SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 20
Baixar para ler offline
Conceitos de
Cinética Química
Hugo Félix
Explicar

o que é cinética
química, apresentando seus
principais
conceitos
e
exemplificando
algumas
reações químicas.
Conteúdos


















O que é cinética química?;
Velocidade de uma reação química e unidade;
Velocidade de uma reação química e a concentração;
Velocidade instantânea de uma reação;
Lei de velocidade;
Lei de velocidade e ordem de uma reação;
Revisão;
Lei de velocidade integrada de primeira ordem;
Aplicação da lei de velocidade integrada de primeira ordem;
Lei de velocidade integrada de segunda ordem;
Modelo de reações: a teoria do complexo ativado;
Teoria do complexo ativado: características;
Teoria do complexo ativado: exemplos;
Catalisadores;
Catalisadores químicos e biológicos;
Revisão.
O que é cinética química?
Uma área da química envolvida
estudo das reações químicas.

no
Velocidade de uma reação
química e unidade
 Na física:
Vm=∆S/∆t .: ∆S= variação da posição e
∆t= variação do tempo.
 Na química:
Vm=-∆[x]/∆t .: x massa do composto
molaridade do composto e ∆t= variação do
tempo.
Velocidade de uma reação química e
Velocidade de uma reação
a concentração
química e a concentração

• Vm=-∆[x]/∆T

Vm=-∆[x]/∆t

aA + bB  cC + dD

Reação química genérica

aA + bB  cC + dD

Reação química genérica

• Como expressar a velocidade de uma reação
 Como independentemente de
química expressar a velocidade dos uma reação
coeficientes
química independentemente dos coeficientes
estequimiométrico?
estequimiométrico?

vm = 𝑉𝑚

1∆[𝐴]

=𝑎∆𝑇

1∆[𝐵]
𝑏∆𝑇

=

1∆[𝐶] 1∆[𝐷]
𝑐∆𝑇

=

𝑑∆𝑇
A velocidade instantânea
velocidade instantânea da reação
de uma reação
Vm = Vm

1d[A]
a∆T

=-

1d[B]
b∆T

=

1d[C]
c∆T

=

1d[D]
d∆T

Velocidade de uma reação química em
termos da derivada*.
* Derivada: Operação matemática relacionando
duas variáveis.
Lei de velocidade
V=

a
k[X]

.: V=V(X)

 V velocidade da reação; k Constante de
velocidade e X Concentração da espécie.
 Expresse a velocidade de isomerização do isocianeto de
hidrogênio para cianeto de hidrogênio?
1) Reação química:

HNC(g)  HCN(g)

2) Lei de velocidade*:

V=k[HNC]a

*Uma lei de velocidade é determinada experimentalmente.
Lei de velocidade e ordem
de uma reação
 Ordem da reação*: valor do expoente da
concentração
 Exemplo: H2 + Br2  2HBr .: V= k[H2][Br2]1/2
 Ordem de reação para [H2] = 1
 Ordem de reação para [Br2] = ½

Qual a ordem de reação global para a
reação acima? 1+1/2 = 3/2.
*A ordem da reação assuem valores inteiros ou semi-inteiros.
Revisão
 O que é cinética química?;
 Velocidade de uma reação e unidade;
 Velocidade de uma reação e
concentração;
 Velocidade instantânea;
 Lei de velocidade;
 Ordem de uma reação;
Lei de velocidade integrada de
primeira ordem
V=k[A]  V = - d[A]/dt = k[A] 
d[A]/[A]=-kdt
[A]f=[A]oe-kt
Aplicação da Lei de velocidade
integrada de primeira ordem
 Calcule a concentração de N2O5 remanescente 600s
(10min) após o início de sua decomposição a 65ºC,
quando sua concentração inicial era 0,040 Mol/L. A
constante k vale 5,2x10-3 s-1.
 1) reação química: 2N2O5(g)  4NO2(g) + O2(g)
 2) velocidade: V=k[N2O5]
 3) [A]f=[A]oe-Kt: [N2O5]f= [N2O5]ie-kt
 4) [N2O5]f= (0,040 Mol/L).e-(5,2x10-3s-1)x(600s)
 5) [N2O5]f= 0,0018Mol/L
 Análise da reação:
Após 600s, a concentração de N2O5 cai de 0,040 Mol/L
para 0,0018 Mol/L.
Lei de velocidade integrada de
segunda ordem
• V=k[A] 2  V =-d[A]/dt = k[A]2 
d[A]/[A]2=-kdt
[A]f=

[A]o
1 + [A]okt
Modelo de Reações: A teoria do
complexo ativado
Usada para explicar como acontece
uma reação química.

