Ev. João Rumpel 9985-4620
REINO DE DEUS
APOSTILA 02 – REINO DE DEUS:
CARTA DE APRESENTAÇÃO:
Alegrete, 12 de Outubro de 201...
Ev. João Rumpel 9985-4620
Deus, mas também, no reconhecimento da competência e da liderança de alguém capaz de executar a
...
Ev. João Rumpel 9985-4620
Serão 15 aulas expondo os mais variados assuntos, para estudo e reflexão.
Ademais, que possamos ...
Ev. João Rumpel 9985-4620
MC 1:15 - : O tempo está cumprido, e o reino de Deus está próximo.
Arrependei-vos. e crede no ev...
Ev. João Rumpel 9985-4620
ANÁLISE DE TEXTO 3:
MT 5:1 5-Nem se acende a candeia e se coloca debaixo do alqueire,
mas no vel...
Ev. João Rumpel 9985-4620
ANÁLISE DE TEXTO 1:
MT. 5:21 - Ouvistes que foi dito aos antigos: Não matarás: mas
qualquer que ...
Ev. João Rumpel 9985-4620
o teu olho direito te escandaliza, arranca-o e atira-o para longe de ti pois
te convêm que se pe...
Ev. João Rumpel 9985-4620
LEVAR A ISSO, FARÁ COM QUE O CASAL ESTEJA EM PECADO DIANTE
DE DEUS, MESMO NÃO DIVORCIADO.
ANALIS...
Ev. João Rumpel 9985-4620
LEIS E COSTUMES DOS CASAMENTOS NA BíBLIA:
A AUTORIDADE DO MARIDO:
POLIGAMIA E MONOGAMIA
CASAMENT...
Ev. João Rumpel 9985-4620
cabelo branco ou preto.
ANÁLISE DE TEXTO 5:
* MT 5:37 - Seja, porém, o vosso falar: Sim, sim; Nã...
Ev. João Rumpel 9985-4620
ANÁLISE DE TEXTO 6:
* Mt.5:43 - Ouvistes que foi dito: Amarás o teu próximo, e odiarás o
teu ini...
Ev. João Rumpel 9985-4620
PROVADO (V):
ESMOLAS:
ORAÇÃO:
ORAÇÃO BÍBLICA: VISÃO GERAL
A ORAÇÃO NO VELHO TESTAMENTO
A ORAÇÃO ...
Ev. João Rumpel 9985-4620
ANÁLISE DE TEXTO 3
“Mt. 6:24 - Ninguém pode servira dois senhores; porque ou há de
odiar um e am...
Ev. João Rumpel 9985-4620
AULA 10-RELAÇÕES SOCIAIS NO REINO DE DEUS:
Jesus nos avisa que devemos ter perfeita relação com ...
Ev. João Rumpel 9985-4620
AULA 11 - EXORTAÇÃO, DIREÇÃO, CONSELHO, ADVERTÊNCIA E
AUTORIDADE DE JESUS CRISTO EM RELAÇÃO AO S...
Ev. João Rumpel 9985-4620
ANÁLISE DE TEXTO 5
Mt.7:24-27“Todo aquele, pois, que escuta estas minhas palavras, e as
pratica,...
Ev. João Rumpel 9985-4620
da Consciência - Conhecimento):
ASPECTOS DO ”REINO” ENCONTRADOS NO NOVO TESTAMENTO:
“REINO DOS C...
Ev. João Rumpel 9985-4620
TEMPOS DO REINO NA GRAÇA:
TIPIFICAÇAO DE REINO, NO RELACIONAMENTO DE SALOMAO COM
A SUNAMITA:
SUN...
Ev. João Rumpel 9985-4620
Deus nos abençõe
APOSTILA 02 – REINO DE DEUS:
AULA 1:
TRATA DO ANÚNCIO DA VINDA DO REINO DE DEUS...
Ev. João Rumpel 9985-4620
Mt.5:3-11: No início, quanto aos pobres de espírito, o Evangelho anela aos que compreendem sua
n...
Ev. João Rumpel 9985-4620
basiléia” - Significa poder real, realeza, domínio, governo; diferente
dos reinos existentes na ...
Ev. João Rumpel 9985-4620
bdceJfVghfAiDjDk7l
Hierosoluma -Significa:habita em você paz. Temos que fazer com
que os critéri...
Ev. João Rumpel 9985-4620
acontecerão em breve, e, também de Jesus, o Messias,fundador deste reino. lnclui a morte e
ressu...
Ev. João Rumpel 9985-4620
-! #"%$'&("*)(+
Ev. João Rumpel 9985-4620
,--).&0/(1 21+(
BEM-AVENTURADO – No hebráico “
nFo*p
‘esher” e no Grego “
YhCSMFCF<'GO?PT
makari...
Ev. João Rumpel 9985-4620
MANSOS – Grego “
;F<JCNQDT
praus” - Significa ter disposição de espírito para aceitar a forma de...
Ev. João Rumpel 9985-4620
satisfazer o desejo pessoal e/ou de alguém.
e) Bem-aventurados os misericordiosos, porque eles a...
Ev. João Rumpel 9985-4620
PAClFlCADORES – Greqo ”
8Gd<'4D@J?D;S?AGK?VT
eirenopoios” - Signiflcando o que ama a Paz.
CHAMAD...
Ev. João Rumpel 9985-4620
-! #"%$'&("*)(+
Ev. João Rumpel 9985-4620
,--).&0/(1 21+(
FlLHOS – Grego – “
Q'GK?VT
huios” - Significa descendentes, posteridade de lsrae...
Ev. João Rumpel 9985-4620
Mateus descreve o sermão Apresentando o Reino de Deus e Jesus com Messias-Rei aos judeus,
visand...
Ev. João Rumpel 9985-4620
eternidade. Deixem meu Espírito preencher suas almas de amor. Conheço suas preocupações com os
i...
Ev. João Rumpel 9985-4620
-! #"%$'&("*)(+
Ev. João Rumpel 9985-4620
,--).&0/(1 21+(
APOSTILA 02 – REINO DE DEUS:
AULA 2:
JESUS ATRAVÉS DE SEU GRANDE SERMÃO NO MONTE...
Ev. João Rumpel 9985-4620
ACB=DCE96>F3
oudemia e neutro
AGBCDCE?
ouden” -
Significa para ninguém.
PRESTA – Grego “
>IHKJCB...
Ev. João Rumpel 9985-4620
119.105); e aos discípulos de Jesus (Mt 5.14).
LUZ – Grego “
W5:X7
phos” - Significa de uma form...
Ev. João Rumpel 9985-4620
-! #"%$'&("*)(+
Ev. João Rumpel 9985-4620
,--).&0/(1 21+(
junto com a pureza espiritual associado a ela, de forma exposta, à vista de todo...
Ev. João Rumpel 9985-4620
renovados pelo Espírito Santo.
Temos que ser sepultados para o nosso eu, permanecendo na vontade...
Ev. João Rumpel 9985-4620
46389KQ^:
lampo” – Significa ter o brilho qual de Cristo;
TODOS – Grego “
QO387
pas” – Podendo s...
Ev. João Rumpel 9985-4620
-! #"%$'&("*)(+
Ev. João Rumpel 9985-4620
,--).&0/(1 21+(
* MT 5:16 - Assim brilhe vossa luz diante dos homens,para que vejam boas obras e...
Ev. João Rumpel 9985-4620
DGAVbc3RdS:
doxazo” - Significa louvar, exaltar, magnificar, celebrar,
honrar, conferir honras, ...
Ev. João Rumpel 9985-4620
Filhinhos, sejam sábios fertilizando os corações, não agindo tolamente para não serem
desacredit...
Ev. João Rumpel 9985-4620
-! #"%$'&("*)(+
Ev. João Rumpel 9985-4620
,--).&0/(1 21+(
O Sermão da Montanha aborda o manifesto do Rei, no qual nos é dito quem são os s...
Ev. João Rumpel 9985-4620
Essa parte da população tinha mais contato com o mundo exterior e a par de idéias não-hebráicas....
Ev. João Rumpel 9985-4620
-! #"%$'&("*)(+
Ev. João Rumpel 9985-4620
,--).&0/(1 21+(
APOSTILA 02 – REINO DE DEUS:
AULA 3:
A CERTEZA DO CUMPRIMENTO DAS PROMESSAS DO S...
Ev. João Rumpel 9985-4620
>@?BA?DCFE'<
kataluo” Significa tornar inútil, privar de sucesso, levar a nada,
subvertendo a in...
Ev. João Rumpel 9985-4620
�
Ev. João Rumpel 9985-4620
-! #"%$'&("*)(+
Ev. João Rumpel 9985-4620
,--).&0/(1 21+(
PELA EXEGESE: Não pensem pelos costumes tradicionais que vim tornar inútil as re...
Ev. João Rumpel 9985-4620
apontar com palavras, intentar, significar, querer dizer, chamar pelo nome, chamar, nomear, grit...
Ev. João Rumpel 9985-4620
perecerá”.
JAMAIS – Grego “
4VEW69L
ou me” - no sentido de certamente que não, de modo nenhum, d...
Ev. João Rumpel 9985-4620
-! #"%$'&("*)(+
Ev. João Rumpel 9985-4620
,--).&0/(1 21+(
PELA EXEGESE: Como vocês têm visto que sou fiel, cada um é exortado e chamado
in...
Ev. João Rumpel 9985-4620
R35A4OCFL
entole” - Significando ordem, comando, dever, preceito,
;aquilo que é prescrito para a...
Ev. João Rumpel 9985-4620
ouranos” - Significa dar idéia de elevação;como a região acima dos
céus siderais, a sede da orde...
Ev. João Rumpel 9985-4620
fariseus, de modo nenhum entrareis no reino dos céus.
�
Ev. João Rumpel 9985-4620
-! #"%$'&("*)(+
Ev. João Rumpel 9985-4620
,--).&0/(1 21+(
JUSTlÇA – Grego “
O8;>g?M8h47ZFE'3'L
dikaiosune” – Significa num sentido amplo, ...
Ev. João Rumpel 9985-4620
detrimento da religião.
Como o conselho de homens experimentados na lei era necessário para o ex...
Ev. João Rumpel 9985-4620
69L
ou me – Grego
R8[Z9RJ5SF476G?D8
eiserchomai” - desde a direção de
ir para casa, como ingress...
Ev. João Rumpel 9985-4620
-! #"%$'&("*)(+
Ev. João Rumpel 9985-4620
,--).&0/(1 21+(
SADUCEUS: Membro de um pequeno mas poderoso grupo religioso dos judeus. Faziam p...
Ev. João Rumpel 9985-4620
precisavam da presença de pessoas que tivessem o maior conhecimento possível dos menores detalhe...
Ev. João Rumpel 9985-4620
-! #"%$'&("*)(+
Ev. João Rumpel 9985-4620
,--).&0/(1 21+(
Lucas 15:1-2). Eles freqüentemente faziam perguntas sobre a lei para tentar enga...
Ev. João Rumpel 9985-4620
(Mateus 27:41-43).
Antes da destruição de Jerusalém em 70 D.C., os escribas continuaram com os o...
Ev. João Rumpel 9985-4620
-! #"%$'&("*)(+
Ev. João Rumpel 9985-4620
,--).&0/(1 21+(
APOSTILA 02 – REINO DE DEUS:
AULA 4:
A LEI MORAL DO REINO DE DEUS É A EXPRESSÃO ...
Ev. João Rumpel 9985-4620
akouo” - Significa prestar prestar atenção, considerar um ensino ou a
um professor para poder co...
Ev. João Rumpel 9985-4620
Na época do Novo Testamento havia o Sinédrio, (
JL8'HM<ONE;'AP69H
sunedrion) que provavelmente e...
Ev. João Rumpel 9985-4620
-! #"%$'&("*)(+
Ev. João Rumpel 9985-4620
,--).&0/(1 21+(
Era constituído por 70 homens que se reuniam nas dependências do Templo regularm...
Ev. João Rumpel 9985-4620
lRAR – Grego “
6E;'QMAPWX:
orgizo” - Significa provocar e incitar a ira ou ser provocado, como
z...
Ev. João Rumpel 9985-4620
rhaka” - Significando o que é vazio, sem
sentido,cabeça vazia, como termo de repreensão usado en...
Ev. João Rumpel 9985-4620
vitimas humanas, particularmente pequenas crianças, eram oferecidas em sacrificio.
Sua imagem er...
Ev. João Rumpel 9985-4620
-! #"%$'&("*)(+
Ev. João Rumpel 9985-4620
,--).&0/(1 21+(
Era aquecido por um fogo interno até tornar-se incandescente, e as criancinhas e...
Ev. João Rumpel 9985-4620
PORTANTO, SE – Grego “
<O3BH
ean
6@8'H
oun” - denota partícula de conformidade de pouca
coisa, c...
Ev. João Rumpel 9985-4620
TEM – Grego “
<O>9:
echo” - Significando controlar na mente, agitação, emoção, envolver;
conside...
Ev. João Rumpel 9985-4620
-! #"%$'&("*)(+
Ev. João Rumpel 9985-4620
,--).&0/(1 21+(
VAI – Grego “
8?UG3YQ':
hupago” - Sentido de conduzir sob, oriundo de “ago”-Sign...
Ev. João Rumpel 9985-4620
ENTREGUE – Grego ”
UG3=;?3GN9ACN9:(RLA
paradidomi” - Significa entregar alguém à custódia, para
...
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Reino de deus
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Reino de deus

478 visualizações

Publicada em

Publicada em: Espiritual
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
478
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
4
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Reino de deus

  1. 1. Ev. João Rumpel 9985-4620 REINO DE DEUS APOSTILA 02 – REINO DE DEUS: CARTA DE APRESENTAÇÃO: Alegrete, 12 de Outubro de 2013. Prezados Ministros, Professores e Lideres (res), Graça e paz da parte de Deus nosso Pai, e do Senhor Jesus Cristo. Nos nossos dias, algo que vem crescendo no meio do povo evangélico; é a questão do modo de vida cristão limitar-se a uma escolha entre ser tradicional ou ser moderno, nas igrejas. Essa visão defasada do Reino de Deus, não responde às questões espirituais do povo. Atravessamos uma verdadeira crise de identidade cristã, atingindo a igreja que se pergunta sobre si mesma, sobre o seu papel como Corpo de Cristo, Comunidade e Instituição, numa sociedade pósmoderna e pós-industrial, caracterizada pela globalização religiosa, pluralismo cultural e secularização da fé. Não podemos estar alheios ao projeto do Reino de Deus. Nesta apostila, estaremos tratando do assunto “Reino de Deus”, analisando a importância, o seu significado para a igreja, comunidade e indivíduo e suas relações com a Igreja, no tempo da Graça. Frequentemente, se confunde Igreja (faz parte do Reino, mas não é todo o Reino) com Reino Eterno. Isto não significa que estudos, pregações e evangelismo não sejam necessários. São importantes, mas são insuficientes para cumprir-se de maneira eficaz, o Reino de Deus em cada um de nós, com qualidade total de nossas ações perante o Senhor Jesus Cristo. A igreja necessita sempre rever o seu projeto, que deve ser confrontado com a realidade que as vidas atravessam no decurso de nossa história, pois não se constrói o projeto de Deus, sem a direção de Deus. Por isso, todo o projeto da Igreja, deve ser o do Reino de Deus. De quem é a responsabilidade da implantação do Reino de Deus, na Igreja? O projeto do Reino de Deus não é responsabilidade apenas do Corpo Pastoral. Pelo contrário; o Corpo de Pastores e Ministros, devem ser escolhidos conforme a vontade de
  2. 2. Ev. João Rumpel 9985-4620 Deus, mas também, no reconhecimento da competência e da liderança de alguém capaz de executar a vontade de Deus na Igreja. Não podemos negar a diversidade do Espírito, quanto aos dons, ministérios ou manifestações, pois cada igreja é um resultado de um processo do desenvolvimento espiritual de seu próprio povo com Deus, pois não existem igrejas iguais, mas os membros devem estar ligados à cabeça, que é Jesus. A pretensão de querer ser dono da verdade por simplesmente julgar-se correto, tem que dar lugar ao diálogo, ao ensino e à pregação responsável, baseada na graça da comunhão com o Espírito Santo, bem como, na exegese e na hermenêutica de textos bíblicos, de maneira séria e humilde, para que tenhamos resultados propostos por Jesus e confirmação de nossas pretensões. Não se entende, portanto, uma igreja sem ensino, submissão a Deus para estabelecer o projeto do Reino e amor para implantá-lo e executá-lo. Tem que haver uma mudança de mentalidade nos que se dizem cristãos. Mudança que implica deixar de lado o velho preconceito deque a Igreja é apenas mais uma opção de lazer ou passatempo e não uma conquista de Jesus para nossas vidas. Há pelo menos duas razões que justifiquem a implantação da Igreja como instituição: A igreja deve formar discípulos que dêem o exemplo e melhorar a sociedade pelo seu ensino e assistência social. A igreja deve estar impregnada pela atmosfera espiritual da glória do Altíssimo, desde a mensagem pregada, os horários de culto, o comportamento de seus membros e sua ação responsável como testemunhas de Jesus, sendo o sal e luz da sociedade. Mesmo tendo pouca experiência e estrutura, devemos combater o tradicionalismo autoritário religioso do Pais, de nosso Estado, de Nossa Cidade, de nossa Comunidade, desenvolvendo uma consciência crítica cristã, envolvendo as pessoas, comunidade externa e interna à Igreja, com criatividade e responsabilidade diante de Deus pela Palavra Sagrada. Que tenhamos ousadia para romper com o círculo vicioso da ganância financeira que tenta destruir a credibilidade de nosso testemunho ao nosso redor;que atravessemos este periodo de trevas sociais, em função da promessa que nos espera, em Cristo. Amadureçamos nossas idéias e sejamos eficientes para comunicar as boas-novas, como voluntários do bem-comum, criando atmosfera favorável para uma credibilidade referencial do Evangelho sadio e que é a verdade de Deus em nossas vidas; assim, sejamos educados, respeitando os direitos dos outros.
