SlideShare uma empresa Scribd logo

Apresentação 8º 2.

Nuno Coelho
Nuno Coelho
Nuno CoelhoProfessor em Escola Secundária IBN Mucana

Apresentação 8º 2.

1 de 10
Baixar para ler offline
01/10/2017
1
Subsistemas
fundamentais
A Terra como
um sistema
Sistema Solar Terra
Sistema
digestivo
Célula
Um sistema é um conjunto de elementos que interagem
uns com os outros e que estão delimitados por uma
fronteira.
Como os elementos de um sistema dependem uns dos
outros, uma alteração num dos elementos tem efeitos nos
restantes e no próprio sistema!
Um sistema pode estar integrado noutros sistemas e pode
incluir sistemas mais restritos ou subsistemas.
01/10/2017
2
Os subsistemas constituintes do sistema Terra são a
atmosfera, a hidrosfera, a geosfera e a biosfera, que
interagem entre si efetuando trocas de matéria e de
energia.
Geosfera Atmosfera
BiosferaHidrosfera
Atmosfera
Camada gasosa que envolve a Terra.
É constituída por azoto, oxigénio, dióxido de carbono e
vapor de água.
Regula o clima e protege a Terra das radiações solares e
dos impactos de corpos sólidos com origem no espaço
extraterrestre.
01/10/2017
3
Hidrosfera
Conjunto dos reservatórios de água do planeta (mares e
oceanos, rios, lagos, glaciares e águas subterrâneas).
Absorve grande parte da radiação solar que atinge a
superfície da Terra, gerando correntes oceânicas que
distribuem energia pelo planeta.
Geosfera
Crusta sólida da Terra.
Formada pelas massas continentais, pelos fundos
marinhos e por todos os materiais que se encontram no
interior do planeta.
Funciona como suporte físico da grande maioria dos seres
vivos e é fonte de materiais necessários à sua
sobrevivência.
01/10/2017
4
Biosfera
Constituída por todos os seres vivos do planeta.
Instalou-se em meios tão diversos como a água, a terra e o
ar.
Algumas interações entre subsistemas terrestres.
A B C D
Atividade
Manual pág.24 e 25
01/10/2017
5
Caderno de
atividades
Ficha 2
Ex. 1 a 3
Origem da vida
na Terra
01/10/2017
6
Quando, onde e como terá surgido a vida no planeta
Terra?
A Ciência ainda não tem todas as respostas para estas
perguntas pelo que existem diversas hipóteses
explicativas, cada uma delas suportada num conjunto de
argumentos.
Atividade
Manual pág.26 e 27
Bactérias
Chaminé
hidrotermal
Depósitos
minerais
Calor do magma
Água
2o
350o
200o
Anúncio

Recomendados

A Expansão marítima
A Expansão marítimaA Expansão marítima
A Expansão marítimacattonia
 
Física e Química 7º Ano - Resumo
Física e Química 7º Ano - ResumoFísica e Química 7º Ano - Resumo
Física e Química 7º Ano - Resumoricardodavidtt
 
Resumos geografia climas
Resumos geografia climasResumos geografia climas
Resumos geografia climasGoreti Carvalho
 
1 a terra e os subsistemas terrestres
1   a terra e os subsistemas terrestres1   a terra e os subsistemas terrestres
1 a terra e os subsistemas terrestresmargaridabt
 
Impulsão e lei de arquimedes
Impulsão e lei de arquimedesImpulsão e lei de arquimedes
Impulsão e lei de arquimedesCasa Ciências
 
Ficha de trabalho_nº1
Ficha de trabalho_nº1Ficha de trabalho_nº1
Ficha de trabalho_nº1Deolinda Silva
 
25 - Comércio à escala mundial
25 - Comércio à escala mundial25 - Comércio à escala mundial
25 - Comércio à escala mundialCarla Freitas
 

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

União europeia
União europeiaUnião europeia
União europeiaPocarolas
 
Variação da temperatura geografia
Variação da temperatura   geografia Variação da temperatura   geografia
Variação da temperatura geografia Thepatriciamartins12
 
O estado do tempo - geografia
O estado do tempo - geografiaO estado do tempo - geografia
O estado do tempo - geografiaCatarina Sequeira
 
Ficha de preparação para o teste de cfq 8º ano2
Ficha de preparação para o teste de cfq 8º ano2Ficha de preparação para o teste de cfq 8º ano2
Ficha de preparação para o teste de cfq 8º ano2Paula Ribeiro
 
Método Científico
Método CientíficoMétodo Científico
Método Científicomargaridabt
 
