SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 15
Arábia pré-islâmica:
• Antes da criação do Islamismo por Maomé, os
  Árabes eram politeístas.
• Estes povos tem sua origem na península Arábica
  (atual Arábia Saudita).
  – Região de clima seco e quente.
  – Os Árabes do deserto eram chamados de Beduínos.
     • Criavam animais resistentes ao deserto, como camelos e
       dromedários.
  – A região litorânea era
   conhecida como
  “Arábia Feliz” pelo desenvolvimento
  de um intenso comércio.
MAOMÉ (Muhammad)
• Nasceu em 579 d.C. na cidade de Meca.
• Trabalhando como Marinheiro no Mediterrâneo,
  conheceu e estudou o Cristianismo e o Judaísmo.
• Fundiu elementos judaico-cristãos e tradições
  árabes.
  – Segundo a tradição islâmica,
  ele recebeu revelações do anjo
  Gabriel que só existia um deus,
  e seu nome era Alá.
  – As revelações e profecias feitas
  a Maomé pelo anjo Gabriel são a base do Alcorão.
MAOMÉ
• Em 622 Foi expulso de Meca, pois suas
  pregações incomodava os antigos sacerdotes.
  – Hégira (A Fuga) = ano 1 do calendário muçulmano.


• Em Yatrib (futura Medina, a cidade do profeta)
  Maomé consegue apoio dos comerciantes
  locais e dos beduínos para conquistar Meca.
  – Com o tempo converteu os povos da península
    Arábica.
O Profeta orando na
Caaba, numa gravura
otomana do século
XVI. Seu rosto está
vendado, algo comum
na arte islâmica da
época.
EXPANSÃO:
• Em 632 d.C. Maomé morreu e deixou o mundo
  Árabe unificado politicamente e agrupado em
  torno da religião islâmica.

   – Na ausência de Maomé, surgiram os Califas
     (Chefes políticos, religiosos e militares) que
     governavam o império e a religião (Estado
     Teocrático).

• Estimulada pelo interesse em dominar as rotas
  comerciais.

   – 632 – 661 = Pérsia, Síria, Palestina e Egito.
   – 661 – 750 = Noroeste da china, norte da África e
     parte da Península Ibérica.
       • Governo dos Omíadas.
   – 750 – 1258 = Fortaleceram o Império e a
     participação na vida das pessoas.
• Nas regiões dominadas, quem não se convertia ao islã era obrigado a
pagar tributos.
Jihad
• De acordo com o historiador Peter Demant, Jihad é o
  esforço em favor de Deus, é o compromisso pessoal que
  orienta a vida do fiel muçulmano de acordo com as leis
  prescritas por Deus.

   – Apesar de desenvolver a noção de uma guerra de autodefesa
     para proteger os valores que considera nobres, não santifica a
     guerra, já que condena a agressão e o assassinato.

• Entretanto, este termo árabe foi inúmeras vezes apropriado
  no sentido de Guerra Santa para justificar as batalhas
  travadas pelos mulçumanos, para legitimar o uso da
  violência (como em outras religiões).
EXPANSÃO:
• Em 711 d.C. os Árabes cruzaram o Estreito de Gibraltar.
   – Expandindo por terras espanholas.
   – Foi o ponto máximo da expansão Árabe.
• Tentaram ocupar a França, mas foram derrotados em 732 na
  batalha de Poitiers.
• Dentro do território espanhol, fundaram um reino autônomo.
   – O Califado de Córdoba.
      • Mantinha o contato entre a cultura do Islã com a Europa Ocidental Cristã.
   – Nesta região foi construída uma brilhante civilização.
      • Vida muito próspera;
      • Os mouros convertiam os católicos e os judeus.
   – Rica experiência nas artes, nas ciências,                                na
     filosofia, medicina e nos costumes em geral.
Cultura e influência Árabe-
     islâmica para o Ocidente.
• Os Árabes souberam aproveitar os conhecimentos
  adquiridos para melhorar suas atividades comerciais
  e,          adaptando        algumas        ideias
  estrangeiras, desenvolveram hábitos e costumes
  bastante originais.
   – No oriente conheceram instrumentos para observar e
     determinar a altura dos astros;
      • Desenvolveram a bússola e o astrolábio.
   – Aprenderam a utilizar um sistema numérico hindu;
      • Criaram os algarismos arábicos, com acréscimo do zero.
• Aperfeiçoaram o uso do papel e da pólvora.
• Domínio da Química permitiu a fabricação de inúmeros
  produtos farmacêuticos.
Conflitos Internos:
• No Islamismo também existe conflitos internos:
• Em 632 d.C., com a morte de Maomé surgiram dois
  grupos:

  – Sunitas: maioria dos muçulmanos, segundo eles o
    sucessor do profeta poderia ser qualquer pessoa.