Aplica-se a gases e soluções;
Mais geral que a teoria das colisões,
a qual foi elaborada para descrever
gases.
A teoria do complexo ativado:
características
1) Choques entre moléculas  reação
química;
2) Energia mínima (Ea)  Energia de
ativação;
3) Formação de estado de transição*;
4) Maior
temperatura

Mais
moléculas com energia de ativação.
*Estado intermediário de alta energia entre reagentes e produtos.
A teoria do complexo ativado:
exemplos
Choques entre moléculas

↑ Temperatura
↑Energia

Energia de ativação (Ea)
Catalisadores
 Qual a utilidade dos catalisadores? Baixar a energia de ativação.

Um catalisador fornece um novo
caminho de reação com
energia de ativação mais baixa.
Portanto, permitindo que mais
moléculas reagentes cruzem
a barreira e formem produtos.
Catalisadores químicos e
biológicos
Catálise química

Catálise biológica

Proteínas com funções
catalisadoras.
Catalisadores metálicos no
escapamento de um automóvel.
Revisão
 Lei de velocidade integrada de primeira ordem;
 Lei de velocidade integrada de segunda ordem;
 Modelos de reações;
 Teoria do complexo ativado:características e
exemplos;
 Catalisadores químicos e biológicos.
Obrigado.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Experimento 8 Cinética química
Experimento 8   Cinética químicaExperimento 8   Cinética química
Experimento 8 Cinética químicaSilvanildo Macário
 
Teoria do campo cristalino
Teoria do campo cristalinoTeoria do campo cristalino
Teoria do campo cristalinoFernando Santos
 
Resolução lista terceira_unidade
Resolução lista terceira_unidadeResolução lista terceira_unidade
Resolução lista terceira_unidadeLivia Cristina
 
Equilibrio Químico - Conteúdo completo
Equilibrio Químico - Conteúdo completoEquilibrio Químico - Conteúdo completo
Equilibrio Químico - Conteúdo completoRosbergue Lúcio
 
Aula de equilíbrio quimico
Aula de equilíbrio quimicoAula de equilíbrio quimico
Aula de equilíbrio quimicoIsabele Félix
 
Relatório sobre esteres
Relatório sobre esteres Relatório sobre esteres
Relatório sobre esteres nataschabraga
 
Química Geral 2016/1 Aula 20
Química Geral 2016/1 Aula 20Química Geral 2016/1 Aula 20
Química Geral 2016/1 Aula 20Ednilsom Orestes
 
Aula 13 controle das reações químicas - parte i (cinética química) - 27.04.11
Aula 13   controle das reações químicas - parte i (cinética química) - 27.04.11Aula 13   controle das reações químicas - parte i (cinética química) - 27.04.11
Aula 13 controle das reações químicas - parte i (cinética química) - 27.04.11Nelson Virgilio Carvalho Filho
 
Cinetica quimica
Cinetica quimicaCinetica quimica
Cinetica quimicaLiana Maia
 
CINÉTICA QUÍMICA
CINÉTICA QUÍMICACINÉTICA QUÍMICA
CINÉTICA QUÍMICAeglailima
 
Apostila cálculo de reatores i
Apostila cálculo de reatores iApostila cálculo de reatores i
Apostila cálculo de reatores iOnildo Lima
 
Balanceamento de equações químicas
Balanceamento de equações químicasBalanceamento de equações químicas
Balanceamento de equações químicasRafael Nishikawa
 
2014 1 - qb70 d- cinetica aula 2
2014 1 - qb70 d- cinetica aula 22014 1 - qb70 d- cinetica aula 2
2014 1 - qb70 d- cinetica aula 2francar francar
 

Mais procurados (20)

Cinética Química
Cinética QuímicaCinética Química
Cinética Química
 
Experimento 8 Cinética química
Experimento 8   Cinética químicaExperimento 8   Cinética química
Experimento 8 Cinética química
 