  3. 3. Ev. João Rumpel 9985-4620 Serão 15 aulas expondo os mais variados assuntos, para estudo e reflexão. Ademais, que possamos nos mobilizar como Corpo de Cristo, Interdenominacional, combatendo abusos de doutrinas fraudulentas presentes em instituições eclesiásticas descompromissadas com o Reino de Deus, provocando mudanças nos valores pessoais e das instituições emergentes, para a ação do Reino de Deus entre nós, até que Ele venha. Deus vos abençõe APOSTILA 2 – REINO DE DEUS: Olá, amado(a), Visando facilitar o seu estudo e o fácil conhecimento acerca do material de teologia que apresentamos neste site, descrevemos o índice de assuntos desta Apostila 2 – Reino de Deus, que objetiva dar a você o objetivo da vinda de Jesus Cristo nos quais os elementos teológicos da Apostila 1 estão inseridos de forma harmônica gerando um todo. Esta uma visão do Reino nos preparará para o assunto da terceira apostila. (faça download grátis deste material na seção apostilas.) APOSTILA DE REINO DE DEUS AULA 0 - CARTA DE APRESENTAÇÃO; AULA 1 - TRATA DO ANÚNCIO DA VINDA DO REINO DE DEUS E DA ESSÊNCIA DO MINISTÉRIO TERRENO DO NOSSO SENHOR E SALVADOR JESUS CRISTO: (TÓPICOS) INTRODUÇÃO Mt.6:33 Mc.1:15 Mt.5:3-11 Lc.6:20-23 ANÁLISE DE TEXTO 1: MT 6:33 - Mas, buscai primeiro o Reino de Deus, e a sua justiça e todas estas coisas vos serão acrescentadas. ANÁLISE DE TEXTO 2:
  4. 4. Ev. João Rumpel 9985-4620 MC 1:15 - : O tempo está cumprido, e o reino de Deus está próximo. Arrependei-vos. e crede no evangelho. ENTENDENDO O REINO DE DEUS:ANALISANDO O SERMAO DA MONTANHA: JESUS INVERTE OS VALORES SOCIAIS: ANÁLISE DE TEXTO 3: MT.5:2-12: E, abrindo a sua boca, os ensinava, dizendo: Bemaventurados os pobres de espírito, porque deles é o reino dos céus; Bem-aventurados os mansos, porque eles herdarão a terra; Bemaventurados os que têm fome e de justiça porque eles serão fartos; Bemaventurados os limpos de coração porque eles verão a Deus; Bemaventurados os pacificadores porque eles serão chamados filhos de Deus; Bem-aventurados os perseguidos por causa da justiça, porque deles é o reino dos céus; Bem-aventurados sois vós, quando vos injuriarem e perseguirem e, mentindo, disserem todo o mal contra vós por minha causa. ANÁLISE DE TEXTO 4: * (LC 6:20-23 – Folgai nesse dia, exultai; pois eis que é grande vosso galardão no céu, pois assim faziam os seus pais aos profetas. PELA EXEGESE, MENSAGEM DO SERMÃO DO MONTE SERIA... AULA 2 - JESUS ATRAVÉS DE SEU GRANDE SERMÃO NO MONTE, NOS FALA PARA QUEM É O REINO DE DEUS – MATEUS: Caps. 5, 6 e 7): Mt.5:13-16 ANÁLISE DE TEXTO 1: * MT 5:13 - Vós sois o sal da terra; e se o sal for insípido com que se há de salgar? Para nada mais presta senão para se lançar fora, e ser pisado pelos homens. ANÁLISE DE TEXTO 2: MT 5:14 - Vós sois a luz do mundo; não se pode esconder uma cidade edificada sobre um monte;
  5. 5. Ev. João Rumpel 9985-4620 ANÁLISE DE TEXTO 3: MT 5:1 5-Nem se acende a candeia e se coloca debaixo do alqueire, mas no velador, e dá luz a todos que estão na casa. ANÁLISE DE TEXTO 4: MT 5:16 - Assim brilhe vossa luz diante dos homens,para que vejam boas obras e glorifiquem vosso Pai,que está nos céus. AULA 3 - A CERTEZA DO CUMPRIMENTO DAS PROMESSAS DO SENHOR É A SUA PRÓPRIA ATITUDE EM NOS ATRIBUIR A SUA GRAÇA. Mt.5:17-20 ANÁLISE DE TEXTO 1: Mt.5:17 - Não penseis que vim revogar a Lei ou os protetas; não vim ab-rogar; mas cumprir. ANÁLISE DE TEXTO 2: *Mt. 5:18 - Porque em verdade vos digo que, até que o céu e a terra passem, nem um jota ou um til se omitirá da lei, sem que tudo seja cumprido. ANÁLISE DE TEXTO 3: Mt. 5:19 - Qualquer, pois, que violar um destes mandamentos, por menor que seja, e assim ensinar aos homens, será chamado o menor no reino dos céus; aquele, porém, que os cumprir e ensinar será chamado grande no reino dos céus. ANÁLISE DE TEXTO 4: Mt. 5:20 - Porque vos digo que, se a vossa justiça não exceder em muito a dos escribas e fariseus, de modo nenhum entrareis no reino dos céus.FARISEUS SADUCEUS ESCRIBAS TREINAMENTO E STATUS OS ESCRIBAS NOS DIAS DE JESUS AULA 4 - A LEI MORAL DO REINO DE DEUS É A EXPRESSÃO DE SANTIDADE,COMO ETERNA OBRIGAÇÃO DO SEU POVO, QUE SERÁ PROVADO (I): Mt.5:21-23
  6. 6. Ev. João Rumpel 9985-4620 ANÁLISE DE TEXTO 1: MT. 5:21 - Ouvistes que foi dito aos antigos: Não matarás: mas qualquer que matar será sujeito a julgamento. ANÁLISE DE TEXTO 2: * Mt.5:22 – Eu, porém, vos digo que qualquer que, sem motivo, se irar contra seu irmão, estará sujeito a julgamento e qualquer que disser a seu irmão: Raca, será réu do sinédrio; e qualquer que lhe disser: Louco, será réu do fogo do inferno.INFERNO VALE DO HINOM MOLOQUE ANÁLISE DE TEXTO 3: Mt. 5:23 - Portanto, se trouxeres a oferta ao altar e aí te lembrares de que teu irmão tem alguma coisa contra ti; deixa ali diante do altar a tua oferta, e vai reconciliar-te primeiro com teu irmão e, depois, vem e apresenta a tua oferta. concilia-te depressa com o teu adversário, enquanto estás no caminho com ele, para que não aconteça que o adversário te entregue ao juiz, e o juiz te entregue ao oficial, e te encerrem na prisão. Em verdade te digo que de maneira nenhuma sairás dali enquanto não pagares o último ceitil. SINÉDRIO: (Características): VISÃO GERAL SUMO OS ANCIÃOS ESCRIBAS NOS DIAS DE JESUS AULA 5 - A LEI MORAL DO REINO DE DEUS É A EXPRESSÃO DE SANTIDADE, COMO ETERNA OBRIGAÇÃO DO SEU POVO, QUE SERÁ PROVADO (II): VIVER EM INFIDELIDADE E ADULTÉRIO OU PEDIR DIVÓRCIO? DEVEMOS AGIR NA LEI DE DEUS, MAS NÃO DEIXAR SUA ETERNA GRAÇA! Mt.5:27-31: ANÁLISE DE TEXTO 1: * Mt.5:27 - Ouvistes que foi dito aos antigos: Não cometerás adultério. Eu, porém, vos digo, que qualquer que atentar numa mulher para a cobiça, já em seu coração cometeu adultério com ela. Portanto, se
  7. 7. Ev. João Rumpel 9985-4620 o teu olho direito te escandaliza, arranca-o e atira-o para longe de ti pois te convêm que se perca um dos teus membros do que seja todo o teu corpo lançado no inferno. E, se a tua mão direita te escandaIiza corta-a e atira-a para longe de ti porque te é melhor que um dos teus membros se perca do que seja todo o teu corpo lançado no inferno. ANÁLISE DE TEXTO 2: *MT5:31 - Também foi dito: Qualquer que deixar sua mulher, dê-lhe carta de divórcio. Eu, porém, vos digo que qualquer que repudiar sua mulher, a não ser por razão de prostituição, faz que ela cometa adultério, e qualquer que casar com a repudiada comete adultério. UM GRAVE PROBLEMA ATUAL ENVOLVENDO UMA TEOLOGIA SUPERFICIAL:EXISTE UM MINISTÉRIO DE GRUPOS PARA CASAIS QUE PROPÕE PRINCÍPIOS PARA UM CASAMENTO PERMANENTE QUE ALEGA...PROBLEMA TEOLÓGICO DESSA DOUTRINA APARENTE:ANALISEMOS OS TEXTOS BÍBLICOS QUE FALAM SOBRE CASAMENTO: HÁ COMPROVADO PECADO NOS CASAMENTOS (INDEPENDENTE DE SEREM OS PRIMEIROS OU SEGUNDOS), QUANDO... IRA GULA SEXUAL INVEJA ORGULHO AVAREZA PREGUIÇA SEXUAL ou PESSOAL LUXÚRIA IDOLATRIA SEXUAL O PROBLEMA DO DESCONHECIMENTO DA LEI DO NOVO TESTAMENTO: O QUE É A LEI PERFEITA DA LIBERDADE: (Tg.1:25 e 2:12) CONSEQUÊNCIAS DA LEI DA LIBERDADE NA GRAÇA: VEREMOS AGORA TÊXTOS BÍBLICOS QUE FALAM DA IMPORTÂNCIA DA LIBERDADE (LIVRE-ARBÍTRIO) NAS RELAÇÕES ENTRE CASADOS, BEM COMO DOS DEVERES E OBRIGAÇÕES DOS MESMOS DENTRO DA LEI DO AMOR. APÓS A ANÁLISE DOS TÊXTOS, FALAREMOS SOBRE A IDOLATRIA SEXUAL QUE OCORRE NA VIDA DE MUITAS PESSOAS, MESMO CASADAS PELA PRIMEIRA VEZ, QUE SE NÃO FOREM COMBATIDAS, LEVARÃO AO DIVÓRCIO E MESMO SE NÃO
  8. 8. Ev. João Rumpel 9985-4620 LEVAR A ISSO, FARÁ COM QUE O CASAL ESTEJA EM PECADO DIANTE DE DEUS, MESMO NÃO DIVORCIADO. ANALISE DE TÊXTOS BÍBLICOS: TEXTO 1: MT 5:27 -MT 5:32 MT 19:-MT. 19:12 TEXTO 2: MC 10:2-12 ED 10:1 NE 13:23 TEXTO 3: LC 16:14-17 TEXTO 4: JO 8:3 -11 TEXTO 5 RM 7:1 -6 TEXTO 6 1CO 7:1 -17 TEXTO 7 EF 5:21 -33 TEXTO 8 1 Pe 2:1 -17 TEXTO 9 1PE 3:1-9 TEXTO 10 GN 2:21–25 OUTROS TEXTOS: GN 17:11 MT 19:5 MC 10:6 1CO 6:15 EF 5:30 CARNE NO A.T CARNE NO NT DT 24:1-5 JR 3:1 13; IS 50:1-2 ED 10:1 NE 13:23 OBSERVAÇÃO: VERIFICAMOS QUE NOS VERSÍCULOS QUE TRATAM DO CASAMENTO, TODOS ENVOLVEM LIVRE-ARBÍTRIO OU LIBERDADE DE VIVER O AMOR DE DEUS E NÃO UMA VIDA DE ESCRAVIDÃO SEXUAL. NÃO É QUE A PESSOA POSSA ANULAR A ALIANÇA QUANDO QUISER E SIM, QUE SE NÃO HOUVER AMOR, O CASAMENTO SERÁ APENAS IDOLATRIA SEXUAL COMO VEREMOS A SEGUIR: (1 Co.13:1-8) – Ainda que tiver certidão, aliança, casa, filhos, se não tiver... A REALIDADE DA IDOLATRIA SEXUAL EM MUITOS CASAMENTOS: O QUE SIGNIFICA CASAMENTO: A PALAVRA CASAMENTO NO ANTIGO TESTAMENTO EM HEBRÁICO E ARAMÁICO: A PALAVRA CASAMENTO NO NOVO TESTAMENTO EM GREGO: O CASAMENTO NA BÍBLIA: CASAMENTO E SEUS COSTUMES:
  9. 9. Ev. João Rumpel 9985-4620 LEIS E COSTUMES DOS CASAMENTOS NA BíBLIA: A AUTORIDADE DO MARIDO: POLIGAMIA E MONOGAMIA CASAMENTO ENTRE PARENTES E COM ESTRANGEIROS ESCOLHA DE UM PARCEIRO DIVÓRCIO OS ENSINAMENTOS DE JESUS A CERCA DO CASAMENTO E DO ADULTÉRIO SER CASADO NO CIVIL & ESTAR JUNTO: PERGUNTAS: QUANDO HÁ CASAMENTO: CONCLUSÃO: 1)... 2)... 3)Se você foi traído..., 4)Se você foi o traidor..., 5) Devemos... 6) Não devemos... Que procuremos viver a Lei do Amor de Cristo para não sermos confundidos em sua vinda. AULA 6 - A LEI MORAL DO REINO DE DEUS É A EXPRESSÃO DE SANTIDADE, COMO ETERNA OBRIGAÇÃO DO SEU POVO, QUE SERÁ PROVADO (III): Mt.5:33-37: ANÁLISE DE TEXTO 1: *Mt. 5:33 - Outrossim, ouvistes que foi dito aos antigos: Não perjurarás, mas cumprirás os teus juramentos ao SENHOR. ANÁLISE DE TEXTO 2: * Mt. 5:34 - Eu, porém, vos digo que de maneira nenhuma jureis; nem pelo trono de Deus; ANÁLISE DE TEXTO 3: Mt. 5:35 - Nem pela terra, porque é o escabelo de seus pés; nem por Jerusalém, porque é a cidade do grande Rei; ANÁLISE DE TEXTO 4: * Mt. 5:36 - Nem jurarás pela tua cabeça, porque não podes tornar um
  10. 10. Ev. João Rumpel 9985-4620 cabelo branco ou preto. ANÁLISE DE TEXTO 5: * MT 5:37 - Seja, porém, o vosso falar: Sim, sim; Não, não; porque o que passa disto é de procedência maligna. RESUMO EXPLICATIVO SOBRE JURAMENTO: JURAMENTO: POR QUE NÃO JURAR POR JERUSALÉM: INTRODUÇÃO A HISTÓRIA CONQUISTA E PERíODO DE ASSENTAMENTO O PRIMEIRO PERíODO DO TEMPLO SEGUNDO PERíODO DO TEMPLO O PERíODO ROMANO AULA 7 - A LEI MORAL DO REINO DE DEUS É A EXPRESSÃO DE SANTIDADE, COMO ETERNA OBRIGAÇÃO DO SEU POVO, QUE SERÁ PROVADO (IV): Mt.5:38-48: ANÁLISE DE TEXTO 1: * Mt.5:38 - Ouvistes que foi dito: Olho por olho, e dente por dente. ANÁLISE DE TEXTO 2: * Mt. 5:39 - Eu, porém,vos digo que não resistais ao mal; mas,se qualquer te bater na face direita, oferece-lhe também a outra. ANÁLISE DE TEXTO 3: * Mt. 5:40 - E, ao que quiser pleitear contigo, e tirar-te a túnica, largalhe também a capa; ANÁLISE DE TEXTO 4: * Mt. 5:41 - E, se qualquer te obrigar a caminhar uma milha, vai com ele duas. ANÁLISE DE TEXTO 5: * Mt.5:42 - Dá a quem te pede e não te desvies daquele que quiser que lhe emprestes.
