/9
1 Atacado 1,26 1,21 1,33 1,28 1,32
2 Auto-indústria 1,50 1,60 1,50 1,42 1,38
3 Bens de Capital 1,68 1,56 1,52 1,48 1,45
4 Bens de Consumo 1,19 1,18 1,27 1,25 1,28
5 Eletroeletrônicos 1,40 1,90 1,63 1,82 1,31
6 Energia 0,93 0,97 1,11 1,09 1,05
7 Farmacêutico 1,53 1,97 2,33 2,26 1,88
8 Indústria de Construção 1,94 2,09 2,31 2,12 2,03
9 Indústria Digital 1,98 1,84 1,82 1,82 1,87
13 Serviços 0,99 1,07 1,11 1,05 1,08
MEDIANA DOS SETORES 1,40 1,45 1,51 1,38 1,32
EXERCÍCIO
Fase pré-operacional – Cia. Tempos Modernos (fabricante de patins)
Quantia inicial (Capital) de R$ 280.000.000, aplicados da seguinte maneira
Financiamento a Longo Prazo de R$ 200.000.000, utilizados da seguinte maneira.
A empresa adquire matéria-prima, a prazo, no valor de R$ 260.000.000
para
iniciar a produção de patins
Bancos conta
movimento
Caixa Máquinas e
Equipamentos
Aquisição de
“marca” de patins
$ 100.000.000 $ 10.000.000 $ 70.000.000 $ 100.000.000
Instalações Ações
Móveis e
Utensílios
$ 170.000.000 $ 20.000.000 $ 10.000.000
EXERCÍCIO
ATIVO PASSIVO
20-03-13 20-03-13
Circulante Circulante
Total Circulante Não Circulante
Não Circulante
Patrimônio Líquido
Total Não Circulante
Total do Ativo Total do Passivo + PL
BALANÇO PATRIMONIAL
Cia. Tempos Modernos Em $ milhões
Notas Explicativas:
O BP apresentado refere-se à fase pré-operacional da Cia. Tempos Modernos. Por esse motivo,
deixamos em branco a coluna do exercício anterior, bem como não apresentamos o Resultado
(Lucro ou Prejuízo) e Outras Demonstrações Financeiras
EXERCÍCIO
ATIVO PASSIVO
20-03-13 20-03-13
Circulante Circulante
Disponível 110 - Fornecedores 260 -
Estoques 260 - Não Circulante
Total Circulante 370 - Financiamentos (ELP) 200 -
Não Circulante
Investimento 20 -
Imobilizado 250 - Patrimônio Líquido
Intangível 100 - Capital 280 -
Total Não Circulante 370 -
Total do Ativo 740 - Total do Passivo + PL 740 -
BALANÇO PATRIMONIAL
Cia. Tempos Modernos Em $ milhões
Notas Explicativas:
O BP apresentado refere-se à fase pré-operacional da Cia. Tempos Modernos. Por esse motivo,
deixamos em branco a coluna do exercício anterior, bem como não apresentamos o Resultado
(Lucro ou Prejuízo) e Outras Demonstrações Financeiras
AVALIAÇÃO DO APROVEITAMENTO
1. Para uma indústria, qual o conjunto de contas é classificado no Circulante
a) Caixa, Estoque, Duplicatas a Receber, Máquinas.
b) Fornecedores, Caixa, Bancos c/ movimento, Estoque.
c) Bancos, Caixa, Duplicatas a Receber, Investimentos.
d) Estoque, Contas a Pagar, Salários a Pagar, Capital.
2. O Ativo Circulante também é conhecido como:
a) Capital de Movimentação.
b) Capital Corrente Fixo.
c) Capital de Giro Próprio.
d) Capital de Giro
AVALIAÇÃO DO APROVEITAMENTO
3. Ciclo Operacional refere-se ao período:
a) De um ano.
b) Do início da industrialização até as vendas das mercadorias.
c) Do início da industrialização até o recebimento das duplicatas.
d) De atividade operacional da empresa.
4. Ativo Não Circulante significa:
a) Ativo Fixo.
b) Ativo Total.
c) Ativo Real.
d) Ativo que não é usado para Giro.
AVALIAÇÃO DO APROVEITAMENTO
5. O Não Circulante subdivide-se em:
a) Investimentos, Imóveis e RLP.
b) Investimentos, Imobilizado e Imóvel.
c) Investimentos, Imobilizado, Intangível e RLP.
d) Investimentos, Imobilizado e Fixo.
6. Como exemplo de Intangível, temos:
a) Marcas comerciais.
b) Gastos de Administração.
c) Gastos Financeiros.
d) Gastos de Assessoria.
AVALIAÇÃO DO APROVEITAMENTO
7. Curto Prazo significa:
a) Período de até um ano.
b) Período de até um ano ou o ciclo operacional, valendo o menor.
c) Período de até um ano ou o ciclo operacional, valendo o maior.
d) Depende dos diretores da empresa.
8. Em grau de liquidez decrescente, temos:
a) Caixa, Estoque, Investimentos...
b) Caixa, Estoque, Duplicatas a Receber...
c) Bancos, Estoque, Caixa...
d) Estoques, Intangível, Investimentos...
AVALIAÇÃO DO APROVEITAMENTO
9. Um empréstimo obtido com prazo de seis anos será classificado como:
a) Realizável a Longo Prazo (Não Circulante)
b) Exigível a Longo Prazo (Não Circulante)
c) Patrimônio Líquido.
d) Intangível.
10. O ciclo operacional da Cia. A é de 18 meses. Para essa empresa, Curto Prazo será de:
a) Um ano.
b) Um ano e meio.
c) Dois anos.
d) Cinco anos.
AVALIAÇÃO DO APROVEITAMENTO
Gabarito: 1. B
2. D
3. C
4. D
5. C
6. A
7. C
8. A
9. B
10.B

