Pronomes:
a articulação discursiva marcada no texto.
PRONOMES PESSOAIS
Indicam as três pessoas do discurso: 1ª pessoa (que fala),
2ª pessoa (que ouve) e 3ª pessoa (de quem se ...
Obs.: na categoria dos pronomes
pessoais, incluem-se os pronomes de
tratamento. Referem-se à pessoa a
quem se fala: o senh...
Emprego dos Pronomes Pessoais
CASO EXEMPLO
1) Pronomes retos devem ser
usados como sujeito. Pronomes
oblíquos devem ser us...
CASO EXEMPLO
3) O pronome oblíquo pode
funcionar, em alguns poucos
casos, como sujeito. Isso ocorre
quando são empregados ...
CASO EXEMPLO
6) Você e os demais pronomes de
tratamento comportam-se, do
ponto de vista gramatical, como
pronomes de 3a
- ...
Emprego dos Pronomes Oblíquos
CASO EXEMPLO
Objetos Diretos:o,
a. ........................................................
...
PRONOMES POSSESSIVOS
São os que indicam posse, propriedade, em função também
das três pessoas gramaticais.
PESSOAS PRONOME...
Emprego dos Pronomes Possessivos
1) Na linguagem corrente, usamos seu (e suas flexões) para você, o
senhor, etc. (para a p...
PRONOMES DEMONSTRATIVOS
Pronome demonstrativo é aquele que indica a posição de um ser
em relação às pessoas do discurso, s...
ESSE
ISSO
ESPAÇO Posição próxima ao ouvinte.
- Essa caneta que está aí é azul?
TEMPO Passado ou futuro próximos.
- 2007, n...
PRONOMES RELATIVOS
O pronome relativo tem a função de retomar um termo
expresso anteriormente, introduzindo-o em outra ora...
Emprego dos Pronomes Relativos
1. Os pronomes relativos virão antecipados de preposição, se a regência assim o
determinar....
Os pronomes indefinidos referem-se à 3ª pessoa
gramatical, designando-a de modo vago, impreciso,
indeterminado.
Exemplos.:...
 
EXERCÍCIOS
01. Assinale, com a letra I, as frases em que o
pronome pessoal foi usado indevidamente e,
com a letra C, as ...
( ) Jamais houve qualquer problema entre tu e eu.
( ) Não deu para mim ir à escola ontem.
( )Entre eu e o muro havia uma d...
02. ( FCMMG) Complete com os pronomes abaixo:
 
De presente, deu um livro para ____ ler.
De presente, deu um livro para __...
03. (UNA) Em todas as opções, as frases foram reformuladas por 
não se adequarem a normas da língua padrão, EXCETO em:
A) ...
04.  Use  O,  LHE,  A  ELE  nos  espaços.  Não  se  esqueça  de  fazer  as 
adaptações necessárias.
 
1.   Peço- ____ a fi...
05. (UNA) A substituição do complemento verbal NÃO
está correta em:
A) “Ao tomar uma condução...” / Ao tomá-la.
B) “Ao tom...
  06.  (M. Campos)  Considerando  os  padrões  da  língua 
culta,  os  termos  dos  parênteses  substituem 
corretamente a...
07. (ICÉS) Em todas as alternativas, a expressão
destacada pode ser substituída pelo pronome
lhe, EXCETO em:
A) Tu dirás a...
08. Em todas as alternativas abaixo, a expressão grifada
pode ser substituída por um dos pronomes: o, a, os, as,
EXCETO em...
09. (UFMG) Em todas as alternativas, a expressão destacada
está empregada corretamente, conforme as normas da língua
escri...
10. (CESGRANRIO-RJ) Assinale a opção que completa
corretamente as lacunas da frase abaixo:
Ciência e desenvolvimento tecno...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Emprego de pronomes[1] - layout

2.995 visualizações

Publicada em

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.995
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
518
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
61
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Emprego de pronomes[1] - layout

