Slides módulo3.3

418 visualizações

Publicada em

Publicada em: Economia e finanças
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
418
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide
  • FORMAÇÃO PROFISSIONAL CONTÍNUA Formação subsequente à formação profissional inicial, que acompanha o indivíduo ao longo da sua vida profissional e que visa adaptá-los às mudanças tecnológicas e técnicas, a favorecer a sua promoção profissional, bem como a permitir a sua contribuição para a melhoria da qualidade e do nível de emprego APERFEIÇOAMENTO Aumentar ou manter o desempenho profissional dos activos, através da aquisição e melhoria de competências profissionais e sociais, no âmbito da profissão exercida ESPECIALIZAÇÃO Reforçar, desenvolver e aprofundar práticas, atitudes e comportamentos ou conhecimentos adquiridos durante a formação profissional de base ou inicial, necessários ao melhor desempenho das tarefas profissionais específicas RECONVERSÃO Habilitar pessoas para mudarem de profissão, ou seja, dar-lhes uma qualificação diferente para exercerem uma nova actividade profissional ACTUALIZAÇÃO Actualizar ou desenvolver novos conhecimentos, práticas, atitudes e comportamentos dentro da mesma profissão devido, nomeadamente, aos progressos científicos e tecnológicos. PROMOÇÃO Elevar o nível de qualificação no escalonamento hierárquico profissional REABILITAÇÃO Preparar as pessoas com deficiências para uma profissão, nova ou não, ajustada às suas aptidões e capacidades físicas
  • FORMAÇÃO PROFISSIONAL CONTÍNUA Formação subsequente à formação profissional inicial, que acompanha o indivíduo ao longo da sua vida profissional e que visa adaptá-los às mudanças tecnológicas e técnicas, a favorecer a sua promoção profissional, bem como a permitir a sua contribuição para a melhoria da qualidade e do nível de emprego APERFEIÇOAMENTO Aumentar ou manter o desempenho profissional dos activos, através da aquisição e melhoria de competências profissionais e sociais, no âmbito da profissão exercida ESPECIALIZAÇÃO Reforçar, desenvolver e aprofundar práticas, atitudes e comportamentos ou conhecimentos adquiridos durante a formação profissional de base ou inicial, necessários ao melhor desempenho das tarefas profissionais específicas RECONVERSÃO Habilitar pessoas para mudarem de profissão, ou seja, dar-lhes uma qualificação diferente para exercerem uma nova actividade profissional ACTUALIZAÇÃO Actualizar ou desenvolver novos conhecimentos, práticas, atitudes e comportamentos dentro da mesma profissão devido, nomeadamente, aos progressos científicos e tecnológicos. PROMOÇÃO Elevar o nível de qualificação no escalonamento hierárquico profissional REABILITAÇÃO Preparar as pessoas com deficiências para uma profissão, nova ou não, ajustada às suas aptidões e capacidades físicas
  • FORMAÇÃO PROFISSIONAL CONTÍNUA Formação subsequente à formação profissional inicial, que acompanha o indivíduo ao longo da sua vida profissional e que visa adaptá-los às mudanças tecnológicas e técnicas, a favorecer a sua promoção profissional, bem como a permitir a sua contribuição para a melhoria da qualidade e do nível de emprego APERFEIÇOAMENTO Aumentar ou manter o desempenho profissional dos activos, através da aquisição e melhoria de competências profissionais e sociais, no âmbito da profissão exercida ESPECIALIZAÇÃO Reforçar, desenvolver e aprofundar práticas, atitudes e comportamentos ou conhecimentos adquiridos durante a formação profissional de base ou inicial, necessários ao melhor desempenho das tarefas profissionais específicas RECONVERSÃO Habilitar pessoas para mudarem de profissão, ou seja, dar-lhes uma qualificação diferente para exercerem uma nova actividade profissional ACTUALIZAÇÃO Actualizar ou desenvolver novos conhecimentos, práticas, atitudes e comportamentos dentro da mesma profissão devido, nomeadamente, aos progressos científicos e tecnológicos. PROMOÇÃO Elevar o nível de qualificação no escalonamento hierárquico profissional REABILITAÇÃO Preparar as pessoas com deficiências para uma profissão, nova ou não, ajustada às suas aptidões e capacidades físicas
