SlideShare uma empresa Scribd logo

Tema 7 o que cristo fez por mim

1 de 2
Baixar para ler offline
INTRODUÇÃO
Jo. 15:13 – Fala do amor de Deus por
mim.
Jo. 19:30 – Tudo está consumado.
Mt. 26:36-38
Você pode imaginar a angustia do Filho
de Deus ao receber os nossos pecados,
pecados que Ele não cometeu, nem
sequer eram conseqüências de algo que
Ele fizera. Suou gotas de sangue, tudo
por nossos pecados.
Mt. 26:40-42 – A angustia de Jesus foi
tão profunda, mas os discípulos não
estavam compreendendo o quanto
custaria a Jesus os nossos pecados. Ele
sabia tudo que iria passar, ser crucificado,
ferido, etc. E, até hoje, nós muitas vezes
estamos como os discípulos, pois hoje
quando pecamos ou permitimos
sentimentos contrários à Palavra,
novamente estamos crucificando-O.
Todas as vezes que nós consentimos o
pecado em nossas vidas, estamos
crucificando-O novamente. Você pode
compreender a profundidade disto?
1. Jesus Sentiu Tristeza e Angustia
pelo Nosso Pecado – Dor
Emocional
Mt. 26:66
Quanta humilhação! Ele era Deus, mas
quanta humilhação.
Jesus suportou golpes em nosso lugar, e
permaneceu em silêncio.
2. Jesus sofre fisicamente em seu
lugar – Dor Física
Quando alguém lhe bate fisicamente,
Jesus sofre em seu lugar.
Ao ser maltratado estava sofrendo a
violência que estava sentenciada para
nós.
Jesus guardou silêncio. Ele tomara nosso
lugar.
Recebeu uma coroa na cabeça. A parte
mais sensível do nosso corpo é o couro
cabeludo. Quando batemos a cabeça em
algum lugar, como dói. Imagine a dor de
Jesus com uma coroa de espinhos, e
ainda bateram em Sua cabeça com um
pedaço de Pau. Açoitaram a Jesus.
Imagine uma cabeça com uma coroa de
espinhos levando pauladas. A cabeça de
Jesus deve ter inchado muito. Que dor!
Como se não bastasse, caçoavam dEle.
E, quantos açoites. No mundo existem 39
enfermidades, as demais são
conseqüências delas. Ele sofreu cada
uma delas, para nos deixar livres. Mas,
Jesus guardou silêncio para que você não
mais vivesse com enfermidades.
1. Ele levou as nossas maldições –
Dor Física/ Espiritual
Colocaram-nO numa cruz. Imagine-O
com as costas machucadas com tantos
acoites, e ter ainda que colocá-la nas
costas, a dor era tão profunda que na
caminhada para a crucificação caia. Ele
já não agüentava. Suas costas eram uma
chaga só. E, Ele estava indo em silêncio,
pois estava tomando todas as nossas
maldições.
4. Arrancaram Suas vestes – Dor
Moral. A dor da Vergonha
Suas vestes, suas roupas, estavam
grudadas em Seus ferimentos e para
desprendê-las do corpo só com
anestesia, mas arrancaram-nas. Que dor!
Ele estava em silêncio.
Não era só dor que Ele sentia, mas com a
pureza que tinha, ter que ficar quase nu
diante de Sua mãe, diante de Seus
discípulos. Que vergonha! Naquele
momento Ele estava levando a dor dos
nossos pecados sexuais, nossos
pensamentos impuros.
1. Cravaram pregos em Suas mãos e
em Seus pés
Cada martelada eram as minhas
rebeldias, meus pecados, minhas
mentiras, minhas dores. Fizeram sem
compaixão, foram tantas as martelada.
Que dor!
2. A Cruz sendo levantada
Depois das marteladas, levantaram-no
cruz e, ao levantar a cruz, todo o peso da
humilhação caiu sobre Ele.
Ele simplesmente falou: “Pai, está
consumado”... Sabe o que isso significa?
TEMA 7 – O QUE CRISTO FEZ POR MIM
Sabe Pai, por eles, por amor a eles valeu
a pena. Foi por amor Pai, tudo isso por
amor.
Estas palavras tão tremendas fizeram
tanta diferença: Pai, está consumado!
Pai eu estou indo hoje.
O pior é que foi você, o seu pecado que
está traspassando e martelando Jesus.
Ministração:
Levar as pessoas a estarem diante da
cruz e verem-se la na cruz
Música do Frede sobre a cruz.
Eu e você merecíamos a morte, a ruína, a
enfermidade, a morte estava contra nós,
mas Jesus se deixou acoitar, Seus
sangue derramou gota a gota pelo nosso
pecado e agora rejeite todo o pecado,
renuncie todo o pecado.
Jesus preferiu morrer por você do que
viver sem você!! Que sacrifício por você.
Balança seus braços, seus pés e comece
a lançar fora tudo que não presta.
Anúncio

