SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 15
Baixar para ler offline
14/10/2018
1
Regulação do meio interno
Matéria
Energia
O corpo humano funciona como
um sistema aberto, isto é,
realiza trocas de matéria e de
energia com o meio exterior.
Estas trocas são essenciais
para manter constantes as
condições do meio interno.
14/10/2018
2
O meio interno é formado pelos fluidos que
circulam no corpo (sangue e linfa), que banham
todas as células (líquido extracelular) e que
fazem parte da sua constituição (líquido
intracelular).
Líquido
extracelular
Líquido
intracelular
Sangue
Linfa
Homeostasia — Capacidade em manter estáveis as
condições internas do corpo face às contínuas alterações
do meio exterior.
Questões
Manual pág.46
14/10/2018
3
Para manter a
homeostasia, o
organismo necessita
da interconexão de
todos os sistemas de
órgãos, sendo o
sistema nervoso e o
sistema hormonal
particularmente
importantes.
Sistema
respiratório
Pele
Sistema
nervoso
e hormonal
Sistema
circulatório
Sistema
urinário
Sistema
digestivo
Sistema respiratório
Permite as trocas gasosas.
Sistema digestivo
Realiza a receção e
digestão do alimento,
eliminando os resíduos.
Sistema urinário
Elimina os resíduos
azotados e o excesso de
líquidos.
Sistema circulatório
Realiza o transporte de
materiais.
Pele
Protege contra a ação do
meio sobre o corpo.
Sistema nervoso e
hormonal
Realizam a regulação e
coordenação dos processos
metabólicos internos e
ajustes ao meio externo.
Alimentos
e água
Nutrientes
e água
Fezes
Ar
O2
CO2
Urina
Substâncias
tóxicas
(ureia)
Excesso de
água e sais
Excesso
de calor
14/10/2018
4
Estrutura e composição
do corpo humano
Na estrutura do corpo podem
ser considerados diferentes
níveis de organização
biológica.
▪ Nível químico
▪ Nível das células
▪ Nível dos tecidos
▪ Nível dos órgãos
▪ Nível dos sistemas
▪ Nível do organismo
14/10/2018
5
Átomos
Moléculass
Organelos Células
Tecidos
Órgãos
Sistemas
de órgãos
Corpo humano
Nível químico — Os átomos, que são minúsculas
partículas de matéria, juntam-se para formar moléculas
(por exemplo, água, açúcares, gorduras ou proteínas).
ÁtomosMoléculas
14/10/2018
6
Nível das células — As moléculas combinam-se para
constituir organitos (como as mitocôndrias) e células.
Células
Organito
Nível dos tecidos — As células organizam-se em
tecidos. Os tecidos do corpo humano são constituídos por
células do mesmo tipo que desempenham as mesmas
funções.
Células
Tecido
14/10/2018
7
Nível dos órgãos — Os
tecidos constituem os
órgãos. Os órgãos
desempenham funções
específicas que, sendo
desreguladas, perturbam o
funcionamento de todo o
corpo.
Órgão
Nível dos sistemas —
Diferentes órgãos
interligam-se em sistemas.
Por exemplo, o estômago,
os intestinos e o fígado são
órgãos de um mesmo
sistema, o sistema digestivo.
Sistema
14/10/2018
8
Nível do organismo — Refere-se ao corpo humano
como um todo. A este nível, todos os sistemas trabalham
em conjunto para que o corpo possa funcionar
corretamente.
Organismo
Sistema
digestivo
Sistema
cardiovascular
Sistema
linfático
Sistema
respiratório
Sistema
urinário
14/10/2018
9
Sistema
nervoso
Sistema
hormonal
Sistema
reprodutor
Oxigénio
Carbono
Hidrogénio
Azoto
Outros
Elementos-
-traço
65%
18%
10%
3%
0,55%
3,45%
Abundância de elementos químicos no corpo humano
14/10/2018
10
Água 64%
Proteínas
20%
Lípidos
10%
Sais minerais
5%
Açúcares
1%
Abundância de moléculas no corpo humano
Para o estudo das grandes estruturas e sistemas do corpo
humano, é necessário ter por referência as direções
anatómicas — superior, inferior, anterior e posterior.
Anterior Posterior
Superior
Inferior
14/10/2018
11
Existem cinco cavidades principais — as cavidades
craniana, espinal, torácica, abdominal e canal
vertebral.
Cavidade
craniana
Cavidade
torácica
Cavidade
abdominal
Cavidade
pélvical
Canal
vertebral
Pleura
Pericárdio
Peritoneu
Quadro
Craniana Delimitada pelos ossos cranianos, aloja o cérebro.
Canal vertebral
Circundado por vértebras ósseas, contém
a medula espinal.
Torácica
Contém as cavidades pleurais, uma para cada
pulmão, e a cavidade pericárdica, para o coração,
o esófago, a traqueia e os brônquios
Abdominal
Contém o estômago, o baço, o fígado, a vesícula
biliar, o pâncreas, o intestino delgado, a maior
parte do intestino grosso e os rins.
Pélvica
Contém a bexiga, parte do intestino grosso
e os órgãos reprodutores.
14/10/2018
12
Ciência, tecnologia
e corpo humano
Em finais do século XIX, com o aparecimento da
radiografia, tornou-se possível ver o que acontecia sob a
pele sem necessidade de cirurgia. Foi o começo da
medicina não invasiva.
14/10/2018
13
Os raios X emitidos por uma máquina atravessam o corpo
para atingirem uma película fotográfica, criando imagens de sombra, as
radiografias.
Ondas sonoras são emitidas por um transdutor, que é passado
pela parte do corpo a examinar. Um computador analisa os reflexos das
ondas sonoras e cria uma imagem, no ecrã, em tempo real.
14/10/2018
14
Os endoscópios, aparelhos dotados de uma fonte de luz e de tecnologia
de imagem, podem ser inseridos em orifícios naturais, como a boca ou o
ânus, ou em incisões cirúrgicas, para produzirem imagens do interior do
corpo.
Cápsula
ótica
Focos de luz
Transmissor
e antena
Baterias
Lente
Reconhecimento
de imagens
Cápsula endoscópica
14/10/2018
15
Ecografia 4D (1990)
Cápsula endoscópica (1985)
Tomografia computadorizada e ressonância
magnética (1971)
Endoscopia eletrónica (1969)
Desenvolvimento da ecografia (1950)
Microscópio eletrónico de transmissão (1939)
Desenvolvimento da tecnologia de raios X (1913)
Eletrocardiograma (1903)
Primeiro raio X como meio de diagnóstico (1896)
Estetoscópio (1816)
Leonardo da Vinci (1500)
Hipócrates (século IV a. C.)A
A
B
B
C
C
D
D
E
E
F
F
GG
H
H
I
I
J
J
K
K
L
L
Contributos da ciência
e da tecnologia para o
conhecimento do corpo humano
Questões
Manual pág.46

