SlideShare uma empresa Scribd logo
numerosnamente 1
Ângulos - Teoria
- Ângulos Complementares
Os ângulos são complementares, porque
- Ângulos Suplementares
Os ângulos são suplementares, porque
- Ângulo Giro
A soma dos ângulos
- Ângulos verticalmente Opostos
Os ângulos , são verticalmente opostos, porque
numerosnamente 2
- Ângulos Correspondentes
Os ângulos são correspondentes, pois
- Ângulos Alternos Internos
Os ângulos são alternos internos, pois
,
Classificação de Triângulos
Os triângulos podem classificar-se quanto aos lados:
- 3 lados iguais – Triângulo Equilátero
- 2 lados iguais – Triângulo Isósceles
- 3 lados diferentes – Triângulo Escaleno
Os triângulos podem classificar-se quanto aos ângulos:
- 1 ângulo agudo – Triângulo Acutângulo
- 1 ângulo reto – Triângulo Retângulo
- 1 ângulo Obtuso – Triângulo Obtusângulo
Sabe-se que:
A Soma dos ângulos internos de um triângulo é igual a
numerosnamente 3
Se um triângulo tem 2 lados iguais, também tem 2 ângulos iguais.
Se um triângulo tem os 3 lados iguais, também tem os três ângulos iguais.
Por exemplo:
Num quadrilátero, sabe-se que a soma dos seus ângulos internos é igual a .
numerosnamente 4
Estudo dos ângulos
- Ângulo ao Centro
Um ângulo ao centro é um ângulo que tem o vértice no centro da circunferência e os lados
contêm raios dessa mesma circunferência.
Por exemplo:
A amplitude de um ângulo ao centro é igual à amplitude do arco correspondente.
Por exemplo:
O ângulo ̂ ̂
Exemplo 1:
Considere a figura ao lado.
Calcule a amplitude do ̂ ?
Como o ̂ é um ângulo ao centro, então:
̂ ̂
numerosnamente 5
Exemplo 2:
Considere a figura ao lado:
Determine ?
- O ̂ =
- O triângulo ABO é isósceles pois os lados AO e BO são
iguais e tem o valor do raio da circunferência. Assim o triângulo
tem 2 ângulos iguais a ( ).
-
-
- Ângulo Inscrito
Chama-se ângulo inscrito a um ângulo com o vértice sobre a
circunferência e que cada lado contém uma corda.
Um ângulo inscrito define na circunferência dois arcos: um arco
menos e um arco maior. Ao arco compreendido entre os lados
chama-se arco correspondente.
Na figura a amplitude do ângulo inscrito é:
̂
̂
Exemplo 1:
Calcule a amplitude dos ângulos inscritos para as figuras a) e b)
a) ̂ =
̂
̂
b) ̂ ̂ ̂ ̂
numerosnamente 6
Exemplo 2:
Considere a figura ao lado, e determine a amplitude do ̂
- ̂
̂
̂
Propriedades:
1- Ângulos inscritos que têm o mesmo arco correspondente são iguais.
2- Um ângulo inscrito correspondente a uma circunferência é um ângulo reto.
numerosnamente 7
3- A ângulos ao centro iguais correspondem cordas iguais e correspondem arcos iguias e
reciprocamente
Tangentes a uma circunferência
1- Numa circunferência, uma reta tangente à circunferência é perpendicular a reta que
contem o centro e o ponto de tangência.
2- Numa circunferência, uma reta perpendicular ao meio de uma corda passa pelo centro
da circunferência.
A reta r contém o centro da circunferência
numerosnamente 8
3- Numa circunferência, os arcos e as cordas compreendidas entre as retas estritamente
paralelas são geometricamente iguais.
Polígonos inscritos numa circunferência
- Ângulos de um quadrilátero inscritos numa circunferência
Um triângulo pode ser sempre inscrito numa circunferência. O centro dessa circunferência
é o ponto de intersecção das mediatrizes dos lados do triângulo e o raio é a distância do
centro a um dos vértices
Nem todos os quadriláteros podem ser inscritos numa circunferência.
Considere a figura:
Conclui-se que
numerosnamente 9
1- num quadrilátero inscrito numa circunferência a soma das amplitudes dos dois ângulos
opostos é igual a
Amplitude dos ângulos de um polígono regular
Considere a figura:
De um modo geral: e nº de lados
2- A amplitude de um ângulo interno de um polígono regular com n lados é igual a
.
Quanto aos ângulos externos de um polígono qualquer, a sua soma é igual a
Atenda às figuras:
numerosnamente 10
3- A soma das amplitudes dos ângulos externos de um polígono qualquer é igual a