Recomendados

Mais conteúdo relacionado

Destaque

Santander Totta lança 200 Bolsas de Mobilidade em países ibero-americanos
Santander Totta lança 200 Bolsas de Mobilidade em países ibero-americanosSantander Totta lança 200 Bolsas de Mobilidade em países ibero-americanos
Santander Totta lança 200 Bolsas de Mobilidade em países ibero-americanosBANCO SANTANDER
 
Esboço do evangelho
Esboço do evangelhoEsboço do evangelho
Esboço do evangelhoJoao Rumpel
 
Reflexão crítica módulo 3
Reflexão crítica módulo 3Reflexão crítica módulo 3
Reflexão crítica módulo 3Manuel Sequeira
 
Controle formigas
Controle formigasControle formigas
Controle formigasmvezzone
 
Calendário básico de vacinação 2014
Calendário básico de vacinação 2014Calendário básico de vacinação 2014
Calendário básico de vacinação 2014Jesse Galeao
 
Problemas fundamentales de la humanidad
Problemas fundamentales de la humanidadProblemas fundamentales de la humanidad
Problemas fundamentales de la humanidadMarihenMartinez
 
AVISO DE PAUTA: Coletiva Balanço CAIXA 2014
AVISO DE PAUTA: Coletiva Balanço CAIXA 2014 AVISO DE PAUTA: Coletiva Balanço CAIXA 2014
AVISO DE PAUTA: Coletiva Balanço CAIXA 2014 CAIXA Notícias
 
19 boletin de suscripcion 2015
19 boletin de suscripcion 201519 boletin de suscripcion 2015
19 boletin de suscripcion 2015Iraia Gallastegi
 
O desmonte da engenharia brasileira e da petrobras
O desmonte da engenharia brasileira e da petrobrasO desmonte da engenharia brasileira e da petrobras
O desmonte da engenharia brasileira e da petrobrasFernando Alcoforado
 
Ganhadores eCGlobal - Dezembro 2012
Ganhadores eCGlobal - Dezembro 2012Ganhadores eCGlobal - Dezembro 2012
Ganhadores eCGlobal - Dezembro 2012eCGlobal Community
 
2 aviso de reabertura de licitação
2  aviso de reabertura de licitação2  aviso de reabertura de licitação
2 aviso de reabertura de licitaçãoFrancis Zeman
 
Experiência de erathostenes
Experiência de erathostenesExperiência de erathostenes
Experiência de erathostenesRosabella9
 
Workshops produtividade, marketing e coaching
Workshops produtividade, marketing e coachingWorkshops produtividade, marketing e coaching
Workshops produtividade, marketing e coachingEDUCATE
 

Destaque (20)

Lisandro mosquera franco
Lisandro mosquera francoLisandro mosquera franco
Lisandro mosquera franco
 
Santander Totta lança 200 Bolsas de Mobilidade em países ibero-americanos
Santander Totta lança 200 Bolsas de Mobilidade em países ibero-americanosSantander Totta lança 200 Bolsas de Mobilidade em países ibero-americanos
Santander Totta lança 200 Bolsas de Mobilidade em países ibero-americanos
 
Esboço do evangelho
Esboço do evangelhoEsboço do evangelho
Esboço do evangelho
 
Reflexão crítica módulo 3
Reflexão crítica módulo 3Reflexão crítica módulo 3
Reflexão crítica módulo 3
 
Controle formigas
Controle formigasControle formigas
Controle formigas
 
Calendário básico de vacinação 2014
Calendário básico de vacinação 2014Calendário básico de vacinação 2014
Calendário básico de vacinação 2014
 
Problemas fundamentales de la humanidad
Problemas fundamentales de la humanidadProblemas fundamentales de la humanidad
Problemas fundamentales de la humanidad
 
Practica almacenamiento
Practica almacenamientoPractica almacenamiento
Practica almacenamiento
 