Termoquímica
TermoquímicaTermoquímica
Termoquímica
 
Teoria do campo cristalino
Teoria do campo cristalinoTeoria do campo cristalino
Teoria do campo cristalino
 
Resolução lista terceira_unidade
Resolução lista terceira_unidadeResolução lista terceira_unidade
Resolução lista terceira_unidade
 
Cinética
CinéticaCinética
Cinética
 
Equilibrio Químico - Conteúdo completo
Equilibrio Químico - Conteúdo completoEquilibrio Químico - Conteúdo completo
Equilibrio Químico - Conteúdo completo
 
Aula termoquímica
Aula termoquímicaAula termoquímica
Aula termoquímica
 
Aula de equilíbrio quimico
Aula de equilíbrio quimicoAula de equilíbrio quimico
Aula de equilíbrio quimico
 
Soluções
SoluçõesSoluções
Soluções
 
Relatório sobre esteres
Relatório sobre esteres Relatório sobre esteres
Relatório sobre esteres
 
Química Geral 2016/1 Aula 20
Química Geral 2016/1 Aula 20Química Geral 2016/1 Aula 20
Química Geral 2016/1 Aula 20
 
Quim04 livro-propostos
Quim04 livro-propostosQuim04 livro-propostos
Quim04 livro-propostos
 
Aula 13 controle das reações químicas - parte i (cinética química) - 27.04.11
Aula 13   controle das reações químicas - parte i (cinética química) - 27.04.11Aula 13   controle das reações químicas - parte i (cinética química) - 27.04.11
Aula 13 controle das reações químicas - parte i (cinética química) - 27.04.11
 
Cinetica quimica
Cinetica quimicaCinetica quimica
Cinetica quimica
 
CINÉTICA QUÍMICA
CINÉTICA QUÍMICACINÉTICA QUÍMICA
CINÉTICA QUÍMICA
 
Apostila cálculo de reatores i
Apostila cálculo de reatores iApostila cálculo de reatores i
Apostila cálculo de reatores i
 
Balanceamento de equações químicas
Balanceamento de equações químicasBalanceamento de equações químicas
Balanceamento de equações químicas
 
2014 1 - qb70 d- cinetica aula 2
2014 1 - qb70 d- cinetica aula 22014 1 - qb70 d- cinetica aula 2
2014 1 - qb70 d- cinetica aula 2
 
Calculo estequiometrico
Calculo estequiometricoCalculo estequiometrico
Calculo estequiometrico
 

Semelhante a Conceitos Cinética Química

Cinetica Quimica, ENSINO MÉDIO.ppt.pptx
Cinetica Quimica, ENSINO MÉDIO.ppt.pptxCinetica Quimica, ENSINO MÉDIO.ppt.pptx
Cinetica Quimica, ENSINO MÉDIO.ppt.pptxMistaelPantojaLeao
 
apresentação de Cinetica Quimica turma do terceiro ano
apresentação de Cinetica Quimica turma do terceiro anoapresentação de Cinetica Quimica turma do terceiro ano
apresentação de Cinetica Quimica turma do terceiro anoIgorAngel1
 
apostila segundo ano ensino médio coc cinética quimica
apostila segundo ano ensino médio coc cinética quimicaapostila segundo ano ensino médio coc cinética quimica
apostila segundo ano ensino médio coc cinética quimicaDeisemariadeOliveira1
 
cinticaqumica-141002231720-phpapp. 02.pdf
cinticaqumica-141002231720-phpapp. 02.pdfcinticaqumica-141002231720-phpapp. 02.pdf
cinticaqumica-141002231720-phpapp. 02.pdfMariaCeclia811680
 
Cinética Química - Fisico-química
Cinética Química - Fisico-químicaCinética Química - Fisico-química
Cinética Química - Fisico-químicaDanilo Alves
 
Cinética química professora estela
Cinética química professora estelaCinética química professora estela
Cinética química professora estelaEstela Oliveira
 
Cinética química professora estela
Cinética química professora estelaCinética química professora estela
Cinética química professora estelaEstela Oliveira
 