  1. 1. Pronomes: a articulação discursiva marcada no texto.
  2. 2. PRONOMES PESSOAIS Indicam as três pessoas do discurso: 1ª pessoa (que fala), 2ª pessoa (que ouve) e 3ª pessoa (de quem se fala). NÚMERO PESSOA CASO RETO CASO OBLÍQUO 1ª eu me, mim, comigo 2ª tu te, ti, contigo 3ª ele, ela se, si, consigo, o, a, lhe, ele / ela 1ª nós nós, nos, conosco 2ª vós vós, vos, convosco 3ª ele, elas se, si, consigo, os, as, lhes, eles / elas
  3. 3. Obs.: na categoria dos pronomes pessoais, incluem-se os pronomes de tratamento. Referem-se à pessoa a quem se fala: o senhor, a senhor, você, Vossa Alteza, Vossa Excelência, Vossa Senhoria ....
  4. 4. Emprego dos Pronomes Pessoais CASO EXEMPLO 1) Pronomes retos devem ser usados como sujeito. Pronomes oblíquos devem ser usados como objeto. Obs.: quando precedidos de preposição, os pronomes retos (exceto “eu” e ‘tu”) passam a funcionar como oblíquos. Ele convidou-me para a festa. Eu escolhi-o para padrinho. Trouxeram o livro para nós. Encaminhei a elas os relatórios. 2) As formas retas “eu” e “tu” só podem ser usadas como sujeito. como regra prática: depois de preposição, não se usam “eu” e “tu”, e sim as formas oblíquas “mim” e “ti”. OBS.: empregam-se as formas retas “eu” e “tu”, mesmo depois de preposição, quando esses pronomes forem sujeito de um verbo no infinitivo. Está tudo certo entre eu e ela.(errado) Está tudo certo entre mim e ela.(certo) Entre eu sair mais cedo e você não vir há grande diferença. Este trabalho é para tu fazeres.
  5. 5. CASO EXEMPLO 3) O pronome oblíquo pode funcionar, em alguns poucos casos, como sujeito. Isso ocorre quando são empregados com os verbos deixar, fazer, ouvir, mandar, sentir, escutar e ver seguidos de infinitivo. Deixe-o sair. Escutei-a chorar. 4) Os pronomes “si” e “consigo” devem ser usados apenas com valor reflexivo. Desmaiou, mas logo voltou a si. Ele trazia consigo o desejo de vingança. 5) Os pronomes “conosco” e “convosco” são utilizados normalmente em sua forma sintética. Caso haja determinante, essas formas devem ser substituídas por “com nós” e “com vós”. Ele queria falar conosco. Ele queria falar com nós todos.
  6. 6. CASO EXEMPLO 6) Você e os demais pronomes de tratamento comportam-se, do ponto de vista gramatical, como pronomes de 3a - pessoa. Você trouxe os cheques? V.Sa fez um belo discursos. 7) As formas Sua e Vossa antes dos tratamentos cerimoniosos são usadas, respectivamente, para falarem sobre a pessoa e com a pessoa (diretamente). Sua Excelência, o Presidente, segundo nos foi informado estará no brasil nos próximos dias. Vossa Excelência quer fazer alguma consideração sobre o caso?
  7. 7. Emprego dos Pronomes Oblíquos CASO EXEMPLO Objetos Diretos:o, a. ........................................................ Objetos Indiretos: pessoa - lhe ....................................................... coisa - a ele, a ela ....................................................... Obs.: Ao colocar os pronomes “o” e “a” depois de verbos terminados em R, S, Z ® cortar essas letras e acrescentar “I” ao pronome. Se o verbo terminar em som nasal (“m”, ão, õe) - acrescentar “n” ao pronome. Encontrei o rapaz. = Encontrei-o. Entreguei ao chefe o documento. = Entreguei-lhe o documento. Entreguei ao escritório o documento. = Entreguei a ele o documento. Vou comprar o anel. = Vou comprá-lo. Vimos o rapaz. = Vimo-lo. Encontraram o cheque. = Encontraram- no. Dão alimentos aos pobres. = Dão-nos aos pobres.
  8. 8. PRONOMES POSSESSIVOS São os que indicam posse, propriedade, em função também das três pessoas gramaticais. PESSOAS PRONOMES PESSOAIS PRONOMES POSSESSIVOS 1ª eu nós meu, minha, meus, minhas, nosso, nossa, nossos, nossas 2ª tu vós teu, tua, teus, tuas vosso, vossa, vossos, vossas 3ª ele(s), ela(s) e as formas de tratamento: (você, o senhor, etc.) seu, sua, seus, suas
  9. 9. Emprego dos Pronomes Possessivos 1) Na linguagem corrente, usamos seu (e suas flexões) para você, o senhor, etc. (para a pessoa com quem falamos). Para se referir à 3ª pessoa (de quem falamos), usamos mais comumente dele, dela, deles, delas. Ex.: “As palavras têm sexo. Amam-se umas às outras. E casam-se. O casamento delas é o que chamamos de estilo.” 2) Pronomes oblíquos também podem ser usados com valor possessivo. Ex.: Roubaram-me os livros = Roubaram meus livros / Beijei-lhe as mãos = Beijei suas mãos