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Leitura de Introdução a fisiologia Humana
Leitura de Introdução a fisiologia HumanaLeitura de Introdução a fisiologia Humana
Leitura de Introdução a fisiologia Humanaemanuel
 
Aula primeiro ano compostos da celula
Aula primeiro ano compostos da celulaAula primeiro ano compostos da celula
Aula primeiro ano compostos da celulaRaquel Freiry
 
Como Nosso Corpo Está Organizado 7ªSéRie 1 Bi
Como Nosso Corpo Está Organizado 7ªSéRie 1 BiComo Nosso Corpo Está Organizado 7ªSéRie 1 Bi
Como Nosso Corpo Está Organizado 7ªSéRie 1 Biguest1d4c6e
 
Corpo humano - células, partes de uma célula, sistema urinário, sistema locom...
Corpo humano - células, partes de uma célula, sistema urinário, sistema locom...Corpo humano - células, partes de uma célula, sistema urinário, sistema locom...
Corpo humano - células, partes de uma célula, sistema urinário, sistema locom...Susana Felix
 
Fisiologia Humana
Fisiologia HumanaFisiologia Humana
Fisiologia HumanaBIOGERALDO
 
Leitura sobre Corpo Humano
Leitura sobre Corpo HumanoLeitura sobre Corpo Humano
Leitura sobre Corpo Humanoemanuel
 
Tecido do corpo humano
Tecido do corpo humanoTecido do corpo humano
Tecido do corpo humanoSusanavRosa
 