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

1000 exercicios resolvidos contabilidade
1000 exercicios resolvidos contabilidade1000 exercicios resolvidos contabilidade
1000 exercicios resolvidos contabilidaderazonetecontabil
 
Razonete e Balancete (modo simplificado)
Razonete e Balancete (modo simplificado)Razonete e Balancete (modo simplificado)
Razonete e Balancete (modo simplificado)Danilo Pereira
 
Livro de exercício - contabilidade introdutória
Livro de exercício   - contabilidade introdutóriaLivro de exercício   - contabilidade introdutória
Livro de exercício - contabilidade introdutóriaLylian Vieira
 
Contabilidade introdutória livro exercícios
Contabilidade introdutória   livro exercíciosContabilidade introdutória   livro exercícios
Contabilidade introdutória livro exercíciosPaulo Amorim
 
Contabilidade i exercício 10 - re balancete razonete
Contabilidade i   exercício 10 - re balancete razoneteContabilidade i   exercício 10 - re balancete razonete
Contabilidade i exercício 10 - re balancete razoneteapostilacontabil
 
Exercício contabilidade débito e crédito
Exercício contabilidade débito e créditoExercício contabilidade débito e crédito
Exercício contabilidade débito e créditoRaimundo Filho
 
Caderno de exercicios de contabilidade-ii FUCCAMP, razonetes e balancetes
Caderno de exercicios de contabilidade-ii FUCCAMP, razonetes e balancetesCaderno de exercicios de contabilidade-ii FUCCAMP, razonetes e balancetes
Caderno de exercicios de contabilidade-ii FUCCAMP, razonetes e balancetesDaniel Itabaiana
 
Exercicios contabilidade 01 gabarito
Exercicios contabilidade 01 gabaritoExercicios contabilidade 01 gabarito
Exercicios contabilidade 01 gabaritocapitulocontabil
 
Balanço patrimonial
Balanço patrimonialBalanço patrimonial
Balanço patrimonialnandopfc
 
Exercicios contabilidade com operações com mercadorias
Exercicios contabilidade  com operações com mercadoriasExercicios contabilidade  com operações com mercadorias
Exercicios contabilidade com operações com mercadoriascapitulocontabil
 
Exemplo resolvido modelo peps
Exemplo resolvido modelo pepsExemplo resolvido modelo peps
Exemplo resolvido modelo pepsAlmirSantos36
 
Contabilidade i exercício 09 - re balancete razonete
Contabilidade i   exercício 09 - re balancete razoneteContabilidade i   exercício 09 - re balancete razonete
Contabilidade i exercício 09 - re balancete razoneteapostilacontabil
 
Exercicios contabilidade gabarito resolucao
Exercicios contabilidade gabarito resolucaoExercicios contabilidade gabarito resolucao
Exercicios contabilidade gabarito resolucaocapitulocontabil
 
Exercicios resolvidos contabilidade aula 05
Exercicios resolvidos contabilidade   aula 05Exercicios resolvidos contabilidade   aula 05
Exercicios resolvidos contabilidade aula 05contacontabil
 
Contabilidade i exercício 06 - plano de contas e balanço patrimonial
Contabilidade i   exercício 06 - plano de contas e balanço patrimonialContabilidade i   exercício 06 - plano de contas e balanço patrimonial
Contabilidade i exercício 06 - plano de contas e balanço patrimonialapostilacontabil
 
Exercicios resolvidos lançamentos
Exercicios resolvidos lançamentosExercicios resolvidos lançamentos
Exercicios resolvidos lançamentossimuladocontabil
 

Mais procurados (20)

1000 exercicios resolvidos contabilidade
1000 exercicios resolvidos contabilidade1000 exercicios resolvidos contabilidade
1000 exercicios resolvidos contabilidade
 
Razonete e Balancete (modo simplificado)
Razonete e Balancete (modo simplificado)Razonete e Balancete (modo simplificado)
Razonete e Balancete (modo simplificado)
 
Livro de exercício - contabilidade introdutória
Livro de exercício   - contabilidade introdutóriaLivro de exercício   - contabilidade introdutória
Livro de exercício - contabilidade introdutória
 
Balanço patrimonial
Balanço patrimonialBalanço patrimonial
Balanço patrimonial
 
Balancetes e razonetes cap 05
Balancetes e razonetes cap 05Balancetes e razonetes cap 05
Balancetes e razonetes cap 05
 
Contabilidade introdutória livro exercícios
Contabilidade introdutória   livro exercíciosContabilidade introdutória   livro exercícios
Contabilidade introdutória livro exercícios
 
Contabilidade i exercício 10 - re balancete razonete
Contabilidade i   exercício 10 - re balancete razoneteContabilidade i   exercício 10 - re balancete razonete
Contabilidade i exercício 10 - re balancete razonete
 
Exercício contabilidade débito e crédito
Exercício contabilidade débito e créditoExercício contabilidade débito e crédito
Exercício contabilidade débito e crédito
 
