SlideShare uma empresa Scribd logo

6ª edição - Pg Auditoria, Risco e Controlo de Sistemas de Informação

Filipe Pontes
Filipe Pontes
Filipe PontesCoordenador de Auditoria Interna | Controlo risco de Fraude | Seguros | Banca | Docente | Colunista | em Ageas Portugal

A pós-graduação foi desenhada tendo por base o tecido empresarial português, motivo pelo qual teve como principal preocupação a definição de conteúdos temáticos que equilibrem a componente teórica e prática.

6ª edição - Pg Auditoria, Risco e Controlo de Sistemas de Informação

1 de 1
Baixar para ler offline
10
COIMBRA BUSINESS SCHOOL | ISCAC
ISCAC.PT
CONTABILIDADEAUDITORIAEFISCALIDADE
PÓS-GRADUAÇÃO
AUDITORIA, RISCO E CONTROLO
DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO
ÂMBITO E OBJETIVOS
Esta pós-graduação foi desenhada a pensar nos desafios atuais das organizações,
combinando uma visão das boas práticas internacionais com os requisitos de
competências dos profissionais nestas áreas. Desta forma, pretende-se contribuir
para uma maior consciência por parte das organizações dos riscos e oportunidades
relacionadas com a gestão eficiente dos Sistemas de Informação, garantindo igual-
mente uma maior capacitação dos profissionais que lhes possibilite o exercício
das suas profissões de forma mais qualificada, não só no mercado nacional mas
cada vez mais num contexto global.
Pioneira em Portugal, teve em consideração as principais frameworks e certifica-
ções de mercado, destacando-se o alinhamento com o “ISACA Model Curriculum
for IS Audit and Control” e a cobertura das principais áreas de conhecimento re-
levantes no contexto das certificações internacionais, como é o caso do Certified
Information Systems Auditor (CISA) do ISACA, sendo a 1.ª em Portugal a obter o
reconhecimento ISACA.
Com o objetivo de alargar a alunos geográficamente mais distantes a possibilidade
de participar numa das pós-graduações de referência nas áreas de auditoria, risco
e Controlo de Sistemas de Informação, nomeadamente dos CPLP, foi criado o
sistema de ensino à distância em Ambiente Colaborativo Multimédia (Live Trai-
ning), com sessões síncronas. Desta forma é possível conciliar o espirito prático
e profissionalizante do curriculum da PG e promover a colaboração e partilha de
conhecimentos e experiências entre alunos, docentes e restante comunidade
ISCAC, em particular o seu ISACA Students Group (1.º em Portugal).
1.º Programa em língua portuguesa e 2.º na Europa com o reconhecimento
“ISACA Model Curriculum for IS Audit and Control, 3rd Edition”
As Tecnologias de Informação podem ser complexas,
as auditorias não têm de ser.
Em Live Training (presencial e/ou online)
DESTINATÁRIOS
A todos os profissionais das áreas de gestão, auditoria, risco e controlo de sistemas
de informação, que pretendam reforçar os seus conhecimentos ou ingressar em
funções nestas áreas, tanto na perspetiva interna das Organizações como em
funções de serviços profissionais de auditoria ou consultoria.
Isabel Pedrosa
(ISCAC)
Bruno Soares
(ISACA Lisbon Chapter)
Georgina Morais
(ISCAC)
Fátima Geada
(IPAI)MÓDULOS HORAS ECTS
Princípios gerais de auditoria 20 6
Auditoria de TI baseada em Risco 16 4
Auditoria a modelos de controlo interno e auditorias integradas 16 4
Contexto legal e normativo com impacto nas Tecnologias de Informação 8 3
Seminário - Gestão de equipas 4 0
Seminário - Negociação e assertividade 4 0
Seminário de Projeto 1 (16P) 4 6
Auditoria a modelos de governance e gestão de TI 12 4
Auditoria de projetos de aquisição, desenvolvimento e implementação de sistemas 16 4
Auditorias à gestão de serviços de operações e manutenção de TI 16 4
Auditoria à Segurança da Informação 24 8
Auditoria à Gestão da Continuidade de Negócio 8 3
Análise de dados e utilização de CAATs 16 4
Auditoria e gestão da fraude 16 4
Seminário - Comportamento organizacional 4 0
Seminário - Técnicas de entrevista e recolha de informação. 4 0
Modelos de competência e preparação de processos de certificação 8 0
Seminário de Projeto 2 (16P) 4 6
Total 200 60
CORPO DOCENTE
António Calheiros (ISCAC)
Armando Veiga (ISCAC)
Bruno Soares (ISACA Lisbon Chapter)
Cristina Alberto (KPMG)
Filipe Pontes (Ageas Seguros)
Francisco Guimarães (Ageas Seguros)
Fátima Geada (IPAI)
Georgina Morais (ISCAC)
Isabel Pedrosa (ISCAC)
Jorge Granjal (DEI-FCTUC)
Luís Montanha Rebelo (MONTEPIO)
Luís Morais (Grupo Richemont SA)
Paulo Gomes (SONAE)
Raul Laureano (ISCTE-IUL)
Rui Brites (ISEG)
Wander de Carvalho (ISCAC)
COORDENAÇÃO
ESTRUTURA MODULAR
Lisbon Chapter
EMPRESAS PARCEIRAS
EMPRESAS COLABORANTES
PARCEIROS INSTITUCIONAIS
EM PARCERIA COM
Anúncio