Vertebrados e invertebrados 1003
Vertebrados e invertebrados 1003Vertebrados e invertebrados 1003
Vertebrados e invertebrados 1003thaymoreira
 
1º aula introdução a fisiologia
1º aula   introdução a fisiologia1º aula   introdução a fisiologia
1º aula introdução a fisiologiaTayslane Rocha
 
Os principais órgãos e suas funções
Os principais órgãos e suas funçõesOs principais órgãos e suas funções
Os principais órgãos e suas funçõesEster Maia
 
Sistema digestivo perguntas e respostas
Sistema digestivo   perguntas e respostasSistema digestivo   perguntas e respostas
Sistema digestivo perguntas e respostasAfonso Sousa
 
Introdução ao corpo humano
Introdução ao corpo humanoIntrodução ao corpo humano
Introdução ao corpo humanoEscola Ciências
 
Organização dos organismos- Células
Organização dos organismos- CélulasOrganização dos organismos- Células
Organização dos organismos- CélulasCarlos Priante
 
Biologia anatomia do corpo humano
Biologia anatomia do corpo humanoBiologia anatomia do corpo humano
Biologia anatomia do corpo humanojoseemersonmarques
 
Revisão prova ciências 8o ano 2017 nahya
Revisão prova ciências 8o ano 2017 nahyaRevisão prova ciências 8o ano 2017 nahya
Revisão prova ciências 8o ano 2017 nahyaNahya Paola Souza
 

Mais procurados (20)

Leitura de Introdução a fisiologia Humana
Leitura de Introdução a fisiologia HumanaLeitura de Introdução a fisiologia Humana
Leitura de Introdução a fisiologia Humana
 
Aula primeiro ano compostos da celula
Aula primeiro ano compostos da celulaAula primeiro ano compostos da celula
Aula primeiro ano compostos da celula
 
Como Nosso Corpo Está Organizado 7ªSéRie 1 Bi
Como Nosso Corpo Está Organizado 7ªSéRie 1 BiComo Nosso Corpo Está Organizado 7ªSéRie 1 Bi
Como Nosso Corpo Está Organizado 7ªSéRie 1 Bi
 
Corpo humano - células, partes de uma célula, sistema urinário, sistema locom...
Corpo humano - células, partes de uma célula, sistema urinário, sistema locom...Corpo humano - células, partes de uma célula, sistema urinário, sistema locom...
Corpo humano - células, partes de uma célula, sistema urinário, sistema locom...
 
Tst anatomia
Tst   anatomiaTst   anatomia
Tst anatomia
 
Fisiologia Humana
Fisiologia HumanaFisiologia Humana
Fisiologia Humana
 
Leitura sobre Corpo Humano
Leitura sobre Corpo HumanoLeitura sobre Corpo Humano
Leitura sobre Corpo Humano
 
Ciências sistema digestivo
Ciências sistema digestivoCiências sistema digestivo
Ciências sistema digestivo
 
Tecido do corpo humano
Tecido do corpo humanoTecido do corpo humano
Tecido do corpo humano
 
Anatomia
AnatomiaAnatomia
Anatomia
 
Corpo humano
Corpo humanoCorpo humano
Corpo humano
 
Vertebrados e invertebrados 1003
Vertebrados e invertebrados 1003Vertebrados e invertebrados 1003
Vertebrados e invertebrados 1003
 
Ciencias 7 ano ativ 2
Ciencias 7 ano ativ 2Ciencias 7 ano ativ 2
Ciencias 7 ano ativ 2
 
1º aula introdução a fisiologia
1º aula   introdução a fisiologia1º aula   introdução a fisiologia
1º aula introdução a fisiologia
 
Os principais órgãos e suas funções
Os principais órgãos e suas funçõesOs principais órgãos e suas funções
Os principais órgãos e suas funções
 
Sistema digestivo perguntas e respostas
Sistema digestivo   perguntas e respostasSistema digestivo   perguntas e respostas
Sistema digestivo perguntas e respostas
 
Introdução ao corpo humano
Introdução ao corpo humanoIntrodução ao corpo humano
Introdução ao corpo humano
 