Relatório dissecação do coração de porco
Relatório dissecação do coração de porcoRelatório dissecação do coração de porco
Relatório dissecação do coração de porcoMaria Freitas
 
Rochas Metamórficas
Rochas MetamórficasRochas Metamórficas
Rochas MetamórficasTânia Reis
 
Esquema rimatico e versos
Esquema rimatico e versosEsquema rimatico e versos
Esquema rimatico e versosdomplex123
 
Ficha informativa_ Environment
Ficha informativa_ EnvironmentFicha informativa_ Environment
Ficha informativa_ EnvironmentRaquel Antunes
 
Comércio à escala mundial
Comércio à escala mundialComércio à escala mundial
Comércio à escala mundialMaria Gomes
 
Ficha avaliação retas e angulos porto editora com resolução
Ficha avaliação retas e angulos porto editora com resoluçãoFicha avaliação retas e angulos porto editora com resolução
Ficha avaliação retas e angulos porto editora com resoluçãoArminda Oliveira
 
O CLIMA - Meio Natural 9º
O CLIMA - Meio Natural 9ºO CLIMA - Meio Natural 9º
O CLIMA - Meio Natural 9ºVictor Veiga
 
A posição de Portugal na Europa e no Mundo
A posição de Portugal na Europa e no MundoA posição de Portugal na Europa e no Mundo
A posição de Portugal na Europa e no MundoVictor Veiga
 
Reacções químicas 8ºano
Reacções químicas 8ºanoReacções químicas 8ºano
Reacções químicas 8ºanoadelinoqueiroz
 

Mais procurados (20)

União europeia
União europeiaUnião europeia
União europeia
 
Variação da temperatura geografia
Variação da temperatura   geografia Variação da temperatura   geografia
Variação da temperatura geografia
 
O estado do tempo - geografia
O estado do tempo - geografiaO estado do tempo - geografia
O estado do tempo - geografia
 
A Pesca
A PescaA Pesca
A Pesca
 
Ficha de preparação para o teste de cfq 8º ano2
Ficha de preparação para o teste de cfq 8º ano2Ficha de preparação para o teste de cfq 8º ano2
Ficha de preparação para o teste de cfq 8º ano2
 
Método Científico
Método CientíficoMétodo Científico
Método Científico
 
Relatório dissecação do coração de porco
Relatório dissecação do coração de porcoRelatório dissecação do coração de porco
Relatório dissecação do coração de porco
 
Resumos 8 ano
Resumos 8 anoResumos 8 ano
Resumos 8 ano
 
Rochas Metamórficas
Rochas MetamórficasRochas Metamórficas
Rochas Metamórficas
 
Romanos
RomanosRomanos
Romanos
 
Esquema rimatico e versos
Esquema rimatico e versosEsquema rimatico e versos
Esquema rimatico e versos
 
Ficha informativa_ Environment
Ficha informativa_ EnvironmentFicha informativa_ Environment
Ficha informativa_ Environment
 
Comércio à escala mundial
Comércio à escala mundialComércio à escala mundial
Comércio à escala mundial
 
Resumos de ciências - 8.º Ano
Resumos de ciências - 8.º AnoResumos de ciências - 8.º Ano
Resumos de ciências - 8.º Ano
 
Ficha avaliação retas e angulos porto editora com resolução
Ficha avaliação retas e angulos porto editora com resoluçãoFicha avaliação retas e angulos porto editora com resolução
Ficha avaliação retas e angulos porto editora com resolução
 
O CLIMA - Meio Natural 9º
O CLIMA - Meio Natural 9ºO CLIMA - Meio Natural 9º
O CLIMA - Meio Natural 9º
 
Barca bela
Barca belaBarca bela
Barca bela
 
A posição de Portugal na Europa e no Mundo
A posição de Portugal na Europa e no MundoA posição de Portugal na Europa e no Mundo
A posição de Portugal na Europa e no Mundo
 
Reacções químicas 8ºano
Reacções químicas 8ºanoReacções químicas 8ºano
Reacções químicas 8ºano
 
Funções sintáticas
Funções sintáticasFunções sintáticas
Funções sintáticas
 

Destaque

A Terra como um sistema
A Terra como um sistemaA Terra como um sistema
A Terra como um sistemaCatir
 
Condições da terra que permitem a existência da vida
Condições da terra que permitem a existência da vidaCondições da terra que permitem a existência da vida
Condições da terra que permitem a existência da vidacn2012
 
A terra como um sistema
A terra como um sistemaA terra como um sistema
A terra como um sistemahugo dias
 

Destaque (8)

F F 8º E A T
F F 8º E A TF F 8º E A T
F F 8º E A T
 
8º 3.
8º 3.8º 3.
8º 3.
 
