SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 25
UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁHOSPITAL UNIVERSITÁRIO JOÃO DE BARROS BARRETORESIDÊNCIA MÉDICA EM PNEUMOLOGIA E TISIOLOGIA Fisiologia do Sistema Respiratório AULA 2 - DIFUSÃO   Odilton C. S. de Amaral
Sistema respiratório “O Sistema Respiratório tem como função primordial fornecer oxigênio e remover o dióxido de carbono das células do organismo, porém contribui para o equilíbrio ácido-base, como sistema de defesa contra infecções, reserva de sangue, produção de componentes vasoativos, entre outras”
Fisiologia Respiratória Ventilação Difusão Fluxo de sangue, dissociação e metabolismo Relação de Ventilação-perfusão Transporte do Gás Mecanismo da Respiração
DIFUSÃO DOS GASES
Introdução 	DIFUSÃO – movimento PASSIVO de moléculas de uma área de elevada pressão parcial -> menor pressão parcial. 	Os gases respiratórios(O2, CO2,N2) obedecem as leis da física (leis de Boyle, Dalton, Henry e Graham); 	P atm= 760 mmHg ou 1 atm 	Pressão de cada gás – Pressão parcial(P); ∑PO2,CO2,N2,H2O = P atm.
Ar atmosférico Pressão parcial e concentração dos gases no ar atmosférico
Difusão simples dos gases LEI DE FICK – “A velocidade de transferência de um gás é proporcional a área desta membrana e ao gradiente de pressão parcial e inversamente proporcional à espessura desta membrana”
Principais na  difusão:   Gradiente de pressão e o coeficiente de solubilidade . LEI DE FICK ( DIFUSÃO SIMPLES)
Coeficiente de Solubilidade (ŋ) A concentração de um gás em uma solução depende de seu coeficiente; Os gases que se dissolvem em maior qtde na água tem maior coeficiente. Coeficiente relativo de difusão dos gases
Outros fatores  influenciam na velocidade de difusão:   Qto  ≥ PM do gás ≤ a Vgás de difusão; Qto  ≥ A ,   ≥ Vgás Qto  ≥ distancia ≤ a Vgás T - edema Efetiva troca de gases.
AR ALVEOLAR Concentrações diferentes Ar atm; O ar alveolar não é completamente renovado a cada respiração; O2 é continuamente transferido ao sangue e CO2 ao ar alveolar. Comparação da composição do ar alveolar com  o ar atmosférico
Bronquíolo respiratório, alvéolo e capilar; Paredes finas; extensa rede de capilares comunicantes; Membrana alvéolo-capilar; Permeável aos gases; Espessura 3mm, área total 70 m2 Volume de sangue nos capilares : 60 -140ml CO2 20x  ≥  O2  2X  ≥  N2 DIFUSÃO ΔP (PO2 alvéolo > PO2 sangue ) ΔP (PCO2 sangue > PCO2 alvéolo ). Unidade respiratória CAPACIDADE  DE DIFUSÃO O2 = 21 ML x 11mmHg = 231ml “a cada minuto a MR difunde 230ml O2 p/ sangue. Exercício ↑ 3x “   CO2 = 400 a 450 ml/min. Vgas ↑ medida difícil.  Membrana respiratória
Difusão do gás na MR Barreira alvéolo-capilar - respiração normal; Sangue venoso do capilar – PO2 40 torr e CO2  de 46 torr; Alvéolo pulmonar - PO2 104 torr e CO2  de 40 torr; Gradiente de difusão – O2 alvéolo->eritrócito                                                    CO2 eritrócito-> alvéolo.
Gradiente de difusão do O2  do alvéolo p/ o eritrócito. Em ¼ do tempo que permanece um eritrócito no capilar (0,75s) ocorre a difusão.
Gradiente de difusão do CO2  do eritrócito p/ o alvéolo.
TESTE DE DILUIÇÃO OU DIFUSÃO  Avaliação da capacidade de difusão pelo monóxido de carbono (CO) e a determinação do volume alveolar (CPT) pela diluição do He (TDHe). A diluição depende do volume de ar em alvéolos ventilados; Obstrução moderada ou grave e alçaponamento de ar o intercâmbio é menor e resulta em menor diluição do gás; Método de respiração única.
TESTE DE DILUIÇÃO  COMO É REALIZADO O TESTE? O doente respira em um sistema valvular que permite inspirar profundamente uma mistura gasosa, 0,3% de CO e 5 a 10% de hélio (He) de um saco e expira após uma apnéia de 10 segundos. As frações alveolares de CO e He(inerte) são medidas numa amostra de gás de 750ml. Descartado os primeiros 750ml para lavagem do espaço morto das vias aéreas e do aparelho.  Fração alveolar ou PCO ↓ com o tempo de apnéia; CO + Hb Conhecendo a fração inicial de CO e final da apnéia; Calcula constante de queda exponencial (kCO) da relação ; Valor final de DCO.
Método de  única  Respiração  Amostra alveolar Após descartar os primeiros 750ml uma amostra alveolar é coletada e analisada. Retenção da respiração 10s
Indicações e resultados
Indicações e resultados
Considerações Clínicas DPOC – DCO reduzida; indicativo de enfisema; destruição do leito capilar pulmonar e perda da superfície alveolar; ASMA -  DCO normal ou ↑; arquitetura mantida; Perfusão elevada de LS e volume sanguíneo capilar ↑; Doenças Intersticiais – sensível e precoce; geralmente reduzida; Pré-operatório – Preditor de complicações pós-operatórias; dificuldades após toracotomia;
Referências 1) JOHN B. WEST. Respiratory Physiology – The Essentials. 8th Ed. 2) C R Douglas. Tratado de Fisiologia Aplicada Ciências Médicas. 6° ed. 2006.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Fisiologia do sistema respiratório
Fisiologia do sistema respiratórioFisiologia do sistema respiratório
Fisiologia do sistema respiratórioLIVROS PSI
 