  11. 11. Ev. João Rumpel 9985-4620 ANÁLISE DE TEXTO 6: * Mt.5:43 - Ouvistes que foi dito: Amarás o teu próximo, e odiarás o teu inimigo. ANÁLISE DE TEXTO 7 Mt. 5:44 - Eu, porém, vos digo: Amai a vossos inimigos, bendizei os que vos maldizem, fazei bem aos que vos odeiam, e orai pelos que vos maltratam e vos perseguem; para que sejais filhos do vosso Pai que está nos céus; ANÁLISE DE TEXTO 8 Mt. 5:45 - Porque faz que o seu sol se levante sobre maus e bons, e a chuva desça sobre justos e injustos; ANÁLISE DE TEXTO 9 Mt. 5:46- Pois, se amardes os que vos amam, que galardão tereis? Não fazem os publicanos também o mesmo? ANÁLISE DE TEXTO 10 Mt.5:47 - E, se saudardes unicamente os vossos irmãos, que fazeis de mais? Não fazem os publicanos também assim? PUBLICANOS ANÁLISE DE TEXTO 11 Mt. 5:48 - Sede vós pois perfeitos, como é perfeito o vosso Pai que está nos céus. LEIS CRIMINAIS BÍBLICAS: CONTEXTO DO ORIENTE PRÓXIMO LEI CRIMINAL HEBRAICA LEIS SOBRE OFENSAS A DEUS LEIS SOBRE OFENSAS A PESSOAS LEIS SOBRE COLHEITAS E ANIMAIS LEI SOBRE FAMíLIA LEIS GERAIS PUNIÇÃO CASTIGO FíSICO AULA 8 - A LEI MORAL DO REINO DE DEUS É A EXPRESSÃO DE SANTIDADE, COMO ETERNA OBRIGAÇÃO DO SEU POVO, QUE SERÁ
  12. 12. Ev. João Rumpel 9985-4620 PROVADO (V): ESMOLAS: ORAÇÃO: ORAÇÃO BÍBLICA: VISÃO GERAL A ORAÇÃO NO VELHO TESTAMENTO A ORAÇÃO NO NOVO TESTAMENTO OS ELEMENTOS DA ORAÇÃO JEJUM: AVISOS CONTRA O MATERIALISMO: SIGNIFICADO DESSE AVISO DE JESUS CONTRA O MATERIALISMO (SEM VALOR ETERNO): AULA 9 - JESUS NOS AVISA CONTRA O MATERIALISMO E NOS ADVERTE CONTRA PREOCUPAÇÕES MUNDANAS: (Mt.6:19-34). Contra a acumulação de bens materiais (Mt. 6:19-21), com desprezo de valores espirituais: ANÁLISE DE TEXTO 1 Mt.6:19-21-Não acumuleis tesouros na terra, onde a traça e a ferrugem tudo consomem, e onde os ladrões minam e roubam, mas ajuntai tesouros no céu, onde nem a traça nem a ferrugem consomem, e onde os ladrões não minam nem roubam porque onde estiver o vosso tesouro, aí estará também o vosso coração. Contra a falta de sinceridade (Mt. 6:22.23). Singeleza de propósito é luz; duplicidade é trevas; sinceridade é saúde; insinceridade é doença. ANÁLISE DE TEXTO 2 Mt. 6:22-23- A candeia do corpo são os olhos; de sorte que, se os teus olhos forem bons, todo o teu corpo terá luz; Se, porém, os teus olhos forem maus, o teu corpo será tenebroso. Se, portanto, a luz que em ti há são trevas, quão grandes serão tais trevas. LÂMPADA/CANDEIA Contra um coração dividido (Mt. 6:24)
  13. 13. Ev. João Rumpel 9985-4620 ANÁLISE DE TEXTO 3 “Mt. 6:24 - Ninguém pode servira dois senhores; porque ou há de odiar um e amar o outro, ou se dedicará a um e desprezará o outro. Não podeis servir a Deus e a Mamom”. (RIQUEZAS) MAMOM Contra a ansiedade (Mt.6:25-34), com respeito a duas coisas comuns: alimentação e vestuário. ANÁLISE DE TEXTO 4 ”Mt. 6:25-34 Por isso vos digo: Não andeis cuidadosos quanto à vossa vida, pelo que haveis de comer ou pelo que haveis de beber; nem quanto ao vosso corpo, pelo que haveis de vestir. Não é a vida mais do que o mantimento, e o corpo mais do que o vestuário? Olhai para as aves do céu, que nem semeiam, nem segam, nem ajuntam em celeiros; e vosso Pai celestial as alimenta Não tendes vós muito mais valor do que elas? E qual de vós poderá, com todos os seus cuidados, acrescentar um côvado à sua estatura? E, quanto ao vestuário, porque andais solícitos? Olhai para os lírios do campo, como eles crescem; não trabalham nem fiam; e eu vos digo que nem mesmo Salomão, em toda a sua glória, se vestiu como qualquer deles, pois, se Deus assim veste a erva do campo, que hoje existe, e amanhã é lançada no forno, não vos vestirá muito mais a vós, homens de pouca fé? Não andeis, pois, inquietos, dizendo: Que comeremos, ou que beberemos, ou com que nos vestiremos?(Porque todas estas coisas os gentios procuramDe certo vosso Pai celestial bem sabe que necessitais de todas estas coisas; mas, buscai primeiro o reino de Deus, e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas. Não vos inquieteis, pois, pelo dia de amanhã porque o dia de amanhã cuidará de si mesmo. Basta a cada dia o seu mal”.GENTIOS TENHAMOS CUIDADO COM OS FALSOS PROFETAS MERCANTILISTAS VENDEDORES DE “BÊNÇAOS DIVINAS”: 2 Pe.2:1-3- 2 Co.11:4
  14. 14. Ev. João Rumpel 9985-4620 AULA 10-RELAÇÕES SOCIAIS NO REINO DE DEUS: Jesus nos avisa que devemos ter perfeita relação com próximo: (7:1-12): ANÁLISE DE TEXTO 1 “Não julgueis, para que não sejais julgados. Porque com o juízo com que julgardes sereis julgados, e com a medida com que tiverdes medido vos hão de medir a vós”. ANÁLISE DE TEXTO 2 “E por que reparas tu no argueiro que está no olho do teu irmão, e não vês a trave que está no teu olho? Ou como dirás a teu irmão: Deixame tirar o argueiro do teu olho, estando uma trave no teu? Hipócrita, tira primeiro a trave do teu olho,e então cuidarás em tirar o argueiro do olho do teu irmão”: ANÁLISE DE TEXTO 3 “Não deis aos cães as coisas santas, nem deiteis aos porcos as vossas pérolas, não aconteça que as pisem com os pés e, voltando-se, vos despedacem”: ANÁLISE DE TEXTO 4 “Pedi e dar-se-vos-á; buscai; e encontrareis; batei; e abrir-se-vos-á. Porque, aquele que pede,recebe; e, o que busca, encontra; e, ao que bate, abrir-se-lhe-á”. ANÁLISE DE TEXTO 5 “E qual de entre vós é o homem que, pedindo-lhe pão o seu filho, lhe dará uma pedra? E, pedindo-lhe peixe, lhe dará uma serpente? Se vós, pois, sendo maus, sabeis dar boas coisas aos vossos filhos, quanto mais vosso Pai que está nos céus, dará bens aos que lhe pedirem?” ANÁLISE DE TEXTO 6 “Portanto, tudo o que vós quereis que os homens vos façam, fazeilho também vós, porque esta é a lei e os profetas.” LEI – Hebráico PROFETAS – origem hebráica Lei DouradaA LEI:PROFETAS:
  15. 15. Ev. João Rumpel 9985-4620 AULA 11 - EXORTAÇÃO, DIREÇÃO, CONSELHO, ADVERTÊNCIA E AUTORIDADE DE JESUS CRISTO EM RELAÇÃO AO SEU REINO:(Mt.7:13- 29): CAMINHO ESTREITO: ANÁLISE DE TEXTO 1 “Entrai pela porta estreita; porque larga a porta,e espaçoso o caminho que conduz à perdição, e muitos são os que entram por ela; porque estreita é a porta, e apertado o caminho que leva à vida, e poucos há que a encontrem”. FALSOS MESTRES: ANÁLISE DE TEXTO 2 “Acautelai-vos, porém, dos falsos profetas, que vêm até vós vestidos como ovelhas, mas, na alma, são lobos devoradores. Por seus frutos os conhecereis”. 3)TIPOS DE OBRAS: ANÁLISE DE TEXTO 3 “Porventura colhem-se uvas dos espinheiros, ou figos dos abrolhos?Assim, toda a árvore boa produz bons frutos, e toda a árvore má produz frutos maus. Não pode a árvore boa dar maus frutos; nem a árvore má dar frutos bons. Toda a árvore que não dá bom fruto corta-se e lança-se no fogo. Portanto, pelos seus frutos os conhecereis” TIPOS DE PESSOAS: ANÁLISE DE TEXTO 4: “Mt.7:21-23: Ninguém que me diz: Deus Eterno, Deus Eterno, entrará no reino dos céus, mas aquele que faz a vontade de meu Pai, que está nos céus.Muitos me dirão naquele dia: Senhor, Senhor não profetizamos nós em teu nome? e em teu nome não expulsamos demônios? e em teu nome não fizemos muitas maravilhas?E então lhes direi abertamente: Nunca vos conheci, apartai-vos de mim, vós que praticais a iniquidade”. EDIFICANDO SOBRE A ROCHA
  16. 16. Ev. João Rumpel 9985-4620 ANÁLISE DE TEXTO 5 Mt.7:24-27“Todo aquele, pois, que escuta estas minhas palavras, e as pratica, assemelhá-lo-ei ao homem prudente, que edificou a sua casa sobre a rocha; E caiu o temporal e inundaram rios, e assopraram ventos, e combateram contra aquela casa, e não caiu, porque estava edificada sobre a rocha. E aquele que ouve estas minhas palavras, e não as cumpre, compará-lo-ei ao homem incrédulo, que edificou a sua casa sobre a areia; E desceu a chuva, e inundaram, e assopraram ventos, e combateram aquela casa, e desabou, e foi grande a sua ruína”. COMBATER (1) – Grego COMBATER (2) – Grego IMPORTANTE: COMBATER (1) NÃO É IGUAL AO COMBATER (2) AUTORIDADE DE JESUS: ANÁLISE DE TEXTO 6 “Mt. 7:29 - E aconteceu que, concluíndo Jesus este discurso, a multidão se admirou da sua doutrina; Porquanto os ensinava como tendo autoridade; e não como os escribas”. AUTORlDADE – Grego AULA 12 - AVISO: A PALAVRA REINO NO ANTIGO TESTAMENTO: ATOS DE DEUS NO REINO DE JUDA: A PALAVRA REINO NO NOVO TESTAMENTO: Reino dos Céus: Reino da Divindade Suprema NO EVANGELHO DE MATEUS, ALGUMAS CARACTERISTICAS DO REINO DOS CEUS: Caracteristicas antes da influência da presença do Reino dos Céus (Fase da Ignorância): A Prova da chegada do Reino de Deus: Características na influência da presença do Reino dos Céus (Fase
  17. 17. Ev. João Rumpel 9985-4620 da Consciência - Conhecimento): ASPECTOS DO ”REINO” ENCONTRADOS NO NOVO TESTAMENTO: “REINO DOS CÉUS” “REINO DO PAI” “REINO DO FILHO DO HOMEM” “REINO DO FILHO DO SEU AMOR” REINO ETERNO DO NOSSO SENHOR E SALVADOR JESUS CRISTO REINO DO NOSSO SENHOR E DO SEU CRISTO: REINO DE DEUS MOTIVO DA FALTA DO CONCEITO DE REINO: LIGAÇÃO ENTRE A IGREJA E O REINO DE DEUS: AULA 13 - LIGAÇÃO ENTRE A IGREJA E O REINO DE DEUS (PARTE 2): IGREJA:Grego RAZÕES DA IMPOSSIBILIDADE DA IGREJA TERRENA (QUALQUER DENOMINAÇAO CRISTA), IDENTIFICAR-SE COMO O PRÓPRIO REINO DE DEUS: DIFERENCIANDO: APROPRIAÇÃO DO REINO DE DEUS NO PASSADO, POR ISRAEL: APROPRIAÇAO DO REINO DE DEUS NO PASSADO. EPOCA DE JESUS CRISTO: O ANUNCIO DE JOAO BATISTA x ANUNCIO POR JESUS CRISTO: O REINO ANUNCIADO POR JESUS CRISTO APROPRIAÇÃO DO REINO DE DEUS NO FUTURO: REINO ENTENDENDO O REINO AULA 14 - O REINO DE DEUS NO INÍCIO DA IGREJA CARACTERISTICAS DA CHEGADA DO REINO APARENTES CONTRADIÇOES DO TEMPO DO REINO (NA GRAÇA): IDENTIFICANDO AS TRES FASES DO REINO:
  18. 18. Ev. João Rumpel 9985-4620 TEMPOS DO REINO NA GRAÇA: TIPIFICAÇAO DE REINO, NO RELACIONAMENTO DE SALOMAO COM A SUNAMITA: SUNAMITA - hebráico QUANTO A REALEZA DE JESUS NO RElNO: CARACTERÍSTICAS DE JESUS COMO REI: QUANTO AO ACESSO AO REINO: A CONSTRUÇÃO DO REINO EM NÓS: A PRIORIDADE DO REINO: O BEM DO REINO: HARMONIA DO REINO O TEMPO DO REINO A PLENITUDE DO REINO: O ACONCHEGO DO REINO: AULA 15 - AS PARÁBOLAS DO REINO DE DEUS: TIPOS CINCO GRANDES DISCURSOS DE JESUS: FATO E TERMINOLOGIA PARÁBOLA - Hebráico PARÁBOLA ELEMENTOS ESSENCIAIS: TEMAS TRATADOS: CLASSIFICAÇÃO: COMO INTERPRETAR PARÁBOLA: DESCRIÇAO: São 44 as parábolas de Jesus registradas nos Evangelhos, alistadas a seguir em ordem alfabética: REFERÊNCIAS DO REINO NO ANTIGO TESTAMENTO: REINO NO ANTIGO TESTAMENTO: REINO NO NOVO TESTAMENTO:
  19. 19. Ev. João Rumpel 9985-4620 Deus nos abençõe APOSTILA 02 – REINO DE DEUS: AULA 1: TRATA DO ANÚNCIO DA VINDA DO REINO DE DEUS E DA ESSÊNCIA DO MINISTÉRIO TERRENO DO NOSSO SENHOR E SALVADOR JESUS CRISTO: INTRODUÇÃO: Deus preparou um povo para a vinda do messias; esse povo foi instruído a aguardar o cumprimento das profecias; João Batista foi o arauto de Deus, enviado para proclamar a chegada do Messias, inaugurando a chegada do reino de Deus na terra. Jesus veio implantar o Reino de Deus como luz do mundo, foi apresentado no batismo de João (Jo.1:29), proclamando o arrependimento. Mateus, chamado Levi, era cobrador de impostos, judeu, na Galiléia. A característica predominante do seu evangelho, é a visão de lesus, como Rei prometido. O evangelho ou boas novas da salvação é para os judeus e posteriormente para todo o mundo.O propósito do Evangelho é mostrar que Jesus, a quem os judeus mataram, é o messias prometido.Nos capítulos 5 a 7, é manifestado o Reino de Deus, objeto de estudo desta apostila.O sermão da montanha nos diz quem são os súditos do reino, quais as suas verdades fundamentais e como se encontra neles.O manifesto do Rei, também fala da doutrina e do caminho para o Reino, com as direções e os avisos. Mt.6:33: Uma das frases fundamentais mais características do Evangelho: Buscar o Reino de Deus quer dizer confiar de entrar nele pessoalmente e, então, convidar outros.A justiça de Deus é aquela perfeita justiça de Cristo que Ele imputa a todo crente (Rm.3:21-22). As coisas referem-se principalmente às necessidades da vida, mencionadas nos versículos 25 e 31 que tão somente se tornam a maior preocupação do homem. Os gentios com suas atitudes mundanas e profanas é que se preocupam. Deus garante o sustento material de todos quantos cumprirem as condições ditadas por Ele e muitas vezes provê muito mais. Assim, o cristão não deve preocupar-se com o futuro, pois o presente já traz dificuldades e tentações. Mc.1:15: Jesus começou a proclamar as boas novas de Deus que já passara o tempo da esperança e que já tinha chegado o anelado Reino de Deus. A luz do advento deste reino era que todos se arrependessem e cressem, o que expressava a responsabilidade deste governo divino no coração humano e na sociedade.
