FORUM NACIONAL DE SECRETARIOS DE PLANEJAMENTOBRASIL- MUDANÇAS e PERMANÊNCIAS, Clique para editar o estilo   OPORTUNIDADES ...
ROTEIRO1. Brasil: de onde estamos vindo (heranças)2. Brasil recente: mudanças e permanências3. Ambiente mundial : crise e ...
1. BRASIL: de onde estamosClique para editar o estilo      do título mestre            vindo
A visão de Celso FURTADO: a    formação do povo brasileiro“Em meio milênio de história, partindo de uma constelação de fei...
DIVERSIDADE- uma herança positiva:ambiental, sócio-econômica, cultural   ÍndiosClique para editar o estilo                ...
HERANÇA DA DESIGUALDADE SOCIAL E         REGIONAL IDH Clique para editar o estilo      do título mestre
O ABANDONO DE TERRITÓRIOS          RURAISClique para editar o estilo     do título mestre  Fonte: MDA – Os Territórios da ...
Clique para editar o estilo URBANIZAÇÃO título :mestre RECIFE        do DESIGUAL EXEMPLO DO
SÍNTESE do BRASIL ATUAL: MACRO    DIFERENCIAÇÕES TERRITORIAISFONTE: ESTUDO DO CGEE para o MPOG ( Módulo 2)
BRASIL Sec. XX: exemplo desenvolvimento  como crescimento industrial (OUTRAS           DIMENÕES NÃO VALORIZADAS)   •Desenv...
2. BRASIL recente: mudanças Clique para editar o estilo      do título mestre      e permanências
MUDA PERFIL E LOCALIZAÇÃO DA POPULAÇÃOPerfil: NATALIDADE DECLINANTE E ENVELHECIMENTO                 ( +50 > -15 em 2020) ...
BRASIL: AS CIDADES MÉDIAS avançam Clique para editar o estilo      do título mestre                                  Munic...
Quadro MACROECONÔMICO melhora  Indicador       2002    2010    OBSReservas Liquidaspara editar o estilo    Clique         ...
O mundo percebe: país atrai IDEBrasil: Investimentos estrangeiros diretos – 2002-2011 – Em US$ bilhões        Clique para ...
DINÂMICA DA ECONOMIA MUDA: modelo de              consumo e produção de massa                                             ...
Pobreza reduz:classe C cresce e D/E            diminuem
DESIGUALDADE COMEÇA A DIMINUIR       (Renda do Trabalho)                                 Evolução da desigualdade no Brasi...
BRASIL: melhoram INDICADORES SOCIAIS  Indicador       2002     2010          OBSSalário Mínimo   R$        R$ 510    + 67%...
BR: ampliação do Ensino Superior• 14 novas Universidades Federais    (12 até 2010 , com interiorização)  Clique para edita...
POLITICAS PUBLICAS, em especial as         sociais, influem nas mudanças     (impacto especial no Nordeste e Norte)• TRANS...
BRASIL: Melhora o desempenho das       REGIÕES MAIS POBRESEMPREGO FORMAL CRESCE MAIS no NE e NO (% a.a)                200...
O NORDESTE e o NORTE LIDERAM          CRESCIMENTO DO CONSUMO              Volume de Vendas em dezembro de 2008Clique para ...
EMPREGO FORMAL NA INDUSTRIA DEINDUSTRIA DE TRANSFORMAÇÃO DESCONCENTRA:  TRANSFORMAÇÃO SE ESPALHA (1990segundo EMPREGO FORM...
BRASIL: resistindo a mudar NIVEL DE EDUCACAO - BAIXA ESCOLARIDADE DA MAIORIA DA POPULAÇÃO Clique para editar o estilo     ...
BRASIL: resistindo a mudarSISTEMA TRIBUTÁRIO, QUE PENALIZAClique para editar o estiloPRODUÇÃO e GERA DESIGUALDADE ( ex: in...
Clique para editar o estilo    3. Ambiente mundial:      do novos paradigmas  crise e título mestre
Momento do CAPITALISMO : AMPLIAÇÃODESREGULADA DA ESFERA FINANCEIRATRANSAÇÕESFINANCEIRAS:com moedas, comações , com comtítu...