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Isometrias
Isometrias Isometrias
Isometrias
7f14_15
 
Geometria ângulos - o que é ângulo
Geometria   ângulos - o que é ânguloGeometria   ângulos - o que é ângulo
Geometria ângulos - o que é ângulo
Antonio Carlos Luguetti
 
Area e perimetro[1]
Area e perimetro[1]Area e perimetro[1]
Area e perimetro[1]
Mara estela
 
Prismas, Piramides E Troncos
Prismas, Piramides E TroncosPrismas, Piramides E Troncos
Prismas, Piramides E Troncos
professoraldo
 
Apresentação 5 ângulos
Apresentação 5   ângulosApresentação 5   ângulos
Apresentação 5 ângulos
joao
 
Eixos de simetria
Eixos de simetriaEixos de simetria
Eixos de simetria
Pedro279
 
Pavimentações Regulares
Pavimentações RegularesPavimentações Regulares
Pavimentações Regulares
gomesnelma
 
Metodos contraceptivos
Metodos contraceptivosMetodos contraceptivos
Metodos contraceptivos
Razvan Balaci
 
Isometrias
IsometriasIsometrias
Isometrias
mariainespires
 
Ficha informativa axiomatica
Ficha informativa axiomaticaFicha informativa axiomatica
Ficha informativa axiomatica
Ana Cristina Mesquita
 
Polígonos, conhecendo as figuras geométricas.
Polígonos, conhecendo as figuras geométricas.Polígonos, conhecendo as figuras geométricas.
Polígonos, conhecendo as figuras geométricas.
Andressa Novaes Jardim
 
Solidos Geometricos
Solidos GeometricosSolidos Geometricos
Solidos Geometricos
Gládis L. Santos
 
Conceito de ângulos
Conceito de ângulosConceito de ângulos
Ponto, reta, plano e ângulos 6º ano
Ponto, reta, plano e ângulos   6º anoPonto, reta, plano e ângulos   6º ano
Ponto, reta, plano e ângulos 6º ano
Rafael Marques
 
Nocoes basicas de estatistica
Nocoes basicas de estatistica Nocoes basicas de estatistica
Nocoes basicas de estatistica
Helena Borralho
 
1 tipos de graficos
1  tipos de graficos1  tipos de graficos
1 tipos de graficos
lenepop
 
Sólidos geométricos
Sólidos geométricosSólidos geométricos
Sólidos geométricos
195954530
 
Rosáceas, frisos e padrões
Rosáceas, frisos e padrõesRosáceas, frisos e padrões
Rosáceas, frisos e padrões
ppaisaec
 
Quadriláteros
QuadriláterosQuadriláteros
Quadriláteros
Liliana Carvalho
 
Sólidos e suas planificações
Sólidos  e suas planificaçõesSólidos  e suas planificações
Sólidos e suas planificações
gomesnelma
 

Mais procurados (20)

Isometrias
Isometrias Isometrias
Isometrias
 
Geometria ângulos - o que é ângulo
Geometria   ângulos - o que é ânguloGeometria   ângulos - o que é ângulo
Geometria ângulos - o que é ângulo
 
Area e perimetro[1]
Area e perimetro[1]Area e perimetro[1]
Area e perimetro[1]
 
Prismas, Piramides E Troncos
Prismas, Piramides E TroncosPrismas, Piramides E Troncos
Prismas, Piramides E Troncos
 
Apresentação 5 ângulos
Apresentação 5   ângulosApresentação 5   ângulos
Apresentação 5 ângulos
 
Eixos de simetria
Eixos de simetriaEixos de simetria
Eixos de simetria
 
Pavimentações Regulares
Pavimentações RegularesPavimentações Regulares
Pavimentações Regulares
 
Metodos contraceptivos
Metodos contraceptivosMetodos contraceptivos
Metodos contraceptivos
 
Isometrias
IsometriasIsometrias
Isometrias
 
Ficha informativa axiomatica
Ficha informativa axiomaticaFicha informativa axiomatica
Ficha informativa axiomatica
 
Polígonos, conhecendo as figuras geométricas.
Polígonos, conhecendo as figuras geométricas.Polígonos, conhecendo as figuras geométricas.
Polígonos, conhecendo as figuras geométricas.
 