Propedêutica torácica
Propedêutica torácicaPropedêutica torácica
Propedêutica torácicapauloalambert
 
Aula 07 fisiologia - mecanismos da respiração
Aula 07  fisiologia - mecanismos da respiraçãoAula 07  fisiologia - mecanismos da respiração
Aula 07 fisiologia - mecanismos da respiraçãoFlávia Salame
 
Coração & Potencial de ação cardíaco #5
Coração & Potencial de ação cardíaco #5Coração & Potencial de ação cardíaco #5
Coração & Potencial de ação cardíaco #5icsanches
 
Fisioterapia respiratoriaa=manuvacometria
Fisioterapia respiratoriaa=manuvacometriaFisioterapia respiratoriaa=manuvacometria
Fisioterapia respiratoriaa=manuvacometriaPedro Henrique
 
Cinesioterapia respiratória e espirometria de incentivo
Cinesioterapia respiratória e espirometria de incentivoCinesioterapia respiratória e espirometria de incentivo
Cinesioterapia respiratória e espirometria de incentivoMayara Rodrigues
 
Insuficiência Respiratória Aguda (IRpA) e Síndrome do Desconforto Respiratóri...
Insuficiência Respiratória Aguda (IRpA) e Síndrome do Desconforto Respiratóri...Insuficiência Respiratória Aguda (IRpA) e Síndrome do Desconforto Respiratóri...
Insuficiência Respiratória Aguda (IRpA) e Síndrome do Desconforto Respiratóri...José Alexandre Pires de Almeida
 
Aula 11 sistema respiratório - anatomia e fisiologia
Aula 11   sistema respiratório - anatomia e fisiologiaAula 11   sistema respiratório - anatomia e fisiologia
Aula 11 sistema respiratório - anatomia e fisiologiaHamilton Nobrega
 
Anatomia e fisiologia do sr
Anatomia e fisiologia do srAnatomia e fisiologia do sr
Anatomia e fisiologia do srticigomes2512
 
Marcadores e ferramentas para avaliar a funcionalidade no Paciente Crítico
Marcadores e ferramentas para avaliar a funcionalidade no Paciente CríticoMarcadores e ferramentas para avaliar a funcionalidade no Paciente Crítico
Marcadores e ferramentas para avaliar a funcionalidade no Paciente CríticoCaio Veloso da Costa, ICU-PT
 
VMNI-Ventilação Mecânica Nao Invasiva
VMNI-Ventilação Mecânica Nao Invasiva VMNI-Ventilação Mecânica Nao Invasiva
VMNI-Ventilação Mecânica Nao Invasiva Gilmar Roberto Batista
 

Mais procurados (20)

Fisiologia do sistema respiratório
Fisiologia do sistema respiratórioFisiologia do sistema respiratório
Fisiologia do sistema respiratório
 
Propedêutica torácica
Propedêutica torácicaPropedêutica torácica
Propedêutica torácica
 
AVALIAÇÃO FISIOTERAPÊUTICA EM UTI
AVALIAÇÃO FISIOTERAPÊUTICA EM UTIAVALIAÇÃO FISIOTERAPÊUTICA EM UTI
AVALIAÇÃO FISIOTERAPÊUTICA EM UTI
 