F F 8º S T
F F 8º S TF F 8º S T
F F 8º S T
 
A Terra como um sistema
A Terra como um sistemaA Terra como um sistema
A Terra como um sistema
 
Sistema terra
Sistema terraSistema terra
Sistema terra
 
A célula
A célulaA célula
A célula
 
Condições da terra que permitem a existência da vida
Condições da terra que permitem a existência da vidaCondições da terra que permitem a existência da vida
Condições da terra que permitem a existência da vida
 
A terra como um sistema
A terra como um sistemaA terra como um sistema
A terra como um sistema
 

Semelhante a Apresentação 8º 2.

A terra como um sistema
A terra como um sistemaA terra como um sistema
A terra como um sistemaN C
 
A terra e os seus subsistemas em interação
A terra e os seus subsistemas em interaçãoA terra e os seus subsistemas em interação
A terra e os seus subsistemas em interaçãoMarília Pereira
 
LYNN MARGULIS - O que é vida?
LYNN MARGULIS - O que é vida?LYNN MARGULIS - O que é vida?
LYNN MARGULIS - O que é vida?Carlos Burke
 
Ap 1 a geologia, os geólogos
Ap 1   a geologia, os geólogosAp 1   a geologia, os geólogos
Ap 1 a geologia, os geólogosessg
 
Condições da Terra que permitiram o desenvolvimento e a manutenção da vida.docx
Condições da Terra que permitiram o desenvolvimento e a manutenção da vida.docxCondições da Terra que permitiram o desenvolvimento e a manutenção da vida.docx
Condições da Terra que permitiram o desenvolvimento e a manutenção da vida.docxsonia afonso
 
7º ano a terra como um sistema 2
7º ano   a terra como um sistema 27º ano   a terra como um sistema 2
7º ano a terra como um sistema 2Ricardo Pires
 
1 - A-Terra-e-os-seus-subsistemas-em-interacção (4 aulas) (1).pptx
1 - A-Terra-e-os-seus-subsistemas-em-interacção  (4 aulas) (1).pptx1 - A-Terra-e-os-seus-subsistemas-em-interacção  (4 aulas) (1).pptx
1 - A-Terra-e-os-seus-subsistemas-em-interacção (4 aulas) (1).pptxAntnioAbrantes6
 
O PLANETA TERRA COMO UM SISTEMA QUE OPERA COMO UM ORGANISMO VIVO.pdf
O PLANETA TERRA COMO UM SISTEMA QUE OPERA COMO UM  ORGANISMO VIVO.pdfO PLANETA TERRA COMO UM SISTEMA QUE OPERA COMO UM  ORGANISMO VIVO.pdf
O PLANETA TERRA COMO UM SISTEMA QUE OPERA COMO UM ORGANISMO VIVO.pdfFaga1939
 
odis10_ppt_subsis_terra.pdf
odis10_ppt_subsis_terra.pdfodis10_ppt_subsis_terra.pdf
odis10_ppt_subsis_terra.pdfcarlotapontes2
 
Subsistemas Terrestres - apresentação em PPT
Subsistemas Terrestres - apresentação em PPTSubsistemas Terrestres - apresentação em PPT
Subsistemas Terrestres - apresentação em PPTAna Castro
 
1. Interações entre os subsistemas.pptx
1. Interações entre os subsistemas.pptx1. Interações entre os subsistemas.pptx
1. Interações entre os subsistemas.pptxPedroSilva977422
 
01 Subsistemas Terrestres.pptx
01 Subsistemas Terrestres.pptx01 Subsistemas Terrestres.pptx
01 Subsistemas Terrestres.pptxIsauraSilva13
 

Semelhante a Apresentação 8º 2. (20)

A terra como um sistema
A terra como um sistemaA terra como um sistema
A terra como um sistema
 
A terra e os seus subsistemas em interação
A terra e os seus subsistemas em interaçãoA terra e os seus subsistemas em interação
A terra e os seus subsistemas em interação
 
Ciências1
Ciências1Ciências1
Ciências1
 
Terra um planeta com vida
Terra   um planeta com vidaTerra   um planeta com vida
Terra um planeta com vida
 
Teste de avaliação sobre ecossistemas correcção
Teste de avaliação sobre ecossistemas   correcçãoTeste de avaliação sobre ecossistemas   correcção
Teste de avaliação sobre ecossistemas correcção
 
LYNN MARGULIS - O que é vida?
LYNN MARGULIS - O que é vida?LYNN MARGULIS - O que é vida?
LYNN MARGULIS - O que é vida?
 