Organização dos organismos- Células
Organização dos organismos- CélulasOrganização dos organismos- Células
Organização dos organismos- Células
 
Biologia anatomia do corpo humano
Biologia anatomia do corpo humanoBiologia anatomia do corpo humano
Biologia anatomia do corpo humano
 
Revisão prova ciências 8o ano 2017 nahya
Revisão prova ciências 8o ano 2017 nahyaRevisão prova ciências 8o ano 2017 nahya
Revisão prova ciências 8o ano 2017 nahya
 

Semelhante a Regulação do meio interno e estrutura do corpo humano

2.1_Estrutura_do_Corpo_Humano.pptx
2.1_Estrutura_do_Corpo_Humano.pptx2.1_Estrutura_do_Corpo_Humano.pptx
2.1_Estrutura_do_Corpo_Humano.pptxCarlaAlmeida970365
 
2.Org.biol._Sistemas corpo.pptx
2.Org.biol._Sistemas corpo.pptx2.Org.biol._Sistemas corpo.pptx
2.Org.biol._Sistemas corpo.pptxSílvia Carneiro
 
Fisiologia e Anatomia Básica
Fisiologia e Anatomia BásicaFisiologia e Anatomia Básica
Fisiologia e Anatomia BásicaCarlos Priante
 
Unidade 3 atividade2_jordania
Unidade 3 atividade2_jordaniaUnidade 3 atividade2_jordania
Unidade 3 atividade2_jordaniajordania24
 
Unidade 3 atividade_2_arleterodrigues
Unidade 3 atividade_2_arleterodriguesUnidade 3 atividade_2_arleterodrigues
Unidade 3 atividade_2_arleterodriguesarlete1601
 
Unidade 3 atividade_2_jucileide
Unidade 3 atividade_2_jucileideUnidade 3 atividade_2_jucileide
Unidade 3 atividade_2_jucileideJucileide
 
Aula 02 conceito e caracterização das células, tecidos, órgãos e sistemas
Aula 02   conceito e caracterização das células, tecidos, órgãos e sistemasAula 02   conceito e caracterização das células, tecidos, órgãos e sistemas
Aula 02 conceito e caracterização das células, tecidos, órgãos e sistemasHamilton Nobrega
 
Introdução à anatomia humana
Introdução à anatomia humanaIntrodução à anatomia humana
Introdução à anatomia humanaRenata Paulino
 
6 ¬ aula - estruturas das c+®lulas
6 ¬ aula - estruturas das c+®lulas6 ¬ aula - estruturas das c+®lulas
6 ¬ aula - estruturas das c+®lulaspreuniversitarioitab
 
07-30-48-anatomia_e_fisiologia_humana.pptx
07-30-48-anatomia_e_fisiologia_humana.pptx07-30-48-anatomia_e_fisiologia_humana.pptx
07-30-48-anatomia_e_fisiologia_humana.pptxNaraLcia2
 
Curso de passe 2016 - Módulo 2 - Anatomia Humana e Anatomia Energética
Curso de passe 2016 -  Módulo 2 - Anatomia Humana e Anatomia EnergéticaCurso de passe 2016 -  Módulo 2 - Anatomia Humana e Anatomia Energética
Curso de passe 2016 - Módulo 2 - Anatomia Humana e Anatomia EnergéticaEdna Costa
 
Anatomia humana síntese
Anatomia humana sínteseAnatomia humana síntese
Anatomia humana sínteseClaudio Poeta
 
Caracterização dos órgãos que compõem o sistema circulatório, identificando s...
Caracterização dos órgãos que compõem o sistema circulatório, identificando s...Caracterização dos órgãos que compõem o sistema circulatório, identificando s...
Caracterização dos órgãos que compõem o sistema circulatório, identificando s...CamilaSantana300186
 
Anatomia comparada (evolução dos invertebrados)
Anatomia comparada (evolução dos invertebrados)Anatomia comparada (evolução dos invertebrados)
Anatomia comparada (evolução dos invertebrados)rejanecardsouza
 
Sistema esqueletico de aves
Sistema esqueletico de avesSistema esqueletico de aves
Sistema esqueletico de avesDalber Silva
 

Semelhante a Regulação do meio interno e estrutura do corpo humano (20)