Recomendados

2ª edição da pós-graduação em Auditoria, Risco e controlo de sistemas de info...
2ª edição da pós-graduação em Auditoria, Risco e controlo de sistemas de info...2ª edição da pós-graduação em Auditoria, Risco e controlo de sistemas de info...
2ª edição da pós-graduação em Auditoria, Risco e controlo de sistemas de info...Filipe Pontes
 
Brochura Pós-Graduação 4ª edição arcsi Edição 2015/16
Brochura Pós-Graduação 4ª edição arcsi Edição 2015/16 Brochura Pós-Graduação 4ª edição arcsi Edição 2015/16
Brochura Pós-Graduação 4ª edição arcsi Edição 2015/16 Filipe Pontes
 
Brochura Pós-Graduação 5ª edição arcsi Edição 2017
Brochura Pós-Graduação 5ª edição arcsi Edição 2017Brochura Pós-Graduação 5ª edição arcsi Edição 2017
Brochura Pós-Graduação 5ª edição arcsi Edição 2017Filipe Pontes
 
Brochura arcsi 3ª Edição 2014
Brochura arcsi 3ª Edição 2014Brochura arcsi 3ª Edição 2014
Brochura arcsi 3ª Edição 2014Filipe Pontes
 
Formação E Certificação
Formação E CertificaçãoFormação E Certificação
Formação E Certificaçãofilipeov
 
ISO 19600 - Programa de Compliance
ISO 19600 - Programa de ComplianceISO 19600 - Programa de Compliance
ISO 19600 - Programa de ComplianceCompanyWeb
 
CONFERENZA - temas, ementas e programas para treinamentos corporativos 2017
CONFERENZA - temas, ementas e programas para treinamentos corporativos 2017CONFERENZA - temas, ementas e programas para treinamentos corporativos 2017
CONFERENZA - temas, ementas e programas para treinamentos corporativos 2017Gilberto C Porto
 

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a 6ª edição - Pg Auditoria, Risco e Controlo de Sistemas de Informação

20090401 Palestra Capm Grupo Yahoo V01
20090401 Palestra Capm Grupo Yahoo V0120090401 Palestra Capm Grupo Yahoo V01
20090401 Palestra Capm Grupo Yahoo V01Carlos Augusto Freitas
 
Educação Profissional - Treinamentos APICS
Educação Profissional - Treinamentos APICSEducação Profissional - Treinamentos APICS
Educação Profissional - Treinamentos APICSSérgio Pereira Do Valle
 
COBIT - Control Objectives for Information and related Technology
COBIT - Control Objectives for Information and related TechnologyCOBIT - Control Objectives for Information and related Technology
COBIT - Control Objectives for Information and related TechnologyDeroci Nonato Júnior
 