  • FORMAÇÃO PROFISSIONAL CONTÍNUA Formação subsequente à formação profissional inicial, que acompanha o indivíduo ao longo da sua vida profissional e que visa adaptá-los às mudanças tecnológicas e técnicas, a favorecer a sua promoção profissional, bem como a permitir a sua contribuição para a melhoria da qualidade e do nível de emprego APERFEIÇOAMENTO Aumentar ou manter o desempenho profissional dos activos, através da aquisição e melhoria de competências profissionais e sociais, no âmbito da profissão exercida ESPECIALIZAÇÃO Reforçar, desenvolver e aprofundar práticas, atitudes e comportamentos ou conhecimentos adquiridos durante a formação profissional de base ou inicial, necessários ao melhor desempenho das tarefas profissionais específicas RECONVERSÃO Habilitar pessoas para mudarem de profissão, ou seja, dar-lhes uma qualificação diferente para exercerem uma nova actividade profissional ACTUALIZAÇÃO Actualizar ou desenvolver novos conhecimentos, práticas, atitudes e comportamentos dentro da mesma profissão devido, nomeadamente, aos progressos científicos e tecnológicos. PROMOÇÃO Elevar o nível de qualificação no escalonamento hierárquico profissional REABILITAÇÃO Preparar as pessoas com deficiências para uma profissão, nova ou não, ajustada às suas aptidões e capacidades físicas
  • FORMAÇÃO PROFISSIONAL CONTÍNUA Formação subsequente à formação profissional inicial, que acompanha o indivíduo ao longo da sua vida profissional e que visa adaptá-los às mudanças tecnológicas e técnicas, a favorecer a sua promoção profissional, bem como a permitir a sua contribuição para a melhoria da qualidade e do nível de emprego APERFEIÇOAMENTO Aumentar ou manter o desempenho profissional dos activos, através da aquisição e melhoria de competências profissionais e sociais, no âmbito da profissão exercida ESPECIALIZAÇÃO Reforçar, desenvolver e aprofundar práticas, atitudes e comportamentos ou conhecimentos adquiridos durante a formação profissional de base ou inicial, necessários ao melhor desempenho das tarefas profissionais específicas RECONVERSÃO Habilitar pessoas para mudarem de profissão, ou seja, dar-lhes uma qualificação diferente para exercerem uma nova actividade profissional ACTUALIZAÇÃO Actualizar ou desenvolver novos conhecimentos, práticas, atitudes e comportamentos dentro da mesma profissão devido, nomeadamente, aos progressos científicos e tecnológicos. PROMOÇÃO Elevar o nível de qualificação no escalonamento hierárquico profissional REABILITAÇÃO Preparar as pessoas com deficiências para uma profissão, nova ou não, ajustada às suas aptidões e capacidades físicas
  • FORMAÇÃO PROFISSIONAL CONTÍNUA Formação subsequente à formação profissional inicial, que acompanha o indivíduo ao longo da sua vida profissional e que visa adaptá-los às mudanças tecnológicas e técnicas, a favorecer a sua promoção profissional, bem como a permitir a sua contribuição para a melhoria da qualidade e do nível de emprego APERFEIÇOAMENTO Aumentar ou manter o desempenho profissional dos activos, através da aquisição e melhoria de competências profissionais e sociais, no âmbito da profissão exercida ESPECIALIZAÇÃO Reforçar, desenvolver e aprofundar práticas, atitudes e comportamentos ou conhecimentos adquiridos durante a formação profissional de base ou inicial, necessários ao melhor desempenho das tarefas profissionais específicas RECONVERSÃO Habilitar pessoas para mudarem de profissão, ou seja, dar-lhes uma qualificação diferente para exercerem uma nova actividade profissional ACTUALIZAÇÃO Actualizar ou desenvolver novos conhecimentos, práticas, atitudes e comportamentos dentro da mesma profissão devido, nomeadamente, aos progressos científicos e tecnológicos. PROMOÇÃO Elevar o nível de qualificação no escalonamento hierárquico profissional REABILITAÇÃO Preparar as pessoas com deficiências para uma profissão, nova ou não, ajustada às suas aptidões e capacidades físicas
