Tesouro Direto

6.282 visualizações

Publicada em

Investir no Tesouro Direto é uma excelente e segura opção de investimento (renda fixa).

Invista a partir de R$100, em Títulos Públicos Federais, com garantia de rentabilidade, segurança, comodidade e diversidade.

Invista com o Easynvest, pela internet, com taxa de serviço ZERO para Tesouro Direto!

0 comentários
5 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
6.282
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
244
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
143
Comentários
0
Gostaram
5
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Tesouro Direto

  1. 1. O que é Tesouro DiretoPrograma de vendas de Títulos Públicos a pessoas físicasdesenvolvido em 2002, em parceria entre o Tesouro Direto ea CBLC (Companhia Brasileira de Liquidação e Custódia).OBJETIVOS: Democratizar o acesso para investimentos em títulosfederais; Incentivar a formação de poupança de longo prazo; Fornecer informações sobre a administração e a estruturada dívida pública federal brasileira.
  2. 2. O que é Tesouro DiretoTÍTULOS PÚBLICOSSão ativos de renda fixa que têm por objetivo captarrecursos para o financiamento da dívida pública, bem comopara financiar atividades do Governo Federal, comoeducação, saúde e infraestrutura.Anteriormente, o investidor somente poderia efetuaraplicações em títulos se participasse de algum fundo deinvestimento que tivesse títulos em sua carteira, o queaumentava o custo do investidor interessado nos títulos.
  3. 3. O que é Tesouro Direto As movimentações podem ser efetuadas pelo próprioinvestidor ou este autoriza seu agente de custódia a efetuá-las. O volume de investimento é pequeno, sendo possível efetuaroperações a partir de R$ 100,00. Os investimentos podem ser de curto, médio ou longo prazo. Somente investidores que tenham CPF, residam no territóriobrasileiro e tenham conta corrente em alguma instituiçãopoderão operar no Tesouro Direto.
  4. 4. O que é Tesouro Direto Os títulos são considerados de boa liquidez, devido ao fatodo Tesouro Nacional garantir a compra destes.Assim, o investidor poderá resgatar seu título a qualquermomento, antes mesmo do vencimento deste.Para vendas antecipadas, o valor do título será o demercado. O investidor terá como vantagem: boa rentabilidade,baixas taxas de administração, liquidez garantida, baixorisco.
  5. 5. O que é Tesouro DiretoPara efetuar suas movimentações junto ao Tesouro Direto, oinvestidor deverá ter cadastro em um Agente de Custódia.Isso é necessário porque esta instituição financeira éresponsável pela guarda dos títulos públicos junto aBM&FBOVESPA, repasse de recursos financeiros referentesaos eventos de custódia (pagamento de juros e resgates) aoinvestidor e recolhimento de tributos (Imposto de Renda eIOF)
  6. 6. O que é Tesouro DiretoPara ter o Easynvest como seu Agente de Custódia é muitosimples: Se já for nosso cliente, basta solicitar o contrato paraoperar com títulos públicos através da Central deAtendimento. Se ainda não for nosso cliente, não mais perca tempo eabra já a sua conta a partir do site www.easynvest.com.br,em “Abra sua Conta”. Também deverá solicitar o contrato eenviá-lo por correios com o restante da documentação.
  7. 7. FuncionamentoO site do Tesouro Direto fica disponível para consulta 24horas por dia, 7 dias por semana.As compras podem ser realizadas todos os dias entre às 9horas de um dia às 5 horas do dia seguinte. Nos fins desemana, é possível comprar no Tesouro Direto entre às 9horas de sexta-feira e às 5 horas de segunda-feira,ininterruptamente.Nos dias úteis, entre às 5 horas e às 9 horas, o TesouroDireto fica fechado para compras para manutenção dosistema.
  8. 8. FuncionamentoAs compras poderão ser suspensas ao longo do dia, portempo indeterminado, caso o Tesouro Nacional julgueconveniente devido às condições de mercado.As vendas podem ser efetuadas todas as quartas-feiras das9h00 às 5h00 da quinta-feira.
