SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 26
Baixar para ler offline
Émile Durkheim
70ª Pedagogia – Diurno
Universidade Federal de Uberlândia
2013
Durkheim  Émile Durkheim foi um dos responsáveis por
tornar a sociologia uma matéria acadêmica,
sendo aceita como ciência social. Durante sua
vida, publicou centenas de estudos sociais,
sobre educação, crimes, religião, e até suicídio.
 Um dos focos de Durkheim era em como as
sociedades poderiam manter a sua integridade e
coerência na era moderna, quando as coisas
como religião e etnia não poderiam estavam tão
dispersas e misturadas. A partir disto, ele
procurou criar uma aproximação científica para
os fenômenos sociais. Descobriu a existência e
a qualidade de diferentes partes da sociedade,
divididas pelas funções que exercem, mantendo
o meio balanceado. Isto ficou conhecido como a
teoria do Funcionalismo.
 Também falava que a sociedade é mais do que a
soma de suas partes. Ao contrário de Max
Weber, ele não estava focado no que motivava
as ações individuais das pessoas
(individualismo), mas no estudo dos “fatos
sociais”, termo criado por ele mesmo que
descreve os fenômenos que não são limitados
apenas a uma pessoa.
As definições da educação –
exame crítico
 Educação – Ação que os adultos exercem
sobre as crianças.
 Todos temos diferentes funções a preencher
 È uma ilusão acreditar que podemos educar
nossos filhos como queremos. Há costumes
os quais somos obrigados a nos conformar; se
os desrespeitamos, muito gravemente, eles se
vingarão em nossos filhos. Estes uma vez
adultos não estarão em estado de viver no
meio de seus contemporâneos com os quais
não encontrarão harmonia.
As definições da educação –
exame crítico
 Há em cada momento um tipo regulador de
educação – os costumes e as ideias que
determinaram esse tipo, são o produto da vida
em comum e exprimem suas necessidades.
Definição de Educação
 Sistema educacional uno e múltiplo
 Classes sociais e regiões
 A educação não é homogênea e igualitária
 Diversificada e especializada
“A educação é a ação exercida pelas gerações
adultas, sobre as gerações que não se encontram
ainda preparadas para a vida social, tem por objetivo
suscitar e desenvolver, na criança, certo número de
estados físicos, intelectuais e morais, reclamados pela
sociedade política, no seu conjunto, e pelo meio
especial a que a criança, particularmente se destine”.
(DURKHEIM, p. 41).
Definição de Educação
Consequências da definição
precedente
 CARÁTER SOCIAL DA EDUCAÇÃO
Ser individual, pessoal (estados mentais).
Ser social
Ser pessoal sofre interferência de ideias,
sentimentos, hábitos construídos pela
sociedade.
Consequências da definição
precedente
Educação:
 Socializar o homem
 Cria no homem um ser “novo”
 Satisfaz as necessidades sociais
A função do estado em matéria
de educação
 A criança como “propriedade” dos pais.
 A educação tem função coletiva, afinal o tem por fim
adaptar a criança ao meio social.
 A educação privada submetida a fiscalização do
estado.
Poder da educação e meios de
seu exercício
 O caráter e as atitudes pessoais não
são herdadas.
 Os instintos e as tendências congênitas
podem ser alteradas.
Poder da educação e meios de
seu exercício
 Sugestão Hipnótica de Goyau
Sujeito Hipnotizado -> Passividade
->Sem vontade Própria ->
A sugestão se instala com um
mínimo de resistência.
 Porem é necessário que o
magnetizador fale com voz de
comando, autoridade.
Confusão entre os termos
educação e pedagogia
Educação = Pedagogia
Contínua Interminente
Ação exercida Não é uma ação
Educação intencional Teorias
Educação não intencional Reflexão da educação
/
Ciência da educação e
pedagogia
 Ciência da educação?
 A resposta determina a compreensão da natureza
dos métodos que devem ser utilizados no estudo
da educação.
 Educação como Objeto de pesquisa:
 Fatos analisáveis, reais;
 Homogeneidade entre os fatos;
 Devem ser classificados em uma categoria.
 Conhecer por conhecer.
Ciência da educação e
pedagogia
 Quando a educação tem regras, costumes, conjunto de
práticas e ocorre em determinado tempo e sociedade;
 Exterior/coercitivo.
 A ciência da educação Tratando:
 Tipos genéricos;
 Nas tribos: educação difusa;
 Na Índia, no Egito: educação com elementos religiosos;
 Na Grécia: educação com caráter laico e privado.
 Suas explicações.
Ciência da educação e
pedagogia
 Para uma boa análise
 Observações metódicas;
 Estatística.
As teorias Pedagógicas
 Ciência ou arte?
 Ciência -> Descrever, explicar o objeto
 Presente e passado
 Exprimir a realidade
 Arte -> produto de reflexão
 Experiência prática
 Teorias práticas -> combinações de ideias
 Orientar e definir a ação
 Visão teórica para a prática
Ciência e arte Aplicada
Pedagogia
Teoria Prática Diversificar Processos
Reflexão Aplicada Reflexão constante
Prevenção de erro Individualidade
Fundamentos da Reflexão
pedagógica
 Para que a reflexão pedagógica possa produzir os
efeitos úteis é necessário que ela esteja submetida à
disciplina de uma cultura apropriada.
 O pedagogo não tem que construir de modo completo
um sistema de ensino como se nada existisse antes