  • FORMAÇÃO PROFISSIONAL CONTÍNUA Formação subsequente à formação profissional inicial, que acompanha o indivíduo ao longo da sua vida profissional e que visa adaptá-los às mudanças tecnológicas e técnicas, a favorecer a sua promoção profissional, bem como a permitir a sua contribuição para a melhoria da qualidade e do nível de emprego APERFEIÇOAMENTO Aumentar ou manter o desempenho profissional dos activos, através da aquisição e melhoria de competências profissionais e sociais, no âmbito da profissão exercida ESPECIALIZAÇÃO Reforçar, desenvolver e aprofundar práticas, atitudes e comportamentos ou conhecimentos adquiridos durante a formação profissional de base ou inicial, necessários ao melhor desempenho das tarefas profissionais específicas RECONVERSÃO Habilitar pessoas para mudarem de profissão, ou seja, dar-lhes uma qualificação diferente para exercerem uma nova actividade profissional ACTUALIZAÇÃO Actualizar ou desenvolver novos conhecimentos, práticas, atitudes e comportamentos dentro da mesma profissão devido, nomeadamente, aos progressos científicos e tecnológicos. PROMOÇÃO Elevar o nível de qualificação no escalonamento hierárquico profissional REABILITAÇÃO Preparar as pessoas com deficiências para uma profissão, nova ou não, ajustada às suas aptidões e capacidades físicas
  • FORMAÇÃO PROFISSIONAL CONTÍNUA Formação subsequente à formação profissional inicial, que acompanha o indivíduo ao longo da sua vida profissional e que visa adaptá-los às mudanças tecnológicas e técnicas, a favorecer a sua promoção profissional, bem como a permitir a sua contribuição para a melhoria da qualidade e do nível de emprego APERFEIÇOAMENTO Aumentar ou manter o desempenho profissional dos activos, através da aquisição e melhoria de competências profissionais e sociais, no âmbito da profissão exercida ESPECIALIZAÇÃO Reforçar, desenvolver e aprofundar práticas, atitudes e comportamentos ou conhecimentos adquiridos durante a formação profissional de base ou inicial, necessários ao melhor desempenho das tarefas profissionais específicas RECONVERSÃO Habilitar pessoas para mudarem de profissão, ou seja, dar-lhes uma qualificação diferente para exercerem uma nova actividade profissional ACTUALIZAÇÃO Actualizar ou desenvolver novos conhecimentos, práticas, atitudes e comportamentos dentro da mesma profissão devido, nomeadamente, aos progressos científicos e tecnológicos. PROMOÇÃO Elevar o nível de qualificação no escalonamento hierárquico profissional REABILITAÇÃO Preparar as pessoas com deficiências para uma profissão, nova ou não, ajustada às suas aptidões e capacidades físicas
  • FORMAÇÃO PROFISSIONAL CONTÍNUA Formação subsequente à formação profissional inicial, que acompanha o indivíduo ao longo da sua vida profissional e que visa adaptá-los às mudanças tecnológicas e técnicas, a favorecer a sua promoção profissional, bem como a permitir a sua contribuição para a melhoria da qualidade e do nível de emprego APERFEIÇOAMENTO Aumentar ou manter o desempenho profissional dos activos, através da aquisição e melhoria de competências profissionais e sociais, no âmbito da profissão exercida ESPECIALIZAÇÃO Reforçar, desenvolver e aprofundar práticas, atitudes e comportamentos ou conhecimentos adquiridos durante a formação profissional de base ou inicial, necessários ao melhor desempenho das tarefas profissionais específicas RECONVERSÃO Habilitar pessoas para mudarem de profissão, ou seja, dar-lhes uma qualificação diferente para exercerem uma nova actividade profissional ACTUALIZAÇÃO Actualizar ou desenvolver novos conhecimentos, práticas, atitudes e comportamentos dentro da mesma profissão devido, nomeadamente, aos progressos científicos e tecnológicos. PROMOÇÃO Elevar o nível de qualificação no escalonamento hierárquico profissional REABILITAÇÃO Preparar as pessoas com deficiências para uma profissão, nova ou não, ajustada às suas aptidões e capacidades físicas