  – Xiitas: mais radicais e minoria. Segundo este grupo, o
    sucessor deveria ser um descendente de Maomé.

• Essas disputas permanecem ainda nos dias atuais.
Prof. Msc. Daniel Alves Bronstrup
       BLOG: profhistdaniel.blogspot.com
            @danielbronstrup
       facebook.com/daniel.alvesbronstrup

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

O ser humano chega a america
O ser humano chega a america O ser humano chega a america
O ser humano chega a america
edna2
 

Mais procurados (20)

Povos pré colombianos
Povos pré colombianosPovos pré colombianos
Povos pré colombianos
 
A Formação dos Estados Nacionais
A Formação dos Estados NacionaisA Formação dos Estados Nacionais
A Formação dos Estados Nacionais
 
1° ano - Mesopotâmia
1° ano - Mesopotâmia1° ano - Mesopotâmia
1° ano - Mesopotâmia
 
1° ano - E.M. - Primeiras civilizações
1° ano - E.M. - Primeiras civilizações1° ano - E.M. - Primeiras civilizações
1° ano - E.M. - Primeiras civilizações
 
Crise do feudalismo: as transformações no sistema feudal
Crise do feudalismo: as transformações no sistema feudalCrise do feudalismo: as transformações no sistema feudal
Crise do feudalismo: as transformações no sistema feudal
 
Segunda Guerra Mundial
Segunda Guerra MundialSegunda Guerra Mundial
Segunda Guerra Mundial
 
O ser humano chega a america
O ser humano chega a america O ser humano chega a america
O ser humano chega a america
 
A origem do homem
A origem do homemA origem do homem
A origem do homem
 
As Grandes Navegações - 7º Ano (2016)
As Grandes Navegações - 7º Ano (2016)As Grandes Navegações - 7º Ano (2016)
As Grandes Navegações - 7º Ano (2016)
 
1° ano EM - Hebreus, fenícios e Persas
1° ano EM - Hebreus, fenícios e Persas1° ano EM - Hebreus, fenícios e Persas
1° ano EM - Hebreus, fenícios e Persas
 
Conjuração Mineira e Baiana
Conjuração Mineira e BaianaConjuração Mineira e Baiana
Conjuração Mineira e Baiana
 
1° ano - E.M. - Introdução à história
1° ano - E.M. - Introdução à história1° ano - E.M. - Introdução à história
1° ano - E.M. - Introdução à história
 
2° ano - Brasil Império: Segundo Reinado
2° ano  - Brasil Império: Segundo Reinado2° ano  - Brasil Império: Segundo Reinado
2° ano - Brasil Império: Segundo Reinado
 
1º ano - Reforma Religiosa
1º ano - Reforma Religiosa1º ano - Reforma Religiosa
1º ano - Reforma Religiosa
 
Imperialismo
ImperialismoImperialismo
Imperialismo
 
Expansão Marítima
Expansão MarítimaExpansão Marítima
Expansão Marítima
 
Islamismo
IslamismoIslamismo
Islamismo
 
Aula cfgv - A vinda da família real para o Brasil
Aula cfgv - A vinda da família real para o Brasil Aula cfgv - A vinda da família real para o Brasil
Aula cfgv - A vinda da família real para o Brasil
 
3º ano - Era Vargas 1930-1945
3º ano  - Era Vargas 1930-19453º ano  - Era Vargas 1930-1945
3º ano - Era Vargas 1930-1945
 
Imperialismo
ImperialismoImperialismo
Imperialismo
 

Destaque (8)

1° ano - Idade Média Ocidental
1° ano  - Idade Média Ocidental1° ano  - Idade Média Ocidental
1° ano - Idade Média Ocidental
 
3º ano - Ditadura Militar e Redemocratização
3º ano - Ditadura Militar e Redemocratização3º ano - Ditadura Militar e Redemocratização
3º ano - Ditadura Militar e Redemocratização
 
1º ano - Expansão Marítima Européia e Absolutismo
1º ano - Expansão Marítima Européia e Absolutismo1º ano - Expansão Marítima Européia e Absolutismo
1º ano - Expansão Marítima Européia e Absolutismo
 
3º ano segunda guerra mundial (1939 – 1945)
3º ano   segunda guerra mundial (1939 – 1945)3º ano   segunda guerra mundial (1939 – 1945)
3º ano segunda guerra mundial (1939 – 1945)
 