dele.
 Discute-se frequentemente para saber que lugar deve
tocar a escola primária no conjunto de nossa
organização escolar e na vida geral da sociedade, mas
esse problema é insolúvel.
Fundamentos da Reflexão
pedagógica
 Podemos notar então que para todos os seus frutos a história
da pedagogia não deve estar separada da história do ensino.
 Só a história do ensino e da pedagogia permite esclarecer os
fins que a educação deve colimar em cada época mas o que
toca aos meios adequados a realização desses fins é a
psicologia que devemos aplicar: Psicologia infantil e psicologia
coletiva.
 Tais são as disciplinas que podem despertar e cultivar a
reflexão pedagogica.
O caráter social da educação
• Para Durkheim a educação tem por
objetivo suscitar e desenvolver na criança
estados físicos e morais que são
requeridos pela sociedade política no seu
conjunto , ou seja , criar o ser social .
• Na concepção de Durkheim, em cada
ser humano que nasce existem dois
indivíduos separados. Um deles expressa
um ser individual e comporta os estados
mentais referentes apenas a ele mesmo e
à sua vida pessoal, e o outro é definido
como o ser social, constituído de um
sistema de ideias, sentimentos e hábitos
que exprimem no homem não a sua
personalidade, mas a do grupo ou grupos
de que faz parte, englobando as crenças
religiosas, práticas morais, tradições,
moralidade, etc. É nesse ser social que a
educação objetiva trabalhar, constituindo-
o e/ou organizando-o em cada um dos
indivíduos.
• O indivíduo só poderá agir na medida em que
aprender a conhecer o contexto em que está
inserido, a saber quais são suas origens e
as condições de que depende. E não poderá
sabê-la sem
ir à escola, começando por observar a matéria
bruta que está lá representada.
• A construção desse ser social é a assimilação
pelo indivíduo de uma série de normas e
princípios - sejam morais, religiosos, éticos ou
de comportamento - que baliza a conduta do
indivíduo num grupo. Sendo assim , o homem,
mais do que formador da sociedade, é também
um produto dela .
• O papel social da ação educativa é formar um cidadão que
tomará parte do espaço público. Portanto , a principal função
do professor é formar cidadãos capazes de contribuir para
manter a harmonia social .
• Todo o passado da humanidade contribuiu para fazer o
conjunto de máximas que dirigem os diferentes modelos de
educação, cada uma com as características que lhe são
próprias.
• A sociedade e cada meio social particular é que determinam
o ideal que a educação realiza . Nessa direção, cada
sociedade constrói, de acordo com sua necessidade, certo
tipo de homem ideal, e com isso a educação se torna para
essa sociedade um meio pelo qual ela prepara, durante a
formação das crianças, as condições básicas para manter
sua existência.
• Quanto mais eficiente for o processo educativo, melhor será
o desenvolvimento da comunidade em que a escola esteja
inserida .
O caráter social da educação
•Na concepção de educação de Durkheim,
como sendo ela uma função privada e
doméstica , o Estado deve intervir o mínimo
possível .
• A educação é a ação exercida, junto às crianças, pelos pais e mestres. É permanente, de
todos os instantes, geral. Não há período na vida social, não há mesmo, por assim dizer,
momento no dia em que as novas gerações não estejam em contato com seus maiores e,
em que, por conseguinte, não recebam deles influência educativa. De fato, essa influência
não se faz sentir somente nos curtos momentos em que pais e mestres comunicam
conscientemente, por via do ensino propriamente dito, os resultados de sua experiência aos
que vêm depois deles. Há uma educação não intencional que jamais cessa. Pelo nosso
exemplo, pelas palavras que pronunciamos, pelos atos que praticamos – influímos de
maneira contínua sobre a alma de nossos filhos .” (1955,p.57)
• Nós, enquanto indivíduos, ficamos diante de maneiras de agir,
pensar e sentir que apresentam a característica definida de
existir fora das consciências individuais, sendo difundidas
através da educação.
O caráter social da educação
Importância da ação educativa
 A educação é o meio pelo qual a
sociedade renova perpetuamente as
condições de sua própria existência.
 Finalidade da educação – Constituir o
ser social em cada um de nós.
Fins e meios da educação
 Sociologia – Determinação dos fins que
a educação deve atingir.
 Psicologia – constituição dos meios, isto
é, do método.
“Os fins da educação são sociais, os
meios pelos quais esses fins podem ser
plenamente atingidos devem ter,
necessariamente, caráter social.”
Durkheim,Émile. Educação e Sociologia. Pg 48.
Conclusão
“Quer se trate dos fins, a que vise, quer se
trate dos meios, é sempre às
necessidades sociais que ela atende,
são ideias e sentimentos coletivos que
ela exprime.”
Bibliografia
 DURKHEIM, Émile. Educação e
Sociologia. São Paulo: Melhoramentos,
1978.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Organização e gestão da escola
Organização e gestão da escolaOrganização e gestão da escola
Organização e gestão da escolaUlisses Vakirtzis
 
