Durkheim sociologia da educação

5.163 visualizações

Publicada em

Aula sobre Durkheim e Sociologia da Educação

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
5.163
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
75
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
225
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Durkheim sociologia da educação

  1. 1. DURKHEIM SOCIOLOGIA DA EDUCAÇÃO Profª Flávia M. Motta FAED/UDESC
  2. 2. Émile Durkheim foi um dos fundadores da Sociologia
  3. 3. Ao longo de intenso trabalho intelectual, Durkheim esforcou-se dȩ modo notavel para construir á especificidade sociologica é esclarecer os fundamentos sociais da educacao.̧ ̃ Sua biografia indica um duplo percurso: de educador e de sociologo.́ *Aula baseada no texto de Fernando Correia Dias. DURKHEIM E A SOCIOLOGIA DÁ EDUCACÃO NO BRASIL(Em Aberto. Brasília, ano 9. n.̧ 46. abr. jun. 1990). http://emaberto.inep.gov.br/index.php/emaberto/article/viewFile/726/649 Aspas e número das páginas de que foram retiradas frases e parágrafos foram evitadas para não sobrecarregar a apresentação, mesmo porque algumas passagens foram cortadas e/ou refraseadas. Para citar, recorrer ao texto original de Fernando Correia Dias
  4. 4. Preparou-se, desde muito jovem, para o magisterio.́ Orientando-se para a Filosofia, cursou a Escola Normal Superior de Paris Entre 1887 e 1902, leciona Pedagogia e Ciencia Social na Faculdade dê Letras de Bordeus, epoca em que dedica consideravel parte do tempo eḿ ́ ́ formar mestres primarios. Admitido como professor da Sorbonne, comecoú ̧ pela Ciencia da Educacao; so mais tarde a disciplina que lecionava ganhoû ̧ ̃ ́ o status tambem de ensino sociologico.́ ́ Ocupou-se, do aspecto institucional, isto e, da boa organizacao do sistemá ̧ ̃ nacional de ensino na Franca.̧ A atividade pedagogica e reflexao no plano da teoria se conjugavam ná ̃ pessoa do sociologo.́
  5. 5. O interesse que mantinha pela situacao educacional do pais derivava dȩ ̃ ́ diferentes fontes, relacionadas estas quer com sua formacao intelectual,̧ ̃ quer com as conjunturas politicas em que viveu:́ o conhecimento historico, que dominava,́ tanto da vida social francesa, como das ideias pedagogicas;́ ́ uma atitude critica e, simultaneamente,́ aberta face a sociedade urbano-industrial̀ nascente; do desejo de construir uma etica secular,́ fundada na razao e distante de qualquer̃ legado religioso tradicional a identificacao civica com a Franca̧ ̃ ́ ̧ republicana
  6. 6. OBRA Embora tenha se dedicado, com a mesma intensidade, a Educacao e a Sociologia, o certò ̧ ̃ ̀ e que os livros fundamentais de teoria, pesquisá pioneira e metodologia obscurecem o restante da producao intelectual durkheimiana, inclusive na̧ ̃ area educacional:́ De Ia division du travail social (1893); Les regles de Ia methode sociologique (1895);̀ ́ Le suicide (1897) Les formes elementaires de Ia vie religieusé (1912).
  7. 7. “ Educacao e sociologia"̧ ̃ Nem sempre a contribuição de Durkheim à Sociologia da Educação é lembrada pelos historiadores. No entanto é preciso destacar sua enorme contribuição deixada nos escritos publicados por ele, como nos cursos ministrado e publicados após sua morte por seus seguidores. Chama-se especialmente a atencao para o prisma̧ ̃ sociologico adotado nesses estudos, é consistente no entendimento da Educacao como fenomeno social, a̧ ̃ ̂ ser examinado pelo processo positivo.”
  8. 8. Com um "pequeno e excelente livro" (Educacao e sociologia) firma-se um̧ ̃ ponto de partida para a disciplina. Fernando de Azevedo, o principal discipuló brasileiro do sociologo frances, saudando ó ̂ aparecimento (tardio)da Sociologia da Educacao entre nós.̧ ̃
  9. 9. Os sistemas educacionais sao criados pelã sociedade, nao abstratamente, mas por̃ sociedades concretas, historicamente determinadas. Constitui-se o homem e constitui- se o cidadao. Este ultimo e moldado pelas̃ ́ ́ expectativas dos diversos meios (representados por diferentes grupos sociais) em que se divide determinado povo.
  10. 10. "A educacao e a acao exercida, pelas geracoeş ̃ ́ ̧ ̃ ̧ ̃ adultas, sobre as geracoes que nao se encontram̧ ̃ ̃ ainda preparadas para a vida social; tem por objeto suscitar e desenvolver, na crianca, certo̧ numero de estados fisicos, intelectuais e morais,́ ́ reclamados pela sociedade politica, no seú conjunto, e pelo meio especial a que a crianca,̧ particularmente, se destina" (Durkheim, 1978, p. 41).
  11. 11. a crítica Durkheim, entretanto, nos apresenta o processo educativo como regulamentacao social estatica em cada̧ ̃ ́ momento de equilibrio da evolucao social, isto e, em cadá ̧ ̃ ́ vigencia do sistema educacional definido pela sociedadê atraves da escolha dos fins. Ha pouca possibilidade dé ́ mobilidade social: as pessoas sao preparadas para viver,̃ de modo conformista, no meio social a que se destinam, nunca para deslocar-se a outro meio. Nao se visualiza,̃ um processo dialogico, mas apenas o rito de inculcaŕ sobre as criancas os conteudos da mentalidade adulta.̧ ́
  12. 12. Durkheim e a educacao no Brasiļ ̃ Foi pela via do ensino da Pedagogia e pela maõ ou pela fala dos educadores que a Sociologia veio a ter status universitario, tendo esse ensinó sido institucionalizado, no fim da decada de 20 é inicio da de 30, nos cursos normais, em Recife, nó Rio de Janeiro e em Sao Paulõ
  13. 13. Influência de Durkheim no pensamento brasileiro Fernando de Azevedo (educador e sociólogo). Em 1940 publicou “Sociologia Educacional”. Seguindo a proposição durkheimiana, considera a educacao como um dos campos de investigacao sociologica,̧ ̃ ̧ ̃ ́ armada de um sistema de conceitos, procurando definir o processo educacional no que tem de socializacao, para, em̧ ̃ seguida, estuda-lo em conexao com as instituicoes sociais,́ ̃ ̧ ̃ tanto genericas como a familia e o Estado, quantó ́ especificas, como a escola.́ Fernando Azevedo teve marcante atuação na implantação da Universidade (USP) e criação da Escola Nova. Foi o principal personagem na publicação do Manifesto dos Pioneiros da Educação Nova, de 1932.
  14. 14. Nos anos subsequentes, multiplicaram-se as̈ pesquisas na area da Sociologia da Educacao.́ ̧ ̃ “(…)Durkheim continua vivo na escola brasileira, quer diretamente, pelos seus textos, quer indiretamente, pelos trabalhos de seus seguidores e interpretes.” (DIAS,1990: 42)́

×