Solidos Geometricos
Solidos GeometricosSolidos Geometricos
Solidos Geometricos
 
Conceito de ângulos
Conceito de ângulosConceito de ângulos
Conceito de ângulos
 
Ponto, reta, plano e ângulos 6º ano
Ponto, reta, plano e ângulos   6º anoPonto, reta, plano e ângulos   6º ano
Ponto, reta, plano e ângulos 6º ano
 
Nocoes basicas de estatistica
Nocoes basicas de estatistica Nocoes basicas de estatistica
Nocoes basicas de estatistica
 
1 tipos de graficos
1  tipos de graficos1  tipos de graficos
1 tipos de graficos
 
Sólidos geométricos
Sólidos geométricosSólidos geométricos
Sólidos geométricos
 
Rosáceas, frisos e padrões
Rosáceas, frisos e padrõesRosáceas, frisos e padrões
Rosáceas, frisos e padrões
 
Quadriláteros
QuadriláterosQuadriláteros
Quadriláteros
 
Sólidos e suas planificações
Sólidos  e suas planificaçõesSólidos  e suas planificações
Sólidos e suas planificações
 

Destaque

Jannie Leggett-Foster
Jannie Leggett-FosterJannie Leggett-Foster
Jannie Leggett-Foster
Jannie Leggett-Foster
 
แนวข้อสอบนายทหารเวชระเบียน สถิติ กองทัพอากาศ
แนวข้อสอบนายทหารเวชระเบียน สถิติ กองทัพอากาศแนวข้อสอบนายทหารเวชระเบียน สถิติ กองทัพอากาศ
แนวข้อสอบนายทหารเวชระเบียน สถิติ กองทัพอากาศ
kidsana pajjaika
 
Choice - Morning Tea
Choice - Morning Tea  Choice - Morning Tea
Choice - Morning Tea
choice broking
 
Project Ptkajco
Project PtkajcoProject Ptkajco
Project Ptkajco
Peyman Tejarat Kaj
 
7. POST GRAD CERTIFICATE. SCM LINKAGE TO OPERATIONS AND PROJECT MANAGEMENT
7. POST GRAD CERTIFICATE. SCM LINKAGE TO OPERATIONS AND PROJECT MANAGEMENT7. POST GRAD CERTIFICATE. SCM LINKAGE TO OPERATIONS AND PROJECT MANAGEMENT
7. POST GRAD CERTIFICATE. SCM LINKAGE TO OPERATIONS AND PROJECT MANAGEMENT
Rodolfo Nardo Jr, CSCM,IRU-CPCM
 
แนวข้อสอบนายทหารวิเคราะห์ข้อมูล สารสนเทศ กองทัพอากาศ
แนวข้อสอบนายทหารวิเคราะห์ข้อมูล สารสนเทศ กองทัพอากาศแนวข้อสอบนายทหารวิเคราะห์ข้อมูล สารสนเทศ กองทัพอากาศ
แนวข้อสอบนายทหารวิเคราะห์ข้อมูล สารสนเทศ กองทัพอากาศ
kidsana pajjaika
 
lathe machine
lathe machinelathe machine
lathe machine
Hbd Bk
 

Destaque (8)

Jannie Leggett-Foster
Jannie Leggett-FosterJannie Leggett-Foster
Jannie Leggett-Foster
 
แนวข้อสอบนายทหารเวชระเบียน สถิติ กองทัพอากาศ
แนวข้อสอบนายทหารเวชระเบียน สถิติ กองทัพอากาศแนวข้อสอบนายทหารเวชระเบียน สถิติ กองทัพอากาศ
แนวข้อสอบนายทหารเวชระเบียน สถิติ กองทัพอากาศ
 
Choice - Morning Tea
Choice - Morning Tea  Choice - Morning Tea
Choice - Morning Tea
 
Project Ptkajco
Project PtkajcoProject Ptkajco
Project Ptkajco
 
7. POST GRAD CERTIFICATE. SCM LINKAGE TO OPERATIONS AND PROJECT MANAGEMENT
7. POST GRAD CERTIFICATE. SCM LINKAGE TO OPERATIONS AND PROJECT MANAGEMENT7. POST GRAD CERTIFICATE. SCM LINKAGE TO OPERATIONS AND PROJECT MANAGEMENT
7. POST GRAD CERTIFICATE. SCM LINKAGE TO OPERATIONS AND PROJECT MANAGEMENT
 