Caderno de exercicios de contabilidade-ii FUCCAMP, razonetes e balancetes
Caderno de exercicios de contabilidade-ii FUCCAMP, razonetes e balancetesCaderno de exercicios de contabilidade-ii FUCCAMP, razonetes e balancetes
Caderno de exercicios de contabilidade-ii FUCCAMP, razonetes e balancetes
 
Exercicios contabilidade 01 gabarito
Exercicios contabilidade 01 gabaritoExercicios contabilidade 01 gabarito
Exercicios contabilidade 01 gabarito
 
Balanço patrimonial
Balanço patrimonialBalanço patrimonial
Balanço patrimonial
 
Exercicios contabilidade com operações com mercadorias
Exercicios contabilidade  com operações com mercadoriasExercicios contabilidade  com operações com mercadorias
Exercicios contabilidade com operações com mercadorias
 
Exemplo resolvido modelo peps
Exemplo resolvido modelo pepsExemplo resolvido modelo peps
Exemplo resolvido modelo peps
 
Contabilidade i exercício 09 - re balancete razonete
Contabilidade i   exercício 09 - re balancete razoneteContabilidade i   exercício 09 - re balancete razonete
Contabilidade i exercício 09 - re balancete razonete
 
Exercicios contabilidade gabarito resolucao
Exercicios contabilidade gabarito resolucaoExercicios contabilidade gabarito resolucao
Exercicios contabilidade gabarito resolucao
 
Balancetes e razonetes cap 82
Balancetes e razonetes cap 82Balancetes e razonetes cap 82
Balancetes e razonetes cap 82
 
Exercicios resolvidos contabilidade aula 05
Exercicios resolvidos contabilidade   aula 05Exercicios resolvidos contabilidade   aula 05
Exercicios resolvidos contabilidade aula 05
 
Contabilidade i exercício 06 - plano de contas e balanço patrimonial
Contabilidade i   exercício 06 - plano de contas e balanço patrimonialContabilidade i   exercício 06 - plano de contas e balanço patrimonial
Contabilidade i exercício 06 - plano de contas e balanço patrimonial
 
Contabilidade conceitos básicos
Contabilidade   conceitos básicosContabilidade   conceitos básicos
Contabilidade conceitos básicos
 
Exercicios resolvidos lançamentos
Exercicios resolvidos lançamentosExercicios resolvidos lançamentos
Exercicios resolvidos lançamentos
 

Destaque

1ºBACH ECONOMÍA Repaso temas 5 6-7 (gh23)
1ºBACH ECONOMÍA Repaso temas 5 6-7 (gh23)1ºBACH ECONOMÍA Repaso temas 5 6-7 (gh23)
1ºBACH ECONOMÍA Repaso temas 5 6-7 (gh23)Geohistoria23
 
De Reis van de Heldin december 2015
De Reis van de Heldin december 2015De Reis van de Heldin december 2015
De Reis van de Heldin december 2015Peter de Kuster
 
Error messages
Error messagesError messages
Error messagesrtinkelman
 
Análisis situacional integral de salud final
 Análisis situacional integral de salud final Análisis situacional integral de salud final
Análisis situacional integral de salud finalEstefanía Echeverría
 
JULIOPARI - Elaborando un Plan de Negocios
JULIOPARI - Elaborando un Plan de NegociosJULIOPARI - Elaborando un Plan de Negocios
JULIOPARI - Elaborando un Plan de NegociosJulio Pari
 
Portafolio de Evidencias de mi Práctica Docente
Portafolio de Evidencias de mi Práctica DocentePortafolio de Evidencias de mi Práctica Docente
Portafolio de Evidencias de mi Práctica DocenteNorma Vega
 
1ºBACH Economía Tema 5 Oferta y demanda
1ºBACH Economía Tema 5 Oferta y demanda1ºBACH Economía Tema 5 Oferta y demanda
1ºBACH Economía Tema 5 Oferta y demandaGeohistoria23
 
Onderzoeksrapport acrs v3.0_definitief
Onderzoeksrapport acrs v3.0_definitiefOnderzoeksrapport acrs v3.0_definitief
Onderzoeksrapport acrs v3.0_definitiefrloggen
 
Como hacer un plan de negocios
Como hacer un plan de negociosComo hacer un plan de negocios
Como hacer un plan de negociosXPINNERPablo
 
El emprendedor y el empresario profesional cert
El emprendedor y el empresario profesional certEl emprendedor y el empresario profesional cert
El emprendedor y el empresario profesional certMaestros Online
 
Schrijven voor het web
Schrijven voor het webSchrijven voor het web
Schrijven voor het webSimone Levie
 
Estrategias competitivas básicas
Estrategias competitivas básicasEstrategias competitivas básicas
Estrategias competitivas básicasLarryJimenez
 
Evidence: Describing my kitchen. ENGLISH DOT WORKS 2. SENA.
Evidence: Describing my kitchen. ENGLISH DOT WORKS 2. SENA.Evidence: Describing my kitchen. ENGLISH DOT WORKS 2. SENA.
Evidence: Describing my kitchen. ENGLISH DOT WORKS 2. SENA... ..
 

Destaque (20)

"Protección de la salud mental luego del terremoto y tsunami del 27 de febrer...
"Protección de la salud mental luego del terremoto y tsunami del 27 de febrer..."Protección de la salud mental luego del terremoto y tsunami del 27 de febrer...
"Protección de la salud mental luego del terremoto y tsunami del 27 de febrer...
 