Apresentação Institucional iProcess
Apresentação Institucional iProcessApresentação Institucional iProcess
Apresentação Institucional iProcessEduardo Britto
 
Apresentação dos Serviços da ATSG - Academia Tecnológica de Sistemas de Gestão
Apresentação dos Serviços da ATSG - Academia Tecnológica de Sistemas de GestãoApresentação dos Serviços da ATSG - Academia Tecnológica de Sistemas de Gestão
Apresentação dos Serviços da ATSG - Academia Tecnológica de Sistemas de GestãoRogério Campos Meira
 
Portfólio - Acm Consultoria Empresarial
Portfólio - Acm Consultoria EmpresarialPortfólio - Acm Consultoria Empresarial
Portfólio - Acm Consultoria EmpresarialFabricio Macedo
 
Aprendizagem Organizacional
Aprendizagem OrganizacionalAprendizagem Organizacional
Aprendizagem Organizacionalnesi
 
Conhecimento e a Aprendizagem Organizacional
Conhecimento e a Aprendizagem OrganizacionalConhecimento e a Aprendizagem Organizacional
Conhecimento e a Aprendizagem Organizacionalrfaria
 
Plano estratégico de segurança da informação
Plano estratégico de segurança da informação Plano estratégico de segurança da informação
Plano estratégico de segurança da informação Módulo Security Solutions
 
Inteligencia Competitiva
Inteligencia CompetitivaInteligencia Competitiva
Inteligencia Competitivaornei
 
TDC2016SP - A função dos Business Capabilities na Arquitetura Empresarial
TDC2016SP - A função dos Business Capabilities na Arquitetura EmpresarialTDC2016SP - A função dos Business Capabilities na Arquitetura Empresarial
TDC2016SP - A função dos Business Capabilities na Arquitetura Empresarialtdc-globalcode
 
Internacionalização de negócios: Expansão das PME ao mercado externo
Internacionalização de negócios: Expansão das PME ao mercado externoInternacionalização de negócios: Expansão das PME ao mercado externo
Internacionalização de negócios: Expansão das PME ao mercado externoAdhemar Garcia Neto
 
Upskilling and Reskilling of IT-BPM Professionals in Lifewide Learning. Aper...
Upskilling and Reskilling of IT-BPM Professionals in Lifewide Learning.  Aper...Upskilling and Reskilling of IT-BPM Professionals in Lifewide Learning.  Aper...
Upskilling and Reskilling of IT-BPM Professionals in Lifewide Learning. Aper...Mauricio Bitencourt, CBPP
 

Semelhante a 6ª edição - Pg Auditoria, Risco e Controlo de Sistemas de Informação (20)

20090401 Palestra Capm Grupo Yahoo V01
20090401 Palestra Capm Grupo Yahoo V0120090401 Palestra Capm Grupo Yahoo V01
20090401 Palestra Capm Grupo Yahoo V01
 
Educação Profissional - Treinamentos APICS
Educação Profissional - Treinamentos APICSEducação Profissional - Treinamentos APICS
Educação Profissional - Treinamentos APICS
 
Aula 1.1. Minicurso de ECM
Aula 1.1. Minicurso de ECMAula 1.1. Minicurso de ECM
Aula 1.1. Minicurso de ECM
 
COBIT - Control Objectives for Information and related Technology
COBIT - Control Objectives for Information and related TechnologyCOBIT - Control Objectives for Information and related Technology
COBIT - Control Objectives for Information and related Technology
 
Apresentação Institucional iProcess
Apresentação Institucional iProcessApresentação Institucional iProcess
Apresentação Institucional iProcess
 
Oferta Formativa 2015
Oferta Formativa 2015Oferta Formativa 2015
Oferta Formativa 2015
 
Apresentação dos Serviços da ATSG - Academia Tecnológica de Sistemas de Gestão
Apresentação dos Serviços da ATSG - Academia Tecnológica de Sistemas de GestãoApresentação dos Serviços da ATSG - Academia Tecnológica de Sistemas de Gestão
Apresentação dos Serviços da ATSG - Academia Tecnológica de Sistemas de Gestão
 
