Filosofia<br />Prof: SandrinaLage<br />Tema: Rétorica, Publicidade<br />
O bom uso da retórica - Persuasão<br />Persuasão -influencia de um orador sobre as opiniões e decisões de um receptor sem ...
O efeito da retórica branca<br />Convencer - Tecnicamente denota persuadir a mente através de provas lógicas: indutivas (e...
Uso ético da retórica<br />A argumentação filosófica num campo de sinceridade e isenção, de modo a não perder de vista o r...
Os constituintes do publico devem: <br />Conhecer o assunto ou objecto da argumentação;<br />Conhecer as soluções disponív...
Principio éticos<br />Principio da cooperação- os participantes devem comprometer-se a respeitar os objectivos comuns do d...
O mau uso da retórica - manipulação<br />As pessoas influenciadas actuam sob impulsos irracionais despertados pelo argumen...
Erro, mentira, engano<br />Ambas têm em comum a falsidade das afirmações.<br />O erro – aquele que erra faz uma afirmação ...
A sedução <br />Visa influenciar as pessoas com argumentos não racionais.É usada nos discursos publicitário e politico. <b...
Discurso Publicitário <br />A publicidade serve-se sempre da sedução, isto é , faz promessas ao encantamento e à necessida...
A estrutura da mensagem<br />O slogan é um tipo de mensagem utilizada nos discursos publicitário e politico que é dirigido...
Características do slogan<br />Imagens de rápida apreensão, compreensão e leitura;<br />Cores apelativas;<br />“Uma musica...
O discurso politico <br />Dirige-se a vários auditórios particulares;<br />É sedutor;<br />É muitas vezes manipulador e de...
FIM<br />Trabalho elaborado por:Ana Veiga nº4Manuel Oliveira nº7Augusto Alves nº12Raquel Mateus nº13<br />
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Grupo 4

421 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
421
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
9
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
8
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Grupo 4

  1. 1. Filosofia<br />Prof: SandrinaLage<br />Tema: Rétorica, Publicidade<br />
  2. 2. O bom uso da retórica - Persuasão<br />Persuasão -influencia de um orador sobre as opiniões e decisões de um receptor sem intenção de o iludir ou prejudicar.<br />Só existe argumentação se o interlocutor for capaz de avaliar criticamente os argumentos que lhe são apresentados. Quem argumenta tem de ser capaz de deliberar e tomar racionalmente as suas decisões.<br />
  3. 3. O efeito da retórica branca<br />Convencer - Tecnicamente denota persuadir a mente através de provas lógicas: indutivas (exemplos) ou dedutivas (argumentos). <br />Comover - Pela excitação da afetividade, a vontade arrasta o intelecto a aderir ao ponto de vista do orador. Ethos (moral) é usar um grau de intensidade mais suave. Movere (mover) é intensidade mais violenta, correspondendo ao pathos (paixão).<br />Agradar – Corresponde na terminologia latina a “placere” = agradar. Delectare (deleitar) é a persuasão no domínio afetivo. <br />
  4. 4. Uso ético da retórica<br />A argumentação filosófica num campo de sinceridade e isenção, de modo a não perder de vista o respeito pelo outro. Assim, a racionalidade liga-se a imperativos de ordem ética que tornam o discurso imparcial e descomprometido. <br />
  5. 5. Os constituintes do publico devem: <br />Conhecer o assunto ou objecto da argumentação;<br />Conhecer as soluções disponíveis, acerca das quais se reclama a sua opção;<br />Conhecer as consequências decorrentes de cada uma das escolhas.<br />
  6. 6. Principio éticos<br />Principio da cooperação- os participantes devem comprometer-se a respeitar os objectivos comuns do dialogo.<br /> Principio da quantidade - devem contribuir com as informações necessárias ao bom andamento do dialogo.<br /> Principio da qualidade - devem ser sinceros.<br /> Principio da precisão – as informações feitas não podem ser distorcidas.<br /> Principio da coerência – devem manter-se fieis aos pontos de vista que apresentam.<br /> Principio do modo – devem expor claramente as suas ideias.<br /> Principio da livre expressão – não podem impedir a opinião.<br /> Principio da prova – todos devem fundamentar as afirmações que são feitas.<br />
  7. 7. O mau uso da retórica - manipulação<br />As pessoas influenciadas actuam sob impulsos irracionais despertados pelo argumentador, sem se terem servido das capacidades deliberativas.<br /> Manipulação – utilização indevida da argumentação com intuito de levar os interlocutores a ouvir e a aceitar sem haver liberdade de expressão.<br /> A manipulação intencional assume uma importância privilegiada nas técnicas demagógicas e agressivas de venda e de propaganda eleitoral.<br />
  8. 8. Erro, mentira, engano<br />Ambas têm em comum a falsidade das afirmações.<br />O erro – aquele que erra faz uma afirmação falsa, estando convencido de que é verdadeira, ou seja, o sujeito erra inconscientemente.<br />A mentira – o sujeito erra intencionalmente e consciente de que aquilo que diz não corresponde a realidade.<br />O engano – O engano é o sucesso da mentira, isto é, quando o interlocutor se deixa enganar.<br /> Em resumo, o erro não se presta a manipular ninguém. A mentira é uma tentativa de manipulação. O engano ocorre quando há manipulação.<br />
  9. 9. A sedução <br />Visa influenciar as pessoas com argumentos não racionais.É usada nos discursos publicitário e politico. <br />
  10. 10. Discurso Publicitário <br />A publicidade serve-se sempre da sedução, isto é , faz promessas ao encantamento e à necessidade de prazer dos espectadores.<br /> A aquisição de um produto faz-se não apenas por ele satisfazer necessidades básicas, mas sim por ser apresentado como uma mais valia. A sua actuação é posta na simbologia das coisas, atribuindo-lhes uma carga simbólica sensual (beleza, sucesso, juventude).<br /> Os anúncios raramente insistem nas qualidade reais dos produtos, sendo estes sobrecarregados de virtudes imaginarias para seduzir as pessoas. <br />
  11. 11.
  12. 12. A estrutura da mensagem<br />O slogan é um tipo de mensagem utilizada nos discursos publicitário e politico que é dirigido ao pathos, ao auditório.<br /> É uma frase curta, com rima e com ritmo. Soa bem, e é facilmente memorizado. Quando interiorizado pelo publico, funciona como uma verdade do senso comum.<br />
  13. 13.
  14. 14. Características do slogan<br />Imagens de rápida apreensão, compreensão e leitura;<br />Cores apelativas;<br />“Uma musica que entra no ouvido”.<br />
  15. 15. O discurso politico <br />Dirige-se a vários auditórios particulares;<br />É sedutor;<br />É muitas vezes manipulador e demagógico;<br />Utiliza como técnicas discursivas as interrogações retóricas, as expressões ambíguas e as repetições;<br />Reforça opiniões previas;<br />Forma e é formado pela opinião publica.<br />Os eleitores, ou auditório, contribuem para o mau uso da argumentação<br />
  16. 16. FIM<br />Trabalho elaborado por:Ana Veiga nº4Manuel Oliveira nº7Augusto Alves nº12Raquel Mateus nº13<br />

×