1ºBACH ECONOMÍA Repaso temas 5 6-7 (gh23)
1ºBACH ECONOMÍA Repaso temas 5 6-7 (gh23)1ºBACH ECONOMÍA Repaso temas 5 6-7 (gh23)
1ºBACH ECONOMÍA Repaso temas 5 6-7 (gh23)
 
De Reis van de Heldin december 2015
De Reis van de Heldin december 2015De Reis van de Heldin december 2015
De Reis van de Heldin december 2015
 
Error messages
Error messagesError messages
Error messages
 
Análisis situacional integral de salud final
 Análisis situacional integral de salud final Análisis situacional integral de salud final
Análisis situacional integral de salud final
 
Geheugen verbeteren
Geheugen verbeterenGeheugen verbeteren
Geheugen verbeteren
 
JULIOPARI - Elaborando un Plan de Negocios
JULIOPARI - Elaborando un Plan de NegociosJULIOPARI - Elaborando un Plan de Negocios
JULIOPARI - Elaborando un Plan de Negocios
 
Portafolio de Evidencias de mi Práctica Docente
Portafolio de Evidencias de mi Práctica DocentePortafolio de Evidencias de mi Práctica Docente
Portafolio de Evidencias de mi Práctica Docente
 
De impact van adhd
De impact van adhdDe impact van adhd
De impact van adhd
 
PMP Sonora Saludable 2010 2015
PMP Sonora Saludable 2010   2015  PMP Sonora Saludable 2010   2015
PMP Sonora Saludable 2010 2015
 
1ºBACH Economía Tema 5 Oferta y demanda
1ºBACH Economía Tema 5 Oferta y demanda1ºBACH Economía Tema 5 Oferta y demanda
1ºBACH Economía Tema 5 Oferta y demanda
 
Tears In The Rain
Tears In The RainTears In The Rain
Tears In The Rain
 
Onderzoeksrapport acrs v3.0_definitief
Onderzoeksrapport acrs v3.0_definitiefOnderzoeksrapport acrs v3.0_definitief
Onderzoeksrapport acrs v3.0_definitief
 
Como hacer un plan de negocios
Como hacer un plan de negociosComo hacer un plan de negocios
Como hacer un plan de negocios
 
El emprendedor y el empresario profesional cert
El emprendedor y el empresario profesional certEl emprendedor y el empresario profesional cert
El emprendedor y el empresario profesional cert
 
Schrijven voor het web
Schrijven voor het webSchrijven voor het web
Schrijven voor het web
 
Estrategias competitivas básicas
Estrategias competitivas básicasEstrategias competitivas básicas
Estrategias competitivas básicas
 
Cápsula 1. estudios de mercado
Cápsula 1. estudios de mercadoCápsula 1. estudios de mercado
Cápsula 1. estudios de mercado
 
Rodriguez alvarez
Rodriguez alvarezRodriguez alvarez
Rodriguez alvarez
 
Evidence: Describing my kitchen. ENGLISH DOT WORKS 2. SENA.
Evidence: Describing my kitchen. ENGLISH DOT WORKS 2. SENA.Evidence: Describing my kitchen. ENGLISH DOT WORKS 2. SENA.
Evidence: Describing my kitchen. ENGLISH DOT WORKS 2. SENA.
 

Semelhante a Aula 05 balanço patrimonial - grupo de contas

Caderno de-exercicios-contab-ii
Caderno de-exercicios-contab-iiCaderno de-exercicios-contab-ii
Caderno de-exercicios-contab-iiNeimar Pereira
 
Caderno de-exercicios-contab-ii
Caderno de-exercicios-contab-iiCaderno de-exercicios-contab-ii
Caderno de-exercicios-contab-iizeramento contabil
 
Demonstrações contábeis balanço patrimonial, demonstração de resultado e flux...
Demonstrações contábeis balanço patrimonial, demonstração de resultado e flux...Demonstrações contábeis balanço patrimonial, demonstração de resultado e flux...
Demonstrações contábeis balanço patrimonial, demonstração de resultado e flux...Concurseiro Antenado
 
Cap 1 Fundamentos da gestao do capital de giro
Cap 1   Fundamentos da gestao do capital de giroCap 1   Fundamentos da gestao do capital de giro
Cap 1 Fundamentos da gestao do capital de giroFEARP/USP
 
Cap 1 fundamentos da gestao do capital de giro
Cap 1   fundamentos da gestao do capital de giroCap 1   fundamentos da gestao do capital de giro
Cap 1 fundamentos da gestao do capital de giroadrielmfbranco
 
Adm capital de giro - questões com respostas
Adm capital de giro - questões com respostasAdm capital de giro - questões com respostas
Adm capital de giro - questões com respostasLeandro Trelesse Vieira
 
Analise demonstracoes financeira_aula05
Analise demonstracoes financeira_aula05Analise demonstracoes financeira_aula05
Analise demonstracoes financeira_aula05contacontabil
 
Unidade I - AFO UNINASSAU.pdf
Unidade I - AFO UNINASSAU.pdfUnidade I - AFO UNINASSAU.pdf
Unidade I - AFO UNINASSAU.pdfJAIMEMARTINS18
 
Aula 4-analise-vertical-e-horizontal
Aula 4-analise-vertical-e-horizontalAula 4-analise-vertical-e-horizontal
Aula 4-analise-vertical-e-horizontalReginaldo Santana
 