AVISO DE PAUTA: Coletiva Balanço CAIXA 2014
AVISO DE PAUTA: Coletiva Balanço CAIXA 2014 AVISO DE PAUTA: Coletiva Balanço CAIXA 2014
AVISO DE PAUTA: Coletiva Balanço CAIXA 2014
 
AUTOR: Ortega Maila
AUTOR: Ortega MailaAUTOR: Ortega Maila
AUTOR: Ortega Maila
 
19 boletin de suscripcion 2015
19 boletin de suscripcion 201519 boletin de suscripcion 2015
19 boletin de suscripcion 2015
 
O desmonte da engenharia brasileira e da petrobras
O desmonte da engenharia brasileira e da petrobrasO desmonte da engenharia brasileira e da petrobras
O desmonte da engenharia brasileira e da petrobras
 
Ganhadores eCGlobal - Dezembro 2012
Ganhadores eCGlobal - Dezembro 2012Ganhadores eCGlobal - Dezembro 2012
Ganhadores eCGlobal - Dezembro 2012
 
Recovered file 1
Recovered file 1Recovered file 1
Recovered file 1
 
2 aviso de reabertura de licitação
2  aviso de reabertura de licitação2  aviso de reabertura de licitação
2 aviso de reabertura de licitação
 
Experiência de erathostenes
Experiência de erathostenesExperiência de erathostenes
Experiência de erathostenes
 
Base Amaciante Têxtil Doméstico à Frio
Base Amaciante Têxtil Doméstico à FrioBase Amaciante Têxtil Doméstico à Frio
Base Amaciante Têxtil Doméstico à Frio
 
Memorama
MemoramaMemorama
Memorama
 
Workshops produtividade, marketing e coaching
Workshops produtividade, marketing e coachingWorkshops produtividade, marketing e coaching
Workshops produtividade, marketing e coaching
 
Bolo de laranja
Bolo de laranjaBolo de laranja
Bolo de laranja
 

Semelhante a Tema 7 o que cristo fez por mim

Cantata de Páscoa - Se isso não for amor
Cantata de Páscoa - Se isso não for amorCantata de Páscoa - Se isso não for amor
Cantata de Páscoa - Se isso não for amorpcollares
 
Modelo de Via sacra - Jesus é condenado à morte
Modelo de Via sacra  - Jesus é condenado à morteModelo de Via sacra  - Jesus é condenado à morte
Modelo de Via sacra - Jesus é condenado à morteDiocese de Aveiro
 
2016 3 TRI LIÇÃO 13 - PROMESSAS A RESPEITO DO MESSIAS COMO SERVO SOFREDOR
2016 3 TRI LIÇÃO 13 - PROMESSAS A RESPEITO DO MESSIAS COMO SERVO SOFREDOR2016 3 TRI LIÇÃO 13 - PROMESSAS A RESPEITO DO MESSIAS COMO SERVO SOFREDOR
2016 3 TRI LIÇÃO 13 - PROMESSAS A RESPEITO DO MESSIAS COMO SERVO SOFREDORNatalino das Neves Neves
 
Meditacoes da Via Sacra
Meditacoes da Via SacraMeditacoes da Via Sacra
Meditacoes da Via SacraJMVSobreiro
 
Via sacra dia do deserto
Via sacra dia do desertoVia sacra dia do deserto
Via sacra dia do desertoconceicaoborges
 
Experiencia de oração para crianças
Experiencia de oração para criançasExperiencia de oração para crianças
Experiencia de oração para criançasRogerio Souza
 
Caminhada da Quaresma 2014
Caminhada da Quaresma 2014Caminhada da Quaresma 2014
Caminhada da Quaresma 2014JMVSobreiro
 
Laudo do amado, trabalho
Laudo do amado, trabalhoLaudo do amado, trabalho
Laudo do amado, trabalhoRoberto
 
A paixão de nosso senhor jesus cristo v. i sto. afonso de ligório
A paixão de nosso senhor jesus cristo v. i   sto. afonso de ligórioA paixão de nosso senhor jesus cristo v. i   sto. afonso de ligório
A paixão de nosso senhor jesus cristo v. i sto. afonso de ligórioluisribeiro074
 
A paixão de nosso senhor jesus cristo v. i sto. afonso de ligório
A paixão de nosso senhor jesus cristo v. i   sto. afonso de ligórioA paixão de nosso senhor jesus cristo v. i   sto. afonso de ligório
A paixão de nosso senhor jesus cristo v. i sto. afonso de ligórioluisribeiro074
 