Aula 4 Adaptacoes Cardiovasculares Ao Exercicio
Aula 4   Adaptacoes Cardiovasculares Ao ExercicioAula 4   Adaptacoes Cardiovasculares Ao Exercicio
Aula 4 Adaptacoes Cardiovasculares Ao Exercicio
 
Aula 07 fisiologia - mecanismos da respiração
Aula 07  fisiologia - mecanismos da respiraçãoAula 07  fisiologia - mecanismos da respiração
Aula 07 fisiologia - mecanismos da respiração
 
Aula de gasometria
Aula de gasometriaAula de gasometria
Aula de gasometria
 
Coração & Potencial de ação cardíaco #5
Coração & Potencial de ação cardíaco #5Coração & Potencial de ação cardíaco #5
Coração & Potencial de ação cardíaco #5
 
Exames laboratoriais parar Fisioterapeutas
Exames laboratoriais parar FisioterapeutasExames laboratoriais parar Fisioterapeutas
Exames laboratoriais parar Fisioterapeutas
 
Fisioterapia respiratoriaa=manuvacometria
Fisioterapia respiratoriaa=manuvacometriaFisioterapia respiratoriaa=manuvacometria
Fisioterapia respiratoriaa=manuvacometria
 
Cinesioterapia respiratória e espirometria de incentivo
Cinesioterapia respiratória e espirometria de incentivoCinesioterapia respiratória e espirometria de incentivo
Cinesioterapia respiratória e espirometria de incentivo
 
Insuficiência Respiratória Aguda (IRpA) e Síndrome do Desconforto Respiratóri...
Insuficiência Respiratória Aguda (IRpA) e Síndrome do Desconforto Respiratóri...Insuficiência Respiratória Aguda (IRpA) e Síndrome do Desconforto Respiratóri...
Insuficiência Respiratória Aguda (IRpA) e Síndrome do Desconforto Respiratóri...
 
Aula 11 sistema respiratório - anatomia e fisiologia
Aula 11   sistema respiratório - anatomia e fisiologiaAula 11   sistema respiratório - anatomia e fisiologia
Aula 11 sistema respiratório - anatomia e fisiologia
 
Biofísica da Circulação
Biofísica da CirculaçãoBiofísica da Circulação
Biofísica da Circulação
 
Capnografia
CapnografiaCapnografia
Capnografia
 
Anatomia e fisiologia do sr
Anatomia e fisiologia do srAnatomia e fisiologia do sr
Anatomia e fisiologia do sr
 
Marcadores e ferramentas para avaliar a funcionalidade no Paciente Crítico
Marcadores e ferramentas para avaliar a funcionalidade no Paciente CríticoMarcadores e ferramentas para avaliar a funcionalidade no Paciente Crítico
Marcadores e ferramentas para avaliar a funcionalidade no Paciente Crítico
 
Sistema respiratório
Sistema respiratórioSistema respiratório
Sistema respiratório
 
VMNI-Ventilação Mecânica Nao Invasiva
VMNI-Ventilação Mecânica Nao Invasiva VMNI-Ventilação Mecânica Nao Invasiva
VMNI-Ventilação Mecânica Nao Invasiva
 
Interpretação de curvas e loops em ventilação mecânica
Interpretação de curvas e loops em ventilação mecânicaInterpretação de curvas e loops em ventilação mecânica
Interpretação de curvas e loops em ventilação mecânica
 
Exame neurológico
Exame neurológicoExame neurológico
Exame neurológico
 

Semelhante a Fisiologia Pulmonar: Difusão

Fisiologia ventilação
Fisiologia ventilaçãoFisiologia ventilação
Fisiologia ventilaçãoFlávia Salame
 
SISTEMA  RESPIRATÓRIO
SISTEMA  RESPIRATÓRIOSISTEMA  RESPIRATÓRIO
SISTEMA  RESPIRATÓRIORubensRafael4
 
Gasometria arterial artigo
Gasometria arterial artigoGasometria arterial artigo
Gasometria arterial artigoedcarla1601
 
Aula 12 sistema respiratório
Aula 12   sistema respiratórioAula 12   sistema respiratório
Aula 12 sistema respiratórioJonatas Carlos
 