  9. 9. Liquidação – CompraOs títulos adquiridos no Tesouro Direto estarão disponíveisna conta de custódia do investidor dois dias úteis após opagamento.Entre a data de compra e a data em que os títulos tornam-se disponíveis, o investidor poderá consultar o estágio doprocesso de liquidação da compra nas consultas deprotocolos no Tesouro Direto.
  10. 10. Liquidação – VendaOs recursos financeiros referentes ao pagamento de resgate,recompra ou juros são repassados pelo Tesouro Nacional,pelo valor bruto, ao Agente de Custódia um dia útil após aocorrência de um destes eventos.O Agente de Custódia deverá proceder as deduções de IR ecreditar, posteriormente, o valor líquido na containvestimento do investidor.
  11. 11. TítulosO fato de ser considerado ativo de renda fixa não quer dizerque os preços e taxas dos títulos públicos do Tesouro Direto nãoapresentem variação ao longo do tempo.Os títulos públicos são marcados a mercado, o extrato/saldo doinvestidor reflete o preço de mercado dos títulos.Desta forma, havendo queda nos preços negociados nomercado, o saldo do investidor cairá. Por outro lado, se houvervalorização do título, o saldo do investidor irá se elevar.
  12. 12. TítulosO Tesouro Nacional não pode afirmar se o investidor obteráganho ou perda financeira no caso de venda antecipada,dependerá das condições de mercado na referida data.Entretanto, se o investidor "carregar" os títulos de sua carteiraaté a data de vencimento, receberá o valor correspondente àrentabilidade bruta pactuada no momento da compra.
  13. 13. Títulos Entre os títulos públicos ofertados, o investidor deve escolher aqueles cujas características sejam compatíveis com o seu perfil. Há títulos de curto, médio e longo prazo; e indexados a índices de inflação, taxa Selic ou prefixados. No site do Tesouro Direto no item “Perfil de Investimento” o cliente poderá responder a um questionário e assim verificar qual o título mais adequado ao seu perfil.
  14. 14. Títulos
  15. 15. Títulos LTN: Letras do Tesouro Nacional (Menos Conservador)  Pré-fixado  Sabe a rentabilidade final no momento da aplicação  Maior disponibilidade de vencimento para negociações no Tesouro Direto  Investidor acredita que a taxa pré será maior que a taxa pós  Rendimento nominal, sujeito a perda de poder aquisitivo em caso de alta da inflação  Liquidação antecipada pode gerar rentabilidade maior ou menor do que a acordada
  16. 16. Títulos NTN-F: Notas do Tesouro (Menos Conservador)  Sabe a rentabilidade a ser recebida até o vencimento do contrato  Sabe o valor bruto a ser recebido por cada título no vencimento  Indicado para quem deseja receber juros semestrais a uma taxa de juros pré-definida  Investidor acredita que a taxa pré será maior que a taxa de juros básica da economia  Rendimento nominal, sujeito a perda de poder aquisitivo em caso de alta da inflação  Liquidação antecipada pode gerar rentabilidade maior ou menor do que a acordada
  17. 17. Títulos NTN-B: Notas do Tesouro (Conservador)  O investidor obtém a rentabilidade em termos reais, protegendo-se da elevação do IPCA.  Recebe cupons semestrais de juros  Rentabilidade pós-fixada indexada ao IPCA  Indicado para o investidor que deseja fazer poupança de médio/longo prazos, inclusive para aposentadoria, compra de casa e outros.  Preço do título flutua em função da expectativa de inflação dos agentes financeiros.  Liquidação antecipada pode gerar rentabilidade maior ou menor do que a acordada
  18. 18. Títulos NTN-B Principal (Conservador)  Rentabilidade pós-fixada indexada ao IPCA, em termos reais  Conforto ao investidor, pois não precisa se preocupar com reinvestimento  Indicado para o investidor que deseja fazer poupança de médio/longo prazos  Formação de preços simplificada, pois não paga cupom de juros semestral  Preço do título flutua em função da expectativa de inflação dos agentes financeiros.  Liquidação antecipada pode gerar rentabilidade maior ou menor do que a acordada