EsboçO Do Estudo Seis Horas De Uma Sextafeira Parte1
EsboçO Do Estudo  Seis Horas De Uma Sextafeira Parte1EsboçO Do Estudo  Seis Horas De Uma Sextafeira Parte1
EsboçO Do Estudo Seis Horas De Uma Sextafeira Parte1Michele L D Pain
 

Semelhante a Tema 7 o que cristo fez por mim (20)

Salvacao edição 4
Salvacao edição 4Salvacao edição 4
Salvacao edição 4
 
Cantata de Páscoa - Se isso não for amor
Cantata de Páscoa - Se isso não for amorCantata de Páscoa - Se isso não for amor
Cantata de Páscoa - Se isso não for amor
 
Não estou só
Não estou sóNão estou só
Não estou só
 
Modelo de Via sacra - Jesus é condenado à morte
Modelo de Via sacra  - Jesus é condenado à morteModelo de Via sacra  - Jesus é condenado à morte
Modelo de Via sacra - Jesus é condenado à morte
 
2016 3 TRI LIÇÃO 13 - PROMESSAS A RESPEITO DO MESSIAS COMO SERVO SOFREDOR
2016 3 TRI LIÇÃO 13 - PROMESSAS A RESPEITO DO MESSIAS COMO SERVO SOFREDOR2016 3 TRI LIÇÃO 13 - PROMESSAS A RESPEITO DO MESSIAS COMO SERVO SOFREDOR
2016 3 TRI LIÇÃO 13 - PROMESSAS A RESPEITO DO MESSIAS COMO SERVO SOFREDOR
 
Culto pascoa 2009 web
Culto pascoa 2009 webCulto pascoa 2009 web
Culto pascoa 2009 web
 
Via sacra
Via sacra Via sacra
Via sacra
 
Meditacoes da Via Sacra
Meditacoes da Via SacraMeditacoes da Via Sacra
Meditacoes da Via Sacra
 
Via sacra dia do deserto
Via sacra dia do desertoVia sacra dia do deserto
Via sacra dia do deserto
 
Getsemani
GetsemaniGetsemani
Getsemani
 
Experiencia de oração para crianças
Experiencia de oração para criançasExperiencia de oração para crianças
Experiencia de oração para crianças
 
Caminhada da Quaresma 2014
Caminhada da Quaresma 2014Caminhada da Quaresma 2014
Caminhada da Quaresma 2014
 
05 02 12
05 02 1205 02 12
05 02 12
 
Laudo do amado, trabalho
Laudo do amado, trabalhoLaudo do amado, trabalho
Laudo do amado, trabalho
 
A paixão de nosso senhor jesus cristo v. i sto. afonso de ligório
A paixão de nosso senhor jesus cristo v. i   sto. afonso de ligórioA paixão de nosso senhor jesus cristo v. i   sto. afonso de ligório
A paixão de nosso senhor jesus cristo v. i sto. afonso de ligório
 
A paixão de nosso senhor jesus cristo v. i sto. afonso de ligório
A paixão de nosso senhor jesus cristo v. i   sto. afonso de ligórioA paixão de nosso senhor jesus cristo v. i   sto. afonso de ligório
A paixão de nosso senhor jesus cristo v. i sto. afonso de ligório
 
Modelo 1 de via-sacra
Modelo 1 de via-sacraModelo 1 de via-sacra
Modelo 1 de via-sacra
 
EsboçO Do Estudo Seis Horas De Uma Sextafeira Parte1
EsboçO Do Estudo  Seis Horas De Uma Sextafeira Parte1EsboçO Do Estudo  Seis Horas De Uma Sextafeira Parte1
EsboçO Do Estudo Seis Horas De Uma Sextafeira Parte1
 
19 02 12
19 02 1219 02 12
19 02 12
 
O sofrimento
O sofrimentoO sofrimento
O sofrimento
 

Mais de Joao Rumpel

Tema 3 traumas na família
Tema 3   traumas na famíliaTema 3   traumas na família
Tema 3 traumas na famíliaJoao Rumpel
 
Tema 2 o que cristo faz em mim
Tema 2   o que cristo faz em mimTema 2   o que cristo faz em mim
Tema 2 o que cristo faz em mimJoao Rumpel
 
Tema 9 a armadura
Tema 9   a armaduraTema 9   a armadura
Tema 9 a armaduraJoao Rumpel
 
Tema 10 identificando ataduras e maldições
Tema 10   identificando ataduras e maldiçõesTema 10   identificando ataduras e maldições
Tema 10 identificando ataduras e maldiçõesJoao Rumpel
 