W2CONN Institucional
W2CONN InstitucionalW2CONN Institucional
W2CONN Institucional
 
Portfólio - Acm Consultoria Empresarial
Portfólio - Acm Consultoria EmpresarialPortfólio - Acm Consultoria Empresarial
Portfólio - Acm Consultoria Empresarial
 
4h Consulting
4h Consulting4h Consulting
4h Consulting
 
Aprendizagem Organizacional
Aprendizagem OrganizacionalAprendizagem Organizacional
Aprendizagem Organizacional
 
Conhecimento e a Aprendizagem Organizacional
Conhecimento e a Aprendizagem OrganizacionalConhecimento e a Aprendizagem Organizacional
Conhecimento e a Aprendizagem Organizacional
 
Plano estratégico de segurança da informação
Plano estratégico de segurança da informação Plano estratégico de segurança da informação
Plano estratégico de segurança da informação
 
Inteligencia Competitiva
Inteligencia CompetitivaInteligencia Competitiva
Inteligencia Competitiva
 
TDC2016SP - A função dos Business Capabilities na Arquitetura Empresarial
TDC2016SP - A função dos Business Capabilities na Arquitetura EmpresarialTDC2016SP - A função dos Business Capabilities na Arquitetura Empresarial
TDC2016SP - A função dos Business Capabilities na Arquitetura Empresarial
 
AQL Consultoria
AQL ConsultoriaAQL Consultoria
AQL Consultoria
 
Formação Ação para PME's
Formação Ação para PME'sFormação Ação para PME's
Formação Ação para PME's
 
Internacionalização de negócios: Expansão das PME ao mercado externo
Internacionalização de negócios: Expansão das PME ao mercado externoInternacionalização de negócios: Expansão das PME ao mercado externo
Internacionalização de negócios: Expansão das PME ao mercado externo
 
Upskilling and Reskilling of IT-BPM Professionals in Lifewide Learning. Aper...
Upskilling and Reskilling of IT-BPM Professionals in Lifewide Learning.  Aper...Upskilling and Reskilling of IT-BPM Professionals in Lifewide Learning.  Aper...
Upskilling and Reskilling of IT-BPM Professionals in Lifewide Learning. Aper...
 
Portfólio Completo AQL Consultoria
Portfólio Completo AQL ConsultoriaPortfólio Completo AQL Consultoria
Portfólio Completo AQL Consultoria
 

Mais de Filipe Pontes

Vai correr tudo bem?Não!
Vai correr tudo bem?Não!Vai correr tudo bem?Não!
Vai correr tudo bem?Não!Filipe Pontes
 
Filipe pontes-junho 2019 Ionline
Filipe pontes-junho 2019 Ionline Filipe pontes-junho 2019 Ionline
Filipe pontes-junho 2019 Ionline Filipe Pontes
 
Artigo de abril Publicação jornal i
Artigo de abril Publicação jornal i Artigo de abril Publicação jornal i
Artigo de abril Publicação jornal i Filipe Pontes
 
Nova diretiva europeia sobre proteção de denunciantes (whistleblowers) Visao533
Nova diretiva europeia sobre proteção de denunciantes (whistleblowers) Visao533Nova diretiva europeia sobre proteção de denunciantes (whistleblowers) Visao533
Nova diretiva europeia sobre proteção de denunciantes (whistleblowers) Visao533Filipe Pontes
 
Abraçar a Esperança 2019
Abraçar a Esperança 2019Abraçar a Esperança 2019
Abraçar a Esperança 2019Filipe Pontes
 
Pedrógão: antecipar em vez de reagir
Pedrógão: antecipar em vez de reagirPedrógão: antecipar em vez de reagir
Pedrógão: antecipar em vez de reagirFilipe Pontes
 
Cv ing _fp_ilipe pontes_linkedin
Cv ing _fp_ilipe pontes_linkedinCv ing _fp_ilipe pontes_linkedin
Cv ing _fp_ilipe pontes_linkedinFilipe Pontes
 