Os países em desenvolvimento já vinham crescendo mais e vão sofrer menos na                 crise   Fonte: FM (outubro de ...
BRIC já se nivelam às grandes  Em %                                           Participação no PIB Mundial                 ...
BRIC vão ampliar sua importância até 2050        Fonte: Goldman Sachs
NOVOS PARADIGMAS: outras “crises”• NOVO CONCEITO DE DESENVOLVIMENTO  ( Crise do conceitoeditar o estilo    Clique para de ...
NOVOS PARADIGMAS: outras “crises”• NOVO PADRÃO ENERGÉTICO  Clique parapetróleo ) o estilo      ( Crise do editar•         ...
4. Brasil: OportunidadesClique para editar o estilo     do títulodesafios              e mestre
BRASIL: AS VANTAGENS do PATAMAR ATUAL   MERCADO INTERNO AMPLO e INTEGRADO   BASE INDUSTRIAL GRANDE, MODERNA E   DIVERSIFIC...
BRASIL: DIFERENCIAIS que contam    MATRIZ ENERGÉTICA DIVERSIFICADA e POTENCIAL PARARENOVÄVEL          verGRANDE POTENCIAL ...
BRASIL: MATRIZ ENERGÉTICAUrânio e derivados                  1,4%Carvão mineral e derivados          6,2%Gás Natural      ...
Brasil face a pressão mundial por                alimentosFAO e Banco Mundial estimam que a demanda poralimentos aumentará...
BRASIL: DIFERENCIAIS que contam DISPONIBILIDDE DE ÁGUA RELATIVAMENTEALTA TERRAS FÉRTEIS (40% a mais do estoqueatual)COMPET...
AGENDA DO GOVERNO FEDERAL :     13 Diretrizes de Dilma1. Expandir e fortalecer a democracia   política, econômica e social...
AGENDA DO GOVERNO FEDERAL :     13 Diretrizes de Dilma4. Defender o meio ambiente e garantir  um desenvolvimento sustentáv...
AGENDA DO GOVERNO FEDERAL :     13 Diretrizes de Dilma7. Garantir educação para igualdade  social, a cidadania e o desenvo...
ISSdeBAScEPTO    AGENDA DO DESENVOLVIMENTOo      REGIONAL: ampliar avançosELRIRTmITCOAPSR         federais e estaduaisOILR...
Clique paraObrigada o estilo             editar     do título mestre             TANIA BACELAR         taniabacelar@gmail....
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Forum de secretarios de planejamento brasil avanos e resisteencias leitura partir do ne 31 marco modo de compatibilidade

514 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
514
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Forum de secretarios de planejamento brasil avanos e resisteencias leitura partir do ne 31 marco modo de compatibilidade

  1. 1. FORUM NACIONAL DE SECRETARIOS DE PLANEJAMENTOBRASIL- MUDANÇAS e PERMANÊNCIAS, Clique para editar o estilo OPORTUNIDADES e DESAFIOS do título mestre Tania Bacelar de Araújo Professora da UFPE Sócia da CEPLAN Consultoria Salvador, 31 de março de 2011
  2. 2. ROTEIRO1. Brasil: de onde estamos vindo (heranças)2. Brasil recente: mudanças e permanências3. Ambiente mundial : crise e novos paradigmas4. Brasil no futuro: oportunidades e desafios
  3. 3. 1. BRASIL: de onde estamosClique para editar o estilo do título mestre vindo
  4. 4. A visão de Celso FURTADO: a formação do povo brasileiro“Em meio milênio de história, partindo de uma constelação de feitorias, de populações indígenas desgarradas, de escravos transplantados de outro continente, de aventureiros europeus e asiáticos em busca de um destino melhor, chegamos a um povo de extraordinária poli valência cultural, a um país sem paralelo pela vastidão territorial e homogeneidade lingüística e religiosa”. FURTADO “ A construção Interrompida”