Tema 11 conquistando pela guerra espiritual
Tema 11   conquistando pela guerra espiritualTema 11   conquistando pela guerra espiritual
Tema 11 conquistando pela guerra espiritualJoao Rumpel
 
Terceira aula liderança
Terceira aula   liderançaTerceira aula   liderança
Terceira aula liderançaJoao Rumpel
 
Tema 13 consagração
Tema 13   consagraçãoTema 13   consagração
Tema 13 consagraçãoJoao Rumpel
 
Treinamento escola de líderes
Treinamento escola de líderesTreinamento escola de líderes
Treinamento escola de líderesJoao Rumpel
 
Terceira aula limiares da fé
Terceira aula   limiares da féTerceira aula   limiares da fé
Terceira aula limiares da féJoao Rumpel
 
Terceira aula fundamentos ii
Terceira aula   fundamentos iiTerceira aula   fundamentos ii
Terceira aula fundamentos iiJoao Rumpel
 
Terceira aula fundamentos i
Terceira aula   fundamentos iTerceira aula   fundamentos i
Terceira aula fundamentos iJoao Rumpel
 
Tema 14 o líder cristão e a ética
Tema 14   o líder cristão e a éticaTema 14   o líder cristão e a ética
Tema 14 o líder cristão e a éticaJoao Rumpel
 
Tema 8 o mundo espiritual
Tema 8   o mundo espiritualTema 8   o mundo espiritual
Tema 8 o mundo espiritualJoao Rumpel
 
Tema 12 o que cristo faz através de mim
Tema 12   o que cristo faz através de mimTema 12   o que cristo faz através de mim
Tema 12 o que cristo faz através de mimJoao Rumpel
 
Tema 6 temperamentos
Tema 6   temperamentosTema 6   temperamentos
Tema 6 temperamentosJoao Rumpel
 
Tema 5 auto imagem e auto estima
Tema 5   auto imagem e auto estimaTema 5   auto imagem e auto estima
Tema 5 auto imagem e auto estimaJoao Rumpel
 
Tema 4 traumas dos sentimentos
Tema 4   traumas dos sentimentosTema 4   traumas dos sentimentos
Tema 4 traumas dos sentimentosJoao Rumpel
 
Tema 1 a responsabilidade do cristão no mundo
Tema 1   a responsabilidade do cristão no mundoTema 1   a responsabilidade do cristão no mundo
Tema 1 a responsabilidade do cristão no mundoJoao Rumpel
 

Mais de Joao Rumpel (20)

JBS SOCIAL
JBS SOCIALJBS SOCIAL
JBS SOCIAL
 
Tema 3 traumas na família
Tema 3   traumas na famíliaTema 3   traumas na família
Tema 3 traumas na família
 
Tema 2 o que cristo faz em mim
Tema 2   o que cristo faz em mimTema 2   o que cristo faz em mim
Tema 2 o que cristo faz em mim
 
Tema 9 a armadura
Tema 9   a armaduraTema 9   a armadura
Tema 9 a armadura
 
Tema 10 identificando ataduras e maldições
Tema 10   identificando ataduras e maldiçõesTema 10   identificando ataduras e maldições
Tema 10 identificando ataduras e maldições
 
Tema 11 conquistando pela guerra espiritual
Tema 11   conquistando pela guerra espiritualTema 11   conquistando pela guerra espiritual
Tema 11 conquistando pela guerra espiritual
 
Subindo a betel
Subindo a betelSubindo a betel
Subindo a betel
 
Terceira aula liderança
Terceira aula   liderançaTerceira aula   liderança
Terceira aula liderança
 
Tema 13 consagração
Tema 13   consagraçãoTema 13   consagração
Tema 13 consagração
 
Treinamento escola de líderes
Treinamento escola de líderesTreinamento escola de líderes
Treinamento escola de líderes
 
Terceira aula limiares da fé
Terceira aula   limiares da féTerceira aula   limiares da fé
Terceira aula limiares da fé
 
Terceira aula fundamentos ii
Terceira aula   fundamentos iiTerceira aula   fundamentos ii
Terceira aula fundamentos ii
 
Terceira aula fundamentos i
Terceira aula   fundamentos iTerceira aula   fundamentos i
Terceira aula fundamentos i
 
Tema 14 o líder cristão e a ética
Tema 14   o líder cristão e a éticaTema 14   o líder cristão e a ética
Tema 14 o líder cristão e a ética
 