RGPD e os seus direitos. Visao e489A
RGPD e os seus direitos. Visao e489ARGPD e os seus direitos. Visao e489A
RGPD e os seus direitos. Visao e489AFilipe Pontes
 
Jornal i - edição de 18 de Maio de 2018 - ionline
Jornal i - edição de 18 de Maio de 2018 - ionlineJornal i - edição de 18 de Maio de 2018 - ionline
Jornal i - edição de 18 de Maio de 2018 - ionlineFilipe Pontes
 
Visao e467 - Silêncio da Fraude
Visao e467 - Silêncio da FraudeVisao e467 - Silêncio da Fraude
Visao e467 - Silêncio da FraudeFilipe Pontes
 
Jornal i - edição de 11 de Outubro de 2017
Jornal i - edição de 11 de Outubro de 2017Jornal i - edição de 11 de Outubro de 2017
Jornal i - edição de 11 de Outubro de 2017Filipe Pontes
 
Jornal i - edição de 12 de Julho de 2017
Jornal i - edição de 12 de Julho de 2017Jornal i - edição de 12 de Julho de 2017
Jornal i - edição de 12 de Julho de 2017Filipe Pontes
 
Visao e438 - Edição online
Visao e438 - Edição onlineVisao e438 - Edição online
Visao e438 - Edição onlineFilipe Pontes
 
Visao e417- 12 de Janeiro de 2017
Visao e417- 12 de Janeiro de 2017Visao e417- 12 de Janeiro de 2017
Visao e417- 12 de Janeiro de 2017Filipe Pontes
 
Jornal i - edição de 12 de Janeiro de 2017
Jornal i - edição de 12 de Janeiro de 2017Jornal i - edição de 12 de Janeiro de 2017
Jornal i - edição de 12 de Janeiro de 2017Filipe Pontes
 
O Orçamento e o combate à Fraude
O Orçamento e o combate à FraudeO Orçamento e o combate à Fraude
O Orçamento e o combate à FraudeFilipe Pontes
 
O veto presidencial e os falsos positivos
O veto presidencial e os falsos positivosO veto presidencial e os falsos positivos
O veto presidencial e os falsos positivosFilipe Pontes
 
Revista ipai edição 64
Revista ipai edição 64Revista ipai edição 64
Revista ipai edição 64Filipe Pontes
 
Ionline.pt 27 de Julho de 2016
Ionline.pt 27 de Julho de 2016Ionline.pt 27 de Julho de 2016
Ionline.pt 27 de Julho de 2016Filipe Pontes
 

Mais de Filipe Pontes (20)

Vai correr tudo bem?Não!
Vai correr tudo bem?Não!Vai correr tudo bem?Não!
Vai correr tudo bem?Não!
 
Filipe pontes-junho 2019 Ionline
Filipe pontes-junho 2019 Ionline Filipe pontes-junho 2019 Ionline
Filipe pontes-junho 2019 Ionline
 
Artigo de abril Publicação jornal i
Artigo de abril Publicação jornal i Artigo de abril Publicação jornal i
Artigo de abril Publicação jornal i
 
Nova diretiva europeia sobre proteção de denunciantes (whistleblowers) Visao533
Nova diretiva europeia sobre proteção de denunciantes (whistleblowers) Visao533Nova diretiva europeia sobre proteção de denunciantes (whistleblowers) Visao533
Nova diretiva europeia sobre proteção de denunciantes (whistleblowers) Visao533
 
Abraçar a Esperança 2019
Abraçar a Esperança 2019Abraçar a Esperança 2019
Abraçar a Esperança 2019
 
Pedrógão: antecipar em vez de reagir
Pedrógão: antecipar em vez de reagirPedrógão: antecipar em vez de reagir
Pedrógão: antecipar em vez de reagir
 
Cv ing _fp_ilipe pontes_linkedin
Cv ing _fp_ilipe pontes_linkedinCv ing _fp_ilipe pontes_linkedin
Cv ing _fp_ilipe pontes_linkedin
 
RGPD e os seus direitos. Visao e489A
RGPD e os seus direitos. Visao e489ARGPD e os seus direitos. Visao e489A
RGPD e os seus direitos. Visao e489A
 