REVISÃO DA ANALISE FINANCEIRA
REVISÃO DA ANALISE FINANCEIRAREVISÃO DA ANALISE FINANCEIRA
REVISÃO DA ANALISE FINANCEIRAFábio Pedro
 
Estrutura das dem contabeis aula 1
Estrutura das dem contabeis   aula 1Estrutura das dem contabeis   aula 1
Estrutura das dem contabeis aula 1joseesade
 
Caderno - Análise Financeira
Caderno - Análise FinanceiraCaderno - Análise Financeira
Caderno - Análise FinanceiraCadernos PPT
 
Trabalho em grupo de analise financeira curso de gestao de empresa - 3ano -...
Trabalho em grupo de analise financeira   curso de gestao de empresa - 3ano -...Trabalho em grupo de analise financeira   curso de gestao de empresa - 3ano -...
Trabalho em grupo de analise financeira curso de gestao de empresa - 3ano -...Universidade Pedagogica
 

Semelhante a Aula 05 balanço patrimonial - grupo de contas (20)

Indices adc
Indices adcIndices adc
Indices adc
 
Palestra capital de giro
Palestra capital de giroPalestra capital de giro
Palestra capital de giro
 
Demonstrações
DemonstraçõesDemonstrações
Demonstrações
 
Demonstrações
DemonstraçõesDemonstrações
Demonstrações
 
Caderno de-exercicios-contab-ii
Caderno de-exercicios-contab-iiCaderno de-exercicios-contab-ii
Caderno de-exercicios-contab-ii
 
Caderno de-exercicios-contab-ii
Caderno de-exercicios-contab-iiCaderno de-exercicios-contab-ii
Caderno de-exercicios-contab-ii
 
Caderno de-exercicios-contab-ii
Caderno de-exercicios-contab-iiCaderno de-exercicios-contab-ii
Caderno de-exercicios-contab-ii
 
Demonstrações contábeis balanço patrimonial, demonstração de resultado e flux...
Demonstrações contábeis balanço patrimonial, demonstração de resultado e flux...Demonstrações contábeis balanço patrimonial, demonstração de resultado e flux...
Demonstrações contábeis balanço patrimonial, demonstração de resultado e flux...
 
Cap 1 Fundamentos da gestao do capital de giro
Cap 1   Fundamentos da gestao do capital de giroCap 1   Fundamentos da gestao do capital de giro
Cap 1 Fundamentos da gestao do capital de giro
 
Cap 1 fundamentos da gestao do capital de giro
Cap 1   fundamentos da gestao do capital de giroCap 1   fundamentos da gestao do capital de giro
Cap 1 fundamentos da gestao do capital de giro
 
Adm capital de giro - questões com respostas
Adm capital de giro - questões com respostasAdm capital de giro - questões com respostas
Adm capital de giro - questões com respostas
 
Analise demonstracoes financeira_aula05
Analise demonstracoes financeira_aula05Analise demonstracoes financeira_aula05
Analise demonstracoes financeira_aula05
 
Unidade I - AFO UNINASSAU.pdf
Unidade I - AFO UNINASSAU.pdfUnidade I - AFO UNINASSAU.pdf
Unidade I - AFO UNINASSAU.pdf
 
Aula 4-analise-vertical-e-horizontal
Aula 4-analise-vertical-e-horizontalAula 4-analise-vertical-e-horizontal
Aula 4-analise-vertical-e-horizontal
 
REVISÃO DA ANALISE FINANCEIRA
REVISÃO DA ANALISE FINANCEIRAREVISÃO DA ANALISE FINANCEIRA
REVISÃO DA ANALISE FINANCEIRA
 
Estrutura das dem contabeis aula 1
Estrutura das dem contabeis   aula 1Estrutura das dem contabeis   aula 1
Estrutura das dem contabeis aula 1
 
Caderno - Análise Financeira
Caderno - Análise FinanceiraCaderno - Análise Financeira
Caderno - Análise Financeira
 
Trabalho em grupo de analise financeira curso de gestao de empresa - 3ano -...
Trabalho em grupo de analise financeira   curso de gestao de empresa - 3ano -...Trabalho em grupo de analise financeira   curso de gestao de empresa - 3ano -...
Trabalho em grupo de analise financeira curso de gestao de empresa - 3ano -...
 
7 indices(ok)
7 indices(ok)7 indices(ok)
7 indices(ok)
 
Doar 0000
Doar 0000Doar 0000
Doar 0000
 

Mais de Raul Alberto

Aula 08 regimes contábeis
Aula 08   regimes contábeisAula 08   regimes contábeis
Aula 08 regimes contábeisRaul Alberto
 
Aula 07 aula de exercícios 1
Aula 07   aula de exercícios 1Aula 07   aula de exercícios 1
Aula 07 aula de exercícios 1Raul Alberto
 
Aula 04 balanço patrimonial - uma introdução
Aula 04   balanço patrimonial - uma introduçãoAula 04   balanço patrimonial - uma introdução
Aula 04 balanço patrimonial - uma introduçãoRaul Alberto
 
Aula 03 princípios contabéis + composição do patrimônio
Aula 03   princípios contabéis + composição do patrimônioAula 03   princípios contabéis + composição do patrimônio
Aula 03 princípios contabéis + composição do patrimônioRaul Alberto
 
