SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 1
Baixar para ler offline
Escola Secundária Gabriel Pereira
                                                      Português B
  Docente: Manuel Correia Dias


                            Pronomes Pessoais e Pronominalização
        Os pronomes pessoais caracterizam-se:
        1º) por denotarem as três pessoas gramaticais, isto é, por terem a capacidade de indicar no colóquio:
             a) quem fala = 1ª pessoa: eu (singular), nós (plural);
             b) com quem se fala = 2ª pessoa: tu (singular), vós (plural);
             c) de quem se fala = 3ª pessoa: ele (singular), eles (plural);

        2º) por poderem representar, quando na 3ª pessoa, uma forma nominal anteriormente expressa:
             a) Melhora o teu comportamento para que ele te melhore a ti.

        3º) por variarem de forma, segundo: a) a função que desempenham na oração; b) a acentuação que nela recebem.

                                         Formas dos Pronomes Pessoais
         Quanto à função, as formas do pronome pessoal podem ser rectas ou oblíquas. Rectas, quando funcionam como
sujeito da oração; oblíquas, quando nela se empregam fundamentalmente como objecto (directo ou indirecto).
         Quanto à acentuação, distinguem-se nos pronomes pessoais as formas tónicas das átonas. O quadro abaixo mostra
claramente a correspondência entre essas formas:

                                                                      Pronomes Pessoais Oblíquos não Reflexivos
                                      Pronomes Pessoais Rectos
                                                                              Átonos                  Tónicos
                                                  eu                            me                  mim, comigo
                      1ª pessoa
        Singular                                   tu                            te                  ti, contigo
                      2ª pessoa
                                                ele, ela                     o, a, lhe                 ele, ela
                      3ª pessoa
                                                  nós                           nos                nós, connosco
                      1ª pessoa
         Plural                                   vós                           vos                vós, convosco
                      2ª pessoa
                                               eles, elas                   os, as, lhes             eles, elas
                      3ª pessoa


        Formas o, lo e no do pronome oblíquo.

        Quando o pronome oblíquo da 3ª pessoa, que funciona como objecto directo, vem antes do verbo, apresenta-se
sempre com as formas o, a, os, as. Assim:
                a) Eu não o vi; b) tu é que as viste.

        Quando, porém, está colocado depois do verbo e se liga a este por hífen (pronome enclítico), a sua forma depende
da terminação do verbo:
        1º) Se a forma verbal terminar em vogal ou ditongo oral, emprega-se o, a, os, as.
                         Louvo-o; Louvava-a; Louvei-os; Louvou-as.

           2º) Se a forma verbal terminar em –r, -s ou –z, suprimem-se estas consoantes e o pronome assume as modalidades
lo, la, los, las, como nestes exemplos:
                            Vê-lo; Encontramo-la; Vendê-las.
           O mesmo se dá quando ele vem posposto ao designativo eis ou aos pronomes nos e vos.:
                                            Ei-lo sorridente; O nome não vo-lo direi.

        3º) Se a forma verbal terminar em ditongo nasal, o pronome assume as modalidades no, na, nos, nas.
                         Dão-no; Põe-na; Tem-nos; Trouxeram-nas.

                                    O Futuro do Indicativo e o Condicional
        No Futuro do Indicativo e no Condicional o pronome oblíquo não pode ser enclítico, isto é, não pode vir depois
do verbo. Dá-se, então, a mesóclise do pronome, ou seja, a sua colocação no interior do verbo:
                               Vendê-lo-ei; Vendê-lo-emos, Vendê-lo-ia; Vendê-lo-íamos.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Transformação ativa-passiva
Transformação ativa-passivaTransformação ativa-passiva
Transformação ativa-passivaAntónio Mateus
 
Ficha sobre fenómenos fonéticos 9º
Ficha sobre fenómenos fonéticos 9ºFicha sobre fenómenos fonéticos 9º
Ficha sobre fenómenos fonéticos 9ºHelena Almeida
 