Jornal i - edição de 18 de Maio de 2018 - ionline
Jornal i - edição de 18 de Maio de 2018 - ionlineJornal i - edição de 18 de Maio de 2018 - ionline
Jornal i - edição de 18 de Maio de 2018 - ionline
 
Visao e467 - Silêncio da Fraude
Visao e467 - Silêncio da FraudeVisao e467 - Silêncio da Fraude
Visao e467 - Silêncio da Fraude
 
CV | Filipe Pontes
CV | Filipe Pontes CV | Filipe Pontes
CV | Filipe Pontes
 
Jornal i - edição de 11 de Outubro de 2017
Jornal i - edição de 11 de Outubro de 2017Jornal i - edição de 11 de Outubro de 2017
Jornal i - edição de 11 de Outubro de 2017
 
Jornal i - edição de 12 de Julho de 2017
Jornal i - edição de 12 de Julho de 2017Jornal i - edição de 12 de Julho de 2017
Jornal i - edição de 12 de Julho de 2017
 
Visao e438 - Edição online
Visao e438 - Edição onlineVisao e438 - Edição online
Visao e438 - Edição online
 
Visao e417- 12 de Janeiro de 2017
Visao e417- 12 de Janeiro de 2017Visao e417- 12 de Janeiro de 2017
Visao e417- 12 de Janeiro de 2017
 
Jornal i - edição de 12 de Janeiro de 2017
Jornal i - edição de 12 de Janeiro de 2017Jornal i - edição de 12 de Janeiro de 2017
Jornal i - edição de 12 de Janeiro de 2017
 
O Orçamento e o combate à Fraude
O Orçamento e o combate à FraudeO Orçamento e o combate à Fraude
O Orçamento e o combate à Fraude
 
O veto presidencial e os falsos positivos
O veto presidencial e os falsos positivosO veto presidencial e os falsos positivos
O veto presidencial e os falsos positivos
 
Revista ipai edição 64
Revista ipai edição 64Revista ipai edição 64
Revista ipai edição 64
 
Ionline.pt 27 de Julho de 2016
Ionline.pt 27 de Julho de 2016Ionline.pt 27 de Julho de 2016
Ionline.pt 27 de Julho de 2016
 

Último

2° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
2° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf2° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
2° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdfkelvindasilvadiasw
 
1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.
1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.
1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.azulassessoriaacadem3
 
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...azulassessoriaacadem3
 
Minimalismo Fitness Simplifique sua Rotina de Exercícios e Maximize Resultado...
Minimalismo Fitness Simplifique sua Rotina de Exercícios e Maximize Resultado...Minimalismo Fitness Simplifique sua Rotina de Exercícios e Maximize Resultado...
Minimalismo Fitness Simplifique sua Rotina de Exercícios e Maximize Resultado...manoelaarmani
 
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...excellenceeducaciona
 
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...azulassessoriaacadem3
 
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...azulassessoriaacadem3
 
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...azulassessoriaacadem3
 
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...azulassessoriaacadem3
 
Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...
Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...
Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...manoelaarmani
 
1. Ciente das novas dinâmicas do mundo do trabalho, você deve pesquisar e des...
1. Ciente das novas dinâmicas do mundo do trabalho, você deve pesquisar e des...1. Ciente das novas dinâmicas do mundo do trabalho, você deve pesquisar e des...
1. Ciente das novas dinâmicas do mundo do trabalho, você deve pesquisar e des...azulassessoriaacadem3
 
Emagreça em Casa, Treinos Simples e Eficazes Mesmo Não Tendo Equipamentos. Cu...
Emagreça em Casa, Treinos Simples e Eficazes Mesmo Não Tendo Equipamentos. Cu...Emagreça em Casa, Treinos Simples e Eficazes Mesmo Não Tendo Equipamentos. Cu...
Emagreça em Casa, Treinos Simples e Eficazes Mesmo Não Tendo Equipamentos. Cu...manoelaarmani
 
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 7º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 7º ANO.pdfPLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 7º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 7º ANO.pdfkeiciany
 