Aula 01 apresentação
Aula 01   apresentaçãoAula 01   apresentação
Aula 01 apresentaçãoRaul Alberto
 
Aula 02 conhecimento-contc3a1bil-usuc3a1rios-da-contabilidade
Aula 02 conhecimento-contc3a1bil-usuc3a1rios-da-contabilidadeAula 02 conhecimento-contc3a1bil-usuc3a1rios-da-contabilidade
Aula 02 conhecimento-contc3a1bil-usuc3a1rios-da-contabilidadeRaul Alberto
 

Mais de Raul Alberto (7)

Aula 08 regimes contábeis
Aula 08   regimes contábeisAula 08   regimes contábeis
Aula 08 regimes contábeis
 
Aula 07 aula de exercícios 1
Aula 07   aula de exercícios 1Aula 07   aula de exercícios 1
Aula 07 aula de exercícios 1
 
Aula 06 estoques
Aula 06   estoquesAula 06   estoques
Aula 06 estoques
 
Aula 04 balanço patrimonial - uma introdução
Aula 04   balanço patrimonial - uma introduçãoAula 04   balanço patrimonial - uma introdução
Aula 04 balanço patrimonial - uma introdução
 
Aula 03 princípios contabéis + composição do patrimônio
Aula 03   princípios contabéis + composição do patrimônioAula 03   princípios contabéis + composição do patrimônio
Aula 03 princípios contabéis + composição do patrimônio
 
Aula 01 apresentação
Aula 01   apresentaçãoAula 01   apresentação
Aula 01 apresentação
 
Aula 02 conhecimento-contc3a1bil-usuc3a1rios-da-contabilidade
Aula 02 conhecimento-contc3a1bil-usuc3a1rios-da-contabilidadeAula 02 conhecimento-contc3a1bil-usuc3a1rios-da-contabilidade
Aula 02 conhecimento-contc3a1bil-usuc3a1rios-da-contabilidade
 