แนวข้อสอบนายทหารวิเคราะห์ข้อมูล สารสนเทศ กองทัพอากาศ
แนวข้อสอบนายทหารวิเคราะห์ข้อมูล สารสนเทศ กองทัพอากาศแนวข้อสอบนายทหารวิเคราะห์ข้อมูล สารสนเทศ กองทัพอากาศ
แนวข้อสอบนายทหารวิเคราะห์ข้อมูล สารสนเทศ กองทัพอากาศ
 
JNU confo certi
JNU confo certiJNU confo certi
JNU confo certi
 
lathe machine
lathe machinelathe machine
lathe machine
 

Semelhante a Ângulos 9 ano - teoria

Trigonometria
TrigonometriaTrigonometria
Trigonometria
IsabellyViana
 
Geometria plana ângulos, triângulos, quadriláteros, cálculo de áreas
Geometria plana   ângulos, triângulos, quadriláteros, cálculo de áreasGeometria plana   ângulos, triângulos, quadriláteros, cálculo de áreas
Geometria plana ângulos, triângulos, quadriláteros, cálculo de áreas
Camila Rodrigues
 
oi
oioi
Revisao geom plana pi
Revisao geom plana piRevisao geom plana pi
Revisao geom plana pi
simoneVieiradeSouza2
 
Polígonos inscritos em uma circunferência.pptx
Polígonos inscritos em uma circunferência.pptxPolígonos inscritos em uma circunferência.pptx
Polígonos inscritos em uma circunferência.pptx
ApoenaAlencar1
 
Circunferência
CircunferênciaCircunferência
Circunferência
Marisa Pessoa
 
Polígonos regulares
Polígonos regularesPolígonos regulares
Polígonos regulares
Murilo Cretuchi de Oliveira
 
2060
20602060
2060
Pelo Siro
 
Circunferencias
CircunferenciasCircunferencias
Circunferencias
con_seguir
 
Geometria No Plano Com Circunferencia
Geometria No Plano Com CircunferenciaGeometria No Plano Com Circunferencia
Geometria No Plano Com Circunferencia
guest64411ea
 
Geometria No Plano Com Circunferencia
Geometria No Plano Com CircunferenciaGeometria No Plano Com Circunferencia
Geometria No Plano Com Circunferencia
guest6b0add41
 
Geometria No Plano Com Circunferencia
Geometria No Plano Com CircunferenciaGeometria No Plano Com Circunferencia
Geometria No Plano Com Circunferencia
guest64411ea
 
Geometria No Plano Com Circunferencia
Geometria No Plano Com CircunferenciaGeometria No Plano Com Circunferencia
Geometria No Plano Com Circunferencia
guest64411ea
 
Geometria No Plano Com Circunferencia
Geometria No Plano Com CircunferenciaGeometria No Plano Com Circunferencia
Geometria No Plano Com Circunferencia
guest64411ea
 
Figuras no plano
Figuras no planoFiguras no plano
Figuras no plano
quesado72
 
Poligonos 6 ano
Poligonos 6 anoPoligonos 6 ano
Poligonos 6 ano
simonecarmo5
 
Geometria
GeometriaGeometria
Lista p8-3-bimestre
Lista p8-3-bimestreLista p8-3-bimestre
Lista p8-3-bimestre
Crislaine Mota
 
Apresentação circulo e circunferência
Apresentação circulo e circunferênciaApresentação circulo e circunferência
Apresentação circulo e circunferência
Luis
 
Apresentação circulo e circunferência
Apresentação circulo e circunferênciaApresentação circulo e circunferência
Apresentação circulo e circunferência
Luis
 

Semelhante a Ângulos 9 ano - teoria (20)

Trigonometria
TrigonometriaTrigonometria
Trigonometria
 
Geometria plana ângulos, triângulos, quadriláteros, cálculo de áreas
Geometria plana   ângulos, triângulos, quadriláteros, cálculo de áreasGeometria plana   ângulos, triângulos, quadriláteros, cálculo de áreas
Geometria plana ângulos, triângulos, quadriláteros, cálculo de áreas
 
oi
oioi
oi
 
Revisao geom plana pi
Revisao geom plana piRevisao geom plana pi
Revisao geom plana pi
 
Polígonos inscritos em uma circunferência.pptx
Polígonos inscritos em uma circunferência.pptxPolígonos inscritos em uma circunferência.pptx
Polígonos inscritos em uma circunferência.pptx
 