Monitorização da oxigenação arterial
Monitorização da oxigenação arterialMonitorização da oxigenação arterial
Monitorização da oxigenação arterialresenfe2013
 
dt9 A influência do ambiente e dos estilos de vida no Sistema respiratório.pptx
dt9 A influência do ambiente e dos estilos de vida no Sistema respiratório.pptxdt9 A influência do ambiente e dos estilos de vida no Sistema respiratório.pptx
dt9 A influência do ambiente e dos estilos de vida no Sistema respiratório.pptxMnicaMatos22
 
Sistema Respiratório
Sistema RespiratórioSistema Respiratório
Sistema RespiratórioJane Saint
 
Monitorização Ventilatória
Monitorização VentilatóriaMonitorização Ventilatória
Monitorização Ventilatórialabap
 
Aula 06 - Fisiologia Respiratória.pptx
Aula 06 - Fisiologia Respiratória.pptxAula 06 - Fisiologia Respiratória.pptx
Aula 06 - Fisiologia Respiratória.pptxfernandohenrique273145
 
7 insuficiencia respiratoria
7 insuficiencia respiratoria7 insuficiencia respiratoria
7 insuficiencia respiratoriaFlávia Salame
 
Sistema respiratório - Prof. Arlei
Sistema respiratório - Prof. ArleiSistema respiratório - Prof. Arlei
Sistema respiratório - Prof. ArleiCarmina Monteiro
 
Sistema respiratório - Prof. Arlei
Sistema respiratório - Prof. ArleiSistema respiratório - Prof. Arlei
Sistema respiratório - Prof. ArleiCarmina Monteiro
 
Fisiologia do sistema respiratório
Fisiologia do sistema respiratórioFisiologia do sistema respiratório
Fisiologia do sistema respiratórioletyap
 
Aula 11 sistema respiratã³rio 1
Aula 11   sistema respiratã³rio 1Aula 11   sistema respiratã³rio 1
Aula 11 sistema respiratã³rio 1MarinaAlvim
 
Relações ventilação perfusão
Relações ventilação   perfusãoRelações ventilação   perfusão
Relações ventilação perfusãoMaíra Cerqueira
 
Aula Respir. 1.pdf
Aula Respir. 1.pdfAula Respir. 1.pdf
Aula Respir. 1.pdfNicoleArajjo
 
Gasometria arterial fisioterapia
Gasometria arterial fisioterapiaGasometria arterial fisioterapia
Gasometria arterial fisioterapiaFelipe Bezerril
 

Semelhante a Fisiologia Pulmonar: Difusão (20)

Fisiologia ventilação
Fisiologia ventilaçãoFisiologia ventilação
Fisiologia ventilação
 
SISTEMA  RESPIRATÓRIO
SISTEMA  RESPIRATÓRIOSISTEMA  RESPIRATÓRIO
SISTEMA  RESPIRATÓRIO
 
Medidas do Sistema Respiratório
Medidas do Sistema RespiratórioMedidas do Sistema Respiratório
Medidas do Sistema Respiratório
 
Aula 5 Adaptacoes Respiratórias
Aula 5   Adaptacoes RespiratóriasAula 5   Adaptacoes Respiratórias
Aula 5 Adaptacoes Respiratórias
 
Gasometria arterial artigo
Gasometria arterial artigoGasometria arterial artigo
Gasometria arterial artigo
 
Aula 12 sistema respiratório
Aula 12   sistema respiratórioAula 12   sistema respiratório
Aula 12 sistema respiratório
 
Monitorização da oxigenação arterial
Monitorização da oxigenação arterialMonitorização da oxigenação arterial
Monitorização da oxigenação arterial
 
dt9 A influência do ambiente e dos estilos de vida no Sistema respiratório.pptx
dt9 A influência do ambiente e dos estilos de vida no Sistema respiratório.pptxdt9 A influência do ambiente e dos estilos de vida no Sistema respiratório.pptx
dt9 A influência do ambiente e dos estilos de vida no Sistema respiratório.pptx
 
Sistema Respiratório
Sistema RespiratórioSistema Respiratório
Sistema Respiratório
 
Monitorização Ventilatória
Monitorização VentilatóriaMonitorização Ventilatória
Monitorização Ventilatória
 
Aula 06 - Fisiologia Respiratória.pptx
Aula 06 - Fisiologia Respiratória.pptxAula 06 - Fisiologia Respiratória.pptx
Aula 06 - Fisiologia Respiratória.pptx
 
7 insuficiencia respiratoria
7 insuficiencia respiratoria7 insuficiencia respiratoria
7 insuficiencia respiratoria
 
Sistema respiratório - Prof. Arlei
Sistema respiratório - Prof. ArleiSistema respiratório - Prof. Arlei
Sistema respiratório - Prof. Arlei
 