MAPA - BEDU - ATIVIDADE FÍSICA E QUALIDADE DE VIDA - 51/2024
MAPA - BEDU - ATIVIDADE FÍSICA E QUALIDADE DE VIDA - 51/2024MAPA - BEDU - ATIVIDADE FÍSICA E QUALIDADE DE VIDA - 51/2024
MAPA - BEDU - ATIVIDADE FÍSICA E QUALIDADE DE VIDA - 51/2024assedlsam
 
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...azulassessoriaacadem3
 
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...azulassessoriaacadem3
 
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...azulassessoriaacadem3
 
2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...
2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...
2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...azulassessoriaacadem3
 
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...azulassessoriaacadem3
 
CASO: Um determinado perito contábil, especialista em pericias trabalhistas e...
CASO: Um determinado perito contábil, especialista em pericias trabalhistas e...CASO: Um determinado perito contábil, especialista em pericias trabalhistas e...
CASO: Um determinado perito contábil, especialista em pericias trabalhistas e...excellenceeducaciona
 

Último (20)

2° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
2° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf2° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
2° ENSINO MÉDIO PLANO ANUAL ARTES 2024.pdf
 
1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.
1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.
1) Cite os componentes que devem fazer parte de uma sessão de treinamento.
 
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
 
Minimalismo Fitness Simplifique sua Rotina de Exercícios e Maximize Resultado...
Minimalismo Fitness Simplifique sua Rotina de Exercícios e Maximize Resultado...Minimalismo Fitness Simplifique sua Rotina de Exercícios e Maximize Resultado...
Minimalismo Fitness Simplifique sua Rotina de Exercícios e Maximize Resultado...
 
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
 
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
 
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
 
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...
 
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
 
Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...
Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...
Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...
 
1. Ciente das novas dinâmicas do mundo do trabalho, você deve pesquisar e des...
1. Ciente das novas dinâmicas do mundo do trabalho, você deve pesquisar e des...1. Ciente das novas dinâmicas do mundo do trabalho, você deve pesquisar e des...
1. Ciente das novas dinâmicas do mundo do trabalho, você deve pesquisar e des...
 
Emagreça em Casa, Treinos Simples e Eficazes Mesmo Não Tendo Equipamentos. Cu...
Emagreça em Casa, Treinos Simples e Eficazes Mesmo Não Tendo Equipamentos. Cu...Emagreça em Casa, Treinos Simples e Eficazes Mesmo Não Tendo Equipamentos. Cu...
Emagreça em Casa, Treinos Simples e Eficazes Mesmo Não Tendo Equipamentos. Cu...
 
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 7º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 7º ANO.pdfPLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 7º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 7º ANO.pdf
 
MAPA - BEDU - ATIVIDADE FÍSICA E QUALIDADE DE VIDA - 51/2024
MAPA - BEDU - ATIVIDADE FÍSICA E QUALIDADE DE VIDA - 51/2024MAPA - BEDU - ATIVIDADE FÍSICA E QUALIDADE DE VIDA - 51/2024
MAPA - BEDU - ATIVIDADE FÍSICA E QUALIDADE DE VIDA - 51/2024
 
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
 
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
 
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
 
2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...
2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...
2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...
 
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
 
CASO: Um determinado perito contábil, especialista em pericias trabalhistas e...
CASO: Um determinado perito contábil, especialista em pericias trabalhistas e...CASO: Um determinado perito contábil, especialista em pericias trabalhistas e...
CASO: Um determinado perito contábil, especialista em pericias trabalhistas e...
 