1° ano - Bizantinos
1° ano - Bizantinos1° ano - Bizantinos
1° ano - Bizantinos
 
3ºano slide - da crise à guerra
3ºano   slide - da crise à guerra3ºano   slide - da crise à guerra
3ºano slide - da crise à guerra
 
1º ano - transição da idade média para a idade moderna
1º ano - transição da idade média para a idade moderna1º ano - transição da idade média para a idade moderna
1º ano - transição da idade média para a idade moderna
 
2° ano Primeiro Reinado e Regências
2° ano   Primeiro Reinado e Regências2° ano   Primeiro Reinado e Regências
2° ano Primeiro Reinado e Regências
 

Semelhante a 1º ano - Civilização Árabe

1ano-civilizaorabe-120909195714-phpapp01.pptx
1ano-civilizaorabe-120909195714-phpapp01.pptx1ano-civilizaorabe-120909195714-phpapp01.pptx
1ano-civilizaorabe-120909195714-phpapp01.pptx
RogerioTrentin2
 
Origem e expansão do islamismo
Origem e expansão do islamismoOrigem e expansão do islamismo
Origem e expansão do islamismo
Thiago Oliveira
 
A ARÁBIA PRÉ-ISLÂMICA
A ARÁBIA PRÉ-ISLÂMICAA ARÁBIA PRÉ-ISLÂMICA
A ARÁBIA PRÉ-ISLÂMICA
Antonio Marcos
 

Semelhante a 1º ano - Civilização Árabe (20)

Professor Adail/ e o Mundo Árabe
Professor Adail/ e o Mundo Árabe Professor Adail/ e o Mundo Árabe
Professor Adail/ e o Mundo Árabe
 
1ano-civilizaorabe-120909195714-phpapp01.pptx
1ano-civilizaorabe-120909195714-phpapp01.pptx1ano-civilizaorabe-120909195714-phpapp01.pptx
1ano-civilizaorabe-120909195714-phpapp01.pptx
 
O Mundo Islâmico Ontem e Hoje (2).ppt
O Mundo Islâmico Ontem e Hoje (2).pptO Mundo Islâmico Ontem e Hoje (2).ppt
O Mundo Islâmico Ontem e Hoje (2).ppt
 
Islamismo - finalizado.pptx
Islamismo - finalizado.pptxIslamismo - finalizado.pptx
Islamismo - finalizado.pptx
 
Islamismo
IslamismoIslamismo
Islamismo
 
A EXPANSÃO ISLÂMICA
A EXPANSÃO ISLÂMICAA EXPANSÃO ISLÂMICA
A EXPANSÃO ISLÂMICA
 
Civilização muçulmana
Civilização muçulmanaCivilização muçulmana
Civilização muçulmana
 
Origem e expansão do islamismo
Origem e expansão do islamismoOrigem e expansão do islamismo
Origem e expansão do islamismo
 
Império islâmico
Império islâmico Império islâmico
Império islâmico
 
Império islâmico
Império islâmico Império islâmico
Império islâmico
 
Mundo islâmico
Mundo islâmicoMundo islâmico
Mundo islâmico
 
Império Árabe.pdf Império Árabe.pdf Império Árabe.pdf
Império Árabe.pdf Império Árabe.pdf Império Árabe.pdfImpério Árabe.pdf Império Árabe.pdf Império Árabe.pdf
Império Árabe.pdf Império Árabe.pdf Império Árabe.pdf
 
A arábia pré islâmica - uma breve história
A arábia pré islâmica - uma breve históriaA arábia pré islâmica - uma breve história
A arábia pré islâmica - uma breve história
 
IDADE MÉDIA OCIDENTAL
 IDADE MÉDIA OCIDENTAL IDADE MÉDIA OCIDENTAL
IDADE MÉDIA OCIDENTAL
 
Mundo islãmico
Mundo islãmicoMundo islãmico
Mundo islãmico
 
Civilização árabe
Civilização árabeCivilização árabe
Civilização árabe
 
A ARÁBIA PRÉ-ISLÂMICA
A ARÁBIA PRÉ-ISLÂMICAA ARÁBIA PRÉ-ISLÂMICA
A ARÁBIA PRÉ-ISLÂMICA
 
O mundo islâmico
O mundo islâmicoO mundo islâmico
O mundo islâmico
 
ISLAMISMO 9 ANO.ppt aula ensino medio fundamental
ISLAMISMO 9 ANO.ppt aula ensino medio fundamentalISLAMISMO 9 ANO.ppt aula ensino medio fundamental
ISLAMISMO 9 ANO.ppt aula ensino medio fundamental
 