SOCIOLOGIA DA EDUCAÇÃO Pedagogia (Santa Cruz)
SOCIOLOGIA DA EDUCAÇÃO Pedagogia (Santa Cruz)SOCIOLOGIA DA EDUCAÇÃO Pedagogia (Santa Cruz)
SOCIOLOGIA DA EDUCAÇÃO Pedagogia (Santa Cruz)humberto145
 
Didática segundo commenius
Didática segundo commeniusDidática segundo commenius
Didática segundo commeniusvaniaboys
 
Educação Formal e Não Formal
Educação Formal e Não FormalEducação Formal e Não Formal
Educação Formal e Não FormalThayseH
 
EMILE DURKHEIM EDUCAÇÃO E SOCIOLOGIA
EMILE DURKHEIM EDUCAÇÃO E SOCIOLOGIAEMILE DURKHEIM EDUCAÇÃO E SOCIOLOGIA
EMILE DURKHEIM EDUCAÇÃO E SOCIOLOGIAVictor Said
 
AULO 1 - METODOLOGIA DO ENSINO DE ARTE (1).pptx
AULO 1 - METODOLOGIA DO ENSINO  DE ARTE (1).pptxAULO 1 - METODOLOGIA DO ENSINO  DE ARTE (1).pptx
AULO 1 - METODOLOGIA DO ENSINO DE ARTE (1).pptxRaquel Vasconcelos
 
Educação e Sociedade
Educação e SociedadeEducação e Sociedade
Educação e Sociedadeliclau
 
Planejamento Educacional
Planejamento EducacionalPlanejamento Educacional
Planejamento EducacionalSimone Lucas
 
O manifesto dos_pioneiros
O manifesto dos_pioneirosO manifesto dos_pioneiros
O manifesto dos_pioneiroslidiane98
 
TEORIAS DE APRENDIZAGEM PARTE 1: “VYGOTSKY’’ QUESTÕES DE CONCURSOS DIVERS...
TEORIAS DE APRENDIZAGEM  PARTE 1:  “VYGOTSKY’’ QUESTÕES  DE  CONCURSOS DIVERS...TEORIAS DE APRENDIZAGEM  PARTE 1:  “VYGOTSKY’’ QUESTÕES  DE  CONCURSOS DIVERS...
TEORIAS DE APRENDIZAGEM PARTE 1: “VYGOTSKY’’ QUESTÕES DE CONCURSOS DIVERS...Suellen Melo
 
Tendnciaspedaggicas 130210234115-phpapp01 - c ópia (1)
Tendnciaspedaggicas 130210234115-phpapp01 - c ópia (1)Tendnciaspedaggicas 130210234115-phpapp01 - c ópia (1)
Tendnciaspedaggicas 130210234115-phpapp01 - c ópia (1)Ilvanete Rosa Costa
 
Quadro comparativo das concepções de aprendizagem entre os teóricos piaget, v...
Quadro comparativo das concepções de aprendizagem entre os teóricos piaget, v...Quadro comparativo das concepções de aprendizagem entre os teóricos piaget, v...
Quadro comparativo das concepções de aprendizagem entre os teóricos piaget, v...LD35
 
Sistema de organização educaçao brasileira
Sistema de organização educaçao brasileiraSistema de organização educaçao brasileira
Sistema de organização educaçao brasileiraHerbert Schutzer
 
As relações entre indivíduo e sociedade
As relações  entre indivíduo e sociedadeAs relações  entre indivíduo e sociedade
As relações entre indivíduo e sociedadeJosé Amaral
 

Mais procurados (20)

Sintese ideias o que é educação brandão
Sintese ideias o que é educação brandãoSintese ideias o que é educação brandão
Sintese ideias o que é educação brandão
 
Organização e gestão da escola
Organização e gestão da escolaOrganização e gestão da escola
Organização e gestão da escola
 
Durkheim
DurkheimDurkheim
Durkheim
 
SOCIOLOGIA DA EDUCAÇÃO Pedagogia (Santa Cruz)
SOCIOLOGIA DA EDUCAÇÃO Pedagogia (Santa Cruz)SOCIOLOGIA DA EDUCAÇÃO Pedagogia (Santa Cruz)
SOCIOLOGIA DA EDUCAÇÃO Pedagogia (Santa Cruz)
 
Sociologia da educação
Sociologia da educação Sociologia da educação
Sociologia da educação
 
Didática segundo commenius
Didática segundo commeniusDidática segundo commenius
Didática segundo commenius
 