Conjunções e Locuções Conjuncionais
Conjunções e Locuções ConjuncionaisConjunções e Locuções Conjuncionais
Conjunções e Locuções ConjuncionaisRosalina Simão Nunes
 
Pronome em adjacencia_verbal
Pronome em adjacencia_verbalPronome em adjacencia_verbal
Pronome em adjacencia_verbalgracacruz
 
Categorias da narrativa 9º ano
Categorias da narrativa   9º anoCategorias da narrativa   9º ano
Categorias da narrativa 9º anoElisabeteMarques
 
Ficha formativa_ Relação entre palavras
Ficha formativa_ Relação entre palavrasFicha formativa_ Relação entre palavras
Ficha formativa_ Relação entre palavrasRaquel Antunes
 
Orações subordinadas relativas
Orações subordinadas relativasOrações subordinadas relativas
Orações subordinadas relativasMargarida Tomaz
 
Ficha formativa_ Passé Composé
Ficha formativa_ Passé Composé Ficha formativa_ Passé Composé
Ficha formativa_ Passé Composé Raquel Antunes
 
Ficha dos determinantes e pronomes possessivos
Ficha dos determinantes e pronomes possessivosFicha dos determinantes e pronomes possessivos
Ficha dos determinantes e pronomes possessivosCélia Gonçalves
 
Ficha formativa_ Recursos Expressivos (I)
Ficha formativa_ Recursos Expressivos (I)Ficha formativa_ Recursos Expressivos (I)
Ficha formativa_ Recursos Expressivos (I)Raquel Antunes
 
Ficha de trabalho sobre determinantes
Ficha de trabalho sobre determinantesFicha de trabalho sobre determinantes
Ficha de trabalho sobre determinantesCristina Sabino
 
Ficha trabalho coordenação
Ficha trabalho coordenaçãoFicha trabalho coordenação
Ficha trabalho coordenaçãoMargarida Gomes
 

Mais procurados (20)

Transformação ativa-passiva
Transformação ativa-passivaTransformação ativa-passiva
Transformação ativa-passiva
 
Hiperonímia e hiponímia
Hiperonímia e hiponímiaHiperonímia e hiponímia
Hiperonímia e hiponímia
 
Pronominalização
PronominalizaçãoPronominalização
Pronominalização
 
Ficha sobre fenómenos fonéticos 9º
Ficha sobre fenómenos fonéticos 9ºFicha sobre fenómenos fonéticos 9º
Ficha sobre fenómenos fonéticos 9º
 
Conjunções e Locuções Conjuncionais
Conjunções e Locuções ConjuncionaisConjunções e Locuções Conjuncionais
Conjunções e Locuções Conjuncionais
 
Pronome em adjacencia_verbal
Pronome em adjacencia_verbalPronome em adjacencia_verbal
Pronome em adjacencia_verbal
 
Teste Português Anne Frank (8ºano)
Teste Português Anne Frank (8ºano)Teste Português Anne Frank (8ºano)
Teste Português Anne Frank (8ºano)
 
Categorias da narrativa 9º ano
Categorias da narrativa   9º anoCategorias da narrativa   9º ano
Categorias da narrativa 9º ano
 
Ficha formativa_ Relação entre palavras
Ficha formativa_ Relação entre palavrasFicha formativa_ Relação entre palavras
Ficha formativa_ Relação entre palavras
 
Orações subordinadas relativas
Orações subordinadas relativasOrações subordinadas relativas
Orações subordinadas relativas
 
Ficha formativa_ Passé Composé
Ficha formativa_ Passé Composé Ficha formativa_ Passé Composé
Ficha formativa_ Passé Composé
 
Ficha dos determinantes e pronomes possessivos
Ficha dos determinantes e pronomes possessivosFicha dos determinantes e pronomes possessivos
Ficha dos determinantes e pronomes possessivos
 