Ap 1 a geologia, os geólogos
Ap 1   a geologia, os geólogosAp 1   a geologia, os geólogos
Ap 1 a geologia, os geólogos
 
Condições da Terra que permitiram o desenvolvimento e a manutenção da vida.docx
Condições da Terra que permitiram o desenvolvimento e a manutenção da vida.docxCondições da Terra que permitiram o desenvolvimento e a manutenção da vida.docx
Condições da Terra que permitiram o desenvolvimento e a manutenção da vida.docx
 
Subsistemas
SubsistemasSubsistemas
Subsistemas
 
7º ano a terra como um sistema 2
7º ano   a terra como um sistema 27º ano   a terra como um sistema 2
7º ano a terra como um sistema 2
 
1 - A-Terra-e-os-seus-subsistemas-em-interacção (4 aulas) (1).pptx
1 - A-Terra-e-os-seus-subsistemas-em-interacção  (4 aulas) (1).pptx1 - A-Terra-e-os-seus-subsistemas-em-interacção  (4 aulas) (1).pptx
1 - A-Terra-e-os-seus-subsistemas-em-interacção (4 aulas) (1).pptx
 
O PLANETA TERRA COMO UM SISTEMA QUE OPERA COMO UM ORGANISMO VIVO.pdf
O PLANETA TERRA COMO UM SISTEMA QUE OPERA COMO UM  ORGANISMO VIVO.pdfO PLANETA TERRA COMO UM SISTEMA QUE OPERA COMO UM  ORGANISMO VIVO.pdf
O PLANETA TERRA COMO UM SISTEMA QUE OPERA COMO UM ORGANISMO VIVO.pdf
 
Do planeta natural ao planeta insustentável série 1
Do planeta natural ao planeta insustentável série 1Do planeta natural ao planeta insustentável série 1
Do planeta natural ao planeta insustentável série 1
 
odis10_ppt_subsis_terra.pdf
odis10_ppt_subsis_terra.pdfodis10_ppt_subsis_terra.pdf
odis10_ppt_subsis_terra.pdf
 
Subsistemas Terrestres - apresentação em PPT
Subsistemas Terrestres - apresentação em PPTSubsistemas Terrestres - apresentação em PPT
Subsistemas Terrestres - apresentação em PPT
 
1. Interações entre os subsistemas.pptx
1. Interações entre os subsistemas.pptx1. Interações entre os subsistemas.pptx
1. Interações entre os subsistemas.pptx
 
Do planeta natural ao planeta insustentável série 1
Do planeta natural ao planeta insustentável série 1Do planeta natural ao planeta insustentável série 1
Do planeta natural ao planeta insustentável série 1
 
Apostila ecologia
Apostila ecologiaApostila ecologia
Apostila ecologia
 
01 Subsistemas Terrestres.pptx
01 Subsistemas Terrestres.pptx01 Subsistemas Terrestres.pptx
01 Subsistemas Terrestres.pptx
 
8 ano juvencio2018
8 ano juvencio20188 ano juvencio2018
8 ano juvencio2018
 

Mais de Nuno Coelho (20)

9º 4.1
9º 4.19º 4.1
9º 4.1
 
9º 3.3
9º 3.39º 3.3
9º 3.3
 
9º 3.1.
9º 3.1. 9º 3.1.
9º 3.1.
 
7º 1.2.
7º 1.2.7º 1.2.
7º 1.2.
 
9º 2.
9º 2.9º 2.
9º 2.
 
7º 1.1.
7º 1.1.7º 1.1.
7º 1.1.
 
7º 4.2.
7º 4.2. 7º 4.2.
7º 4.2.
 
8º 7.2
8º 7.2 8º 7.2
8º 7.2
 
8º 7.1.
8º 7.1. 8º 7.1.
8º 7.1.
 
7º 4.1.
7º 4.1. 7º 4.1.
7º 4.1.
 
7º 3.
7º 3. 7º 3.
7º 3.
 
8º ano 6.2
8º ano 6.28º ano 6.2
8º ano 6.2
 
8º ano 6.1
8º ano 6.18º ano 6.1
8º ano 6.1
 
8º ano 5.4
8º ano 5.4 8º ano 5.4
8º ano 5.4
 
8º ano 5.3
8º ano 5.38º ano 5.3
8º ano 5.3
 
7º 2.3.
7º 2.3. 7º 2.3.
7º 2.3.
 
7º 2.2.
7º 2.2.7º 2.2.
7º 2.2.
 
8º ano 5.2
8º ano 5.2 8º ano 5.2
8º ano 5.2
 
7º 1.3.
7º 1.3.7º 1.3.
7º 1.3.
 