  20. 20. Ev. João Rumpel 9985-4620 Mt.5:3-11: No início, quanto aos pobres de espírito, o Evangelho anela aos que compreendem sua necessidade e estão prontos a depender de outros para as necessidades da vida espiritual. (ls.57:15). • Os que choram, refere-se aos que estão convictos do pecado ou que lamentam a condição pecaminosa do mundo (ls.61:3 e SI.126:5). • Os mansos, refere-se aos que se interessam pelo próximo;famintos e sedentos na nova terra conforme (2 Pe.3:13 e 51.37:11). • Os limpos de coração (51.24:4; 51:10; 73:1), onde Deus requer a pureza das almas, o que é somente possível pelo novo nascimento e que verão a Deus, conforme (Jo.14:9; 1 Jo.3:2). • Os pacificadores, reflete os que efetuam a paz entre Deus e os homens, por meio de Cristo, pela proclamação aos homens da reconciliação do evangelho e também compreendendo a paz entre os homens, apesar do cristão ser alvo de perseguições. Lc.6:20-23: A narrativa de Lucas começa com as bem-aventuranças, seguida por uma série de “ais”, salientando o contraste de caráter entre aqueles que pertencem ao Reino de Deus e aqueles que vivem para o mundo presente, e por outro lado, o contraste entre a felicidade que é a porção de uma classe e a miséria que aguarda a outra classe. ANÁLISE DE TEXTO 1: * MT 6:33 - Mas, buscai primeiro o Reino de Deus, e a sua justiça e todas estas coisas vos serão acrescentadas. BUSCAI - Grego “ 3547698: zeteo”- Significa procurar a fim de encontrar,para descobrir pelo pensamento, meditação, raciocínio;investigar com empenho; empenhar-se em procurar e requerer, pedindo enfaticamente, algo de Deus. PRIMEIRO - Grego “ ;=<':>6?A@ próton” – Significa primazia em tempo,lugar em qualquer sucessão de coisas/pessoas, primeiro em posição, influência e honra. REINO - Grego “ BDCFE7GIHJ8GKC
  21. 21. Ev. João Rumpel 9985-4620 basiléia” - Significa poder real, realeza, domínio, governo; diferente dos reinos existentes na atualidade. Refere-se ao direito ou autoridade para governar sobre um reino, do poder real de Jesus como o Messias triunfante e do poder real e da dignidade conferida aos cristãos no reino do Messias. JUSTIÇA - Grego “ LAGKMFCNGO?PE7Q'@R4 dikaiosune” - Significa: estado daquele que é como deve ser, justiça, condição aceitável para Deus pela doutrina que trata do modo pelo qual o homem pode alcançar um estado aprovado por Deus em integridade; virtude; pureza de vida; justiça; pensamento,sentimento e ação corretos e num sentido restrito, justiça ou virtude que dá a cada um o que lhe é devido. TODAS AS COISAS - Grego ” ;SCUT pás 6CNQJ6C tauta”-Significa cada, todo, algum, geralmente usada para significar que Cristo redimiu alguns de todas as classes - alguns judeus, gentios, ricos, pobres e não restringiu sua redenção a judeus ou gentios. SERÃO ACRESCENTADAS - Grego “ ;F<J?VEN6WGKX4VY7G prostithemi“ – Significa adicionar /juntar-se em companhia, o número de seguidores ou companheiros de Jesus.PELA EXEGESE: O sentido é:Se empenhe, primeiramente em honra a Deus, Meditando,pedindo a Ele, honrando-o, que Ele governe com poder a tua vida, de maneira que seus sentimentos e ações sejam corretos para que você possa ser um dos redimidos que verdadeiramente se juntou aos seus seguidores. OBS: JERUSALEM:No hebráico Z[F].^K` Y@ruwshalaim raramente Z%`I[F]a^K` Y@ruwshalayim significa ensino de paz;No grego
  22. 22. Ev. João Rumpel 9985-4620 bdceJfVghfAiDjDk7l Hierosoluma -Significa:habita em você paz. Temos que fazer com que os critérios da vinda do Reino de Deus sejam realizados e praticados por nós. ANÁLISE DE TEXTO 2: * MC 1:15 - : O tempo está cumprido, e o reino de Deus está próximo. Arrependei-vos. e crede no evangelho. TEMPO - Grego “ MFCNGd<J?VT kairos” – Significa a crise, a esperada época decisiva; tempo oportuno.CUMPRIDO - Greqo “ ;NHV4N<J?A: pleroo” – Significa tornar perfeito; realizar, cumprir, e fazer a vontade de Deus (tal como conhecida na lei) ser obedecida como deve ser, e as promessas de Deus (dadas pelos profetas) receber o cumprimento. PROXIMO - Grego “ 8m'mGK35: eggizo” – Significa aproximar-se para juntar uma coisa a outra. ARREPENDER - Grego “ Y78W6CN@J?R8: metanoeo” - Significa mudar a mente para melhor;emendar de coração e com pesar os pecados passados. CREDE – Grego “ ;NGdEh698 Q': pisteuo” - Significa ter confiança numa relação moral/religiosa em convicção e verdade,impelido por uma prerrogativa interna e superior da alma a confiar em Jesus ou Deus como capaz de ajudar e fiel,seja para obter ou para fazer algo. EVANGELHO – Grego “ 8QJCVm'm8HDGO?A@ euaggelion” - Significa as boas novas do reino de Deus que
  23. 23. Ev. João Rumpel 9985-4620 acontecerão em breve, e, também de Jesus, o Messias,fundador deste reino. lnclui a morte e ressurreição dele, sua exaltação divina e a proclamação da graça de Deus manifesta e garantida em Cnsto, que demonstrou sua posição messiânica pelas suas palavras, obras e morte. PELA EXEGESE: Nesta crise,cumpra perfeitamente a vontade de Deus,que tem autoridade para juntar coisa com coisa de sua vida. Mude sua mente e confie na fidelidade de Jesus porque Ele em breve demonstrará sua garantida ação vitoriosa. ENTENDENDO O REINO DE DEUS:ANALISANDO O SERMAO DA MONTANHA: Jesus tinha conhecimento de sua intima relação com Deus, de ser seu filho e de ser o Messias. O seu Reino é algo dinâmico que acontece. Não basta discutir a Lei, mas agir conforme o que Deus nos determina. JESUS INVERTE OS VALORES SOCIAIS: O Sermão da Montanha aborda o contraste sobre a felicidade terrena e a espiritual, nos dizendo quem faz parte do Reino: ANÁLISE DE TEXTO 3: * MT.5:2-12: E, abrindo a sua boca, os ensinava, dizendo: a) Bem-aventurados os pobres de espírito, porque deles é o reino dos céus; �
  24. 24. Ev. João Rumpel 9985-4620 -! #"%$'&("*)(+
  25. 25. Ev. João Rumpel 9985-4620 ,--).&0/(1 21+( BEM-AVENTURADO – No hebráico “ nFo*p ‘esher” e no Grego “ YhCSMFCF<'GO?PT makarios” – Significa feliz. POBRES – Grego “ ;S69:>qD?VT ptochos” - Significa impotente para realizar um objetivo,destituido da riqueza do aprendizado e da cultura intelectual que as escolas proporcionam (pessoas desta classe mais prontamente se entregam ao ensino de Cristo e mostram-se prontos para apropriar-se do tesouro celeste). ESPIRITO – Grego “ ;r@'8QAYhC pneuma” – Significa personalidade e caráter, espírito racional, o poder pelo qual o ser humano sente, pensa, decide, a disposição ou influência que preenche e governa a alma de alguém; a fonte eficiente de todo poder, afeição, emoção,desejo. CÉUS – Grego “ ?AQD<JCN@J?VT ouranos” – Significa alcom com idéia de elevação, região acima dos céus siderais, a sede da ordem das coisas eternas e consumadamente perfeitas, onde Deus e outras criaturas celestes habitam.b) Bem-aventurados os que choram porque eles serão consoIados; CHORAM – Grego “ ;N8@AXW8: pentheo” – Significa Iamentar pelos outros ou algo; CONSOLADOS – Grego “ ;SCF<JCSMSCrHD8: parakaleo” - Significa receber coragem, fortalecimento e instrução(ensino). c) Bem-aventurados os mansos, porque eles herdarão a terra;
  26. 26. Ev. João Rumpel 9985-4620 MANSOS – Grego “ ;F<JCNQDT praus” - Significa ter disposição de espírito para aceitar a forma de Deus lidar conosco como a melhor, sem disputar ou resistir. No AT, os humildes são aqueles que confiam inteiramente em Deus, mais do que em suas próprias forças, para defendê-los contra toda injustiça. Assim, a atitude humildade para com os ímpios implica em saber que Deus está permitindo as injúrias que infligem, que Ele os está usando para purificar seus eleitos, e que livrará Seus eleitos a Seu tempo. Bondade ou humildade são opostos à arrogância e egoísmo e originam-se na confiança na bondade de Deus e no Seu controle sobre a situação. A pessoa bondosa não está centrada no seu ego. Isto é obra do Espírito Santo, não da vontade humana. HERDAR – Grego “ MsHD4N<J?A@J?VY78: kleronomeo” – Significa receber a porção designada, receber um porção como participante do Reino. TERRA – Grego “ m'4 ge” – Significa lugar estável,como um todo, habitado, residência de homens, circundada com limites fixos. d) Bem-aventurados os que têm fome e de justiça porque eles serão fartos; FOME – Grego “ ;N8GI@JCV: peinao” - (Significa á idéia de trabalho árduo; “definhar”);desejar ardentemente, buscar com desejo impetuoso. SEDE – Grego “ LAGKt*Cr: dipsao” – Significa figura daqueles que, sedentos, sentem dolorosa necessidade, anseiando as coisas pelas quais a alma é refrescada, apoiada e fortalecida. FARTOS – Grego “ q7?V<J6CS35: chortazo” – Sentido de saciar, satisfazer ,nutrir, realizar ou
  27. 27. Ev. João Rumpel 9985-4620 satisfazer o desejo pessoal e/ou de alguém. e) Bem-aventurados os misericordiosos, porque eles alcançarão misericórdias. ALCANÇAR - Sentido de contemplar certamente. MlSERlCÔRDlA – Grego “ 8HD88: eleeo” - Significa ajudar alguém aflito ou que busca auxílio. f) Bem-aventurados os limpos de coração porque eles verão a Deus; LIMPOS – Grego “ MFCSXCF<J?VT katharos” - Significa purificado pelo fogo como uma vinha limpa pela poda e bem preparado para carregar de frutas; limpo de algo proibido ou impuro, ou seja, livre de desejo corrupto, de pecado e culpa. CORAÇÃO – Grego “ MFCF<JLAGKC kardia” - Significa centro de toda a vida espiritual; vigor; a alma ou a mente, como fonte e lugar dos pensamentos, paixões, desejos, apetites, afeições, propósitos, esforços, entendimento, faculdade e inteligência;da vontade e caráter; a alma na medida em que é afetada de um modo ruim ou bom, ou da alma como o lugar das sensibilidades, afeições, emoções, desejos, apetites, paixões. VERÃO – Grego ” ?D;S6CN@A?VYPCrG optanomai ou ?D;S6?VYhCNG optomai” - Significa ver e ser visto. DEUS – Grego “ Xu8W?VT theos” - Significa referindo-se às coisas de Deus, seus conselhos, interesses, obrigações para com ele; tudo o que, em qualquer aspecto, assemelha-se a Deus, ou é parecido com ele de alguma forma. g) Bem-aventurados os pacificadores porque eles serão chamados filhos de Deus;
  28. 28. Ev. João Rumpel 9985-4620 PAClFlCADORES – Greqo ” 8Gd<'4D@J?D;S?AGK?VT eirenopoios” - Signiflcando o que ama a Paz. CHAMADOS – Grego “ MvCNHD8: kaleo” - Significa serem convidados em alta voz, pelo nome para ostentar um nome ou titulo (entre homens) e/ou saudação. �
  29. 29. Ev. João Rumpel 9985-4620 -! #"%$'&("*)(+
  30. 30. Ev. João Rumpel 9985-4620 ,--).&0/(1 21+( FlLHOS – Grego – “ Q'GK?VT huios” - Significa descendentes, posteridade de lsrael/Abraão, reconhecidos como seguidores, nascidos de novo, cujo caráter Deus, como um pai amoroso, desenvolve através de correções; São os que reverenciam a Deus como seu pai; que no caráter e na vida se parecem com Ele, governados pelo Espírito de Deus; Estes repousam a mesma tranqüila e alegre confiança em Deus e no futuro na bem-aventurança da vida eterna vestirão publicamente esta dignidade da glória dos filhos de Deus, desfrutando do supremo amor de Deus, unido a ele em relacionamento amoroso, que compartilha seus conselhos salvadores, obediente à vontade do Pai em todos os seus atos. h) Bem-aventurados os perseguidos por causa da justiça, porque deles é o reino dos céus; PERSEGUlDOS – Grego “ LAGI:>MN: dioko” – Significa (fuga:idéia de correr com determinação: figurativamente de alguém que corre, persegudo(de um modo hostil), incomodado, preocupado,procurar ansiosamente, esforçar-se com todo o empenho para adquirir algo de Deus. i) Bem-aventurados sois vós, quando vos injuriarem e perseguirem e, mentindo, disserem todo o mal contra vós por minha causa. lNJURlAR – Grego “ ?A@'8GKLAGO35: oneidizo” – Significa o sentido de repreender, reprovar, maltratar em censurar e insultos. MENTlR – Grego “ tw8QJLD?VYhCNG pseudomai” – Significa o sentido de falar falsidades deliberadas. MAL – Grego “ ;S?A@'4N<J?VT poneros” - Significa causar labores, aborrecimentos, fadigas, por pressões e trabalho árduo, aborrecimentos, perigos à fé cristã, geralmente denota um título no grego. Conseqüentemente Cristo está dizendo, “livra-nos do mal”, e está provavelmente se referindo a satanás.