Ficha formativa_ Recursos Expressivos (I)
Ficha formativa_ Recursos Expressivos (I)Ficha formativa_ Recursos Expressivos (I)
Ficha formativa_ Recursos Expressivos (I)
 
Ppt tipos texto[1]
Ppt tipos texto[1]Ppt tipos texto[1]
Ppt tipos texto[1]
 
Ficha de trabalho sobre determinantes
Ficha de trabalho sobre determinantesFicha de trabalho sobre determinantes
Ficha de trabalho sobre determinantes
 
Complemento oblíquo
Complemento oblíquoComplemento oblíquo
Complemento oblíquo
 
Modificador da frase
Modificador da fraseModificador da frase
Modificador da frase
 
Ficha trabalho coordenação
Ficha trabalho coordenaçãoFicha trabalho coordenação
Ficha trabalho coordenação
 
Texto de opinião
Texto de opiniãoTexto de opinião
Texto de opinião
 
Formacao de palavras[1]
Formacao de palavras[1]Formacao de palavras[1]
Formacao de palavras[1]
 

Semelhante a Pronominalização

Cusersuserdocumentsesc felgueiras08-0911ano08-09pronominalizaoteoria-09040118...
Cusersuserdocumentsesc felgueiras08-0911ano08-09pronominalizaoteoria-09040118...Cusersuserdocumentsesc felgueiras08-0911ano08-09pronominalizaoteoria-09040118...
Cusersuserdocumentsesc felgueiras08-0911ano08-09pronominalizaoteoria-09040118...Noy Cristóvão
 
Português-Pronome
Português-PronomePortuguês-Pronome
Português-PronomeJaicinha
 
Pronomes da Língua Portuguesa
Pronomes da Língua PortuguesaPronomes da Língua Portuguesa
Pronomes da Língua PortuguesaKauana Manika
 
Emprego de pronomes[1] - layout
Emprego de pronomes[1] - layoutEmprego de pronomes[1] - layout
Emprego de pronomes[1] - layoutRenato Rodrigues
 
Aulavii pronomes-100925165558-phpapp01
Aulavii pronomes-100925165558-phpapp01Aulavii pronomes-100925165558-phpapp01
Aulavii pronomes-100925165558-phpapp01Pedro Moniz
 
Slide 04 emprego de pronomes
Slide 04 emprego de pronomesSlide 04 emprego de pronomes
Slide 04 emprego de pronomesNilberte
 
Aulavii pronomes-100925170658-phpapp01
Aulavii pronomes-100925170658-phpapp01Aulavii pronomes-100925170658-phpapp01
Aulavii pronomes-100925170658-phpapp01Francisco Romao
 
Pronomes Pessoais
Pronomes PessoaisPronomes Pessoais
Pronomes PessoaisLeYa
 
Aula sobre pronomes
Aula sobre pronomesAula sobre pronomes
Aula sobre pronomesLeYa
 
Parcial de Lucrecia Grigolato presentacion
Parcial de Lucrecia Grigolato presentacionParcial de Lucrecia Grigolato presentacion
Parcial de Lucrecia Grigolato presentacionlucrecia1991
 
Agente Penitenciário - Pronomes Pessoais
Agente Penitenciário - Pronomes PessoaisAgente Penitenciário - Pronomes Pessoais
Agente Penitenciário - Pronomes PessoaisProfFernandaBraga
 
pronome-pessoais-e-colocacao-pronominal.pdf
pronome-pessoais-e-colocacao-pronominal.pdfpronome-pessoais-e-colocacao-pronominal.pdf
pronome-pessoais-e-colocacao-pronominal.pdfAluno180Espro
 
Subject Pronouns 1o Ano
Subject Pronouns 1o AnoSubject Pronouns 1o Ano
Subject Pronouns 1o Anomarciaciufa
 
Pronomes Pessoais Josefina
Pronomes Pessoais JosefinaPronomes Pessoais Josefina
Pronomes Pessoais Josefinancs.junior
 

Semelhante a Pronominalização (20)

Cusersuserdocumentsesc felgueiras08-0911ano08-09pronominalizaoteoria-09040118...
Cusersuserdocumentsesc felgueiras08-0911ano08-09pronominalizaoteoria-09040118...Cusersuserdocumentsesc felgueiras08-0911ano08-09pronominalizaoteoria-09040118...
Cusersuserdocumentsesc felgueiras08-0911ano08-09pronominalizaoteoria-09040118...
 