Emile durkheim
Emile durkheimEmile durkheim
Emile durkheim
 
A escola
A escolaA escola
A escola
 
Educação Formal e Não Formal
Educação Formal e Não FormalEducação Formal e Não Formal
Educação Formal e Não Formal
 
EMILE DURKHEIM EDUCAÇÃO E SOCIOLOGIA
EMILE DURKHEIM EDUCAÇÃO E SOCIOLOGIAEMILE DURKHEIM EDUCAÇÃO E SOCIOLOGIA
EMILE DURKHEIM EDUCAÇÃO E SOCIOLOGIA
 
AULO 1 - METODOLOGIA DO ENSINO DE ARTE (1).pptx
AULO 1 - METODOLOGIA DO ENSINO  DE ARTE (1).pptxAULO 1 - METODOLOGIA DO ENSINO  DE ARTE (1).pptx
AULO 1 - METODOLOGIA DO ENSINO DE ARTE (1).pptx
 
Educação e Sociedade
Educação e SociedadeEducação e Sociedade
Educação e Sociedade
 
Planejamento Educacional
Planejamento EducacionalPlanejamento Educacional
Planejamento Educacional
 
O manifesto dos_pioneiros
O manifesto dos_pioneirosO manifesto dos_pioneiros
O manifesto dos_pioneiros
 
TEORIAS DE APRENDIZAGEM PARTE 1: “VYGOTSKY’’ QUESTÕES DE CONCURSOS DIVERS...
TEORIAS DE APRENDIZAGEM  PARTE 1:  “VYGOTSKY’’ QUESTÕES  DE  CONCURSOS DIVERS...TEORIAS DE APRENDIZAGEM  PARTE 1:  “VYGOTSKY’’ QUESTÕES  DE  CONCURSOS DIVERS...
TEORIAS DE APRENDIZAGEM PARTE 1: “VYGOTSKY’’ QUESTÕES DE CONCURSOS DIVERS...
 
Tendnciaspedaggicas 130210234115-phpapp01 - c ópia (1)
Tendnciaspedaggicas 130210234115-phpapp01 - c ópia (1)Tendnciaspedaggicas 130210234115-phpapp01 - c ópia (1)
Tendnciaspedaggicas 130210234115-phpapp01 - c ópia (1)
 
Quadro comparativo das concepções de aprendizagem entre os teóricos piaget, v...
Quadro comparativo das concepções de aprendizagem entre os teóricos piaget, v...Quadro comparativo das concepções de aprendizagem entre os teóricos piaget, v...
Quadro comparativo das concepções de aprendizagem entre os teóricos piaget, v...
 
Sistema de organização educaçao brasileira
Sistema de organização educaçao brasileiraSistema de organização educaçao brasileira
Sistema de organização educaçao brasileira
 
As relações entre indivíduo e sociedade
As relações  entre indivíduo e sociedadeAs relações  entre indivíduo e sociedade
As relações entre indivíduo e sociedade
 
Tendência crítico social dos conteúdos
Tendência crítico social dos conteúdosTendência crítico social dos conteúdos
Tendência crítico social dos conteúdos
 

Destaque

A Sociologia De Émile Durkheim
A Sociologia De Émile DurkheimA Sociologia De Émile Durkheim
A Sociologia De Émile Durkheimguestdc18d25
 
Intuição por que você deve seguir a sua?
Intuição   por que você deve seguir a sua?Intuição   por que você deve seguir a sua?
Intuição por que você deve seguir a sua?Eder Prado
 
3psicologia objetos-metodos-e-implicacoes-para-a-educacao (1)
3psicologia objetos-metodos-e-implicacoes-para-a-educacao (1)3psicologia objetos-metodos-e-implicacoes-para-a-educacao (1)
3psicologia objetos-metodos-e-implicacoes-para-a-educacao (1)Mário Mattos
 
1. sociologia da educação
1. sociologia da educação1. sociologia da educação
1. sociologia da educaçãoSimonelleGomes
 
Resenha golpe do destino.
Resenha golpe do destino.Resenha golpe do destino.
Resenha golpe do destino.luzienne moraes
 
Pratica educativa e sociedade
Pratica educativa e sociedadePratica educativa e sociedade
Pratica educativa e sociedadeasocamargo
 
Powerpoint especificio Sociologia
Powerpoint especificio SociologiaPowerpoint especificio Sociologia
Powerpoint especificio SociologiaPedro Oliveira
 
Educação, Sociedade e Trabalho
Educação, Sociedade e TrabalhoEducação, Sociedade e Trabalho
Educação, Sociedade e Trabalholucavao2010
 
Sociologia da educaçáo 1
Sociologia da educaçáo 1Sociologia da educaçáo 1
Sociologia da educaçáo 1greghouse48
 
Aula 01 fundamentos históricos da educação - marcos zanon(1)
Aula 01   fundamentos históricos da educação - marcos zanon(1)Aula 01   fundamentos históricos da educação - marcos zanon(1)
Aula 01 fundamentos históricos da educação - marcos zanon(1)eadseedpr
 