Sistema respiratório - Prof. Arlei
Sistema respiratório - Prof. ArleiSistema respiratório - Prof. Arlei
Sistema respiratório - Prof. Arlei
 
Respiração
RespiraçãoRespiração
Respiração
 
Fisiologia do sistema respiratório
Fisiologia do sistema respiratórioFisiologia do sistema respiratório
Fisiologia do sistema respiratório
 
Aula 11 sistema respiratã³rio 1
Aula 11   sistema respiratã³rio 1Aula 11   sistema respiratã³rio 1
Aula 11 sistema respiratã³rio 1
 
Relações ventilação perfusão
Relações ventilação   perfusãoRelações ventilação   perfusão
Relações ventilação perfusão
 
Aula Respir. 1.pdf
Aula Respir. 1.pdfAula Respir. 1.pdf
Aula Respir. 1.pdf
 
Gasometria arterial fisioterapia
Gasometria arterial fisioterapiaGasometria arterial fisioterapia
Gasometria arterial fisioterapia
 

Mais de Flávia Salame

TCAR de tórax: Princípios Básicos
TCAR de tórax: Princípios BásicosTCAR de tórax: Princípios Básicos
TCAR de tórax: Princípios BásicosFlávia Salame
 
Insuficiência Respiratória
Insuficiência RespiratóriaInsuficiência Respiratória
Insuficiência RespiratóriaFlávia Salame
 
Doenças Ocupacionais Pulmonares
Doenças Ocupacionais PulmonaresDoenças Ocupacionais Pulmonares
Doenças Ocupacionais PulmonaresFlávia Salame
 
Pneumopatias Intersticiais
Pneumopatias IntersticiaisPneumopatias Intersticiais
Pneumopatias IntersticiaisFlávia Salame
 
Lesão Cavitária Pulmonar em paciente SIDA
Lesão Cavitária Pulmonar em paciente SIDALesão Cavitária Pulmonar em paciente SIDA
Lesão Cavitária Pulmonar em paciente SIDAFlávia Salame
 
Teste Xpert para diagnóstico da Tuberculose
Teste Xpert para diagnóstico da TuberculoseTeste Xpert para diagnóstico da Tuberculose
Teste Xpert para diagnóstico da TuberculoseFlávia Salame
 
Distúrbios Respiratórios do Sono
Distúrbios Respiratórios do SonoDistúrbios Respiratórios do Sono
Distúrbios Respiratórios do SonoFlávia Salame
 
Gasometria Arterial- Distúrbios do Equilíbrio Ácido-base
Gasometria Arterial- Distúrbios do Equilíbrio Ácido-baseGasometria Arterial- Distúrbios do Equilíbrio Ácido-base
Gasometria Arterial- Distúrbios do Equilíbrio Ácido-baseFlávia Salame
 
Distúrbios do equilíbrio ácido-básico
Distúrbios do equilíbrio ácido-básicoDistúrbios do equilíbrio ácido-básico
Distúrbios do equilíbrio ácido-básicoFlávia Salame
 
Manual de Prescrição Médica
Manual de Prescrição MédicaManual de Prescrição Médica
Manual de Prescrição MédicaFlávia Salame
 
Guia Antimicrobianos do HUPE - EURJ - 2010
Guia Antimicrobianos do HUPE - EURJ - 2010Guia Antimicrobianos do HUPE - EURJ - 2010
Guia Antimicrobianos do HUPE - EURJ - 2010Flávia Salame
 
Cronograma de aulas_teóricas-01-2014(2)-modificado
Cronograma de aulas_teóricas-01-2014(2)-modificadoCronograma de aulas_teóricas-01-2014(2)-modificado
Cronograma de aulas_teóricas-01-2014(2)-modificadoFlávia Salame
 
Micoses pulmonares uea
Micoses pulmonares ueaMicoses pulmonares uea
Micoses pulmonares ueaFlávia Salame
 

Mais de Flávia Salame (20)

TCAR de tórax: Princípios Básicos
TCAR de tórax: Princípios BásicosTCAR de tórax: Princípios Básicos
TCAR de tórax: Princípios Básicos
 
Derrames Pleurais
Derrames PleuraisDerrames Pleurais
Derrames Pleurais
 
Insuficiência Respiratória
Insuficiência RespiratóriaInsuficiência Respiratória
Insuficiência Respiratória
 