Português-Pronome
Português-PronomePortuguês-Pronome
Português-Pronome
 
Jgpronomespessoais
JgpronomespessoaisJgpronomespessoais
Jgpronomespessoais
 
Pronomes
Pronomes Pronomes
Pronomes
 
Pronomes da Língua Portuguesa
Pronomes da Língua PortuguesaPronomes da Língua Portuguesa
Pronomes da Língua Portuguesa
 
Pronomes ficha trabalho
Pronomes ficha trabalhoPronomes ficha trabalho
Pronomes ficha trabalho
 
Emprego de pronomes[1] - layout
Emprego de pronomes[1] - layoutEmprego de pronomes[1] - layout
Emprego de pronomes[1] - layout
 
Aulavii pronomes-100925165558-phpapp01
Aulavii pronomes-100925165558-phpapp01Aulavii pronomes-100925165558-phpapp01
Aulavii pronomes-100925165558-phpapp01
 
Slide 04 emprego de pronomes
Slide 04 emprego de pronomesSlide 04 emprego de pronomes
Slide 04 emprego de pronomes
 
Aulavii pronomes-100925170658-phpapp01
Aulavii pronomes-100925170658-phpapp01Aulavii pronomes-100925170658-phpapp01
Aulavii pronomes-100925170658-phpapp01
 
Pronomes Pessoais
Pronomes PessoaisPronomes Pessoais
Pronomes Pessoais
 
Aula sobre pronomes
Aula sobre pronomesAula sobre pronomes
Aula sobre pronomes
 
Parcial de Lucrecia Grigolato presentacion
Parcial de Lucrecia Grigolato presentacionParcial de Lucrecia Grigolato presentacion
Parcial de Lucrecia Grigolato presentacion
 
Pronome
PronomePronome
Pronome
 
Pronome
PronomePronome
Pronome
 
Agente Penitenciário - Pronomes Pessoais
Agente Penitenciário - Pronomes PessoaisAgente Penitenciário - Pronomes Pessoais
Agente Penitenciário - Pronomes Pessoais
 
2-série-pronome-I.pptx
2-série-pronome-I.pptx2-série-pronome-I.pptx
2-série-pronome-I.pptx
 
pronome-pessoais-e-colocacao-pronominal.pdf
pronome-pessoais-e-colocacao-pronominal.pdfpronome-pessoais-e-colocacao-pronominal.pdf
pronome-pessoais-e-colocacao-pronominal.pdf
 
Subject Pronouns 1o Ano
Subject Pronouns 1o AnoSubject Pronouns 1o Ano
Subject Pronouns 1o Ano
 
Pronomes Pessoais Josefina
Pronomes Pessoais JosefinaPronomes Pessoais Josefina
Pronomes Pessoais Josefina
 

Mais de nelsonalves70

Frei Luis de Sousa - Estrutura Clássica
Frei Luis de Sousa - Estrutura ClássicaFrei Luis de Sousa - Estrutura Clássica
Frei Luis de Sousa - Estrutura Clássicanelsonalves70
 
Frei Luís de Sousa - Classificação.
Frei Luís de Sousa - Classificação.Frei Luís de Sousa - Classificação.
Frei Luís de Sousa - Classificação.nelsonalves70
 
Frei Luís de Sousa - Tempo
Frei Luís de Sousa - TempoFrei Luís de Sousa - Tempo
Frei Luís de Sousa - Temponelsonalves70
 
O Mito do Quinto Império
O Mito do Quinto ImpérioO Mito do Quinto Império
O Mito do Quinto Impérionelsonalves70
 