Apresentação 8º 1-
Apresentação 8º 1-Apresentação 8º 1-
Apresentação 8º 1-
 

Último

Quiz | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
Quiz | EURO - 25 anos do lançamento da moeda únicaQuiz | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
Quiz | EURO - 25 anos do lançamento da moeda únicaCentro Jacques Delors
 
A extensão universitária do curso de Ciências Contábeis, por meio do Programa...
A extensão universitária do curso de Ciências Contábeis, por meio do Programa...A extensão universitária do curso de Ciências Contábeis, por meio do Programa...
A extensão universitária do curso de Ciências Contábeis, por meio do Programa...Colaborar Educacional
 
Introdução à teoria do cinema - Robert Stam.pdf
Introdução à teoria do cinema - Robert Stam.pdfIntrodução à teoria do cinema - Robert Stam.pdf
Introdução à teoria do cinema - Robert Stam.pdfssuser2af87a
 
PROJETO INTERDISCIPLINAR 6º AO 9º ANOS - 2.docx
PROJETO INTERDISCIPLINAR 6º AO 9º ANOS - 2.docxPROJETO INTERDISCIPLINAR 6º AO 9º ANOS - 2.docx
PROJETO INTERDISCIPLINAR 6º AO 9º ANOS - 2.docxssuser86fd77
 
3° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
3° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf3° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
3° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdfkelvindasilvadiasw
 
Cosmologia Modelo Matemático do Universo 5.pdf
Cosmologia Modelo Matemático do Universo 5.pdfCosmologia Modelo Matemático do Universo 5.pdf
Cosmologia Modelo Matemático do Universo 5.pdfalexandrerodriguespk
 
LUSSOCARS TRABAJO PARA LA CLASE QUE TENGO
LUSSOCARS TRABAJO PARA LA CLASE QUE TENGOLUSSOCARS TRABAJO PARA LA CLASE QUE TENGO
LUSSOCARS TRABAJO PARA LA CLASE QUE TENGOxogilo3990
 
Trovadorismo, Humanismo, Classicismo e Quinhentismo
Trovadorismo, Humanismo, Classicismo e QuinhentismoTrovadorismo, Humanismo, Classicismo e Quinhentismo
Trovadorismo, Humanismo, Classicismo e QuinhentismoPaula Meyer Piagentini
 
COSMOLOGIA DA ENERGIA - ESTRELAS - MODELO DO UNIVERSO VOLUME 6.pdf
COSMOLOGIA DA ENERGIA -  ESTRELAS - MODELO DO UNIVERSO VOLUME 6.pdfCOSMOLOGIA DA ENERGIA -  ESTRELAS - MODELO DO UNIVERSO VOLUME 6.pdf
COSMOLOGIA DA ENERGIA - ESTRELAS - MODELO DO UNIVERSO VOLUME 6.pdfalexandrerodriguespk
 
Relatório Ação Saberes Indígenas na Escola - Grupo de Pesquisa Unã Baina
Relatório Ação Saberes Indígenas na Escola - Grupo de Pesquisa Unã BainaRelatório Ação Saberes Indígenas na Escola - Grupo de Pesquisa Unã Baina
Relatório Ação Saberes Indígenas na Escola - Grupo de Pesquisa Unã Bainaifacasie
 
Apresentação Aula Usabilidade Web Jogos e Apps
Apresentação Aula Usabilidade Web Jogos e AppsApresentação Aula Usabilidade Web Jogos e Apps
Apresentação Aula Usabilidade Web Jogos e AppsAlexandre Oliveira
 
TEMPLATE relatório de praticas por aluno.pptx
TEMPLATE relatório de praticas por aluno.pptxTEMPLATE relatório de praticas por aluno.pptx
TEMPLATE relatório de praticas por aluno.pptxAssisTeixeira2
 
CURRICULO ed integral.pdf
CURRICULO ed integral.pdfCURRICULO ed integral.pdf
CURRICULO ed integral.pdfdaniele690933
 
O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!
O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!
O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!Psyc company
 
Transforme seu Corpo em Casa_ Dicas e Estratégias de Rotinas de Exercícios Si...
Transforme seu Corpo em Casa_ Dicas e Estratégias de Rotinas de Exercícios Si...Transforme seu Corpo em Casa_ Dicas e Estratégias de Rotinas de Exercícios Si...
Transforme seu Corpo em Casa_ Dicas e Estratégias de Rotinas de Exercícios Si...manoelaarmani
 