Aula 05 balanço patrimonial - grupo de contas

  • 1.
  • 2. DISCIPLINA Contabilidade Aplicada Curso: PG Turma: 1º Período Prof.: Vinícius Souto Maior
  • 4. Objetivo: Agrupar contas de mesma característica (de mesma natureza) para facilitar a leitura do balanço. BALANÇO PATRIMONIAL Ativo Passivo Circulante Não Circulante Circulante Não Circulante Patrimônio Líquido Legislação brasileira:
  • 5. CONCEITO DE CURTO E LONGO PRAZO NA CONTBAILIDADE Curto Prazo Longo Prazo 31.12.12 Término do Exercício Social 31.12.13
  • 6. CONCEITO DE CURTO E LONGO PRAZO NA CONTBAILIDADE Outro conceito de curto prazo, em caráter de exceção, está relacionado ao ciclo operacional da empresa. Ciclo operacional: Tempo que demora para se produzir, vender e receber o produto. Exemplos: empresa que fabrica navios pecuária
  • 7. GRUPOS do ATIVO CIRCULANTE NÃO CIRCULANTE Dinheiro e itens que se transformarão rapidamente em dinheiro Itens que serão transformados em dinheiro a longo prazo.
  • 8. ATIVO CIRCULANTE O ativo circulante é o grupo que gera dinheiro para empresa pagar suas contas a curto prazo. É conhecido como capital de giro ou ativo corrente. Principais classificações: • Disponíveis: Dinheiro em Caixa, Dinheiro em Bancos, Aplicações de Liquidez Imediata; • Duplicatas a receber: dinheiro a receber de terceiros; • Estoques: estoques de mercadorias; • Despesas antecipadas do exercício seguinte:
  • 9. ATIVO NÃO CIRCULANTE Classificações: • REALIZÁVEL A LONGO PRAZO • INVESTIMENTOS • IMOBILIZADO • INTANGÍVEL Dificilmente se transformarão em dinheiro, pois não se destinam a venda. Ativo Fixo
  • 10. ATIVO NÃO CIRCULANTE REALIZÁVEL A LONGO PRAZO Contas a receber a longo prazo, empréstimos a sócios, ... INVESTIMENTOS Aplicações que não têm nada a ver com a atividade da empresa. Exemplo: Compra de ações de outras empresas, obras de arte, terrenos para futura expansão, prédio para renda (aluguel).
  • 11. ATIVO NÃO CIRCULANTE IMOBILIZADO Bens tangíveis destinados à manutenção da atividade principal da empresa ou exercidos com essa finalidade. Exemplos: máquinas, móveis e utensílios, instalações, veículos. INTANGÍVEL Bens incorpóreos destinados a manutenção da empresa ou exercidos com essa finalidade. Exemplos: fundo de comercio, marcas e patente.
  • 12. Ativo Passivo 31-12-11 31-12-12 - -2011 - -2012 Circulante Circulante Disponível 800 500 Duplicatas a Receber 6.200 4.500 Estoque 10.000 8.000 Não circulante Não circulante Realizável a L. Prazo Títulos a Receber 11.000 5.000 Investimentos Ações em outras Cias 4.000 2.000 P.L. Terrenos p/ expansão 6.000 4.000 Imobilizado 18.000 9.000 Intangível 7.000 4.000 Total 63.000 37.000 Total Cia. MAGNUS BALANÇO PATRIMONIAL Em $ mil
  • 13. GRUPOS do PASSIVO CIRCULANTE NÃO CIRCULANTE Dívidas com terceiros que serão pagas a curto prazo. Dívidas com terceiros que serão pagas a longo prazo. (Exigível a Longo Prazo)
  • 14. Ativo Passivo 31-12-11 31-12-12 - -2011 - -2012 Circulante Circulante Disponível 800 500 Fornecedores 5.000 2.000 Duplicatas a Receber 6.200 4.500 Salários a Pagar 6.000 4.000 Estoque 10.000 8.000 Empréstimos 5.800 7.000 Não circulante Contas a Pagar 200 1.000 Realizável a L. Prazo Não circulante Títulos a Receber 11.000 5.000 Exig. a L. Prazo Investimentos Financiamentos 20.000 - Ações em outras Cias 4.000 2.000 P.L. Terrenos p/ expansão 6.000 4.000 Capital 20.000 20.000 Imobilizado 18.000 9.000 Reserva de Lucros 6.000 3.000 Intangível 7.000 4.000 Total 63.000 37.000 Total 63.000 37.000 Cia. MAGNUS BALANÇO PATRIMONIAL Em $ mil
  • 15. Ativo Passivo 31-12-11 31-12-12 - -2011 - -2012 Circulante Circulante Disponível 800 500 Fornecedores 5.000 2.000 Duplicatas a Receber 6.200 4.500 Salários a Pagar 6.000 4.000 Estoque 10.000 8.000 Empréstimos 5.800 7.000 Total do Circulante 17.000 13.000 Contas a Pagar 200 1.000 Não circulante Contas a Pagar 17.000 14.000 Realizável a L. Prazo 11.000 5.000 Não circulante Investimentos 10.000 6.000 Exigível a L Prazo 20.000 - Imobilizado 18.000 9.000 P. L. 26.000 23.000 Intangível 7.000 4.000 Total do Não Circulante 46.000 24.000 Total 63.000 37.000 Total 63.000 37.000 Cia. MAGNUS BALANÇO PATRIMONIAL Em $ mil
  • 16. ATENÇÃO!! Capital Circulante Líquido (CCL) Representa a saúde da empresa; quanto maior o CCL, maior será a flexibilidade financeira da empresa Representa a saúde da empresa; quanto maior o CCL, maior será a flexibilidade financeira da empresa É a parte do Ativo Circulante que não está comprometida com terceiros (Passivo Circulante)
  • 17. Capital Circulante Líquido (CCL) Ativo Passivo Circulante 1.000 Não Circulante 1.000 Circulante 600 Não Circulante 4.000 P.L. 1.000 Total: 2.000 Total: 2.000 CCL = 1.000 – 600 CCL = 400
  • 18. Ilustração ATIVO PASSIVO Circulante 200 ELP (Não Circulante) 370 P. Líquido 430 Total 1.000Total 1.000 ATIVO PASSIVO Circulante 390 ELP (Não Circulante) 10 P. Líquido 600 Total 1.000Total 1.000 BP - Empresa A BP - Empresa B Quantidade da Dívida: Qualidade da Dívida: 570 / 1.000 = 57% (alta) 200 / 570 = 35% (boa) Quantidade da Dívida: Qualidade da Dívida: 400 / 1.000 = 40% (baixa) 390 / 400 = 97,5% (ruim)
  • 19. Ilustração ATIVO PASSIVO Circulante 200 ELP (Não Circulante) 370 P. Líquido 430 Total 1.000Total 1.000 Circulante 280 Não Circulante RLP 20 Imobilizado 700 BP - Empresa A BP - Empresa B ATIVO PASSIVO Circulante 390 ELP (Não Circulante) 10 P. Líquido 600 Total 1.000Total 1.000 Circulante 300 Não Circulante RLP - Imobilizado 700 Situação Financeira de Curto Prazo: AC > PC (Situação Favorável) Situação Financeira de Curto Prazo: AC < PC (Situação Desfavorável)