SOCIOLOGIA E EDUCAÇÃO - CULTURA E SOCIEDADE
SOCIOLOGIA E EDUCAÇÃO - CULTURA E SOCIEDADESOCIOLOGIA E EDUCAÇÃO - CULTURA E SOCIEDADE
SOCIOLOGIA E EDUCAÇÃO - CULTURA E SOCIEDADELIMA, Alan Lucas de
 
Slide sociologia 1
Slide sociologia 1Slide sociologia 1
Slide sociologia 1Over Lane
 

Destaque (19)

Aula Émile Durkheim
Aula Émile DurkheimAula Émile Durkheim
Aula Émile Durkheim
 
A Sociologia De Émile Durkheim
A Sociologia De Émile DurkheimA Sociologia De Émile Durkheim
A Sociologia De Émile Durkheim
 
Intuição por que você deve seguir a sua?
Intuição   por que você deve seguir a sua?Intuição   por que você deve seguir a sua?
Intuição por que você deve seguir a sua?
 
3psicologia objetos-metodos-e-implicacoes-para-a-educacao (1)
3psicologia objetos-metodos-e-implicacoes-para-a-educacao (1)3psicologia objetos-metodos-e-implicacoes-para-a-educacao (1)
3psicologia objetos-metodos-e-implicacoes-para-a-educacao (1)
 
1. sociologia da educação
1. sociologia da educação1. sociologia da educação
1. sociologia da educação
 
Resenha golpe do destino.
Resenha golpe do destino.Resenha golpe do destino.
Resenha golpe do destino.
 
Pratica educativa e sociedade
Pratica educativa e sociedadePratica educativa e sociedade
Pratica educativa e sociedade
 
Powerpoint especificio Sociologia
Powerpoint especificio SociologiaPowerpoint especificio Sociologia
Powerpoint especificio Sociologia
 
Educação, Sociedade e Trabalho
Educação, Sociedade e TrabalhoEducação, Sociedade e Trabalho
Educação, Sociedade e Trabalho
 
Sociologia da educaçáo 1
Sociologia da educaçáo 1Sociologia da educaçáo 1
Sociologia da educaçáo 1
 
3. prática educativa e sociedade
3. prática educativa e sociedade3. prática educativa e sociedade
3. prática educativa e sociedade
 
Durkheim
DurkheimDurkheim
Durkheim
 
Aula 01 fundamentos históricos da educação - marcos zanon(1)
Aula 01   fundamentos históricos da educação - marcos zanon(1)Aula 01   fundamentos históricos da educação - marcos zanon(1)
Aula 01 fundamentos históricos da educação - marcos zanon(1)
 
Émile Durkheim
Émile DurkheimÉmile Durkheim
Émile Durkheim
 
éMile durkheim
éMile durkheiméMile durkheim
éMile durkheim
 
O que é Sociologia?
O que é Sociologia?O que é Sociologia?
O que é Sociologia?
 
Fundamentos Da Educação HistóRia Da EducaçãO
Fundamentos Da Educação   HistóRia Da EducaçãOFundamentos Da Educação   HistóRia Da EducaçãO
Fundamentos Da Educação HistóRia Da EducaçãO
 
SOCIOLOGIA E EDUCAÇÃO - CULTURA E SOCIEDADE
SOCIOLOGIA E EDUCAÇÃO - CULTURA E SOCIEDADESOCIOLOGIA E EDUCAÇÃO - CULTURA E SOCIEDADE
SOCIOLOGIA E EDUCAÇÃO - CULTURA E SOCIEDADE
 
Slide sociologia 1
Slide sociologia 1Slide sociologia 1
Slide sociologia 1
 

Semelhante a durkheim

01.-Super-Apostila-1-Conhecimentos-Pedagógicos.pdf
01.-Super-Apostila-1-Conhecimentos-Pedagógicos.pdf01.-Super-Apostila-1-Conhecimentos-Pedagógicos.pdf
01.-Super-Apostila-1-Conhecimentos-Pedagógicos.pdfssuserdd552c1
 
Os Valores Morais No âMbito Da Escola Capitalista
Os Valores Morais No âMbito Da Escola CapitalistaOs Valores Morais No âMbito Da Escola Capitalista
Os Valores Morais No âMbito Da Escola CapitalistaREDEM
 
Educação e Regras de Ética
Educação e Regras de ÉticaEducação e Regras de Ética
Educação e Regras de ÉticaSilvana
 
livro importancia da linguagem....pdf
livro importancia da linguagem....pdflivro importancia da linguagem....pdf
livro importancia da linguagem....pdfJaneNi5
 
Dicas conhecimentos pedagógicos
Dicas conhecimentos pedagógicosDicas conhecimentos pedagógicos
Dicas conhecimentos pedagógicosAna Magistério
 
Texto27 P7
Texto27 P7Texto27 P7
Texto27 P7renatotf
 
Abordagens sociopolíticas da educação
Abordagens sociopolíticas da educaçãoAbordagens sociopolíticas da educação
Abordagens sociopolíticas da educaçãoEdilene Pina
 