Categorias Narrativa
Categorias NarrativaCategorias Narrativa
Categorias Narrativanelsonalves70
 
A Expressividade dos Vários Narradores, Memorial
A Expressividade dos Vários Narradores, MemorialA Expressividade dos Vários Narradores, Memorial
A Expressividade dos Vários Narradores, Memorialnelsonalves70
 
Modos de Representação da Narrativa
Modos de Representação da NarrativaModos de Representação da Narrativa
Modos de Representação da Narrativanelsonalves70
 
Mecanismos de Coesão
Mecanismos de CoesãoMecanismos de Coesão
Mecanismos de Coesãonelsonalves70
 
Relação entre as palavras
Relação entre as palavrasRelação entre as palavras
Relação entre as palavrasnelsonalves70
 
Mecanismos de Coesão (Esquema)
Mecanismos de Coesão (Esquema)Mecanismos de Coesão (Esquema)
Mecanismos de Coesão (Esquema)nelsonalves70
 
Mecanismos de Coesão
Mecanismos de CoesãoMecanismos de Coesão
Mecanismos de Coesãonelsonalves70
 
Proposição d' "Os Lusíadas"
Proposição d' "Os Lusíadas"Proposição d' "Os Lusíadas"
Proposição d' "Os Lusíadas"nelsonalves70
 
Protótipos Textuais
Protótipos TextuaisProtótipos Textuais
Protótipos Textuaisnelsonalves70
 

Mais de nelsonalves70 (19)

Os Maias - Análise
Os Maias - AnáliseOs Maias - Análise
Os Maias - Análise
 
Frei Luis de Sousa - Estrutura Clássica
Frei Luis de Sousa - Estrutura ClássicaFrei Luis de Sousa - Estrutura Clássica
Frei Luis de Sousa - Estrutura Clássica
 
Frei Luís de Sousa - Classificação.
Frei Luís de Sousa - Classificação.Frei Luís de Sousa - Classificação.
Frei Luís de Sousa - Classificação.
 
Frei Luís de Sousa - Tempo
Frei Luís de Sousa - TempoFrei Luís de Sousa - Tempo
Frei Luís de Sousa - Tempo
 
Velho do Restelo
Velho do ResteloVelho do Restelo
Velho do Restelo
 
O Mito do Quinto Império
O Mito do Quinto ImpérioO Mito do Quinto Império
O Mito do Quinto Império
 
Categorias Narrativa
Categorias NarrativaCategorias Narrativa
Categorias Narrativa
 
A Expressividade dos Vários Narradores, Memorial
A Expressividade dos Vários Narradores, MemorialA Expressividade dos Vários Narradores, Memorial
A Expressividade dos Vários Narradores, Memorial
 
Modos de Representação da Narrativa
Modos de Representação da NarrativaModos de Representação da Narrativa
Modos de Representação da Narrativa
 
Mecanismos de Coesão
Mecanismos de CoesãoMecanismos de Coesão
Mecanismos de Coesão
 
Actos Ilocutórios
Actos IlocutóriosActos Ilocutórios
Actos Ilocutórios
 
Relação entre as palavras
Relação entre as palavrasRelação entre as palavras
Relação entre as palavras
 
Deixis
DeixisDeixis
Deixis
 
Mecanismos de Coesão (Esquema)
Mecanismos de Coesão (Esquema)Mecanismos de Coesão (Esquema)
Mecanismos de Coesão (Esquema)
 
Mecanismos de Coesão
Mecanismos de CoesãoMecanismos de Coesão
Mecanismos de Coesão
 
Proposição d' "Os Lusíadas"
Proposição d' "Os Lusíadas"Proposição d' "Os Lusíadas"
Proposição d' "Os Lusíadas"
 