  19. 19. Títulos LFT: Letras Financeiras do Tesouro (Mais Conservador)  Rentabilidade pós-fixada indexada à taxa de juros da economia (Selic)  Fluxo simples: uma aplicação e um resgate  Preço do título flutua em função da expectativa de inflação dos agentes financeiros.
  20. 20. Aplicações e RendimentosLTN – Letras do Tesouro Nacional Por ser um título pré-fixado, sua rentabilidade é definidano momento da compra, e é dada pela diferença entre opreço de compra do título e seu valor nominal (vencimento)que sempre será de R$ 1.000,00.
  21. 21. Aplicações e RendimentosExemplo:Data da compra: 19/12/2006 (liquidação 20/12/2006)Quantidade: 1,0 títuloPreço compra: R$ 788,11Data de vencimento: 01/01/2009Dias úteis entre a data de liquidação e a data de vencimento:511 du
  22. 22. Aplicações e Rendimentos Nota-se que, quanto menor a taxa de juros, maior será o preço de compra para que o valor de liquidação seja os R$ 1.000,00 Importante, o rendimento da aplicação inicia-se na data de liquidação da compra. No caso de venda antecipada, o título será negociado ao preço de mercado, que varia de acordo com as expectativas do mercado em relação às taxas de juros.
  23. 23. Aplicações e RendimentosNo site do Tesouro Direto, no item “Estatísticas e Formaçãode preços – Metodologia de Cálculo” encontrará o cálculo derentabilidade de cada título.Além disso, no item “Estatísticas e Formação de preços -Precificação de Títulos” também encontrará diversasinformações sobre os cálculos para os títulos.No item “Estatísticas e Formação de preços - Tabela deRentabilidade dos Títulos Públicos” mostra um panoramasobre as rentabilidades de cada título.No item “Estatísticas e Formação de preços - Tributação doTesouro Direto” encontrará, além das alíquotas, o métodode cálculo desta retenção.
  24. 24. Imposto de RendaO Imposto de Renda para Títulos Públicos é retido na fonteno momento da venda ou no vencimento do título.No caso de pagamento de cupom, o imposto também éretido no pagamento.A retenção ocorre de acordo com a tabela regressiva abaixo:
  25. 25. Imposto de Renda
  26. 26. AcessoAo se cadastrar,receberá um emailcom todas asinstruções paraacessar o site doTesouro Direto.
  27. 27. AcessoO acesso deve ser efetuado mediante o CPF e a senha deacesso recebida.A senha pode ser informada, através do teclado virtual oudo teclado do computador.
  28. 28. AcessoNo primeiro acesso, aparecerá a mensagem abaixosolicitando a alteração da senha provisória recebida.A nova senha deverá ter no mínimo 8 caracteres e no máximo16, composta de letras e números.
  29. 29. Acesso
  30. 30. ComprasA tela apresentada após o acesso mostra a cotação dosprincipais indexadores, juntamente com uma lista dos títulos.
  31. 31. Compras Na mesma tela, no canto esquerdo, aparece o Menu.
  32. 32. ComprasAo clicar em “Comprar/Vender/Doar – Comprar”, a tela abaixoé apresentada.Vale ressaltar que, é apresentada a mensagem da datamáxima em que o investidor deve ter o financeiro em seuagente de custódia.
  33. 33. ComprasTerá duas formas de efetuar uma compra, podendo buscar umtítulo específico, ou consultando todas as compras abertas.A quantidade mínima pra compra é de 0,2 e o valor mínimo éde R$ 100,00.
  34. 34. Compras
  35. 35. ComprasAo clicar em “Comprar”, poderá especificar a quantidade detítulos que deseja comprar ou o valor que deseja gastar.
  36. 36. ComprasApós clicar em “Incluir na Cesta”, aparecerá uma tela paraconfirmar, desistir da operação ou adicionar novos títulos.
  37. 37. ComprasNo item “Comprar/Vender/Doar” também temos a opção deDoar Juros ou Títulos, onde, ao clicar nesta opção, podemosescolher uma instituição para esta doação.
  38. 38. VendasAo selecionar o item “Comprar/Vender/Doar – Vender”, apósselecionar seu agente de custódia, é demonstrada amensagem de que estas operações somente podem serefetuadas às quartas-feiras.
  39. 39. TítulosNo Menu, no item “Consultas - Características dos Títulos” oinvestidor poderá selecionar o título que deseja e terinformações básicas sobre ele.