  10. 10. PRONOMES DEMONSTRATIVOS Pronome demonstrativo é aquele que indica a posição de um ser em relação às pessoas do discurso, situando-a no tempo ou no espaço. Emprego dos Pronomes Demonstrativos EMPREGOS DOS PRONOMES DEMONSTRATIVOS ESPAÇO Posição próxima de quem fala. - Preciso tratar tratar este corte na minha mão. PRONOMES TEMPO Presente - Neste instante, penso em você. ESTE ISTO INTERIOR DO DISCURSO 1. Refere-se ao último termo de uma enumeração. - Fábio e Júnior estudam fora; este há mais de cinco anos. 2. Refere-se ao que ainda não foi dito. - O meu desejo é unicamente este: a sua aprovação.
  11. 11. ESSE ISSO ESPAÇO Posição próxima ao ouvinte. - Essa caneta que está aí é azul? TEMPO Passado ou futuro próximos. - 2007, nesse ano o Brasil sagrou-se país esportista. INTERIOR DO DISCURSO 1. Refere-se ao penúltimo elemento de uma enumeração. - Fotografou o rio Amazonas, o Tietê e o Paraíba; esse apenas em MG. 2. Refere-se ao que já foi dito. - Estudar no exterior: esse é o meu maior sonho. AQUELE AQUILO ESPAÇO Posição distante dos interlocutores. - Aquele relógio que ele está usando é de ouro. TEMPO Passado ou futuro remotos. - Aquele ano de 1914 ficará na memória da humanidade INTERIOR DO DISCURSO Refere-se ao primeiro elemento de uma enumeração. Matemática e Literatura são matérias que me agradam: esta me desenvolve a sensibilidade e aquela desafia o meu raciocínio.
  12. 12. PRONOMES RELATIVOS O pronome relativo tem a função de retomar um termo expresso anteriormente, introduzindo-o em outra oração. Observe os períodos abaixo: a. O homem chegou. b. Conhecemos o homem. c. O homem que conhecemos chegou. O período c é uma reunião de ( a + b ): substituímos as palavras em comum ( o homem ) por um pronome ( que ).
  13. 13. Emprego dos Pronomes Relativos 1. Os pronomes relativos virão antecipados de preposição, se a regência assim o determinar. O filme a que assisti é ótimo. / Este é o livro de que 2. O pronome “quem” é empregado com referência a pessoas. Este rapaz a quem você se referiu. 3. O pronome “que” pode ser empregado com referência a pessoas ou coisas. Esta é a aluna de que lhe falei. / Este é o livro de que lhe falei. 4. O pronome “cujo” é um relativo que estabelece relação de posse, eqüivale a do qual ( e flexões). Deve concordar com a coisa possuída e não admite a posposição de artigo. Esta é a pessoa em cuja casa me hospedei. 5. O relativo “onde” é usado para indicar lugar e eqüivale a em que, no qual. Esta é a casa onde moro.
  14. 14. Os pronomes indefinidos referem-se à 3ª pessoa gramatical, designando-a de modo vago, impreciso, indeterminado. Exemplos.: Tudo, nada, muito, pouco, alguém, ninguém, certo, algo, vários, qualquer, todo algum, nenhum .... Algumas locuções indefinidas: cada qual, qualquer um, cada um, um ou outro... PRONOMES INDEFINIDOS
  15. 15.   EXERCÍCIOS 01. Assinale, com a letra I, as frases em que o pronome pessoal foi usado indevidamente e, com a letra C, as frases corretas. ( ) Traga um jornal para mim ler. ( ) Sem mim, você não sairá. ( ) Há uma cumplicidade grande entre eu e a platéia. ( ) Este trabalho ele trouxe para eu e ela fazermos. ( ) Para mim sair daqui, só com indenização.
  16. 16. ( ) Jamais houve qualquer problema entre tu e eu. ( ) Não deu para mim ir à escola ontem. ( )Entre eu e o muro havia uma distância mínima. ( ) Para mim, sair de casa não é fácil. ( ) Chegaram até eu e o diretor para reclamar. ( ) Era difícil para eu acreditar naquela história. ( ) Mandei ele entrar logo com o pedido de demissão. ( ) Vi ele entrar em casa logo depois do crime. ( ) Deixa eu resolver este caso por minha conta.
  17. 17. 02. ( FCMMG) Complete com os pronomes abaixo:   De presente, deu um livro para ____ ler. De presente, deu um livro para ____. Sempre houve entendimentos entre____ e você. José, espere, vou______ .   A) ele- mim- eu- consigo. B) ela - eu – eu – consigo. C) ela- mim- mim- com você. D) ela- mim- eu- eu – consigo. E) ela- mim- eu- mim- consigo.