Resumo te rico cin-tica qu-mica.QUIMICA
Resumo te rico cin-tica qu-mica.QUIMICAResumo te rico cin-tica qu-mica.QUIMICA
Resumo te rico cin-tica qu-mica.QUIMICAcolegioexpansao
 
Slides da aula de Química (Manoel) sobre Cinética Química
Slides da aula de Química (Manoel) sobre Cinética QuímicaSlides da aula de Química (Manoel) sobre Cinética Química
Slides da aula de Química (Manoel) sobre Cinética QuímicaTurma Olímpica
 
Cinética Química
Cinética QuímicaCinética Química
Cinética QuímicaVinny Silva
 

Semelhante a Conceitos Cinética Química (20)

Slides_-_Aula_7.pdf
Slides_-_Aula_7.pdfSlides_-_Aula_7.pdf
Slides_-_Aula_7.pdf
 
Cinetica Quimica, ENSINO MÉDIO.ppt.pptx
Cinetica Quimica, ENSINO MÉDIO.ppt.pptxCinetica Quimica, ENSINO MÉDIO.ppt.pptx
Cinetica Quimica, ENSINO MÉDIO.ppt.pptx
 
443 cinética química (1)
443 cinética química (1)443 cinética química (1)
443 cinética química (1)
 
cinetica quimica ok.ppt
cinetica quimica ok.pptcinetica quimica ok.ppt
cinetica quimica ok.ppt
 
Cinética química
Cinética químicaCinética química
Cinética química
 
Cinetica
CineticaCinetica
Cinetica
 
Cinetica
CineticaCinetica
Cinetica
 
apresentação de Cinetica Quimica turma do terceiro ano
apresentação de Cinetica Quimica turma do terceiro anoapresentação de Cinetica Quimica turma do terceiro ano
apresentação de Cinetica Quimica turma do terceiro ano
 
apostila segundo ano ensino médio coc cinética quimica
apostila segundo ano ensino médio coc cinética quimicaapostila segundo ano ensino médio coc cinética quimica
apostila segundo ano ensino médio coc cinética quimica
 
Cinética química
Cinética químicaCinética química
Cinética química
 
cinticaqumica-141002231720-phpapp. 02.pdf
cinticaqumica-141002231720-phpapp. 02.pdfcinticaqumica-141002231720-phpapp. 02.pdf
cinticaqumica-141002231720-phpapp. 02.pdf
 
Cinética Química - Fisico-química
Cinética Química - Fisico-químicaCinética Química - Fisico-química
Cinética Química - Fisico-química
 
Cinética química professora estela
Cinética química professora estelaCinética química professora estela
Cinética química professora estela
 
Cinética química professora estela
Cinética química professora estelaCinética química professora estela
Cinética química professora estela
 
Cinética química
Cinética químicaCinética química
Cinética química
 
Resumo te rico cin-tica qu-mica.QUIMICA
Resumo te rico cin-tica qu-mica.QUIMICAResumo te rico cin-tica qu-mica.QUIMICA
Resumo te rico cin-tica qu-mica.QUIMICA
 
Slides da aula de Química (Manoel) sobre Cinética Química
Slides da aula de Química (Manoel) sobre Cinética QuímicaSlides da aula de Química (Manoel) sobre Cinética Química
Slides da aula de Química (Manoel) sobre Cinética Química
 
Cinética Química
Cinética QuímicaCinética Química
Cinética Química
 
Cinética química
Cinética químicaCinética química
Cinética química
 
Cinetica
CineticaCinetica
Cinetica
 

Último

Atividade com a letra da música Meu Abrigo
Atividade com a letra da música Meu AbrigoAtividade com a letra da música Meu Abrigo
Atividade com a letra da música Meu AbrigoMary Alvarenga
 
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptxAula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptxBiancaNogueira42
 
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptxSlides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptxAs Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptxAlexandreFrana33
 
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdfPLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdfProfGleide
 
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxDeyvidBriel
 
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSO
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSOVALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSO
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSOBiatrizGomes1
 
trabalho wanda rocha ditadura
trabalho wanda rocha ditaduratrabalho wanda rocha ditadura
trabalho wanda rocha ditaduraAdryan Luiz
 
O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdf
O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdfO Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdf
O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdfPastor Robson Colaço
 
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdf
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdfMapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdf
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdfangelicass1
 
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdfSimulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdfEditoraEnovus
 