2.1_Estrutura_do_Corpo_Humano.pptx
2.1_Estrutura_do_Corpo_Humano.pptx2.1_Estrutura_do_Corpo_Humano.pptx
2.1_Estrutura_do_Corpo_Humano.pptx
 
2.Org.biol._Sistemas corpo.pptx
2.Org.biol._Sistemas corpo.pptx2.Org.biol._Sistemas corpo.pptx
2.Org.biol._Sistemas corpo.pptx
 
Fisiologia e Anatomia Básica
Fisiologia e Anatomia BásicaFisiologia e Anatomia Básica
Fisiologia e Anatomia Básica
 
Unidade 3 atividade2_jordania
Unidade 3 atividade2_jordaniaUnidade 3 atividade2_jordania
Unidade 3 atividade2_jordania
 
Introdução de citologia
Introdução de citologiaIntrodução de citologia
Introdução de citologia
 
Anatomia
AnatomiaAnatomia
Anatomia
 
Unidade 3 atividade_2_arlete
Unidade 3 atividade_2_arleteUnidade 3 atividade_2_arlete
Unidade 3 atividade_2_arlete
 
Unidade 3 atividade_2_arleterodrigues
Unidade 3 atividade_2_arleterodriguesUnidade 3 atividade_2_arleterodrigues
Unidade 3 atividade_2_arleterodrigues
 
Unidade 3 atividade_2_jucileide
Unidade 3 atividade_2_jucileideUnidade 3 atividade_2_jucileide
Unidade 3 atividade_2_jucileide
 
Aula 02 conceito e caracterização das células, tecidos, órgãos e sistemas
Aula 02   conceito e caracterização das células, tecidos, órgãos e sistemasAula 02   conceito e caracterização das células, tecidos, órgãos e sistemas
Aula 02 conceito e caracterização das células, tecidos, órgãos e sistemas
 
Introdução à anatomia humana
Introdução à anatomia humanaIntrodução à anatomia humana
Introdução à anatomia humana
 
6 ¬ aula - estruturas das c+®lulas
6 ¬ aula - estruturas das c+®lulas6 ¬ aula - estruturas das c+®lulas
6 ¬ aula - estruturas das c+®lulas
 
07-30-48-anatomia_e_fisiologia_humana.pptx
07-30-48-anatomia_e_fisiologia_humana.pptx07-30-48-anatomia_e_fisiologia_humana.pptx
07-30-48-anatomia_e_fisiologia_humana.pptx
 
Curso de passe 2016 - Módulo 2 - Anatomia Humana e Anatomia Energética
Curso de passe 2016 -  Módulo 2 - Anatomia Humana e Anatomia EnergéticaCurso de passe 2016 -  Módulo 2 - Anatomia Humana e Anatomia Energética
Curso de passe 2016 - Módulo 2 - Anatomia Humana e Anatomia Energética
 
Anatomia básica
Anatomia básicaAnatomia básica
Anatomia básica
 
Anatomia humana síntese
Anatomia humana sínteseAnatomia humana síntese
Anatomia humana síntese
 
Células ppt
Células   pptCélulas   ppt
Células ppt
 
Caracterização dos órgãos que compõem o sistema circulatório, identificando s...
Caracterização dos órgãos que compõem o sistema circulatório, identificando s...Caracterização dos órgãos que compõem o sistema circulatório, identificando s...
Caracterização dos órgãos que compõem o sistema circulatório, identificando s...
 
Anatomia comparada (evolução dos invertebrados)
Anatomia comparada (evolução dos invertebrados)Anatomia comparada (evolução dos invertebrados)
Anatomia comparada (evolução dos invertebrados)
 
Sistema esqueletico de aves
Sistema esqueletico de avesSistema esqueletico de aves
Sistema esqueletico de aves
 

Mais de Nuno Coelho (20)

9º 4.1
9º 4.19º 4.1
9º 4.1
 
9º 3.3
9º 3.39º 3.3
9º 3.3
 
9º 3.1.
9º 3.1. 9º 3.1.
9º 3.1.
 
7º 1.2.
7º 1.2.7º 1.2.
7º 1.2.
 
7º 1.1.
7º 1.1.7º 1.1.
7º 1.1.
 