Felizmente Há Luar
Felizmente Há LuarFelizmente Há Luar
Felizmente Há Luar
 
Protótipos Textuais
Protótipos TextuaisProtótipos Textuais
Protótipos Textuais
 
Subordinação
SubordinaçãoSubordinação
Subordinação
 

Último

Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Introdução
Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - IntroduçãoEbook - Mentoria Ministério com Jovens - Introdução
Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - IntroduçãoInsituto Propósitos de Ensino
 
Lição 2 - A Escolha entre a Porta Estreita e a Porta Larga.pptx
Lição 2 - A Escolha entre a Porta Estreita e a Porta Larga.pptxLição 2 - A Escolha entre a Porta Estreita e a Porta Larga.pptx
Lição 2 - A Escolha entre a Porta Estreita e a Porta Larga.pptxCelso Napoleon
 
Lição 1 - O início da caminhada - CPAD.pptx
Lição 1 - O início da caminhada - CPAD.pptxLição 1 - O início da caminhada - CPAD.pptx
Lição 1 - O início da caminhada - CPAD.pptxCelso Napoleon
 
RESOLVENDO CONFLITOS NO CASAMENTOe na familia
RESOLVENDO CONFLITOS NO CASAMENTOe na familiaRESOLVENDO CONFLITOS NO CASAMENTOe na familia
RESOLVENDO CONFLITOS NO CASAMENTOe na familiamaysa997520
 
AUXADO_1TRIM_2024.pdf ESCOLA SABATINA 2024
AUXADO_1TRIM_2024.pdf ESCOLA SABATINA 2024AUXADO_1TRIM_2024.pdf ESCOLA SABATINA 2024
AUXADO_1TRIM_2024.pdf ESCOLA SABATINA 2024RaniereSilva14
 
O concílio de Jerusalém Cap 14 e 15.pptx
O concílio de Jerusalém  Cap 14 e 15.pptxO concílio de Jerusalém  Cap 14 e 15.pptx
O concílio de Jerusalém Cap 14 e 15.pptxPIB Penha
 
Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Aula ao vivo
Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Aula ao vivoEbook - Mentoria Ministério com Jovens - Aula ao vivo
Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Aula ao vivoInsituto Propósitos de Ensino
 
slide da missa com leituras e oração eucarística
slide da missa com leituras e oração eucarísticaslide da missa com leituras e oração eucarística
slide da missa com leituras e oração eucarísticaFranklinOliveira30
 

Último (12)

Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Introdução
Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - IntroduçãoEbook - Mentoria Ministério com Jovens - Introdução
Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Introdução
 
Lição 2 - A Escolha entre a Porta Estreita e a Porta Larga.pptx
Lição 2 - A Escolha entre a Porta Estreita e a Porta Larga.pptxLição 2 - A Escolha entre a Porta Estreita e a Porta Larga.pptx
Lição 2 - A Escolha entre a Porta Estreita e a Porta Larga.pptx
 
Lição 1 - O início da caminhada - CPAD.pptx
Lição 1 - O início da caminhada - CPAD.pptxLição 1 - O início da caminhada - CPAD.pptx
Lição 1 - O início da caminhada - CPAD.pptx
 
O Livro dos Espiritos - Allan Kardec.pdf
O Livro dos Espiritos - Allan Kardec.pdfO Livro dos Espiritos - Allan Kardec.pdf
O Livro dos Espiritos - Allan Kardec.pdf
 
RESOLVENDO CONFLITOS NO CASAMENTOe na familia
RESOLVENDO CONFLITOS NO CASAMENTOe na familiaRESOLVENDO CONFLITOS NO CASAMENTOe na familia
RESOLVENDO CONFLITOS NO CASAMENTOe na familia
 
AUXADO_1TRIM_2024.pdf ESCOLA SABATINA 2024
AUXADO_1TRIM_2024.pdf ESCOLA SABATINA 2024AUXADO_1TRIM_2024.pdf ESCOLA SABATINA 2024
AUXADO_1TRIM_2024.pdf ESCOLA SABATINA 2024
 