  31. 31. Ev. João Rumpel 9985-4620 Mateus descreve o sermão Apresentando o Reino de Deus e Jesus com Messias-Rei aos judeus, visando responder suas indagações sobre Jesus.Em Lucas, o comentário é breve porque Lucas escrevia para os pagãos, cujo tema é Cristo, o filho do homem (natureza terrena perfeita). A comunidade parecia cansada de viver a vontade de Deus no dia-a-dia. ANÁLISE DE TEXTO 4: * (LC 6:20-23 – Folgai nesse dia, exultai; pois eis que é grande vosso galardão no céu, pois assim faziam os seus pais aos profetas. FOLGAI – Grego “ qDCNGd<': chairo” - Significa sentido de estar contente, ficar extremamente alegre pelo sucesso, em cumprimentos. DIA – Grego ” 4NY78<JC hemera” - Sentido(descansar) - considerado como o tempo para absterse de indulgência, vício,crime, por serem atos cometidos de noite e na escuridão.O uso oriental deste termo difere do nosso uso ocidental. Qualquer parte de um dia é contado como um dia inteiro, O último dia desta presente era, o dia em que Cristo voltará do céu, ressuscitará os mortos, levará a cabo o julgamento final, e estabelecerá o seu reino de forma plena. EXULTAI – Grego ” ENMSGd<J6C7: skirtao” - Significa (saltar, como ovelhas libertas do curral); GALARDÃO – Grego “ Y7GdEPXR?VT misthos” - Significa o valor pago pelo trabalho, salário, pagamento, rcompensa usada do fruto natural do trabalho árduo e esforçado em ambos os sentidos, recompensas e punições; das recompensas que Deus dá, ou dará, pelas boas obras e esforços e de punições pelos erros, afinal Deus é justo. PELA EXEGESE, À LUZ DO ESPÍRITO SANTO, A MENSAGEM TRADUZIDA DO SERMÃO DO MONTE SERIA ASSIM: “Filhinhos, vocês são felizes. Não se deixem levar pela cultura deste mundo; se apropriem da
  32. 32. Ev. João Rumpel 9985-4620 eternidade. Deixem meu Espírito preencher suas almas de amor. Conheço suas preocupações com os irmãos; se fortaleçam no meu ensino. Confiem em mim e não disputem entre si quem é o maior. Saibam que os estou purificando através dos impios. Para cada um, tenho um lugar preparado; Conheço o grande desejo ardente de vocês de me buscar para refrescar suas almas. Eu vos saciarei completamente porque sou vosso auxílio eterno. Eu vos estou purificando a mente, a alma e a vossa vida por completo e vocês verão, no final, a mim e uns aos outros como estão parecidos comigo. Se amem como irmãos, meus filhos pois vos exaltarei com grande saudação;saibam que preciso corrigi-los pelo meu Espírito. Repousem e fiquem tranquilos; saibam que mesmo preocupados ou ansiosos, se esforcem o máximo porque apesar das censuras e falsidades dos impios, Eu vos livrarei dos aborrecimentos, pressões e dores causados por satanás e punirei os impios, com justa medida por seus pecados contra vocês, meus amados filhos e alegria eterna. Saibam que quando Eu voltar, vocês ficarão muito contentes com o sucesso espiritual de vocês e saltarão de alegria pela liberdade que vos darei; recompensarei o trabalho árduo de cada um em justa medida em todos os sentidos”. JESUS �
  33. 33. Ev. João Rumpel 9985-4620 -! #"%$'&("*)(+
  34. 34. Ev. João Rumpel 9985-4620 ,--).&0/(1 21+( APOSTILA 02 – REINO DE DEUS: AULA 2: JESUS ATRAVÉS DE SEU GRANDE SERMÃO NO MONTE, NOS FALA PARA QUEM É O REINO DE DEUS – MATEUS: Caps. 5, 6 e 7): O Reino de Deus é anunciado em um aspecto espiritual, constratando a soberania de Deus em Israel com o cumprimento das profecias em Jesus. * Mt.5:13-16: A utilidade mais evidente do sal é a de conservar da corrupção. C.. Quanto à luz, reflete a luz que iluminou o coração, conforme (Jo.8: 12 e 2 Co.4:5-6). Toda a casa possuía a medida de um alqueire (igual a um pouco menos de 6 litros (5,87 litros). Sal: Substância branca usada como tempero (Jó 6.6), remédio (Ez 16.4) e conservante. Os cristãos são como o sal, que contribui para conservar e salvar o mundo (Mt 5.13). “Temperada com sal” em Cl 4.6 quer dizer “de bom gosto. ANÁLISE DE TEXTO 1: * MT 5:13 - Vós sois o sal da terra; e se o sal for insípido com que se há de salgar? Para nada mais presta senão para se lançar fora, e ser pisado pelos homens. SAL – Grego “ 3546387 halas” - Significa ser temperado e salpicado, como substância usada para fertilizar terra arável, símbolo de acordo durável, porque protege os alimentos da putrefação e preserva-os sem alteração. Conseqüentemente, na confirmação solene de pactos, os orientais estavam e estão até os dias de hoje, costumados a compartilhar do sal juntos, símbolo de sabedoria e graça exibida em discurso. INSIPIDO – Grego “ 96:<;=35>@?: moraino” - Significa ser tolo, agir tolamente, como sal que perdeu sua força e sabor. NADA – Grego “ ACB=DCE>F7 oudeis incluindo feminino
  35. 35. Ev. João Rumpel 9985-4620 ACB=DCE96>F3 oudemia e neutro AGBCDCE? ouden” - Significa para ninguém. PRESTA – Grego “ >IHKJCB': ischuo” - Significa trazer poder de exibir através de feitos extraordinários sua utilidade e eficácia. LANÇAR – Grego “ LG354G4G: ballo” - Significa não ter cuidado onde cai, como entregar ao cuidado de alguém não sabendo qual será o resultado, como despejado das bênçãos e lançado ao próprio destino ou sorte. PISADO – Grego “ M83ONP3RQO35NPES: katapateo” - Significa ser tratado com rispidez e desprezo cuja rejeição se dá pelo seu tratamento negligência insultante. HOMENS – Grego “ 35?CTC;U:(QOAV7 anthropos” - Significa todos os indivíduos humanos (povo). PELA EXEGESE: Se nossa vida não for sábia, fertilizando os corações, agindo tolamente, ninguém acreditará na nossa eficiência e seremos entregues ao descrédito, fora do coriívio deles, acabando por sermos tratados com rispidez e desprezo, rejeitados pelo povo, por causa de nossa negligência insultante. ANÁLISE DE TEXTO 2: * MT 5:14 - Vós sois a luz do mundo; não se pode esconder uma cidade edificada sobre um monte; LUZ: 1) Claridade; luminosidade (Gn 1.3). 2) Figuradamente refere-se a Deus (Sl 104.2; Tg 1.17); a Jesus (Jo 1.4-6); à Palavra de Deus (Sl
  36. 36. Ev. João Rumpel 9985-4620 119.105); e aos discípulos de Jesus (Mt 5.14). LUZ – Grego “ W5:X7 phos” - Significa de uma forma arcaica phao (brilhar ou tornar manifesto) uma luz celestial tal como a de um círculo de anjos quando aparecem na terra, como Deus, que é luz, tendo a qualidade de ser extremamente delicado, sutil, puro, brilhante, da verdade e seu conhecimento, �
  37. 37. Ev. João Rumpel 9985-4620 -! #"%$'&("*)(+
  38. 38. Ev. João Rumpel 9985-4620 ,--).&0/(1 21+( junto com a pureza espiritual associado a ela, de forma exposta, à vista de todos, abertamente, publicamente, em razão, mente e no entendimento, com verdade moral e espiritual. MUNDO – Grego “ M8AVHO9KAV7 kosmos” – Significa totalidade dos bens terrestres, dotes, riquezas, vantagens, prazeres, etc, que apesar de vazios, frágeis e passageiros, provocam desejos, desencaminham de Deus e são obstáculos para a causa de Cristo; ESCONDER – Grego “ MY;'B=QONZ: krupto” - Significa encobrir aquilo que não deve tornar-se conhecido. ClDADE – Grego “ QOAC4G>I7 polis” - Significa nossa natividade, posição como ser celestial, bemaventurado do céu, em estado visível do reino celestial, descido à terra, renovado do mundo pelo fogo do Espírito Santo. EDIFICADA – Grego “ MOE>I9K35> keimai” - Significa estar sepultado, permanecido na posição, em cima da fundação, ou seja, ser colocado (pela vontade de Deus), destinado para isso. ACIMA - Grego “ EPQO35?': epano” – Significa estar acima do lugar e superior ao número. MONTE – Grego “ AV;[AV7 oros” – Significa provavelmente de uma palavra arcaica oro (levantar ou “erigir), como montanha. PELA EXEGESE: Temos que ser extremamente sutis e verdadeiros para transmitir a Palavra de Deus a todos, publicamente; não podemos encobrir, nossa bem-aventurança no Reino Celestial,
  39. 39. Ev. João Rumpel 9985-4620 renovados pelo Espírito Santo. Temos que ser sepultados para o nosso eu, permanecendo na vontade de Deus, sabendo que somos superiores aonde estamos ou aos que nos rodeiam, pois assim fomos levantados, como inabaláveis. ANÁLISE DE TEXTO 3: * MT 5:1 5-Nem se acende a candeia e se coloca debaixo do alqueire, mas no velador, e dá luz a todos que estão na casa. ACENDE – Grego “ M835>@: kaio” - Significa colocar fogo, iluminar, consumir com o fogo. CANDEIA – Grego “ 4GB=JC?=AV7 luchnos” - Lamparina feita de barro, com pavio alimentado por óleo; significado como o olho, que mostra ao corpo qual o caminho. É possível fazer uma analogia entre a candeia e as profecias do AT, visto que elas proporcionam pelo menos algum conhecimento relativo à volta gloriosa de Jesus do céu. COLOCADO – Grego “ N>FT]596> tithemi” - Significa ser estabelecido para guardar, servir e apresentar, ordenar ou fazer algo. ALQUEIRE – Grego “ 9^AGDC>FAV7 modios” - Significa vaso usado para medir secos (CEREAIS), cuja medida era de aproximadamente 9 litros. VELADOR – Grego “ 4GBCJC?'>3 luchnia” – Significa castiçal, candelabro.Suporte vertical de madeira, que assenta em uma base ou pé e termina, no alto, por um disco onde se põe um candeeiro ou uma vela. ALUMIA – Grego “
  40. 40. Ev. João Rumpel 9985-4620 46389KQ^: lampo” – Significa ter o brilho qual de Cristo; TODOS – Grego “ QO387 pas” – Podendo significar individualmente cada pessoa ou coletivamente (família). NA – Grego “ E? en” – Significa implicando posição fixa de lugar, tempo ou estado, em uma relação de descanso. CASA – Grego “ AC>FMO>`3 oikia” - Significando habitantes de uma casa, família, incluindo suas propriedades, riquezas e bens. PELA EXEGESE: Deus não nos ungiu para que sejamos ignorantes, numa visão tapada como quem olha para um fundo de um pote, mas nos chamou como luzeiros brilhantes, como indicadores do caminho a um ou a todos que se encontram descansados em sua vida cheias de riquezas materiais. ANÁLISE DE TEXTO 4: �
  41. 41. Ev. João Rumpel 9985-4620 -! #"%$'&("*)(+
  42. 42. Ev. João Rumpel 9985-4620 ,--).&0/(1 21+( * MT 5:16 - Assim brilhe vossa luz diante dos homens,para que vejam boas obras e glorifiquem vosso Pai,que está nos céus. DIANTE - Grego “ E96Q8;=AVH5T- E ? emprosthen” - Significa em frente de uma pessoa ou antes, na presença de alguém contra outrem, denotando ordem no seu ponto de vista. VEJAM – Grego “ E>FDC: eido ou AG>FDG3 oida” – Significa ver, no sentido de perceber, notar, discernir, descobrir, voltando os olhos, a mente, prestando atenção, para determinar o que deve ser feito a respeito de algo examinado e considerado pelo respeito de qualquer fato forte de significado definido, em habilidade de se ter consideração por alguém, estimar, prestar atênção a algo. BOAS – Grego “ M83546AV7 kalos” - Significa bonitas, graciosas, excelentes, eminentes, escolhidas, insuperáveis, preciosas, proveitosas,apropriadas, recomendáveis, admiráveis, excelentes em sua natureza e características, e por esta razão bem adaptadas aos seus objetivos genuinos, ligadas aos nomes de pessoas competentes, capazes em razão de pureza de coração e vida, e por isso louváveis moralmente, dignos de honra cuja mente de forma prazenteira, conforta e dá suporte à obra de Deus. OBRAS – Grego “ E;'a=AC? ergon” – Significando trabalho, ato, serviço, ação, algo feito: a idéia de trabalhar é enfatizada em oposição àquilo que é menos que trabalho GLORIFIQUEM – Grego “
  43. 43. Ev. João Rumpel 9985-4620 DGAVbc3RdS: doxazo” - Significa louvar, exaltar, magnificar, celebrar, honrar, conferir honras, ter em alta estima, tornando glorioso, adornar com lustre, vestindo com esplendor, tornar a dignidade e o valor de alguém ou de algo manifesto conhecido a quem de direito. PAI – Grego “ QR3ON]5; pater” – Significa gerador,originador e transmissor de algo, alguém que tem infundido seu próprio espírito nos outros, que atua e governa suas mentes, que cuida do outro de um modo paternal, como aqueles a quem os alunos seguem o conhecimento e treinamento que eles receberam pela virtude da sabedoria e experiência na qual se sobressaíam. Deus é chamado o Pai porque ele é o criador de todos os seres inteligentes e racionais, sejam anjos ou homens. Ele é seu guardião e protetor como aqueles que através de Cristo tem sido exaltados a uma relação íntima e especialmente familiar com Deus, e que não mais o temem como a um juiz severo de pecadores, mas o respeitam como seu reconciliado e amado Pai, como o Pai de Jesus Cristo, aquele a quem Deus uniu a si mesmo com os laços mais estreitos de amor e intimidade, fez conhecer seus propósitos, designou para explicar e propagar entre os homens o plano da salvação, e com quem também compartilhou sua própria natureza divina. CÉUS – Grego “ ACBG;=35?CAV7 ouranos” – Significa dar idéia de elevação;como a região acima dos céus siderais, a sede da ordem das coisas eternas e consumadamente perfeitas, onde Deus e outras criaturas celestes habitam. PELA EXEGESE: Temos que ser extremamente sutis e verdadeiros para transmitir a Palavra de Deus a todos, publicamente, através do brilho de nossa presença diante dos outros, pela ordem de nossos pontos de vista, para que o povo descubra e preste atenção com consideração e respeito às graciosas, proveitosas e bem adaptadas palavras confortantes. Visa a dignidade e o valor de nossa íntima relação com o amado Criador que nos designou para propagar e explicar o plano da salvação seja elevado numa ordem consumadamente perfeitas, elevando os homens às coisas eternas.