ISLAMISMO
ISLAMISMOISLAMISMO
ISLAMISMO
 

Mais de Daniel Alves Bronstrup

Mais de Daniel Alves Bronstrup (20)

Idade media - Feudalismo.pptx
Idade media - Feudalismo.pptxIdade media - Feudalismo.pptx
Idade media - Feudalismo.pptx
 
2º ano - Brasil segundo reinado
2º ano - Brasil segundo reinado2º ano - Brasil segundo reinado
2º ano - Brasil segundo reinado
 
3ºano ditadura e democracia no brasil
3ºano ditadura e democracia no brasil3ºano ditadura e democracia no brasil
3ºano ditadura e democracia no brasil
 
2º ANO - Independência e Primeiro reinado
2º ANO - Independência e Primeiro reinado2º ANO - Independência e Primeiro reinado
2º ANO - Independência e Primeiro reinado
 
2º ano - Período Regencial e Revoltas
2º ano - Período Regencial e Revoltas2º ano - Período Regencial e Revoltas
2º ano - Período Regencial e Revoltas
 
2ºano - Revolução Francesa
2ºano - Revolução Francesa2ºano - Revolução Francesa
2ºano - Revolução Francesa
 
REVOLUÇÃO INDUSTRIAL E IDEOLOGIAS DO SEC. XIX.
REVOLUÇÃO INDUSTRIAL E IDEOLOGIAS DO SEC. XIX.REVOLUÇÃO INDUSTRIAL E IDEOLOGIAS DO SEC. XIX.
REVOLUÇÃO INDUSTRIAL E IDEOLOGIAS DO SEC. XIX.
 
2ano - Inconfidência Mineira
2ano - Inconfidência Mineira2ano - Inconfidência Mineira
2ano - Inconfidência Mineira
 
Brasil Colônia: Ciclo do Ouro.
Brasil Colônia: Ciclo do Ouro.Brasil Colônia: Ciclo do Ouro.
Brasil Colônia: Ciclo do Ouro.
 
2º ano - iluminismo
2º ano -  iluminismo2º ano -  iluminismo
2º ano - iluminismo
 
1º ano E.M. - Mesopotâmia
1º ano E.M. - Mesopotâmia1º ano E.M. - Mesopotâmia
1º ano E.M. - Mesopotâmia
 
Resumão do 3ão - Alta Idade Média
Resumão do 3ão -  Alta Idade MédiaResumão do 3ão -  Alta Idade Média
Resumão do 3ão - Alta Idade Média
 
3ão - Brasil Segundo Reinado
3ão - Brasil Segundo Reinado3ão - Brasil Segundo Reinado
3ão - Brasil Segundo Reinado
 
3ºano - Revolução Industrial e Ideologias do Séc. XIX
3ºano - Revolução Industrial e Ideologias do Séc. XIX3ºano - Revolução Industrial e Ideologias do Séc. XIX
3ºano - Revolução Industrial e Ideologias do Séc. XIX
 
3º ano Revolução Francesa e outros movimentos franceses.
3º ano Revolução Francesa e outros movimentos franceses.3º ano Revolução Francesa e outros movimentos franceses.
3º ano Revolução Francesa e outros movimentos franceses.
 
3º ano Período Regencial
3º ano Período Regencial3º ano Período Regencial
3º ano Período Regencial
 
3ºão ano - Família Real, Independência e Primeiro Reinado.
3ºão ano - Família Real, Independência e Primeiro Reinado.3ºão ano - Família Real, Independência e Primeiro Reinado.
3ºão ano - Família Real, Independência e Primeiro Reinado.
 
3ão Resumão - Iluminismo - Rev Inglesa
3ão Resumão - Iluminismo - Rev Inglesa3ão Resumão - Iluminismo - Rev Inglesa
3ão Resumão - Iluminismo - Rev Inglesa
 
3º ano - Mineração, expansão territorial e escravidão.
3º ano - Mineração, expansão territorial e escravidão.3º ano - Mineração, expansão territorial e escravidão.
3º ano - Mineração, expansão territorial e escravidão.
 