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfBRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfHenrique Pontes
 
Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdf
Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdfGuia completo da Previdênci a - Reforma .pdf
Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdfEyshilaKelly1
 
Doutrina Deus filho e Espírito Santo.pptx
Doutrina Deus filho e Espírito Santo.pptxDoutrina Deus filho e Espírito Santo.pptx
Doutrina Deus filho e Espírito Santo.pptxThye Oliver
 
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdfCurrículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdfIedaGoethe
 
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbv19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbyasminlarissa371
 
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxSlides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
HABILIDADES ESSENCIAIS - MATEMÁTICA 4º ANO.pdf
HABILIDADES ESSENCIAIS  - MATEMÁTICA 4º ANO.pdfHABILIDADES ESSENCIAIS  - MATEMÁTICA 4º ANO.pdf
HABILIDADES ESSENCIAIS - MATEMÁTICA 4º ANO.pdfdio7ff
 
Habilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e EspecíficasHabilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e EspecíficasCassio Meira Jr.
 

Último (20)

Atividade com a letra da música Meu Abrigo
Atividade com a letra da música Meu AbrigoAtividade com a letra da música Meu Abrigo
Atividade com a letra da música Meu Abrigo
 
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptxAula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
 
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptxSlides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
 
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptxAs Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
As Viagens Missionária do Apostolo Paulo.pptx
 
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdfPLANEJAMENTO anual do  3ANO fundamental 1 MG.pdf
PLANEJAMENTO anual do 3ANO fundamental 1 MG.pdf
 
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
 
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSO
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSOVALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSO
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSO
 
trabalho wanda rocha ditadura
trabalho wanda rocha ditaduratrabalho wanda rocha ditadura
trabalho wanda rocha ditadura
 
O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdf
O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdfO Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdf
O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdf
 
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO3_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdf
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdfMapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdf
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdf
 
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdfSimulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
 
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfBRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
 
Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdf
Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdfGuia completo da Previdênci a - Reforma .pdf
Guia completo da Previdênci a - Reforma .pdf
 
Doutrina Deus filho e Espírito Santo.pptx
Doutrina Deus filho e Espírito Santo.pptxDoutrina Deus filho e Espírito Santo.pptx
Doutrina Deus filho e Espírito Santo.pptx
 
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdfCurrículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
 
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbv19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
 
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxSlides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
 
HABILIDADES ESSENCIAIS - MATEMÁTICA 4º ANO.pdf
HABILIDADES ESSENCIAIS  - MATEMÁTICA 4º ANO.pdfHABILIDADES ESSENCIAIS  - MATEMÁTICA 4º ANO.pdf
HABILIDADES ESSENCIAIS - MATEMÁTICA 4º ANO.pdf
 
Habilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e EspecíficasHabilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e Específicas
 