Tema 8 o mundo espiritual
Tema 8   o mundo espiritualTema 8   o mundo espiritual
Tema 8 o mundo espiritual
 
Tema 12 o que cristo faz através de mim
Tema 12   o que cristo faz através de mimTema 12   o que cristo faz através de mim
Tema 12 o que cristo faz através de mim
 
Tema 6 temperamentos
Tema 6   temperamentosTema 6   temperamentos
Tema 6 temperamentos
 
Tema 5 auto imagem e auto estima
Tema 5   auto imagem e auto estimaTema 5   auto imagem e auto estima
Tema 5 auto imagem e auto estima
 
Tema 4 traumas dos sentimentos
Tema 4   traumas dos sentimentosTema 4   traumas dos sentimentos
Tema 4 traumas dos sentimentos
 
Tema 1 a responsabilidade do cristão no mundo
Tema 1   a responsabilidade do cristão no mundoTema 1   a responsabilidade do cristão no mundo
Tema 1 a responsabilidade do cristão no mundo
 

Último

ordem nova ordem irmandade e fraternidade
ordem nova ordem irmandade e fraternidadeordem nova ordem irmandade e fraternidade
ordem nova ordem irmandade e fraternidadececilcavalcanti
 
Slide Licao 7 - 1T - 2024 - CPAD JOVENS.pptx
Slide Licao 7 - 1T - 2024 - CPAD JOVENS.pptxSlide Licao 7 - 1T - 2024 - CPAD JOVENS.pptx
Slide Licao 7 - 1T - 2024 - CPAD JOVENS.pptxjoseciceroroberto197
 
Novena Do Seguimento De Cristo
Novena Do Seguimento De CristoNovena Do Seguimento De Cristo
Novena Do Seguimento De CristoNilson Almeida
 
DIZIMOS - Também é para nós cristãos?.docx
DIZIMOS  - Também é  para nós cristãos?.docxDIZIMOS  - Também é  para nós cristãos?.docx
DIZIMOS - Também é para nós cristãos?.docxJose Moraes
 
Novena A Santo Inácio De Loyola
Novena A Santo Inácio De Loyola Novena A Santo Inácio De Loyola
Novena A Santo Inácio De Loyola Nilson Almeida
 
Apresentação Programação Agenda Semanal Igreja Moderno Branco Verde Roxo ...
Apresentação Programação Agenda Semanal Igreja Moderno Branco Verde Roxo ...Apresentação Programação Agenda Semanal Igreja Moderno Branco Verde Roxo ...
Apresentação Programação Agenda Semanal Igreja Moderno Branco Verde Roxo ...advbrunomoretti
 
Apresentação da Campanha da Fraternidade 2024.pdf
Apresentação da Campanha da Fraternidade 2024.pdfApresentação da Campanha da Fraternidade 2024.pdf
Apresentação da Campanha da Fraternidade 2024.pdfengrobertomourafilho
 
Oração Da Sobriedade
Oração Da SobriedadeOração Da Sobriedade
Oração Da SobriedadeNilson Almeida
 
Limpeza Espiritual 21 Dias Arcanjo Miguel
Limpeza Espiritual 21 Dias Arcanjo MiguelLimpeza Espiritual 21 Dias Arcanjo Miguel
Limpeza Espiritual 21 Dias Arcanjo MiguelNilson Almeida
 
Slide Licao 7 - 1T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptx
Slide Licao 7 - 1T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptxSlide Licao 7 - 1T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptx
Slide Licao 7 - 1T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptxjoseciceroroberto197
 
Orações Cristãs Diárias
Orações Cristãs DiáriasOrações Cristãs Diárias
Orações Cristãs DiáriasNilson Almeida
 
Novena Da Imaculada Conceição
Novena Da Imaculada ConceiçãoNovena Da Imaculada Conceição
Novena Da Imaculada ConceiçãoNilson Almeida
 
Lição 7 - O Ministério da Igreja - 18fev2024.pptx
Lição 7 - O Ministério da Igreja - 18fev2024.pptxLição 7 - O Ministério da Igreja - 18fev2024.pptx
Lição 7 - O Ministério da Igreja - 18fev2024.pptxCelso Napoleon
 
Slide Licao 7 - 1T - 2024 - CPAD JOVENS - PDF.pdf
Slide Licao 7 - 1T - 2024 - CPAD JOVENS - PDF.pdfSlide Licao 7 - 1T - 2024 - CPAD JOVENS - PDF.pdf
Slide Licao 7 - 1T - 2024 - CPAD JOVENS - PDF.pdfjoseciceroroberto197
 