COSMOLOGIA DA ENERGIA ESTRELAS - VOLUME 6. EDIÇÃO 2^^.pdf
COSMOLOGIA DA ENERGIA ESTRELAS - VOLUME 6. EDIÇÃO 2^^.pdfCOSMOLOGIA DA ENERGIA ESTRELAS - VOLUME 6. EDIÇÃO 2^^.pdf
COSMOLOGIA DA ENERGIA ESTRELAS - VOLUME 6. EDIÇÃO 2^^.pdfalexandrerodriguespk
 
A realização das atividades extensionistas do CST em Gestão Financeira, vincu...
A realização das atividades extensionistas do CST em Gestão Financeira, vincu...A realização das atividades extensionistas do CST em Gestão Financeira, vincu...
A realização das atividades extensionistas do CST em Gestão Financeira, vincu...Colaborar Educacional
 
Minimalismo Fitness Simplifique sua Rotina de Exercícios e Maximize Resultado...
Minimalismo Fitness Simplifique sua Rotina de Exercícios e Maximize Resultado...Minimalismo Fitness Simplifique sua Rotina de Exercícios e Maximize Resultado...
Minimalismo Fitness Simplifique sua Rotina de Exercícios e Maximize Resultado...manoelaarmani
 
CIÊNCIAS CONTÁBEIS - BACHARELADO/PROJETO DE EXTENSÃO I - CIÊNCIAS CONTÁBEIS
CIÊNCIAS CONTÁBEIS - BACHARELADO/PROJETO DE EXTENSÃO I - CIÊNCIAS CONTÁBEISCIÊNCIAS CONTÁBEIS - BACHARELADO/PROJETO DE EXTENSÃO I - CIÊNCIAS CONTÁBEIS
CIÊNCIAS CONTÁBEIS - BACHARELADO/PROJETO DE EXTENSÃO I - CIÊNCIAS CONTÁBEISColaborar Educacional
 
RUGAS: MARCAS DE EXPRESSÃO DA VIDA (UM ULTIMATO SOBRE O TEMPO!)
RUGAS: MARCAS DE EXPRESSÃO DA VIDA (UM ULTIMATO SOBRE O TEMPO!)RUGAS: MARCAS DE EXPRESSÃO DA VIDA (UM ULTIMATO SOBRE O TEMPO!)
RUGAS: MARCAS DE EXPRESSÃO DA VIDA (UM ULTIMATO SOBRE O TEMPO!)Adriano De Souza Sobrenome
 

Último (20)

Quiz | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
Quiz | EURO - 25 anos do lançamento da moeda únicaQuiz | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
Quiz | EURO - 25 anos do lançamento da moeda única
 
A extensão universitária do curso de Ciências Contábeis, por meio do Programa...
A extensão universitária do curso de Ciências Contábeis, por meio do Programa...A extensão universitária do curso de Ciências Contábeis, por meio do Programa...
A extensão universitária do curso de Ciências Contábeis, por meio do Programa...
 
Introdução à teoria do cinema - Robert Stam.pdf
Introdução à teoria do cinema - Robert Stam.pdfIntrodução à teoria do cinema - Robert Stam.pdf
Introdução à teoria do cinema - Robert Stam.pdf
 
PROJETO INTERDISCIPLINAR 6º AO 9º ANOS - 2.docx
PROJETO INTERDISCIPLINAR 6º AO 9º ANOS - 2.docxPROJETO INTERDISCIPLINAR 6º AO 9º ANOS - 2.docx
PROJETO INTERDISCIPLINAR 6º AO 9º ANOS - 2.docx
 
3° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
3° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf3° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
3° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
 
Cosmologia Modelo Matemático do Universo 5.pdf
Cosmologia Modelo Matemático do Universo 5.pdfCosmologia Modelo Matemático do Universo 5.pdf
Cosmologia Modelo Matemático do Universo 5.pdf
 
LUSSOCARS TRABAJO PARA LA CLASE QUE TENGO
LUSSOCARS TRABAJO PARA LA CLASE QUE TENGOLUSSOCARS TRABAJO PARA LA CLASE QUE TENGO
LUSSOCARS TRABAJO PARA LA CLASE QUE TENGO
 
Trovadorismo, Humanismo, Classicismo e Quinhentismo
Trovadorismo, Humanismo, Classicismo e QuinhentismoTrovadorismo, Humanismo, Classicismo e Quinhentismo
Trovadorismo, Humanismo, Classicismo e Quinhentismo
 
COSMOLOGIA DA ENERGIA - ESTRELAS - MODELO DO UNIVERSO VOLUME 6.pdf
COSMOLOGIA DA ENERGIA -  ESTRELAS - MODELO DO UNIVERSO VOLUME 6.pdfCOSMOLOGIA DA ENERGIA -  ESTRELAS - MODELO DO UNIVERSO VOLUME 6.pdf
COSMOLOGIA DA ENERGIA - ESTRELAS - MODELO DO UNIVERSO VOLUME 6.pdf
 