Silicose
SilicoseSilicose
Silicose
 
Asma ocupacional
Asma ocupacionalAsma ocupacional
Asma ocupacional
 
Asbestose
AsbestoseAsbestose
Asbestose
 
Doenças Ocupacionais Pulmonares
Doenças Ocupacionais PulmonaresDoenças Ocupacionais Pulmonares
Doenças Ocupacionais Pulmonares
 
Pneumopatias Intersticiais
Pneumopatias IntersticiaisPneumopatias Intersticiais
Pneumopatias Intersticiais
 
Lesão Cavitária Pulmonar em paciente SIDA
Lesão Cavitária Pulmonar em paciente SIDALesão Cavitária Pulmonar em paciente SIDA
Lesão Cavitária Pulmonar em paciente SIDA
 
Teste Xpert para diagnóstico da Tuberculose
Teste Xpert para diagnóstico da TuberculoseTeste Xpert para diagnóstico da Tuberculose
Teste Xpert para diagnóstico da Tuberculose
 
Distúrbios Respiratórios do Sono
Distúrbios Respiratórios do SonoDistúrbios Respiratórios do Sono
Distúrbios Respiratórios do Sono
 
Gasometria Arterial- Distúrbios do Equilíbrio Ácido-base
Gasometria Arterial- Distúrbios do Equilíbrio Ácido-baseGasometria Arterial- Distúrbios do Equilíbrio Ácido-base
Gasometria Arterial- Distúrbios do Equilíbrio Ácido-base
 
Acido base pucsp
Acido base pucspAcido base pucsp
Acido base pucsp
 
Distúrbios do equilíbrio ácido-básico
Distúrbios do equilíbrio ácido-básicoDistúrbios do equilíbrio ácido-básico
Distúrbios do equilíbrio ácido-básico
 
Manual de Prescrição Médica
Manual de Prescrição MédicaManual de Prescrição Médica
Manual de Prescrição Médica
 
Guia Antimicrobianos do HUPE - EURJ - 2010
Guia Antimicrobianos do HUPE - EURJ - 2010Guia Antimicrobianos do HUPE - EURJ - 2010
Guia Antimicrobianos do HUPE - EURJ - 2010
 
Cronograma de aulas_teóricas-01-2014(2)-modificado
Cronograma de aulas_teóricas-01-2014(2)-modificadoCronograma de aulas_teóricas-01-2014(2)-modificado
Cronograma de aulas_teóricas-01-2014(2)-modificado
 
Micoses pulmonares uea
Micoses pulmonares ueaMicoses pulmonares uea
Micoses pulmonares uea
 
Sdra consenso vm
Sdra consenso vmSdra consenso vm
Sdra consenso vm
 
Sdra fmrpusp
Sdra fmrpuspSdra fmrpusp
Sdra fmrpusp
 

Último

Crianças e Adolescentes em Psicoterapia A abordagem psicanalítica-1 (2).pdf
Crianças e Adolescentes em Psicoterapia A abordagem psicanalítica-1 (2).pdfCrianças e Adolescentes em Psicoterapia A abordagem psicanalítica-1 (2).pdf
Crianças e Adolescentes em Psicoterapia A abordagem psicanalítica-1 (2).pdfivana Sobrenome
 
Metabolismo Celular, Respiração Celular aeróbia e anaeróbia.pdf
Metabolismo Celular, Respiração Celular aeróbia e anaeróbia.pdfMetabolismo Celular, Respiração Celular aeróbia e anaeróbia.pdf
Metabolismo Celular, Respiração Celular aeróbia e anaeróbia.pdfMayaraStefanydaSilva1
 
ATIVIDADE 1 - FSCE - FORMAÇÃO SOCIOCULTURAL E ÉTICA II - 52_2024.pdf
ATIVIDADE 1 - FSCE - FORMAÇÃO SOCIOCULTURAL E ÉTICA II - 52_2024.pdfATIVIDADE 1 - FSCE - FORMAÇÃO SOCIOCULTURAL E ÉTICA II - 52_2024.pdf
ATIVIDADE 1 - FSCE - FORMAÇÃO SOCIOCULTURAL E ÉTICA II - 52_2024.pdfvejic16888
 
AULA 02 TEMPO CIRURGICO-SEGURANÇA DO PACIENTE.pptx
AULA 02 TEMPO CIRURGICO-SEGURANÇA DO PACIENTE.pptxAULA 02 TEMPO CIRURGICO-SEGURANÇA DO PACIENTE.pptx
AULA 02 TEMPO CIRURGICO-SEGURANÇA DO PACIENTE.pptxmikashopassos123
 
