A indústria no brasil ifpe

5.702 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
5.702
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4.510
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
57
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

A indústria no brasil ifpe

  1. 1. A Indústria no Brasil Contexto Século XIX A economia cafeeira, dominante nesse período, dinamizou as atividades urbanas, estimulou aimigração européia e gerou um empresariado nacional com capacidade de investir em alguns setores.
  2. 2. Influências dos Imigrantes Hábitos de consumo de produtosindustrializados. Experiências em relação ao processo de produção industrial e ao trabalho como operários.
  3. 3. Contexto Histórico Abolição da escravidão. Aos poucos formou-se um mercado interno, que se ampliou no final do século XIX. Intensificação do processo de Imigração. Ampliação das indústrias de alimentos, calçados, tecidos, confecções, velas, móveis, sobretudo, no estado de São Paulo.
  4. 4. Observações: Nesse momento histórico São Paulo, centro da atividade cafeeira e principal porta de entrada de imigrantes. Apesar de todos os avanços da industrialização, a economia ainda era comandada pela produção agrícola, especialmente de café. No início do século XX, a indústria continuou a crescer e aumentar sua participação na economia brasileira.
  5. 5. A Era Mauá Pioneirismo das atividades industriais no Brasil partiram de uma pequena classe de empresários empreendedores que atuaram não só no setor industrial, mas também no setor financeiro e comercial. Realizações de Irineu Evangelista de Sousa. Criação da indústria naval Fábricas para a produção de caldeiras.
  6. 6. Era Mauá Foi responsável pela consrução da estrada de ferro – A Imperial Companhia de Navegação a vapor e Estrada de ferro de Petropólis, ou estrada de ferro Mauá. Fez o primeiro trecho da estrada de rodagem pavimentada, a União e a Indústria, que ligava Juiz de Fora a Petropólis.
  7. 7. Era Mauá. Participou da fundação da Companhia de Gás do Rio de Janeiro que propiciou a inauguração da iluminação pública, e da instalação do primeiro cabo de telegráfo submarino ligado o Brasil e a Europa. Foi fundador do Banco Mauá.
  8. 8. A Crise de 1929 e o Desenvolvimento Industrial A crise mundial abalou o mercado mundial. A produção mundial dos Estados Unidos diminuiu cerca de 50% A produção agrícola também não encontrava compradores. Intervenção do Estado.
  9. 9. Consequências da Crise de 1929 Brasil- O pais dependia de 70% das exportações do produto café. O maior comprador os Estados Unidos. Insatisfação política – Golpe de Estado. Redução do preço do café no mercado internacional.
  10. 10. Modelo de Industrialização Substituições de Importações Observações: A partir dos anos 1930 – 1940, a indústria transformou-se num setor importante da economia,alcançando taxas de crescimento superiores às do setor agropecuário. Os produtos industrializados no Brasil passaram a ocupar uma boa parte do mercado interno.
  11. 11. Governo Vargas A economia diversificou. Ao lado da indústria têxtil, alimenticia e de confecção, outros setores se estabeleceram, como os de cimento, aço, materiais de transporte e extração mineral. A década de 1940 foi decisiva para polítca econômica de Vargas. Fundação da Companhia Siderúrgica Nacional, Companhia Vale do Rio Doce, Fábrica Nacional de Motores.
  12. 12. Governo de Getúlio Vargas (1950-1954). Criação da Petrobras Todas essas empresas tinham participação majoritária do capital estatal. Política Nacionalista com Predomínio de Capital Estatal.
  13. 13. Juscelino Kubitischek A Política econômica de Jk foi definida no Programa de Metas. Objetivos: energia, transportes, alimentação, indústrias de base, educação e construção de Brasília. Política Nacionalista com capital estrangeiro.
  14. 14. Os anos do Milagre O período de 1969 e 1973 Governo de Médici Causa do milagre – conjuntura externa favorável. Descentralização das atividades Expansão da economia Observações: os salários da classe média se eleveram mais em proporção inferior às taxas de crescimento.
  15. 15. Anos do Milagre O operariado industrial e as classes mais pobres conviveram, durante esse período com a polítca de arrocho salarial com objetivo de reduzir o custo com a mão-de- obra para elevar as taxas de lucros e atrair investimentos estrangeiros. Política de Internacionalização.
  16. 16. Era do Milagre Expansão do mercado interno Fortalecimento das exportações Variedade de produtos. Aumento das taxas de juros internacionais. Má gestão do dinheiro e incapacidade do governo pagar suas dívidas.
  17. 17. Segunda Metade da década de 70 e a década de 80. Crescimento da dívida externa. Diminuição dos investimentos estrangeiros. Elevação com a importação do petróleo. Queda de preços de várias matérias- primas agrícolas e minerais exportados no Brasil. Inflação e desemprego.
  18. 18. Metade da década de 70 e a década 80. Baixo nível de crescimento do PIB. Modelo desenvolvimentista esgotado A década de 80 ficou conhecida como década perdida. Muitas atividades industriais apresentaram problemas no sistema de produção e produtividade.
  19. 19. Industrialização no Período Atual. Década de 90, o país se abriu para as importações. Foi a era dos produtos importados. Exemplos: automóveis, alimentos, roupas, eletrodomésticos, roupas, computadores, softwares, telefone celulares, brinquedos invadiram o mercado nacional. Tarifas aduaneiras e fusões.
  20. 20. Privatizações Contextualização: Privatizações realizadas por pressões oriundas do FMI e do Banco Mundial, tornando-se condição primordial para obtenção de empréstimos junto a essas instituições. Justificativa dos neoliberais: As empresas estatais davam prejuízos, eram ineficientes e pouco competitivas.
  21. 21. Contextualizando as Privatizações: Redução do patrimônio público Argumentação: Sem desestatização, a dívida interna ainda seria maior trazendo mais problemas para o governo.
  22. 22. Plano Real Fortalecimento da Moeda Estabilidade Econômica Mudança da moeda (Câmbio) Valorização da moeda em relação ao dólar. A indústria brasileira ficou mais dependente das importações.
  23. 23. 2003 Privatizações Perde Fôlego Para realizar investimentos de obras de infraestrutura o governo partiu para as (PPPs), nas quais o governo conta com o capital privado. Concessões de trechos importantes rodovias do país, como Fernão Dias, Regis Bittencourt e trechos da BR 101, que couberam ao consórcio espanhol OHL.
  24. 24. Continuação Exploração de terminais portuários de importantes portos como: Itaguai - Sepetiba no Rio de Janeiro Vitória (es), Santos (sp), Itajaí (sc), Suape (pe). Concesões de trechos da ferrovia Norte- Sul. Que parte do Maranhão até Palmas. Guerra Fiscal.

×