Último (20)

ordem nova ordem irmandade e fraternidade
ordem nova ordem irmandade e fraternidadeordem nova ordem irmandade e fraternidade
ordem nova ordem irmandade e fraternidade
 
Slide Licao 7 - 1T - 2024 - CPAD JOVENS.pptx
Slide Licao 7 - 1T - 2024 - CPAD JOVENS.pptxSlide Licao 7 - 1T - 2024 - CPAD JOVENS.pptx
Slide Licao 7 - 1T - 2024 - CPAD JOVENS.pptx
 
Novena Do Seguimento De Cristo
Novena Do Seguimento De CristoNovena Do Seguimento De Cristo
Novena Do Seguimento De Cristo
 
DIZIMOS - Também é para nós cristãos?.docx
DIZIMOS  - Também é  para nós cristãos?.docxDIZIMOS  - Também é  para nós cristãos?.docx
DIZIMOS - Também é para nós cristãos?.docx
 
Novena A Santo Inácio De Loyola
Novena A Santo Inácio De Loyola Novena A Santo Inácio De Loyola
Novena A Santo Inácio De Loyola
 
Carta de Cuaresma 2024 reflexion grupo 3 PT.pdf
Carta de Cuaresma 2024 reflexion grupo 3 PT.pdfCarta de Cuaresma 2024 reflexion grupo 3 PT.pdf
Carta de Cuaresma 2024 reflexion grupo 3 PT.pdf
 
Apresentação Programação Agenda Semanal Igreja Moderno Branco Verde Roxo ...
Apresentação Programação Agenda Semanal Igreja Moderno Branco Verde Roxo ...Apresentação Programação Agenda Semanal Igreja Moderno Branco Verde Roxo ...
Apresentação Programação Agenda Semanal Igreja Moderno Branco Verde Roxo ...
 
Orações Vocacionais
Orações VocacionaisOrações Vocacionais
Orações Vocacionais
 
Apresentação da Campanha da Fraternidade 2024.pdf
Apresentação da Campanha da Fraternidade 2024.pdfApresentação da Campanha da Fraternidade 2024.pdf
Apresentação da Campanha da Fraternidade 2024.pdf
 
Oração Da Sobriedade
Oração Da SobriedadeOração Da Sobriedade
Oração Da Sobriedade
 
Novena A São José
Novena A São JoséNovena A São José
Novena A São José
 
Limpeza Espiritual 21 Dias Arcanjo Miguel
Limpeza Espiritual 21 Dias Arcanjo MiguelLimpeza Espiritual 21 Dias Arcanjo Miguel
Limpeza Espiritual 21 Dias Arcanjo Miguel
 
Slide Licao 7 - 1T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptx
Slide Licao 7 - 1T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptxSlide Licao 7 - 1T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptx
Slide Licao 7 - 1T - 2024 - CPAD ADULTOS - Retangular.pptx
 
Orações Vocacionais
Orações VocacionaisOrações Vocacionais
Orações Vocacionais
 
Orações Cristãs Diárias
Orações Cristãs DiáriasOrações Cristãs Diárias
Orações Cristãs Diárias
 
Novena Da Imaculada Conceição
Novena Da Imaculada ConceiçãoNovena Da Imaculada Conceição
Novena Da Imaculada Conceição
 
Lição 7 - O Ministério da Igreja - 18fev2024.pptx
Lição 7 - O Ministério da Igreja - 18fev2024.pptxLição 7 - O Ministério da Igreja - 18fev2024.pptx
Lição 7 - O Ministério da Igreja - 18fev2024.pptx
 
Novena De Santa Marta
Novena De Santa MartaNovena De Santa Marta
Novena De Santa Marta
 
Invocação À Luz
Invocação À LuzInvocação À Luz
Invocação À Luz
 
Slide Licao 7 - 1T - 2024 - CPAD JOVENS - PDF.pdf
Slide Licao 7 - 1T - 2024 - CPAD JOVENS - PDF.pdfSlide Licao 7 - 1T - 2024 - CPAD JOVENS - PDF.pdf
Slide Licao 7 - 1T - 2024 - CPAD JOVENS - PDF.pdf
 