Homens Trans tem Caderneta de Pré-Natal especial / Programa Transgesta - SUS
Homens Trans tem Caderneta de Pré-Natal especial / Programa Transgesta - SUSHomens Trans tem Caderneta de Pré-Natal especial / Programa Transgesta - SUS
Homens Trans tem Caderneta de Pré-Natal especial / Programa Transgesta - SUSProf. Marcus Renato de Carvalho
 
Tabela-pontos-de-corte-clinicos-BrCAST-12-abr-22.pdf
Tabela-pontos-de-corte-clinicos-BrCAST-12-abr-22.pdfTabela-pontos-de-corte-clinicos-BrCAST-12-abr-22.pdf
Tabela-pontos-de-corte-clinicos-BrCAST-12-abr-22.pdfqualidadediagnostico
 

Último (6)

Crianças e Adolescentes em Psicoterapia A abordagem psicanalítica-1 (2).pdf
Crianças e Adolescentes em Psicoterapia A abordagem psicanalítica-1 (2).pdfCrianças e Adolescentes em Psicoterapia A abordagem psicanalítica-1 (2).pdf
Crianças e Adolescentes em Psicoterapia A abordagem psicanalítica-1 (2).pdf
 
Metabolismo Celular, Respiração Celular aeróbia e anaeróbia.pdf
Metabolismo Celular, Respiração Celular aeróbia e anaeróbia.pdfMetabolismo Celular, Respiração Celular aeróbia e anaeróbia.pdf
Metabolismo Celular, Respiração Celular aeróbia e anaeróbia.pdf
 
ATIVIDADE 1 - FSCE - FORMAÇÃO SOCIOCULTURAL E ÉTICA II - 52_2024.pdf
ATIVIDADE 1 - FSCE - FORMAÇÃO SOCIOCULTURAL E ÉTICA II - 52_2024.pdfATIVIDADE 1 - FSCE - FORMAÇÃO SOCIOCULTURAL E ÉTICA II - 52_2024.pdf
ATIVIDADE 1 - FSCE - FORMAÇÃO SOCIOCULTURAL E ÉTICA II - 52_2024.pdf
 
AULA 02 TEMPO CIRURGICO-SEGURANÇA DO PACIENTE.pptx
AULA 02 TEMPO CIRURGICO-SEGURANÇA DO PACIENTE.pptxAULA 02 TEMPO CIRURGICO-SEGURANÇA DO PACIENTE.pptx
AULA 02 TEMPO CIRURGICO-SEGURANÇA DO PACIENTE.pptx
 
Homens Trans tem Caderneta de Pré-Natal especial / Programa Transgesta - SUS
Homens Trans tem Caderneta de Pré-Natal especial / Programa Transgesta - SUSHomens Trans tem Caderneta de Pré-Natal especial / Programa Transgesta - SUS
Homens Trans tem Caderneta de Pré-Natal especial / Programa Transgesta - SUS
 
Tabela-pontos-de-corte-clinicos-BrCAST-12-abr-22.pdf
Tabela-pontos-de-corte-clinicos-BrCAST-12-abr-22.pdfTabela-pontos-de-corte-clinicos-BrCAST-12-abr-22.pdf
Tabela-pontos-de-corte-clinicos-BrCAST-12-abr-22.pdf
 