  40. 40. ExtratoNo Menu, no item “Consultas – Extrato Consolidado” o clientevisualizará todas as suas movimentações.
  41. 41. ExtratoClicando sobre o título, verificará toda a movimentação,compra, venda, juros, etc.
  42. 42. ExtratoNa tela de extrato, são apresentadas as informações abaixo: “O valor bruto dos títulos é estimado utilizando-se o preço de referência fornecido pelo Tesouro Nacional. Entre a data de compra e de vencimento, o preço do título flutua em função das condições do mercado e das expectativas quanto ao comportamento das taxas de juros futuras. Um aumento na taxa de juros de mercado em relação à taxa pactuada no momento da compra pelo investidor provocará uma queda no preço do título. Já uma diminuição na taxa de juros de mercado proporciona o efeito contrário. O valor do título na carteira do investidor é atualizado considerando essas variações, procedimento conhecido como marcação a mercado. No caso da venda antecipada, o Tesouro Nacional recompra o título com base em seu valor de mercado. Caso o investidor mantenha seu título até o vencimento, receberá a rentabilidade pactuada no momento da compra, independentemente das condições de mercado. A BM&FBOVESPA/CBLC está isenta de quaisquer responsabilidades relativas à real valorização dos títulos e por quaisquer ônus ou prejuízos que venham a ser suportados direta ou indiretamente pelo investidor em decorrência dos valores ou preços por ela divulgados, bem como a aceitação, pelo investidor, desta valorização estimada pela BM&FBOVESPA/CBLC. Entenda seu extrato”
  43. 43. ProtocolosNo item “Consultas - Protocolos” do Menu, o clienteconseguirá consultar sua custódia de títulos, onde no statuspoderá colocar a opção de liquidado, em liquidação ou nãoliquidado.
  44. 44. RecibosNo item “Consultas – Recibos de doação de juros/Recibo dedoação de títulos”, o cliente conseguirá consultar todas asdoações de juros ou títulos que efetuou.
  45. 45. Dados CadastraisNo item “DadosCadastrais” do Menu, ocliente conseguirá alterarsua senha, seu email,poderá interromper orecebimento de seuextrato por email.Além disso, o clienteconsegue consultar seuagente de custódia, seucódigo de cliente nesteagente e a taxa cobrada.
  46. 46. CustosEasynvest Não há cobrança de taxa.BM&FBOVESPA 0,10% de taxa de negociação sobre o valor da compra,na data de negociaçãoCBLC 0,30% a.a. calculada sobre o valor dos títulos emcustódia e cobrada pro rata a cada semestre ou noencerramento da posição.
  47. 47. CustosPara as compras de títulos realizadas após05/04/2009, as taxas serão cobradas: - na venda, - no pagamento de juros, - no encerramento da posição do investidor, ou - quando a soma das taxas devidas de todos os títulosem carteira à BM&FBOVESPA/CBLC e ao Agente de Custódiaultrapassar R$ 10,00, será feita a cobrança no 1º diaútil de janeiro ou no 1º dia útil de julho, o que ocorrerprimeiro.
  48. 48. Easynvest - Inadimplência- Em uma ocorrência de não pagamento, o investidor receberáadvertência por email, alertando-o quanto às penalidades previstasem caso de reincidência;- Na hipótese de segunda ocorrência, o investidor receberá emailinformando que estará impedido de efetuar novas compras 30 (trinta)dias a partir da data do segundo não pagamento;- Havendo terceira ocorrência, o investidor receberá email informandoque estará impedido de efetuar novas compras 60 (sessenta) dias apartir da data do terceiro não pagamento;- Havendo quatro ou mais ocorrências, o investidor receberá emailinformando que estará impedido de efetuar novas compras 90(noventa) dias a partir da data do último não pagamento;- Caso o investidor, após a advertência ou o término da suspensão,permaneça 90 (noventa) dias sem ocorrência de não pagamento,passa a ser considerado como se não houvesse quaisquer ocorrênciasde não pagamento.
  49. 49. Promoção Easynvest tem Taxa de serviço ZERO para investir no Tesouro Direto. Acesse já e aproveite! www.easynvest.com.br/investimentos/tesouro-direto

×