  • FORMAÇÃO PROFISSIONAL CONTÍNUA Formação subsequente à formação profissional inicial, que acompanha o indivíduo ao longo da sua vida profissional e que visa adaptá-los às mudanças tecnológicas e técnicas, a favorecer a sua promoção profissional, bem como a permitir a sua contribuição para a melhoria da qualidade e do nível de emprego APERFEIÇOAMENTO Aumentar ou manter o desempenho profissional dos activos, através da aquisição e melhoria de competências profissionais e sociais, no âmbito da profissão exercida ESPECIALIZAÇÃO Reforçar, desenvolver e aprofundar práticas, atitudes e comportamentos ou conhecimentos adquiridos durante a formação profissional de base ou inicial, necessários ao melhor desempenho das tarefas profissionais específicas RECONVERSÃO Habilitar pessoas para mudarem de profissão, ou seja, dar-lhes uma qualificação diferente para exercerem uma nova actividade profissional ACTUALIZAÇÃO Actualizar ou desenvolver novos conhecimentos, práticas, atitudes e comportamentos dentro da mesma profissão devido, nomeadamente, aos progressos científicos e tecnológicos. PROMOÇÃO Elevar o nível de qualificação no escalonamento hierárquico profissional REABILITAÇÃO Preparar as pessoas com deficiências para uma profissão, nova ou não, ajustada às suas aptidões e capacidades físicas
  • FORMAÇÃO PROFISSIONAL CONTÍNUA Formação subsequente à formação profissional inicial, que acompanha o indivíduo ao longo da sua vida profissional e que visa adaptá-los às mudanças tecnológicas e técnicas, a favorecer a sua promoção profissional, bem como a permitir a sua contribuição para a melhoria da qualidade e do nível de emprego APERFEIÇOAMENTO Aumentar ou manter o desempenho profissional dos activos, através da aquisição e melhoria de competências profissionais e sociais, no âmbito da profissão exercida ESPECIALIZAÇÃO Reforçar, desenvolver e aprofundar práticas, atitudes e comportamentos ou conhecimentos adquiridos durante a formação profissional de base ou inicial, necessários ao melhor desempenho das tarefas profissionais específicas RECONVERSÃO Habilitar pessoas para mudarem de profissão, ou seja, dar-lhes uma qualificação diferente para exercerem uma nova actividade profissional ACTUALIZAÇÃO Actualizar ou desenvolver novos conhecimentos, práticas, atitudes e comportamentos dentro da mesma profissão devido, nomeadamente, aos progressos científicos e tecnológicos. PROMOÇÃO Elevar o nível de qualificação no escalonamento hierárquico profissional REABILITAÇÃO Preparar as pessoas com deficiências para uma profissão, nova ou não, ajustada às suas aptidões e capacidades físicas
  • FORMAÇÃO PROFISSIONAL CONTÍNUA Formação subsequente à formação profissional inicial, que acompanha o indivíduo ao longo da sua vida profissional e que visa adaptá-los às mudanças tecnológicas e técnicas, a favorecer a sua promoção profissional, bem como a permitir a sua contribuição para a melhoria da qualidade e do nível de emprego APERFEIÇOAMENTO Aumentar ou manter o desempenho profissional dos activos, através da aquisição e melhoria de competências profissionais e sociais, no âmbito da profissão exercida ESPECIALIZAÇÃO Reforçar, desenvolver e aprofundar práticas, atitudes e comportamentos ou conhecimentos adquiridos durante a formação profissional de base ou inicial, necessários ao melhor desempenho das tarefas profissionais específicas RECONVERSÃO Habilitar pessoas para mudarem de profissão, ou seja, dar-lhes uma qualificação diferente para exercerem uma nova actividade profissional ACTUALIZAÇÃO Actualizar ou desenvolver novos conhecimentos, práticas, atitudes e comportamentos dentro da mesma profissão devido, nomeadamente, aos progressos científicos e tecnológicos. PROMOÇÃO Elevar o nível de qualificação no escalonamento hierárquico profissional REABILITAÇÃO Preparar as pessoas com deficiências para uma profissão, nova ou não, ajustada às suas aptidões e capacidades físicas
  • Slides módulo3.3