7º 4.2.
7º 4.2. 7º 4.2.
7º 4.2.
 
8º 7.2
8º 7.2 8º 7.2
8º 7.2
 
8º 7.1.
8º 7.1. 8º 7.1.
8º 7.1.
 
7º 4.1.
7º 4.1. 7º 4.1.
7º 4.1.
 
7º 3.
7º 3. 7º 3.
7º 3.
 
8º ano 6.2
8º ano 6.28º ano 6.2
8º ano 6.2
 
8º ano 6.1
8º ano 6.18º ano 6.1
8º ano 6.1
 
8º ano 5.4
8º ano 5.4 8º ano 5.4
8º ano 5.4
 
8º ano 5.3
8º ano 5.38º ano 5.3
8º ano 5.3
 
7º 2.3.
7º 2.3. 7º 2.3.
7º 2.3.
 
7º 2.2.
7º 2.2.7º 2.2.
7º 2.2.
 
8º ano 5.2
8º ano 5.2 8º ano 5.2
8º ano 5.2
 
8º 3.
8º 3.8º 3.
8º 3.
 
7º 1.3.
7º 1.3.7º 1.3.
7º 1.3.
 
F F 8º S T
F F 8º S TF F 8º S T
F F 8º S T
 

Último

Slides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptx
Slides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptxSlides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptx
Slides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024GleyceMoreiraXWeslle
 
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbv19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbyasminlarissa371
 
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptxSlides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Modelos Evolutivos em História das Religiões
Modelos Evolutivos em História das ReligiõesModelos Evolutivos em História das Religiões
Modelos Evolutivos em História das ReligiõesGilbraz Aragão
 
Modernidade perspectiva sobre a África e América
Modernidade perspectiva sobre a África e AméricaModernidade perspectiva sobre a África e América
Modernidade perspectiva sobre a África e Américawilson778875
 
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptxPOETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptxJMTCS
 
atividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetizaçãoatividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetizaçãodanielagracia9
 
As teorias de Lamarck e Darwin. Evolução
As teorias de Lamarck e Darwin. EvoluçãoAs teorias de Lamarck e Darwin. Evolução
As teorias de Lamarck e Darwin. Evoluçãoprofleticiasantosbio
 
Jogo de Revisão Primeira Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Primeira  Série (Primeiro Trimestre)Jogo de Revisão Primeira  Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Primeira Série (Primeiro Trimestre)Paula Meyer Piagentini
 
A área de ciências da religião no brasil 2023.ppsx
A área de ciências da religião no brasil  2023.ppsxA área de ciências da religião no brasil  2023.ppsx
A área de ciências da religião no brasil 2023.ppsxGilbraz Aragão
 
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)Paula Meyer Piagentini
 
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptxEVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptxHenriqueLuciano2
 
Mini livro sanfona - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona  - Povos Indigenas BrasileirosMini livro sanfona  - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona - Povos Indigenas BrasileirosMary Alvarenga
 
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...azulassessoria9
 
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...azulassessoria9
 
Poema em homenagem a Escola Santa Maria, pelos seus 37 anos.
Poema em homenagem a Escola Santa Maria, pelos seus 37 anos.Poema em homenagem a Escola Santa Maria, pelos seus 37 anos.
Poema em homenagem a Escola Santa Maria, pelos seus 37 anos.Mary Alvarenga
 
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdfO Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdfQueleLiberato
 
UM CURSO DE INFORMATICA BASICA PARA IDOSOS
UM CURSO DE INFORMATICA BASICA PARA IDOSOSUM CURSO DE INFORMATICA BASICA PARA IDOSOS
UM CURSO DE INFORMATICA BASICA PARA IDOSOSdjgsantos1981
 

Último (20)

Slides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptx
Slides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptxSlides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptx
Slides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptx
 
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
 
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbv19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
 
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptxSlides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
Slides Lição 01, Central Gospel, Os Sinais do Fim dos Tempos 2Tr24.pptx
 
Modelos Evolutivos em História das Religiões
Modelos Evolutivos em História das ReligiõesModelos Evolutivos em História das Religiões
Modelos Evolutivos em História das Religiões
 