Fisiologia Pulmonar: Difusão

  • 1. UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁHOSPITAL UNIVERSITÁRIO JOÃO DE BARROS BARRETORESIDÊNCIA MÉDICA EM PNEUMOLOGIA E TISIOLOGIA Fisiologia do Sistema Respiratório AULA 2 - DIFUSÃO Odilton C. S. de Amaral
  • 2. Sistema respiratório “O Sistema Respiratório tem como função primordial fornecer oxigênio e remover o dióxido de carbono das células do organismo, porém contribui para o equilíbrio ácido-base, como sistema de defesa contra infecções, reserva de sangue, produção de componentes vasoativos, entre outras”
  • 3. Fisiologia Respiratória Ventilação Difusão Fluxo de sangue, dissociação e metabolismo Relação de Ventilação-perfusão Transporte do Gás Mecanismo da Respiração
  • 5. Introdução DIFUSÃO – movimento PASSIVO de moléculas de uma área de elevada pressão parcial -> menor pressão parcial. Os gases respiratórios(O2, CO2,N2) obedecem as leis da física (leis de Boyle, Dalton, Henry e Graham); P atm= 760 mmHg ou 1 atm Pressão de cada gás – Pressão parcial(P); ∑PO2,CO2,N2,H2O = P atm.
  • 6. Ar atmosférico Pressão parcial e concentração dos gases no ar atmosférico
  • 7. Difusão simples dos gases LEI DE FICK – “A velocidade de transferência de um gás é proporcional a área desta membrana e ao gradiente de pressão parcial e inversamente proporcional à espessura desta membrana”
  • 8. Principais na difusão: Gradiente de pressão e o coeficiente de solubilidade . LEI DE FICK ( DIFUSÃO SIMPLES)
  • 9. Coeficiente de Solubilidade (ŋ) A concentração de um gás em uma solução depende de seu coeficiente; Os gases que se dissolvem em maior qtde na água tem maior coeficiente. Coeficiente relativo de difusão dos gases
  • 10. Outros fatores influenciam na velocidade de difusão: Qto ≥ PM do gás ≤ a Vgás de difusão; Qto ≥ A , ≥ Vgás Qto ≥ distancia ≤ a Vgás T - edema Efetiva troca de gases.
  • 11. AR ALVEOLAR Concentrações diferentes Ar atm; O ar alveolar não é completamente renovado a cada respiração; O2 é continuamente transferido ao sangue e CO2 ao ar alveolar. Comparação da composição do ar alveolar com o ar atmosférico
  • 12.
  • 13. Bronquíolo respiratório, alvéolo e capilar; Paredes finas; extensa rede de capilares comunicantes; Membrana alvéolo-capilar; Permeável aos gases; Espessura 3mm, área total 70 m2 Volume de sangue nos capilares : 60 -140ml CO2 20x ≥ O2 2X ≥ N2 DIFUSÃO ΔP (PO2 alvéolo > PO2 sangue ) ΔP (PCO2 sangue > PCO2 alvéolo ). Unidade respiratória CAPACIDADE DE DIFUSÃO O2 = 21 ML x 11mmHg = 231ml “a cada minuto a MR difunde 230ml O2 p/ sangue. Exercício ↑ 3x “ CO2 = 400 a 450 ml/min. Vgas ↑ medida difícil. Membrana respiratória
  • 14. Difusão do gás na MR Barreira alvéolo-capilar - respiração normal; Sangue venoso do capilar – PO2 40 torr e CO2 de 46 torr; Alvéolo pulmonar - PO2 104 torr e CO2 de 40 torr; Gradiente de difusão – O2 alvéolo->eritrócito CO2 eritrócito-> alvéolo.
  • 15. Gradiente de difusão do O2 do alvéolo p/ o eritrócito. Em ¼ do tempo que permanece um eritrócito no capilar (0,75s) ocorre a difusão.
  • 16. Gradiente de difusão do CO2 do eritrócito p/ o alvéolo.
  • 17. TESTE DE DILUIÇÃO OU DIFUSÃO Avaliação da capacidade de difusão pelo monóxido de carbono (CO) e a determinação do volume alveolar (CPT) pela diluição do He (TDHe). A diluição depende do volume de ar em alvéolos ventilados; Obstrução moderada ou grave e alçaponamento de ar o intercâmbio é menor e resulta em menor diluição do gás; Método de respiração única.
  • 18. TESTE DE DILUIÇÃO COMO É REALIZADO O TESTE? O doente respira em um sistema valvular que permite inspirar profundamente uma mistura gasosa, 0,3% de CO e 5 a 10% de hélio (He) de um saco e expira após uma apnéia de 10 segundos. As frações alveolares de CO e He(inerte) são medidas numa amostra de gás de 750ml. Descartado os primeiros 750ml para lavagem do espaço morto das vias aéreas e do aparelho. Fração alveolar ou PCO ↓ com o tempo de apnéia; CO + Hb Conhecendo a fração inicial de CO e final da apnéia; Calcula constante de queda exponencial (kCO) da relação ; Valor final de DCO.
  • 19. Método de única Respiração Amostra alveolar Após descartar os primeiros 750ml uma amostra alveolar é coletada e analisada. Retenção da respiração 10s
  • 20.
  • 21.
  • 24. Considerações Clínicas DPOC – DCO reduzida; indicativo de enfisema; destruição do leito capilar pulmonar e perda da superfície alveolar; ASMA - DCO normal ou ↑; arquitetura mantida; Perfusão elevada de LS e volume sanguíneo capilar ↑; Doenças Intersticiais – sensível e precoce; geralmente reduzida; Pré-operatório – Preditor de complicações pós-operatórias; dificuldades após toracotomia;
  • 25. Referências 1) JOHN B. WEST. Respiratory Physiology – The Essentials. 8th Ed. 2) C R Douglas. Tratado de Fisiologia Aplicada Ciências Médicas. 6° ed. 2006.