Candau, vera lucia linguagens espacos e tempos no ensinar
Candau, vera lucia   linguagens espacos e tempos no ensinarCandau, vera lucia   linguagens espacos e tempos no ensinar
Candau, vera lucia linguagens espacos e tempos no ensinarmarcaocampos
 
30.resumo de livros.docx
30.resumo de livros.docx30.resumo de livros.docx
30.resumo de livros.docxAlineMelo123
 
FATORES INTERPESSOAIS E SOCIOAMBIENTAIS DO PROCESSO DE ENSINO-APRENDIZAGEM.ppt
FATORES INTERPESSOAIS E SOCIOAMBIENTAIS DO PROCESSO DE ENSINO-APRENDIZAGEM.pptFATORES INTERPESSOAIS E SOCIOAMBIENTAIS DO PROCESSO DE ENSINO-APRENDIZAGEM.ppt
FATORES INTERPESSOAIS E SOCIOAMBIENTAIS DO PROCESSO DE ENSINO-APRENDIZAGEM.pptCRISTINA380470
 
Atividade semana dois teorias sociocríticas
Atividade semana dois teorias sociocríticasAtividade semana dois teorias sociocríticas
Atividade semana dois teorias sociocríticasrosiane sangali
 
Atividade semana dois teorias sociocríticas
Atividade semana dois teorias sociocríticasAtividade semana dois teorias sociocríticas
Atividade semana dois teorias sociocríticasrosiane sangali
 

Semelhante a durkheim (20)

4. durkheim e a educação
4. durkheim e a educação4. durkheim e a educação
4. durkheim e a educação
 
G ped didp_3_1_04
G ped didp_3_1_04G ped didp_3_1_04
G ped didp_3_1_04
 
01.-Super-Apostila-1-Conhecimentos-Pedagógicos.pdf
01.-Super-Apostila-1-Conhecimentos-Pedagógicos.pdf01.-Super-Apostila-1-Conhecimentos-Pedagógicos.pdf
01.-Super-Apostila-1-Conhecimentos-Pedagógicos.pdf
 
G ped didp_3_1_04
G ped didp_3_1_04G ped didp_3_1_04
G ped didp_3_1_04
 
A relação educação e sociedade
A relação educação e sociedadeA relação educação e sociedade
A relação educação e sociedade
 
Trabalho pedagogia
Trabalho pedagogiaTrabalho pedagogia
Trabalho pedagogia
 
Os Valores Morais No âMbito Da Escola Capitalista
Os Valores Morais No âMbito Da Escola CapitalistaOs Valores Morais No âMbito Da Escola Capitalista
Os Valores Morais No âMbito Da Escola Capitalista
 
Educação e Regras de Ética
Educação e Regras de ÉticaEducação e Regras de Ética
Educação e Regras de Ética
 
livro importancia da linguagem....pdf
livro importancia da linguagem....pdflivro importancia da linguagem....pdf
livro importancia da linguagem....pdf
 
Teorias sociológicas na história da humanidade
Teorias sociológicas na história da humanidadeTeorias sociológicas na história da humanidade
Teorias sociológicas na história da humanidade
 
Dicas conhecimentos pedagógicos
Dicas conhecimentos pedagógicosDicas conhecimentos pedagógicos
Dicas conhecimentos pedagógicos
 
Texto27 P7
Texto27 P7Texto27 P7
Texto27 P7
 
didatica ensino superior 2
didatica ensino superior 2didatica ensino superior 2
didatica ensino superior 2
 
Abordagens sociopolíticas da educação
Abordagens sociopolíticas da educaçãoAbordagens sociopolíticas da educação
Abordagens sociopolíticas da educação
 
Candau, vera lucia linguagens espacos e tempos no ensinar
Candau, vera lucia   linguagens espacos e tempos no ensinarCandau, vera lucia   linguagens espacos e tempos no ensinar
Candau, vera lucia linguagens espacos e tempos no ensinar
 
Curso de didática
Curso de didáticaCurso de didática
Curso de didática
 
30.resumo de livros.docx
30.resumo de livros.docx30.resumo de livros.docx
30.resumo de livros.docx
 
FATORES INTERPESSOAIS E SOCIOAMBIENTAIS DO PROCESSO DE ENSINO-APRENDIZAGEM.ppt
FATORES INTERPESSOAIS E SOCIOAMBIENTAIS DO PROCESSO DE ENSINO-APRENDIZAGEM.pptFATORES INTERPESSOAIS E SOCIOAMBIENTAIS DO PROCESSO DE ENSINO-APRENDIZAGEM.ppt
FATORES INTERPESSOAIS E SOCIOAMBIENTAIS DO PROCESSO DE ENSINO-APRENDIZAGEM.ppt
 
Atividade semana dois teorias sociocríticas
Atividade semana dois teorias sociocríticasAtividade semana dois teorias sociocríticas
Atividade semana dois teorias sociocríticas
 