Circunferência
CircunferênciaCircunferência
Circunferência
 
Polígonos regulares
Polígonos regularesPolígonos regulares
Polígonos regulares
 
2060
20602060
2060
 
Circunferencias
CircunferenciasCircunferencias
Circunferencias
 
Geometria No Plano Com Circunferencia
Geometria No Plano Com CircunferenciaGeometria No Plano Com Circunferencia
Geometria No Plano Com Circunferencia
 
Geometria No Plano Com Circunferencia
Geometria No Plano Com CircunferenciaGeometria No Plano Com Circunferencia
Geometria No Plano Com Circunferencia
 
Geometria No Plano Com Circunferencia
Geometria No Plano Com CircunferenciaGeometria No Plano Com Circunferencia
Geometria No Plano Com Circunferencia
 
Geometria No Plano Com Circunferencia
Geometria No Plano Com CircunferenciaGeometria No Plano Com Circunferencia
Geometria No Plano Com Circunferencia
 
Geometria No Plano Com Circunferencia
Geometria No Plano Com CircunferenciaGeometria No Plano Com Circunferencia
Geometria No Plano Com Circunferencia
 
Figuras no plano
Figuras no planoFiguras no plano
Figuras no plano
 
Poligonos 6 ano
Poligonos 6 anoPoligonos 6 ano
Poligonos 6 ano
 
Geometria
GeometriaGeometria
Geometria
 
Lista p8-3-bimestre
Lista p8-3-bimestreLista p8-3-bimestre
Lista p8-3-bimestre
 
Apresentação circulo e circunferência
Apresentação circulo e circunferênciaApresentação circulo e circunferência
Apresentação circulo e circunferência
 
Apresentação circulo e circunferência
Apresentação circulo e circunferênciaApresentação circulo e circunferência
Apresentação circulo e circunferência
 

Último

REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
Eró Cunha
 
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdfUFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
Manuais Formação
 
JOGO DA VELHA FESTA JUNINA - ARQUIVO GRATUITO.pdf
JOGO DA VELHA FESTA JUNINA - ARQUIVO GRATUITO.pdfJOGO DA VELHA FESTA JUNINA - ARQUIVO GRATUITO.pdf
JOGO DA VELHA FESTA JUNINA - ARQUIVO GRATUITO.pdf
ClaudiaMainoth
 
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdfUFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
Manuais Formação
 
AULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdf
AULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdfAULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdf
AULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdf
SthafaniHussin1
 
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
JoanaFigueira11
 
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de cursoDicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Simone399395
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
TomasSousa7
 
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptxReino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
CarinaSantos916505
 
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdfO Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
silvamelosilva300
 
As sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativasAs sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativas
rloureiro1
 
Aula Contrato Individual de Trabalho .pdf
Aula Contrato Individual de Trabalho .pdfAula Contrato Individual de Trabalho .pdf
Aula Contrato Individual de Trabalho .pdf
Pedro Luis Moraes
 
Leonardo da Vinci .pptx
Leonardo da Vinci                  .pptxLeonardo da Vinci                  .pptx
Leonardo da Vinci .pptx
TomasSousa7
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
TomasSousa7
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
slides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentarslides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentar
JoeteCarvalho
 
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
Manuais Formação
 
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptxPP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdfcronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
todorokillmepls
 
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIASA SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
HisrelBlog
 

Último (20)

REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
 
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdfUFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
 
JOGO DA VELHA FESTA JUNINA - ARQUIVO GRATUITO.pdf
JOGO DA VELHA FESTA JUNINA - ARQUIVO GRATUITO.pdfJOGO DA VELHA FESTA JUNINA - ARQUIVO GRATUITO.pdf
JOGO DA VELHA FESTA JUNINA - ARQUIVO GRATUITO.pdf
 
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdfUFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
 
AULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdf
AULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdfAULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdf
AULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdf
 
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
 
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de cursoDicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
 
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptxReino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
 
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdfO Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
 
As sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativasAs sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativas
 
Aula Contrato Individual de Trabalho .pdf
Aula Contrato Individual de Trabalho .pdfAula Contrato Individual de Trabalho .pdf
Aula Contrato Individual de Trabalho .pdf
 
Leonardo da Vinci .pptx
Leonardo da Vinci                  .pptxLeonardo da Vinci                  .pptx
Leonardo da Vinci .pptx
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
 
slides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentarslides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentar
 
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
 
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptxPP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
 
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdfcronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
 
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIASA SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
 