  44. 44. Ev. João Rumpel 9985-4620 Filhinhos, sejam sábios fertilizando os corações, não agindo tolamente para não serem desacreditados. Não encubram a vossa esperança nas coisas celetiais, como sem visão, mas alertem os desavisados deste mundo com testemundo, explicando o plano da salvação e glorificando a Deus por vossas atitudes cristãs. CONSIDERAÇÕES: Parece que Jesus subiu o monte para evitar as multidões e estar a sós com os seus discípulos para ensiná-los. No início, o Evangelho apela aos que compreendem sua necessidade e estão prontos a depender de outrem para a vida espiritual. O Novo testamento sempre representa o cristão como alvo de possível perseguição. Inicialmente as bem-aventuranças abordam o caráter cristão e nessa segunda fase, a necessidade de testemunho fiel. �
  45. 45. Ev. João Rumpel 9985-4620 -! #"%$'&("*)(+
  46. 46. Ev. João Rumpel 9985-4620 ,--).&0/(1 21+( O Sermão da Montanha aborda o manifesto do Rei, no qual nos é dito quem são os súditos do Reino, as verdades fundamentais e como se entra nele. Caráter e influência são intimamente ligados, pois a influência não pode ser melhor que o caráter. O que somos é sempre mais importante do que fazemos; características daqueles que podem ser súditos do Reino:Humildade, simpatia, mansidão, retidão, misericórdia, pureza, tranquilidade e lealdade. Bem-aventurado implica ser, antes de tudo, útil, prestável, bem-sucedido na vida espiritual. O Senhor anuncia a proximidade de seu Reino e agora anuncia as suas leis, com uma dupla aplicação: Depois do seu Reino estabelecido e agora, de algum modo, ao cristão da atualidade. O enriquecimento de Deus é no caráter e não nas possessões, como sendo e não apenas tendo algo a ofertar a Deus. Essa lei não é código de regras exteriores a serem seguidas ao pé da letra, mas uma série de princípios de conduta, os quais seriam colocados nas mentes e nos corações dos homens (Jer.31 :33). Talvez Mateus não tivesse registrado um único discursos, de uma só vez, mas organizado e reunido pequenos ditos de Jesus do , em várias ocasiões durante seu ministério. Esse fato pode ser confirmado porque em Lucas,são registrados em diferentes contextos confirmando a conclusão. O sal conserva da corrupção e a luz descobre e manifesta; a cidade é o centro de cooperação, harmonia e governo. O cristão deve preservar o mundo e guiar os cegos porque Jesus brilha através deles. O motivo mais glorioso para a vida cristã que alguém pode ter é que por sua maneira de vida, seus companheiros sejam constrangidos a glorificar a Deus. No Sermão, Jesus relaciona-se com a lei e os motivos íntimos de sua vida religiosa. O monte de onde este sermão foi proferido não se menciona pelo nome, mas diz a tradição que foram os Picos (Cornos) de Hatim. Os hebreus do tempo de Jesus tinham idéia precisa do país. A sua geografia era baseada numa escala que ia da zona mais sagrada àquelas menos sagradas. O Santo dos Santos de Jerusalém vinha em primeiro lugar, enquanto que no extremo oposto, o simples contato com a poeira de zonas fora do país era considerado contagioso. Aonde Jesus estava estas bacias da Galiléia eram conhecidas pelo seu trigo, trutas e oliveiras.
  47. 47. Ev. João Rumpel 9985-4620 Essa parte da população tinha mais contato com o mundo exterior e a par de idéias não-hebráicas. Estavam muito mais abertos às verdades do império Romano que os isolados irmãos de Jerusalém. O ambiente aonde Jesus pregou, sua postura fisica foi como se assentasse (sendo que a prática do tempo era que o Rabi ensinasse sentado), como o “Novo Moisés dando a Nova Lei num Novo Monte qual o Sinai”. O primeiro dos seis sermões de Jesus registrados em Mateus (5-7). Contém as BEMAVENTURANÇAS (5.3-12) e o Pai-nosso (6.9-13). Alguns trechos são repetidos em Lc. Nesse sermão Jesus ensina como os cidadãos do REINO devem viver, sendo luz e sal neste mundo, motivados não pela pressão da lei, mas pelo amor ao próximo (Cap.5.43-44). �
  48. 48. Ev. João Rumpel 9985-4620 -! #"%$'&("*)(+
  49. 49. Ev. João Rumpel 9985-4620 ,--).&0/(1 21+( APOSTILA 02 – REINO DE DEUS: AULA 3: A CERTEZA DO CUMPRIMENTO DAS PROMESSAS DO SENHOR É A SUA PRÓPRIA ATITUDE EM NOS ATRIBUIR A SUA GRAÇA. Mt.5:17-20: O termo Lei era comum aos judeus para a primeira das três divisões das escrituras hebráicas. Era o nome chamado de Pentateuco. A lei poderia ter um sentido mais amplo; quanto aos profetas, refere-se à segunda da divisão das escrituras hebráicas. Essa parte consiste nos livros de Josué a II Reis e de Isaias a Malaquias. Quando Jesus emprega as palavras “Lei e Profetas”, é provável que se refere a todo o velho testamento. Jesus cumpriu cabalmente a Lei em sua vida pela observação constante de seus preceitos; em seus ensinos, pela pregação da ética do amor que cumpre a lei (Rm. 13:10) e em sua morte pela satisfação das exigências nela contida. Quando se fala do “j”, a letra hebráica é yod, a menor do alfabeto. O til era um pequeno sinal como a cedilha, cuja presença em certas palavras, poderia alterar o sentido. A lei, seria uma referéncia a todo o Antigo testamento. O Senhor apresenta a passagem como sublime da inspiração bíblica e indica claramente que o evangelho é baseado no Velho Testamento. Quanto ao menor no Reino de Deus, pode expressar o valor no Reino ou valor como posição e galardão entre salvos. Jesus aponta a necessidade de honestidade e realidade na vida espiritual para entrar no Reino de Deus;receber a vida eterna (Jo.3:16). ANÁLISE DE TEXTO 1: * Mt.5:17 - Não penseis que vim revogar a Lei ou os protetas; não vim ab-rogar; mas cumprir. PENSEIS – Grego ” 3547698;:=< nomizo” - Significa manter pelo costume ou uso, ter como um costume ou uso, seguir um costume ou uso costume, é a tradição recebida. REVOGAR – Grego ”
  50. 50. Ev. João Rumpel 9985-4620 >@?BA?DCFE'< kataluo” Significa tornar inútil, privar de sucesso, levar a nada, subvertendo a instituição, cuja expressão figurativa que se origina na circunstância de que, ao alojar-se à noite, as correias são soltas e os fardos dos animais de carga são descarregados e as vestimentas dos viajantes, atadas durante a viagem,são soltas na sua extremidade. LEI - Grego “ 35476G47H nomos“ - Significa parcelar, especialmente comida ou pasto para animais; recebida pelo uso, costume, regra que produz um estado aprovado por Deus pela observância da lei mosaica, e referindo-se, de acordo ao contexto, ao volume da lei ou ao seu conteúdo. PROFETAS – Grego “ I@J54FKML9ANLDH prophetes” - Significa para os gregos, intérprete de oráculos ou de outras coisas ocultas, como alguém que, movido pelo Espirito de Deus. Por isso, seu instrumento ou porta-voz, solenemente declara aos homens o que recebeu por inspiração, especialmente aquilo que concerne a eventos futuros, e em particular tudo o que se relaciona com a causa e reino de Deus e a salvação humana. Cheios do Espírito de Deus, que pela sua autoridade e comando em palavras de relevância defendem a causa de Deus e estimulam a salvação dos homens e que discerniram e fizeram o melhor pela causa cristã e previram determinados eventos futuros, tendo capacidade e autoridade para instruir, confortar, encorajar, repreender, sentenciar e motivar seus ouvintes, cantando sob inspiração divina. NÃO – Grego ” 4OE ou” - Usada em respostas indiretas que não espera uma pergunta negativa. CUMPRIR – Grego ” IDCFLDJF4O< pleroo” - Significa tornar perfeito; realizar, cumprir, e fazer a vontade de Deus (tal como conhecida na lei) ser obedecida como deve ser, e as promessas de Deus (dadas pelos profetas) receber o cumprimento.
  51. 51. Ev. João Rumpel 9985-4620 �
  52. 52. Ev. João Rumpel 9985-4620 -! #"%$'&("*)(+
  53. 53. Ev. João Rumpel 9985-4620 ,--).&0/(1 21+( PELA EXEGESE: Não pensem pelos costumes tradicionais que vim tornar inútil as regras de se firmar estado aprovado por Deus ou sua causa da salvação humana;não sabiam que vim tornar perfeita a vontade de Deus através do cumprimento das promessas? ANÁLISE DE TEXTO 2: *Mt. 5:18 - Porque em verdade vos digo que, até que o céu e a terra passem, nem um jota ou um til se omitirá da lei, sem que tudo seja cumprido. PORQUE – Grego “ P5?@J gar” – Significa Sentido de visto que; VERDADE – Grego ” ?@67LF3 amen” - Significa ser firme, fiel no começo de um discursocertamente, e no fim-assim é, assim seja, que assim seja feito. Costume que passou das sinagogas para as reuniões cristãs: Quando a pessoa que lia ou discursava, oferecia louvor solene a Deus, os outros respondiam “amém”, fazendo suas as palavras do orador. “Amém” é uma palavra memorável. Foi transilterada diretamente do hebraico para o grego do Novo Testamento, e então para o latim, o inglês, e muitas outras linguas. Por isso tornou-se uma palavra praticamente universal. È tida como a palavra mais conhecida do discurso humano. Ela está diretamente relacionada, de fato, é quase idêntica com a palavra hebraica para “crer” (amam), ou crente. Assim, veio a significar “certamente” ou “verdadeiramente”, uma expressão de absoluta confiança e convicção. VOS – Grego “ EF678Q3 humin” - No sentido de ser para você (pessoal, singular). DIGO - Grego “ CFRP'< lego” - Significa afirmar, ensinar, exortar, aconselhar, comandar, dirigir,
  54. 54. Ev. João Rumpel 9985-4620 apontar com palavras, intentar, significar, querer dizer, chamar pelo nome, chamar, nomear, gritar, falar de, mencionar. CÉUS – Grego “ 4OEFJ5?D3547H ouranos” - Significa dar idéia de elevação;como a região acima dos céus siderais, a sede da ordem das coisas eternas e consumadamente perfeitas, onde Deus e outras criaturas celestes habitam. E – Grego ” >@?78 kai” - Sentido de realmente. TERRA – Grego ” P'L ge” - Significa lugar estável,como um todo, habitado, residência de homens, circundada com limites fixos. PASSEM – Grego ” IB?@J'RJ5SF476D?D8 parerchomai” – Significa passar por tempo, como ato que continua como morrer, isto é, negligenciar, omitir, (transgredir), por ser conduzido,levado e afastado. I – Grego “ 8T<UA? iota” - a décima letra do alfabeto hebraico, cuja letra hebraica ‘y”, é a menor de todas. UM – Grego “ 698;? mia” - Significando apenas um ou alguém. TIL – Grego “ >BRJ5?M8Q? keraia - denotando uma extremidade, ápice, ponto, usado pelos gramáticos para referir-se aos acentos e pontos diacríticos. Jesus usou a palavra para referir-se às pequenas linhas ou projeções pelas quais as letras hebraicas diferenciavam- se umas das outras; o significado é, “nem mesmo a menor parte da lei
  55. 55. Ev. João Rumpel 9985-4620 perecerá”. JAMAIS – Grego “ 4VEW69L ou me” - no sentido de certamente que não, de modo nenhum, de forma alguma. PASSARÁ – Grego“ IB?@J'RJ5SF476G?M8 parerchomai” - passar por (transpor), isto é, negligenciar, omitir, (transgredir); DA – Grego ” ?XIB4 apo apo’” - Indicando separação quando de um todo alguma parte é tomada de uma coisa pelo qual a união ou comunhão dos dois é destruída, seja fisica,tempo,ongem ou causa. LEI - Grego “ 35476G47H nomos” - Significa parcelar; especialmente comida ou pasto para animais; recebida pelo uso, costume, regra que produz um estado aprovado por Deus pela observância da lei mosaica, e referindo-se, de acordo ao contexto, ao volume da lei ou ao seu conteúdo. TUDO – Grego “ IB?@H pas” - Significa cada, todo,algum, geralmente usada para significar que Cristo redimiu alguns de todas as classes-alguns judeus, alguns gentis, alguns ricos, alguns pobres e não restnngiu sua redenção a judeus ou gentios. SEJA CUMPRIDO – Grego ” P'8T35476G?78 ginomai” - Significa tornar-se, vir à existência, começar a ser, receber a vida; tornar-se acontecido, erguido na história do cenário humano, em público. �
  56. 56. Ev. João Rumpel 9985-4620 -! #"%$'&("*)(+
  57. 57. Ev. João Rumpel 9985-4620 ,--).&0/(1 21+( PELA EXEGESE: Como vocês têm visto que sou fiel, cada um é exortado e chamado individualmente a ser dirigido e comandado por mim até ser elevado à perfeição. Realmente tudo será estável e firme e a menor negligência contra alguém fará diferença de alguma forma p/tentar destruir a comunhão de um estado aprovado por Deus, cuja ação seja restrita ao cenário público humano. ANÁLISE DE TEXTO 3: * Mt. 5:19 - Qualquer, pois, que violar um destes mandamentos, por menor que seja, e assim ensinar aos homens, será chamado o menor no reino dos céus; aquele, porém, que os cumprir e ensinar será chamado grande no reino dos céus. QUALQUER – Grego “ 47H hos incluindo feminino L he, e neutro 4 ho” - Significa indicando quem. POIS – Grego “ 4OEY3 oun” – Significa indicando por esta razão. QUE – Grego “ RN?M3 ean” - Significa indicando no caso de. VIOLAR – Grego “ CFE'< luo” - Significando dissolver, anular; subverter, por de lado, privar de autoridade, dissolver algo coerente em partes, destruir, derrubar; por de lado. UM – Grego “ 698;? mia” - Significando apenas um ou alguém. MANDAMENTOS – Grego “
  58. 58. Ev. João Rumpel 9985-4620 R35A4OCFL entole” - Significando ordem, comando, dever, preceito, ;aquilo que é prescrito para alguém em razão de seu oficio, como regra prescrita de acordo com o que um coisa é feita, sendo eticamente usado. POR MENOR QUE SEJA - Grego “ RC9?BSO8[ZGA47H elachistos” – Significa equivalente a mínimo em valor, importância, autoridade, avaliação de seres humanos e posição e excelência de pessoas. ENSINAR – Grego “ O8;F?@ZG>D< didasko” - Significando conversar, dando instrução, explicando. SERÁ CHAMADO – Grego “ >@?DCFR< kaleo” – Significa ser chamado em alta voz, pelo nome, a ostentar um nome ou título (entre homens) MÍNIMO – Grego “ ]^9X`Oa;bGcd7e elachistos” – Significando algo curto em tamanho, valor, importância, autoridade, NO – Grego “ R3 en” – Significa indicando posição fixa, em uma relação de descanso. RElNO – Grego “ fF?@Z78QCFR8Q? basileia” – Significa poder real, realeza, domínio, governo; diferente dos remos existentes na atualidade. Refere-se ao direito ou autoridade para governar sobre um reino, do poder real de Jesus como o Messias triunfante e do poder real e da dignidade conferida aos cristãos no reino do Messias. CÉUS - Grego “ 4OEFJ5?D3547H
  59. 59. Ev. João Rumpel 9985-4620 ouranos” - Significa dar idéia de elevação;como a região acima dos céus siderais, a sede da ordem das coisas eternas e consumadamente perfeitas, onde Deus e outras criaturas celestes habitam. CUMPRIR – Grego “ IB4O8TR< poieo” - (Significa cumprir no sentido de atender, indicando produzir, construir, formar, modelar, ser autor, considerar alguém alguma coisa, tornar alguém manifesto, levar alguém a fazer algo, agir corretamente, tornar pronto, e assim, ao mesmo tempo, instituir, a celebração da páscoa, cumprindo a promessa. E - Grego “ >@?D8 kai” – Significa no sentido de realmente (sentido acumulativo). ENSINAR – Grego “ O8;F?@ZG>D< didasko” – Causar aprendizado pela doutrina explicada. GRANDE – Grego “ 69RP5?XH megas” No sentido de servir de referência no peso, limite e extensão, medida e altura,estatura e idade, número e quantidade, em esforço, afeições e emoções da mente, habilidade, virtude, autondade, poder por coisas altamente estimadas por sua importância: de grande momento, como as bênçãos preeminentes de Deus e das coisas que excedem os limites de um ser criado pelas coisas arrogantes, presunçosas e depreciadoras da majestade de Deus. PELA EXEGESE: Quem se achar na razão, num caso, de difamar ou prejudicar alguém por causa de um acordo feito e usado, entre ambos, também será avaliado conforme sua postura e se tentar se “auto-justificar” ,será tido como sem valor na sua relação com sua dignidade cristã perante Deus. Quem considerar os outros, influenciando terceiros a atos corretos, realmente explicando, ostentará titulo de virtude afetiva como bênçãos de Deus, no momento em que se se levantarem arrogantes contra essa pessoa. ANÁLISE DE TEXTO 4: * Mt. 5:20 - Porque vos digo que, se a vossa justiça não exceder em muito a dos escribas e
