Ppoint.Fungos.2009 C Nat.#

8.432 visualizações

Publicada em

Resumo sobre o reino dos fungos.

0 comentários
6 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
8.432
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
11
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
403
Comentários
0
Gostaram
6
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Ppoint.Fungos.2009 C Nat.#

  1. 1. Ciências da Natureza Reino dos Fungos
  2. 2. Exemplo de fungo
  3. 3. Exemplo de fungos
  4. 4. Exemplo de fungos
  5. 5. Exemplo de fungos
  6. 6. Exemplo de fungos
  7. 7. Exemplo de fungos
  8. 8. Exemplos de fungos
  9. 9. Exemplo de fungo comestível: Morchella sp.
  10. 10. Exemplo de fungo comestível: Agaricus sp.
  11. 11. Exemplo de doença provocada por fungo (micose) na pele:
  12. 12. Exemplo de micose provocada por fungo no couro cabeludo:
  13. 13. Exemplo de fungos
  14. 14. Exemplo de fungos
  15. 15. Exemplo de fungos
  16. 16. Exemplo de fungos
  17. 17. Exemplo de fungo: Laranja contaminada com Penicillium sp , vista a olho nú
  18. 18. Micografia eletrônica de varredura mostrando o corpo de frutificação do Penicillium sp . freqüente bolor encontrado em frutas. Os pequenos e leves esporos esféricos (conidiósporos) brotam de conídios que surgem na extremidade de uma hifa especializada, o conidióforo .
  19. 19. Exemplo de fungos unicelulares: Saccharomyce sp
  20. 20. <ul><li>Principais características: </li></ul><ul><li>São eucariontes; </li></ul><ul><li>São heterotróficos; </li></ul><ul><li>São aclorofilados; </li></ul><ul><li>Possuem espécies multice-lulares (a maioria filamen-tosa) e unicelulares; </li></ul>I.E.C.P. C.Nat.
  21. 21. Organização corporal dos fungos: Todos os fungos multicelulares são constituídos por filamentos microscópicos ramificados chamados de hifas . O conjunto ou a associação de hifas forma uma estrutura denominada de micélio . O micélio é que forma o corpo do fungo multicelular.
  22. 22. <ul><li>A hifa é um tubo microscópico que contém o material celular do fungo. As hifas podem ser de dois tipos: </li></ul><ul><li>Hifas cenocíticas; </li></ul><ul><li>Hifas septadas; </li></ul>
  23. 23.  Hifas Cenocíticas: São formadas por tubos contínuos, sem divisões transversais, preenchidos por uma massa citoplasmática com centenas de núcleos.  Hifas Septadas: Apresentam paredes transversais (septos) delimitando compartimentos celulares com um ou dois núcleos, dependendo do estágio do ciclo sexual.
  24. 24. Hifa cenocítica Hifa septada
  25. 25. Hifa septada
  26. 26. exemplificação de desenvolvimento
  27. 27. outro exemplo de desenvolvimento
  28. 28. Nutrição dos Fungos: Os fungos possuem nutrição heterotrófica e utilizam grande variedade de fontes orgânicas de alimento. A maioria das espécies vivem no solo, nutrindo-se de matéria orgânica sem vida (cadáveres) de animais e plantas e de restos orgânicos.
  29. 29. Outras espécies nutrem-se de matéria orgânica viva, causando doenças em animais e plantas, e também são responsáveis pelo apodrecimento de frutas, hortaliças e legumes. Os fungos são os principais decompositores da natureza e desempenham uma importante função na reciclagem dos elementos químicos que constituem a matéria orgânica do planeta.
  30. 30. Algumas espécies de fungos são parasitas, vivendo à custa de animais e plantas vivos. Ainda, há espécies que vivem em associações harmônicas com outros organismos, trocando benefícios, como é o caso dos fungos que constituem os liquens e as micorrizas .
  31. 31. Micorrizas
  32. 32. <ul><li>Classificação dos fungos: </li></ul><ul><li>Os fungos podem ser classificados em cinco grupos ou Filos : </li></ul><ul><li>Filo Zigomicetos [Filo Zigomycota]; </li></ul><ul><li>Filo Ascomicetos [Filo Ascomycota]; </li></ul><ul><li>Filo Basidiomicetos [Filo Basidiomy-cota]; </li></ul><ul><li>Filo Quitridiomicetos ou Mastigomicetos [Filo Chytridiomycota]; </li></ul><ul><li>Filo Deuteromicetos [Filo Deuteromy-cota]; </li></ul>