Relatório Ação Saberes Indígenas na Escola - Grupo de Pesquisa Unã Baina
Relatório Ação Saberes Indígenas na Escola - Grupo de Pesquisa Unã BainaRelatório Ação Saberes Indígenas na Escola - Grupo de Pesquisa Unã Baina
Relatório Ação Saberes Indígenas na Escola - Grupo de Pesquisa Unã Baina
 
Apresentação Aula Usabilidade Web Jogos e Apps
Apresentação Aula Usabilidade Web Jogos e AppsApresentação Aula Usabilidade Web Jogos e Apps
Apresentação Aula Usabilidade Web Jogos e Apps
 
TEMPLATE relatório de praticas por aluno.pptx
TEMPLATE relatório de praticas por aluno.pptxTEMPLATE relatório de praticas por aluno.pptx
TEMPLATE relatório de praticas por aluno.pptx
 
CURRICULO ed integral.pdf
CURRICULO ed integral.pdfCURRICULO ed integral.pdf
CURRICULO ed integral.pdf
 
O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!
O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!
O Guia Definitivo para Investir em Bitcoin: Domine o Mercado Hoje!
 
Transforme seu Corpo em Casa_ Dicas e Estratégias de Rotinas de Exercícios Si...
Transforme seu Corpo em Casa_ Dicas e Estratégias de Rotinas de Exercícios Si...Transforme seu Corpo em Casa_ Dicas e Estratégias de Rotinas de Exercícios Si...
Transforme seu Corpo em Casa_ Dicas e Estratégias de Rotinas de Exercícios Si...
 
COSMOLOGIA DA ENERGIA ESTRELAS - VOLUME 6. EDIÇÃO 2^^.pdf
COSMOLOGIA DA ENERGIA ESTRELAS - VOLUME 6. EDIÇÃO 2^^.pdfCOSMOLOGIA DA ENERGIA ESTRELAS - VOLUME 6. EDIÇÃO 2^^.pdf
COSMOLOGIA DA ENERGIA ESTRELAS - VOLUME 6. EDIÇÃO 2^^.pdf
 
A realização das atividades extensionistas do CST em Gestão Financeira, vincu...
A realização das atividades extensionistas do CST em Gestão Financeira, vincu...A realização das atividades extensionistas do CST em Gestão Financeira, vincu...
A realização das atividades extensionistas do CST em Gestão Financeira, vincu...
 
Minimalismo Fitness Simplifique sua Rotina de Exercícios e Maximize Resultado...
Minimalismo Fitness Simplifique sua Rotina de Exercícios e Maximize Resultado...Minimalismo Fitness Simplifique sua Rotina de Exercícios e Maximize Resultado...
Minimalismo Fitness Simplifique sua Rotina de Exercícios e Maximize Resultado...
 
CIÊNCIAS CONTÁBEIS - BACHARELADO/PROJETO DE EXTENSÃO I - CIÊNCIAS CONTÁBEIS
CIÊNCIAS CONTÁBEIS - BACHARELADO/PROJETO DE EXTENSÃO I - CIÊNCIAS CONTÁBEISCIÊNCIAS CONTÁBEIS - BACHARELADO/PROJETO DE EXTENSÃO I - CIÊNCIAS CONTÁBEIS
CIÊNCIAS CONTÁBEIS - BACHARELADO/PROJETO DE EXTENSÃO I - CIÊNCIAS CONTÁBEIS
 
RUGAS: MARCAS DE EXPRESSÃO DA VIDA (UM ULTIMATO SOBRE O TEMPO!)
RUGAS: MARCAS DE EXPRESSÃO DA VIDA (UM ULTIMATO SOBRE O TEMPO!)RUGAS: MARCAS DE EXPRESSÃO DA VIDA (UM ULTIMATO SOBRE O TEMPO!)
RUGAS: MARCAS DE EXPRESSÃO DA VIDA (UM ULTIMATO SOBRE O TEMPO!)
 

Apresentação 8º 2.