O concílio de Jerusalém Cap 14 e 15.pptx
O concílio de Jerusalém  Cap 14 e 15.pptxO concílio de Jerusalém  Cap 14 e 15.pptx
O concílio de Jerusalém Cap 14 e 15.pptx
 
Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Aula 02
Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Aula 02Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Aula 02
Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Aula 02
 
Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Aula ao vivo
Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Aula ao vivoEbook - Mentoria Ministério com Jovens - Aula ao vivo
Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Aula ao vivo
 
slide da missa com leituras e oração eucarística
slide da missa com leituras e oração eucarísticaslide da missa com leituras e oração eucarística
slide da missa com leituras e oração eucarística
 
Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Aula 01
Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Aula 01Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Aula 01
Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Aula 01
 
Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Aula 03
Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Aula 03Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Aula 03
Ebook - Mentoria Ministério com Jovens - Aula 03
 

Pronominalização

  • 1. Escola Secundária Gabriel Pereira Português B Docente: Manuel Correia Dias Pronomes Pessoais e Pronominalização Os pronomes pessoais caracterizam-se: 1º) por denotarem as três pessoas gramaticais, isto é, por terem a capacidade de indicar no colóquio: a) quem fala = 1ª pessoa: eu (singular), nós (plural); b) com quem se fala = 2ª pessoa: tu (singular), vós (plural); c) de quem se fala = 3ª pessoa: ele (singular), eles (plural); 2º) por poderem representar, quando na 3ª pessoa, uma forma nominal anteriormente expressa: a) Melhora o teu comportamento para que ele te melhore a ti. 3º) por variarem de forma, segundo: a) a função que desempenham na oração; b) a acentuação que nela recebem. Formas dos Pronomes Pessoais Quanto à função, as formas do pronome pessoal podem ser rectas ou oblíquas. Rectas, quando funcionam como sujeito da oração; oblíquas, quando nela se empregam fundamentalmente como objecto (directo ou indirecto). Quanto à acentuação, distinguem-se nos pronomes pessoais as formas tónicas das átonas. O quadro abaixo mostra claramente a correspondência entre essas formas: Pronomes Pessoais Oblíquos não Reflexivos Pronomes Pessoais Rectos Átonos Tónicos eu me mim, comigo 1ª pessoa Singular tu te ti, contigo 2ª pessoa ele, ela o, a, lhe ele, ela 3ª pessoa nós nos nós, connosco 1ª pessoa Plural vós vos vós, convosco 2ª pessoa eles, elas os, as, lhes eles, elas 3ª pessoa Formas o, lo e no do pronome oblíquo. Quando o pronome oblíquo da 3ª pessoa, que funciona como objecto directo, vem antes do verbo, apresenta-se sempre com as formas o, a, os, as. Assim: a) Eu não o vi; b) tu é que as viste. Quando, porém, está colocado depois do verbo e se liga a este por hífen (pronome enclítico), a sua forma depende da terminação do verbo: 1º) Se a forma verbal terminar em vogal ou ditongo oral, emprega-se o, a, os, as. Louvo-o; Louvava-a; Louvei-os; Louvou-as. 2º) Se a forma verbal terminar em –r, -s ou –z, suprimem-se estas consoantes e o pronome assume as modalidades lo, la, los, las, como nestes exemplos: Vê-lo; Encontramo-la; Vendê-las. O mesmo se dá quando ele vem posposto ao designativo eis ou aos pronomes nos e vos.: Ei-lo sorridente; O nome não vo-lo direi. 3º) Se a forma verbal terminar em ditongo nasal, o pronome assume as modalidades no, na, nos, nas. Dão-no; Põe-na; Tem-nos; Trouxeram-nas. O Futuro do Indicativo e o Condicional No Futuro do Indicativo e no Condicional o pronome oblíquo não pode ser enclítico, isto é, não pode vir depois do verbo. Dá-se, então, a mesóclise do pronome, ou seja, a sua colocação no interior do verbo: Vendê-lo-ei; Vendê-lo-emos, Vendê-lo-ia; Vendê-lo-íamos.