  • 20. INDICADORES DA SITUAÇÃO FINANCEIRA Liquidez Corrente Ativo Circulante Passivo Circulante = Liquidez Geral (financeira) Ativo Circulante + Realizável a Longo Prazo Passivo Circulante + Exigível a Longo Prazo = Liquidez Seca Ativo Circulante (-) Estoques Passivo Circulante = Liquidez Imediata (absoluta) Disponível (Caixa e Bancos) Passivo Circulante = Espera-se que a Liquidez Corrente seja superior a 1,0 para Indústria e Comércio O ideal é comparar com o desenvolvimento de outras empresas do mesmo ramo de atividade. Desta forma vamos está avaliando o indicador No caso de empresas prestadoras de serviço, a LC poderá ser menor que 1,0 e, ainda assim, ser Situação Liquida Favorável. Por que? Quanto maior esse índice, o tesoureiro terá mais dinheiro disponível para pagar as dívidas a curto prazo. E o Administrador Financeiro? Este índice pode ser bastante útil para um banqueiro
  • 21. Liquidez Corrente (Melhores e Maiores / Exame 2008) SETORES 2004 2005 2006 2007 2008/9 1 Atacado 1,26 1,21 1,33 1,28 1,32 2 Auto-indústria 1,50 1,60 1,50 1,42 1,38 3 Bens de Capital 1,68 1,56 1,52 1,48 1,45 4 Bens de Consumo 1,19 1,18 1,27 1,25 1,28 5 Eletroeletrônicos 1,40 1,90 1,63 1,82 1,31 6 Energia 0,93 0,97 1,11 1,09 1,05 7 Farmacêutico 1,53 1,97 2,33 2,26 1,88 8 Indústria de Construção 1,94 2,09 2,31 2,12 2,03 9 Indústria Digital 1,98 1,84 1,82 1,82 1,87 13 Serviços 0,99 1,07 1,11 1,05 1,08 MEDIANA DOS SETORES 1,40 1,45 1,51 1,38 1,32
  • 22. EXERCÍCIO Fase pré-operacional – Cia. Tempos Modernos (fabricante de patins) Quantia inicial (Capital) de R$ 280.000.000, aplicados da seguinte maneira Financiamento a Longo Prazo de R$ 200.000.000, utilizados da seguinte maneira. A empresa adquire matéria-prima, a prazo, no valor de R$ 260.000.000 para iniciar a produção de patins Bancos conta movimento Caixa Máquinas e Equipamentos Aquisição de “marca” de patins $ 100.000.000 $ 10.000.000 $ 70.000.000 $ 100.000.000 Instalações Ações Móveis e Utensílios $ 170.000.000 $ 20.000.000 $ 10.000.000
  • 23. EXERCÍCIO ATIVO PASSIVO 20-03-13 20-03-13 Circulante Circulante Total Circulante Não Circulante Não Circulante Patrimônio Líquido Total Não Circulante Total do Ativo Total do Passivo + PL BALANÇO PATRIMONIAL Cia. Tempos Modernos Em $ milhões Notas Explicativas: O BP apresentado refere-se à fase pré-operacional da Cia. Tempos Modernos. Por esse motivo, deixamos em branco a coluna do exercício anterior, bem como não apresentamos o Resultado (Lucro ou Prejuízo) e Outras Demonstrações Financeiras
  • 24. EXERCÍCIO ATIVO PASSIVO 20-03-13 20-03-13 Circulante Circulante Disponível 110 - Fornecedores 260 - Estoques 260 - Não Circulante Total Circulante 370 - Financiamentos (ELP) 200 - Não Circulante Investimento 20 - Imobilizado 250 - Patrimônio Líquido Intangível 100 - Capital 280 - Total Não Circulante 370 - Total do Ativo 740 - Total do Passivo + PL 740 - BALANÇO PATRIMONIAL Cia. Tempos Modernos Em $ milhões Notas Explicativas: O BP apresentado refere-se à fase pré-operacional da Cia. Tempos Modernos. Por esse motivo, deixamos em branco a coluna do exercício anterior, bem como não apresentamos o Resultado (Lucro ou Prejuízo) e Outras Demonstrações Financeiras
  • 25. AVALIAÇÃO DO APROVEITAMENTO 1. Para uma indústria, qual o conjunto de contas é classificado no Circulante a) Caixa, Estoque, Duplicatas a Receber, Máquinas. b) Fornecedores, Caixa, Bancos c/ movimento, Estoque. c) Bancos, Caixa, Duplicatas a Receber, Investimentos. d) Estoque, Contas a Pagar, Salários a Pagar, Capital. 2. O Ativo Circulante também é conhecido como: a) Capital de Movimentação. b) Capital Corrente Fixo. c) Capital de Giro Próprio. d) Capital de Giro
  • 26. AVALIAÇÃO DO APROVEITAMENTO 3. Ciclo Operacional refere-se ao período: a) De um ano. b) Do início da industrialização até as vendas das mercadorias. c) Do início da industrialização até o recebimento das duplicatas. d) De atividade operacional da empresa. 4. Ativo Não Circulante significa: a) Ativo Fixo. b) Ativo Total. c) Ativo Real. d) Ativo que não é usado para Giro.
  • 27. AVALIAÇÃO DO APROVEITAMENTO 5. O Não Circulante subdivide-se em: a) Investimentos, Imóveis e RLP. b) Investimentos, Imobilizado e Imóvel. c) Investimentos, Imobilizado, Intangível e RLP. d) Investimentos, Imobilizado e Fixo. 6. Como exemplo de Intangível, temos: a) Marcas comerciais. b) Gastos de Administração. c) Gastos Financeiros. d) Gastos de Assessoria.
  • 28. AVALIAÇÃO DO APROVEITAMENTO 7. Curto Prazo significa: a) Período de até um ano. b) Período de até um ano ou o ciclo operacional, valendo o menor. c) Período de até um ano ou o ciclo operacional, valendo o maior. d) Depende dos diretores da empresa. 8. Em grau de liquidez decrescente, temos: a) Caixa, Estoque, Investimentos... b) Caixa, Estoque, Duplicatas a Receber... c) Bancos, Estoque, Caixa... d) Estoques, Intangível, Investimentos...
  • 29. AVALIAÇÃO DO APROVEITAMENTO 9. Um empréstimo obtido com prazo de seis anos será classificado como: a) Realizável a Longo Prazo (Não Circulante) b) Exigível a Longo Prazo (Não Circulante) c) Patrimônio Líquido. d) Intangível. 10. O ciclo operacional da Cia. A é de 18 meses. Para essa empresa, Curto Prazo será de: a) Um ano. b) Um ano e meio. c) Dois anos. d) Cinco anos.
  • 30. AVALIAÇÃO DO APROVEITAMENTO Gabarito: 1. B 2. D 3. C 4. D 5. C 6. A 7. C 8. A 9. B 10.B