  • 1. 01/10/2017 1 Subsistemas fundamentais A Terra como um sistema Sistema Solar Terra Sistema digestivo Célula Um sistema é um conjunto de elementos que interagem uns com os outros e que estão delimitados por uma fronteira. Como os elementos de um sistema dependem uns dos outros, uma alteração num dos elementos tem efeitos nos restantes e no próprio sistema! Um sistema pode estar integrado noutros sistemas e pode incluir sistemas mais restritos ou subsistemas.
  • 2. 01/10/2017 2 Os subsistemas constituintes do sistema Terra são a atmosfera, a hidrosfera, a geosfera e a biosfera, que interagem entre si efetuando trocas de matéria e de energia. Geosfera Atmosfera BiosferaHidrosfera Atmosfera Camada gasosa que envolve a Terra. É constituída por azoto, oxigénio, dióxido de carbono e vapor de água. Regula o clima e protege a Terra das radiações solares e dos impactos de corpos sólidos com origem no espaço extraterrestre.
  • 3. 01/10/2017 3 Hidrosfera Conjunto dos reservatórios de água do planeta (mares e oceanos, rios, lagos, glaciares e águas subterrâneas). Absorve grande parte da radiação solar que atinge a superfície da Terra, gerando correntes oceânicas que distribuem energia pelo planeta. Geosfera Crusta sólida da Terra. Formada pelas massas continentais, pelos fundos marinhos e por todos os materiais que se encontram no interior do planeta. Funciona como suporte físico da grande maioria dos seres vivos e é fonte de materiais necessários à sua sobrevivência.
  • 4. 01/10/2017 4 Biosfera Constituída por todos os seres vivos do planeta. Instalou-se em meios tão diversos como a água, a terra e o ar. Algumas interações entre subsistemas terrestres. A B C D Atividade Manual pág.24 e 25
  • 5. 01/10/2017 5 Caderno de atividades Ficha 2 Ex. 1 a 3 Origem da vida na Terra
  • 6. 01/10/2017 6 Quando, onde e como terá surgido a vida no planeta Terra? A Ciência ainda não tem todas as respostas para estas perguntas pelo que existem diversas hipóteses explicativas, cada uma delas suportada num conjunto de argumentos. Atividade Manual pág.26 e 27 Bactérias Chaminé hidrotermal Depósitos minerais Calor do magma Água 2o 350o 200o
  • 7. 01/10/2017 7 Hipótese dos sistemas hidrotermais – Os primeiros seres vivos teriam sido micróbios semelhantes às bactérias atuais que vivem nas fontes hidrotermais do fundo dos oceanos. Estas bactérias não realizam a fotossíntese. Produzem o seu próprio alimento, isto é, compostos orgânicos, a partir de reações químicas entre os compostos inorgânicos libertados pelas chaminés hidrotermais.
  • 8. 01/10/2017 8 Compostos orgânicos simples Azoto Hidrogénio Metano Amónia Dióxido de carbono Vapor de água Radiação ultavioleta Descargas elétricas Calor dos vulcões Bactérias Hipótese da sopa primitiva (Teoria da evolução química)– Os gases da atmosfera primitiva da Terra expelidos pela intensa atividade vulcânica, foram sujeitos a descargas elétricas, a radiação ultravioleta e ao calor dos vulcões.
  • 9. 01/10/2017 9 Estes fenómenos obrigaram estes compostos inorgânicos a reagir entre si dando origem a compostos orgânicos simples que se foram acumulando nos oceanos. Com o tempo, estes compostos organizaram-se e formaram as primeiras células. Mistura de gases Descargas elétricas Condensação Arrefecimento Compostos orgânicos simples Aquecimento Evaporação Vapor de água Experiências de Urey e Miller 9/11
  • 10. 01/10/2017 10 Hipótese da vida ejetada de outros planetas (Teoria da panspermia)– Um forte impacto de meteorito num planeta rochoso próximo da Terra poderia lançar fragmentos de crusta no Espaço. Alguns fragmentos, contendo células abrigadas em fissuras, congeladas e protegidas das radiações, poderiam ser atraídos pela Terra.Marte Teoria Argumentos Sistemas hidrotermais ▪ Nas fontes hidrotermais existem os elementos químicos e a energia (geotérmica) necessários à produção de compostos orgânicos. ▪ O fundo dos oceanos era um local protegido das radiações solares nocivas. Sopa Primitiva ou Evolução quiimica ▪ É possível obter, em laboratório, compostos orgânicos simples a partir de água e gases constituintes da atmosfera primitiva sujeitos a descargas elétricas. Vida ejetada de outros planetas Ou Panspermia ▪ Os constituintes da matéria orgânica (carbono, hidrogénio, oxigénio e azoto) não são exclusivos da Terra e serão comuns noutros planetas. ▪ A matéria orgânica faz parte da composição de alguns meteoritos. ▪ Há indícios, não comprovados, de formas de vida microbiana em meteoritos provenientes de Marte. Manual pág.36 e 37 ex. 6 e 7 Caderno de atividades Ficha 2 Ex. 1 a 3