  5. 5. DIVERSIDADE- uma herança positiva:ambiental, sócio-econômica, cultural ÍndiosClique para editar o estilo Afro descendentes do título mestre Afro descendentes Europeus
  6. 6. HERANÇA DA DESIGUALDADE SOCIAL E REGIONAL IDH Clique para editar o estilo do título mestre
  7. 7. O ABANDONO DE TERRITÓRIOS RURAISClique para editar o estilo do título mestre Fonte: MDA – Os Territórios da Cidadania
  8. 8. Clique para editar o estilo URBANIZAÇÃO título :mestre RECIFE do DESIGUAL EXEMPLO DO
  9. 9. SÍNTESE do BRASIL ATUAL: MACRO DIFERENCIAÇÕES TERRITORIAISFONTE: ESTUDO DO CGEE para o MPOG ( Módulo 2)
  10. 10. BRASIL Sec. XX: exemplo desenvolvimento como crescimento industrial (OUTRAS DIMENÕES NÃO VALORIZADAS) •Desenvolvimento econômico exitoso, baseado no projeto de industrialização ( oitava economia industrial Clique para editar o estilo nos anos 80) do desigualdade social ( padrões título mestre • Dimensão social esquecida : crescimento da miséria e ampliação da semelhantes aos dos países mais pobres ) •Dimensão ambiental não priorizada : forte desmatamento, poluição hídrica, grandes problemas no ambiente urbano ... • Dimensão política : marca de varias ditaduras com redemocratização afirmando valores democraticos
  11. 11. 2. BRASIL recente: mudanças Clique para editar o estilo do título mestre e permanências
  12. 12. MUDA PERFIL E LOCALIZAÇÃO DA POPULAÇÃOPerfil: NATALIDADE DECLINANTE E ENVELHECIMENTO ( +50 > -15 em 2020) Clique para editar o estilo do título mestre
  13. 13. BRASIL: AS CIDADES MÉDIAS avançam Clique para editar o estilo do título mestre Municípios entre 100 mil e 500 mil habitantes aumentam peso no PIB do país , segundo IBGE 1999 = 25,5% 2008 = 28,0% FONTE: ESTUDO DO CEDEPLAR/UFMG para CGGE/ MPOG, 2007
  14. 14. Quadro MACROECONÔMICO melhora Indicador 2002 2010 OBSReservas Liquidaspara editar o estilo Clique 37,8 285,4 US$ BiRisco BRASILdo título mestreInv. Grade em 1446 180(dez) 2009 Inflação (IPCA) 12,5% 5,6%Dívida Pub/PIB 51,3% 40,07% 36% em dez 2008Credito/PIB 24% 45%Exportações 60 202 US$ Bi Fonte: Bacen e FGV/ Revista Conjuntura Econômica
  15. 15. O mundo percebe: país atrai IDEBrasil: Investimentos estrangeiros diretos – 2002-2011 – Em US$ bilhões Clique para editar o estilo do título mestre
  16. 16. DINÂMICA DA ECONOMIA MUDA: modelo de consumo e produção de massa CREDITOPOLITICAS SOCIAIS POLITICAS Aumento da ECONOMICAS Elevação demanda popular da renda por des bens das famílias dos setores modernos Elevação da produtividade Investimentos renda, em maquinas Competitividade e em inovação e exportações POLITICAS DESAFIO ATUAL ECONOMICASGráfico baseado em Ricardo Bielshowsky( ADAPTADO)
  17. 17. Pobreza reduz:classe C cresce e D/E diminuem