Atividade semana dois teorias sociocríticas
Atividade semana dois teorias sociocríticasAtividade semana dois teorias sociocríticas
Atividade semana dois teorias sociocríticas
 

durkheim

  • 1. Émile Durkheim 70ª Pedagogia – Diurno Universidade Federal de Uberlândia 2013
  • 2. Durkheim  Émile Durkheim foi um dos responsáveis por tornar a sociologia uma matéria acadêmica, sendo aceita como ciência social. Durante sua vida, publicou centenas de estudos sociais, sobre educação, crimes, religião, e até suicídio.  Um dos focos de Durkheim era em como as sociedades poderiam manter a sua integridade e coerência na era moderna, quando as coisas como religião e etnia não poderiam estavam tão dispersas e misturadas. A partir disto, ele procurou criar uma aproximação científica para os fenômenos sociais. Descobriu a existência e a qualidade de diferentes partes da sociedade, divididas pelas funções que exercem, mantendo o meio balanceado. Isto ficou conhecido como a teoria do Funcionalismo.  Também falava que a sociedade é mais do que a soma de suas partes. Ao contrário de Max Weber, ele não estava focado no que motivava as ações individuais das pessoas (individualismo), mas no estudo dos “fatos sociais”, termo criado por ele mesmo que descreve os fenômenos que não são limitados apenas a uma pessoa.
  • 3. As definições da educação – exame crítico  Educação – Ação que os adultos exercem sobre as crianças.  Todos temos diferentes funções a preencher  È uma ilusão acreditar que podemos educar nossos filhos como queremos. Há costumes os quais somos obrigados a nos conformar; se os desrespeitamos, muito gravemente, eles se vingarão em nossos filhos. Estes uma vez adultos não estarão em estado de viver no meio de seus contemporâneos com os quais não encontrarão harmonia.
  • 4. As definições da educação – exame crítico  Há em cada momento um tipo regulador de educação – os costumes e as ideias que determinaram esse tipo, são o produto da vida em comum e exprimem suas necessidades.
  • 5. Definição de Educação  Sistema educacional uno e múltiplo  Classes sociais e regiões  A educação não é homogênea e igualitária  Diversificada e especializada
  • 6. “A educação é a ação exercida pelas gerações adultas, sobre as gerações que não se encontram ainda preparadas para a vida social, tem por objetivo suscitar e desenvolver, na criança, certo número de estados físicos, intelectuais e morais, reclamados pela sociedade política, no seu conjunto, e pelo meio especial a que a criança, particularmente se destine”. (DURKHEIM, p. 41). Definição de Educação
  • 7. Consequências da definição precedente  CARÁTER SOCIAL DA EDUCAÇÃO Ser individual, pessoal (estados mentais). Ser social Ser pessoal sofre interferência de ideias, sentimentos, hábitos construídos pela sociedade.
  • 8. Consequências da definição precedente Educação:  Socializar o homem  Cria no homem um ser “novo”  Satisfaz as necessidades sociais
  • 9. A função do estado em matéria de educação  A criança como “propriedade” dos pais.  A educação tem função coletiva, afinal o tem por fim adaptar a criança ao meio social.  A educação privada submetida a fiscalização do estado.
  • 10. Poder da educação e meios de seu exercício  O caráter e as atitudes pessoais não são herdadas.  Os instintos e as tendências congênitas podem ser alteradas.
  • 11. Poder da educação e meios de seu exercício  Sugestão Hipnótica de Goyau Sujeito Hipnotizado -> Passividade ->Sem vontade Própria -> A sugestão se instala com um mínimo de resistência.  Porem é necessário que o magnetizador fale com voz de comando, autoridade.
  • 12. Confusão entre os termos educação e pedagogia Educação = Pedagogia Contínua Interminente Ação exercida Não é uma ação Educação intencional Teorias Educação não intencional Reflexão da educação /
  • 13. Ciência da educação e pedagogia  Ciência da educação?  A resposta determina a compreensão da natureza dos métodos que devem ser utilizados no estudo da educação.  Educação como Objeto de pesquisa:  Fatos analisáveis, reais;  Homogeneidade entre os fatos;  Devem ser classificados em uma categoria.  Conhecer por conhecer.
  • 14. Ciência da educação e pedagogia  Quando a educação tem regras, costumes, conjunto de práticas e ocorre em determinado tempo e sociedade;  Exterior/coercitivo.  A ciência da educação Tratando:  Tipos genéricos;  Nas tribos: educação difusa;  Na Índia, no Egito: educação com elementos religiosos;  Na Grécia: educação com caráter laico e privado.  Suas explicações.
  • 15. Ciência da educação e pedagogia  Para uma boa análise  Observações metódicas;  Estatística.
  • 16. As teorias Pedagógicas  Ciência ou arte?  Ciência -> Descrever, explicar o objeto  Presente e passado  Exprimir a realidade  Arte -> produto de reflexão  Experiência prática  Teorias práticas -> combinações de ideias  Orientar e definir a ação  Visão teórica para a prática
  • 17. Ciência e arte Aplicada Pedagogia Teoria Prática Diversificar Processos Reflexão Aplicada Reflexão constante Prevenção de erro Individualidade