Ângulos 9 ano - teoria

  • 1. numerosnamente 1 Ângulos - Teoria - Ângulos Complementares Os ângulos são complementares, porque - Ângulos Suplementares Os ângulos são suplementares, porque - Ângulo Giro A soma dos ângulos - Ângulos verticalmente Opostos Os ângulos , são verticalmente opostos, porque
  • 2. numerosnamente 2 - Ângulos Correspondentes Os ângulos são correspondentes, pois - Ângulos Alternos Internos Os ângulos são alternos internos, pois , Classificação de Triângulos Os triângulos podem classificar-se quanto aos lados: - 3 lados iguais – Triângulo Equilátero - 2 lados iguais – Triângulo Isósceles - 3 lados diferentes – Triângulo Escaleno Os triângulos podem classificar-se quanto aos ângulos: - 1 ângulo agudo – Triângulo Acutângulo - 1 ângulo reto – Triângulo Retângulo - 1 ângulo Obtuso – Triângulo Obtusângulo Sabe-se que: A Soma dos ângulos internos de um triângulo é igual a
  • 3. numerosnamente 3 Se um triângulo tem 2 lados iguais, também tem 2 ângulos iguais. Se um triângulo tem os 3 lados iguais, também tem os três ângulos iguais. Por exemplo: Num quadrilátero, sabe-se que a soma dos seus ângulos internos é igual a .
  • 4. numerosnamente 4 Estudo dos ângulos - Ângulo ao Centro Um ângulo ao centro é um ângulo que tem o vértice no centro da circunferência e os lados contêm raios dessa mesma circunferência. Por exemplo: A amplitude de um ângulo ao centro é igual à amplitude do arco correspondente. Por exemplo: O ângulo ̂ ̂ Exemplo 1: Considere a figura ao lado. Calcule a amplitude do ̂ ? Como o ̂ é um ângulo ao centro, então: ̂ ̂
  • 5. numerosnamente 5 Exemplo 2: Considere a figura ao lado: Determine ? - O ̂ = - O triângulo ABO é isósceles pois os lados AO e BO são iguais e tem o valor do raio da circunferência. Assim o triângulo tem 2 ângulos iguais a ( ). - - - Ângulo Inscrito Chama-se ângulo inscrito a um ângulo com o vértice sobre a circunferência e que cada lado contém uma corda. Um ângulo inscrito define na circunferência dois arcos: um arco menos e um arco maior. Ao arco compreendido entre os lados chama-se arco correspondente. Na figura a amplitude do ângulo inscrito é: ̂ ̂ Exemplo 1: Calcule a amplitude dos ângulos inscritos para as figuras a) e b) a) ̂ = ̂ ̂ b) ̂ ̂ ̂ ̂
  • 6. numerosnamente 6 Exemplo 2: Considere a figura ao lado, e determine a amplitude do ̂ - ̂ ̂ ̂ Propriedades: 1- Ângulos inscritos que têm o mesmo arco correspondente são iguais. 2- Um ângulo inscrito correspondente a uma circunferência é um ângulo reto.
  • 7. numerosnamente 7 3- A ângulos ao centro iguais correspondem cordas iguais e correspondem arcos iguias e reciprocamente Tangentes a uma circunferência 1- Numa circunferência, uma reta tangente à circunferência é perpendicular a reta que contem o centro e o ponto de tangência. 2- Numa circunferência, uma reta perpendicular ao meio de uma corda passa pelo centro da circunferência. A reta r contém o centro da circunferência
  • 8. numerosnamente 8 3- Numa circunferência, os arcos e as cordas compreendidas entre as retas estritamente paralelas são geometricamente iguais. Polígonos inscritos numa circunferência - Ângulos de um quadrilátero inscritos numa circunferência Um triângulo pode ser sempre inscrito numa circunferência. O centro dessa circunferência é o ponto de intersecção das mediatrizes dos lados do triângulo e o raio é a distância do centro a um dos vértices Nem todos os quadriláteros podem ser inscritos numa circunferência. Considere a figura: Conclui-se que
  • 9. numerosnamente 9 1- num quadrilátero inscrito numa circunferência a soma das amplitudes dos dois ângulos opostos é igual a Amplitude dos ângulos de um polígono regular Considere a figura: De um modo geral: e nº de lados 2- A amplitude de um ângulo interno de um polígono regular com n lados é igual a . Quanto aos ângulos externos de um polígono qualquer, a sua soma é igual a Atenda às figuras:
  • 10. numerosnamente 10 3- A soma das amplitudes dos ângulos externos de um polígono qualquer é igual a