  18. 18. DESIGUALDADE COMEÇA A DIMINUIR (Renda do Trabalho) Evolução da desigualdade no Brasil Índice de GINI* Clique para editar o estilo 0,580 0,575 QUEDA na desigualdade da distribuição de renda 0,567 0,566 do título mestre 0,563 0,554 0,547 0,544 0,541 0,528 1997 1998 1999 2001 2002 2003 2004 2005 2006 2007Fonte: IBGE * Mede o grau de desigualdade existente na distribuição de indivíduosElaboração: Supla/Cenários segundo a renda domiciliar per capita. Seu valor varia de 0, quando não há desigualdade, a 1, quando a desigualdade é máxima. AVANÇO : POLÍTICAS SOCIAIS pós Redemocratização
  19. 19. BRASIL: melhoram INDICADORES SOCIAIS Indicador 2002 2010 OBSSalário Mínimo R$ R$ 510 + 67% jan/03 a 200 2010 ( INPC) Clique para editar o PME/IBGE (nov)Taxa Desemprego 10,9% 5,7% estilo do título mestre15 2003 e 2010Emprego Formal 861 mil 2,5 entre milhões (2003) milhõesÍndice Gini 0,565 0,509 PNAD 2008(renda domic.) (2009)Gasto Social 12,2% 13,1% PNAD 2008Federal/PIB (2009)Pobreza extrema 16,5% 8,8% PNAD(¼ do SM) (2009)
  20. 20. BR: ampliação do Ensino Superior• 14 novas Universidades Federais (12 até 2010 , com interiorização) Clique para editar o estilo• 131 novos campi até 2010 do título mestre 2010 : 1,0 milhão de matrículas na rede publica (cerca de 20%)• ProUni (2005 a 2010) = atinge 705 mil estudantes Fonte: MEC/DES
  21. 21. POLITICAS PUBLICAS, em especial as sociais, influem nas mudanças (impacto especial no Nordeste e Norte)• TRANSFERENCIA DE RENDA PARA OS MAIS Clique para editar o estilo POBRES ( BF R$ 11 Bi /ano e Total MDS 30 Bi (2010)• do título mestre 41,3% do AMPLIAÇÃO DO CREDITO (22% para PIB)• AUMENTO REAL CONTÍNUO DO SALÁRIO MÍNIMO (74% entre jan 2003 e fev 2010 pelo INPC/IBGE) + Impacto da baixa inflação• APOIO À AGRICULTURA FAMILIAR (Plano Safra de 2009/2010: R$ 15 Bi x R$ 2,2Bi em 2002)
  22. 22. BRASIL: Melhora o desempenho das REGIÕES MAIS POBRESEMPREGO FORMAL CRESCE MAIS no NE e NO (% a.a) 2002-2009Clique para editar o estilo do título mestre Fonte: RAIS/CAGED Elaboração CEPLAN
  23. 23. O NORDESTE e o NORTE LIDERAM CRESCIMENTO DO CONSUMO Volume de Vendas em dezembro de 2008Clique para editar o estilo(2003 = 100)160,0 152,7 do título mestre 151,6 145,1 140,2 140,0140,0 127,9120,0100,0 Nordeste Norte Centro Oeste Brasil Sudeste SulFonte: IBGE/PMC
  24. 24. EMPREGO FORMAL NA INDUSTRIA DEINDUSTRIA DE TRANSFORMAÇÃO DESCONCENTRA: TRANSFORMAÇÃO SE ESPALHA (1990segundo EMPREGO FORMAL (por MRH,1990 e 2007) As 10 MRH mais industrializadas2007) - caem de 46,8% para 32,2% o peso do emprego industrial total do país (1990-2007)Fonte : OLIVEIRA CRUZ, Bruno e SOARES DOS SANTOS, IuryFonte : OLIVEIRA CRUZ, Bruno e SOARES DOS SANTOS, Iury Roberto.Roberto. do Emprego Industrial no Brasil entre 1990entre 1990 e 2007: UmaDinâmica Dinâmica do Emprego Industrial no Brasil e 2007: Uma VisãoVisão Regional da “Desindustrialização”. IPEA/ Boletim DIRUR n. 02, jul/09Regional da “Desindustrialização”. IPEA/ Boletim DIRUR n. 02, jul/09
  25. 25. BRASIL: resistindo a mudar NIVEL DE EDUCACAO - BAIXA ESCOLARIDADE DA MAIORIA DA POPULAÇÃO Clique para editar o estilo baixo IDEB : 4,6 em 2009 ( parte está na do título mestre média internacional, a maioria está bem abaixo) ESTRUTURA FUNDIÁRIA amplia concentração, segundo Censo Agropecuario recente OBS: dois ATIVOS ESTRATËGICOS
