MaláRia

8.149 visualizações

Publicada em

Publicada em: Tecnologia, Turismo
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
8.149
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
79
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

MaláRia

  1. 1. Malária
  2. 2. As alterações climáticas expandem a malária para outros países. Porque? Os mosquitos só transmitem a doença em regiões onde as temperaturas médias sejam cerca de 20-30°C, logo com as alterações climáticas, as temperaturas nos países aumentam , sendo a probabilidade dessa região ser infectada maior.
  3. 3. O que é? <ul><li>A malária ou paludismo é uma doença infecciosa aguda ou crónica causada por protozoários parasitas do género Plasmodium , transmitidos pela picada do mosquito Anopheles . O Plasmodium é um parasita, ou seja, um ser que vive às custas de um outro, neste caso o homem, causando-lhe prejuízo – expresso pela malária </li></ul><ul><li>A malária mata 3 milhões de pessoas por ano, uma taxa só comparável à da SIDA, e afecta mais de 500 milhões de pessoas todos os anos. É a principal parasita tropical e uma das mais frequentes causas das mortes em crianças nesses países: (mata um milhão de crianças com menos de 5 anos a cada ano). Segundo a OMS, a malária mata uma criança africana a cada 30 segundos, e muitas crianças que sobrevivem a casos severos sofrem danos cerebrais graves e têm dificuldades de aprendizagem. </li></ul>
  4. 4. Transmissão <ul><li>A malária é transmitida pela picada das fêmeas de mosquitos do género Anopheles . Os mosquitos têm maior actividade durante o período da noite, do anoitecer ao amanhecer. Contaminam-se ao picar os portadores da doença, tornando-se o principal vector de transmissão desta para outras pessoas. </li></ul><ul><li>O mosquito da malária só atinge número suficiente de indivíduos para a transmissão da doença em regiões onde as temperaturas médias sejam cerca de 20-30°C, e humidade alta. Só os mosquitos fêmeas picam o homem e alimentam-se de sangue. Os machos vivem de seivas de plantas. As larvas desenvolvem-se em águas paradas, e o predomínio máximo ocorre durante as estações com chuva abundante. </li></ul>
  5. 5. <ul><li>Transmissão induzida : é como se denomina qualquer tipo ou qualquer outro modo de transmissão que não é natural. São exemplos a transfusão de sangue , uso compartilhado de agulhas contaminadas e malária adquirida no momento do parto. </li></ul><ul><li>Transmissão natural : O mosquito fêmea após o acasalamento precisa de alimentar-se de sangue para a maturação dos ovos. Ao nascer, o mosquito não transmite a doença, o que acorre apenas no caso da malária. </li></ul>
  6. 6. Fêmea de Anopheles alimentando-se de sangue humano
  7. 7. Prevenção <ul><li>Ainda não há uma vacina eficaz contra a malária, havendo ainda poucos estudos sobre testes de uma vacina artificial desenvolvida por Manuel Elkin Patarroyo . Acredita-se que uma vacina possa estar disponível comercialmente nos próximos anos, ou seja, até 2010. </li></ul><ul><li>Mas enquanto isso, as melhores medidas são : </li></ul><ul><li>• Destruição do mosquito Anopheles . </li></ul><ul><li>• O uso de redes contra mosquitos é eficaz na protecção durante o sono, quando ocorre a grande maioria das infecções. </li></ul><ul><li>• Os cremes repelentes de insectos também são eficazes, mas mais caros que as redes. </li></ul><ul><li>• A roupa deve cobrir completamente a pele nua durante o dia. </li></ul><ul><li>O mosquito não tem tanta tendência para picar o rosto ou as mãos, onde os vasos sanguíneos são menos atingíveis, enquanto as pernas, os braços ou o pescoço têm vasos sanguíneos mais visíveis. </li></ul>
  8. 8. Sintomas <ul><li>Os sintomas da malária não aparecem de imediato. O intervalo entre a picada do mosquito e o aparecimento dos sintomas, chamado de período de incubação, varia de cerca de 12 a 30 dias. </li></ul><ul><li>Os principais sintomas da Malária são: </li></ul><ul><li>● Dores de cabeça; </li></ul><ul><li>● Dores pelo corpo; </li></ul><ul><li>● Fadiga; </li></ul><ul><li>● Febre; </li></ul><ul><li>● Náuseas; </li></ul><ul><li>● Vómito; </li></ul>
  9. 9. <ul><li>• Se a doença avançar demasiado rápido pode levar a que as pessoas sofram delírios mentais. </li></ul><ul><li>Se existirem casos de malária cerebral, renal e hepática podem levar à morte se não forem diagnosticadas logo. </li></ul>
  10. 10. Tratamento <ul><li>Apesar de grave, a malária tem cura. Seu tratamento consiste na eliminação dos Plasmodium da corrente sanguínea – que deve ser feita de forma correcta e completa; caso contrário, podem restar parasitas no sangue, que produzirão novos surtos da doença. </li></ul><ul><li>Além disso, a pessoa ainda permanecerá sendo uma fonte de infecção para outras. </li></ul>
  11. 11. Trabalho realizado por : <ul><li>Carolina Gomes, 9ºA, nº 4 </li></ul><ul><li>Mónica Ferreira da Silva, 9º A , nº 12 </li></ul><ul><li>Rita Fernandes, 9º A, nº 17 </li></ul>

×