  60. 60. Ev. João Rumpel 9985-4620 fariseus, de modo nenhum entrareis no reino dos céus. �
  61. 61. Ev. João Rumpel 9985-4620 -! #"%$'&("*)(+
  62. 62. Ev. João Rumpel 9985-4620 ,--).&0/(1 21+( JUSTlÇA – Grego “ O8;>g?M8h47ZFE'3'L dikaiosune” – Significa num sentido amplo, estado daquele que é como deve ser, justiça, condição aceitável para Deus, visando pela doutrina que trata do modo pelo qual o homem pode alcançar um estado aprovado por Deus, ne integridade; virtude; pureza de vida; justiça; pensamento, sentimento e ação corretos, que dá a cada um o que lhe é devido. NÃO EXCEDER – Grego “ RN?D3i69L ean me - Grego IMRJ'8-ZDZ9R=E'< perisseuo” - Significa ter a mais e acima de uma medida, com abundância que transborda, contribui para, despejar abundantemente para suprir , tornando algo excelente e fornecendo ricamente alguem de modo que ele tenha em abundância. Usada de uma flor florescendo de um botão até abrir completamente. EM MUITO – Grego “ IDCFR8Q<03 pleion neutro IXCFR8h4Y3 pleion ou IXCFRN4O3 pleon” – Significa qualidade superior, mais excelente. ESCRIBAS – Grego “ PFJ5?@6B6G?XAREFH grammateus” – Significa o escrituário público, arquivista cujo oficio e influência não é a mesma em cada estado na Bíblia, pessoa versada na lei mosáica e nas sagradas escrituras, intérprete, professor. Os escribas examinavam as questões mais dificeis e delicadas da lei, acrescentando na lei, decisões de vários tipos, com a intenção de elucidar seu significado e extensão, e faziam isto em
  63. 63. Ev. João Rumpel 9985-4620 detrimento da religião. Como o conselho de homens experimentados na lei era necessário para o exame de causas e a solução de questões difíceis, eles tornavam-se membros do Sinédrio; são mencionados em conexão com os sacerdotes e anciãos do povo. FARISEUS – do Hebráico - Grego “ KB?@J'8[Z9?D8;47H Pharisaios” - Seita que parece ter iniciado depois do exílio. Além dos livros do AT, os Fariseus reconheciam na tradição oral um padrão de fé e vida. Procuravam reconhecimento e mérito através da observância externa dos ritos e formas de piedade, tal como lavagens ceremoniais, jejuns, orações, e esmolas. Comparativamente negligentes da genuína piedade, orgulhavam-se em suas boas obras. Martinham de forma persistente a fé na existência de anjos bons e maus, e na vinda do Messias; e tinham esperança de que os mortos, após uma experiência preliminar de recompensa ou penalidade no Hades, seriam novamente chamados à vida por ele,e seriam recompensados, cada um de acordo com suas obras individuais. Em oposição à dominação da familia Herodes e do governo romano, eles de forma decisiva sustentavam a teocracia e a causa do seu país, e tinham grande influência entre o povo comum. De acordo com Josefo, eram mais de 6000. Eram inimigos amargos de Jesus e sua causa; foram, por outro lado, duramente repreendidos por ele por causa da sua avareza, ambição, confiança vazia nas obras externas, e aparência de piedade a fim de ganhar popularidade. JAMAIS ENTRAREIS – Grego “ 4OE
  64. 64. Ev. João Rumpel 9985-4620 69L ou me – Grego R8[Z9RJ5SF476G?D8 eiserchomai” - desde a direção de ir para casa, como ingresso em alguma condição, estado das coisas; começar a ser, perante o público e na vida, em relação aos pensamentos que vêm a mente. PELA EXEGESE: Então te aconselho que a quem quer que seja, procure ser íntegro perante Deus, transbordando como flor desabrochando sua essência de perfume, de maneira mais excelente que os que apenas tentam elucidar as escrituras às suas religiões e aos que confiam na aparência para ganhar popularidade perante o público, sem pensar na Eternidade. LEI: 1) Vontade de Deus revelada aos seres humanos em palavras, julgamentos, preceitos, atos, etc. (Êx 16.28; Sl 119). 2) PENTATEUCO (Lc 24.44). 3) O AT (Jo 10.34; 12.34). 4) Os DEZ MANDAMENTOS (Êx 20.2-17; Dt 5.6-21), que são o resumo da vontade de Deus para o ser humano. Cumprindo a lei, os israelitas mostravam sua fé em Deus. Jesus respeitou e cumpriu a lei e mostrou seu significado profundo (Mt 5.17-48). Ele resumiu toda a lei no amor a Deus e ao próximo (Mt 22.37-39). A lei mostra a maldade do ser humano, mas não lhe pode dar a vitória sobre o pecado (Rm 3—7). Assim, o propósito da lei é preparar o caminho para o evangelho (Gl 3.24). FARISEUS: (Separado; Separatista) Membro de um dos principais grupos religiosos dos judeus. Os fariseus seguiam rigorosamente a Lei de Moisés e as tradições e os costumes dos antepassados (Mt 23.25-28). Acreditavam na ressurreição e na existência de seres celestiais (At 23.8). Os fariseus não se davam com os SADUCEUS, mas se uniram com eles para combater Jesus e os seus seguidores (Mt 16.1). �
  65. 65. Ev. João Rumpel 9985-4620 -! #"%$'&("*)(+
  66. 66. Ev. João Rumpel 9985-4620 ,--).&0/(1 21+( SADUCEUS: Membro de um pequeno mas poderoso grupo religioso dos judeus. Faziam parte desse grupo os sacerdotes e as pessoas ricas e de influência de Jerusalém. Os saduceus baseavam os seus ensinamentos principalmente no PENTATEUCO. Negavam a ressurreição, o juízo final e a existência de anjos e espíritos. Os saduceus não se davam com os FARISEUS (At 23.6-8), mas se uniram com eles para combater Jesus e os seus seguidores. ESCRIBAS: 1) Homem que copiava e interpretava a lei de Moisés (Ed 7.6). Os escribas criaram aos poucos um sistema complicado de ensinamentos conhecido como “a tradição dos ANCIÃOS” (Mt 15.2-9). Jesus os censurou (Mt 23). Os escribas tiveram parte na morte de Cristo (Mt 26.57) e perseguiram a Igreja primitiva (At 4.5; 6.12). Eles eram chamados também de “doutores da lei” (Lc 5.17, RC; RA, mestres). Os escribas no começo do Velho Testamento eram contratados como escritores para escrever ou traduzir informações. Depois do exílio, os escribas eram uma classe de estudiosos que ensinavam, copiavam e interpretavam a lei judaica para o povo. Eles aparecem nos evangelhos primeiramente como opositores de Jesus. TREINAMENTO E STATUS O treinamento dos escribas ocorreu primeiramente entre grupos de base familiar sacerdotal. Eles garantiam a regulamentação e continuação desta posição (1 Crônicas 2:55). Mais adiante, o treinamento para se tornar um escriba foi aberto a membros de todas as classes. Na época de Jesus, escribas que não eram de famílias sacerdotais, se tornaram bem mais numerosos e influentes. O treinamento na lei começava desde muito cedo debaixo da supervisão pessoal de um mestre (rabino). Ele dava instruções sobre tudo que fosse pertinente à lei e sua interpretação para as necessidades presentes. A lei escrita de Moisés não falava sobre as condições depois do exílio, então os escribas fizeram uma contribuição significativa à interpretação oral e a aplicação da lei escrita. A lei oral, que ficou sendo conhecida através deles, era tão respeitada quanto a lei escrita. Era considerada igualmente importante para aqueles que desejavam agradar a Deus (Marcos 7:6-13). Essa importante função, que morava no coração da vida judaica, se deve a participação dos escribas no sinédrio. O sinédrio precisava tomar decisões legais se mantendo dentro da lei. Eles obviamente
  67. 67. Ev. João Rumpel 9985-4620 precisavam da presença de pessoas que tivessem o maior conhecimento possível dos menores detalhes da Torá e dos princípios fazendo com que se aplicassem a novas circunstâncias. Conseqüentemente, os escribas eram os únicos membros fora os sumo sacerdotes e os anciãos, que eram representados nesse sinédrio judaico (Mateus 26:57; Marcos 14:43, 53; Lucas 22:66; Atos 23:9). Os escribas eram muitíssimo respeitados dentro da comunidade judaica. Eles eram instrutores da lei tanto dentro do templo (Lucas 2:46) quanto nas várias sinagogas da Judéia e da Galiléia (Lucas 5:17). Eles eram membros proeminentes do sinédrio. Um escriba usava uma toga especial (Marcos 12:38). A presença de um escriba era óbvia. As pessoas comuns se levantavam e se prostravam quando eles passavam (Marcos 12:38). As pessoas se dirigiam a eles respeitosamente como "rabi" ou "mestre" (Mateus 23:7) e eles tinham um lugar de honra na adoração assim como em eventos sociais (23:2; Marcos 12:39; Lucas 20: 46). Certamente, os judeus consideravam os escribas muito importantes. Isso é testificado pelo fato de eles serem enterrados ao lado dos patriarcas e profetas. OS ESCRIBAS NOS DIAS DE JESUS Os escribas aparecem principalmente no ministério de Jesus como aqueles que estavam preocupados com a observação das coisas legais. Lucas se refere aos escribas como "advogados". Ele descreve a principal função deles de intérpretes da lei judaica de tal maneira que conseguia se comunicar com a platéia de gentios. Portanto, os escribas são geralmente vistos como membros críticos da platéia de Jesus. Eles o acusaram de violar a lei em inúmeras ocasiões. Jesus também não seguiu a tradição de se lavar antes de comer (Marcos 7:2-5) e ignorou a prática de jejum (Lucas 5:33-39). Não é de se surpreender que eles desaprovavam o fato de Jesus se misturar com os repelidos pela sociedade judaica (Marcos 2:16-17; �
  68. 68. Ev. João Rumpel 9985-4620 -! #"%$'&("*)(+
  69. 69. Ev. João Rumpel 9985-4620 ,--).&0/(1 21+( Lucas 15:1-2). Eles freqüentemente faziam perguntas sobre a lei para tentar enganar Jesus (Marcos 7:5; Marcos 12:28,35; Lucas 11:53; João 8:3-4). Eles exigiram que Jesus deixasse clara a sua identidade (Mateus 12:38) e revelasse a fonte de sua autoridade para realizar milagres (Marcos 3:22; Lucas 20:1-4). Evidências sugerem que alguns dos escribas aceitaram a Jesus (Mateus 8:19; 13:52; Marcos 12:32; João 3:1-2). No entanto, a primeira atitude para com Jesus era hostil. Isso acontecia porque Jesus tinha uma expressão de fidelidade diferente para com a lei de Moisés, por causa da abertura que ele dava para os excluídos da sociedade e por causa da sua crescente popularidade entre o povo. Isso ameaçava a autoridade deles (Mateus 7:29) e a segurança da cidade (21:15; Marcos 11:18). Certamente, outro fator principal era o fato de Jesus expor a hipocrisia e a corrupção deles. Jesus os acusava abertamente de querer aprovação pública (Mateus 23:5-7; Marcos 12:38-39; Lucas 11:43). Apesar de parecerem corretos e santos externamente, eles eram corruptos internamente (Mateus 23:25- 28; Lucas 11:39-41). Jesus também atacou o princípio da lei oral ensinada pelos escribas, que eles exigiam que as pessoas seguissem. Jesus disse que a lei oral era um "fardo pesado" que nem os escribas em si seguiam (Mateus 23:2-4, 13-22; Lucas 11:46). Enquanto enfatizavam os menores pontos da lei, os escribas também eram culpados de ignorar os pontos mais importantes da justiça, da misericórdia e da fé (Mateus 23:23-24; Marcos 12:40; Lucas 11:42). Os escribas se diziam descendentes dos profetas. Mas, Jesus dizia que eles teriam matado os profetas se eles tivessem vivido na sua época (Mateus 23:29-36; Lucas 20:9-19). Não é de se surpreender que os escribas queriam se ver livres de Jesus (Marcos 14:1; Lucas 11:53). A sua interpretação mais flexível da lei se tornou uma ameaça clara a posição e a autoridade dos escribas dentro da comunidade. Os escribas juntaram forças com os sumo sacerdotes para prender Jesus (Marcos 14:43). Quando Jesus apareceu diante deles e do resto do sinédrio, eles trabalharam com os outros líderes para construir um caso contra ele digno de morte (Mateus 26:57-66). Quando eles levaram Jesus diante de Herodes, eles ficaram a postos e disseram quais eram as suas acusações juntamente com os outros (Lucas 23:10). No final eles ridicularizaram Jesus na cruz. Eles falavam para Jesus se salvar descendo da cruz
  70. 70. Ev. João Rumpel 9985-4620 (Mateus 27:41-43). Antes da destruição de Jerusalém em 70 D.C., os escribas continuaram com os outros elementos do sinédrio para se opor contra a igreja cristã primitiva. �
  71. 71. Ev. João Rumpel 9985-4620 -! #"%$'&("*)(+
  72. 72. Ev. João Rumpel 9985-4620 ,--).&0/(1 21+( APOSTILA 02 – REINO DE DEUS: AULA 4: A LEI MORAL DO REINO DE DEUS É A EXPRESSÃO DE SANTIDADE, COMO ETERNA OBRIGAÇÃO DO SEU POVO, QUE SERÁ PROVADO (I): Mt.5:21-23: Quem matar, acabando com a vida humana, estará sujeito ao julgamento; comparecer à Assembléia local. Essa assembléia, que se reúne na Sinagoga, sujeita ao grande concílio dos Setenta, o Sinédrio, em Jerusalém. Quando se fala em encolerizar, o Senhor ensina que o pecado é realmente cometido no coração antes de ser exteriorizado. Aos olhos de Deus, essa ofensa é a mesma como a do homem que mata. A lei mosáica poderia refrear as ações externas; Jesus tratando com o coração corrupto do homem, transforma-o (Rm.8:3-4). Neste sentido, a sua ética cumpre a lei porque soluciona o problema básico, permitindo, assim, que a Lei se cumpra. Quando se fala de Raca, se refere ao néscio, expressão hebráica de desprezo (II Sm.6:20). O Sinédrio, grande concílio de setenta anciãos,-O Senhor menciona essa suprema autoridade para ensinar a enormidade da ofensa. Quando se fala em louco, do grego “more”, é mais provável que a palavra original fosse a hebráica “moreh”, expressão de condenação, cujo uso significaria um ódio mortal. Quando se fala de Fogo do lnferno(Geena), é a forma grega do nome do Vale de Hinom, em Jerusalém, onde fogueiras queimavam continuamente o lixo da cidade, ilustrando bem a perdição final. A oferta, refere-se ao sacrificio dado a Deus, de acordo com a Lei Mosáica. Quanto à reconciliação primeira, Deus não pode receber nem o culto nem a pessoa daquele que não vive em perteita comunhão com o seu próximo. A reconciliação tem uma expressão mais forte em (Mt.6: 14-15 e 18:23-25). ANÁLISE DE TEXTO 1: * MT. 5:21 - Ouvistes que foi dito aos antigos: Não matarás: mas qualquer que matar será sujeito a julgamento. OUVISTES – Grego “ 3547698':
  73. 73. Ev. João Rumpel 9985-4620 akouo” - Significa prestar prestar atenção, considerar um ensino ou a um professor para poder compreender e manter ou seguir pelo costume ou uso, a tradição recebida. DITO – Grego “ ;'<: rheo” – Significa usado no sentido de emanar; emitir, fluir. ANTlGOS – Grego “ 3=;?>@3BAC6ED archaios” – Significa os que têm sido desde começo,originais,primeiros,referente a pessoas, tempos e condições. MATARÁS – Grego “ FG69H'<8': phoneuo” – Significa assassinar(Matar; do latim do lat. vulg.* mattare (lat. mattus. ‘estúpido’, ‘embrutecido’.) (Do árabe. *hassassin ou hissin, ‘consumidores de haxixe(maconha)’, persa hassassin, (designação dada aos membros de uma seita ou tribo ismaelita do Norte do Irã, que, na época das Cruzadas [séc. XIII, costumava inebriar-se com o cânhamo antes de atacar e matar líderes sunitas e cristãos) pelo assassinato à traição. SUJEITO – Grego “ <H96@>@6ED enochos” - Significa responsável num sentido forense, denotando a conexão de um pessoa seja com o seu crime ou com penalidade ou julgamento, ou com aquilo contra quem ou o que ele tem ofendido, sujeito a este ou aquele tribunal e a punição a ser imposta pelo tribunal do lugar onde a punição é para ser sofrida. JULGAMENTO – Grego “ 4I;'AKJLAKD krisis” - Significa sentença de condenação e punição por colégio dos juizes (um tribunal de sete homens nas várias cidades da Palestina; distinto do Sinédrio, que tinha sua sede em Jerusalém). PELA EXEGESE: Prestem atenção ao que tem fluido de mim, desde o começo; Conheço vossa grosseria pela falta de discernimento; quem me trair ou à minha causa será responsável por sua sentença de condenação.