    1. 1. Finanças para não Financeiros E-learning7 de Janeiro a 13 de Março de 2013 Ação N.º 1 Aveiro
    2. 2. orFormadE va G omes 7 mT: 91620274 gmail.co le gomes@M: evadova ca Pedagógi Coordenadora Mateu s Cátia 0 T: 23 243106 ic osoma.p t a cao@ps M : f or m f ormação em as de In ep. Sist u es o Marq D Renat 57 T: 2 324310 co soma.pt s ter@psi M : webma
    3. 3. O Equilíbrio FinanceiroEm termos financeiros, todas asactividades levadas a cabo numaorganização originam fluxos deentradas e saídas de fundos, queé necessário manter empermanente equilíbrio. 4
    4. 4. O Equilíbrio FinanceiroA empresa é, deste modo, vista como umacontínua corrente de fluxos monetários, queimporta garantir equilíbrio.Assim, importa-nos dividir de novo o Balanço,em apenas quatro partes:Activo Fixo, Activo Circulante, CapitaisPermanentes e PassivoCirculante. 5
    5. 5. O Equilíbrio FinanceiroACTIVO FIXOO Activo Fixo corresponde ao activo nãocorrente, na mesma definição que estudamosanteriormente.ACTIVO CIRCULANTEO activo circulante corresponde ao activocorrente do Balanço (NecessidadesCíclicas + Tesouraria Activa). 6
    6. 6. O Equilíbrio FinanceiroCAPITAIS PERMANENTESCorrespondem aos Capitais Próprios + o Passivo nãocorrente do Balanço.PASSIVO CIRCULANTEO Passivo Circulante corresponde ao Passivo correntedo Balanço. 7
    7. 7. Aplicações e Recursos 8
    8. 8. O Equilíbrio FinanceiroAlguns conceitos são semelhantes:Fixo = Permanente, de longo prazo, não correntes...Circulante = corrente, de curto prazo...Do lado dos recursos verifica-se que se colocaram oscapitais próprios e o passivo de médio e longo prazo namesma célula, revelando desta forma o conceito deCAPITAIS PERMANENTES.Capitais Permanentes = Capitais Próprios + Passivonão corrente 9
    9. 9. O Equilíbrio FinanceiroOs capitais permanentes representam assim o conjuntode recursos colocados à disposição da empresa comum elevado carácter de permanência (superior a umano).Utilizando este conceito e confrontando os recursos eas aplicações em termos da sua dimensão temporal,gera-se a primeira e mais tradicional regra de equilíbriofinanceiro. 10
    10. 10. Regra do Equilíbrio FinanceiroEsta regra recomenda uma igualdade entre o grau deexigência dos recursos e a disponibilidade ou liquidezdas aplicações:Activo Circulante = Passivo CirculanteActivo Fixo = Capitais PermanentesEsta regra, habitualmente designada de equilíbriofinanceiro mínimo, procura adequar a liquidez dasaplicações à exigibilidade dos recursos, financiando oactivo fixo com capitais permanentes e activo circulantecom o passivo circulante. 11
    11. 11. Fundo de ManeioO Fundo de Maneio não representa mais do que adiferença entre os capitais permanentes e oactivo fixo.FM = Capitais Permanentes (Capitais Próprios +Passivo não corrente) – Activo FixoSe a regra do equilíbrio financeiro mínimo for cumpridano limite, obtemos um FM = 0Se o Fundo de Maneio for positivo, existe um excessode capitais sobre o Activo fixo. 12
    12. 12. Fundo de ManeioSe o Fundo de Maneio for negativo, existe insuficiênciade capitais permanentes.De um modo geral, será benéfico para a empresa que oFM seja sempre maior ou igual a zero, pois assimverificam-se capitais permanentes capazes definanciar o activo fixo e ainda uma sobra para financiara actividade normal da empresa. 13
    13. 13. Necessidades de Fundo de ManeioA diferença entre as necessidades e os recursos cíclicosirão representar as Necessidades de Fundo de Maneio:NFM = Necessidades Cíclicas – Recursos CíclicosAssim, teremos de voltar à divisão efectuada (BalançoFuncional) 14
    14. 14. Necessidades de Fundo de ManeioSe positivo, representa que as necessidades cíclicasfinanciam na totalidade os recursos cíclicos.Se negativo, representa que há um excedente derecursos relativamente às aplicações.De notar que estes conceitos são muito controversos, tanto em termos deopinião relativamente a resultados, como com a definição. Importa apenascompreender o conceito de equilíbrio financeiro. 15

    ×