Fisiologia do Sistema Respiratório - Dra. Ana Paula Barreto

58.651 visualizações

Publicada em

Publicada em: Tecnologia, Negócios
1 comentário
22 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
58.651
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
330
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
1
Gostaram
22
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Fisiologia do Sistema Respiratório - Dra. Ana Paula Barreto

  1. 1. Fisiologia Prof. Ana Paula Barreto
  2. 2. Troca gasosa
  3. 3. Componentes <ul><li>Ventilação pulmonar </li></ul><ul><li>Fluxo sanguíneo </li></ul><ul><li>Difusão </li></ul><ul><li>Relação ventilação-perfusão </li></ul><ul><li>Mecânica da respiração </li></ul><ul><li>Controle da ventilação </li></ul>
  4. 4. Ventilação pulmonar <ul><li>Vias aéreas segundo Weibel </li></ul><ul><li>Zona de condução: espaço morto anatômico </li></ul><ul><li>Zona respiratória </li></ul>
  5. 6. Volumes pulmonares <ul><li>Volume corrente (VC) = 500ml </li></ul><ul><li>Volume de reserva inspiratório (VRI)= 3000ml </li></ul><ul><li>Volume de reserva expiratório (VRE)= 1100ml </li></ul><ul><li>Volume residual = 1200ml </li></ul>
  6. 7. Capacidades pulmonares <ul><li>Cap. Inspiratória (CI) = VC + VRI </li></ul><ul><li>Cap. Residual Funcional(CRF) = VRE + VR </li></ul><ul><li>Cap. Vital (CV) = VRE + VC + VRI </li></ul><ul><li>Cap. Pulmonar Total (CPT) = VR + VRE+ VC+ VRI </li></ul>
  7. 9. Ventilação pulmonar <ul><li>Ventilação minuto (VM) </li></ul><ul><li>Ventilação alveolar (VA) </li></ul><ul><li>Ventilação espaço morto (VEM) </li></ul><ul><li>VM = VC x FR </li></ul>
  8. 10. Ventilação pulmonar <ul><li>Proporção espaço morto / VC = 0,2 a 0,35 </li></ul><ul><li>EM anatômico </li></ul><ul><li>X </li></ul><ul><li>EM fisiológico </li></ul>
  9. 11. Fluxo sanguíneo <ul><li>Artéria pulmonar - rede capilar – veias </li></ul><ul><li>Sistema baixa resistência </li></ul><ul><li>Paredes delgadas </li></ul><ul><li>PMAP = 15mmHg </li></ul>
  10. 12. Fluxo sanguíneo <ul><li>Capilares: rodeados de gás (vasos alveolares) </li></ul><ul><li>Artérias e veias (vasos extra-alveolares) </li></ul><ul><li>Aumento da pressão – causa diminuição da resistência </li></ul>
  11. 13. Distribuição desigual do fluxo sanguineo <ul><li>Fluxo sanguíneo é maior nas bases </li></ul><ul><li>Repouso: aumenta fluxo ápices – distribuição mais uniforme – diferença anterior e posterior </li></ul><ul><li>Exercício: aumenta os fluxos – diminue as diferenças </li></ul><ul><li>Motivo: pressão hidrostática </li></ul>
  12. 14. Distribuição fluxo sanguíneo <ul><li>Zona 1: espaço morto alveolar </li></ul><ul><li>Zona 2: pressão venosa menor que a alveolar </li></ul><ul><li>Zona 3: fluxo determinado pela diferença arterio-venosa </li></ul>
  13. 15. Controle ativo da circulação <ul><li>Vasoconstricção pulmonar hipóxica </li></ul><ul><li>Desvio do fluxo sanguineo – melhora troca </li></ul>
  14. 16. Difusão <ul><li>Lei de Fick </li></ul><ul><li>A velocidade de transferência de um gás é proporcional a: área do tecido </li></ul><ul><li>constante de difusão do gás </li></ul><ul><li>diferença de pressão </li></ul><ul><li>É inversamente proporcional a: </li></ul><ul><li> espessura do tecido. </li></ul>
  15. 17. Captação de oxigênio <ul><li>PO2 ar=150mmHg </li></ul><ul><li>PO2 alveolar=100mmHg </li></ul><ul><li>Hipoventilação: </li></ul><ul><ul><li>PAO2 baixa </li></ul></ul><ul><ul><li>PACO2 alta </li></ul></ul>
  16. 18. Difusão 02 – repouso e exercício
  17. 19. Mecânica da respiração <ul><li>Músculos Inspiratórios </li></ul><ul><li>Diafragma </li></ul><ul><li>Intercostais externos </li></ul><ul><li>Acessórios </li></ul><ul><li>Músculos Expiratórios </li></ul><ul><li>Parede abdominal </li></ul><ul><li>Intercostais internos </li></ul>
  18. 20. Músculos da respiração
  19. 21. Propriedades elásticas Pressão pleural Pressão alveolar Pressão transpulmonar
  20. 23. Resistência das vias aéreas <ul><li>Resistência = P1 – P2 / Fluxo </li></ul><ul><li>Maior local de resistência </li></ul><ul><li>Fatores que interferem: </li></ul><ul><li>Volume pulmonar </li></ul><ul><li>Contração muscular </li></ul><ul><li>Densidade e viscosidade do gás </li></ul>
  21. 24. DPOC
  22. 25. Dano alveolar difuso
  23. 26. Propriedades elásticas <ul><li>Complacência pulmonar </li></ul><ul><li>Forças elásticas pulmonares </li></ul><ul><li>Tensão superficial </li></ul><ul><li>Surfactante </li></ul><ul><li>Propriedades da caixa torácica </li></ul>
  24. 27. Diferenças regionais ventilação
  25. 28. Causas de hipoxemia <ul><li>Hipoventilação </li></ul><ul><li>Difusão </li></ul><ul><li>Shunt </li></ul><ul><li>Desbalanço da Relação Ventilação Perfusão </li></ul>
  26. 29. Desbalanço V/Q <ul><li>Efeito espaço morto Ventilação normal + perfusão reduzida </li></ul><ul><li>Efeito Shunt </li></ul><ul><li>Ventilação reduzida + perfusão normal </li></ul>
  27. 30. Desbalanços V/Q
  28. 31. Baixa Relação V/Q – Efeito na PaO2
  29. 32. Relação V/Q regional
  30. 33. Cintilografia perfusão normal
  31. 34. Cintilografia perfusão alterada
  32. 35. Controle da ventilação <ul><li>Sensores </li></ul><ul><li>Controlador central </li></ul><ul><li>Efetores </li></ul>
  33. 36. Controle da ventilação <ul><li>Resposta ao CO2 </li></ul><ul><li>Principal estímulo </li></ul><ul><li>Receptores centrais </li></ul><ul><li>Queda do pH </li></ul><ul><li>Resposta ao O2 </li></ul><ul><li>Receptores periféricos </li></ul>
  34. 37. Obrigada!

×