  74. 74. Ev. João Rumpel 9985-4620 Na época do Novo Testamento havia o Sinédrio, ( JL8'HM<ONE;'AP69H sunedrion) que provavelmente era um aprimoramento do sistema de 70 anciãos, criados por Moisés; �
  75. 75. Ev. João Rumpel 9985-4620 -! #"%$'&("*)(+
  76. 76. Ev. João Rumpel 9985-4620 ,--).&0/(1 21+( Era constituído por 70 homens que se reuniam nas dependências do Templo regularmente com no mínimo de 23 pessoas. Julgavam Jerusalém mas pensavam julgar a todos os judeus no mundo.Havia dois tipos de tribunais:o primeiro era o que julgava as causas cíveis e qualquer pessoa poderia ser juiz. O segundo, de crimes, eram julgados somente por sacerdotes, acompanhados por um bom número de oficiais de justiça que executavam as penas.Mas nem sempre se fazia justiça e as pessoas não tinham advogado, apenas testemunhas que juravam por Deus e por tudo, agindo “mecanicamente”. ANÁLISE DE TEXTO 2: * Mt.5:22 – Eu, porém, vos digo que qualquer que, sem motivo, se irar contra seu irmão, estará sujeito a julgamento e qualquer que disser a seu irmão: Raca, será réu do sinédrio; e qualquer que lhe disser: Louco, será réu do fogo do inferno. Jesus reprova a conservação de rancor e ódio no coração, pois isto conduz ao ato. EU – Grego “ <Q': ego” - no sentido de dar ênfase. VOS – Grego “ 8@REASH humin” - Significando para você(singular). DIGO – Grego “ T@<Q': lego” - Sentido de exortar, aconselhar, comandar, dirigir e chamar pelo nome. QUALQUER – Grego “ UG3=D pas” - Signiflca individualmente a alguns de todas as classesjudeus, gentios,ricos,pobres... SEM MOTIVO – Grego “ <AP45V eike” - Significa pelo que não vale a pena ser tomado em consideração (motivo muito pequeno e banal).
  77. 77. Ev. João Rumpel 9985-4620 lRAR – Grego “ 6E;'QMAPWX: orgizo” - Significa provocar e incitar a ira ou ser provocado, como zangado e enfurecido. CONTRA SEU – Grego “ 3Y8?Z6'8 hautou” - Significando de si mesmo, realmente, como idéia e vento instável autos, como quem toma fôlego inconsciente. IRMÃO – Grego “ 3GN9<TLF56ED adelphos” - oriundo estar em conexão com delphus (o ventre); Significa como tendo o mesmo antepassado nacional, pertencendo ao mesmo povo, unido ao outro pelo vinculo da afeição pelo sangue de Jesus, sendo como que elevados para o mesmo lugar celestial. SUJElTO – Grego “ <H?6@>@6ED enochos” - Significa responsável num sentido forense, denotando a conexão de um pessoa seja com o seu crime ou com penalidade ou julgamento, ou com aquilo contra quem ou o que ele tem ofendido, sujeito a este ou aquele tribunal; a punição a ser imposta pelo tribunal do lugar onde a punição é para ser sofrida. JULGAMENTO – Grego “ 4I;'AKJ@A-D krisis” - Significa sentença de condenação e punição por colégio dos juízes (um tribunal de sete homens nas várias cidades da Palestina; distinto do Sinédrio, que tinha sua sede em Jerusalém). DISSER – Grego “ <OUB: epo” - falar; expressar; emitir opinião; tornar conhecido os pensamentos de alguém, declarar o segredo. RACA - (insulto)-oriqem Aramaica “ ;?3G473
  78. 78. Ev. João Rumpel 9985-4620 rhaka” - Significando o que é vazio, sem sentido,cabeça vazia, como termo de repreensão usado entre os judeus no tempo de Cnsto, significando pessoa digna de desprezo por ser tola (que não tem razão de ser). TOLO – Grego “ RL:[;?6ED moros” - Significa ímpio, incrédulo, fechar a boca, significando algo não óbvio ao entendimento dos descrentes e perversos, mas manifestos aos crentes, mas confiado somente ao instruído e não a meros mortais, sendo que nos escritos rabinicos, denota o sentido oculto ou místico. INFERNO do Hebráico – Grego “ Q'<< HMH?3 geenna” - Significando lugar da punição futura. Designava, onginalmente, o vale do Hinom, ao sul de Jerusalém,onde o lixo e os animais mortos da cidade eram jogados e queimados. E um símbolo apropriado para descrever o perverso e sua destruição futura. Geena é palavra oriunda do hebráico G]^ gay-vale, depressão ou desfiladeiro, procedente da raiz `0ab^ gevah-orgulho, procedente de ab^ gev-que significa levar atrás, correspondente a cG^ gab, que significa costas (de homem) para elevação (adoração ilícita), como algo arcado (projeção convexa do escudo). VALE DO HINOM - Esse vale possui dois e meio km ao ocidente e ao sul de Jerusalém, que foi teatro do culto idólatra, que compreendia o sacriflcio de crianças conforme os ritos de Moloque (1 Rs.11:7; 2Rs.16:3)-Ver.Js.15:8 e 18:16). MOLOQUE do hebráico MOLOC’-Significa (rei)- nome do ídolo dos Amonitas, para o qual
  79. 79. Ev. João Rumpel 9985-4620 vitimas humanas, particularmente pequenas crianças, eram oferecidas em sacrificio. Sua imagem era um figura oca de bronze, com a cabeça de um boi, e braços humanos estendidos. �
  80. 80. Ev. João Rumpel 9985-4620 -! #"%$'&("*)(+
  81. 81. Ev. João Rumpel 9985-4620 ,--).&0/(1 21+( Era aquecido por um fogo interno até tornar-se incandescente, e as criancinhas eram colocadas em seus braços para serem queimadas vagorosamente; para evitar os pais de ouvirem os gritos agonizantes, os sacerdotes batiam tambores. FOGO – Grego “ UB8d; pur” – fogo. Dando idéia da palavra Grega e@f=gLfBhiCjXk basanizo pedra preta que testa a pureza do ouro ao friccionar; questionar através de tortura; vexar com dores horríveis (no corpo ou na mente), atormentar; ser molestado, afligido, como os que estão no mar estão lutando com um vento contrário. Também dá sentido da palavra grega “biblion”-BIBLIA, indicando pequeno livro, rolo, documento escrito, folha no qual era usada para escrever uma carta de divórcio. PELA EXEGESE: Estou enfatizando para você e te exorto, que independente de classe social, quem provocar ou retribuir ira por coisa insignificante, deliberadarnente e depois de mente inconsciente possuída pela ira, contra quem está unido pelo vínculo da afeição do sangue de Jesus, sofrerá punição na terra, através do julgamento humano. (DENOTA CRISE EM SITUAÇAO). Quem falar; opinar ou falar o segredo de um irmão, tornando desprezível, de modo que sua fé seja blasfemada, ignorando seu segredo celestial, terá punição futura por causa do seu orgulho, sendo atormentado, molestado com tortura de dores horríveis para ser testado se possui a pureza do ouro e se não está distanciado do pecado.(DENOTA ENFERMIDADE GRAVE E DOLOROSA). ANÁLISE DE TEXTO 3: * Mt. 5:23 - Portanto, se trouxeres a oferta ao altar e aí te lembrares de que teu irmão tem alguma coisa contra ti; deixa ali diante do altar a tua oferta, e vai reconciliar-te primeiro com teu irmão e, depois, vem e apresenta a tua oferta. concilia-te depressa com o teu adversário, enquanto estás no caminho com ele, para que não aconteça que o adversário te entregue ao juiz, e o juiz te entregue ao oficial, e te encerrem na prisão. Em verdade te digo que de maneira nenhuma sairás dali enquanto não pagares o último ceitil.
  82. 82. Ev. João Rumpel 9985-4620 PORTANTO, SE – Grego “ <O3BH ean 6@8'H oun” - denota partícula de conformidade de pouca coisa, coisa pouquissima. TROUXERES – Grego “ U=;?6EJBFB<;': prosphero” - Significa levar a, conduzir a alguém que pode curar uma pessoa ou estar pronto a mostrá-la alguma geritileza,alguém que pode julgar urna pessoa, trazer um presente ou algo, alcançar ou pegar algo para alguém e conduzir-se em direção a alguém, para tratar ou lidar com essa pessoa. TUA – Grego “ JB698 sou” – Tua lembra expressão sou teu”. OFERTA – Grego ” N9:[;?69H doron” - Significa presente, dons oferecidos em expressão de honra e de sacrifícios como dinheiro lançado no tesouro para uso do templo e para o socorro do pobre. ALTAR – Grego “ l8@JLAb3=JmZnVB;'AP69H thusiasterion” - Significa altar para matar e queimar as vítimas usadas no sacrifício; o altar de todas as oferendas queimadas que encontrava-se na corte dos sacerdotes no templo em Jerusalém; o altar de incenso que encontra-se no santuário ou no Santo Lugar, como a cruz na qual Cristo sofreu uma morte expiatória: comer deste altar, é apropriar-se dos frutos da morte expiatória de Cristo. LEMBRARES – Grego “ REH?3G6ERm3EA mnaomai” - Significa relembrar, voltar à mente, atentamente. Como algúem que está parado, mastigando.
  83. 83. Ev. João Rumpel 9985-4620 TEM – Grego “ <O>9: echo” - Significando controlar na mente, agitação, emoção, envolver; considerar coisas externas, tal como bens, usado daqueles unidos a alguém pelos laços de sangue ou casamento ou amizade ou dever ou lei etc, de atênção ou companhia julgar-se ou achar-se o fulano-detal, estar em certa situação. ALGO – Grego “ ZOAKD tis” - podendo indicar alguém ou algo por certo tempo. CONTRA – Grego “ 4=3GZ3 kata” - lndicando abaixo, por toda parte, com respeito a algo. DEIXA – Grego “ 3GFBAbVBRLA aphiemi” - lndicando não interferir, deixar de lado uma dívida, perdoar,remitir, abandonar os seus próprios anseios de modo que todas as reivindicações são abandonadas. PERANTE – Grego “ <RmU=;?6EJmln<H emprosthen” - Significa em frente, antes, na presença ou antes, de acordo com o ponto de vista de alguém, denotando ordem. �
  84. 84. Ev. João Rumpel 9985-4620 -! #"%$'&("*)(+
  85. 85. Ev. João Rumpel 9985-4620 ,--).&0/(1 21+( VAI – Grego “ 8?UG3YQ': hupago” - Sentido de conduzir sob, oriundo de “ago”-Significa seguir acompanhando até um lugar, conduzir, guiar, dirigir pela força e influência da mente para passar um dia, guardar ou celebrar uma festa, etc. RECONCILIAR – Grego “ N9AP3YT@TL3=JBJL: diallasso” - Significa mudar a mente de alguém e renovar a amizade, no sentido de trocar uma coisa por outra, do começo ao fim. PRIMEIRO – Grego “ U=;':oZ69H proton” - Significando em tempo, lugar ou sucessão de coisas ou pessoas, em posição, influência e honra. DEPOIS VEM=VOLTANDO – Grego “ <;?>@6ERm3BA erchomai” - Significa aparecer, apresentar-se, vir diante do púbhco, mostrar-se, exibir-se, achar lugar ou influência ser estabelecido, toriar-se conhecjdo, vir a ou até alguém.(Não vale se esconder). CONCILIAR – Grego “ <8'H969< : eunoeo” – Desejar o bem, estar disposto com um espírito pacífico. ADVERSÁRIO – Grego ” 3BH9ZOACN9AC476ED antidikos” - oponente em um caso de lei; anti”oriundo de alguma coisa dikeem razão de uma sentença judicial. IMPORTANTE - OBSERVAR A DEFINIÇAO DE INIMIGO, NÃO SENDO COMO ESPIRITUAL. MAS NO ÂMBITO FAMILIAR.
  86. 86. Ev. João Rumpel 9985-4620 ENTREGUE – Grego ” UG3=;?3GN9ACN9:(RLA paradidomi” - Significa entregar alguém à custódia, para ser julgado, condenado, punido, para ser ensinado, moldado para produzir fruto, quando sua maturidade permitir. OBSERVE O SENTIDO DO SENTIMENTO DO INJUSTIÇADO. JUIZ – Grego ” 4p;'APZnVBD krites” - alguém que profere sentença de si mesmo, julgamento de algo, árbitro;Deus proferindo julgamento sobre homens. OFICIAL DE JUSTIÇA – Grego ” 8?UY<;'<OZOVED huperetes” - criado, qualquer que serve com as mãos, acompanhante, como alguém que ministra ou presta serviços, que ajuda outro em algum trabalho. ENCERRAR=SER JOGADO – Grego ” q@3BT@T@: ballo” - Sentido de ser lançado sem cuidar aonde cai, não sabendo qual será o resultado. PRISAO – Grego “ FB8'TL3G45V phulake” - Representa um período de tempo durante o qual parte da guarda estava em ação e no fim do qual outros tomavam o seu lugar. VERDADE – Grego ” 3=RLV@H amen” - Representa em absoluta convicção. SAIRAS – Grego ” <rs<;?>@6ERB3LA exerchomai” - representa livrar-se do poder de alguém, escapar dele em segurança. PAGAR – Grego ”

×