Modernidade perspectiva sobre a África e América
Modernidade perspectiva sobre a África e AméricaModernidade perspectiva sobre a África e América
Modernidade perspectiva sobre a África e América
 
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptxPOETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
POETAS CONTEMPORANEOS_TEMATICAS_explicacao.pptx
 
atividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetizaçãoatividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetização
 
As teorias de Lamarck e Darwin. Evolução
As teorias de Lamarck e Darwin. EvoluçãoAs teorias de Lamarck e Darwin. Evolução
As teorias de Lamarck e Darwin. Evolução
 
Jogo de Revisão Primeira Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Primeira  Série (Primeiro Trimestre)Jogo de Revisão Primeira  Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Primeira Série (Primeiro Trimestre)
 
A área de ciências da religião no brasil 2023.ppsx
A área de ciências da religião no brasil  2023.ppsxA área de ciências da religião no brasil  2023.ppsx
A área de ciências da religião no brasil 2023.ppsx
 
Os Ratos - Dyonelio Machado FUVEST 2025
Os Ratos  -  Dyonelio Machado  FUVEST 2025Os Ratos  -  Dyonelio Machado  FUVEST 2025
Os Ratos - Dyonelio Machado FUVEST 2025
 
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)
 
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptxEVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
 
Mini livro sanfona - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona  - Povos Indigenas BrasileirosMini livro sanfona  - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona - Povos Indigenas Brasileiros
 
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
 
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
 
Poema em homenagem a Escola Santa Maria, pelos seus 37 anos.
Poema em homenagem a Escola Santa Maria, pelos seus 37 anos.Poema em homenagem a Escola Santa Maria, pelos seus 37 anos.
Poema em homenagem a Escola Santa Maria, pelos seus 37 anos.
 
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdfO Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
O Espetaculo das Racas - Cienti - Lilia Moritz Schwarcz capítulo 2.pdf
 
UM CURSO DE INFORMATICA BASICA PARA IDOSOS
UM CURSO DE INFORMATICA BASICA PARA IDOSOSUM CURSO DE INFORMATICA BASICA PARA IDOSOS
UM CURSO DE INFORMATICA BASICA PARA IDOSOS
 