Tema 7 o que cristo fez por mim

  • 1. INTRODUÇÃO Jo. 15:13 – Fala do amor de Deus por mim. Jo. 19:30 – Tudo está consumado. Mt. 26:36-38 Você pode imaginar a angustia do Filho de Deus ao receber os nossos pecados, pecados que Ele não cometeu, nem sequer eram conseqüências de algo que Ele fizera. Suou gotas de sangue, tudo por nossos pecados. Mt. 26:40-42 – A angustia de Jesus foi tão profunda, mas os discípulos não estavam compreendendo o quanto custaria a Jesus os nossos pecados. Ele sabia tudo que iria passar, ser crucificado, ferido, etc. E, até hoje, nós muitas vezes estamos como os discípulos, pois hoje quando pecamos ou permitimos sentimentos contrários à Palavra, novamente estamos crucificando-O. Todas as vezes que nós consentimos o pecado em nossas vidas, estamos crucificando-O novamente. Você pode compreender a profundidade disto? 1. Jesus Sentiu Tristeza e Angustia pelo Nosso Pecado – Dor Emocional Mt. 26:66 Quanta humilhação! Ele era Deus, mas quanta humilhação. Jesus suportou golpes em nosso lugar, e permaneceu em silêncio. 2. Jesus sofre fisicamente em seu lugar – Dor Física Quando alguém lhe bate fisicamente, Jesus sofre em seu lugar. Ao ser maltratado estava sofrendo a violência que estava sentenciada para nós. Jesus guardou silêncio. Ele tomara nosso lugar. Recebeu uma coroa na cabeça. A parte mais sensível do nosso corpo é o couro cabeludo. Quando batemos a cabeça em algum lugar, como dói. Imagine a dor de Jesus com uma coroa de espinhos, e ainda bateram em Sua cabeça com um pedaço de Pau. Açoitaram a Jesus. Imagine uma cabeça com uma coroa de espinhos levando pauladas. A cabeça de Jesus deve ter inchado muito. Que dor! Como se não bastasse, caçoavam dEle. E, quantos açoites. No mundo existem 39 enfermidades, as demais são conseqüências delas. Ele sofreu cada uma delas, para nos deixar livres. Mas, Jesus guardou silêncio para que você não mais vivesse com enfermidades. 1. Ele levou as nossas maldições – Dor Física/ Espiritual Colocaram-nO numa cruz. Imagine-O com as costas machucadas com tantos acoites, e ter ainda que colocá-la nas costas, a dor era tão profunda que na caminhada para a crucificação caia. Ele já não agüentava. Suas costas eram uma chaga só. E, Ele estava indo em silêncio, pois estava tomando todas as nossas maldições. 4. Arrancaram Suas vestes – Dor Moral. A dor da Vergonha Suas vestes, suas roupas, estavam grudadas em Seus ferimentos e para desprendê-las do corpo só com anestesia, mas arrancaram-nas. Que dor! Ele estava em silêncio. Não era só dor que Ele sentia, mas com a pureza que tinha, ter que ficar quase nu diante de Sua mãe, diante de Seus discípulos. Que vergonha! Naquele momento Ele estava levando a dor dos nossos pecados sexuais, nossos pensamentos impuros. 1. Cravaram pregos em Suas mãos e em Seus pés Cada martelada eram as minhas rebeldias, meus pecados, minhas mentiras, minhas dores. Fizeram sem compaixão, foram tantas as martelada. Que dor! 2. A Cruz sendo levantada Depois das marteladas, levantaram-no cruz e, ao levantar a cruz, todo o peso da humilhação caiu sobre Ele. Ele simplesmente falou: “Pai, está consumado”... Sabe o que isso significa? TEMA 7 – O QUE CRISTO FEZ POR MIM
  • 2. Sabe Pai, por eles, por amor a eles valeu a pena. Foi por amor Pai, tudo isso por amor. Estas palavras tão tremendas fizeram tanta diferença: Pai, está consumado! Pai eu estou indo hoje. O pior é que foi você, o seu pecado que está traspassando e martelando Jesus. Ministração: Levar as pessoas a estarem diante da cruz e verem-se la na cruz Música do Frede sobre a cruz. Eu e você merecíamos a morte, a ruína, a enfermidade, a morte estava contra nós, mas Jesus se deixou acoitar, Seus sangue derramou gota a gota pelo nosso pecado e agora rejeite todo o pecado, renuncie todo o pecado. Jesus preferiu morrer por você do que viver sem você!! Que sacrifício por você. Balança seus braços, seus pés e comece a lançar fora tudo que não presta.