A indústria no brasil

9.119 visualizações

Publicada em

0 comentários
6 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
9.119
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
684
Comentários
0
Gostaram
6
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

A indústria no brasil

  1. 1. A INDÚSTRIA NO BRASIL GEOGRAFIA
  2. 2. A crise do café e a industrialização Embora tenha passado por importantes períodos de Com a crise de crescimento como o da I 1929 reduziu Guerra, à industrialização bastante as brasileira sofreu seu maior exportações do impulso a partir de café 1929, com a crise da Bolsa de Valores de Nova YorkO café permitiu a acumulação de capitais que serviram paraimplantar toda a infraestrutura necessária ao impulso daatividade industrial.
  3. 3. Toda infraestruturautilizada para escoar a produção Havia também grandecafeeira, consolidou-se em um eficiente disponibilidade de mão desistema de transporte. obra imigrante liberada nas cidades, além de significativa produção de energia elétrica. É importante lembrarQue com o colapso econômico mundial, diminuiu aentrada de mercadorias estrangeiras que poderiamcompetir com as nacionais
  4. 4. A Política de “Substituição de importações”• Embora a expressão substituição de importações possa ser utilizada desde a primeira fábrica instalada no país, permitindo substituir a importação de determinado produto, foi no Governo de Getúlio Vargas (1930-1945) que consolidou uma política industrial voltada à produção interna de mercadorias que até então eram importadas• Desvalorização da moeda nacional• Implantação de leis e tributos que restringiam a importações.
  5. 5. De 1930 1956, a industrializaçãono país caracterizou-se por umaestratégia governamental deimplantação de indústrias estataisnos setores de bens de produçãoe de infraestrutura.
  6. 6. Juscelino Kubitschek e o plano de metas O plano de metas, tinha por Durante o finalidade acelerar o governo de JK crescimento econômico do (1056-1961) país, implantando industrias houve um de grande porte para gerar grande muito empregos e dinamizar crescimento todo processo. econômico em O recurso adotado para isso, foi consequência da abrir as fronteiras ao capital implantação do estrangeiro, criando incentivos chamado Plano cambiais, fiscais e de Metas. tarifários, atraindo investimentos tanto sob a forma de implantação industrial como de empréstimos
  7. 7. Plano de Metas de JKtinha o objetivo de fazero país crescer “ 50 anoem 5”.Nesse período o modeloeconômico brasileiro ficouconhecido como tripé:constituído de capitalestatal, grandesconglomeradosinternacionais e nacionais
  8. 8. Distribuição Regional da Indústria Brasileira• A região Sudeste é a que apresenta o maior parque industrial do país. O Estado de São Paulo é o principal polo do Sudeste, esse polo pode ser dividido em quatro grandes eixos viários:1. Sistema Anchieta – Imigrantes2. Via Dutra, vale do Paraíba3. Via Anhanguera4. Via Castelo Branco
  9. 9. • Segundo grande polo • Em Minas Gerais: através industrial do Sudeste é o de políticas de incentivos Rio de Janeiro: para atrair investimentos• com destaque para Baixada industriais, Minas fluminense onde situa-se a apresenta um distritos refinaria Duque de Caxias. industriais em torno da• E na região Serrana, capital, como Contagem e Petrópolis e Nova Friburgo Betim. como um tradicional centro têxtil.
  10. 10. Região Sul Importante região da indústria Têxtil no Vale do Itajaí, em Os principais centros Santa Catarina com desta para da indústria no Sul as cidades de Joinville, encontram-se no Rio Blumenau e Brusque Grande do Sul, nas regiões como Viamão, Esteio, Gravataí e Canoas
  11. 11. Região Nordeste Salvador: no Recôncavo Baiano situa-se a refinaria Região com grandes Landulpho Alves e o polo problemas petroquímico de Camaçari econômicos e sociais, onde somente foi Recife: Através de possível alcançar um incentivos permitiu a nível de criação de três distritos industrialização industriais: Jaboatão, Cabo através de subsídios e e Paulista. incentivos pelos governos desta Fortaleza: é a que apresenta o região. (Sudene). menor parque -Mão de obra abundante e industrial, caracterizada por extremamente barata. indústrias tradicionais ( alimentos, têxtil e calçados)
  12. 12. EmboraA região Nordeste passou por um processo deindustrialização mais recente comparativamente ao Sudeste.Devido a suas condições locacionais, infra-estruturais, dosinvestimentos e da qualificação de sua mão de obra, a regiãoNordeste desenvolveu mais o setor de bens de consumo nãoduráveis como os setores alimentício, calçadista, têxtil econstrução civil.São setores relativamente mais simples e suas cadeiasprodutivas tem maior capacidade de contratar mão deobra, com vantagens comparativas para uma região carentede atividades.
  13. 13. Polo Petroquímico de Camaçari na Bahia, onde a base é refinaria Landulpho Alves no Recôncavo baiano.
  14. 14. Regiões Norte e Centro-Oeste Regiões caracterizadas Norte: destacam-se as indústrias de extração pelas atividades mineral( projetos de alumínio) econômicas de base e os produtos da Zona Franca primária, como o de Manaus, onde a maioria extrativismo e a das indústrias são de agropecuária, onde a montagens de atividade industrial é eletroeletrônicos. bastante limitada. Centro-Oeste: os principais centros industriais são Goiânia, Brasília, Anápolis e Campo Grande, produção voltada a bens de consumo
  15. 15. Zona Franca de Manaus, não foicapaz de absorver a mão de obralocal , despreparada para o setor
  16. 16. “O fenômeno da desconcentração industrial está modificando o perfil da economia da Região Sudeste. Durante boa parte do Século XX, de cada quatro indústrias, três ficavam no Sudeste. Hoje, embora aindaexista forte concentração de empresas, a realidade é outra. As indústrias estão se espalhando pelo país.”
  17. 17. (IBMEC-RJ) A chegada ao poder de Juscelino Kubitschek, em 1956, possibilitou uma mudança significativa em relação à economia brasileira, tomando como parâmetro os governos anteriores. Leia as seguintes afirmativas: I – Foram concedidas amplas facilidades para o ingresso em nosso país de investimentos estrangeiros.II – O Estado passou a não mais intervir em nenhum setor econômicoIII – Importantes setores da economia foram desnacionalizados, como o de transportes e o energéticoIV – Coube ao Estado, apenas, o controle sobre o setor de bens de produção, ficando com os investidores estrangeiros a produção de bens de consumo duráveis. a) se as afirmativas I e II forem corretas;b) se as afirmativas II e III forem corretas;c) se as afirmativas I e IV forem corretas;d) se as afirmativas II e IV forem corretas
  18. 18. (UFMG)Entre as causas que explicam a relativa diminuição deconcentração industrial na região Sudeste podemosconsiderar:I. A baixa produção, em face dos baixos custos de produção.II. Um sindicalismo forte e atuante na Grande São Paulo e nosarredores.III. Incentivos Fiscais oferecidos por outras regiões.Está correto o que se afirma ema) apenas I e II.b) apenas II e III.c) apenas I e III.d) apenas III.

×