  18. 18. 03. (UNA) Em todas as opções, as frases foram reformuladas por  não se adequarem a normas da língua padrão, EXCETO em: A) Não há nada para mim resolver de imediato. = Não há nada  para eu resolver de imediato. B) Para mim desistir, não bastam as suas lamentações. = Para eu  desistir, não bastam as suas lamentações. C) Era muito difícil para mim estudar as regras do seu jogo. = Era  muito difícil para eu estudar as regras do seu jogo. D) Sempre há algo de sedutor entre eu e os homens de dezoito  anos. = Sempre há algo de sedutor entre mim e os  homens  de dezoito anos. E) Não  saberiam  o  que  fazer  perante  eu  e  os  colegas.  =  Não  saberiam o que fazer perante mim e os colegas.
  19. 19. 04.  Use  O,  LHE,  A  ELE  nos  espaços.  Não  se  esqueça  de  fazer  as  adaptações necessárias.   1.   Peço- ____ a fineza de enviar-me notícias. 2.   Receba os cumprimentos do amigo que muito ____ estima. 3.   Ninguém ____ compreende; é um solitário. 4.   Se o dever ____ chamar, vá sem hesitação. 5.   Julgaram- ____ sem condições para preencher o cargo. 6.   Você deve obedecer- ____ sempre, é seu pai. 7.   Fiz- ____ sair da sala, porque não sabia portar-se. 8.   Eu não quero aborrecer- ____ , por isso não vou procurar- ____  agora. 9.   Visitamos- ____ todos os dias. 10.O banco prometeu uma resposta hoje ainda, pois entreguei ____  os documentos pela manhã.
  20. 20. 05. (UNA) A substituição do complemento verbal NÃO está correta em: A) “Ao tomar uma condução...” / Ao tomá-la. B) “Ao tomar uma condução, dirigir seu automóvel...” /  Ao tomar uma condução, dirigi-lo. C) “... ir às compras, buscar os filhos...” / ir às compras,  buscar-lhes. D) “É  gratificante  exibir  opiniões progressistas...”  /  É  gratificante exibi-las. E) “Até  aplicação  de  multas  no  Brasil  obedece  aos caprichos...” / Até a aplicação de multas no Brasil  obedece a eles.
  21. 21.   06.  (M. Campos)  Considerando  os  padrões  da  língua  culta,  os  termos  dos  parênteses  substituem  corretamente as expressões sublinhadas em: A) “Perdera o emprego (perdera-no). B) “...  virou  a  cara  quando  o  outro  se  aproximou...”  (virou-lhe). C) “... também se detivera vendo o preto se aproximar...”  (vendo-no). D) “...  mas  viu  em  pânico  que  ele  atravessava  a  rua...”  (atravessava-lhe). E) “...  abriu  os  braços  para  acolher  o  americano.”  (acolhê-lo).
  22. 22. 07. (ICÉS) Em todas as alternativas, a expressão destacada pode ser substituída pelo pronome lhe, EXCETO em: A) Tu dirás a Cecília que Peri partiu. B) Cecília viu perto a Izabel. C) O tiro destinado a Peri por um dos selvagens. D) Cecília recomendou a Peri que estivesse quieto. E) Peri prometeu a D. Antônio levar-te à irmã.
  23. 23. 08. Em todas as alternativas abaixo, a expressão grifada pode ser substituída por um dos pronomes: o, a, os, as, EXCETO em: A) “... esteja bem alinhado para começar o governo...” B) “... mas eu sempre começo as aulas...” C) “... não vou borrar os cadernos...” D) “... pedir pra mãe que sempre resmunga...” E) “... só esperando a oportunidade para aprender...”
  24. 24. 09. (UFMG) Em todas as alternativas, a expressão destacada está empregada corretamente, conforme as normas da língua escrita padrão, EXCETO em: A) O concerto a que todos assistiram entusiasmados marcou a volta de Villa-Lobos. B) O locutor prepara um escorregão que nenhuma faixa etária, sexo ou atividade escapa. C) O medo que as pessoas têm do ridículo é menor do que o poder do microfone. D) O rádio é um veículo a que as pessoas atribuem autoridade e credibilidade. E) O sentimento que parece existir é o de que tudo neste País é possível.
  25. 25. 10. (CESGRANRIO-RJ) Assinale a opção que completa corretamente as lacunas da frase abaixo: Ciência e desenvolvimento tecnológico não se comportam como mercadorias; uma observação mais cuidadosa revela que tanto ____ como ____ são bens culturais. A) este / aquela B) essa / aquele C) aquele / essa D) esta / esse E) esse / esta

×