Regulação do meio interno e estrutura do corpo humano

  • 1. 14/10/2018 1 Regulação do meio interno Matéria Energia O corpo humano funciona como um sistema aberto, isto é, realiza trocas de matéria e de energia com o meio exterior. Estas trocas são essenciais para manter constantes as condições do meio interno.
  • 2. 14/10/2018 2 O meio interno é formado pelos fluidos que circulam no corpo (sangue e linfa), que banham todas as células (líquido extracelular) e que fazem parte da sua constituição (líquido intracelular). Líquido extracelular Líquido intracelular Sangue Linfa Homeostasia — Capacidade em manter estáveis as condições internas do corpo face às contínuas alterações do meio exterior. Questões Manual pág.46
  • 3. 14/10/2018 3 Para manter a homeostasia, o organismo necessita da interconexão de todos os sistemas de órgãos, sendo o sistema nervoso e o sistema hormonal particularmente importantes. Sistema respiratório Pele Sistema nervoso e hormonal Sistema circulatório Sistema urinário Sistema digestivo Sistema respiratório Permite as trocas gasosas. Sistema digestivo Realiza a receção e digestão do alimento, eliminando os resíduos. Sistema urinário Elimina os resíduos azotados e o excesso de líquidos. Sistema circulatório Realiza o transporte de materiais. Pele Protege contra a ação do meio sobre o corpo. Sistema nervoso e hormonal Realizam a regulação e coordenação dos processos metabólicos internos e ajustes ao meio externo. Alimentos e água Nutrientes e água Fezes Ar O2 CO2 Urina Substâncias tóxicas (ureia) Excesso de água e sais Excesso de calor
  • 4. 14/10/2018 4 Estrutura e composição do corpo humano Na estrutura do corpo podem ser considerados diferentes níveis de organização biológica. ▪ Nível químico ▪ Nível das células ▪ Nível dos tecidos ▪ Nível dos órgãos ▪ Nível dos sistemas ▪ Nível do organismo
  • 5. 14/10/2018 5 Átomos Moléculass Organelos Células Tecidos Órgãos Sistemas de órgãos Corpo humano Nível químico — Os átomos, que são minúsculas partículas de matéria, juntam-se para formar moléculas (por exemplo, água, açúcares, gorduras ou proteínas). ÁtomosMoléculas
  • 6. 14/10/2018 6 Nível das células — As moléculas combinam-se para constituir organitos (como as mitocôndrias) e células. Células Organito Nível dos tecidos — As células organizam-se em tecidos. Os tecidos do corpo humano são constituídos por células do mesmo tipo que desempenham as mesmas funções. Células Tecido
  • 7. 14/10/2018 7 Nível dos órgãos — Os tecidos constituem os órgãos. Os órgãos desempenham funções específicas que, sendo desreguladas, perturbam o funcionamento de todo o corpo. Órgão Nível dos sistemas — Diferentes órgãos interligam-se em sistemas. Por exemplo, o estômago, os intestinos e o fígado são órgãos de um mesmo sistema, o sistema digestivo. Sistema
  • 8. 14/10/2018 8 Nível do organismo — Refere-se ao corpo humano como um todo. A este nível, todos os sistemas trabalham em conjunto para que o corpo possa funcionar corretamente. Organismo Sistema digestivo Sistema cardiovascular Sistema linfático Sistema respiratório Sistema urinário
  • 10. 14/10/2018 10 Água 64% Proteínas 20% Lípidos 10% Sais minerais 5% Açúcares 1% Abundância de moléculas no corpo humano Para o estudo das grandes estruturas e sistemas do corpo humano, é necessário ter por referência as direções anatómicas — superior, inferior, anterior e posterior. Anterior Posterior Superior Inferior
  • 11. 14/10/2018 11 Existem cinco cavidades principais — as cavidades craniana, espinal, torácica, abdominal e canal vertebral. Cavidade craniana Cavidade torácica Cavidade abdominal Cavidade pélvical Canal vertebral Pleura Pericárdio Peritoneu Quadro Craniana Delimitada pelos ossos cranianos, aloja o cérebro. Canal vertebral Circundado por vértebras ósseas, contém a medula espinal. Torácica Contém as cavidades pleurais, uma para cada pulmão, e a cavidade pericárdica, para o coração, o esófago, a traqueia e os brônquios Abdominal Contém o estômago, o baço, o fígado, a vesícula biliar, o pâncreas, o intestino delgado, a maior parte do intestino grosso e os rins. Pélvica Contém a bexiga, parte do intestino grosso e os órgãos reprodutores.
  • 12. 14/10/2018 12 Ciência, tecnologia e corpo humano Em finais do século XIX, com o aparecimento da radiografia, tornou-se possível ver o que acontecia sob a pele sem necessidade de cirurgia. Foi o começo da medicina não invasiva.
  • 13. 14/10/2018 13 Os raios X emitidos por uma máquina atravessam o corpo para atingirem uma película fotográfica, criando imagens de sombra, as radiografias. Ondas sonoras são emitidas por um transdutor, que é passado pela parte do corpo a examinar. Um computador analisa os reflexos das ondas sonoras e cria uma imagem, no ecrã, em tempo real.
  • 14. 14/10/2018 14 Os endoscópios, aparelhos dotados de uma fonte de luz e de tecnologia de imagem, podem ser inseridos em orifícios naturais, como a boca ou o ânus, ou em incisões cirúrgicas, para produzirem imagens do interior do corpo. Cápsula ótica Focos de luz Transmissor e antena Baterias Lente Reconhecimento de imagens Cápsula endoscópica
  • 15. 14/10/2018 15 Ecografia 4D (1990) Cápsula endoscópica (1985) Tomografia computadorizada e ressonância magnética (1971) Endoscopia eletrónica (1969) Desenvolvimento da ecografia (1950) Microscópio eletrónico de transmissão (1939) Desenvolvimento da tecnologia de raios X (1913) Eletrocardiograma (1903) Primeiro raio X como meio de diagnóstico (1896) Estetoscópio (1816) Leonardo da Vinci (1500) Hipócrates (século IV a. C.)A A B B C C D D E E F F GG H H I I J J K K L L Contributos da ciência e da tecnologia para o conhecimento do corpo humano Questões Manual pág.46