  33. 33. Filo Chytridiomycota O filo Chytridiomycota (quitridiomicetos ou mastigomicetos), reúne fungos, em sua maioria aquática, que possuem flagelos em algum estágio do ciclo de vida. Nenhum dos outros grupos de fungos apresenta flagelos e essa é a causa principal de alguns acadêmicos não aceitarem os quitridiomicetos nos reino dos fungos.
  34. 34. Filo Chytridiomycota Algumas espécies são unicelulares, mas a maioria é filamentosa com hifas cenocíticas. Muitas espécies de quitridiomicetos são saprofágicas, contudo há espécies parasitas.
  35. 35. Filo Zygomycota O filo Zygomycota (zigomicetos) reúne fungos que não formam corpo de frutificação durante os processos sexuados. Também são os únicos fungos multicelulares, além dos quitridiomicetos (citridiomicetos), a apresentarem hifas cenocíticas, pois todos os outros grupos apresentam hifas septadas. Em classificações mais anteriores (antigas) os zigomicetos eram denominados de ficomicetos .
  36. 36. Filo Zygomycota Esse filo possui espécies de vida livre. Existem também espécies de zigomicetos parasitas de protozoários, de vermes e insetos e, ainda, espécies que formam associações mutualísticas com raízes de plantas, chamadas de micorrizas .
  37. 37. Filo Ascomycota Os ascomicetos representam aproximadamente a metade de todas as espécies descritas de fungos. Caracterizam-se por formar, no ciclo de reprodução sexuada, células especiais em forma de saco, os ascos .
  38. 38. Filo Ascomycota No interior dos ascos formam-se esporos sexuais denominados ascósporos . Em certos ascomicetos, os ascos ficam agrupados em corpos de frutificação carnosos denominados de ascocarpos ou ascomas .
  39. 39. Filo Basidiomycota O filo Basidiomycota agrupa os fungos que formam, durante o ciclo de reprodução sexuada, células especiais, os basídios , onde se originam os esporos sexuais, denominados de basidiósporos .
  40. 40. Filo Basidiomycota Nesse filo, também existem grupos de fungos que formam corpos de frutificação, chamados de basidiocarpos ou basidiomas , ou popularmente conhecidos como cogumelos .
  41. 41. Filo Deuteromycota O filo Deuteromycota agrupa as espécies de fungos que na verdade aguardam uma melhor classificação. Esse filo é uma categoria de conveniência e conforme o ampliação das pesquisas e a descobertas futuras tenderá a ser extinto.
  42. 42. Quadro sinóptico sobre a classificação dos fungos.
  43. 43. Reprodução dos fungos: O processo de formação de uma primeira hifa a partir de um esporo é conhecido como germinação. A hifa , se alonga progressivamente e se ramifica, originando o micélio . No reino dos fungos verifica-se processos reprodutivos assexuado (agâmico) e sexuado (gâmico).
  44. 44. Importância Ecológica dos Fungos: Os fungos são organismos importantes para a manutenção do equilíbrio no ambiente (natureza).
  45. 45. As espécies de fungos saprofágicos , juntamente, com certas bactérias, desempenham importante papel de agentes decompositores , desintegrando cadáveres, restos de animais e plantas e resíduos orgânicos. Isso permite que os elementos químicos constituintes da matéria orgânica provenientes dos seres mortos sejam incorporados ao ambiente e sejam aproveitados pelos novos seres .
  46. 46. Aspectos Negativos dos Fungos: Algumas espécies de fungos, são parasitas e causam doenças em plantas e animais, incluído a espécie humana. Outros, não causam doenças, mas podem decompor ou podem provocar o apodrecimento de roupas, alimentos, objetos de couro e madeiras, etc.
  47. 47. Existem fungos que produzem toxinas. Algumas dessas toxinas podem provocar a morte de animais, plantas e seres humanos. E, ainda há espécies que podem causar o câncer, e também são capazes de elaborar toxinas alucinógenas, como o LSD.
  48. 48. B loo
  49. 49. B loo

×