3º ano - Civilização Romana
3º ano - Civilização Romana 3º ano - Civilização Romana
3º ano - Civilização Romana
 

1º ano - Civilização Árabe

  • 1.
  • 2. Arábia pré-islâmica: • Antes da criação do Islamismo por Maomé, os Árabes eram politeístas. • Estes povos tem sua origem na península Arábica (atual Arábia Saudita). – Região de clima seco e quente. – Os Árabes do deserto eram chamados de Beduínos. • Criavam animais resistentes ao deserto, como camelos e dromedários. – A região litorânea era conhecida como “Arábia Feliz” pelo desenvolvimento de um intenso comércio.
  • 3.
  • 4. MAOMÉ (Muhammad) • Nasceu em 579 d.C. na cidade de Meca. • Trabalhando como Marinheiro no Mediterrâneo, conheceu e estudou o Cristianismo e o Judaísmo. • Fundiu elementos judaico-cristãos e tradições árabes. – Segundo a tradição islâmica, ele recebeu revelações do anjo Gabriel que só existia um deus, e seu nome era Alá. – As revelações e profecias feitas a Maomé pelo anjo Gabriel são a base do Alcorão.
  • 5. MAOMÉ • Em 622 Foi expulso de Meca, pois suas pregações incomodava os antigos sacerdotes. – Hégira (A Fuga) = ano 1 do calendário muçulmano. • Em Yatrib (futura Medina, a cidade do profeta) Maomé consegue apoio dos comerciantes locais e dos beduínos para conquistar Meca. – Com o tempo converteu os povos da península Arábica.
  • 6. O Profeta orando na Caaba, numa gravura otomana do século XVI. Seu rosto está vendado, algo comum na arte islâmica da época.
  • 7. EXPANSÃO: • Em 632 d.C. Maomé morreu e deixou o mundo Árabe unificado politicamente e agrupado em torno da religião islâmica. – Na ausência de Maomé, surgiram os Califas (Chefes políticos, religiosos e militares) que governavam o império e a religião (Estado Teocrático). • Estimulada pelo interesse em dominar as rotas comerciais. – 632 – 661 = Pérsia, Síria, Palestina e Egito. – 661 – 750 = Noroeste da china, norte da África e parte da Península Ibérica. • Governo dos Omíadas. – 750 – 1258 = Fortaleceram o Império e a participação na vida das pessoas.
  • 8. • Nas regiões dominadas, quem não se convertia ao islã era obrigado a pagar tributos.
  • 9.
  • 10. Jihad • De acordo com o historiador Peter Demant, Jihad é o esforço em favor de Deus, é o compromisso pessoal que orienta a vida do fiel muçulmano de acordo com as leis prescritas por Deus. – Apesar de desenvolver a noção de uma guerra de autodefesa para proteger os valores que considera nobres, não santifica a guerra, já que condena a agressão e o assassinato. • Entretanto, este termo árabe foi inúmeras vezes apropriado no sentido de Guerra Santa para justificar as batalhas travadas pelos mulçumanos, para legitimar o uso da violência (como em outras religiões).
  • 11. EXPANSÃO: • Em 711 d.C. os Árabes cruzaram o Estreito de Gibraltar. – Expandindo por terras espanholas. – Foi o ponto máximo da expansão Árabe. • Tentaram ocupar a França, mas foram derrotados em 732 na batalha de Poitiers. • Dentro do território espanhol, fundaram um reino autônomo. – O Califado de Córdoba. • Mantinha o contato entre a cultura do Islã com a Europa Ocidental Cristã. – Nesta região foi construída uma brilhante civilização. • Vida muito próspera; • Os mouros convertiam os católicos e os judeus. – Rica experiência nas artes, nas ciências, na filosofia, medicina e nos costumes em geral.
  • 12.
  • 13. Cultura e influência Árabe- islâmica para o Ocidente. • Os Árabes souberam aproveitar os conhecimentos adquiridos para melhorar suas atividades comerciais e, adaptando algumas ideias estrangeiras, desenvolveram hábitos e costumes bastante originais. – No oriente conheceram instrumentos para observar e determinar a altura dos astros; • Desenvolveram a bússola e o astrolábio. – Aprenderam a utilizar um sistema numérico hindu; • Criaram os algarismos arábicos, com acréscimo do zero. • Aperfeiçoaram o uso do papel e da pólvora. • Domínio da Química permitiu a fabricação de inúmeros produtos farmacêuticos.
  • 14. Conflitos Internos: • No Islamismo também existe conflitos internos: • Em 632 d.C., com a morte de Maomé surgiram dois grupos: – Sunitas: maioria dos muçulmanos, segundo eles o sucessor do profeta poderia ser qualquer pessoa. – Xiitas: mais radicais e minoria. Segundo este grupo, o sucessor deveria ser um descendente de Maomé. • Essas disputas permanecem ainda nos dias atuais.
  • 15. Prof. Msc. Daniel Alves Bronstrup BLOG: profhistdaniel.blogspot.com @danielbronstrup facebook.com/daniel.alvesbronstrup