Trabalho de Filosofia<br />
Introduçao<br />Com este trabalho esperamos aprofundar os vossos  conhecimentos sobre este tema bastante interessante.<br />
O bom uso da Retórica- A Persuasão<br /> Fala-se de persuasão, retórica branca, uso ético ou bom uso da retórica, a propós...
Os princípios éticos<br />De acordo com alguns pensadores, qualquer diálogo argumentativo configura uma situação em que o ...
Princípio da quantidade: Todos devem contribuir com as informações necessárias ao bom andamento do dialogo.
Princípio da qualidade: Os participantes devem ser sinceros e não podem fazer afirmações falsas nem afirmações para as qua...
Princípio da precisão: Nenhum interveniente pode distorcer as afirmações feitas pelos outros, deformando-lhe o sentido.</l...
Princípio do modo: Os intervenientes devem expor claramente as suas achegas.Diz respeito ao cuidado do orador e do auditór...
Princípio da livre expressão: Os participantes não podem impedir a opinião ou o questionamento de pontos de vista expresso...
Princípio da prova: Todos os intervenientes se obrigam a fundamentar as afirmações que fazem, desde que isso lhe seja exig...
A Sedução<br />Fenómeno inerente aos discursos publicitário e político. Ao admitirmos que os seres humanos se deixam seduz...
O Discurso publicitário<br />Qualquer que seja o meio de comunicação que utilize a publicidade serve-se sempre de uma ling...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Grupo 10

370 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação, Tecnologia
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
370
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
4
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Grupo 10

  1. 1. Trabalho de Filosofia<br />
  2. 2. Introduçao<br />Com este trabalho esperamos aprofundar os vossos conhecimentos sobre este tema bastante interessante.<br />
  3. 3. O bom uso da Retórica- A Persuasão<br /> Fala-se de persuasão, retórica branca, uso ético ou bom uso da retórica, a propósito da argumentação que permite aos constituintes do auditório ajuizarem, expressarem-se e decidirem de modo consciente e critico. Com efeito, só existe argumentação se o interlocutor for capaz de avaliar criticamente os argumentos que lhe são apresentados. E quem argumenta tem de o fazer na convicção de que o auditório está na posse das suas competências cognitivas, sendo capaz de deliberar e tomar racionalmente as suas decisões. <br />Persuasão: Influência de um orador sobre as opiniões e decisões de um receptor, sem intenção de o iludir ou prejudicar<br />
  4. 4. Os princípios éticos<br />De acordo com alguns pensadores, qualquer diálogo argumentativo configura uma situação em que o comprimento de certos princípios éticos permitem supor que os participantes estão a agir de boa fé.<br /><ul><li>Princípio da cooperação: Todos os participantes devem comprometer-se a respeitar os objectivos comuns do diálogo.
  5. 5. Princípio da quantidade: Todos devem contribuir com as informações necessárias ao bom andamento do dialogo.
  6. 6. Princípio da qualidade: Os participantes devem ser sinceros e não podem fazer afirmações falsas nem afirmações para as quais não tenham provas.
  7. 7. Princípio da precisão: Nenhum interveniente pode distorcer as afirmações feitas pelos outros, deformando-lhe o sentido.</li></li></ul><li><ul><li>Princípio da coerência: Os participantes devem manter-se fiéis aos pontos de vista que apresentam.
  8. 8. Princípio do modo: Os intervenientes devem expor claramente as suas achegas.Diz respeito ao cuidado do orador e do auditório para não criarem discursos de duplo sentido.
  9. 9. Princípio da livre expressão: Os participantes não podem impedir a opinião ou o questionamento de pontos de vista expressos por quem quer que seja que tome parte na discussão.
  10. 10. Princípio da prova: Todos os intervenientes se obrigam a fundamentar as afirmações que fazem, desde que isso lhe seja exigido.</li></li></ul><li>O mau uso da Retórica- Manipulação<br />Previamente munido de ideias que não apresenta para serem discutidas, o orador concentra os seus esforços no desenvolvimento de técnicas adequadas à sua imposição. Atribui aos seus pontos de vista o valor de dogmas ou verdades incontroversas, impondo-as como se a argumentação fosse uma actividade monológica e unilateral. A manipulação intencional ocorre em situações de vida quotidiana, assumindo uma importância privilegiada na técnicas demagógicas e agressivas de venda e de propaganda eleitoral. <br />Manipulação: Utilização indevida da argumentação com o intuito de levar os interlocutores a aderir acrítica e involuntariamente às propostas do orador.<br />
  11. 11.
  12. 12.
  13. 13. A Sedução<br />Fenómeno inerente aos discursos publicitário e político. Ao admitirmos que os seres humanos se deixam seduzir não estamos a pôr em causa a sua racionalidade, mas a evidenciar o facto de o marketing e a publicidade serem peritos na construção de discursos envolventes e a cuja influência é difícil de resistir. <br />
  14. 14. O Discurso publicitário<br />Qualquer que seja o meio de comunicação que utilize a publicidade serve-se sempre de uma linguagem de sedução, isto é, faz promessas ao encantamento e à necessidade de prazer dos espectadores.<br />A actuação mágica da publicidade aposta na simbologia das coisas, conotando os produtos que anuncia com valores sensuais como, por exemplo, atracção irresistível, beleza, perfeição do corpo, juventude, auto-realização, virilidade e sucesso imediato. <br />O segredo é a relação entre o consumidor e o valor simbólico do objecto. <br />
  15. 15.
  16. 16.
  17. 17. O discurso político<br />No centro da vida política há um grupo de pessoas que detém o poder e luta para o conservar. Há também outro conjunto de pessoas que, não tendo esse poder, luta para o conquistar. A chave da manutenção ou da tomada do poder reside na capacidade de o políticos fazem crer que estão em consonância com a maioria. Esta necessidade de ir ao encontro do grande público leva os políticos a desenvolver a arte de manipular e seduzir para bem mobilizar, usando estrategicamente a retórica.<br />
  18. 18. Partido apresenta discurso político de duplo sentido<br />O nosso partido cumpre o que promete.<br />Só os néscios podem crer que<br />Não lutaremos contra a corrupção.<br />Porque, se há algo certo para nós, é que<br />A honestidade e a transparência são fundamentais<br />Para alcançar os nossos ideais<br />Mostraremos que é grande estupidez crer que<br />As máfias continuarão no governo , como sempre.<br />Asseguramos sem dúvida que<br />A justiça social será o alvo de nossa acção.<br />Apesar disso, há idiotas que imaginam que<br />Se possa governar com as manchas da velha política.<br />Quando assumirmos o poder, faremos tudo para que<br />se termine com os marajás e as negociatas.<br />Não permitiremos de nenhum modo que<br />As nossas crianças morram de fome.<br />Cumpriremos os nossos propósitos mesmo que<br />Os recursos económicos do país se esgotem.<br />Exerceremos o poder até que<br />Compreendam que<br />Somos a nova política.<br />(Agora, leia o mesmo discurso linha por linha, de baixo para cima!)<br />

×