  26. 26. BRASIL: resistindo a mudarSISTEMA TRIBUTÁRIO, QUE PENALIZAClique para editar o estiloPRODUÇÃO e GERA DESIGUALDADE ( ex: incentivoa educação e saúde privadas x financiamento da do título mestreeducação e saúde públicas)CONSCIÊNCIA AMBIENTAL BAIXA que se associaa uma baixa capacidade de fiscalização pelo EstadoVISAO PATRIMONIALISTA que domina osespaços da política e resistência à Reforma Política
  27. 27. Clique para editar o estilo 3. Ambiente mundial: do novos paradigmas crise e título mestre
  28. 28. Momento do CAPITALISMO : AMPLIAÇÃODESREGULADA DA ESFERA FINANCEIRATRANSAÇÕESFINANCEIRAS:com moedas, comações , com comtítulos públicos.. ESFERA FINANCEIRA Bolsa de Valores, Mercado de Câmbio, PatrimônioFinanceiro Mercado de Títulos ... Ativos Financeiros Mundiais US$ 860 TriTRANSAÇÕES PRODUTIVAS : ESFERA PRODUTIVAcom bens e serviços Indústrias, Fazendas, Patrimônio Material Estabelec. Comerciais, ... PIB Mundial US$ 60 Tri Crise do petroleo ( anos 70)
  29. 29. Os países em desenvolvimento já vinham crescendo mais e vão sofrer menos na crise Fonte: FM (outubro de 2010)
  30. 30. BRIC já se nivelam às grandes Em % Participação no PIB Mundial US$ - PPP 25% 20% Clique para editar o estilo 22,0% 21,2% 21,1% 15% do título mestre 10,7% 10% 6,5% 5% 0% UNIÃO EUROPEIA BRIC Estados Unidos China JapãoFonte: The World Factbook 15 Nov 2008Elaboração: Supla / Cenários
  31. 31. BRIC vão ampliar sua importância até 2050 Fonte: Goldman Sachs
  32. 32. NOVOS PARADIGMAS: outras “crises”• NOVO CONCEITO DE DESENVOLVIMENTO ( Crise do conceitoeditar o estilo Clique para de Desenvolvimento)• NOVOS PARADIGMASmestre do título TECNOLÓGICOS ( Crise do fordismo )• NOVO PADRÃO DE CONSUMO ( Crise do “ american way of life” )
  33. 33. NOVOS PARADIGMAS: outras “crises”• NOVO PADRÃO ENERGÉTICO Clique parapetróleo ) o estilo ( Crise do editar• do título mestre MAIS NOVA GEOPOLÍTICA : MUNDO MULTI-POLAR ( Crise do império)• QUEBRA DA ONDA LIBERAL( Crise da visão apologética do mercado)
  34. 34. 4. Brasil: OportunidadesClique para editar o estilo do títulodesafios e mestre
  35. 35. BRASIL: AS VANTAGENS do PATAMAR ATUAL MERCADO INTERNO AMPLO e INTEGRADO BASE INDUSTRIAL GRANDE, MODERNA E DIVERSIFICADA ( aviões, equipamentos, automotiva,produtos siderúrgicos, minérios, eletroeletrônicos, moda, ....) SISTEMA FINANCEIRO AMPLO, BEM ESTRUTURADO, MODERNO, SÓLIDO... BASE MODERNA DE SERVIÇOS ESPECIALIZADOS POTENCIAL URBANO-INDUSTRIAL URBANO- TENDÊNCIA A DESCONCENTRAR SE MANTÊM?
  36. 36. BRASIL: DIFERENCIAIS que contam MATRIZ ENERGÉTICA DIVERSIFICADA e POTENCIAL PARARENOVÄVEL verGRANDE POTENCIAL PARA PRODUZIR PETRÓLEO & GÁS ( pre- sal)Balanço Energético Nacional informa que cerca de 46% damatriz energética do Brasil são de fontes renováveis ( versus12,7% na media mundial)No entanto:• 75% da energia elétrica do país são geradas em grandes usinas hidrelétricas, o que provoca impactos ambientais• ( perda de biodiversidade) e sociais ( deslocamento de populações)• A lenha e carvão vegetal (12% da oferta nacional), tratados como fontes renováveis, inclui produtos obtidos da mata nativa.• O etanol, obtido a partir da atividade canavieira, apresenta problemas sociais e ambientais .