  • 18. Fundamentos da Reflexão pedagógica  Para que a reflexão pedagógica possa produzir os efeitos úteis é necessário que ela esteja submetida à disciplina de uma cultura apropriada.  O pedagogo não tem que construir de modo completo um sistema de ensino como se nada existisse antes dele.  Discute-se frequentemente para saber que lugar deve tocar a escola primária no conjunto de nossa organização escolar e na vida geral da sociedade, mas esse problema é insolúvel.
  • 19. Fundamentos da Reflexão pedagógica  Podemos notar então que para todos os seus frutos a história da pedagogia não deve estar separada da história do ensino.  Só a história do ensino e da pedagogia permite esclarecer os fins que a educação deve colimar em cada época mas o que toca aos meios adequados a realização desses fins é a psicologia que devemos aplicar: Psicologia infantil e psicologia coletiva.  Tais são as disciplinas que podem despertar e cultivar a reflexão pedagogica.
  • 20. O caráter social da educação • Para Durkheim a educação tem por objetivo suscitar e desenvolver na criança estados físicos e morais que são requeridos pela sociedade política no seu conjunto , ou seja , criar o ser social . • Na concepção de Durkheim, em cada ser humano que nasce existem dois indivíduos separados. Um deles expressa um ser individual e comporta os estados mentais referentes apenas a ele mesmo e à sua vida pessoal, e o outro é definido como o ser social, constituído de um sistema de ideias, sentimentos e hábitos que exprimem no homem não a sua personalidade, mas a do grupo ou grupos de que faz parte, englobando as crenças religiosas, práticas morais, tradições, moralidade, etc. É nesse ser social que a educação objetiva trabalhar, constituindo- o e/ou organizando-o em cada um dos indivíduos. • O indivíduo só poderá agir na medida em que aprender a conhecer o contexto em que está inserido, a saber quais são suas origens e as condições de que depende. E não poderá sabê-la sem ir à escola, começando por observar a matéria bruta que está lá representada. • A construção desse ser social é a assimilação pelo indivíduo de uma série de normas e princípios - sejam morais, religiosos, éticos ou de comportamento - que baliza a conduta do indivíduo num grupo. Sendo assim , o homem, mais do que formador da sociedade, é também um produto dela .
  • 21. • O papel social da ação educativa é formar um cidadão que tomará parte do espaço público. Portanto , a principal função do professor é formar cidadãos capazes de contribuir para manter a harmonia social . • Todo o passado da humanidade contribuiu para fazer o conjunto de máximas que dirigem os diferentes modelos de educação, cada uma com as características que lhe são próprias. • A sociedade e cada meio social particular é que determinam o ideal que a educação realiza . Nessa direção, cada sociedade constrói, de acordo com sua necessidade, certo tipo de homem ideal, e com isso a educação se torna para essa sociedade um meio pelo qual ela prepara, durante a formação das crianças, as condições básicas para manter sua existência. • Quanto mais eficiente for o processo educativo, melhor será o desenvolvimento da comunidade em que a escola esteja inserida . O caráter social da educação
  • 22. •Na concepção de educação de Durkheim, como sendo ela uma função privada e doméstica , o Estado deve intervir o mínimo possível . • A educação é a ação exercida, junto às crianças, pelos pais e mestres. É permanente, de todos os instantes, geral. Não há período na vida social, não há mesmo, por assim dizer, momento no dia em que as novas gerações não estejam em contato com seus maiores e, em que, por conseguinte, não recebam deles influência educativa. De fato, essa influência não se faz sentir somente nos curtos momentos em que pais e mestres comunicam conscientemente, por via do ensino propriamente dito, os resultados de sua experiência aos que vêm depois deles. Há uma educação não intencional que jamais cessa. Pelo nosso exemplo, pelas palavras que pronunciamos, pelos atos que praticamos – influímos de maneira contínua sobre a alma de nossos filhos .” (1955,p.57) • Nós, enquanto indivíduos, ficamos diante de maneiras de agir, pensar e sentir que apresentam a característica definida de existir fora das consciências individuais, sendo difundidas através da educação. O caráter social da educação
  • 23. Importância da ação educativa  A educação é o meio pelo qual a sociedade renova perpetuamente as condições de sua própria existência.  Finalidade da educação – Constituir o ser social em cada um de nós.
  • 24. Fins e meios da educação  Sociologia – Determinação dos fins que a educação deve atingir.  Psicologia – constituição dos meios, isto é, do método. “Os fins da educação são sociais, os meios pelos quais esses fins podem ser plenamente atingidos devem ter, necessariamente, caráter social.” Durkheim,Émile. Educação e Sociologia. Pg 48.
  • 25. Conclusão “Quer se trate dos fins, a que vise, quer se trate dos meios, é sempre às necessidades sociais que ela atende, são ideias e sentimentos coletivos que ela exprime.”
  • 26. Bibliografia  DURKHEIM, Émile. Educação e Sociologia. São Paulo: Melhoramentos, 1978.