Conceitos Cinética Química

  • 2. Explicar o que é cinética química, apresentando seus principais conceitos e exemplificando algumas reações químicas.
  • 3. Conteúdos                 O que é cinética química?; Velocidade de uma reação química e unidade; Velocidade de uma reação química e a concentração; Velocidade instantânea de uma reação; Lei de velocidade; Lei de velocidade e ordem de uma reação; Revisão; Lei de velocidade integrada de primeira ordem; Aplicação da lei de velocidade integrada de primeira ordem; Lei de velocidade integrada de segunda ordem; Modelo de reações: a teoria do complexo ativado; Teoria do complexo ativado: características; Teoria do complexo ativado: exemplos; Catalisadores; Catalisadores químicos e biológicos; Revisão.
  • 4. O que é cinética química? Uma área da química envolvida estudo das reações químicas. no
  • 5. Velocidade de uma reação química e unidade  Na física: Vm=∆S/∆t .: ∆S= variação da posição e ∆t= variação do tempo.  Na química: Vm=-∆[x]/∆t .: x massa do composto molaridade do composto e ∆t= variação do tempo.
  • 6. Velocidade de uma reação química e Velocidade de uma reação a concentração química e a concentração • Vm=-∆[x]/∆T Vm=-∆[x]/∆t aA + bB  cC + dD Reação química genérica aA + bB  cC + dD Reação química genérica • Como expressar a velocidade de uma reação  Como independentemente de química expressar a velocidade dos uma reação coeficientes química independentemente dos coeficientes estequimiométrico? estequimiométrico? vm = 𝑉𝑚 1∆[𝐴] =𝑎∆𝑇 1∆[𝐵] 𝑏∆𝑇 = 1∆[𝐶] 1∆[𝐷] 𝑐∆𝑇 = 𝑑∆𝑇
  • 7. A velocidade instantânea velocidade instantânea da reação de uma reação Vm = Vm 1d[A] a∆T =- 1d[B] b∆T = 1d[C] c∆T = 1d[D] d∆T Velocidade de uma reação química em termos da derivada*. * Derivada: Operação matemática relacionando duas variáveis.
  • 8. Lei de velocidade V= a k[X] .: V=V(X)  V velocidade da reação; k Constante de velocidade e X Concentração da espécie.  Expresse a velocidade de isomerização do isocianeto de hidrogênio para cianeto de hidrogênio? 1) Reação química: HNC(g)  HCN(g) 2) Lei de velocidade*: V=k[HNC]a *Uma lei de velocidade é determinada experimentalmente.
  • 9. Lei de velocidade e ordem de uma reação  Ordem da reação*: valor do expoente da concentração  Exemplo: H2 + Br2  2HBr .: V= k[H2][Br2]1/2  Ordem de reação para [H2] = 1  Ordem de reação para [Br2] = ½ Qual a ordem de reação global para a reação acima? 1+1/2 = 3/2. *A ordem da reação assuem valores inteiros ou semi-inteiros.
  • 10. Revisão  O que é cinética química?;  Velocidade de uma reação e unidade;  Velocidade de uma reação e concentração;  Velocidade instantânea;  Lei de velocidade;  Ordem de uma reação;
  • 11. Lei de velocidade integrada de primeira ordem V=k[A]  V = - d[A]/dt = k[A]  d[A]/[A]=-kdt [A]f=[A]oe-kt
  • 12. Aplicação da Lei de velocidade integrada de primeira ordem  Calcule a concentração de N2O5 remanescente 600s (10min) após o início de sua decomposição a 65ºC, quando sua concentração inicial era 0,040 Mol/L. A constante k vale 5,2x10-3 s-1.  1) reação química: 2N2O5(g)  4NO2(g) + O2(g)  2) velocidade: V=k[N2O5]  3) [A]f=[A]oe-Kt: [N2O5]f= [N2O5]ie-kt  4) [N2O5]f= (0,040 Mol/L).e-(5,2x10-3s-1)x(600s)  5) [N2O5]f= 0,0018Mol/L  Análise da reação: Após 600s, a concentração de N2O5 cai de 0,040 Mol/L para 0,0018 Mol/L.
  • 13. Lei de velocidade integrada de segunda ordem • V=k[A] 2  V =-d[A]/dt = k[A]2  d[A]/[A]2=-kdt [A]f= [A]o 1 + [A]okt
  • 14. Modelo de Reações: A teoria do complexo ativado Usada para explicar como acontece uma reação química. Aplica-se a gases e soluções; Mais geral que a teoria das colisões, a qual foi elaborada para descrever gases.
  • 15. A teoria do complexo ativado: características 1) Choques entre moléculas  reação química; 2) Energia mínima (Ea)  Energia de ativação; 3) Formação de estado de transição*; 4) Maior temperatura  Mais moléculas com energia de ativação. *Estado intermediário de alta energia entre reagentes e produtos.
  • 16. A teoria do complexo ativado: exemplos Choques entre moléculas ↑ Temperatura ↑Energia Energia de ativação (Ea)
  • 17. Catalisadores  Qual a utilidade dos catalisadores? Baixar a energia de ativação. Um catalisador fornece um novo caminho de reação com energia de ativação mais baixa. Portanto, permitindo que mais moléculas reagentes cruzem a barreira e formem produtos.
  • 18. Catalisadores químicos e biológicos Catálise química Catálise biológica Proteínas com funções catalisadoras. Catalisadores metálicos no escapamento de um automóvel.
  • 19. Revisão  Lei de velocidade integrada de primeira ordem;  Lei de velocidade integrada de segunda ordem;  Modelos de reações;  Teoria do complexo ativado:características e exemplos;  Catalisadores químicos e biológicos.