  37. 37. BRASIL: MATRIZ ENERGÉTICAUrânio e derivados 1,4%Carvão mineral e derivados 6,2%Gás Natural 9,3%Energia hidráulica e eletricidade 14,7% 46,3Biomassa (inclui carvão vegetal) 15,6% %Produtos da cana-de-açúcar 16,0%Petróleo e derivados 36,7% 12,7% na médiaFonte: EPE, 2007 mundial
  38. 38. Brasil face a pressão mundial por alimentosFAO e Banco Mundial estimam que a demanda poralimentos aumentará em 50% até 2030, comoresultado do crescimento da população, do avançoda urbanização e da transição para preferênciasalimentares ocidentais por uma nova e mais amplaclasse média mundial.Por outro lado, a falta de acesso ao abastecimentoestável de água atingirá proporções críticas,especialmente para fins agrícolas.
  39. 39. BRASIL: DIFERENCIAIS que contam DISPONIBILIDDE DE ÁGUA RELATIVAMENTEALTA TERRAS FÉRTEIS (40% a mais do estoqueatual)COMPETITIVO em: GRÃOS, CARNES ( bovina e frangos),AÇUCAR, CAFÉ, FRUTAS .... APRENDE A COMBINAR AGRONEGÓCIOPATRONAL E AGRICULTURA DE BASEFAMILIAR POTENCIAL AGROINDUSTRIAL (em contexto mundial de demanda crescente)REDISCUSSÃO DO BRASIL RURAL : COMO se ORGANIZAR e que TENDÊNCIAS
  40. 40. AGENDA DO GOVERNO FEDERAL : 13 Diretrizes de Dilma1. Expandir e fortalecer a democracia política, econômica e socialmente. Clique mais, com expansãoestilo2. Crescer para editar o do emprego e título com equilíbrio do renda, mestre macroeconômico, sem vulnerabilidade externa e desigualdades regionais.3. Dar seguimento a um projeto nacional de desenvolvimento que assegure grande e sustentável transformação produtiva do Brasil. Fonte: www. Planalto.gov. br
  41. 41. AGENDA DO GOVERNO FEDERAL : 13 Diretrizes de Dilma4. Defender o meio ambiente e garantir um desenvolvimento sustentável. Clique para editar o estilo5. Erradicar a pobreza absoluta e prosseguir reduzindomestre do título as desigualdades. Promover a igualdade, com garantia de futuro para os setores discriminados na sociedade.6. Fazer Governo para todos os brasileiros e brasileiras , dando atenção especial aos trabalhadores.
  42. 42. AGENDA DO GOVERNO FEDERAL : 13 Diretrizes de Dilma7. Garantir educação para igualdade social, a cidadania e o desenvolvimento. Clique para editar o estilo8. Transformar o Brasil em potência do título mestre científica e tecnológica.9. Universalizar a Saúde e garantir a qualidade do atendimento do SUS.10. Prover as cidades de habitação, saneamento, transporte e vida digna e segura para os brasileiros. E a AGENDA dos GOVERNOS ESTADUAIS???
  43. 43. ISSdeBAScEPTO AGENDA DO DESENVOLVIMENTOo REGIONAL: ampliar avançosELRIRTmITCOAPSR federais e estaduaisOILRAIELvTG(ICOeiAsNStARiIsEmSGuIl(aOoNe Clique para editar o estiloAaxoIopSlpircoitaRgso) do título mestrenEismGodIasrOegiNoesA)L(imp PARA REDUZIR DESIGUALDADES PARA VALORIZARl POTENCIALIDADESi REGIONAISci
  44. 44. Clique paraObrigada o estilo editar do título mestre TANIA BACELAR taniabacelar@gmail.com

×