6ª edição - Pg Auditoria, Risco e Controlo de Sistemas de Informação

  • 1. 10 COIMBRA BUSINESS SCHOOL | ISCAC ISCAC.PT CONTABILIDADEAUDITORIAEFISCALIDADE PÓS-GRADUAÇÃO AUDITORIA, RISCO E CONTROLO DE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO ÂMBITO E OBJETIVOS Esta pós-graduação foi desenhada a pensar nos desafios atuais das organizações, combinando uma visão das boas práticas internacionais com os requisitos de competências dos profissionais nestas áreas. Desta forma, pretende-se contribuir para uma maior consciência por parte das organizações dos riscos e oportunidades relacionadas com a gestão eficiente dos Sistemas de Informação, garantindo igual- mente uma maior capacitação dos profissionais que lhes possibilite o exercício das suas profissões de forma mais qualificada, não só no mercado nacional mas cada vez mais num contexto global. Pioneira em Portugal, teve em consideração as principais frameworks e certifica- ções de mercado, destacando-se o alinhamento com o “ISACA Model Curriculum for IS Audit and Control” e a cobertura das principais áreas de conhecimento re- levantes no contexto das certificações internacionais, como é o caso do Certified Information Systems Auditor (CISA) do ISACA, sendo a 1.ª em Portugal a obter o reconhecimento ISACA. Com o objetivo de alargar a alunos geográficamente mais distantes a possibilidade de participar numa das pós-graduações de referência nas áreas de auditoria, risco e Controlo de Sistemas de Informação, nomeadamente dos CPLP, foi criado o sistema de ensino à distância em Ambiente Colaborativo Multimédia (Live Trai- ning), com sessões síncronas. Desta forma é possível conciliar o espirito prático e profissionalizante do curriculum da PG e promover a colaboração e partilha de conhecimentos e experiências entre alunos, docentes e restante comunidade ISCAC, em particular o seu ISACA Students Group (1.º em Portugal). 1.º Programa em língua portuguesa e 2.º na Europa com o reconhecimento “ISACA Model Curriculum for IS Audit and Control, 3rd Edition” As Tecnologias de Informação podem ser complexas, as auditorias não têm de ser. Em Live Training (presencial e/ou online) DESTINATÁRIOS A todos os profissionais das áreas de gestão, auditoria, risco e controlo de sistemas de informação, que pretendam reforçar os seus conhecimentos ou ingressar em funções nestas áreas, tanto na perspetiva interna das Organizações como em funções de serviços profissionais de auditoria ou consultoria. Isabel Pedrosa (ISCAC) Bruno Soares (ISACA Lisbon Chapter) Georgina Morais (ISCAC) Fátima Geada (IPAI)MÓDULOS HORAS ECTS Princípios gerais de auditoria 20 6 Auditoria de TI baseada em Risco 16 4 Auditoria a modelos de controlo interno e auditorias integradas 16 4 Contexto legal e normativo com impacto nas Tecnologias de Informação 8 3 Seminário - Gestão de equipas 4 0 Seminário - Negociação e assertividade 4 0 Seminário de Projeto 1 (16P) 4 6 Auditoria a modelos de governance e gestão de TI 12 4 Auditoria de projetos de aquisição, desenvolvimento e implementação de sistemas 16 4 Auditorias à gestão de serviços de operações e manutenção de TI 16 4 Auditoria à Segurança da Informação 24 8 Auditoria à Gestão da Continuidade de Negócio 8 3 Análise de dados e utilização de CAATs 16 4 Auditoria e gestão da fraude 16 4 Seminário - Comportamento organizacional 4 0 Seminário - Técnicas de entrevista e recolha de informação. 4 0 Modelos de competência e preparação de processos de certificação 8 0 Seminário de Projeto 2 (16P) 4 6 Total 200 60 CORPO DOCENTE António Calheiros (ISCAC) Armando Veiga (ISCAC) Bruno Soares (ISACA Lisbon Chapter) Cristina Alberto (KPMG) Filipe Pontes (Ageas Seguros) Francisco Guimarães (Ageas Seguros) Fátima Geada (IPAI) Georgina Morais (ISCAC) Isabel Pedrosa (ISCAC) Jorge Granjal (DEI-FCTUC) Luís Montanha Rebelo (MONTEPIO) Luís Morais (Grupo Richemont SA) Paulo Gomes (SONAE) Raul Laureano (ISCTE-IUL) Rui Brites (ISEG) Wander de Carvalho (ISCAC) COORDENAÇÃO ESTRUTURA MODULAR Lisbon Chapter EMPRESAS PARCEIRAS EMPRESAS COLABORANTES PARCEIROS INSTITUCIONAIS EM PARCERIA COM